Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Augusto Göelzer

Administrators
  • Posts

    934
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    6

Augusto Göelzer last won the day on March 29

Augusto Göelzer had the most liked content!

About Augusto Göelzer

  • Birthday 03/24/2001

Location

  • Location
    Nova Trento e Florianópolis - SC

Recent Profile Visitors

4929 profile views

Augusto Göelzer's Achievements

Rising Star

Rising Star (9/14)

  • Conversation Starter Rare
  • Dedicated Rare
  • Very Popular Rare
  • First Post Rare
  • Collaborator Rare

Recent Badges

9.1k

Reputation

  1. O primeiro paralelo que pensei foi justamente esse, em 850 também tinha 4°C em 850 durante a nevada. Mas realmente agora as chances estão contra a gente por conta do ciclone. Teria que ter a sorte de realmente rolar uma chuva praticamente torrencial ou então alguma região que consiga ficar protegida do vento.
  2. Agora comentando um pouco sobre o monitoramento daqui. Nova Trento por enquanto vai fechando o último dia de outono com 18,1°C / 26,4°C de variação, a partir de amanhã o ritmo da atmosfera muda completamente pra inverno, absolutamente nenhum dia acima da media previsto para os próximos 15 dias, além de mais incursões polares para o sul!! Espetacular!! Primeira quinzena na bacia do Tijucas:
  3. Como é maravilhoso ver todos os bazianos agitados, não tem jeito, quando a atmosfera resolve ser dinâmica, todo mundo fica empolgado. Enfim, já temos bastante foristas ligados nas mínimas e geadas pelo país (destaque para o brutal resfriamento em latitudes baixas), e também com vários outros posts falando sobre a tempestade subtropical... vou falar um pouco sobre a também tão esperada e aguardada janela de neve. A partir da manhã de terça, já temos o primeiro aporte de umidade com o avanço das primeiras linhas de 0 em 850mb, nesse momento já devem ocorrer as primeiras nevinhas isoladas: A partir da tarde a umidade acima do planalto deve intensificar, porém o ar frio enfraquece um pouco, deixando as neves restritas para locais de muita altitude. De terça para quarta, temos um novo aporte de ar frio juntamente com a umidade vinda do cavado/tempestade subtropical, fazendo com que a serra geral RS/SC sejam agraciados com pancadas de neve mais fortes durante todo o período. Também não podemos esquecer dos campos de Palmas, essa região do oeste de SC e sul do PR devem registrar precipitação invernal nesse evento. A partir da quinta de manhã que é a principal incógnita, teremos a bizarrice de ter uma atmosfera MUITO congelada (-5/-6 em 700mb) e uma tempestade subtropical avançando (nuvens com bom desenvolvimento vertical) porém em 850 com temperaturas não muito baixas, começando por 4C na serra gaúcha e indo a 2C no planalto sul de SC. Essa configuração abre muitas possibilidades, já que o desenvolvimento vertical pode fazer com que as cotas de neve desçam durante a chuva moderada/forte. Só que, infelizmente, teremos a ventania da baixa como obstáculo, ajudando a derreter os flocos de neve e aportando calor em camadas mais baixas. Enfim, esse é o resumão da janela de neve desse evento, se tiver alguma grande mudança sobre isso volto a postar sobre.
  4. Também pra ficar registrado na história do BAZ, cenários pra mínimas gravíssimas (até geada isolada) na Bahia pela 12z: Água Precipitável: Ponto de orvalho:
  5. Chuvas ultimos 3 dias em RS/SC: Negócio ficando tenso, principalmente no litoral sul de SC, vários rios subindo sem parar com transbordamentos acontecendo. Até amanhã muita atenção a tudo, já que seguem sendo previstos volumes de até >200mm na região. Nesse momento novas bandas de chuva moderada avançando, seguimos no monitoramento.
  6. Dando uma passada aqui para incrementar a discussão sobre o NIÑO. Pelo histórico que temos até hoje, usando anomalias trimestrais do Oceanic Niño Index (ONI), temos apenas 3 paralelos em relação a duração com o ano atual: 1956 1975 2000 O BAZ nunca na sua história monitorou algo do gênero, com tamanha expectativa para o inverno. Espero muito que o GW não seja o suficiente pra evitar grandes eventos esse ano. Nesse momento a SOI atinge patamares elevadíssimos, indicativo que os ventos em superfície estão bem fortes rumo a oeste, as águas frias do niño 1+2 começam a gelar as outras regiões, juntamente com águas mais frias abaixo da superfície. A SOI é um índice padronizado baseado nas diferenças de observações na pressão entre Tahiti na Polinésia Francesa e Darwin na Austrália, um esquema bem ilustrativo das consequências desse índice quando ele está positivo (como agora): As águas sub superficiais por enquanto corroboram pra intensificação da La Nina, porém, muita atenção ao deslocamento da onda de Kelvin (aquela mancha quente) rumo a leste. Enfim, uma imagem que já mostra a nova ascensão da "La Véia" moderada ou forte:
  7. Muita neve e frio pra abril na Argentina principalmente de La Pampa para baixo, devido a uma sequência de cavados e MPs na região. Mapa de precipitação até dia 29: Acumulação de neve: Villa Catedral, Bariloche nesse amanhecer (cota de 1050m):
  8. O GFS geralmente da todos os cenários possíveis para todas as datas, puxando o histórico ele sempre "acertará".
  9. Não entendi absolutamente nada do post. Mandar o GFS 06z/18z (ainda mais pra +300h) e consultar um oráculo é a mesma coisa. E só tem MP continental até agora.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.