Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Lucas Centurion

Members
  • Posts

    1457
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    7

Lucas Centurion last won the day on January 20

Lucas Centurion had the most liked content!

2 Followers

About Lucas Centurion

  • Birthday 07/07/1991

Location

  • Location
    Cafelândia-SP

Recent Profile Visitors

1239 profile views

Lucas Centurion's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

  • Reacting Well Rare
  • Week One Done Rare
  • One Month Later Rare
  • One Year In Rare

Recent Badges

14.6k

Reputation

  1. WRF bem preciso nas projeções de temperatura para o dia de hoje. Mostra com exatidão de horário e escala o avanço do ar mais frio pelo litoral de SP enquanto o interior torrava aos 40°C. Horário entre 06:00 (dia 21) e 06:00 (22).
  2. Queda brusca de temperatura pelo centro-oeste paulista e rajadas entre 40-60km/h, mas nada de chuva! Com a incursão do ar mais frio da FF sobre o ar extremamente quente gerou-se um forte regime turbulento de massas, resultado são as rajadas muito fortes repentinas com doses cavalares de poeira. Deixei minha janela aberta e a escrivaninha ficou pura terra. Em Bauru (IPMet) às 18:00 tinha 35°C, após 3 horas despencou para 22,5°C (21:00). Tudo isso com advecção apenas, infelizmente não formou-se nem uma mísera chuvinha pela região, mesmo com toda esse calor somada à passagem da FF. A tarde os termômetros marcaram Tmáx 39,9°C em Bauru (mesma Tmáx absoluta de setembro/2020, foi na trave), agora segue com 20,4°C. A partir das 18:00 os termômetros despencaram (linha vermelha), e comparando com o mesmo horário de ontem (linha cinza) percebe-se a enorme diferença. No mesmo horário em que se iniciou a queda chegaram os fortes ventos de sul.
  3. Grande incêndio de cana provoca Pyrocumulocongestus muito próximo de Bacuriti. A nuvem escondeu o sol totalmente de novo, inclusive os radares IPMet detectam a fumaça. Só faltava chover cinzas agora.
  4. Sinais de atividade convectiva começam a pipocar pelo estado de SP. Faz 39,5°C em casa! Esse Stratocumulo foi gerado por uma intensa queimada a oeste daqui. Virou nuvem e com isso estamos sem sol agora. Cumulus finalmente dando o ar da graça. Misto de fumaça, nuvens e calor escaldante. Borborema já atingiu 41,4°C hoje.
  5. Boa tarde!🔥🌞🌵 Borborema com 40,6°C (12:20) e céu parcialmente nublado por cirrus stratus... Imagina isso a sol pleno?? Ontem a Tmáx foi de 41,5°C, por apenas 0,3°C não igualou ao recorde histórico do mês de 41,8°C dos dias 29 e 30/09/2020 (sim! Dois dias consecutivos com essa aberração). Mesmo com a nebulosidade acredito que hoje a Tmáx supere esses 41,5°C de ontem. Bauru (IPMet) chegou a marcar 28,6°C às 04:20 da manhã (imagem abaixo, linha vermelha). Acredito que essa possa ser uma das maiores temperaturas da história para o horário. Puxa vida que saudades de uma boa rodada de chuvas.... Desde março com pouquíssima precipitação. Chega a dar desespero!
  6. Promissão 41°C às 15:40 (CIIAGRO). Amanhã deve ser pior ainda..... Grandes chances de quebrarmos as Tmáx absolutas de 2020 para setembro. O calor é absurdo... anormal!
  7. Boa tarde! Cobertura de nuvens e passagem da FF trás enorme gradiente de temperatura entre o norte e o sul de SP. Aqui mesmo no centro-oeste paulista tivemos máxima entre 27-28°C sem sol, ao passo que em questão de 80km sentido N-NE segue com muito sol e faz 36-38°C. Já o sul do estado segue o extremo oposto, com temperaturas chegando até a sub15. Impressionante essa variação!
  8. Boa noite, Lucas. Estava acompanhando essas células e foi realmente algo impressionante. Tanto o que ocorreu na quinta como no sábado. Primeiro porque a previsão de chuva entre quinta e sábado era pífia, quase nula, principalmente no nordeste de SP. No entanto, as Cbs que se formaram aí na região de São Sebastião do Paraíso e Franca foram extremas, com elevados volumes de chuva e granizo. Fico imaginando a quantidade de raios que caiu por aí. Imagino que a explicação para essas super Cbs ("chuva negra") da última quinta consista na zona limítrofe ou de transição entre o ar mais frio e úmido da FF e a massa extremamente quente e seca predominante no interior do país, zona essa em que o nordeste de SP na divisa com MG estava inseria. Junto à isso ainda teve aqueles incêndios gigantescos na região de Batatais e Ribeirão Preto que acabou levando absurda quantidade de fumaça aí na sua região, por ação de ventos da pré-frontal. Acredito que isso possa ter catapultado mais ainda essas Cbs com a fuligem (aerossóis), aumentando a quantidade de núcleos higroscópicos. Choveu cinzas e o dia virou noite aí (surreal as imagens), o que acabou matando cerca de 1,5 tonelada de peixes (90% da vida aquática) por diminuir o oxigênio dissolvido numa lagoa aí da cidade (fotos abaixo). São Sebastião do Paraíso por volta de 14:40 ((imagens da Globo SPTV) https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2021/09/09/queimadas-causam-chuva-preta-em-sao-sebastiao-do-paraiso-especialista-explica.ghtml Chuva preta mata 1,5 toneladas de peixe na Lagoinha em São Sebastião do Paraíso. https://www.otempo.com.br/cidades/chuva-com-fuligem-causa-morte-de-1-5t-de-peixes-em-sao-sebastiao-do-paraiso-1.2541085 Além disso, também tem um coeficiente de altitude em função do relevo mais acidentado a medida em que se afasta de SP e chega em MG, o que permite uma maior ação de ventos quentes ascendentes, elevando o poder convectivo. O curioso disso tudo é que enquanto aí na sua cidade o mundo acabava em água e escuridão com essas Cbs estacionárias (em que formavam-se uma atrás da outra durante horas no mesmo local), poucos quilômetros a oeste na cidade de Altinópolis e Batatais praticamente nem choveu. Um contraste enorme em meio a esse tempo super seco. Coisas da primavera. E como se não bastasse mais episódios convectivos ocorreram de forma severa no sábado. Acredito que os volumes possam ter se aproximado dos 3 dígitos (100mm) mesmo por aí, pelo radar era possível ver a força dessas pancadas torrenciais e o forte potencial de granizo (que acabou de confirmando). Vale lembrar que por aí climatologicamente é mais seco durante o outono/inverno comparado à minha cidade, e acumulados que chegam a quase 100mm oriundos de sistemas convectivos em plena estiagem de setembro, quando a previsão não indicava nada, é de se impressionar e guardar nos registros. Aqui mesmo não chegamos nem a 1mm kkkkk, Cafelândia teve um pouco mais de sorte e acumulou 10,6mm. Deixo um GIF do radar IPMet de quinta, dia 09, entre 12:07 e 22:07. Veja que as Cbs vão se formando sem parar aí em São Sebastião do Paraíso, Mococa e Rifaina. Literalmente um núcleo atrás do outro, Aqueles ECOS na região de Ribeirão Preto e Barretos são os incêndios que causaram a chuva negra, e as Cbs estão logo a leste na divida SP-MG.
  9. Nesse momentos os radares IPMet detectam núcleos isoladas e alguns com severidade extrema (fora da escala) entre o MS, PR e oeste de SP. Que saudades de fazer um nowcasting do radar assim. Risco de temporal com granizo em Maringá nos próximos minutos, principalmente ao sul da cidade!
  10. Boa tarde! Ando meio sumido do fórum, mas aqui pelo interior segue o mais do mesmo: queimadas, calor, vento e muita poeira. Hoje em especial a pré-frontal veio muito pesada, com temperaturas sob38 generalizadas e fortes rajadas de vento (que parecem mais vir de algum alto-forno industrial). Borborema atingiu na leitura das 14:20 41,1°C. Preciso verificar no bando de dados, mas talvez esse valor faça frente com o escaldante setembro 2020, o que por si só já é uma baita aberração já que particularmente não imaginava que faríamos frente àquilo tão logo além de estarmos vivendo o 3° setembro consecutivo com temperaturas entre 38-41°C (2019, 2020 e 2021). Pelo visto essa MTc veio para ficar. Borborema sob41.... A loucura é tanta que nesse momento os radares identificam uma extensa área de FUMAÇA (e não chuva) oriunda de fortes incêndios no centro-leste e nordeste de SP. Nunca tinha visto tamanha área de ECO nos radares IPMet oriunda de queimadas (imagem abaixo). Por outro lado, entre o extremo oeste de SP na divida com MS surgem algumas células convectivas devido ao forte calor. Com a aproximação da FF o ar subsidênte perdeu um pouco de força e vemos a formação de cúmulus típico da primavera/verão, e somada à essa queimadas, devem estar produzindo diversos pyrocumulus pela região nordeste do estado. É notável também a enorme quantidade de fumaça. Forte queimada ontem em uma gleba de canavial próxima de Cafelândia, formando Pyrocumulus. CPTEC emitiu um alerta de tempo severo hoje pelo interior de SP, nas próximas 48 horas. Confesso que estou torcendo muito por isso, por uma bela tempestade. Não aguento mais esse tempo desértico horrível!
  11. Boa noite! Mais um dia de muito vento, poeira e nebulosidade alta. Tem amanhecido frio, hoje com 9,7°C em Borborema e 10,5°C em Promissão, que somado ao vento tem trazido uma forte sensação de ar gelado. Confesso que fico meio desanimado com a ausência total nas projeções de chuva, nenhuma pancadinha boa pelo interior, começo a pensar que (com sorte) chuva mesmo só lá para setembro. Uma coisa que tem me despertado a curiosidade é a quantidade de nuvens altas que vem desde o norte do MT, passando pelo centro-sul do Brasil, leste da Argentina, Paraguai até a costa da região Sudeste. Qual a razão de tanta nuvem? Tem uma alta no AS perto do Brasil, um cavado próximo do litoral do Sudeste, sobre o estado de SP e parte da região Sul, bem como uma circulação anticlônica enorme no centro-norte brasileiro associado à essa alta no Atlântico. A formação dessa infinidade de nuvens está associada à esses cavados? Quase não tem aparecido o sol por aqui. Um cenário bem exótico eu diria, de muita poeira, tudo nublado, ameno e com fortes rajadas de vento. Carta de superfície (cavados e a alta no AS) Carta em 500 hPA, mostrando esse monstruoso anticlône sobre o Brasil central.
  12. Interior de SP já é pura continetalidade, um planalto com máximas bem altas, aqui altitudes entre 420 e 540m. No ano passado ficamos desde o dia 23 de agosto até meados de outubro torrando entre 34-35°C até sob40°C (só teve uns 3 dias de frio com aquela MP que passou forte em Sampa), com recordes entre 41°C e 42°C. Aliás a automática INMet Lins bateu recorde histórico em outubro. Aquilo sim foi um verdadeiro rodízio com o capiroto kkkkkk (claro que boa parte do centro-sul torrou junto naquela aberração, vade retro). Agora nesse inverno confesso que estou passando muito frio, essas máximas escondem um pouco da realidade, porque a secura está muito grande (todo dia batendo entre 20-30% de UR praticamente), as noites e manhãs tem sido MUITO geladas. Elas sobem bastante mas é por pouco tempo, tem aquele pico e logo cai de novo, e por ser seco nem percebemos tanto a sensação de calor. Só o nariz que pede arrego com a secura. Por isso a tal da média ponderada seria muito melhor do que apenas uma leitura de médias máximas e médias simples. Minha sensação aqui é de frio constante, mas se tu botar na média ou olhar puramente as máximas parece que estamos torrando na California. Aliás, eu tenho gostado desse "calorzinho" a tarde. Minha casa tá gelada demais.. Sabe que até que um cafezinho com o diabo não seria má idéia kkkkkk
  13. Boa tarde! Aqui pelo interior as mínimas variaram de 8°C a 10°C. Aqui tive 8,8°C por volta das 06:30. Apesar das mínimas incomparavelmente maiores que ontem, que oscilaram entre 0°C e -2°C, a presença incessante do vento, hora com rajadas superando os 40km/h, está fazendo deste sábado muito gelado em termos de sensação. Muito desconforto nas sombras! Abaixo seguem as temperaturas deste potente julho/2021 em Borborema (CIIAGRO), que teve o incrível registro de 6 mínimas negativas. Comparado à curta semi-normal de 2011-2020, apresentou anomalia negativa de -4,8°C, com média da Tmín de 4,7°C. Realmente um desvio enorme, estamos vivemos uma espécie inverno a la anos 80. A média da Tmáx foi de 28,3°C, 0,4°C abaixo do valor da semi-normal. A menor média Tmín nesse período foi em 2016 com 7,7°C, e a Tmín absoluta de -0,2°C nesse mesmo ano. Ou seja, superamos com folga a média e a absoluta. Julho foi uma paulata mesmo! A amplitude mensal foi forte, com Tmáx de 35,4°C e Tmín de -2,8°C. Denver? Como podem ver, a sequência de mínimas é incrível. E na realidade vivemos esse frio, em menor grau, desde a MP do final de maio quando atingiu 5,1°C no dia 26, sem mencionar que também teve outra no início desse mesmo mês com 9,5°C. Ah, e teve outra no fim de abril com 9,8°C de Tmín. Que ano senhores e senhoras!! Edit: Fiz a correção de fórmula da Tmáx, havia dado uma pequena diferença na Tmáx média. Devidamente corrigida agora!
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.