Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

LeoP

Members
  • Posts

    1804
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    5

Everything posted by LeoP

  1. Sobre o tempo cinzento, eu gosto muito de sol, mesmo com uma média máxima de 27C. O inverno aqui é ensolaradíssimo e eu não fico enjoado nunca! - talvez reclame da falta de dinâmica, mas do sol não. Claro que, no caso de cidades muito quentes, talvez minha opinião mudaria um pouco (talvez). BH, felizmente, consegue ter uma insolação razoável acompanhada de temperaturas toleráveis. Isso faz com que o sol não seja um inimigo do nosso dia a dia (no inverno, é justamente o contrário). O período que eu mais gosto no verão não é o solão do veranico e nem o tempo chuvoso das ZCAS, mas aqueles dias mais clássicos: céu parcialmente nublado, períodos de SOL e temporais com raios. Dinâmica bem tropical. . . . Hoje, aqui na RMBH, foi um dia predominantemente nublado e com chuva leve, mas tivemos algumas aberturas de sol à tarde - o que elevou a máxima para 26ºC. Um dia tranquilo, do ponto de vista térmico, apesar do abafamento leve no período em torno da máxima. Um detalhe importante: por causa da alta insolação dos meses de outono/inverno, BH - e boa parte de Minas Gerais - vive um grande contraste em termos de insolação a partir de agora. Nas próximas semanas, a quantidade de horas de sol diminui cada vez mais e a chuva aumenta - processo que já começou. Até chegar o ponto de vocês nos virem reclamando da FALTA dele - quase sempre associado a excesso de chuva - entre novembro e janeiro.
  2. As chuvas de ontem acumularam bons 16,0mm em BH, em várias horas de precipitação fraca/moderada, ideais para molhar o solo - que estava bem seco após meses de estiagem. Hoje, assim como ontem, temos um dia completamente cinzento, escuro e com chuvas periódicas na região metropolitana de Belo Horizonte: Detalhe da Serra do Curral, tapada pelas nuvens baixas/chuva: A temperatura é de 21,6C às 11h. Mantidas as condições, teremos mais um dia de temperaturas bem abaixo do que está previsto.
  3. Ah, mais ou menos. As mínimas (16/17C) ainda são primaveris. E essa previsão é só uma estimativa, indica umidade e pouco calor. Mas é provável que tenhamos alguma máxima mais baixa aí nesse miolo, principalmente na previsão para mais de 5 dias, ainda mais por estarmos na primavera, que é a estação de maiores mudanças de temperatura do ano. Se fosse no inverno ou durante um veranico de verão, eu acreditaria nessa estailidade aí. Hoje foi um bom exemplo: o dia teve MÁXIMA INVERTIDA (24,5C) à meia noite e mínima (17,6C) ao meio dia, com chuva. Nenhum modelo ou instituto pegou essa dinâmica, mesmo na previsão a curto/curtíssimo prazo. Ontem a noite, era consenso que a chuva seria precedida pelo calor aqui e vivemos algo bem diferente: Pampulha/BH Imagine a previsão e médio/longo prazo para uma primavera dinâmica como essa? Ainda não acredito em predomínio de condições de verão nas próximas semanas. O fim de tarde tem 20ºC em BH, com ar carregado de umidade e chuviscos.
  4. Bom dia a todos. Como é muito comum na primavera e no verão, as nuvens e as chuvas anteciparam as previsões aqui na RMBH, que tem um dia bastante encoberto e escuro: Por causa disso, parece que as temperaturas ao longo do dia ficarão bem mais baixas do que estava previsto pra hoje (revejam meu post de ontem, vergonhoso). E, ao que tudo indica, o período chuvoso já está plenamente estabelecido por aqui, com constante presença de nuvens e chuvas - fortes em alguns dias, e temperaturas agradáveis: No momento, chove de forma generalizada na região metropolitana de BH, com aprox. 19ºC
  5. Bom dia, nesta semana, teremos a 2ª rodada de chuvas (até com bons volumes) e temperaturas razoáveis nesse começo de primavera em BH e região metropolitana: Pampulha/BH Como já disse, a nova estação já está muito bem estabelecida aqui e essa semana ilustra bem isso, com as chuvas que podem aparecer em todos os dias. Confirmados os volumes, especialmente das próximas 48h, terminaremos o mês de setembro com chuvas acima da média.
  6. Já devolveram a chuva pra semana que vem, entre terça e quarta-feira. Depois, mais um episódio no começo de outubro. Tá bem dentro do normal pra começo de primavera, chover 1 ou 2x por semana. Nessa época, as previsões são muito instáveis e, geralmente, chove mais que o previsto ou chove mesmo sem previsão (a chuva surpresa após dia de calor, tivemos em setembro do ano passado). Aí, quando tiram a previsão de chuva ou colocam volumes baixos, eu desconfio. . . . Por aqui, esse ar polar todo não fez nem cócegas e o dia é quente: 30 graus agora (14h40). As mínimas, sim, estão bem amenas - hoje ficaram na casa dos 15°C. A previsão de temperaturas para os próximos 15 dias está espetacular. Muito mais fresco do que temos presenciado nesse mesmo período em anos anteriores.
  7. Esquentou bem mais que aqui, provavelmente por ter tido menos nuvens. A capital teve máximas entre 24,7 e 22,3C nas estações, valores bem abaixo do que estava previsto pra hoje (27/29C). Aliás, a semana inteira tem sido mais fresca que as previsões. O dia hoje foi encoberto, com pouquíssimas aberturas, parecido com aqueles dias sob ZCOU - algo que os modelos não contavam. Foi uma jornada muito agradável, um típico dia fresco de verão, em que a sensação de calor é baixa. A virada de chave foi bem radical, bastou se aproximar ou entrar a primavera astronômica pra nebulosidade aumentar muito e a chuva chegar generalizada. 19:40 em BH, 21ºC.
  8. Bom dia, muita chuva - para a época, comecinho da primavera - na RMBH nas últimas 24 horas, bem mais do que estava previsto. Além das pancadas isoladas de ontem a tarde, outros episódios de chuvas moderadas caíram no meio da madrugada e agora de manhã, gerando acumulados expressivos. Na Pampulha, já caíram 37mm, o que já está próximo da média do mês (embora já apresente um aumento em relação ao inverno, ainda é baixa). Durante a manhã, céu bastante encoberto e o tempo escuro - os postes chegaram a ascender por volta das 8h - anunciando a chuva forte que viria: Essa chuva toda cai em solo completamente seco e gramado amarelado, época crítica para incêndios florestais. É uma das melhores sensações do ano - do ponto de vista do monitoramento meteorológico.
  9. Como foi dito pelo Rafael, a RMBH vai registrando suas primeiras chuvas da temporada. E, justamente por causa disso, o calor que estava previsto para ontem e hoje não se cumpriu: ambos os dias foram abafados mas, por causa da nebulosidade mais presente, as máximas pararam na casa dos 30C (no final da semana passada, chegou-se a prever 34C pra hoje). Como já foi dito aqui, calor intenso não combina com umidade em BH e é muito difícil a temperatura passar dos 32C com ar úmido. Pampulha acumulou ótimos 17,0mm nessa tarde e o bairro Buritis (estação Cercadinho), 12,2mm, a maior chuva desde o começo de maio. E foi no intervalo das precipitações que as mínimas do dia foram registradas: 18,0ºC e 16,5°C, respectivamente (verão, é você?). Uma imagem da chuva aqui onde eu trabalho: Pela previsão, o padrão primaveril está quase que plenamente estabelecido, com nebulosidade bem mais presente que nos últimos meses, mínimas de 17/19 e máximas de 26/30. Há chance de mais chuva até sexta-feira.
  10. A volta do sol trouxe, também, aquecimento pra RMBH e a capital atingiu marcas de 27/28C nessa tarde (após mínima de 15C). O dia foi confortável em geral, mas com sensação de calor pontual à tarde. A temperatura sobe mais nos próximos dias, com desconforto, e pode chover com raios a partir de amanhã. Aliás, a previsão praticamente já sinaliza período chuvoso, com temperaturas muito comportadas para esse período que tem sido muito afetado por ondas de calor: BH/MG Reparem como acabaram os dias de céu azul, a nebulosidade passa a ser uma constante, sempre variável, e as chuvas já ganham força aos poucos. Agora (20h): céu limpo, 19ºC em BH com rajadas de vento.
  11. Depois de um final de semana nublado a encoberto, o sol voltou em BH nessa segunda, como tava previsto. Infelizmente, as previsões de chuva não se cumpriram e os acumulados, nas estações da cidade, variaram entre 0,2 e 1,2mm, o que serviu só pra melhorar a umidade do ar. O ar polar perdeu força rápido e, mesmo com a diminuição de nuvens na última noite/madrugada, as mínimas não baixaram dos 15ºC na cidade - acredito que o vento também atrapalhou. As temperaturas entram em elevação hoje e volta a faz bastante calor na quarta-feira, quando a máxima já atinge os 32ºC. Junto desse calor todo, já pode chover com raios. É a primavera. Às 10h, a Pampulha tem céu de brigadeiro e 22,3C, valor já superior à máxima de sábado.
  12. Tarde de temperaturas muito amenas em parte do sudeste influenciado pela massa de ar frio e temperaturas discrepantes entre oeste e leste: Fonte: sigma meteorologia Em BH, o dia continua cheio de nuvens, com pouco sol e temperatura em 22°C às 14h: A mínima chegou aos 14°C.
  13. De fato, o atual sistema atuou mais fraco do que estava previsto ontem (provavelmente por causa da chuva que não avançou efetivamente - e contribuiria para manter a máxima mais baixa), mas chegou mais forte do que o que estava previsto até quarta-feira. As máximas foram invertidas ou quase invertidas e as mínimas estão ocorrendo agora a noite: 15,X / 21.8 Santo Agostinho (915m) 15.6 / 21.3 Pampulha (850m) 12.3 / 16.5 Buritis (1200m) - sub-20 com folga O gráfico do inmet Pampulha mostra um dia de baixa amplitude, por causa do céu encoberto, máxima muito pontual por volta das 10h da manhã e mínimas após o entardecer, com a diminuição das nuvens: Percebe-se, também, que, mesmo se não tivesse ocorrido esse pico isoladíssimo da máxima, não teríamos uma máxima sub-20 por causa do dia meteorológico. Apesar de alguma frustração com a expectativa criada com a previsão de ontem, eu achei o sistema bastante interessante, principalmente por causa da queda brutal de temperatura. Por fim, uma imagem de uma das avenidas da cidade hoje, num dia cinzento e colorido de rosa por causa dos ipês-bálsamo (já mais típico pre primavera) e temperaturas de inverno: A noite tem 15 a 12 graus entre os bairros da capital. Dias atrás, nesse mesmo horário, fazia 27C.
  14. Esses valores de máxima são para a parte alta da cidade (e se cumpriram: o Cercadinho não passou dos 16,5C até agora). Para a Pampulha, as previsões colocavam 18/19°C de máxima e, apesar dos 21C, achei de boa. A estação teve muito azar, passou o dia todo bem de acordo com o previsto, exceto por algum momento muito pontual entre 9h e 10h, quando a máxima foi atingida - provavelmente alguma abertura entre as nuvens. Quando for consultar previsões pra cá, é bom especificar "Pampulha", pois alguns institutos entendem "Belo Horizonte" como a estação do Cercadinho (tempo.com e foreca fazem isso) e gera uma falsa expectativa. Ao longo do dia, céu completamente encoberto: Temperaturas às 15h: 18,5C Pampulha (850m) 13,9C Buritis (1200m) Há 3 dias, nesse mesmo horário, fazia 34/35°C na cidade. Uma queda enorme da temperatura em 48h.
  15. O tempo começou a mudar hoje em BH: depois de uma manhã de sol entre nuvens e abafamento, a tarde foi nublada e com as primeiras chuvas após o inverno, que marcam a transição para a primavera. Foram chuvas fracas (pontualmente moderadas por curto período), mas que já ajudaram a melhorar a umidade e reduzir os focos de incêndio. Céu bem fechado na tarde de hoje: A previsão indica aumento no volume das chuvas até amanhã, que deve ter máxima bem menor que a de hoje (talvez invertida na virada do dia). Vamos torcer. Pampulha tem cerca de 20ºC às 20h, com céu nublado e chuvas ocasionais. Por enquanto, sem sinal de ar polar aqui.
  16. O dia hoje ainda foi quente e abafado, porém a maior quantidade de nuvens fez a temperatura subir bem menos que ontem, ficando cerca de 3/4C abaixo do que era previsto. A maior parte dos bairros da capital ficou na casa dos 30ºC. O pico extremado de ontem foi isolado, diferente de anos anteriores, em que tínhamos sequências longas (quase 1 semana!) de dias de calor extremo, o que configura uma anomalia meteorológica. As previsões melhoraram ontem e, na atualização de hoje, joagaram ainda mais força no sistema aqui: colocam chuva forte amanhã e MÁXIMA DE 17ºC pra BH no sábado, seguido de mínima de 10C 👇 Esse é o típico frio diurno primaveril que tanto comentamos aqui em MG. Também costuma ocorrer em outubro.
  17. Quem poderia imaginar, a tabela aqui tá mais dinâmica que a daí. Aliás, por causa da rebarba do calor do Brasil Central que chega aqui, as trocas de massas de ar estão mais intensas na RMBH do que em todas as capitais do Sul, Sudeste e Centro-oeste! Isso não é nada comum: BH/MG: Diferente do que ocorre no inverno, as temperaturas estão mudando todos os dias. A próxima frente fria, finalmente, deve romper a massa de ar seco e trazer as primeiras chuvas da primavera - ainda no fim do inverno astronômico. E a massa de ar polar deve ser bem significativa para a época. Aliás, com tamanho contraste térmico e a previsão de volume considerável de chuva (11mm), fica o alerta para tempestades e granizo. Foi exatamente nesse período do ano (mais especificamente no dia 17/09) que, em 2008, BH viveu uma granizada histórica, com granizo graúdo, seguido de enchentes. Na ocasião, 3 pessoas morreram: Fonte: g1 Reportagem MGTV: Hoje ainda faz calor, mas sem temperaturas extremas como ontem.
  18. Corroborando o que disse ontem, esse setembro não tá camarada por aqui como em outros locais do centro-sul e a função de trazer calorão tá sendo cumprida com êxito. O dia hoje foi ESCALDANTE em BH: após mínimas na casa dos 19ºC, a cidade teve máximas de 36,1C na Pampulha, 35,4C no Santo Agostinho (centro) e 33,5C no Buritis (bairros serranos), todos recordes do ano. Pra mim, esse é o limite de calor aqui que posso considerar normal como a máxima absoluta do ano (se é que isso ainda existe). Agora, a diferença deste para os últimos setembros é que esse pico de calor é isolado e seguido por entrada de massa de ar frio. Nos próximos dias, além do provável retorno da chuva após muito tempo, a temperatura terá uma queda muito acentuada e, acreditem: vai fazer frio no final de semana: BH/MG Volta a fazer muito calor no miolo da semana que vem, seguido de outro episódio de chuva e tá mantido o frio mais pro fim do mês. Enfim, típica gangorra primaveril. A noite é muito quente pra qualquer época aqui: 29ºC às 19h, com poucas nuvens.
  19. Em BH, não estamos com um setembro tão favorável quanto a cidade de São Paulo, por exemplo, que vive um mês excepcional (para o padrão recente) e a diferença entre as cidades tá muito grande, bem fora da casinha (e deve se acentuar nos próximos dias). A primavera se instalou plenamente por aqui e os picos de calor estão ocorrendo, porém não são extremos e podem ser considerados normais como máxima absoluta do ano. A previsão, a meu ver, tá boa: dias de muito calor intercalados com dias frescos e até possibilidade de frio mais pro fim do mês. E, pra completar, grande variação de temperaturas e está mantido o retorno das chuvas na semana que vem: BH/MG Amanhã é alta a chance de renovação da máxima absoluta do ano, com valores entre 33 e 35ºC entre os bairros. Porém, como falei, isoladamente, dias assim são esperados nesse período. O ponto é que, mesmo que de forma menos agressiva, é provável que tenhamos, finalmente, um mês de setembro comportado na cidade, com picos de calor normais, variações bruscas de temperatura, alguns dias frios (como no começo do mês) e chuvas no último decêndio. Pampulha tem uma noite agradável, porém abafada, com 24,1ºC às 21h com céu limpo. Os caras do guns n roses, que tocam agora no Mineirão, devem estar se perguntando: "que inverno é esse?".
  20. Chama a atenção como, até agora, a bolha de ar quente está mais fraca esse ano e se distanciou daquilo que poderíamos chamar de pré-monção brasileira. A previsão pra Cuiabá mostra uma cidade muito longe dos 40°C em plena 2a quinzena de setembro: Isso vai contra o que muitos aqui esperavam. O término precoce das chuvas esse ano favoreceu maior estresse hídrico, o que alimentaria o progressivo aquecimento do ar por causa da superfície seca e desprotegida (albedo). Aqui pra BH, tem previsão de forte calor essa semana (porém algo normal para os dias mais quentes do ano, com 33/35 graus), mas as temperaturas se amenizam em seguida até o fim da grade. Às 10h, faz 25°C na cidade com céu azul e uma brisa. A máxima deve ficar ligeiramente abaixo do esperado pra hoje.
  21. Aqui em BH, tivemos chuvas em excesso (alguns anos acima de 2000 mm) entre 2008 e 2013, chuvas escassas (chegou a chover pouco menos de 1000 mm em 2014) entre 2014 e 2019 e, nos útlimos 2 anos, voltamos a ter chuvas excessivas (valores entre 1700 e 2300mm), com alternância de enchentes e crise hídrica. Nossa média anual é de 1580mm. Quanto ao JBN, acredito que o período atual (1ª quinzena e setembro) ainda não seja climaticamente favorável ao transporte de umidade, visto que as médias de setembro variam entre 30 e 50mm na porção mais central do país, o que significa apenas um princípio de mudança de padrão, que se consolida ao longo de outubro. São valores ainda baixos e concentrados mais pro final do mês, então acredito que não seja fora do padrão o predomínio atual de fumaça nos jatos. . . . Aqui em BH, o maçarico setembrino foi ligado neste final de semana. Toda a cidade teve suas maiores temperaturas do ano, com 34,4ºC na Pampulha, 33,2ºC no Santo Agostinho (área central) e 32,4ºC no Buritis (área serrana). Nos próximos dias, esses valores podem aumentar um pouco mais, porém o que se prevê é algo dentro da normalidade de um pico de calor na época mais favorável do ano. Para o restante do mês, existe a expectativa de retorno gradual da umidade, o que pode frear a escalada nas temperaturas (é o que tá previsto atualmente). As temperaturas diminuem no próximo final de semana e a previsão atual mostra possibilidade de pancadas de chuva isoladas ao longo da semana que vem, em diferentes dias, sem associação com frente fria ou outro sistema - o que pode significar o começo da transição para a estação chuvosa no Sudeste.
  22. Minha vibe 👇 Quando entrar setembro E a boa nova andar nos campos Quero ver brotar o perdão Onde a gente plantou Juntos outra vez Eu trocaria por algo assim: 🔥Quando entrar setembro E o maçarico andar nos campos Quero ver brotar... ... o que a gente plantou Juntos outra vez 🔥 14:30, 30°C em BH. Previsão de muito calor nos próximos dias (com noites frescas).
  23. Bom dia, Renan, os recordes de calor da capital até hoje, esse ano (oficiais INMET): 32,9C Pampulha 31,8C Buritis 33,0C Santo Agostinho Todos registrados no final de março. Lembrando que, devido ao término precoce das chuvas esse ano, o auge do verão aqui ocorreu na 2ª quinzena de março. Bom, a chance de esses recordes serem renovados nas próximas semanas é de quase 100%, resta saber até onde vai. Essas previsões mais extremadas já ocorreram desde o fim de agosto mas, à medida que chega o dia, diminuem a intensidade do calor. Esse final de semana é um exemplo, ora a previsão era que bateria os 35/36 graus, agora tem chance de sequer quebrar o recorde desse ano. Vamos aguardar. . . . O bicentenário da independência aqui foi marcado por temperaturas boas para a época - e excelentes quando pensamos nos últimos anos - com variação 13/24 graus. Muitas nuvens altas apareceram e chegaram a deixar o tempo nublado em parte da tarde: Como disse o Renan, a primavera chegou e hoje a temperatura já dispara em BH, ainda que o amanhecer tenha sido bem ameno (14 graus). O final de semana será marcado por noites frescas e pelas tardes mais quentes em 5 meses e meio - 32ºC pelo previsto hoje.
  24. O dia de hoje foi um exemplo de como a RMBH é uma região de transição de padrão climático. Máximas de hoje: 18ºC ☁️ Ouro Branco (20º31' S) 24ºC 🌥️ BH (19º55' S) 28/29ºC 🌤️ Sete Lagoas "pra cima" (19º 27' S ou menos) As temperaturas, agora, estão mostrando claramente onde esse ar frio marítimo atinge: as porções centro-sul e leste do estado. O triângulo e o norte, às 20h, tem temperauras superiores ou bem superiores às máximas registradas nas regiões afetadas pelo ar frio hoje: Sigma meteorologia BH, agora, tem 18,1ºC com céu limpo.
  25. Boa tarde e boa semana a todos, depois de um final de semana marcado por grande elevação de temperatura e calor nas tardes (29/30 graus na maior parte de BH), a semana começou com virada no tempo: O dia foi nublado a parcialmente nublado na RMBH, motivo pelo qual as temperaturas caíram cerca de 6 graus em relação a ontem e as máximas ficaram em torno de 24ºC na capital. O grande aumento dos ventos contribuiu pra trazer uma sensação térmica bem diferente de ontem. Teremos, ao longo dessa semana, os últimos resquícios de inverno (podemos chegar aos 11ºC com máximas de 25C) já que, ao que tudo indica, a primavera plena começa na sexta-feira.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.