Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leandro A M Leite

Members
  • Posts

    665
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Leandro A M Leite last won the day on June 14 2023

Leandro A M Leite had the most liked content!

1 Follower

About Leandro A M Leite

  • Birthday 11/28/1987

Location

  • Location
    Cuiabá/Primavera do Leste/MT

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

Leandro A M Leite's Achievements

Mentor

Mentor (12/14)

  • Posting Machine Rare
  • Conversation Starter Rare
  • Dedicated Rare
  • Very Popular Rare
  • Collaborator Rare

Recent Badges

3.2k

Reputation

  1. O INMET disponibiliza mapas de temperaturas dos oceanos a partir de 1982, acho que o mau desempenho do inverno de 1998 no Centro-Sul se deve ao atraso no resfriamento da região Nino 1+2, e um Atlântico quente na costa argentina, mesmo com La Niña no Pacífico Central, mas o cenário pra 2024 é bem mais favorável ao frio que em 1998, a região Nino 1+2 já está fria, e a costa da Argentina também, 2010 pode ser um análogo preferencial, teve uma bomba continental em julho e a nevada em agosto.
  2. No sábado o frio será mais intenso no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, e na segunda-feira ganhará uma trajetória continental clássica, com mais frio em Cuiabá que em São Paulo durante a noite, pra Cuiabá está previsto 13 C, e pra Primavera do Leste, 12 C, isso com sustentação de céu nublado, pra Sampa está previsto 16 C na madrugada de terça, mas depois o frio ganhará forças por lá nos dias seguintes.
  3. La Niñas não passam sem ter ao menos uma ou algumas ondas de frio potencialmente históricas, aguardem, se não for em 2024, vai ser em 2025, e eu já falei aqui que grandes ondas de frio no auge de inverno foram muitas vezes precedidas por maios fracos, sem nada marcante em termos de frio, vide 1994, 1996, 2000, 2013, etc.
  4. O Ronaldo Coutinho está apostando que a onda de frio mais forte do ano deve ocorrer entre os dias 10 de julho e 15/20 de agosto, historicamente o período mais favorável a grandes ondas de frio se dá entre os dias 15 de junho e 15 de agosto, maios com ondas de frio fortes não significam muito frio no auge do inverno, lembremos do fiasco que foram os meses de julho de 2020, exceto pra RS e SC, e 2022, esse nem no RS esfriou direito, um ano que teve ondas de frio fortes em maio e julho foi 2007, mas foram intercaladas por um junho quente do Paraná pra cima, bem mais pra trás, 1977 teve uma grande onda de frio em maio, e julho foi quente, por outro lado, vejamos 2000 e 2013 com um frio pífio em maio, e junhos fracos também, e um frio histórico em julho!
  5. Primavera do Leste teve mínima de 15,9 C no Jardim Europa, 16,3 C no Basf e 16,6 C no Centro de Pesquisas IHARA, isso na rede DAVIS, na rede Ambient Weather tivemos 16 C numa estação saindo pra Paranatinga e 16,3 C em uma estação saindo pra Barra do Garças, em áreas rurais, Cuiabá teve mínima de 16,3 C na automática do INMET.
  6. A automática de Cuiabá teve máxima diurna de 21,1 C hoje, que foi registrada nessa tarde, há tempos não se via tamanho frescor, Primavera do Leste também teve uma tarde nublada com a temperatura na casa dos 20 C, agora de noite vai esfriar mais.
  7. O Weather Channel prevê mínima de 14 C em Primavera do Leste e de 16 C em Cuiabá para amanhã, isso sob sustentação de céu nublado, não é um grande frio ainda, mas já é um bom começo, normal pra maio, bem além do previsto esses dias pra trás.
  8. 11 da manhã a temperatura caiu pra 19,2 C na automática de Cuiabá após uma máxima de apenas 20 C, que talvez seja a máxima diurna de hoje , tá com uma boa chance de rolar uma tarde sub-20, o Weather Channel chegou a prevê 30 C de máxima pra hoje na semana passada, hoje tá prevendo 25 C, mas nem isso chega, e amanhã 16 C.
  9. A automática de Cuiabá registrou essa manhã uma mínima de 18,5 C com céu nublado, trata-se da primeira sub-20 do ano, hoje a temperatura deve subir pouco, mas a máxima do dia ficará nos 29 C registrados ontem antes das 8 da noite, a automática do INMET em Primavera do Leste está off-line, mas uma DAVIS no Jardim Europa teve mínima de 17,4 C e na última atualização às 9:54 fazia 19,3 C, o Wheather Channel prevê 15 C pra Primavera e 17 C pra Cuiabá de mínima amanhã sob céu nublado, mas, quem sabe dê um pouco menos, os primeiros frios do ano normalmente ocorrem em maio e não costumam ser fortes, então, está começando a ficar normal por aqui.
  10. Maios sem ondas de frio relevantes não são novidade na história climatológica, nos anos 90 tivemos os de 1992, 1994 e 1996 que foram desinteressantes, e depois ondas de frio muito fortes ocorreram, e nesses anos que eu citei, apenas da metade de junho pra frente, o que tá mais estranho este ano não é falta de ondas de frio em si, mas o calor acima da média do Paraná pra cima, e com isso as enchentes no Rio Grande do Sul, pra amanhã temos previsão de 17 C a 27 C em Cuiabá e 16 C a 27 C em Primavera, a primeira frente fria do ano, ainda fraca, mas MPs fracas são normais em maio.
  11. Olhando os dados na internet, em 1992 o atraso no fim do El Niño provocou um maio e um junho quente no Centro-Sul brasileiro, lógico que não com o calor deste maio de agora, mas houve um atraso no frio, no Mato Grosso só teve um frio expressivo no começo de julho e outro mais forte em meados do mês, depois do dia 20 de julho teve uma onda de frio com temperatura de um dígito de tarde em Sampa.
  12. 31/12 já tem La Niña e o RS pode está quente e seco, e Brasil Central fresco e úmido.
  13. Vocês já perceberam que as diversas regiões do mundo precisam se revezar para usarem os ''camarotes com ar condicionado''? Mas depois a conta sai cara!
  14. Grande parte do Brasil passou 2021, 2022 e primeiro semestre de 2023 levemente mais fria que a média dos 30 anos anteriores graças à La Niña, por isso o choque foi forte quando veio o El Niño, trouxe muito calor pra uma população já pouco acostumada, foram dois anos e meio numa sala climatizada, marcados por fortes ondas de frio, espero que esse padrão volte a se repetir em breve, venha La Niña:
  15. Eu queria que voltasse o padrão que predominou no Brasil em 2022 e primeiro semestre de 2023, igual ou levemente mais frio que a média 1991-2020:
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.