Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2021


Recommended Posts

3 horas atrás, Samihr Hermes disse:

Essa madrugada o Pico do Jabre teve a segunda menor mínima, marcando 12.3 C. A estação tem dados desde 2018.

 

Garanhuns teve mínima de 15.4 C, Monteiro 15.3 C, Arcoverde 16.4 C e Maturéia de 14.6 C.

Tem um amigo no ZAP informando amanhecer com 12° em Taquaritinga do Norte-Pe. Conhece ?

  • Like 6
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Samihr Hermes disse:

Essa madrugada o Pico do Jabre teve a segunda menor mínima, marcando 12.3 C. A estação tem dados desde 2018.

 

Garanhuns teve mínima de 15.4 C, Monteiro 15.3 C, Arcoverde 16.4 C e Maturéia de 14.6 C.

https://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2021/08/02/taquaritinga-do-norte-registra-12oc-na-manha-desta-segunda-feira-2.ghtml.                                 Não sei se a "fonte é confiável", porém vou acreditando no meu amigo !

  • Like 8
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

13 minutos atrás, Peregrine disse:

https://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2021/08/02/taquaritinga-do-norte-registra-12oc-na-manha-desta-segunda-feira-2.ghtml.                                 Não sei se a "fonte é confiável", porém vou acreditando no meu amigo !

Influência da latitude / longitude? 

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

4 horas atrás, Bruno D disse:

Tendência de um bom pulso polar se consolidando para depois do dia 12... Por hora o mais provável é uma MP híbrida com isobáras na diagonal, com isso teremos frio úmido de Máximas no leste do Sudeste e um bom frio no Sul, desta forma a primeira quinzena de Agosto poderá fechar bem abaixo da média em muitos pontos dessas duas regiões. 

Screenshot_20210802-134048~2.png

Podemos afirmar que essas isóbaras diagonais fazem parte do padrão sinótico de circulação na América do Sul ou é um padrão fora da curva? 

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

Considerando que 2013 tivemos incursões polares (tardias) mas de grande intensidade, e o biênio 2014/15 apresentou frio fraco, fazendo um paralelo com o bom inverno de 2021, podemos considerar que 2022/23 tendem a não ter frio suficiente? Temos algum motivador técnico para que essa repetição NÃO ocorra? 

  • Like 9
Link to comment
Share on other sites

Com o enfraquecimento do ar frio, o comportamento da temperatura surpreendeu ontem: às 21h, a cidade variava entre 13 e 11ºC, a noite mais fria do ano, considerando o horário. Porém, essa temperatura ficou praticamente estagnada a madrugada inteira, vindo a cair novamente só ao amanhecer e as mínimas ficaram entre 12C (área central) e 9C (serras), valores bons e ordinários.

 

Como era previsto, a temperatura subiu um pouco hoje e atingiu 22/24C, conforme o bairro, insuficiente para aquecer as casas, que estão frias diante do final de semana inteiro entre 9 e 20ºC.  A partir de amanhã entra umidade e a semana terá vários períodos nublados, bem diferente do sol constante dessa temporada. As temperaturas voltam a cair e ficam entre 21 e 13ºC:

 

1238509584_Semttulo.png.b105ee810f99a2efb3b683c00232b8e8.png

 

18h47, 18ºC.

 

  • Like 17
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Hoy tuvimos un dia neblinoso de principio a fin , pero a la tarde salio el sol (nunca se dejo de ver la cerrazon) y el cielo se puso celeste.

La maxima llego a los 14°C en la estacion Prado y un poco menos de 15°C en la estacion Melilla.

 

Ahora a la tarde volvo a bajar la niebla; esta frio y humedo, 7,3°C en la estacion Prado a las 18hrs.:

 

 

image.png.1e343aebafb64c5db8e036298967f68c.png

 

 

 

 

.

  • Like 16
Link to comment
Share on other sites

10 minutos atrás, LeoP disse:

Com o enfraquecimento do ar frio, o comportamento da temperatura surpreendeu ontem: às 21h, a cidade variava entre 13 e 11ºC, a noite mais fria do ano, considerando o horário. Porém, essa temperatura ficou praticamente estagnada a madrugada inteira, vindo a cair novamente só ao amanhecer e as mínimas ficaram entre 12C (área central) e 9C (serras), valores bons e ordinários.

 

Como era previsto, a temperatura subiu um pouco hoje e atingiu 22/24C, conforme o bairro, insuficiente para aquecer as casas, que estão frias diante do final de semana inteiro entre 9 e 20ºC.  A partir de amanhã entra umidade e a semana terá vários períodos nublados, bem diferente do sol constante dessa temporada. As temperaturas voltam a cair e ficam entre 21 e 13ºC:

 

1238509584_Semttulo.png.b105ee810f99a2efb3b683c00232b8e8.png

 

18h47, 18ºC.

 

 

Acabei de ler essa Matéria. 

 

https://www.google.com/amp/s/www.otempo.com.br/mobile/cidades/previsao-do-tempo-bh-registra-9-6-c-e-frio-continua-por-toda-semana-1.2521461%3fam

 

Previsão do tempo: BH registra 9,6 ºC, e frio continua por toda semana

Julho teve três momentos de temperaturas baixíssimas, mas não foi considerado o mais gelado da história

 

Mês mais frio da história?

 

Apesar de julho ter tido três picos de frio intenso no Estado, julho de 2021 não foi considerado o mês mais frio da história de Minas Gerais.

“Tivemos três momentos de frio extremo: no início do mês, próximo do dia 20 e no fim do mês. Entretanto, já houve registro de temperaturas mais baixas do que as vistas agora”, diz Anete.

  • Like 11
Link to comment
Share on other sites

39 minutos atrás, ifreitasrosa disse:

Considerando que 2013 tivemos incursões polares (tardias) mas de grande intensidade, e o biênio 2014/15 apresentou frio fraco, fazendo um paralelo com o bom inverno de 2021, podemos considerar que 2022/23 tendem a não ter frio suficiente? Temos algum motivador técnico para que essa repetição NÃO ocorra? 

@Marcoscomo um bom observador do tempo,  consegue esclarecer o tema? 

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Peregrine said:

https://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2021/08/02/taquaritinga-do-norte-registra-12oc-na-manha-desta-segunda-feira-2.ghtml.                                 Não sei se a "fonte é confiável", porém vou acreditando no meu amigo !

 

Esses termômetros de cidade não são muito confiáveis, mas acho que serve pra ter ao menos uma noção do que pode ocorrer nesses lugares. O termômetro estando errado ou não, deve ter lugares no município que fez isso mesmo. 

 

Aliás, acho que Taquaritinga é conhecida mesmo por temperaturas amenas. 

 

Valeu o achado, mestre. 

Edited by Samihr Hermes
  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

A cidade de São Paulo teve céu com muitas nuvens a nublado até por volta de 10h/10h30 da manhã, ao menos na zona norte.

Depois, as nuvens se dissiparam e resto do período foi de sol e pouca ou nenhuma nuvem.

Agora, já temos céu encoberto novamente.

 

Mirante: 10,9°C / 21,8°C

Interlagos: 10,0°C / 20,7°C

IAG: 7,7°C / 21,9°C

  • Like 23
Link to comment
Share on other sites

Fazendo uma reflexão após esta onda de frio, onde tivemos Estação registrando -4 em Curitiba mesmo com a urbanização atual da cidade e o fenômeno da bolha de calor, sobrepondo esta mesma MP em anos como 55 ou 75, e dado ao menor índice de urbanização da cidade neste período, teria esta MP potencial para registrar os mesmos extremos registrados na época, desconsiderando obviamente a neve pois não estou tratando aqui de umidade? Por gentileza @Marcos ou @Carlos Campos, faz sentido cravar este paralelo e concluir que embora o aquecimento seja mais agressivo atualmente, que o potencial de frio ainda existe, apenas tendo aspecto técnico diferencial uma dinâmica menos duradoura? 

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, ifreitasrosa disse:

Influência da latitude / longitude? 

Difícil saber ! Depois dessa acalmada no Atlântico, na costa Sul do Brasil, parece que a Alta do Atlântico Sul vai mandando umidade para o Leste do Nordeste. Não sei em Pernambuco, mas aqui no Ceará os alísios tem estado fortes e frequentes nos últimos dias. 

  • Like 9
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, ifreitasrosa disse:

Considerando que 2013 tivemos incursões polares (tardias) mas de grande intensidade, e o biênio 2014/15 apresentou frio fraco, fazendo um paralelo com o bom inverno de 2021, podemos considerar que 2022/23 tendem a não ter frio suficiente? Temos algum motivador técnico para que essa repetição NÃO ocorra? 

Não sou muito expert no assunto, porém massas polares em julho e agosto não são tardias, inclusive boa parte das ondas polares intensas acontecem em julho e agosto, tipo 1955, 1975, 2000,2013 e 2021. Tardio varia muito de região pra região, mas acho que a partir da segunda quinzena de agosto que passa a ser tardia no sul

Edited by Luide Luckmann
  • Like 7
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, ifreitasrosa disse:

Considerando que 2013 tivemos incursões polares (tardias) mas de grande intensidade, e o biênio 2014/15 apresentou frio fraco, fazendo um paralelo com o bom inverno de 2021, podemos considerar que 2022/23 tendem a não ter frio suficiente? Temos algum motivador técnico para que essa repetição NÃO ocorra? 

Acredito que pelo menos até 2025 esse padrão deverá se manter ou mesmo se intensificar (eventos de frio extremo nos invernos dos dois hemisférios). Existe um almanaque nos EUA (não recordo o nome, o amigo Samihr sabe) e que já há mais de 100 anos faz previsões climáticas e, segundo ou autores, com grande margem de acerto. Eles não dizem a "fórmula" porém adiantam que as previsões têm por base o Sol e a Lua.

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, ifreitasrosa disse:

Podemos afirmar que essas isóbaras diagonais fazem parte do padrão sinótico de circulação na América do Sul ou é um padrão fora da curva? 

É algo comum quando fortes anticiclones, acompanhados de bons Ciclones e Cavados, sofrem resistência de seguir seu percurso de forma totalmente Continental, nestas ocasiões, é comum o ramo marítimo avançar de forma mais rápida que o normal, alongando as isobáras da alta em apresentação diagonal... Essas MPs são um meio termo entre as tipicamente continentais e as marítimas, e geralmente se maritimizam na região do Plata, ainda com alguma mínima atuação Continental... É uma das melhores sinóticas para o resfriamento no Sudeste. Se acontecer deve manter às médias muito baixas na região. 

  • Like 14
Link to comment
Share on other sites

Boa noite a todos.

 

Frio de 11 graus ou menos em todas as principais localidades de MG. De norte a sul, de leste a oeste. Confiram.

O entorno de JF ficou todo na mínima sub-10, exceto a quente Muriaé.

 

824610775_CapturadeTela2021-08-02as20_18_33.png.ddbaaa5ad35321c78c3172e3d6bec1bc.png

 

Aqui no Alphaville/ JF extremos hoje de 7,8/ 21,3˚C.

 

Os últimos 10 dias exibem médias muito baixas: 9,5˚C/ 20,1˚C - 13,8˚C.

 

No momento céu claro e sem vento. 15,0˚C/ 67% - embora esteja frio, está 3 graus mais quente que ontem, neste horário. (20h20min).

  • Like 15
Link to comment
Share on other sites

12 minutos atrás, Peregrine disse:

Começo a perceber uma agitação no Pacífico Sul. Me parece um anticiclone na costa oeste da América do Sul e a sua esquerda um ciclone. Será mais uma onda de frio que se aproxima ?

https://earth.nullschool.net/pt/#current/wind/isobaric/850hPa/equirectangular=-103.70,0.00,117

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

30 minutos atrás, Peregrine disse:

Difícil saber ! Depois dessa acalmada no Atlântico, na costa Sul do Brasil, parece que a Alta do Atlântico Sul vai mandando umidade para o Leste do Nordeste. Não sei em Pernambuco, mas aqui no Ceará os alísios tem estado fortes e frequentes nos últimos dias. 

 

Pena que veio tarde demais. Este ano só não está sendo uma réplica de 2000 no Sul porque não está chovendo no leste nordestino, kkkkkk. Aquele JJAS foi coisa de louco de tanta água que caiu na zona da mata. Já este... Teve cidade aqui no sertão com mais chuva em Junho que cidade do litoral que tem média superior a 300 mm. 

 

Uma coisa que tem ocorrido nestes últimos anos é a "veranização" das chuvas do leste, não sei se tô falando cocô, mas foi o que percebi em 2021. 

  • Like 16
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, AugustoSP disse:

Se tratando do bimestre Junho/Julho, esse ano bateu o recorde aqui em Campinas até mesmo de 1994 que considerávamos o ano mais frio dos "tempos modernos"
Dados extraídos do CIIAGRO.


1994:

image.png.97b7d37cd7aec386de43ca134d6feb4d.png

 

2021:

image.png.3440dc000ffb7824afbb941e4ff02c8e.png

 

94 teve essas bombas históricas em junho e julho mas na média não foi aquelas coisas, na verdade tanto junho quanto julho terminaram acima da média

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

45 minutos atrás, ifreitasrosa disse:

Fazendo uma reflexão após esta onda de frio, onde tivemos Estação registrando -4 em Curitiba mesmo com a urbanização atual da cidade e o fenômeno da bolha de calor, sobrepondo esta mesma MP em anos como 55 ou 75, e dado ao menor índice de urbanização da cidade neste período, teria esta MP potencial para registrar os mesmos extremos registrados na época, desconsiderando obviamente a neve pois não estou tratando aqui de umidade? Por gentileza @Marcos ou @Carlos Campos, faz sentido cravar este paralelo e concluir que embora o aquecimento seja mais agressivo atualmente, que o potencial de frio ainda existe, apenas tendo aspecto técnico diferencial uma dinâmica menos duradoura? 

É difícil traçar um parâmetro confiável, já q as condições gerais são muitíssimo diferentes de outras épocas em q a urbanização pouco afetava o clima da cidade.

À meu ver, o evento atual, ao menos aki no Paraná, não se iguala ao de 1975. Aliás ficou muito distante, basta ver q:

1975 Palmas registrou -11°C e neste evento, a estação Fazenda Gottardi/SC/divisa com Palmas teve -8°C.

1975 Curitiba teve -5,1°C e neste evento não chegou à -1°C. As baixadas chegaram à -5,2/-4,6°C mas não há dúvida pra mim q em 75 essas mesmas baixadas podem ter ultrapassado a marca dos -7/-8°C (dia 18/7/75 já não era advecção com vento pela manhã e sim calmaria polar).

Em 1975 houve registro de -5°C no extremo oeste do estado e -3°C em Maringá. Em Guarapuava chegou à -10°C, e neste, -5°C.

Então a minha opinião é de q foi um episódio intenso, mas não ameaçou os grandes eventos do século passado. De 1955 eu não saberia dizer. Não tenho os dados da época mas sei q foi histórico.

Aliás, um evento recente q poderia ser comparado à este, q foi o de 2013, a mínima no INMET chegou à -2°C na capital e houve 3 ou 4 dias consecutivos de máxima sub10°C. Neste não houve uma sequer.

 🙂

Abraço

  • Like 14
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

24 minutos atrás, CloudCb disse:

 

Pena que veio tarde demais. Este ano só não está sendo uma réplica de 2000 no Sul porque não está chovendo no leste nordestino, kkkkkk. Aquele JJAS foi coisa de louco de tanta água que caiu na zona da mata. Já este... Teve cidade aqui no sertão com mais chuva em Junho que cidade do litoral que tem média superior a 300 mm. 

 

Uma coisa que tem ocorrido nestes últimos anos é a "veranização" das chuvas do leste, não sei se tô falando cocô, mas foi o que percebi em 2021. 

Amigos pelo ZAP vão ficando sem entender o que vem ocorrendo em Natal. As chuvas em junho ficaram muito abaixo da média. Julho foi horrível. Até onde posso perceber, isso se dá pelo posicionamento da ASAS. Em períodos de Pacífico Equatorial frio (ODP) ela migra para a costa Sul brasileira inibindo a chegada das Ondas de Leste até a costa nordestina.

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Juzinho disse:

 

Vamos ver se o tempo vai ficar fechado mesmo ...os modelos estão errando muito a condição de tempo fechado ...

Saudades de vários dias inteiros nublado e garoando .

Isso é fato. Aqui na minha cidade e redondezas é comum o inverno ser marcado por bastante neblina (semelhante ao que acontece em paranapiacaba, mas a neblina que aparece lá às 13h chega aqui as 16h), também é comum termos garoa a partir do fim da tarde, que as vezes dura até o amanhecer, quando há a passagem de frentes frias mais fracas. Mas esse ano está sendo muito mais seco que o normal, temos tido muita MM noturna, mas não chega a garoar. Hoje, entretanto, está garoando! Acredito que amanhã a previsão se confirme, inclusive o Google tá dando máxima de 14°C pra cá. Veremos...

  • Like 13
Link to comment
Share on other sites

10 hours ago, danilo brumana said:

Acorda com a Frozen

 

 

 

Almoça com o Diabo 

 

 

 

E dorme com o Olavo da Frozen 

 

 

 

Que extremos !!!

Interior de SP já é pura continetalidade, um planalto com máximas bem altas, aqui altitudes entre 420 e 540m.

No ano passado ficamos desde o dia 23 de agosto até meados de outubro torrando entre 34-35°C até sob40°C (só teve uns 3 dias de frio com aquela MP que passou forte em Sampa), com recordes entre 41°C e 42°C. Aliás a automática INMet Lins bateu recorde histórico em outubro. Aquilo sim foi um verdadeiro rodízio com o capiroto kkkkkk (claro que boa parte do centro-sul torrou junto naquela aberração, vade retro).

Agora nesse inverno confesso que estou passando muito frio, essas máximas escondem um pouco da realidade, porque a secura está muito grande (todo dia batendo entre 20-30% de UR praticamente), as noites e manhãs tem sido MUITO geladas. Elas sobem bastante mas é por pouco tempo, tem aquele pico e logo cai de novo, e por ser seco nem percebemos tanto a sensação de calor. Só o nariz que pede arrego com a secura.

 

Por isso a tal da média ponderada seria muito melhor do que apenas uma leitura de médias máximas e médias simples. Minha sensação aqui é de frio constante, mas se tu botar na média ou olhar puramente as máximas parece que estamos torrando na California.

Aliás, eu tenho gostado desse "calorzinho" a tarde. Minha casa tá gelada demais.. Sabe que até que um cafezinho com o diabo não seria má idéia kkkkkk
TenaciousD.gif.a2aed2714141d8c41527834ed39eb1af.gif 

  • Like 6
  • Haha 12
Link to comment
Share on other sites

5 horas atrás, Bruno Maon disse:

 

 

Olá, Márcio. A localização da estação de Penápolis não está exatamente neste ponto, mas sim mais pra dentro da baixada do rio Bonito, o que explica os valores bem baixos de mínimas. E na verdade ela não destoa em nada das demais estações de baixada de toda a porção oeste do estado de SP, como Santa Salete/Ciiagro, Nova Granada/PWS e Rancharia/INMET. Valparaíso não é um bom comparativo, pois é não se trata de uma baixada propriamente dita, mas sim de uma encosta na parte baixa, o que já é suficiente pra dar uma boa diferença nas mínimas. Mas como o @Matheus b Santos já comentou, em dias chuvosos e/ou nublados, fica nítido que os dados da estação de Penápolis estão sim corretos, pois não destoa das demais estações do entorno.

 

A propósito, eis uma comparação das 3 baixadas com dados completos no mês de Julho:
image.png.3b4d6eae6a42f0880434f0af043649ae.png

 

 

É possível notar que a única diferença significativa entre elas é a máxima, mas que é facilmente explicada pela diferença de latitude, já que é 1º de latitude de uma pra outra. Sobre a diferença da média de máximas de Rancharia pra Penápolis (0,97°C) ser menor que a de Penápolis pra Santa Salete (2,39°), eu explicaria pelo fato de Santa Salete ser com folga a mais continental dentre as 3 (a distância pro mar em linha reta é de 430km Rancharia, 465km Penápolis e 595km Santa Salete). Isso é essencial pra regular as máximas naquela região.

image.thumb.png.bf242c4aa581b7404c761ebd2328b7fd.png

Tá vendo só, eu não tenho os conhecimentos necessários mas tem quem tenha. Nessas duas últimas ondas de frio eu olhava com certo ceticismo para o mapa com aquele monte de estações rondando 0°C, 1°C, -1°C e aquela estação isolada com -3°C. Não parecia razoável que sob um massa de ar frio tão intensa o efeito baixada fosse capaz de justificar a diferença. Agora, depois dessa exposição do @Bruno Maon, que somada aos apontamentos já feitos pelo @Maicon e pelo @Matheus b Santos dou a questão por resolvida. Obrigado! Será um gosto seguir acompanhando os dados dessa estação doravante porque, por sua localização, ela servirá de parâmetro para o comportamento das baixadas aqui da região. Eu desconhecia essa de Santa Salete e muito embora eu já tivesse acompanhado algumas discussões acerca do desempenho brilhante de Rancharia eu nunca achei que pudesse tomá-la como comparação justamente pelo componente da latitude. O fator continentalidade milita em nosso desfavor na comparação com Penápolis mas mesmo assim é um referencial mais próximo. 

Edited by marcio valverde
  • Like 13
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, ifreitasrosa disse:

Considerando que 2013 tivemos incursões polares (tardias) mas de grande intensidade, e o biênio 2014/15 apresentou frio fraco, fazendo um paralelo com o bom inverno de 2021, podemos considerar que 2022/23 tendem a não ter frio suficiente? Temos algum motivador técnico para que essa repetição NÃO ocorra? 

 

2013 ter tido frio em Julho e Agosto e depois ter 2 anos ruins não significa que é um padrão a se repetir. Pode ser sim que venha 2 anos ruins, ninguém sabe, a atmosfera é caótica. Por tanto não tem que "ter motivador técnico pra que a repetição não ocorra", teria primeiro que provar que esse padrão existe com casos anteriores a 2013-2015.

 

=

 

Hoje em Blumenau tivemos um dia típico de Agosto, os extremos foram 13,4ºC e 23,4ºC aqui em casa na Davis. Dia de belo céu azul e poucas nuvens, 23,5ºC com 52% no abrigo na hora da foto:

image.thumb.png.c9898bf0fcbbdaf2df61b4abcb594cf2.png:

image.thumb.png.aa65123fe7e5e4becb138b2fa258b55d.png

 

Fim de tarde entrou um vento mais frio pelo oceano e às 21:40 tenho 15,0ºC com 88%, vento NE e garoa aqui em Blumenau.

  • Like 20
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Boa noite! Ontem o dia comecou com visibilidade restrita a 5 km no OCBA e depois o dia foi ensolarado em Buenos Aires. À noite, novamente neblina, com visibilidade de 2 km (foto abaixo tirada por mim aqui no centro). Já no Aeroparque a visibilidade chegou a 4,5 km de manha e foi nula à noite (reportou 0,0 km às 21h). Dia de grande amplitude térmica para os parametros locais, com mínima de 4,2°C e máxima de 17,9°C.

 

image.png.16fe2f206e1b6a0daefded3fd2961af4.png

  • Like 21
Link to comment
Share on other sites

Hoje, depois da neblina da manha, tivemos dia ensolarado, com mínima de 5,6°C e máxima de 16°C. Agora céu limpo, 9,8°C, URA de 92% e vento leste a 7 km/h. Para amanha a previsao é de neblina de manha e sol e poucas nuvens durante o dia, com variacao entre 6 e 18°C. O sol nasce às 7h45 e se poe às 18h14.

As previsoes estavam indicando temperaturas máximas mais altas, acima de 20°C, até segunda-feira, mas agora anteciparam a mudanca do tempo para domingo, quando a temperatura já comecaria a cair. Esta é a previsao do SMN:


image.png.fdbdcefe7946f3c4ed51fde20f081deb.png

 

O Europeu indica a mesma tendencia:
image.png.f89e66f23cbd267ed85abc75daa7bf1b.png

  • Like 20
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, sjmolive disse:

Boa noite a todos.

 

Frio de 11 graus ou menos em todas as principais localidades de MG. De norte a sul, de leste a oeste. Confiram.

O entorno de JF ficou todo na mínima sub-10, exceto a quente Muriaé.

 

824610775_CapturadeTela2021-08-02as20_18_33.png.ddbaaa5ad35321c78c3172e3d6bec1bc.png

 

Aqui no Alphaville/ JF extremos hoje de 7,8/ 21,3˚C.

 

Os últimos 10 dias exibem médias muito baixas: 9,5˚C/ 20,1˚C - 13,8˚C.

 

No momento céu claro e sem vento. 15,0˚C/ 67% - embora esteja frio, está 3 graus mais quente que ontem, neste horário. (20h20min).

sjmolive,

a estação de Muriaé, fica no topo de um morro, na parte norte da cidade, 283 m altitude, enquanto na baixada uns 100 metros em linha reta da estação, no asfalto da BR-116/Rio-Bahia, onde tem postos gasolina, empresas, oficinas a altitude de uns 205 metros, em  madrugadas de céu limpo e sem vento, no mínimo marcou uns 3,0 a 4,0 a menos do que no topo da estação.

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, danilo brumana disse:

 

Acabei de ler essa Matéria. 

 

https://www.google.com/amp/s/www.otempo.com.br/mobile/cidades/previsao-do-tempo-bh-registra-9-6-c-e-frio-continua-por-toda-semana-1.2521461%3fam

 

Previsão do tempo: BH registra 9,6 ºC, e frio continua por toda semana

Julho teve três momentos de temperaturas baixíssimas, mas não foi considerado o mais gelado da história

 

Mês mais frio da história?

 

Apesar de julho ter tido três picos de frio intenso no Estado, julho de 2021 não foi considerado o mês mais frio da história de Minas Gerais.

“Tivemos três momentos de frio extremo: no início do mês, próximo do dia 20 e no fim do mês. Entretanto, já houve registro de temperaturas mais baixas do que as vistas agora”, diz Anete.

 

O mês mais frio da história de MG, possivelmente, foi Julho de 1988. 

  • Like 10
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, sjmolive disse:

Boa noite a todos.

 

Frio de 11 graus ou menos em todas as principais localidades de MG. De norte a sul, de leste a oeste. Confiram.

O entorno de JF ficou todo na mínima sub-10, exceto a quente Muriaé.

 

824610775_CapturadeTela2021-08-02as20_18_33.png.ddbaaa5ad35321c78c3172e3d6bec1bc.png

 

Aqui no Alphaville/ JF extremos hoje de 7,8/ 21,3˚C.

 

Os últimos 10 dias exibem médias muito baixas: 9,5˚C/ 20,1˚C - 13,8˚C.

 

No momento céu claro e sem vento. 15,0˚C/ 67% - embora esteja frio, está 3 graus mais quente que ontem, neste horário. (20h20min).

sjmolive,

a estação de Muriaé, fica no topo de um morro, na parte norte da cidade, 283 m altitude, enquanto na baixada uns 100 metros em linha reta da estação, no asfalto da BR-116/Rio-Bahia, onde tem postos gasolina, empresas, oficinas, a altitude de uns 205 metros, em  madrugadas de céu limpo e sem vento, no mínimo marcou uns 3,0 a 4,0 a menos do que no topo da estação.

Ontem ficou encoberto em Muriaé a partir de 22 h e permanecendo até 4 h da madrugada, isso segurou uma queda maior na mínima. Na convencional de Itaperuna-RJ, registrou 11,0, fica uns 45 km em linha reta a leste de Muriaé. Quando vi o mapa de nuvens baixas/nevoeiro no horário de 00 h 50, estava encoberto em Muriaé, aqui em Laje/divisa com Minas, mas na cidade de Itaperuna céu totalmente limpo.

  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

4 minutos atrás, marinhonani disse:

sjmolive,

a estação de Muriaé, fica no topo de um morro, na parte norte da cidade, 283 m altitude, enquanto na baixada uns 100 metros em linha reta da estação, no asfalto da BR-116/Rio-Bahia, onde tem postos gasolina, empresas, oficinas, a altitude de uns 205 metros, em  madrugadas de céu limpo e sem vento, no mínimo marcou uns 3,0 a 4,0 a menos do que no topo da estação.

Ontem ficou encoberto em Muriaé a partir de 22 h e permanecendo até 4 h da madrugada, isso segurou uma queda maior na mínima. Na convencional de Itaperuna-RJ, registrou 11,0, fica uns 45 km em linha reta a leste de Muriaé. Quando vi o mapa de nuvens baixas/nevoeiro no horário de 00 h 50, estava encoberto em Muriaé, aqui em Laje/divisa com Minas, mas na cidade de Itaperuna céu totalmente limpo.

Obrigado pelas explicações.

Desconfiava disso pela altitude da cidade e da estação do Inmet (esta bem mais elevada).

 

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

Fim de noite com temperaturas entre 9-11 graus no extremo sul e 14/15 graus em locais mais ao norte da cidade.

A variação ocorre apesar do predomínio das nuvens baixas.

UK1uj2q.png

 

 

Imagem do satélite das 22:40 mostra concentração de nuvens baixas em áreas próximas do litoral (até uns 60-100 km do mar para o interior).

Já no interior está tudo limpo.

QmgmZOQ.jpg

  • Like 16
Link to comment
Share on other sites

Dos situaciones interesantes esta noche, la estacion del aeropuerto montevideano, la estacion Carrasco a las 23 hrs ya esta con 1,9°C y niebla, si baja de 0°C tendremos ese fenomeno que llaman "niebla congelante"?

En Rivera (frontera con Santana do Livramento) esta lloviendo y hacen 3,2°C, creo que no hay ninguna posibilidad de nieve o precipitacion invernal, pero esta lloviznando con una temperatura muy baja!

 

image.png.4989624d2aa20ddfc2a7460060eeea6f.pngimage.png.be690fef6604cfb809e088699c02bb78.png

 

Edited by Pablo MQL
  • Like 11
Link to comment
Share on other sites

Aqui no centro do estado de sp a temperatura vem caindo rápido, do jeito que está não duvido que venha uma sub 10 amanhã, mesmo a máxima tendo chegado a 26.3°C a tarde o que ajudou a esquentar um pouco dentro de casa. 

 

Agora faz apenas 13.7°C com ar paradíssimo e céu limpo

 

 

 

20210726_213303.jpg

  • Like 14
Link to comment
Share on other sites

14 minutos atrás, Renan disse:

 

Outro forte concorrente é 1918, não é ?

Renan,

andei pesquisando e anotando mínimas da estação de Passa Quatro, que começou em 1912, mas com dados completos divulgados, de 1918 em diante.

A lista de julhos bem frios em termos de mínimas é abundante nos anos 10, 20 e 30 do sec. XX, temos:

1912, 1917(esse existe dados no Sudeste, somente da convencional de Ubá), 1918,1921, 1923, 1925, 1926, 1928, 1929, 1933, 1938.

Em 1912, fez muito frio em Minas, de junho até setembro,(em 3 de setembro teve negativas em Minas e mínimas bem baixas no RJ, (Campos-RJ marcou 8,2).

  • Like 6
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

4 hours ago, Peregrine said:

Acredito que pelo menos até 2025 esse padrão deverá se manter ou mesmo se intensificar (eventos de frio extremo nos invernos dos dois hemisférios). Existe um almanaque nos EUA (não recordo o nome, o amigo Samihr sabe) e que já há mais de 100 anos faz previsões climáticas e, segundo ou autores, com grande margem de acerto. Eles não dizem a "fórmula" porém adiantam que as previsões têm por base o Sol e a Lua.

 

Chama-se Farmer's Almanac. Temos uns bem antigos em casa, de antepassados.

Edited by Samihr Hermes
  • Like 5
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.