Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Abril/2022


Recommended Posts

Em 21/04/2022 em 22:10, Leandro Leite disse:

Por que ondas de frio no HN não chegam com força na latitude 15 N como chegam em latitudes até mais baixas que 15 S na América do Sul, mesmo esfriando bem mais que o Sul do Brasil em latitudes análogas nos EUA e China? A explicação está na velha retórica  da continentalidade, vamos começar pelas Américas, o Continente Americano tem muito pouca terra na latitude 15, resumidas a 3 pequenos países, Guatemala, Honduras e Belize, exprimidos entre o Atlântico e o Pacífico, as MPs procedentes do Canadá perdem forças com tanta água do Golfo do México e as montanhas mexicanas também não ajudam muito, na Ásia a latitude 15 se dá em três penínsulas, a Arábica, a Indiana e a da Indochina, de uma pra outra atravessamos o Mar da Arábia e o Golfo de Bengala no Oceano Índico, na Índia o Himalaia bloqueia as MPs siberianas, que são desviadas pro leste da China e com isso lá esfria bem mais em latitudes correspondentes ao Sul e parte do Sudeste, mas o Mar da China enfraquece o frio, tal como o Golfo do México, com isso as MPs perdem muita força na Península da Indochina, Bangkok, quase 14 N, registra 15 C em ondas de frio com potencial histórico, e fica quase na latitude de Tangará da Serra, que chega a 7 C com garoa e neblina, ano passado teve 6,X C com céu nublado na Chapada dos Parecis em PWSs na latitude 14 S. 

 

Copiei e colei do tópico ''Bate papo sobre meteorologia...'', porém ninguém deu like e nem comentou, coloquei aqui, pois gostaria que comentassem sobre isso. 

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

Em 21/04/2022 em 17:43, Felipe S Monteiro disse:

Perfeito 😍

Simplesmente perfeito sim, Felipe. 

Ficar tão próximo ao topo da nossa Região e poder observar essas coisas, faz valer a pena o trabalho e o cansaço. 

Ao fundo, à direita o Pico Paraná às 6h30 da manhã 👇AirBrush_20220421224725.thumb.jpg.fa23a406b9cf015a7444b6c60331cba2.jpg

(Se vc virar o celular e olhar a foto 👆 com o canto direito para cima e olhar o formato das montanha, verá um homem deitado 🤔...  o Pico Paraná seria o nariz "desse homem ").

Cansaço de 8h de caminhada no barro, correndo alguns riscos, principalmente no escuro. Por volta de 1h da manhã, durante a subida nós nos deparamos com um filhote de Jaguatirica cruzando a trilha enlameada. Havia muito barro em quase todo o trajeto e foi bem complicado desta vez, pq choveu bastante na área na última semana, não tanto em volume mas foi chuva constante. AirBrush_20220421224151.thumb.jpg.bca12ecbb1d1a009153aafe59790233a.jpg

O visual, como falei anteriormente valeu muito o esforço.  Lá em cima, na cota dos 1.700 m fazia 9°C num local abrigado do vento. Na vez anterior em q eu fui, estávamos em período de estiagem e quase não havia tanto barro.

O "mar de nuvens" q aparece, está numa altura aproximada de 1.300 m, a barraca à  1.703 m e os topos das montanhas superam os 1.800 m, chegando à quase 1.900 m no caso do P.Paraná 👇

20220421_164649.gif.0e0e624be709859dca68513f945d18a8.gif

 

Sobre essa instabilidade q cruzou o estado, segundo o Simepar em Marechal Cândido Rondon o vento atingiu apenas 64 km/h mas pela imagem q vc publicou, deve ter superado em muito esse valor em algum ponto específico.  É uma célula incrível. 

Aqui tivemos há pouco um temporal com descargas atmosféricas fortes (22h) e acordei no susto. Fui dormir cedo, muito cansado e só despertei com a chegada do mau tempo. A imagem mostra a instabilidade chegando em Piraquara e região de Curitiba. product6.jpeg.777db39e7bdb8351ba2822893e26a873.jpeg

Eu não esperava q viesse até aqui. Foi realmente uma surpresa e tanto, mas durou somente 10 minutos. 

Variação hoje na minha estação 13,4/25,1°C.

  • Like 20
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Em 21/04/2022 em 23:20, Leandro Leite disse:

Eu comentei no tópico da América do Norte sobre Cóban na Guatemala, que tem 1300 m, e fica na latitude 15 N, o que dá por analogia os pontos mais altos do Distrito Federal, lá consegue ter máximas sub-15 no inverno, destaque para uma máxima de 10 C em 2010, e Brasília não, porém na mesma latitude no Mato Grosso esfria até mais em Chapada dos Guimarães e Serra de São Vicente com cerca de 800 m, a exemplo duma máxima de 9 C também em 2010, isso mostra que a América do Sul não tem paralelos quando o assunto é frio nas baixas latitudes. 

Fico imaginando se a Argentina tivesse mais território e se a serra do mar fosse mais alta como a cordilheira ia "enclausurar" a MP em um corredor desembocando no nordeste

 

  • Like 12
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 21/04/2022 em 19:23, jrmartinisp disse:

Quando cinzas vulcânicas chegam a estratosfera demora alguns anos para se dissipar

 

Apesar de esta erupção contribuir muito pouco para um possível resfriamento, não deixa de ser um fator a mais, há uma certa imprevisibilidade visto que isto é mais levado em consideração por modelos atmosféricos quando acontece no hemisfério norte.

 

Além da la niña o atlântico está com tendência de esfriar mais, se isto se confirmar vai ajudar muito, e geralmente em anos seguidos de la niña o "segundo" ano tem mais influência, aí só falta a AAO atuar na hora certa.

 

Nem ano passado tinha tantos fatores a favor do frio, se este ano for um fiasco realmente temos um problema sério e ficarei preocupado do potencial calor que pode acontecer quando um el nino mais forte vier somado a um atlântico mais aquecido.

 

Mas dificilmente um inverno será bom em todos os meses é bom o frio ficar "represado" agora e as porteiras se abrirem entre o fim de junho e julho quando o sol. estiver o mais longe possível para atrapalhar.

 

As Grandes ondas de frio  que fazem história sempre aconteceram da segunda quinzena de junho em diante.

 

 

https://visornoticias.com.br/estudo-preve-leve-resfriamento-na-america-do-sul-apos-erupcao-de-vulcao/

 

Boas observações. 

Sobre um outro post seu, concordo também com a preferência por dias de frio menos rigorosos quanto à extremos, porém mais constantes. Pq para o interior de São Paulo, o inverso disso se traduz em estiagem e consequentemente dias de máximas elevadas por muitos e muitos dias. Também a poluição é claro.

Mas aqui pra Piraquara eu aprecio mais os dias muito frios seguidos de tardes com um pouco de calor. Eu gosto do Sol. Aqui não temos muito, como aí..

  • Like 10
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Ontem a máxima chegou aos 30°C depois de não atingir a mesma desde o dia 10 deste mês (a variação do dia foi de 18,3°C / 30,3°C). Até agora, só tivemos 5 máximas acima dos 30°C neste abril, e até por conta disto, estamos com uma anomalia de -2,0°C nas máximas.

 

Como já foi comentado amplamente, a tendência para os próximos dias é de calor, mas não sei serão suficientes para reverter a anomalia:

image.png.430751f52d73a291346ec26c42f5f21a.png

Hoje amanheceu com mínima de 19,4°C e chuva. Imagem do radar do Simepar às 10:10:

image.png.31fc80f76a824a9b85b0546bb17e7c75.png

 

E de satélite atual (10:30):

image.png.0e462a5b062ab88be4f8cee311b12f43.png

 

Neste momento faz 22,2°C | 95,9%. Acredito que se o sol não der as caras, dificilmente chegaremos perto dos 28°C como é previsto.

 

  • Like 13
Link to comment
Share on other sites

On 4/22/2022 at 4:38 AM, jrmartinisp said:

Fico imaginando se a Argentina tivesse mais território e se a serra do mar fosse mais alta como a cordilheira ia "enclausurar" a MP em um corredor desembocando no nordeste

 

 

En tiempos historicamente recientes, 30.000 años, el nordeste brasileño recibia recibia frentes frios tan potentes como para que la temperatura de lo que hoy es Rondonia fuera comparable a la de Porto Alegre, eso esta señalizado en los fosiles botanicos de la epoca, con especies que hoy solo se encuentran en los Andes a miles de kilometros.

 

https://revistapesquisa.fapesp.br/resquicios-dos-andes-na-amazonia/

Edited by PabloMQL
  • Like 12
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Bom dia. Terminei a leitura de um artigo bem interessante sobre a neve em Palmas- PR. Compartilho com os amigos do fórum:

https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/86528/carvalhojunior_ij_me_rcla.pdf?sequence=1

 

Resumo do artigo:

 

Este trabalho, que tem como foco de estudo o município de Palmas/PR, tem como objetivo realizar um levantamento histórico-documental contextualizado dos episódios de frio intenso e neve nessa localidade e avançar na compreensão da dinâmica atmosférica responsável pela ocorrência desse hidrometeoro. Este trabalho adquire importância geográfica na medida em que a precipitação nival representa um fenômeno meteorológico de grande impacto no espaço geográfico. O clima de Palmas foi caracterizado sob o ponto de vista da climatologia dinâmica, focalizando a variabilidade interanual e sazonal de seus elementos. Os resultados finais foram alcançados por meio da análise de sete episódios excepcionais de neve, fazendo uso de cartas sinóticas, imagens de satélite e gráficos de análise rítmica. Também foi possível estimar a distribuição espacial das principais nevadas do período analisado e definir o limite norte da ocorrência de neve na Região Sul. Fazendo uso de uma longa série temporal (1923 – 2000), foi possível reconstruir os episódios, dimensionando-os e caracterizando-os do ponto de vista de seus impactos sócio-econômicos. Espera-se, por conseguinte, que esta dissertação possa servir de subsídio para futuras pesquisas sobre a ocorrência de neve na Região Sul, particularmente em Palmas, e também para aqueles interessados num estudo da dinâmica atmosférica da Região Sul durante os meses mais frios do ano.
 

  • Like 11
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 21/04/2022 em 23:32, Carlos Campos disse:

 👇

Sobre essa instabilidade q cruzou o estado, segundo o Simepar em Marechal Cândido Rondon o vento atingiu apenas 64 km/h mas pela imagem q vc publicou, deve ter superado em muito esse valor em algum ponto específico.  É uma célula incrível. 

Aqui tivemos há pouco um temporal com descargas atmosféricas fortes (22h) e acordei no susto. Fui dormir cedo, muito cansado e só despertei com a chegada do mau tempo. A imagem mostra a instabilidade chegando em Piraquara e região de Curitiba. product6.jpeg.777db39e7bdb8351ba2822893e26a873.jpeg

Eu não esperava q viesse até aqui. Foi realmente uma surpresa e tanto, mas durou somente 10 minutos. 

Variação hoje na minha estação 13,4/25,1°C.

Essa supercélula e uma outra estavam bem severas, até apresentando um Hook Echo, mas pelo o que parece, não passaram em cheio na cidade, e sim um pouco mais ao sul.

IMG_20220422_112344.thumb.jpg.2104275b85ec88db90ac7aa07b1878f1.jpg

  • Like 11
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Em 22/04/2022 em 10:02, PabloMQL disse:

 

En tiempos historicamente recientes, 30.000 años, el nordeste brasileño recibia recibia frentes frios tan potentes como para que la temperatura de lo que hoy es Rondonia fuera comparable a la de Porto Alegre, eso esta señalizado en los fosiles botanicos de la epoca, con especies que hoy solo se encuentran en los Andes a miles de kilometros.

 

https://revistapesquisa.fapesp.br/resquicios-dos-andes-na-amazonia/

Será que já nevou no Mato Grosso?

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Em 21/04/2022 em 20:33, Luide Luckmann disse:

Junho de: 1967/1978/1979/1985/1988/2016 vendo isso:

Ver a imagem de origem

Todos esses anos tiveram ondas de frio fortes no início de junho, sendo que em 1979 e 1985 foram extremamente históricas. Em 9/6/1967 foi registrado -8°C em Guarapuava no PR. Em 5/6/1978 -3,7°C em Curitiba. Em 10/6/85 3,3°C em Brasília com temperatura negativa em pontos da cidade. Mas claro o pessoal só lembra de 1975 1955 e 2000 porque bateu vários "recordes"

Só pra esclarecer, essa foi a amplitude das ondas de frio de 1979 e 1985,levando em consideração a temperatura em 1500m de altitude, respectivamente:

31/05/1979:

image.png.362b5956dacba78837a4395e7cae45ba.png

09/06/1985:

image.png.f47876e9e65254017681b0b93d2364e2.png

Essa aqui foi em 18/07/1975:

image.png.1534443b26f6508cf0cb72cdfdb5a27c.png

Ao menos na área central do Brasil, essa de 1985 não ficou muito atrás de 1975. Essa MP de 1985 provocou morte de animais na região centro-oeste, em decorrência da acentuada queda de temperatura em poucas horas

 

Edited by Luide Luckmann
  • Like 15
  • Thanks 8
Link to comment
Share on other sites

Em 22/04/2022 em 12:50, Luide Luckmann disse:

Só pra esclarecer, essa foi a amplitude das ondas de frio de 1979 e 1985,levando em consideração a temperatura em 1500m de altitude, respectivamente:

31/05/1979:

image.png.362b5956dacba78837a4395e7cae45ba.png

09/06/1985:

image.png.f47876e9e65254017681b0b93d2364e2.png

Essa aqui foi em 18/07/1975:

image.png.1534443b26f6508cf0cb72cdfdb5a27c.png

Ao menos na área central do Brasil, essa de 1985 não ficou muito atrás de 1975. Essa MP de 1985 provocou morte de animais na região centro-oeste, em decorrência da acentuada queda de temperatura em poucas horas

 


Insana a extensão do ar congelado em 850hpa nesses eventos. Em todos eles, a temperatura no INMET daqui, topo, ficou na casa dos 3C. No ano passado , final de Julho, não baixou dos 05,5C e foi a menor temperatura do século até o momento. Mas veja a diferença de “poder” entre essas MPs históricas e a do ano passado. Ainda preciso ver algo assim acontecendo.

  • Like 9
  • Thanks 6
Link to comment
Share on other sites

Boa tarde,

 

Depois de um frio comum para época que tivemos durante o fim de semana de páscoa vamos tendo aquecimento gradual da temperatura no decorrer dos dias, a subsidência noturna ainda provoca mínimas até que baixas na zona rural, mas no centro das cidades pouco é sentido. 

 

No momento secura e céu azul em Adamantina com vento de Norte, temperatura de 32,1ºC UR em 31%.

 

A máxima bateu 32,8ºC, porém a preocupação vem para próxima semana. Temperaturas muito acima da média o YR dá 36ºC para cá. Adamantina nunca passou dos 35,8ºC depois do dia 20/04. No tempo.com dia 01/05 teria temperatura de 35ºC o que acabaria com o recorde de maio.

 

Na grade confiável do YR:

 

image.png.05bde6baae33b4c8be3bf6be1e34d4f6.png

 

Como é uma previsão próxima dificilmente irá mudar, a esperança agora ficará para maio.

 

O Ensemble do euro só mostra algo mesmo para maio.

 

105759926_ecmwf-adamantina-br-216s(1).thumb.png.333fa078746a580a9155b87fb2c87b4b.png

 

 

  • Like 8
  • Sad 9
Link to comment
Share on other sites

Em 22/04/2022 em 15:52, Matheus b Santos disse:

Boa tarde,

 

Depois de um frio comum para época que tivemos durante o fim de semana de páscoa vamos tendo aquecimento gradual da temperatura no decorrer dos dias, a subsidência noturna ainda provoca mínimas até que baixas na zona rural, mas no centro das cidades pouco é sentido. 

 

No momento secura e céu azul em Adamantina com vento de Norte, temperatura de 32,1ºC UR em 31%.

 

A máxima bateu 32,8ºC, porém a preocupação vem para próxima semana. Temperaturas muito acima da média o YR dá 36ºC para cá. Adamantina nunca passou dos 35,8ºC depois do dia 20/04. No tempo.com dia 01/05 teria temperatura de 35ºC o que acabaria com o recorde de maio.

 

Na grade confiável do YR:

 

image.png.05bde6baae33b4c8be3bf6be1e34d4f6.png

 

Como é uma previsão próxima dificilmente irá mudar, a esperança agora ficará para maio.

 

O Ensemble do euro só mostra algo mesmo para maio.

 

105759926_ecmwf-adamantina-br-216s(1).thumb.png.333fa078746a580a9155b87fb2c87b4b.png

 

 

acabou abril, fecha o tópico rs...

  • Haha 4
  • Sad 1
Link to comment
Share on other sites

Variação hoje 13,4/21,1°C

A instabilidade presente em boa parte do Estado também influenciou as condições do tempo aqui no leste, com pancadas de chuva em vários períodos do dia e um acumulado de 18 mm.

O Sol não apareceu e em alguns momentos a sensação foi de tempo frio devido também aos ventos moderados de norte a oeste.

Ao entardecer o tempo melhorou 👇20220422_183843.gif.2fe1b9630957f78fc679877b83cc3186.gif

  • Like 10
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

Enquanto as instabilidades avançavam no oeste, aqui só deu pra observar os topos das CBs a distância.IMG_20220422_181815_copy_3000x2250.thumb.jpg.1b70c4c798b89e3361fa5b6b5dc03f18.jpg

Essa em particular despejou uma granizada em Assis Chateaubriand e cidades próximas.IMG-20220422-WA0160.thumb.jpg.7d096ae4e053482d62187050ec4abbd0.jpg

Imagem de radar das 18:40, horário aproximado em que ela estava sobre a cidade.IMG_20220422_184427.jpg.9090db504c85e7af72aac93f5f70f1a3.jpg

E passagem da mesma em Palotina:IMG-20220422-WA0109.thumb.jpg.65d413415246314d5fb5ce3f4cfb19f7.jpgIMG-20220422-WA0152.thumb.jpg.bcaf4ebc63fe815d67e591139c0a5ba6.jpgIMG-20220422-WA0153.thumb.jpg.1bf397b47feddd706090a1ede7a216b5.jpg

Edited by Felipe S Monteiro
  • Like 6
  • Thanks 2
  • Sad 6
Link to comment
Share on other sites

E conforme previsto, o calor retornou à cidade de São Paulo.

A diferença em relação ao verão é que a umidade fica baixa nas horas mais quentes do dia.

Com isso, o maldito abafamento está ausente, como é normal a partir de abril.

 

Tivemos sol e poucas nuvens na maior parte do dia.

 

Hoje, os ventos continentais chegaram à zona sul, o que se refletiu na máxima de Interlagos.

 

Mirante (Aut): 15,5°C / 28,0°C (Umidade relativa mínima: 32%)

Interlagos: 15,7°C / 28,4°C (U.R. mín.: 35%)

IAG: 14,4°C / 28,6°C

 

A estação do Mirante está na média 1991-2020 para abril.

Com o aquecimento previsto para os próximos dias, devemos terminar acima da média neste mês.

 

Mirante (Até hoje)

Média das mínimas: 17,2°C (-0,3°C)

Média das máximas: 26,4°C (-0,1°C)

 

Interlagos

Média das mínimas: 16,6°C

Média das máximas: 24,9°C

 

Edited by Aldo Santos
  • Like 16
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 22/04/2022 em 18:48, Wagner97 disse:

entardecer marciano 👽

IMG_20220422_182309622.jpg

É a hora em que mais se nota que estamos ainda sob atuação daquela pluma de fumaça do vulcão Hunga Tonga.

Durante o dia, isso acaba não sendo mais tão perceptível como foi em janeiro.

 

---------------------------------

São Paulo está tendo uma noite com grandes diferenças nas temperaturas devido a umidade um pouco mais baixa (considerando este horário) e ao céu limpo.

Nas estações do CGE, as temperaturas vão de 15 graus em Marsilac a 23 graus em áreas mais ao centro da cidade.

AQIWSlE.png

 

 

Imagem do satélite das 21:40 mostra apenas uma faixa de cirrus (vindos de instabilidades que ainda estão atuando no sul do Brasil) atingindo o oeste e sudoeste de SP.

xm1pchw.jpg

  • Like 7
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Boa noite, apesar do calor das tardes, BH tem tido noites bem frescas - o que contribui para a melhora geral do conforto térmico em relação ao verão. E esse é um dos pilares que sustenta a nova estação, mesmo no comecinho (logo após a virada de chave): as noites quase sempre frescas. 

 

Hoje: após uma máxima de 29,8C, Pampulha tem amenos 19,7ºC às 23h, ou seja, bem agradável. Até amanhã cedo vamos bater nos 16/17C.

 

A partir de maio, a mudança de padrão se acentua muito e a frequência de noites frias aumenta.

 

 

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

Imagem do satélite das 23:10 mostra pouca nebulosidade no sudeste, em grande parte do centro oeste e do nordeste devido ao predomínio de uma massa de ar seco.

Já no sul do Brasil, nota-se grandes instabilidades que continuam atuando por lá.

Instabilidades também no norte do país, norte do centro oeste e norte do nordeste (este último, devido à atuação da ZCIT).

DhNV1Nw.jpg

 

 

Zoom das instabilidades no sul.

EwFnyT3.jpg

 

 

Imagens dos radares mostram que as instabilidades provocam chuva generalizada na região com forte intensidade em vários locais.

Bicho pegado por lá!

hq4jrZM.jpg

  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

Em 22/04/2022 em 23:41, Daniel85 disse:

Imagem do satélite das 23:10 mostra pouca nebulosidade no sudeste, em grande parte do centro oeste e do nordeste devido ao predomínio de uma massa de ar seco.

Já no sul do Brasil, nota-se grandes instabilidades que continuam atuando por lá.

Instabilidades também no norte do país, norte do centro oeste e norte do nordeste (este último, devido à atuação da ZCIT).

DhNV1Nw.jpg

 

 

Zoom das instabilidades no sul.

EwFnyT3.jpg

 

 

Imagens dos radares mostram que as instabilidades provocam chuva generalizada na região com forte intensidade em vários locais.

Bicho pegado por lá!

hq4jrZM.jpg

Essas áreas de chuva no leste catarinense é bug do radar. Por aqui esse sistema passou e mal choveu. Acho que durante esse evento de chuva vamos ficar sem nada.

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

Em 23/04/2022 em 06:15, Luide Luckmann disse:

Essas áreas de chuva no leste catarinense é bug do radar. Por aqui esse sistema passou e mal choveu. Acho que durante esse evento de chuva vamos ficar sem nada.

 

Aqui no leste do Planalto Norte chove sem cessar desde as 23h00 de ontem.

Acumulado das últimas 6 horas:

 

19,6mm Epagri Rio Vermelho

21,2mm Epagri Mato Preto

 

Temos 12,6°C neste momento e continua a chover.

  • Like 11
  • Sad 1
Link to comment
Share on other sites

Em 23/04/2022 em 06:34, SandroAlex disse:

 

Aqui no leste do Planalto Norte chove sem cessar desde as 23h00 de ontem.

Acumulado das últimas 6 horas:

 

19,6mm Epagri Rio Vermelho

21,2mm Epagri Mato Preto

 

Temos 12,6°C neste momento e continua a chover.

Então não era bug do radar não. Que ótimo que pelo menos alguns estão tendo chuva

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

Sexta com variação de 16,3 / 27,8 graus em POA (INMET), e 0,6 mm acumulados nas últimas horas do dia.

 

Neste sábado já caímos a 16,7 graus, mas a mínima certamente será no final do dia, pois temos entrada de ar polar e chance de uma boa mínima principalmente no domingo, apesar de ser uma MP tiro curtíssimo.

 

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

Maringá ficou destruída pelo "furacão" de ontem

 

/cdn-cgi/image/format=auto,onerror=redirect,width=1920,height=1920,fit=scale-down/https://www.skyscrapercity.com/attachments/881a30f3-077a-4f77-8814-b09384a8e908-jpeg.3101049//cdn-cgi/image/format=auto,onerror=redirect,width=1920,height=1920,fit=scale-down/https://www.skyscrapercity.com/attachments/881a30f3-077a-4f77-8814-b09384a8e908-jpeg.3101049//cdn-cgi/image/format=auto,onerror=redirect,width=1920,height=1920,fit=scale-down/https://www.skyscrapercity.com/attachments/881a30f3-077a-4f77-8814-b09384a8e908-jpeg.3101049/

 

 

Edited by MBBV84
  • Like 8
  • Sad 4
Link to comment
Share on other sites

Em 23/04/2022 em 06:34, SandroAlex disse:

 

Aqui no leste do Planalto Norte chove sem cessar desde as 23h00 de ontem.

Acumulado das últimas 6 horas:

 

19,6mm Epagri Rio Vermelho

21,2mm Epagri Mato Preto

 

Temos 12,6°C neste momento e continua a chover.

Por aqui tivemos instabilidade e chuvas durante a noite e madrugada, com muitas trovoadas também antes das 6h da manhã. 

Acumulados excelentes, com média de 35/50 mm na região toda.Screenshot_20220423_125250.thumb.jpg.12f16fa22b40bc949e1426ee49332751.jpg

Edited by Carlos Campos
  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

Registramos ontem aqui em Caicó (RN) uma das situações de tempo severo mais relevantes dos últimos anos. Por volta do final da tarde, o tempo fechou e a vista era de uma imensa nuvem prateleira, com as nuvens quase tocando o solo. Pouco depois, na base física da EMPARN (a cerca de 5 km da zona urbana do município), a chuva caiu intensamente, com granizo, raios constantes e vento forte.

 

Várias árvores tombaram pela raiz e a estação meteorológica do local registrou incríveis 131.7 km/h e pouco menos de 30 mm de chuva, concentrados em poucos minutos.

 

Essa era a vista do radar no momento, com destaque para o que aparenta ser um bow echo (trechos mais escuros, com refletividade superior a 70dbz).

 

1785794060_ScreenshotofWindy_Radarmeteorolgico(37).thumb.jpg.70ac71a2177bc7334cc28ef8e1c4a7df.jpg

 

Hoje vamos tendo uma situação de chuva mais generalizada no estado. No mês temos pouco mais de 208 mm de acordo com o CEMADEN.

304933140_ScreenshotofWindy_Radarmeteorolgico(39).jpg.eaa3c530af93d62f501d61629b1e16b3.jpg

 

Edited by SkyJef
  • Like 14
Link to comment
Share on other sites

RAJADAS DE VENTO - RMSP ATÉ 14H00:

 

AEROS/INMET:
66,6km/h AERO CONGONHAS
61,1km/h AERO GUARULHOS
57,4km/h AERO CAMPO DE MARTE
56,8km/h SESC INTERLAGOS
56,1km/h MIRANTE DE SANTANA
55,1km/h BARUERI INMET

 

CGE:
58,8km/h SANTANA
57,5km/h MBOI MIRIM
52,1km/h RIACHO GRANDE
50,7km/h MAUÁ
49,5km/h SÉ-CGE
48,0km/h PERUS
44,6km/h SÃO MATEUS
43,3km/h PARELHEIROS

 

PWS:
57,9km/h HELICIDADE
56,3km/h HANGAR ABC
51,5km/h SANTO ANDRÉ

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

Por volta das 1:40 uma Li passou por aqui, os ventos derrubaram algumas árvores, também vi um poste quebrado e um barracão meio destelhado. Tive a impressão de ouvir barulho de granizo, mas foi bem breve.

 

Li um pouco antes de chegar:IMG_20220423_164130.thumb.jpg.2e80550f72165d0df8f29b287a327de4.jpg

A Shelf cloud ficava um tanto visível com os clarões dos relâmpagos.

 

IMG_20220423_013447_copy_3000x1359.thumb.jpg.360cfba6da64ac73e2f2097ca8c7dd27.jpg

  • Like 8
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

  • Renan locked, unpinned and unfeatured this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.