Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Bate-papo sobre meteorologia, eventos meteorológicos do passado e clima em geral


jrmartinisp
 Share

Recommended Posts

1 hora atrás, Carlos Campos disse:

Isoterma -2/-3 no sul de São Paulo, só viajando em sonho mesmo. Acho q nem 2013 houve algo assim. Talvez 75.

Aproveitando o gancho de vocês, que estão falando desta MP de 2013. Sim, em 2013, Apiaí conseguiu essa façanha, não só ela como algumas outras cidades da região também conseguiram temperaturas negativas durante esta MP, peguei os dados do Ciiagro, segue abaixo:

 

OBS: Não consegui os dados diários, apenas períodos de 2 a 3 dias.

 

Tapiraí (29/07 a 31/07) Mín.Absoluta no período: -0,4°C

Apiaí (22/07 a 24/07 e 25/07 a 28/07) Mín.Absoluta no período, respectivamente: -2,1°C e -2,2°C

Capão Bonito (22/07 a 24/07) Mín.Absoluta no período: -1,5°C

Itararé (22/07 a 24/07 e 25/07 a 28/07) Mín.Absoluta no período, respectivamente: -4,8°C e -2,0°C (Já me explicaram que esta estação ficava a 1100m de altitude)

Taquarituba (22/07 a 24/07 e 25/07 a 28/07) Mín.Absoluta no período, respectivamente: -0,7°C e -0,4°C

 

E essa foi uma reportagem da época, dizendo que em Apiaí chegou aos -3°C, por muito pouco Apiaí não registrou alguma precipitação invernal, pois estava chovendo neste dia, infelizmente não tiveram o timing perfeito: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/07/termometros-chegam-marcar-3-c-em-apiai-no-interior-de-sao-paulo.html quem sabe em áreas não habitadas de Apiaí houve alguma precipitação invernal naquele dia.

 

 

  • Like 11
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

59 minutos atrás, Renan disse:

Já que por enquanto não tem MP forte prevista para Maio na minha região, então vamos de "TBT climático", voltando lá para Maio de 2004, quando tivemos o registro da menor mínima para este mês no século 21 na estação convencional do INMET-JF.

 

Pela carta sinótica, observamos que foi uma MP normal, mas com um cavado pronunciado que ajudou o ar frio e seco a se posicionar com força sobre o leste do Sudeste:

 

rean_as_g500_2004052612Z.png.84c34d63a8a7fa6c29553e5d5d97924b.png

 

- As temperaturas em 850hpa eram modestas:

 

rean_as_t850_2004052712Z.png.9758913415ef54ed8bc924e1939e607c.png

 

rean_as_g500_2004052718Z.png.7e644424d55f5800880ca1faf3a1ed6b.png

 

Essa interessante MP trouxe as seguintes mínimas para algumas cidades do Sudeste no dia 27-05-2004:

 

Juiz de Fora: 06,7°C

Resende: 07,0°C

Ibirité: 08,0°C

Franca: 07,4°C

São Paulo (Mirante): 08,9°C

São Lourenço: 04,2°C (03,6°C no dia seguinte)

Passa Quatro: 02,9°C

São Carlos: 04,3°C

 

OBS: Analisei dados do Sul e do Centro-oeste, mas ela não foi nada demais nessas regiões.

Vocês têm registros interessantes dessa MP nas suas cidades ?

Na estação do Ciiagro daqui de Eldorado, foi registrado mínima absoluta de 7,6°C neste dia, pela tabela que o @Matheus b Santos forneceu, a mínima absoluta para maio no período entre 2000-2008 em Eldorado é de 4,2°C, ou seja, não foi nada histórico para cá, mas não deixa de ter sido uma excelente mínima!

  • Like 7
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Renan disse:

Já que por enquanto não tem MP forte prevista para Maio na minha região, então vamos de "TBT climático", voltando lá para Maio de 2004, quando tivemos o registro da menor mínima para este mês no século 21 na estação convencional do INMET-JF.

 

Pela carta sinótica, observamos que foi uma MP normal, mas com um cavado pronunciado que ajudou o ar frio e seco a se posicionar com força sobre o leste do Sudeste:

 

rean_as_g500_2004052612Z.png.84c34d63a8a7fa6c29553e5d5d97924b.png

 

- As temperaturas em 850hpa eram modestas:

 

rean_as_t850_2004052712Z.png.9758913415ef54ed8bc924e1939e607c.png

 

rean_as_g500_2004052718Z.png.7e644424d55f5800880ca1faf3a1ed6b.png

 

Essa interessante MP trouxe as seguintes mínimas para algumas cidades do Sudeste no dia 27-05-2004:

 

Juiz de Fora: 06,7°C

Resende: 07,0°C

Ibirité: 08,0°C

Franca: 07,4°C

São Paulo (Mirante): 08,9°C

São Lourenço: 04,2°C (03,6°C no dia seguinte)

Passa Quatro: 02,9°C

São Carlos: 04,3°C

 

OBS: Analisei dados do Sul e do Centro-oeste, mas ela não foi nada demais nessas regiões.

Vocês têm registros interessantes dessa MP nas suas cidades ?

2004 foi destaque em termos de frio pela abrangência das massas polares, quase todas elas foram continentais que chegaram até a Bahia e sul da Amazônia com facilidade. Não tivemos frio extremo naquele ano, nem neve ampla e com acumulação, porém a sensação de frio foi constante do final de abril até julho, alternando entre frio úmido (maio) e frio seco (junho e julho).

Olhando nas médias, maio 2004 foi o mais frio daquela década em muitas áreas do país, principalmente nas máximas. Para o pessoal do Sudeste, que sofre mais em ondas de frio continentais, foi um bom período frio, a cereja do bolo foi a ocorrência de neve no PNI, ainda que de intensidade mais fraca. Pelas temperaturas em 850 boa, pode ter ocorrido alguma precipitação invernal na Mantiqueira e em outros pontos altos que não foram registrados pela falta de estações meteorológicas.

Mas enfim, 2004 foi um ano que todos entraram na festa em termos de frio, uma festa calma com comida, bebidas leves, doce e refrigerante, que durou muito tempo e foi agradável.

 

  • Like 9
Link to comment
Share on other sites

35 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

2004 foi destaque em termos de frio pela abrangência das massas polares, quase todas elas foram continentais que chegaram até a Bahia e sul da Amazônia com facilidade. Não tivemos frio extremo naquele ano, nem neve ampla e com acumulação, porém a sensação de frio foi constante do final de abril até julho, alternando entre frio úmido (maio) e frio seco (junho e julho).

Olhando nas médias, maio 2004 foi o mais frio daquela década em muitas áreas do país, principalmente nas máximas. Para o pessoal do Sudeste, que sofre mais em ondas de frio continentais, foi um bom período frio, a cereja do bolo foi a ocorrência de neve no PNI, ainda que de intensidade mais fraca. Pelas temperaturas em 850 boa, pode ter ocorrido alguma precipitação invernal na Mantiqueira e em outros pontos altos que não foram registrados pela falta de estações meteorológicas.

Mas enfim, 2004 foi um ano que todos entraram na festa em termos de frio, uma festa calma com comida, bebidas leves, doce e refrigerante, que durou muito tempo e foi agradável.

 

 

Não tenho uma memória meteorológica boa antes de 2000, apesar deu ter nascido em 1986. Por isso, os melhores invernos que eu posso dizer que acompanhei totalmente, foram:

 

Primeiro lugar: 2000

Segundo lugar: 2004

 

Sendo que, em Julho-2004, experimentamos uma MP muito forte e de longa duração, de forma que ficamos praticamente dezenove dias consecutivos com máximas sub-20 no INMET. Foi o mês de Julho mais frio do século por aqui, juntamente com o xoxo Julho de 2017. 

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

19 horas atrás, Juzinho disse:

 

Meu Deus !!! 

Isso foi uma hecatombe polar , algo inimaginável nos dias de hoje.

Imagina na ZS como foram essas máximas ...certamente ainda mais baixas .

 

Certamente, não foi uma MP só.

Veio a primeira e depois deve ter havido no mínimo mais 2 reforços de ar frio.

Isso acontecia com mais frequência antigamente, vinha uma MP logo após a outra e não dava nem tempo de ter aquecimento pré-frontal.

Era o que o saudoso "homem do tempo" Narciso Vernizzi chamava de "frio sobre frio".

 

Naqueles mesmos dias de julho/1988, o IAG teve:

08/07 => 11,2 / 13,9

09/07 => 11,5 / 14,8

10/07 => 11,2 / 13,9

11/07 =>   9,0 / 12,7

12/07 =>   3,6 /   9,6

13/07 =>   6,4 / 12,7

14/07 =>   5,1 / 14,4

15/07 =>   4,6 / 15,9

16/07 =>   4,1 / 17,9

17/07 =>   8,0 / 17,1

 

  • Like 10
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, Aldo Santos disse:

 

Certamente, não foi uma MP só.

Veio a primeira e depois deve ter havido no mínimo mais 2 reforços de ar frio.

Isso acontecia com mais frequência antigamente, vinha uma MP logo após a outra e não dava nem tempo de ter aquecimento pré-frontal.

Era o que o saudoso "homem do tempo" Narciso Vernizzi chamava de "frio sobre frio".

 

Naqueles mesmos dias de julho/1988, o IAG teve:

08/07 => 11,2 / 13,9

09/07 => 11,5 / 14,8

10/07 => 11,2 / 13,9

11/07 =>   9,0 / 12,7

12/07 =>   3,6 /   9,6

13/07 =>   6,4 / 12,7

14/07 =>   5,1 / 14,4

15/07 =>   4,6 / 15,9

16/07 =>   4,1 / 17,9

17/07 =>   8,0 / 17,1

 

 

Por aqui a sequência de frio não foi tão longa, mas intensidade do mesmo também se destacou:

 

12/07 =>  8,6 / 15,9 

13/07 =>  5,5 / 13,9

14/07 =>  6,1 / 15,1

15/07 =>  6,4 / 15,8

16/07 =>  8,2 / 17,3 

17/07 =>  7,7 / 17,0 

18/07 =>  7,8 / 18,3

 

SIMPLESMENTE INACREDITÁVEL....foi uma onda de frio muito absurda realmente.

  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

4 horas atrás, Otavio Cyrino disse:

Aproveitando o gancho de vocês, que estão falando desta MP de 2013. Sim, em 2013, Apiaí conseguiu essa façanha, não só ela como algumas outras cidades da região também conseguiram temperaturas negativas durante esta MP, peguei os dados do Ciiagro, segue abaixo:

 

OBS: Não consegui os dados diários, apenas períodos de 2 a 3 dias.

 

Tapiraí (29/07 a 31/07) Mín.Absoluta no período: -0,4°C

Apiaí (22/07 a 24/07 e 25/07 a 28/07) Mín.Absoluta no período, respectivamente: -2,1°C e -2,2°C

Capão Bonito (22/07 a 24/07) Mín.Absoluta no período: -1,5°C

Itararé (22/07 a 24/07 e 25/07 a 28/07) Mín.Absoluta no período, respectivamente: -4,8°C e -2,0°C (Já me explicaram que esta estação ficava a 1100m de altitude)

Taquarituba (22/07 a 24/07 e 25/07 a 28/07) Mín.Absoluta no período, respectivamente: -0,7°C e -0,4°C

 

E essa foi uma reportagem da época, dizendo que em Apiaí chegou aos -3°C, por muito pouco Apiaí não registrou alguma precipitação invernal, pois estava chovendo neste dia, infelizmente não tiveram o timing perfeito: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/07/termometros-chegam-marcar-3-c-em-apiai-no-interior-de-sao-paulo.html quem sabe em áreas não habitadas de Apiaí houve alguma precipitação invernal naquele dia.

 

Tenho alguns dados de julho/2013 (CIIAGRO)

Apiaí

24/07 => -2,1°C / 4,7°C

25/07 => -2,2°C / 8,1°C

 

Cananéia (Litoral)

24/07 => 4,4°C / 12,4°C

25/07 => 5,4°C / 12,4°C

 

Capão Bonito (A cidade fica a 700 m)

24/07=> -1,5°C / 4,7°C

25/07 => 0,4°C / 6,1°C

 

Iporanga (A cidade fica a 90 m de altitude, margem esquerda do rio Ribeira)

24/07 => 3,6°C / 11,6°C

25/07 => 4,0°C / 12,5°C

 

Itaoca (A cidade fica a 155 m de altitude)

24/07 => 2,5°C / 12,2°C

25/07 => 2,7°C / 13,4°C  

 

Itariri (A cidade fica a 55 m, próxima a Peruíbe, que já é litoral)

24/07 => 6,8°C / 11,8°C

25/07 => 7,4°C / 11,8°C

 

Juquiá (A cidade fica a 17 m de altitude)

24/07 => 6,5°C / 10,3°C

25/07 => 6,2°C / 11,0°C

 

Pariquera-Açu (A cidade fica a 39 m de altitude, próxima a Iguape)

24/07 => 4,4°C / 9,5°C

25/07 => 4,4°C / 11,4°C

 

Registro

24/07 => 5,0°C / 10,6°C

25/07 => 5,9°C / 12,0°C

 

Iguape (INMET)

24/07 => 5,4°C / 10,9°C

25/07 => 9,4°C / 12,6°C

 

 

 

 

 

 

  • Like 13
  • Thanks 5
Link to comment
Share on other sites

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

  • Like 7
  • Thanks 12
  • Haha 5
Link to comment
Share on other sites

8 minutos atrás, Bruno D disse:

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

 

Adorei a mínima no PNI ! Mas coloque mais frio em 850hpa no sul do país, porque -5 / -7 por lá é coisa que acontece quase todo ano. Eu colocaria de -10 / -12 em 850 sobre a serra catarinense e -12 / -14 no sul do RS. 

 

Juiz de Fora (INMET): 01,1°C com geada cobrindo até o topo dos morros.

Juiz de Fora (Bandeirantes): -2,0°C com geada forte.

  • Like 9
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

2 minutos atrás, Renan disse:

 

Adorei a mínima no PNI ! Mas coloque mais frio em 850hpa no sul do país, porque -5 / -7 por lá é coisa que acontece quase todo ano. Eu colocaria de -10 / -12 em 850 sobre a serra catarinense e -12 / -14 no sul do RS. 

 

Juiz de Fora (INMET): 01,1°C com geada cobrindo até o topo dos morros.

Juiz de Fora (Bandeirantes): -2,0°C com geada forte.

Ali é só uma Isoterma limite (-7°C em 850hpa), dentro dela, iria abaixo de -14°C em alguns pontos de SC no dia 01. 

  • Like 9
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

5 minutos atrás, Davi Silva disse:

E o polo sul tá frio pra chuchu, vai q cola.

 

20210510_170644-1.thumb.jpg.b75b391c8462900d1f8c4717d0b6e69d.jpg

Pôr-do-sol daqui de casa. Por enquanto com pouquíssimas nuvens no céu, espero q fique assim até o amanhecer. 🙏😀

Sonhar não custa nada... Já seria extraordinário se um evento com 80% do calibre de Junho de 94, voltasse a ocorrer. 

  • Like 6
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Bruno D disse:

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

Vou apostar nesta loteria de R$100 milhões e que o Brasil foi agraciado

 

Mínimas aqui pela região e adjacências tomando base o dia 02/07/2021:

 

-3,3°C  - 5,4°C Marília

-5,4°C  - 4,8°C Rancharia/SP

-2,1°C - 5,9ºC Lins

-1,8°C - 6,2°C Presidente Epitácio

-4,8°C - 3,1 Botucatu

-3,7°C - 5,8°C Bauru

-2,8°C - 6,1°C Tupã

 

 

 

Edited by Sopron
  • Like 3
  • Thanks 4
  • Haha 6
Link to comment
Share on other sites

1 minuto atrás, Sopron disse:

Vou apostar nesta loteria de R$100 milhões e que o Brasil foi agraciado

 

Mínimas aqui pela região e adjacências tomando base o dia 02/07/2021:

 

-3,3°C  - 5,4°C Marília

-5,4°C  - 4,8°C Rancharia/SP

-2,1°C - 5,9ºC Lins

-1,8°C - 6,2°C Presidente Epitácio

-4,8°C - 3,1 Botucatu

-3,7°C - 5,8°C Bauru

-2,8°C - 6,1°C Tupã

 

 

 

Pera, tou confuso. Essa é uma projeção zoeira ou realmente o modelo mostrou essa aberração? 

  • Haha 10
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Bruno D said:

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 

Quanto de frio será que faria aqui em Governador Lindenberg/ES em um evento desses? Na estação do INMET de Marilândia ( municipio bem próximo daqui ) a menor temperatura já registrada foi de 6,7 ºC em 22 de junho de 1976. Será que baixaria dos 5ºC com geada fraca ou até moderada?

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, Sopron disse:

Vou apostar nesta loteria de R$100 milhões e que o Brasil foi agraciado

 

Mínimas aqui pela região e adjacências tomando base o dia 02/07/2021:

 

-3,3°C  - 5,4°C Marília

-5,4°C  - 4,8°C Rancharia/SP

-2,1°C - 5,9ºC Lins

-1,8°C - 6,2°C Presidente Epitácio

-4,8°C - 3,1 Botucatu

-3,7°C - 5,8°C Bauru

-2,8°C - 6,1°C Tupã

 

 

 

Eu apostaria uns -8°C para Rancharia 😛... Ela chega a valores próximos ao que vc apostou em qualquer MP continental mais forte. 

  • Like 6
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

3 minutos atrás, IgorTFreitas disse:

Quanto de frio será que faria aqui em Governador Lindenberg/ES em um evento desses? Na estação do INMET de Marilândia ( municipio bem próximo daqui ) a menor temperatura já registrada foi de 6,7 ºC em 22 de junho de 1976. Será que baixaria dos 5ºC com geada fraca ou até moderada?

Acho que ia sim, abaixo dos 5°C nos dias 03 e 04/07, o centro do anticiclone passaria por cima do Sul do ES (Como aconteceu com a MP de Junho de 1994), e com mais de 1035hpa, apostaria em algo entre 2 e 4°C para essa estação... E o Alto Caparaó/Pico da bandeira, aí perto, estaria todo branquinho de neve rs. 

  • Like 5
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Renan disse:

 

Adorei a mínima no PNI ! Mas coloque mais frio em 850hpa no sul do país, porque -5 / -7 por lá é coisa que acontece quase todo ano. Eu colocaria de -10 / -12 em 850 sobre a serra catarinense e -12 / -14 no sul do RS. 

 

Juiz de Fora (INMET): 01,1°C com geada cobrindo até o topo dos morros.

Juiz de Fora (Bandeirantes): -2,0°C com geada forte.

Record de mínima de caçador ia p espaço com uma pegada dessas! Aqui em São bento do sul diz  lenda que registraram -10°C no termometro de mercúrio na nevasca histórica de 1915. Quem sabe com uma doideira dessas isso nao passa de lenda p realidade...

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Bruno D disse:

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

Só de ler isso já coloquei mais lenha no fogao!

  • Haha 11
Link to comment
Share on other sites

2 minutos atrás, Renan disse:

Gente....será que o @Bruno D é um profeta do clima ? Vejam a saída do EPS dessa tarde, a longo prazo:

 

IMG-20210510-WA0007.thumb.jpg.33215ff8d52a7d0bc9437ec6dd1a6804.jpg

 

Ele profetizou o dia primeiro de Julho, mas o Euro tá profetizando para Junho ! Quem será que vai acertar a data ???

Não tenho dúvidas, quanto a natureza conseguir produzir um evento do calibre que eu especulei... O complicado é a casualidade, e as infinitas engrenagens necessárias, se sincronizarem na medida e no timing certo. 

  • Like 8
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

10 minutos atrás, Renan disse:

Gente....será que o @Bruno D é um profeta do clima ? Vejam a saída do EPS dessa tarde, a longo prazo:

 

IMG-20210510-WA0007.thumb.jpg.33215ff8d52a7d0bc9437ec6dd1a6804.jpg

 

Ele profetizou o dia primeiro de Julho, mas o Euro tá profetizando para Junho ! Quem será que vai acertar a data ???

 

Será que ele era a Helena que fez aquela profecia ano passado? 

Apesar que a profecia da Helena foi toda errada, ela previa uma onda histórica de frio e o que tivemos foi aquele horror quente histórico na primavera hehe ...

  • Thanks 1
  • Haha 17
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Bruno D disse:

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

Seria espetacular, um anticiclone poderoso com uma baixa colada na altura do sul,  e não se afastando para o oceano rápido demais subindo até o sudeste primeiro, iria nevar até em lugares incomuns, seguido de um frio poderoso, bom Madrid teve um feito e tanto neste inverno.

Tem ar frio no pólo sul para isto? Sim, mas precisa ter mecanismos que tragam ele até aqui

Edited by jrmartinisp
  • Like 10
  • Thanks 5
Link to comment
Share on other sites

14 minutos atrás, Juzinho disse:

 

Será que ele era a Helena que fez aquela profecia ano passado? 

Apesar que a profecia da Helena foi toda errada, ela previa uma onda histórica de frio e o que tivemos foi aquele horror quente histórico na primavera hehe ...

Confesso que eu era team Helena 😂😂😂😂... Dava tudo pra ela acertar 10% da aposta... Pena que ela errou feio a previsão.

 

Já eu hj, tou propondo um exercício imaginativo, um e se por acaso... 😂

  • Like 3
  • Thanks 1
  • Haha 10
Link to comment
Share on other sites

27 minutes ago, jrmartinisp said:

Seria espetacular, um anticiclone poderoso com uma baixa colada na altura do sul,  e não se afastando para o oceano rápido demais subindo até o sudeste primeiro, iria nevar até em lugares incomuns, seguido de um frio poderoso, bom Madrid teve um feito e tanto neste inverno.

Tem ar frio no pólo sul para isto? Sim, mas precisa ter mecanismos que tragam ele até aqui

 

Ya que hablamos de lo que sucedio en Europa este año no olvidemos que este invierno ademas de muy frio, pleno de eventos historicos; fue seguido de una primavera con records de frio!... Todo esto luego de uno de los otoños mas calidos de su historia....

No puedo evitar relacionarlo con lo que fue el principio de este otoño en las latitudes medias de nuestro continente, el verano practicamente se extendio hasta principios de mayo,.

Aqui en Montevideo si no fue abril el mas calido de la historia esta en el podio de los mas calidos.

 

 

 

Edited by Pablo MQL
  • Like 12
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Aldo Santos disse:

 

Tenho alguns dados de julho/2013 (CIIAGRO)

Apiaí

24/07 => -2,1°C / 4,7°C

25/07 => -2,2°C / 8,1°C

 

Cananéia (Litoral)

24/07 => 4,4°C / 12,4°C

25/07 => 5,4°C / 12,4°C

 

Capão Bonito (A cidade fica a 700 m)

24/07=> -1,5°C / 4,7°C

25/07 => 0,4°C / 6,1°C

 

Iporanga (A cidade fica a 90 m de altitude, margem esquerda do rio Ribeira)

24/07 => 3,6°C / 11,6°C

25/07 => 4,0°C / 12,5°C

 

Itaoca (A cidade fica a 155 m de altitude)

24/07 => 2,5°C / 12,2°C

25/07 => 2,7°C / 13,4°C  

 

Itariri (A cidade fica a 55 m, próxima a Peruíbe, que já é litoral)

24/07 => 6,8°C / 11,8°C

25/07 => 7,4°C / 11,8°C

 

Juquiá (A cidade fica a 17 m de altitude)

24/07 => 6,5°C / 10,3°C

25/07 => 6,2°C / 11,0°C

 

Pariquera-Açu (A cidade fica a 39 m de altitude, próxima a Iguape)

24/07 => 4,4°C / 9,5°C

25/07 => 4,4°C / 11,4°C

 

Registro

24/07 => 5,0°C / 10,6°C

25/07 => 5,9°C / 12,0°C

 

Iguape (INMET)

24/07 => 5,4°C / 10,9°C

25/07 => 9,4°C / 12,6°C

 

 

 

 

 

 

É de ficar de queixo caído com essas máximas em cidades de altitudes medianas no sul de São Paulo 👇Screenshot_20210510-194501.png.ce6323777227720145183c782d399be8.png

Algo raríssimo de se ver em cidades do Sul, aliás, nessa onda de frio de 22/24 Julho/13 a cidade de Vacaria (28°S/970m) teve 4,5 e 5,7°C como menores máximas do evento.

Caçador/SC teve 4,7 e 7,8°C.

  • Like 10
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Bruno D disse:

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

JESUIS kkkkk aí ta querendo uma nova era glacial já ,com 15cm de neve no pico da bandeira e mínima de -21°C no itatiaia . Já é difícil chegar a -20 na Argentina imagina no BR. 

  • Like 5
  • Thanks 3
  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Bruno D disse:

Já que estamos numa pegada saudosista, lembrando eventos extremos de frio em nosso país. Resolvi fazer um exercício imaginativo, pensando no que aconteceria caso um hecatombe polar se abatesse sobre nos, no auge do inverno. 

 

Proponho, um evento semelhante a Junho de 1994, só que extremamente potencializado 😛

 

vjxbhoJ0vf_GtwB-7fUWgDi8nF5xp-8g8RYadquNnwvE1pmrOnxBaYvESvLQnz0TBVvy6Pwv0RZbX8zJOX7J1KPbnVWrSSkSfqrRtPmys262l5mTL9gykJnCVAme_alrB-5XyzVR

 

As temperaturas em 850hpa ficariam assim, no pico do evento:

_j3232h0y-Hb7jjpBbR5F3UBmvjawof1tJJZLeJCaHIpCuENNf0FEgqv-6cfYEfo9Z7Y6bPg7CgdW5kBd_WZfqe-M8uB-lsO26VEiZUfUthLYAeP9gro2ddMzwXz83Rh1xHl8gES

Linha Azul : Isoterma dos 0°C/-2°C em 850hpa

Linha Roxa: Isoterma dos -5°C/-7°C em 850hpa

 

Evolução do Evento:

 

 

28 e 29/06: Intensa Onda Barocliníca se amplia e se aprofunda sobre o Cone Sul, um poderoso Anticiclone transiente no Pacífico Sul começa a transpor os andes. Um violento Ciclone se forma no Atlântico Sul, gerando uma F.Fria de rápida locomoção sobre o Centro da Argentina. A Pré Frontal é forte em todo o Centro-Sul do Brasil, eventos de tempo severo ocorrem durante todo o dia 28 e 29 em uma ampla área do Cone-Sul. 

 

30/06/2021: Anticiclone cavalar rompe-se sobre o miolo do continente sul-americano, chegando a beirar os 1050hpa, sobre o norte da Argentina, e o Paraguai, em sincronia se registra um potente cavado, e um extraordinário ciclone sobre o Atlântico Sul, que se aprofunda a menos 960hpa sobre as latitudes 38/54°S.  Nevadas intensas, são registradas em amplas áreas do Sul do País, incluindo cidades de baixíssima altitude como Pelotas no RS. Na Serra gaúcha a acumulação chega a 30cm em alguns setores, com temperaturas negativas durante todo o dia. No morro da Igreja (SC), se estimam acumulados acima de 40cm. No Sul gaúcho a geada foi amagedónica. 

 

Dia 01/07/2021:Durante a madrugada, nevasca pesada sobre todo o Estado de SC, e todo o Centro-Sul e Leste do Paraná, incluído as partes altas do sul do estado de São Paulo. Em Curitiba os acumulados chegam aos 10-15cm, e a máxima é negativa, na tarde anterior a temperatura já se encontrava abaixo dos 0°C na capital paranaense. Neve pontual é registrada na capital paulista, capuchos de neve são registrados na Avenida Paulista, no alto do Pico do Jaraguá, e nos pontos altos da serra da Cantareira e do Sul da RMSP, a neve chega a acumular. A temperatura atinge -14°C em 850hpa, sobre quase todo o Estado Catarinense, no leste paulista as temperaturas nesta camada chegam aos -3°C. O centro do anticiclone migra-se com intensidade surreal sobre a fronteira entre o Paraguai e o estado do MS e PR ao final da tarde, começa uma forte nevasca sobre as partes altas do Sul de Minas, em Campos do Jordão, a neve já acumulava mais de 10 cm. Ao final do dia meteorológico as temperaturas já se encontravam abaixo dos -13°C em muitos pontos do sul do país, o congelamento seria severo durante a madrugada que se aproximava. A Friagem é violenta sobre quase todo o Centro-oeste e o Sul e Oeste da região amazônica, em muitos setores, máximas sub 10°C ocorrem, incluindo em Rio Branco (AC).

 

Dia 02/07/2021: O centro do Anticiclone migra-se sobre o Estado de São Paulo, com intensidade surreal, acima dos 1040hpa, a Frente Fria ultrapassa a linha do Equador. Mínimas abaixo dos -6°C são registradas em amplas áreas do interior paulista, a geada é catastrófica para a agricultura. No Sul do país todos os recordes são batidos, com mínimas beirando os -20°C nos locais mais propícios. Neve é registrada nos demais pontos altos de MG (Acima dos 1500m), o Alto Caparaó registra acumulados acima de 15cm. No Sul do Estado, a geada é fortíssima no final do dia. 

 

Dia 03/07: O poderoso Anticiclone agora se encontra, sobre o Leste de SP, Sul de MG e o RJ, com mais de 1036hpa em seu centro. Mínimas extraordinárias são registradas sobre todo o Sudeste Brasileiro, e até mesmo cidades litorâneas de SP e RJ registram geadas. Ao final do dia meteorológico a Alta se dirige ao Mar, entre a dívida de ES e RJ, com poderosos 1038hpa em seu centro, se fundindo com outro Anticiclone ao Sul (Reforço) dando origem a um episódio de Asas, que prolonga o frio por mais 7-10 dias em todo o Sudeste, e Leste do PR e SC. 



 

Algumas apostas, para um evento deste calibre nos dias atuais:

 

Mirante de Santana - INMET

 

28/06: 17,5/27,4

29/06: 17,2/28,1

30/06:  7,9/23,8 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,6/5,9 

02/07:  -1,9/10,8 (Tarde ensolarada) 

03/07:  1,5/15,6

04/07:  5,4/18,2

05/07:  4,5/19,3

06/07:  4,9/18,7

07/07:  8,2/21,1

 

IAG

 

28/06:  16,2/28,7

29/06:  15,5/28,5

30/06:   6,2/22,7 (Máxima às 00z)

 

01/07:  -1,4/5,0

02/07:  -3,8/9,5 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -2,2/14,4

04/07:   2,3/17,1

05/06:   1,8/18,0

06/07:   3,1/18,4

07/07:   6,5/21,3


 

Capela do Socorro (CGE)


 

28/06:  14,2/27,7

29/06:  14,5/28,1

30/06:   3,2/17,2 (Máxima às Meia Noite)

 

01/07:  -1,9/3,8 

02/07:  -4,5/9,2 (Tarde ensolarada) 

03/07:  -6,2/12,4

04/07:  -1,3/17,5

05/06:  -1,8/17,2

06/07:   0,4/18,1

07/07:   2,2/20,2


 

Mínimas Extremas no Sul de Minas/Mantiqueira

 

-21,2: PNI (03/07)

-14,1: Bairro do Chaco  (03/07)

-13,4 : Maria da Fé (03/07)

-10,2: Poços de Caldas (03/07)

-8,9: Campos do Jordão (03/07)

 

 

 

E quais seriam suas apostas, se uma sinótica como essa ocorresse neste ano? 😛

 

Nada mal pra inauguração da nova era glacial kkk

  • Thanks 2
  • Haha 8
Link to comment
Share on other sites

40 minutos atrás, CloudCb disse:

 

Aquilo foi o auge, viu. Kkkkkk. Movimentou o fórum de um jeito.

 

Hoje é mais um repeteco dos últimos dias. Chuva presente no sertão do RN e alguns núcleos mais isolados a E e NE daqui que com certeza não vão me atingir.

Screenshot_20210510-201644.thumb.png.bbe2870d62bd9cebcaf77920d9102490.png

 

Será que alguém tem salva, aquela mensagem? 

Lembro que pouco depois, a moderação apagou ...triste hehe.

 

  • Haha 7
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Renan disse:

Gente....será que o @Bruno D é um profeta do clima ? Vejam a saída do EPS dessa tarde, a longo prazo:

 

IMG-20210510-WA0007.thumb.jpg.33215ff8d52a7d0bc9437ec6dd1a6804.jpg

 

Ele profetizou o dia primeiro de Julho, mas o Euro tá profetizando para Junho ! Quem será que vai acertar a data ???

 

Se isso fosse realidade, considerando as médias mínimas para Junho de algumas localidades do Cone Sul estariamos falando de temperaturas como:

-3º em Assunção/PY

-1º em Porto Alegre

-1º em Campo Grande

-8º a -10º no Oeste Catarinense

-12º na Serra Geral

-5º em Curitiba

+1º em São Paulo

 

  • Like 1
  • Thanks 11
Link to comment
Share on other sites

29 minutos atrás, ricardosilva disse:

 

Se isso fosse realidade, considerando as médias mínimas para Junho de algumas localidades do Cone Sul estariamos falando de temperaturas como:

-3º em Assunção/PY

-1º em Porto Alegre

-1º em Campo Grande

-8º a -10º no Oeste Catarinense

-12º na Serra Geral

-5º em Curitiba

+1º em São Paulo

 

-15° na baixada do Pantera

  • Like 5
  • Haha 4
Link to comment
Share on other sites

18 horas atrás, ricardosilva disse:

Se isso fosse realidade, considerando as médias mínimas para Junho de algumas localidades do Cone Sul estariamos falando de temperaturas como:
-3º em Assunção/PY

-1º em Porto Alegre

-1º em Campo Grande

-8º a -10º no Oeste Catarinense

-12º na Serra Geral

-5º em Curitiba

+1º em São Paulo

 

Algumas mínimas em 18/07/1975:

 

Curitiba: -5,1°C

Campo Grande-MS: -3,4°C

Palmas-PR: -11,5°C (INMET desativada)

Guarapuava-PR: -10,0°C (INMET desativada)

Londrina: -3,5°C

Presidente Prudente-SP: -1,8°C

São Paulo - Mirante: 1,5°C

São Paulo-Horto Florestal: -1,6°C (INMET desativada)

São Paulo-IAG: -1,1°C

Brasília-DF: 1,6°C

Cuiabá: 3,3°C

Rio Branco-AC: 6,0°C (19/07)

Humaitá-AM: 8,8°C

Benjamin Constant-AM: 9,9°C (Margem direita do rio Amazonas, divisa com o Peru)

 

Edited by Aldo Santos
  • Like 14
  • Thanks 6
Link to comment
Share on other sites

17 minutos atrás, Aldo Santos disse:

 

Algumas mínimas em 18/07/1975:

 

Curitiba: -5,1°C

Campo Grande-MS: -3,4°C

Palmas-PR: -11,5°C (INMET desativada)

Guarapuava-PR: -10,0°C (INMET desativada)

Londrina: -3,5°C

Presidente Prudente-SP: -1,8°C

São Paulo - Mirante: 1,5°C

São Paulo-Horto Florestal: -1,6°C (INMET desativada)

São Paulo-IAG: -1,1°C

Brasília-DF: 1,6°C

Cuiabá: 3,3°C

Rio Branco-AC: 6,0°C (19/07)

Humaitá-AM: 8,8°C

Benjamin Constant-AM: 9,9°C (Margem direita do rio Amazonas, divisa com o Peru)

 

 

Sempre bom ver e rever os dados absurdos que essa massa polar trouxe. Pra gente nunca esquecer o verdadeiro potencial de frio em baixas latitudes na América do Sul.

 

Eu custo a acreditar nos dados de Campo Grande, Cuiabá e Brasília....é muito, mas muito inacreditável.

 

..........

 

O vento fraco pode atrapalhar a queda hoje, talvez já sejam sinais de pré-frontal. No momento, 17,3C.

  • Like 10
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

45 minutos atrás, Aldo Santos disse:

 

Algumas mínimas em 18/07/1975:

 

Curitiba: -5,1°C

Campo Grande-MS: -3,4°C

Palmas-PR: -11,5°C (INMET desativada)

Guarapuava-PR: -10,0°C (INMET desativada)

Londrina: -3,5°C

Presidente Prudente-SP: -1,8°C

São Paulo - Mirante: 1,5°C

São Paulo-Horto Florestal: -1,6°C (INMET desativada)

São Paulo-IAG: -1,1°C

Brasília-DF: 1,6°C

Cuiabá: 3,3°C

Rio Branco-AC: 6,0°C (19/07)

Humaitá-AM: 8,8°C

Benjamin Constant-AM: 9,9°C (Margem direita do rio Amazonas, divisa com o Peru)

 

Montei essa mapinha do Paraná nessa MP a algum tempo atrás, em Londrina tá marcando -2°, acho que era alguma outra estação.

C = Cerca

P = Provável.sketch-1575583006278.png.d630175423a7cbced3169ab7de98e4d9.png.1f31db893c81f3c2b91ee3efa3167983.png

  • Like 12
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

39 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Montei essa mapinha do Paraná nessa MP a algum tempo atrás, em Londrina tá marcando -2°, acho que era alguma outra estação.

C = Cerca

P = Provável.sketch-1575583006278.png.d630175423a7cbced3169ab7de98e4d9.png.1f31db893c81f3c2b91ee3efa3167983.png

Legal... Em média as mínimas de baixada em noites geladas e de estabilidade na região de Curitiba situam-se na faixa de 3/5°C abaixo do valor no INMET.

Então não vejo pq não possa ter ficado assim em 1975 👇1620772527273.thumb.jpg.97e9cdefddc8a65386ddfc142efd16fb.jpg

Lembrando q já houve diferença de 6/7°C entre a PWS aki de Piraquara em relação ao INMET.

++++++++++++

Nevoeiro voltou à cobrir o município nesta noite. A chuva provavelmente vem fraca e somente durante a madrugada. 

 

  • Like 8
  • Thanks 2
  • Haha 2
Link to comment
Share on other sites

6 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Legal... Em média as mínimas de baixada em noites geladas e de estabilidade na região de Curitiba situam-se na faixa de 3/5°C abaixo do valor no INMET.

Então não vejo pq não possa ter ficado assim em 1975 👇1620772527273.thumb.jpg.97e9cdefddc8a65386ddfc142efd16fb.jpg

Lembrando q já houve diferença de 6/7°C entre a PWS aki de Piraquara em relação ao INMET.

++++++++++++

Nevoeiro voltou à cobrir o município nesta noite. A chuva provavelmente vem fraca e somente durante a madrugada. 

 

É possível que algumas localidades aqui no Brasil, possa ter atingido -20/-25ºC de mínimas e -10/-15ºC de máximas negativas, em episódios de frio extremo como esse de 1975?

  • Like 1
  • Haha 3
  • Confused 4
Link to comment
Share on other sites

7 minutos atrás, Vinícius Balera disse:

É possível que algumas localidades aqui no Brasil, possa ter atingido -20/-25ºC de mínimas e -10/-15ºC de máximas negativas, em episódios de frio extremo como esse de 1975?

 

 

só quando invocarmos novamente a Helena. Mas acho que em 2021 ela vem.

 

ou talvez na baixada do Pantera.

 

 

  • Haha 7
Link to comment
Share on other sites

Em 10/05/2021 em 18:45, IgorTFreitas disse:

Quanto de frio será que faria aqui em Governador Lindenberg/ES em um evento desses? Na estação do INMET de Marilândia ( municipio bem próximo daqui ) a menor temperatura já registrada foi de 6,7 ºC em 22 de junho de 1976. Será que baixaria dos 5ºC com geada fraca ou até moderada?

Rapaz eu moro em SC e ja tive mínimas de 0°C sem geada. É mais difícil ter geada do que parece,principalmente onde for regiões propensas a cerração (neblina) como no caso da minha. Na maioria das vezes aqui não pega geada por causa da cerração. Mas em 2016 bastou termos alguns dias limpos e tivemos 7 dias seguidos de geada...

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

3 minutos atrás, Vinícius Balera disse:

É possível que algumas localidades aqui no Brasil, possa ter atingido -20/-25ºC de mínimas e -10/-15ºC de máximas negativas, em episódios de frio extremo como esse de 1975?

Nãooo, kerido..

Esses valores são compatíveis com a patagônia argentina.

É mais provável mínimas absolutas de -15°C nas baixadas de Bom Jardim da Serra, Urupema, São Joaquim, Painel, Urubici.  Mas as menores máximas acredito q ficassem na faixa dos -4/-7 nos topos da serra catarinense acima da cota de 1.600/1.700 m.

Lembrando q São Joaquim teve máxima de -2,5°C (~1.350 m). Possivelmente os municípios dos Campos de Palmas (Santa Catarina/sul do Paraná) teriam registrado -14/-15°C nas baixadas mais profundas, no entanto máximas em baixada não são tão expressivas. 

No RS, não duvidaria nada de registros (mínimas) na faixa dos -12°C (baixada).

5 minutos atrás, Eclipse disse:

...na baixada do Pantera.

-18

  • Like 8
  • Haha 2
Link to comment
Share on other sites

Agora, Carlos Campos disse:

Nãooo, kerido..

Esses valores são compatíveis com a patagônia argentina.

É mais provável mínimas absolutas de -15°C nas baixadas de Bom Jardim da Serra, Urupema, São Joaquim, Painel, Urubici.  Mas as menores máximas acredito q ficassem na faixa dos -4/-7 nos topos da serra catarinense acima da cota de 1.600/1.700 m.

Lembrando q São Joaquim teve máxima de -2,5°C (~1.350 m). Possivelmente os municípios dos Campos de Palmas (Santa Catarina/sul do Paraná) teriam registrado -14/-15°C nas baixadas mais profundas, no entanto máximas em baixada não são tão expressivas. 

No RS, não duvidaria nada de registros (mínimas) na faixa dos -12°C (baixada).

-18

Exato,como eu havia dito lá em cima, mínimas abaixo de -20 no Brasil é só com era glacial mesmo,sem a menor chance em condições normais!

  • Like 6
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, Luide Luckmann disse:

Exato,como eu havia dito lá em cima, mínimas abaixo de -20 no Brasil é só com era glacial mesmo,sem a menor chance em condições normais!

 

Eu acho difícil, porque MPs muito forte como 1955 ou 1975 são difíceis de estabilizar. Ai a temperatura da baixada fica meio que parecida com a do topo. Só ocorrendo um novo 1975 para a gente ver, mas não creio em nada abaixo de -15ºC nessas baixadas mais fortes de SC. Lembrando que o INMET São Joaquim (topo) já foi a -10ºC.

Edited by stankevecz1
  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

4 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Nãooo, kerido..

Esses valores são compatíveis com a patagônia argentina.

É mais provável mínimas absolutas de -15°C nas baixadas de Bom Jardim da Serra, Urupema, São Joaquim, Painel, Urubici.  Mas as menores máximas acredito q ficassem na faixa dos -4/-7 nos topos da serra catarinense acima da cota de 1.600/1.700 m.

Lembrando q São Joaquim teve máxima de -2,5°C (~1.350 m). Possivelmente os municípios dos Campos de Palmas (Santa Catarina/sul do Paraná) teriam registrado -14/-15°C nas baixadas mais profundas, no entanto máximas em baixada não são tão expressivas. 

No RS, não duvidaria nada de registros (mínimas) na faixa dos -12°C (baixada).

-18

Nem mesmo na forte massa de ar polar de 1892(ouvir falar que foi a mais intensa de todas)? naquela época não possuíam tecnologias abrangente de monitoramento  se comparado atualmente.

  • Like 4
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Agora, stankevecz1 disse:

 

Eu acho difícil, porque MPs muito forte como 1955 ou 1955 são difíceis de estabilizar. Ai a temperatura da baixada fica meio que parecida com a do topo. Só ocorrendo um novo 1975 para a gente ver, mas não creio em nada abaixo de -15ºC nessas baixadas mais fortes de SC. Lembrando que o INMET São Joaquim (topo) já foi a -10ºC.

O registro de -17,8ºC no Morro da Igreja é válido?

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

vou lançar uma profecia aqui, sem nenhuma fundamentação científica (sim, sei que é errado fazer isso, mas dane-se): este junho será um dos mais frios dos últimos tempos, quase 2016, ou mais. Principalmente no RS.

 

quatro semanas depois: "ATENÇÃO: Bloqueio torra sul do Brasil nos próximos dias"

  • Like 2
  • Haha 6
Link to comment
Share on other sites

Agora, stankevecz1 disse:

 

Eu acho difícil, porque MPs muito forte como 1955 ou 1955 são difíceis de estabilizar. Ai a temperatura da baixada fica meio que parecida com a do topo. Só ocorrendo um novo 1975 para a gente ver, mas não creio em nada abaixo de -15ºC nessas baixadas mais fortes de SC. Lembrando que o INMET São Joaquim (topo) já foi a -10ºC.

São Joaquim, Bom jardim, Urupema e todas as gigantes do topo na serra não tem NADA de dados dos anos 40,50,60 e 70 que foram as mais frias décadas do século passado. Hoje em dia que estamos em décadas "quentes" as mínimas chegam a -10 vez ou outra,como no ano passado em bom jardim por exemplo.  Imagine naquela época? No ano de 2000 a cachoeira de urupema permaneceu 12 dias completamente congelada... Já conversei com pessoas que viveram sua juventude nessa época fria e te garanto que era muito mais frio que hoje. Aqui na minha região que é um costão da serra ja tinha geada em abril,abaixo de 500m de altitude.  Meu pai me disse que ja viu 15 dias seguidos de geada por aqui... É difícil de acreditar mas não duvido que seja verdade. O frio de hoje é mixuruca.

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

7 minutos atrás, Vinícius Balera disse:

Nem mesmo na forte massa de ar polar de 1892(ouvir falar que foi a mais intensa de todas)? naquela época não possuíam tecnologias abrangente de monitoramento  se comparado atualmente.

 

vou até dar uma pesquisada sobre esta MP, obrigado, parece interessante!

Edited by Eclipse
  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

1 minuto atrás, Luide Luckmann disse:

São Joaquim, Bom jardim, Urupema e todas as gigantes do topo na serra não tem NADA de dados dos anos 40,50,60 e 70 que foram as mais frias décadas do século passado. Hoje em dia que estamos em décadas "quentes" as mínimas chegam a -10 vez ou outra,como no ano passado em bom jardim por exemplo.  Imagine naquela época? No ano de 2000 a cachoeira de urupema permaneceu 12 dias completamente congelada... Já conversei com pessoas que viveram sua juventude nessa época fria e te garanto que era muito mais frio que hoje. Aqui na minha região que é um costão da serra ja tinha geada em abril,abaixo de 500m de altitude.  Meu pai me disse que ja viu 15 dias seguidos de geada por aqui... É difícil de acreditar mas não duvido que seja verdade. O frio de hoje é mixuruca.

 

Eu sei. Mesmo aqui em Curitiba, vivi a década de 80 e sei o quanto era mais frio. Mas esse -10 que houve ano passado na serra SC foi frio de subsidência. Justamente o que acredito ser difícil em MPs muito forte, pois a advecção é grande e acaba misturando as camadas da atmosfera. Não estabiliza tão fácil.

  • Like 9
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.