Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Maio/2024


Renan
 Share

Recommended Posts

Bom dia!

 

Finalmente previsto chuva para Curitiba!
Feliz estoy! kkk

 

Tb há de se ter um alerta, rajadas intensas de vento são previstas hoje pro primeiro planalto do Paraná, Euro é o mais agressivo, chegando a projetar rajadas acima dos 70km/h, o que obviamente significa num valor maior pois raramente os modelos pegam bem o relevo da região.
Essa queda de temperatura é pra acabar com a saúde de qualquer um:
image.png.ed9287ccd25e833fa9d89b2cf0ec099c.png

  • Like 8
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Hoje é o último dia de uma sequência que começou no final de abril. O calorão em São Paulo em pleno outono vai dar uma merecida trégua a partir de amanhã. O @Aldo Santoscolocará como foi a média de maio nesse período após os dados de hoje.

 

Sinais de mudança: já está ventando bastante por aqui. 

  • Like 12
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 07:31, Darley disse:

Hoje é o último dia de uma sequência que começou no final de abril. O calorão em São Paulo em pleno outono vai dar uma merecida trégua a partir de amanhã. O @Aldo Santoscolocará como foi a média de maio nesse período após os dados de hoje.

 

Sinais de mudança: já está ventando bastante por aqui. 

 

Pena que será uma trégua bem rápida. Nem dá para chamar de frio.

 

Hoje cedo, "grande mudança" por aqui: mínima de 16 graus (finalmente saímos dos 15,x°C).

 

Sol e calor agora. Dias 15 e 16 teremos um leve refresco, com temperaturas ainda acima da média. Na verdade, todos os dias de Maio até aqui, sem exceção, foram acima da média. Incrível isso ! Nunca que irei ver o inverso acontecer (todos os dias abaixo da média). Quanta injustiça...

  • Like 7
  • Thanks 1
  • Sad 10
Link to comment
Share on other sites

Bom dia. Por aqui as mínimas tb tem rondando os 15 graus todos os dias e hj não foi diferente: 15,7°C. Pelo que o vi o refresco só vem nas máximas e pouca coisa, normal para a época. Só na outra terça (da semana que vem) que viria outra mp (tb fraca). Vamos ver...

  • Like 7
  • Sad 4
Link to comment
Share on other sites

Em meio ao marasmo deste bloqueio intermitente e persistente,finalmente temperaturas mínimas próximas da sazonalidade neste fim de semana . Estabilização da onda de calor? URA relativa a níveis de baixíssimos provocando forte perda de calor por irradiação ao por do sol? Aproximação do mínimo solar e noites mais longas ?  Por minha análise amadora e  empírica ,Creio que a soma de todos estes fatores seja responsável  e a medida que adentrarmos junho mesmo que  com a ausência de mps intensas e  relevantes, eventos desta natureza podem vir a ser corriqueiros

Screenshot_2024-05-13-08-40-15-439_com.android.chrome.jpg

  • Like 12
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 07:31, Darley disse:

Hoje é o último dia de uma sequência que começou no final de abril. O calorão em São Paulo em pleno outono vai dar uma merecida trégua a partir de amanhã. O @Aldo Santoscolocará como foi a média de maio nesse período após os dados de hoje.

 

Sinais de mudança: já está ventando bastante por aqui. 

 

Se olhar a previsão para SP sem notar o mês diria que se trata de Outubro pois a característica é igual: frente fria fraca, que dá dois dias de sossego e no terceiro a temperatura já sobe 10 graus!!!

 

 

  • Like 11
  • Sad 3
Link to comment
Share on other sites

O cenário dos próximos dias não é ruim aqui para São Bento do Sul (levando em consideração toda perspectiva negativa que estamos tendo).

 

Diferente da situação calamitosa que vive o RS. A chuva prevista pra cá vem em boa hora porque estamos numa sequidão que se prolonga já por um bom tempo.

 

Além disso, me parece que o EURO bateu o martelo em picotar as entradas de frio,e essas serão úmidas.

 

Já nessa semana com uma terça invernal com frio o dia todo e uma quarta meia boca (lembrando que isso é melhor que qualquer coisa que já presenciamos nesse ano!)

 

Screenshot_20240513-122344-544.png.5e9596090888c5eca6456837f389e1ce.png

 

Um breve aquecimento entre quinta e sexta e agora uma insistência em muita chuva no sábado com mais um declínio entre o próximo domingo e segunda feira:

 

Screenshot_20240513-122402-928.png.54cad29c707f045a62f753b54875b55a.png

 

Após isso um novo aquecimento, mas dessa vez não indicando chuva com mais frio úmido pelo caminho.

 

Screenshot_20240513-122430-383.png.4882209934eee1185868f64bcd13fc28.png

 

Resumindo: se isso acima acontecer! Maravilha! Não salva as médias, mas ao menos teremos dias com a cara da nossa cidade e não com essas mínimas e máximas horrorosas!

Edited by SandroAlex
  • Like 15
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Caxias do Sul já está com mais de 700mm neste mês(conv INMET). 

 

Em apenas 20 dias Caxias do Sul registrou metade da média anual de chuva. 

 

Em abril tivemos mais de 800mm em Salvador. 

Edited by Darley
  • Like 6
  • Thanks 1
  • Sad 6
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 12:38, Darley disse:

Caxias do Sul já está com mais de 700mm neste mês(conv INMET). 

 

Em apenas 20 dias Caxias do Sul registrou metade da média anual de chuva. 

 

Em abril tivemos mais de 800mm em Salvador. 

Possivelmente vc não irá responder, mas se responder será uma prova de q não sou onisciente, portanto não sou deus: houve muito estrago ou devastação em Salvador? Não lembro de ter visto nada a respeito, embora já soubesse desses 800 mm absurdos por lá.

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 13:09, Carlos Campos disse:

Possivelmente vc não irá responder, mas se responder será uma prova de q não sou onisciente, portanto não sou deus: houve muito estrago ou devastação em Salvador? Não lembro de ter visto nada a respeito, embora já soubesse desses 800 mm absurdos por lá.

 

e pelo que sei, houve MAIS OUTRO evento desses já em janeiro desse ano por lá. Devem já ter passado tranquilo dos 1000 mm nesse ano, mais uma bizarrice climática recente. 

  • Like 4
  • Sad 9
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 13:12, Carlos Campos disse:

Poucas vzs vi um sistema frontal tão "picotado" como este q está avançando.

260075042_product1(2).jpeg.8e59c3754b618e52de0cfbcf31a2e01f.jpeg

 

Rajadas superando 50 km/h aqui no leste. Céu parcialmente nublado.

Dificuldade que ele está tendo de avançar é incrível  o centro da alta chegou a 1040hp no pacífico e mesmo assim essa Dificuldade esse bloqueio é coisa fora do normal.

  • Like 2
  • Thanks 1
  • Sad 7
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 12:33, SandroAlex disse:

O cenário dos próximos dias não é ruim aqui para São Bento do Sul (levando em consideração toda perspectiva negativa que estamos tendo).

 

Diferente da situação calamitosa que vive o RS. A chuva prevista pra cá vem em boa hora porque estamos numa sequidão que se prolonga já por um bom tempo.

 

Além disso, me parece que o EURO bateu o martelo em picotar as entradas de frio,e essas serão úmidas.

 

Já nessa semana com uma terça invernal com frio o dia todo e uma quarta meia boca (lembrando que isso é melhor que qualquer coisa que já presenciamos nesse ano!)

 

Screenshot_20240513-122344-544.png.5e9596090888c5eca6456837f389e1ce.png

 

Um breve aquecimento entre quinta e sexta e agora uma insistência em muita chuva no sábado com mais um declínio entre o próximo domingo e segunda feira:

 

Screenshot_20240513-122402-928.png.54cad29c707f045a62f753b54875b55a.png

 

Após isso um novo aquecimento, mas dessa vez não indicando chuva com mais frio úmido pelo caminho.

 

Screenshot_20240513-122430-383.png.4882209934eee1185868f64bcd13fc28.png

 

Resumindo: se isso acima acontecer! Maravilha! Não salva as médias, mas ao menos teremos dias com a cara da nossa cidade e não com essas mínimas e máximas horrorosas!

Ainda não caiu uma gota dos 27mm previstos p hoje...

  • Like 2
  • Thanks 1
  • Sad 8
Link to comment
Share on other sites

Maios sem ondas de frio relevantes não são novidade na história climatológica, nos anos 90 tivemos os de 1992, 1994 e 1996 que foram desinteressantes, e depois ondas de frio muito fortes ocorreram, e nesses anos que eu citei, apenas da metade de junho pra frente, o que tá mais estranho este ano não é falta de ondas de frio em si, mas o calor acima da média do Paraná pra cima, e com isso as enchentes no Rio Grande do Sul, pra amanhã temos previsão de 17 C a 27 C em Cuiabá e 16 C a 27 C em Primavera, a primeira frente fria do ano, ainda fraca, mas MPs fracas são normais em maio. 

Edited by Leandro A M Leite
  • Like 11
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Buenas noches, máxima de 13,9°C en la estación Prado de Montevideo.

Maxima de poco mas de 14°C en la estación Melilla.

 

Jornada fría, nubosa, soleada.

 

Actualmente, a las 20hrs, tenemos una noche fría, bastante diferencia entre la zona costera y los barrios de la zona norte de la ciudad, 12°C en la estación Prado, 8,3°C en la estación Melilla.

 

Probablemente debido al viento costero bastante fuerte, que impide a la temperatura bajar, pero, a su vez, disminuye la sensación térmica.

 

Rajadas (rachas) de 19km/h en la estación Prado y totalmente calmado en la estación Melilla ( 0km/h ).

Mas de 4°C de diferencia de temperatura.

Lavalleja registra 6,7°C .

 

imagen.png.a047ba078c9b52d4e3d8d5fb585d526a.png

 

imagen.png.aa102d5aed35d3be4eb09a96ff4e0243.png

 

imagen.png.e660af2c317ab71698b5a4082736c2bb.png

Edited by PabloMQL
  • Like 7
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Atenção: Hoje o INMET-JF anotou máxima de 29,5°C. Essa é a SEGUNDA MAIOR máxima já registrada para Maio na série 73-2024, somente perde para os 29,7°C do dia 01/05/2003.

 

Vale lembrar que estou atualmente usando os dados da estação automática, que fica ao lado da convencional. 

  • Like 2
  • Thanks 4
  • Sad 6
Link to comment
Share on other sites

Se fosse levar em consideração os dados da estação CONVENCIONAL, Maio-24 já superou o recorde anotado pela estação CONVENCIONAL em Maio-2003 duas vezes. Porém eu não estou confiando muito na convencional ultimamente, por isso uso só a automática. 

  • Like 9
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 20:31, Renan disse:

Atenção: Hoje o INMET-JF anotou máxima de 29,5°C. Essa é a SEGUNDA MAIOR máxima já registrada para Maio na série 73-2024, somente perde para os 29,7°C do dia 01/05/2003.

 

Vale lembrar que estou atualmente usando os dados da estação automática, que fica ao lado da convencional. 

Maio de 1941, quando tivemos bloqueio forte e registros muito elevados na primeira quinzena do mês e uma certa normalidade após a segunda quinzena.

Alguns números se repetem bastante pois os registros numéricos (pelo menos a maioria deles) são pares e não sei o motivo dessa particularidade mas desconfio que seja devido ao termômetro q utilizavam antigamente (de mercúrio, sem muita definição visual - eu disse "desconfio", fique bem claro).

Screenshot_20240513-203654.thumb.png.185b6a898972e6918a286a798db3ccfd.png

(Ignorem parcialmente a formatação das cores nas duas últimas caixas da tabela (das médias) de Jacarezinho, não percebi q utilizei outra fórmula e ficou bem estranho.. não vou arrumar/os registros estão corretos, isso q importa).

Juiz de fora apresentou 10 máximas igual ou superior à 30°C, imagino q seja um número elevadíssimo, mas não conheço os registros históricos, portanto só imagino.

A mínima absoluta de 6,8°C foi sob estabilidade como reflexo da massa polar envelhecida q por sorte não se tornou um novo bloqueio no Sudeste: comprovado este fato pelos registros sequentes, com as menores máximas acontecendo no local. Novamente um pequeno período de estabilidade pós frontal (e eu jamais me arriscaria a insinuar q se tratou de uma pequena era do gelo juizforana, pois seria exagero) gerou uma mínima de 5,2°C no dia 2/6, a menor até então.

Jacarezinho fica no norte paranaense e apresentou também, à exemplo de JF máximas atingindo um patamar muito acima do comum, chegando a absoluta a atingir os 34,8°C por duas vezes, lá no comecinho do mês. 

Como nas demais áreas do Estado, o bloqueio foi quebrado no dia 15, quando uma frente fria adentrou na Região Sul derrubando as temperaturas e deixando o clima mais condizente com o q se espera nesse período (não tão frio como deveria ser no final do outono, mas frio o suficiente para formação de geada nos planaltos mais altos do Estado, principalmente nas áreas de baixada). Nesse primeiro evento a cidade de Ponta Grossa registrou 1,0°C (q poderia na verdade ser tanto 0,9°C quanto 1,1°C/problema da resolução do termômetro antigo). Também há 29,9°C de máxima na cidade, algo q acredito ser muito incomum. Seria um recorde lá? Não tenho meios de saber, ainda não.

*Só uma pequena explicação sobre as mínimas em Jacarezinho: a estação ficava muito provavelmente numa baixada, acredito q não tão profunda quanto a que há em Rancharia/SP mas ainda assim boa o suficiente para bons registros noturnos, sobretudo nesse período que teve muita estabilidade atmosférica. Então vc irá perceber ali que tem muitos altos e baixos na coluna das mínimas (uma noite venta bastante: mínima alta, outra noite não há vento: mínima menor), e assim vai.

Guarapuava apresentou 3 máximas bem legais, bem de inverno mesmo e quem vivia na época naquela região deve ter sentido bastante a mudança, de um calor aconchegante (mas atípico) para um frio mais intenso. Não teve negativas em nenhum dos dois eventos pós bloqueio, no entanto o problema alí é a localização da estação em topo. Basta comparar com os registros de Ponta Grossa (cidade um pouco menos fria que Guarapuava) pra ver q o potencial de frio não foi registrado adequadamente, mas isso nem é de se estranhar, pois basta ver estações como Xanxerê/Caçador/Palmas... e entender que o passado glorioso dessas e outras cidades vai sendo apagado pelos novos locais onde estão sendo feitos os registros oficiais (graças à pessoas como muitos daqui do fórum q hoje temos novamente estações em locais bacanas e mostrando que nem tudo está perdido).

Bem, está chovendo um pouco e vou voltar aos meus afazeres. Tenho tabelado os meus próprios registros e ainda quero assistir alguns vídeos no YouTube e sei lá mais o q.

Edited by Carlos Campos
  • Like 10
  • Thanks 6
Link to comment
Share on other sites

Hoje felizmente a chuva foi fraca com garoa e a temperatura oscilando entre 15.3 e 19.3 graus.

Amanhã a temperatura máxima deve ficar entre 14/15 graus por aqui, nos 7 quarta feira e prometido 5 na quinta. O GFS nublaria com chuva quinta a tarde não ultrapassando 12 graus, com outro pulso de ar frio no final de semana por euro e GFS, mas chovendo moderado quinta e sexta.

Edited by Edison Bocorny Jr
  • Like 8
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Esses termômetros de estações meteorológicas variam bastante.

No IAG, os que vi quando lá estive eram graduados de 0,2 em 0,2°C e os valores ímpares é quando o filamento do termômetro está entre 2 "risquinhos".

Já vi termômetros graduados de 0,1 em 0,1°C.

E também já vi de 0,5 em 0,5° mas com um espaço maior entre as marcas, de modo que, com um pouco de prática, não é difícil estimar 0,2 e (Com mais prática) até 0,1°C.

 

-------------

 

Para não fugir do monitoramento, mais do mesmo em Sampa...

Mínima bizarra para um mês de maio no Mirante, talvez por causa dos ventos de NO, que estiveram presentes já na madrugada, permanecendo durante todo o período diurno.

 

Maiores rajadas,

Mirante: 52,2 km/h

Interlagos: 48,9 km/h

Aeroporto de Congonhas: 53,7 km/h

 

Mirante (Aut): 22,4°C / 29,8°C

Interlagos: 18,2°C / 30,7°C

IAG: 17,1°C / 30,7°C

 

  • Like 8
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 21:23, Carlos Campos disse:

Maio de 1941, quando tivemos bloqueio forte e registros muito elevados na primeira quinzena do mês e uma certa normalidade após a segunda quinzena.

Alguns números se repetem bastante pois os registros numéricos (pelo menos a maioria deles) são pares e não sei o motivo dessa particularidade mas desconfio que seja devido ao termômetro q utilizavam antigamente (de mercúrio, sem muita definição visual - eu disse "desconfio", fique bem claro).

Screenshot_20240513-203654.thumb.png.185b6a898972e6918a286a798db3ccfd.png

(Ignorem parcialmente a formatação das cores nas duas últimas caixas da tabela (das médias) de Jacarezinho, não percebi q utilizei outra fórmula e ficou bem estranho.. não vou arrumar/os registros estão corretos, isso q importa).

Juiz de fora apresentou 10 máximas igual ou superior à 30°C, imagino q seja um número elevadíssimo, mas não conheço os registros históricos, portanto só imagino.

A mínima absoluta de 6,8°C foi sob estabilidade como reflexo da massa polar envelhecida q por sorte não se tornou um novo bloqueio no Sudeste: comprovado este fato pelos registros sequentes, com as menores máximas acontecendo no local. Novamente um pequeno período de estabilidade pós frontal (e eu jamais me arriscaria a insinuar q se tratou de uma pequena era do gelo juizforana, pois seria exagero) gerou uma mínima de 5,2°C no dia 2/6, a menor até então.

Jacarezinho fica no norte paranaense e apresentou também, à exemplo de JF máximas atingindo um patamar muito acima do comum, chegando a absoluta a atingir os 34,8°C por duas vezes, lá no comecinho do mês. 

Como nas demais áreas do Estado, o bloqueio foi quebrado no dia 15, quando uma frente fria adentrou na Região Sul derrubando as temperaturas e deixando o clima mais condizente com o q se espera nesse período (não tão frio como deveria ser no final do outono, mas frio o suficiente para formação de geada nos planaltos mais altos do Estado, principalmente nas áreas de baixada). Nesse primeiro evento a cidade de Ponta Grossa registrou 1,0°C (q poderia na verdade ser tanto 0,9°C quanto 1,1°C/problema da resolução do termômetro antigo). Também há 29,9°C de máxima na cidade, algo q acredito ser muito incomum. Seria um recorde lá? Não tenho meios de saber, ainda não.

*Só uma pequena explicação sobre as mínimas em Jacarezinho: a estação ficava muito provavelmente numa baixada, acredito q não tão profunda quanto a que há em Rancharia/SP mas ainda assim boa o suficiente para bons registros noturnos, sobretudo nesse período que teve muita estabilidade atmosférica. Então vc irá perceber ali que tem muitos altos e baixos na coluna das mínimas (uma noite venta bastante: mínima alta, outra noite não há vento: mínima menor), e assim vai.

Guarapuava apresentou 3 máximas bem legais, bem de inverno mesmo e quem vivia na época naquela região deve ter sentido bastante a mudança, de um calor aconchegante (mas atípico) para um frio mais intenso. Não teve negativas em nenhum dos dois eventos pós bloqueio, no entanto o problema alí é a localização da estação em topo. Basta comparar com os registros de Ponta Grossa (cidade um pouco menos fria que Guarapuava) pra ver q o potencial de frio não foi registrado adequadamente, mas isso nem é de se estranhar, pois basta ver estações como Xanxerê/Caçador/Palmas... e entender que o passado glorioso dessas e outras cidades vai sendo apagado pelos novos locais onde estão sendo feitos os registros oficiais (graças à pessoas como muitos daqui do fórum q hoje temos novamente estações em locais bacanas e mostrando que nem tudo está perdido).

Bem, está chovendo um pouco e vou voltar aos meus afazeres. Tenho tabelado os meus próprios registros e ainda quero assistir alguns vídeos no YouTube e sei lá mais o q.

 

Vou colar esse artigo no ChatGPT e pedir um resumo

 

 

 

EDIT: pronto, isso que é a versão grátis kkk

 

O texto descreve os registros climáticos de maio de 1941, destacando um bloqueio atmosférico no início do mês seguido por uma normalização. Algumas cidades como Juiz de Fora e Jacarezinho registraram temperaturas extremas, enquanto Guarapuava teve mudanças significativas de calor para frio. O autor também comenta sobre a localização das estações meteorológicas e a influência nos registros.

Edited by Eclipse POA
  • Haha 16
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 21:23, Carlos Campos disse:

Maio de 1941, quando tivemos bloqueio forte e registros muito elevados na primeira quinzena do mês e uma certa normalidade após a segunda quinzena.

Alguns números se repetem bastante pois os registros numéricos (pelo menos a maioria deles) são pares e não sei o motivo dessa particularidade mas desconfio que seja devido ao termômetro q utilizavam antigamente (de mercúrio, sem muita definição visual - eu disse "desconfio", fique bem claro).

Screenshot_20240513-203654.thumb.png.185b6a898972e6918a286a798db3ccfd.png

(Ignorem parcialmente a formatação das cores nas duas últimas caixas da tabela (das médias) de Jacarezinho, não percebi q utilizei outra fórmula e ficou bem estranho.. não vou arrumar/os registros estão corretos, isso q importa).

Juiz de fora apresentou 10 máximas igual ou superior à 30°C, imagino q seja um número elevadíssimo, mas não conheço os registros históricos, portanto só imagino.

A mínima absoluta de 6,8°C foi sob estabilidade como reflexo da massa polar envelhecida q por sorte não se tornou um novo bloqueio no Sudeste: comprovado este fato pelos registros sequentes, com as menores máximas acontecendo no local. Novamente um pequeno período de estabilidade pós frontal (e eu jamais me arriscaria a insinuar q se tratou de uma pequena era do gelo juizforana, pois seria exagero) gerou uma mínima de 5,2°C no dia 2/6, a menor até então.

Jacarezinho fica no norte paranaense e apresentou também, à exemplo de JF máximas atingindo um patamar muito acima do comum, chegando a absoluta a atingir os 34,8°C por duas vezes, lá no comecinho do mês. 

Como nas demais áreas do Estado, o bloqueio foi quebrado no dia 15, quando uma frente fria adentrou na Região Sul derrubando as temperaturas e deixando o clima mais condizente com o q se espera nesse período (não tão frio como deveria ser no final do outono, mas frio o suficiente para formação de geada nos planaltos mais altos do Estado, principalmente nas áreas de baixada). Nesse primeiro evento a cidade de Ponta Grossa registrou 1,0°C (q poderia na verdade ser tanto 0,9°C quanto 1,1°C/problema da resolução do termômetro antigo). Também há 29,9°C de máxima na cidade, algo q acredito ser muito incomum. Seria um recorde lá? Não tenho meios de saber, ainda não.

*Só uma pequena explicação sobre as mínimas em Jacarezinho: a estação ficava muito provavelmente numa baixada, acredito q não tão profunda quanto a que há em Rancharia/SP mas ainda assim boa o suficiente para bons registros noturnos, sobretudo nesse período que teve muita estabilidade atmosférica. Então vc irá perceber ali que tem muitos altos e baixos na coluna das mínimas (uma noite venta bastante: mínima alta, outra noite não há vento: mínima menor), e assim vai.

Guarapuava apresentou 3 máximas bem legais, bem de inverno mesmo e quem vivia na época naquela região deve ter sentido bastante a mudança, de um calor aconchegante (mas atípico) para um frio mais intenso. Não teve negativas em nenhum dos dois eventos pós bloqueio, no entanto o problema alí é a localização da estação em topo. Basta comparar com os registros de Ponta Grossa (cidade um pouco menos fria que Guarapuava) pra ver q o potencial de frio não foi registrado adequadamente, mas isso nem é de se estranhar, pois basta ver estações como Xanxerê/Caçador/Palmas... e entender que o passado glorioso dessas e outras cidades vai sendo apagado pelos novos locais onde estão sendo feitos os registros oficiais (graças à pessoas como muitos daqui do fórum q hoje temos novamente estações em locais bacanas e mostrando que nem tudo está perdido).

Bem, está chovendo um pouco e vou voltar aos meus afazeres. Tenho tabelado os meus próprios registros e ainda quero assistir alguns vídeos no YouTube e sei lá mais o q.

 

Pelo amor do deus ruivo e depilado da Polinésia, usa uns parágrafo ae tio

  • Haha 12
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 21:23, Carlos Campos disse:

Maio de 1941, quando tivemos bloqueio forte e registros muito elevados na primeira quinzena do mês e uma certa normalidade após a segunda quinzena.

Alguns números se repetem bastante pois os registros numéricos (pelo menos a maioria deles) são pares e não sei o motivo dessa particularidade mas desconfio que seja devido ao termômetro q utilizavam antigamente (de mercúrio, sem muita definição visual - eu disse "desconfio", fique bem claro).

Screenshot_20240513-203654.thumb.png.185b6a898972e6918a286a798db3ccfd.png

(Ignorem parcialmente a formatação das cores nas duas últimas caixas da tabela (das médias) de Jacarezinho, não percebi q utilizei outra fórmula e ficou bem estranho.. não vou arrumar/os registros estão corretos, isso q importa).

Juiz de fora apresentou 10 máximas igual ou superior à 30°C, imagino q seja um número elevadíssimo, mas não conheço os registros históricos, portanto só imagino.

A mínima absoluta de 6,8°C foi sob estabilidade como reflexo da massa polar envelhecida q por sorte não se tornou um novo bloqueio no Sudeste: comprovado este fato pelos registros sequentes, com as menores máximas acontecendo no local. Novamente um pequeno período de estabilidade pós frontal (e eu jamais me arriscaria a insinuar q se tratou de uma pequena era do gelo juizforana, pois seria exagero) gerou uma mínima de 5,2°C no dia 2/6, a menor até então.

Jacarezinho fica no norte paranaense e apresentou também, à exemplo de JF máximas atingindo um patamar muito acima do comum, chegando a absoluta a atingir os 34,8°C por duas vezes, lá no comecinho do mês. 

Como nas demais áreas do Estado, o bloqueio foi quebrado no dia 15, quando uma frente fria adentrou na Região Sul derrubando as temperaturas e deixando o clima mais condizente com o q se espera nesse período (não tão frio como deveria ser no final do outono, mas frio o suficiente para formação de geada nos planaltos mais altos do Estado, principalmente nas áreas de baixada). Nesse primeiro evento a cidade de Ponta Grossa registrou 1,0°C (q poderia na verdade ser tanto 0,9°C quanto 1,1°C/problema da resolução do termômetro antigo). Também há 29,9°C de máxima na cidade, algo q acredito ser muito incomum. Seria um recorde lá? Não tenho meios de saber, ainda não.

*Só uma pequena explicação sobre as mínimas em Jacarezinho: a estação ficava muito provavelmente numa baixada, acredito q não tão profunda quanto a que há em Rancharia/SP mas ainda assim boa o suficiente para bons registros noturnos, sobretudo nesse período que teve muita estabilidade atmosférica. Então vc irá perceber ali que tem muitos altos e baixos na coluna das mínimas (uma noite venta bastante: mínima alta, outra noite não há vento: mínima menor), e assim vai.

Guarapuava apresentou 3 máximas bem legais, bem de inverno mesmo e quem vivia na época naquela região deve ter sentido bastante a mudança, de um calor aconchegante (mas atípico) para um frio mais intenso. Não teve negativas em nenhum dos dois eventos pós bloqueio, no entanto o problema alí é a localização da estação em topo. Basta comparar com os registros de Ponta Grossa (cidade um pouco menos fria que Guarapuava) pra ver q o potencial de frio não foi registrado adequadamente, mas isso nem é de se estranhar, pois basta ver estações como Xanxerê/Caçador/Palmas... e entender que o passado glorioso dessas e outras cidades vai sendo apagado pelos novos locais onde estão sendo feitos os registros oficiais (graças à pessoas como muitos daqui do fórum q hoje temos novamente estações em locais bacanas e mostrando que nem tudo está perdido).

Bem, está chovendo um pouco e vou voltar aos meus afazeres. Tenho tabelado os meus próprios registros e ainda quero assistir alguns vídeos no YouTube e sei lá mais o q.

 

Carlos, o textão me deu medo mas eu li. Ótimos registros que você pegou aí.

 

Importante: Em 1941 a estação daqui estava em baixada a 700m +-, no centro da cidade. Impossível comparar com os dados atuais, portanto.

 

De toda forma, esses valores da primeira quinzena são sim extremos, e fica muito evidente como o bloqueio naquele ano também foi bizarro, porém, PORÉÉÉÉMMMMMM, ELE CEDEU NA SEGUNDA QUINZENA, E AGORA EM 2024 PARECE QUE ELE VAI DURAR O MÊS TODO.

 

 

  • Like 4
  • Thanks 2
  • Sad 6
Link to comment
Share on other sites

Em 13/05/2024 em 22:14, Renan disse:

 

Carlos, o textão me deu medo mas eu li. Ótimos registros que você pegou aí.

 

Importante: Em 1941 a estação daqui estava em baixada a 700m +-, no centro da cidade. Impossível comparar com os dados atuais, portanto.

 

De toda forma, esses valores da primeira quinzena são sim extremos, e fica muito evidente como o bloqueio naquele ano também foi bizarro, porém, PORÉÉÉÉMMMMMM, ELE CEDEU NA SEGUNDA QUINZENA, E AGORA EM 2024 PARECE QUE ELE VAI DURAR O MÊS TODO.

 

 

 

Eu levei 3 minutos pra terminar de rolar a página, mas valeu a pena, também li tudo e achei super interessante o relato do @Carlos Campos. Recomendo que todos leiam inteiro (e não soh o resumo do ChatGPT kk)

  • Haha 9
Link to comment
Share on other sites

Mudança no tempo finalmente chegando em São Paulo!

 

Ventos passam a soprar de sul no aeroporto de Congonhas e a temperatura chegou a cair 4 graus na última hora. De 26 graus às 9 horas da noite para 22 graus às 10 horas da noite. A URA subiu para 69%.

Por aqui, o céu se encheu de nuvens. Porém, não se tratam daquelas nuvens baixas típicas de ventos de sul, mas sim de cúmulos.

  • Like 6
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Boa noite! Buenos Aires hoje:

Mínima: 5°C
Máxima: 14,2°C

Dia de muito frio, apesar do sol o dia todo, com algumas poucas nuvens à tarde.

Agora temos céu limpo, apenas 8,3°C com sensacao térmica de 7,7°C pelo vento oeste a 5 km/h. A URA é de 74%. Na Grande Buenos Aires, já há zonas abaixo dos 5 graus.

Para amanha, o SMN indica condicoes como as de hoje: sol, poucas nuvens e variacao entre 5 e 14°C. O sol nasce às 7h39 e comeca a se por antes das 18h, às 17h59.

  • Like 8
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

On 5/13/2024 at 9:23 PM, Carlos Campos said:

Maio de 1941, quando tivemos bloqueio forte e registros muito elevados na primeira quinzena do mês e uma certa normalidade após a segunda quinzena.

Alguns números se repetem bastante pois os registros numéricos (pelo menos a maioria deles) são pares e não sei o motivo dessa particularidade mas desconfio que seja devido ao termômetro q utilizavam antigamente (de mercúrio, sem muita definição visual - eu disse "desconfio", fique bem claro).

Screenshot_20240513-203654.thumb.png.185b6a898972e6918a286a798db3ccfd.png

(Ignorem parcialmente a formatação das cores nas duas últimas caixas da tabela (das médias) de Jacarezinho, não percebi q utilizei outra fórmula e ficou bem estranho.. não vou arrumar/os registros estão corretos, isso q importa).

Juiz de fora apresentou 10 máximas igual ou superior à 30°C, imagino q seja um número elevadíssimo, mas não conheço os registros históricos, portanto só imagino.

A mínima absoluta de 6,8°C foi sob estabilidade como reflexo da massa polar envelhecida q por sorte não se tornou um novo bloqueio no Sudeste: comprovado este fato pelos registros sequentes, com as menores máximas acontecendo no local. Novamente um pequeno período de estabilidade pós frontal (e eu jamais me arriscaria a insinuar q se tratou de uma pequena era do gelo juizforana, pois seria exagero) gerou uma mínima de 5,2°C no dia 2/6, a menor até então.

Jacarezinho fica no norte paranaense e apresentou também, à exemplo de JF máximas atingindo um patamar muito acima do comum, chegando a absoluta a atingir os 34,8°C por duas vezes, lá no comecinho do mês. 

Como nas demais áreas do Estado, o bloqueio foi quebrado no dia 15, quando uma frente fria adentrou na Região Sul derrubando as temperaturas e deixando o clima mais condizente com o q se espera nesse período (não tão frio como deveria ser no final do outono, mas frio o suficiente para formação de geada nos planaltos mais altos do Estado, principalmente nas áreas de baixada). Nesse primeiro evento a cidade de Ponta Grossa registrou 1,0°C (q poderia na verdade ser tanto 0,9°C quanto 1,1°C/problema da resolução do termômetro antigo). Também há 29,9°C de máxima na cidade, algo q acredito ser muito incomum. Seria um recorde lá? Não tenho meios de saber, ainda não.

*Só uma pequena explicação sobre as mínimas em Jacarezinho: a estação ficava muito provavelmente numa baixada, acredito q não tão profunda quanto a que há em Rancharia/SP mas ainda assim boa o suficiente para bons registros noturnos, sobretudo nesse período que teve muita estabilidade atmosférica. Então vc irá perceber ali que tem muitos altos e baixos na coluna das mínimas (uma noite venta bastante: mínima alta, outra noite não há vento: mínima menor), e assim vai.

Guarapuava apresentou 3 máximas bem legais, bem de inverno mesmo e quem vivia na época naquela região deve ter sentido bastante a mudança, de um calor aconchegante (mas atípico) para um frio mais intenso. Não teve negativas em nenhum dos dois eventos pós bloqueio, no entanto o problema alí é a localização da estação em topo. Basta comparar com os registros de Ponta Grossa (cidade um pouco menos fria que Guarapuava) pra ver q o potencial de frio não foi registrado adequadamente, mas isso nem é de se estranhar, pois basta ver estações como Xanxerê/Caçador/Palmas... e entender que o passado glorioso dessas e outras cidades vai sendo apagado pelos novos locais onde estão sendo feitos os registros oficiais (graças à pessoas como muitos daqui do fórum q hoje temos novamente estações em locais bacanas e mostrando que nem tudo está perdido).

Bem, está chovendo um pouco e vou voltar aos meus afazeres. Tenho tabelado os meus próprios registros e ainda quero assistir alguns vídeos no YouTube e sei lá mais o q.

Interessantíssimo esses dados. Isto mostra que o padrão atmosférico que estamos passando agora, é muito semelhante à de Maio de 1941. Tanto pelas enchentes no RS, quanto nas temperaturas daqui da região. A diferença é que esse bloqueio de agora, seria uma versão potencializada pelas mudanças climáticas.

 

  • Like 4
  • Thanks 6
Link to comment
Share on other sites

☁️☁️☁️🌧️⛈️

 

Máxima: 34,84°C em Garuva/São João Abaixo

Mínima até o momento: 5,9°C no Morro da Igreja

Menor máxima até o momento: 14,8°C no Morro da Igreja

Rajada máxima: 73,4 km/h em Laguna/Cabo de Santa Marta

Precipitação máxima até o momento: 52,6 mm↑ em Urubici/Serra do Corvo Branco

 

> Após um final de madrugada e começo de manhã muito quente, esquentou pouco no norte catarinense. Garuva ainda conseguiu um pico de calor no começo da tarde. No Vale do Itajaí foi abafado, mas bem menos, com máximas de 24°C/26°C.

 

> Tempo fechado em todo o estado, com chuva em todo o centro-leste.

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

  • Renan locked, unpinned and unfeatured this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.