Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Augusto Göelzer

Administrators
  • Posts

    934
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    6

Everything posted by Augusto Göelzer

  1. O primeiro paralelo que pensei foi justamente esse, em 850 também tinha 4°C em 850 durante a nevada. Mas realmente agora as chances estão contra a gente por conta do ciclone. Teria que ter a sorte de realmente rolar uma chuva praticamente torrencial ou então alguma região que consiga ficar protegida do vento.
  2. Agora comentando um pouco sobre o monitoramento daqui. Nova Trento por enquanto vai fechando o último dia de outono com 18,1°C / 26,4°C de variação, a partir de amanhã o ritmo da atmosfera muda completamente pra inverno, absolutamente nenhum dia acima da media previsto para os próximos 15 dias, além de mais incursões polares para o sul!! Espetacular!! Primeira quinzena na bacia do Tijucas:
  3. Como é maravilhoso ver todos os bazianos agitados, não tem jeito, quando a atmosfera resolve ser dinâmica, todo mundo fica empolgado. Enfim, já temos bastante foristas ligados nas mínimas e geadas pelo país (destaque para o brutal resfriamento em latitudes baixas), e também com vários outros posts falando sobre a tempestade subtropical... vou falar um pouco sobre a também tão esperada e aguardada janela de neve. A partir da manhã de terça, já temos o primeiro aporte de umidade com o avanço das primeiras linhas de 0 em 850mb, nesse momento já devem ocorrer as primeiras nevinhas isoladas: A partir da tarde a umidade acima do planalto deve intensificar, porém o ar frio enfraquece um pouco, deixando as neves restritas para locais de muita altitude. De terça para quarta, temos um novo aporte de ar frio juntamente com a umidade vinda do cavado/tempestade subtropical, fazendo com que a serra geral RS/SC sejam agraciados com pancadas de neve mais fortes durante todo o período. Também não podemos esquecer dos campos de Palmas, essa região do oeste de SC e sul do PR devem registrar precipitação invernal nesse evento. A partir da quinta de manhã que é a principal incógnita, teremos a bizarrice de ter uma atmosfera MUITO congelada (-5/-6 em 700mb) e uma tempestade subtropical avançando (nuvens com bom desenvolvimento vertical) porém em 850 com temperaturas não muito baixas, começando por 4C na serra gaúcha e indo a 2C no planalto sul de SC. Essa configuração abre muitas possibilidades, já que o desenvolvimento vertical pode fazer com que as cotas de neve desçam durante a chuva moderada/forte. Só que, infelizmente, teremos a ventania da baixa como obstáculo, ajudando a derreter os flocos de neve e aportando calor em camadas mais baixas. Enfim, esse é o resumão da janela de neve desse evento, se tiver alguma grande mudança sobre isso volto a postar sobre.
  4. Também pra ficar registrado na história do BAZ, cenários pra mínimas gravíssimas (até geada isolada) na Bahia pela 12z: Água Precipitável: Ponto de orvalho:
  5. Chuvas ultimos 3 dias em RS/SC: Negócio ficando tenso, principalmente no litoral sul de SC, vários rios subindo sem parar com transbordamentos acontecendo. Até amanhã muita atenção a tudo, já que seguem sendo previstos volumes de até >200mm na região. Nesse momento novas bandas de chuva moderada avançando, seguimos no monitoramento.
  6. Dando uma passada aqui para incrementar a discussão sobre o NIÑO. Pelo histórico que temos até hoje, usando anomalias trimestrais do Oceanic Niño Index (ONI), temos apenas 3 paralelos em relação a duração com o ano atual: 1956 1975 2000 O BAZ nunca na sua história monitorou algo do gênero, com tamanha expectativa para o inverno. Espero muito que o GW não seja o suficiente pra evitar grandes eventos esse ano. Nesse momento a SOI atinge patamares elevadíssimos, indicativo que os ventos em superfície estão bem fortes rumo a oeste, as águas frias do niño 1+2 começam a gelar as outras regiões, juntamente com águas mais frias abaixo da superfície. A SOI é um índice padronizado baseado nas diferenças de observações na pressão entre Tahiti na Polinésia Francesa e Darwin na Austrália, um esquema bem ilustrativo das consequências desse índice quando ele está positivo (como agora): As águas sub superficiais por enquanto corroboram pra intensificação da La Nina, porém, muita atenção ao deslocamento da onda de Kelvin (aquela mancha quente) rumo a leste. Enfim, uma imagem que já mostra a nova ascensão da "La Véia" moderada ou forte:
  7. Muita neve e frio pra abril na Argentina principalmente de La Pampa para baixo, devido a uma sequência de cavados e MPs na região. Mapa de precipitação até dia 29: Acumulação de neve: Villa Catedral, Bariloche nesse amanhecer (cota de 1050m):
  8. O GFS geralmente da todos os cenários possíveis para todas as datas, puxando o histórico ele sempre "acertará".
  9. Não entendi absolutamente nada do post. Mandar o GFS 06z/18z (ainda mais pra +300h) e consultar um oráculo é a mesma coisa. E só tem MP continental até agora.
  10. Será um evento completo, com direito a várias coisas acontecendo ao mesmo tempo. Teremos uma bela linha de instabilidade, trazendo ar frio na sua dianteira, e ar mais gelado na sua traseira: Como falado antes, bem visível as duas linhas de ar frio: Conforme a advecção fria avança, a umidade irá diminuir o seu ritmo, fazendo com que chova em temperaturas surreais nas serras. Ao mesmo tempo a campanha gaúcha e oeste do RS terão mínimas raríssimas para o mês: A tarde do dia 31/03 existe o risco de regiões do leste do SC, PR e interiores do Brasil, baterem recordes centenários de menor máxima pro mês: Enfim, estamos diante de um evento totalmente fora do normal pra época, só consigo admirar tudo isso que a modelagem está nos trazendo. Mas ainda não da pra ser tão otimista pra cá, euro diverge, dando uma tarde ensolarada (mas bem fria de qualquer maneira).
  11. MP que terá teor histórico para o sul e áreas continentais do BR, começa a avançar pela Argentina. Alguns locais nesse momento: 1.6°C Bariloche, Río Negro 2,2°C Junin de los Andes, Neuquén 2,4°C San Martin de los Andes, Neuquén 8,1°C Sierra Grande, Río Negro
  12. A belezura que manteve a temperatura entre 9 e 11C com chuva e rajadas de até 90 km/h na província de Buenos Aires hoje:
  13. Bom dia! LI atravessando SC nessa manhã, algumas rajadas: 123 km/h Concordia/SC (PWS) 108 km/h Campos Novos/SC (INMET) 100 km/h Campo Belo do Sul/SC (Epagri) 94 km/h Pinhal da Serra/RS (Epagri) 84 km/h São Joaquim/SC (PWS) 82 km/h Joaçaba/SC (INMET) Daqui a pouco ela chega aqui, imagem do radar agora:
  14. Dinâmica atmosférica bombando. Nesse momento uma LI violenta avança pela Argentina, provocando rajadas de 100 km/h e fazendo a temperatura desabar para a casa dos 10-12°C.
  15. Em paralelo ao evento de tempo severo, temos um VCAN bizarríssimo pra época atuando na Argentina, algo que causaria nevascas generalizadas se fosse em julho. Geopotencial: T 850 mb: T 700mb: Chuvas: Não duvido de temperaturas na casa dos 7/8°C com chuva a tarde na província de Buenos Aires.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.