Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Julho/2021


Recommended Posts

7 horas atrás, Carlos Campos disse:

  -9,3°C abrigo / -9,4 Termômetro complementar.

-10,4°C 80 cm

-11,8°C relva 

AirBrush_20210720085726.thumb.jpg.0ad534f064c2cc58696688805672c964.jpgAirBrush_20210720085614.thumb.jpg.d49a4dbcb0820d88071cf296fa174f8d.jpgAirBrush_20210720085241.thumb.jpg.446ae8b1ab83fe987b2bf1eb54f3b584.jpgAirBrush_20210720085416.thumb.jpg.719d508a7999f89564292ecd0db47c2b.jpg

AirBrush_20210720085151.thumb.jpg.c85f3d758d2d2b0fc0209b198b3b24a9.jpgAirBrush_20210720084824.thumb.jpg.c7a450d0f7abfe13bbe1c1467ec52f97.jpgAirBrush_20210720084405.thumb.jpg.3cb3e4d41d9cc04c648bedd565c95bf6.jpgAirBrush_20210720084638.thumb.jpg.ef464a0afe460c382382d6d6307b4e57.jpg

Amigo Carlos! Simplesmente extraordinário!!! Não importa se alguns não confiam ou não dão crédito aos registros!!! Não importa que não é uma estação oficial ou padronizada. O fato é que teu esforço em monitorar e registrar tem mostrado a todos nós que temperaturas extremas são possíveis nas mais variadas regiões do sul do país (e também outras regiões do Brasil. Para não ser injusto com os demais!), não sendo algo exclusivo dos topos gaúcho e catarinense (óbvio que por lá acontece com maior facilidade!). Esse teu registro me faz lembrar do controverso e polêmico -17ºC de Caçador e da lenda Saobentense dos -10ºC e concluir que isso não é coisa do passado! Acho (opinião pessoal sem base científica) que pode voltar a acontecer! Quando não sei! Talvez nem esteja aqui para vivenciar...

  • Like 14
  • Thanks 8
Link to comment
Share on other sites

Mínimas absolutas pelo nordeste de São Paulo e partes do Sudoeste e Sul de Minas Gerais:

 

-3,0°C   Poços de Caldas

-3,0°C   São Simão, SP

-2,8°C   Ituverava, SP

-2,4°C   Cabo Verde, MG

-2,2°C   Guaxupé, MG

-2,1°C   Cristais Paulista

-1,4°C   Passos, MG

-1,4°C   São José da Barra, MG

-1,4°C   Pradópolis

-1,1°C   Caconde, SP

-0,8°C   São Sebastião da Grama, SP

-0,7°C   Carmo do Rio Claro, MG

-0,4°C   São José do Rio Pardo, SP

1,0°C    Ribeirão Preto, SP

1,3°C    Campestre, MG

1,6°C    Divinolândia, SP

1,7°C    Mococa, SP
2,4°C    São João da Boa Vista, SP

2,9°C    Altinópolis, SP

3,0°C    Cajuru, SP

3,5°C    Batatais, SP

4,3°C    Monte Santo de Minas

5,3°C    Franca, SP

 

 

Achei muito interessante essa MP não só pela quantidade de estações meteorológicas que negativaram, mas também por mostrar o potencial de algumas estações. Essa MP não chegou até a região com temperaturas muito baixas em 850hPa, se não me engano foi entre 11°C e 12°C em 850hPa. Imagino então uma MP que tenha a mesma posição da alta, metade desse ar seco e temperaturas bem baixas em 850hPa. Certamente a massa polar de julho de 1981 teve parte disso e por isso mínimas tão baixas como o -8°C em Maria da Fé e -4°C aqui.

Quem sabe não acontece algum dia novamente? Agora com a internet e esse tanto de estações online seria bem interessante acompanhar, apesar de que para agricultura não seria lá muito bom.

  • Like 19
  • Thanks 5
Link to comment
Share on other sites

Poços de Caldas teve bastante geada, vi relatos de -2C e -3C em alguns pontos da cidade, vi várias fotos próximo ao aeroporto de lá. Aqui em Botelhos a nordeste de Poços, o registro foi de 2.7C no abrigo, ao ar livre registrei 0.1C as 1:30 da manhã, alguns canos de água de aquecedor solar estouraram e teve geada em locais mais baixos. Hoje o dia está parcialmente nublado, a temperatura agora é de 17.8C com 19% de umidade, aqui tem várias baixadas que devem registrar um frio considerável, o presídio fica em uma delas, deve fazer muito frio lá, é perto daqui, estou a 25 metros mais alto que essa baixada.

Reportagem da TV Poços da geada de hoje:

https://fb.watch/v/1WgtkFN2G/

 

  • Like 15
Link to comment
Share on other sites

Certamente a estação automática do INMET daqui se não estivesse com "pane" há 6 meses poderia até ter registrado mínima absoluta abaixo de -2°C. Mais uma onda de frio que os dados são perdidos, infelizmente não é a primeira e nem será a última. Além da lacuna de estações oficiais em algumas regiões do Brasil essa falta de manutenção é bem preocupante. Li recentemente que quase 30% das estações do INMET estão fora do ar por falta de manutenção. No caso de alguns Estados isso é até amenizado pelo fato de alguns órgãos estaduais manter estações oficiais, como é o caso dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Não é o caso daqui.

 

O artigo de ontem do G1:

 

A falta de manutenção em estações meteorológicas preocupa pesquisadores brasileiros. Dos 767 equipamentos espalhados pelo país, 210 estão em pane, o que contribui para aumentar prejuízos para vários setores, principalmente a agricultura.

 

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, responsável pelas estações, nos últimos três anos, 210 servidores se aposentaram, e houve corte na contratação de terceirizados.

Sem profissionais para trabalhar, a estação convencional em Governador Valadares foi desativada. Para evitar mais fechamentos pelo país, o Inmet fez parcerias com instituições, prefeituras e universidades que fornecem pessoal treinado para fazer a coleta dos dados.

 

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) cedeu o campus para instalação de uma estação automática. Mas uma caixa de marimbondo denuncia a falta de manutenção, que é de responsabilidade do Inmet.

 

“Não está tendo recurso na quantidade necessária, nem na velocidade necessária para que seja substituído”, afirmou Wellington de Assis, professor da UFMG.

 

Procurado, o Ministério da Agricultura informou que as respostas deveriam ser dadas pelo Inmet. Já o Inmet disse que a pandemia impediu manutenção presencial da rede de estações porque o corpo técnico na maioria é composto por servidores que se enquadram no grupo de risco. O Instituto disse que não tem concurso há mais de dez anos. E que vem de décadas de redução orçamentária.

 

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2021/07/19/quase-30percent-das-estacoes-meteorologicas-do-brasil-estao-sem-manutencao.ghtml

Edited by LucasFSopranos
  • Like 15
  • Sad 3
Link to comment
Share on other sites

Hoje saí para registrar geada e para minha surpresa estava generalizada em Curitiba. Os gramados do centro estavam cobertos de gelo. Seguem as mínimas e algumas fotos da região central da cidade:

 

Mínimas em Curitiba e RMC - 20/jul/2021

 

Piraquara Borda da Mata PWS -3.8ºC
Curitiba Orleans PWS -3.6ºC
Lapa Simepar -2.8ºC
Colombo INMET -2.7ºC
Fazenda Rio Grande PWS -2.6ºC
Curitiba Parque Barigui PWS -2.0ºC
Curitiba Ganchinho PWS -2.0ºC
SJP Borda do Campo PWS -2.0ºC
Curitiba Pilarzinho PWS -1.7ºC
Quatro Barras Enaex PWS -1.7ºC
Curitiba Ahú PWS -1.4ºC
SJP Centro PWS -1.3ºC
Aero Afonso Pena -0.9ºC
Pinhais Simepar -0.9ºC
Cerro Azul Simepar -0.5ºC
Curitiba Campo Comprido PWS -0.4ºC
Curitiba INMET Convencional 0.2ºC
Curitiba Xaxim PWS 0.5ºC
Curitiba Cachoeira PWS 0.7ºC
Curitiba Simepar 0.9ºC
Curitiba Boqueirão Plugfield PWS 1.2ºC
Curitiba Boa Vista PWS 1.3ºC

 

Destaques do Paraná


General Carneiro INMET -7.9ºC
Pinhão Simepar -3.7ºC
União da Vitória Simepar -3.6ºC
Palmas Simepar -2.9ºC

Salto Morato Simepar 2,2ºC
Morretes INMET 5.4ºC

 

 

14.jpg

13.jpg

11.jpg

Edited by stankevecz1
  • Like 27
  • Thanks 7
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Luide Luckmann disse:

Café não é adaptado ao frio, morre mesmo. Por isso acabaram com a produção de café no Paraná depois de 1975.

 

Café é cheio de frescuras ...

 

Não gosta muito de frio , não curte calor forte , não gosta de ambientes muito úmidos , e passa mal em ambientes secos ...esse é o verdadeiro Extrato da tia velha , que tanto falamos aqui hehe .

  • Like 3
  • Haha 6
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Maicon disse:

INTERIOR SP ABAIXO DE ZERO!

 

*REGISTROS DE CONGELAMENTO NESTA MANHÃ FORAM INÚMEROS. ALGUNS NESTA REPORTAGEM DA TVTEM, DO NOROESTE PAULISTA.

 

 

 

 

 

*MENOR MINIMA REGISTRADA FOI -3.7°C em Santa Salete.

Essa foi a mesma cidade que passou dos 44 graus na onda de calor da primavera passada ? 

Se for , temos a cidade com a maior variação térmica do Estado de SP .

  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

Diferente das músicas, o Brasil não é um país muito tropical, onde há sempre sol e praia, pois uma boa percentagem do território brasileiro registra geadas com frequência, inclusive Goiás, que entrou pro clube de estados com registros negativos, o mesmo estado em que o inverno é verão, alta temporada, nas praias do Araguaia, mas dava pra construir chalés com lareira no sul.  

Edited by Leandro Leite
  • Like 11
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Final de tarde com frio em São Paulo. Em casa anoto 12,8°C , ontem no mesmo horário fazia 15,4°C... Pena o maior risco de nevoeiro e MM's essa noite, se não haveria potencial para ela ser ainda mais fria em relação a anterior. Pela Cidade temperaturas entre 10 e 15°C: 

0001-4602465853_20210720_175013_0000.png

Screenshot_20210720-174343~2.png

Edited by Bruno D
  • Like 16
Link to comment
Share on other sites

23 minutos atrás, Juzinho disse:

Essa foi a mesma cidade que passou dos 44 graus na onda de calor da primavera passada ? 

Se for , temos a cidade com a maior variação térmica do Estado de SP .

 

Não.

É Paulo de faria.

Não lembro quanto fez nesta.

Mas deve ter sido uns 42°C ou 43°C.

  • Like 9
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, LucasFSopranos disse:

Mínimas absolutas pelo nordeste de São Paulo e partes do Sudoeste e Sul de Minas Gerais:

 

-3,0°C   Poços de Caldas

-3,0°C   São Simão, SP

-2,8°C   Ituverava, SP

-2,4°C   Cabo Verde, MG

-2,2°C   Guaxupé, MG

-2,1°C   Cristais Paulista

-1,4°C   Passos, MG

-1,4°C   São José da Barra, MG

-1,4°C   Pradópolis

-1,1°C   Caconde, SP

-0,8°C   São Sebastião da Grama, SP

-0,7°C   Carmo do Rio Claro, MG

-0,4°C   São José do Rio Pardo, SP

1,0°C    Ribeirão Preto, SP

1,3°C    Campestre, MG

1,6°C    Divinolândia, SP

1,7°C    Mococa, SP
2,4°C    São João da Boa Vista, SP

2,9°C    Altinópolis, SP

3,0°C    Cajuru, SP

3,5°C    Batatais, SP

4,3°C    Monte Santo de Minas

5,3°C    Franca, SP

 

 

Achei muito interessante essa MP não só pela quantidade de estações meteorológicas que negativaram, mas também por mostrar o potencial de algumas estações. Essa MP não chegou até a região com temperaturas muito baixas em 850hPa, se não me engano foi entre 11°C e 12°C em 850hPa. Imagino então uma MP que tenha a mesma posição da alta, metade desse ar seco e temperaturas bem baixas em 850hPa. Certamente a massa polar de julho de 1981 teve parte disso e por isso mínimas tão baixas como o -8°C em Maria da Fé e -4°C aqui.

Quem sabe não acontece algum dia novamente? Agora com a internet e esse tanto de estações online seria bem interessante acompanhar, apesar de que para agricultura não seria lá muito bom.

Que potência a estação de São Simão. Sabe mais detalhes, Lucas? Em relação a Carmo do Rio Claro, seria Cooxupé?

Edited by Victor Naia
  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

33 minutos atrás, Juzinho disse:

 

Café é cheio de frescuras ...

 

Não gosta muito de frio , não curte calor forte , não gosta de ambientes muito úmidos , e passa mal em ambientes secos ...esse é o verdadeiro Extrato da tia velha , que tanto falamos aqui hehe .

Kkkkk

 

E mesmo assim a turma continua tomando 

  • Like 3
  • Haha 8
Link to comment
Share on other sites

7 horas atrás, CloudCb disse:

Como foram as mínimas no MS? 

 

Mínimas de hoje, entre as que estão operantes (INMET)

 

Rio Brilhante: -2,2°C

Água Clara: -0,3°C

Ribas do Rio Pardo: 0,0°C

Cassilândia: 0,1°C

Iguatemi: 1,0°C

Itaporã: 1,9°C

Ponta Porã: 3,4°C

Angélica: 4,1°C

Aral Moreira: 4,1°C

Paranaíba (Conv): 4,2°C

Três Lagoas: 4,7°C

 

Campo Grande tem um registro de 5,9°C mas tem 2 leituras horárias faltando.

Então, não dá pra garantir que foi a mínima, embora seja provável que sim.

 

 

Edited by Aldo Santos
  • Like 21
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Mais fotos de geada no sul paulista:

 

Morro do Ouro em Apiaí 👇

image.thumb.png.55d942dd1a9176face7fdb5122d7f089.png

*Crédito a página PETAR - Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira

 

Rodovia Francisco Alves Negrão em Capão Bonito 👇

image.png.6abb4472be6936b88e1e4475a3e541c1.png

*Crédito ao Rogério Machado

 

Bom Sucesso de Itararé 👇

image.png.06e6763a9cdd3b3d8f124e2606705147.png

*Crédito ao Jailton Renato

 

Itaberá 👇

image.png.52345625425ec401ad9ae09bd3bd11bd.png

*Crédito ao Lucas Lisboa

 

Barra do Chapéu 👇

221248690_4065213833586184_3944984238133927164_n.thumb.jpg.6fbfdf871f61fe06837905f91781fc51.jpg

219773232_4065214070252827_326774239725145573_n.thumb.jpg.2e7bbbdc74f44fe7c416315dca25475d.jpg

*Créditos a Helena Rodrigues Verneque

  • Like 24
  • Thanks 11
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Victor Naia disse:

Em Coqueiral hoje, sul de Minas, 55 km de Varginha, a variação da temperatura foi de absurdos 29.1°C! 

 

É para nenhum nativo do Kansas ou do Nebraska botar defeito. 

 

Mínima: -4.4•C

Máxima: 24.7•C

 

Ponto de Orvalho chegou a -18.3°C! Surpresinha de negativa para amanhã?

20210720_153740.jpg

Na minha opinião a amplitude térmica diária ideal deve ter no máximo uns 15°C, sendo que até 20°C é tolerável, mas passou disso eu já acho bizarro, totalmente incômoda

  • Like 8
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, LucasFSopranos disse:

Certamente a estação automática do INMET daqui se não estivesse com "pane" há 6 meses poderia até ter registrado mínima absoluta abaixo de -2°C. Mais uma onda de frio que os dados são perdidos, infelizmente não é a primeira e nem será a última. Além da lacuna de estações oficiais em algumas regiões do Brasil essa falta de manutenção é bem preocupante. Li recentemente que quase 30% das estações do INMET estão fora do ar por falta de manutenção. No caso de alguns Estados isso é até amenizado pelo fato de alguns órgãos estaduais manter estações oficiais, como é o caso dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Não é o caso daqui.

 

O artigo de ontem do G1:

 

A falta de manutenção em estações meteorológicas preocupa pesquisadores brasileiros. Dos 767 equipamentos espalhados pelo país, 210 estão em pane, o que contribui para aumentar prejuízos para vários setores, principalmente a agricultura.

 

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, responsável pelas estações, nos últimos três anos, 210 servidores se aposentaram, e houve corte na contratação de terceirizados.

Sem profissionais para trabalhar, a estação convencional em Governador Valadares foi desativada. Para evitar mais fechamentos pelo país, o Inmet fez parcerias com instituições, prefeituras e universidades que fornecem pessoal treinado para fazer a coleta dos dados.

 

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) cedeu o campus para instalação de uma estação automática. Mas uma caixa de marimbondo denuncia a falta de manutenção, que é de responsabilidade do Inmet.

 

“Não está tendo recurso na quantidade necessária, nem na velocidade necessária para que seja substituído”, afirmou Wellington de Assis, professor da UFMG.

 

Procurado, o Ministério da Agricultura informou que as respostas deveriam ser dadas pelo Inmet. Já o Inmet disse que a pandemia impediu manutenção presencial da rede de estações porque o corpo técnico na maioria é composto por servidores que se enquadram no grupo de risco. O Instituto disse que não tem concurso há mais de dez anos. E que vem de décadas de redução orçamentária.

 

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2021/07/19/quase-30percent-das-estacoes-meteorologicas-do-brasil-estao-sem-manutencao.ghtml

nesses 210 servidores que se aposentaram, muitos trabalhavam em estações convencionais, outros no Inmet em Brasília e nos outros Distritos meteorológicos nas capitais. A responsável pelo boletim climatológico mensal, aposentou em janeiro de 2019, a partir daquele ano, acabaram com o boletim, que trazia resumos de media mín, med max, media compensada, chuva 24 horas, chuva mensal, insolação. Na convencional de Itaperuna, Pádua também aposentaram observadores, ficando somente 1 servidor. Onde tinham colocado automática, a perda foi menor.

Essas parcerias do Inmet, com prefeituras, universidades, começaram nos anos 2000, não são recentes.

Quanto ao corte de verbas que informaram, teve períodos em que as verbas melhoraram e muito dos anos 2000 até 2015, tanto que instalaram centenas de automáticas, modernizaram o Inmet com supercomputadores modernos, construíram o grande arquivo/deposito que abriga as milhares de cadernetas, das centenas de estações espalhadas pelo Brasil, algumas com dados do século XIX, teve o começo da digitalização dos dados da estações desativadas e das que ainda estão em operação, gastando muito dinheiro nesse trabalho.

Os cortes no Inmet, intensificaram em 2017, de lá para cá, só piorou,.

O principal é que não querem gastar com as diárias da equipe de manutenção. Quando arrumaram a estação de Teresópolis, a equipe poderia ter ido no Pico do Couto e em Salinas /Nova Friburgo, ninguém proíbe pessoas de andarem numa camionete em áreas rurais do interior. Na outra semana a equipe iria para Angra e Parati arrumar as duas estações.

 

 

 

  • Like 8
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

5 horas atrás, Carlos Campos disse:

Obrigado meu kerido... É sim é no Paraná, ao leste de Curitiba, mas dentro da região metropolitana.

Só fica na área de mananciais, com pouca urbanização e muito mato e banhados (q hj estão secos).

Assim q eu puder, te mando mapa sim. 

Abraço

Boa tarde Samihr 🙂

Essa não só foi de longe a menor marca q eu registrei aki, quanto a menor marca q eu já vivenciei em ambiente não artificial.

Mas eu sei q não se trata de algo inédito. Apenas os locais como esse q estou acompanhando atualmente não são monitorados. Áreas como essa, outrora alagados e banhados, hoje mais secas, representam à meu ver uns 30% do total da região de Curitiba. E eu não tenho dúvidas de q se fosse fazer observações em outros locais, tanto daki quanto de outros municípios, encontraria situação semelhante em condições semelhantes às de hoje.

É só achar o lugar certo e ter as configurações atmosféricas ideais.

 

Aliás, se as condições para boas negativas no leste do Paraná amanhã forem parecidas com as de hoje, já convido (é quase um apelo) o amigo @stankevecz1, também o Flávio Feltrin e o Rafael Valiatti. Podem vir os 3 de preferência, amanhã às 6/6h30 pra juntos irmos lá na baixada e verificarmos os meus registros. 

Não peço q acreditem no q eu vejo nos aparelhos e posto aki. Peço q tragam seus próprios aparelhos (de preferência com sensor externo, pra ser rápido) e verifiquem por si mesmo. 

É necessário uma validação dos meus registros, pq não é sempre q -9°C ocorre no Brasil fora do eixo dito "comum".

Independente disso, já me sinto imensamente satisfeito. Não pensar mais somente em Bom Jardim da Serra quando -9°C me vier à mente. Eu vi isso acontecer aki, na minha vila e tenho q valorizar.

Quando eu olhei hoje cedo a minha estação e caí na real do q eu tinha na minha frente, meu primeiro pensamento foi: "como é q irei informar isso pro pessoal do fórum sem ser ridicularizado, chamado de louco, mentiroso?"

Pois bem, tive q ter coragem e não me importar com o q poderiam dizer ou, pensar e não dizer (para mim).

Outra coisa, independente de eu ter zoado o PH inúmeras vzs (na brincadeira), nunca desacreditei. Zoava pq ele sempre foi um cara insistente e xarope (hj até q não).

Enfim, se puderem vir... Kem puder vir, venha q vou preparar café e bolo de fubá ☺️

 

 

Parabéns pelo empenho ai Carlos. Mas eu não tenho aparelhos para aferir seus termômetros, agradeço a lembrança, mas não sou a pessoa mais indicada, kkkk

  • Like 3
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, SandroAlex disse:

Amigo Carlos! Simplesmente extraordinário!!! Não importa se alguns não confiam ou não dão crédito aos registros!!! Não importa que não é uma estação oficial ou padronizada. O fato é que teu esforço em monitorar e registrar tem mostrado a todos nós que temperaturas extremas são possíveis nas mais variadas regiões do sul do país (e também outras regiões do Brasil. Para não ser injusto com os demais!), não sendo algo exclusivo dos topos gaúcho e catarinense (óbvio que por lá acontece com maior facilidade!). Esse teu registro me faz lembrar do controverso e polêmico -17ºC de Caçador e da lenda Saobentense dos -10ºC e concluir que isso não é coisa do passado! Acho (opinião pessoal sem base científica) que pode voltar a acontecer! Quando não sei! Talvez nem esteja aqui para vivenciar...

Alex kerido, muito obrigado pelas palavras. 

Minhas preocupações diárias não tem nada à ver com a minha paixão por meteorologia.

É simples: hoje eu tive a felicidade (pq não foi sorte) de fazer um registro espetacular e a única coisa q me importa é ter ciência de tudo q está envolvido nisso.

Eu aprendi como é o funcionamento da dinâmica capaz de resfriar um determinado local e o outro não. Aprendi, vivenciando isso diariamente. Não apenas achando q era um local bom e largando lá a minha estação... E o mais interessante: é uma baixada plana e ampla, onde resfria rápido ao entardecer e por ser muito grande, é muita superfície sob esse ar frio. São muitos km/2 com temperatura basicamente parecida. Mas aí entra um outro fator: o mato. É surpreendente a diferença entre a temperatura na estrada e a temperatura alguns metros mato adentro.

E quanto mais gelo forma nos arbustos e no mato alto, mais irá resfriar o local. É muito gelo q serve como "catalisador" na fabricação de mais frio. Quanto mais superfícies cobertas pelo gelo, mais ar frio se acumula no local. Por isso eu falo sempre: o mato é o melhor local pra conseguir bons registros.

Se vc colocar uma estação sobre um gramadinho na baixada, com geada, vai obter uma temperatura X .. mas se colocar dentro do mato, com espaço para circulação de ar, a geada q cobre o mato, muitas vzs se erguendo acima da altura da estação, irá criar uma atmosfera muito mais gelada do q a q existe sobre o gramadinho com pouca superfície coberta de gelo. É óbvio. Quanto mais gelo exposto, mais frio.

Enfim. Estou feliz e nada vai me tirar isso.

Eu consegui um feito hoje q não é visto em Curitiba desde o século 19.  

Acreditem, não acreditem.. ignoram o resultado do meu trabalho sério pra q outros com o mesmo pensamento não os ridicularizem. Não tem a menor importância. Eu estaria fazendo esses excelentes registros, participando ou não de fórum. O cara lá de Santa Rosa não foi tido como mentiroso por um bom tempo?  E cadê ele, depois q provou (como se precisasse provar algo pra alguém nessa vida). Ele não tá nem aí. Deve ter sofrido com isso, mas foi bom pra aprender q não tem ninguém bonzinho nesse mundo. Não o suficiente pra tomar partido à favor de algo q os colegas veriam com maus olhos. 

Um abração. Amanhã tem mais... Espero..

Veja quanto mato coberto de gelo. Parte do frio local vem desse gelo q formou no mato e não apenas o contrário 👇

 

  • Like 12
  • Thanks 7
Link to comment
Share on other sites

2 minutos atrás, stankevecz1 disse:

 

Parabéns pelo empenho ai Carlos. Mas eu não tenho aparelhos para aferir seus termômetros, agradeço a lembrança, mas não sou a pessoa mais indicada, kkkk

Kkkk mas o convite para algum outro evento está de pé.

Não é pra aferir meus termômetros kkk 

É pra colocar outros sensores junto na estação ou outra improvisada, no local e conferir ao vivo os registros. Ver q sim, q lá faz muito mais frio do q parece.

O q eu medi hj já foi kkk

  • Like 5
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, Felipe87 said:

Disse tudo. Assino embaixo. O potencial dos campos de cima da serra do RS ainda é pouco explorado em termos de estações meteorológicas. Principalmente Ausentes ainda não mostrou todo seu potencial.

Confesso que acho um pouco frustrante, mas tenho esperança de que sejam instaladas mais estações nesses locais!

Outras regiões já mostraram que tem potencial, como Santa Rosa.

  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

Não é foto da geada que cobriu esse campo, mas é do pôr do sol de hoje, aqui do ladinho da minha casa.

 

O sol de ponto nos morros que vão em direção a Soledade

 

Acredito que essa nebulosidade pontual não interfira na queda das temperaturas essa noite.

 

96FCD192-0297-4E9D-A766-6A8564BA2163.thumb.JPG.6fe1c63f96df5ddfb6b2839b7a2c9753.JPG

Edited by Nestor Antonio Bresolin Junior
  • Like 6
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

57 minutos atrás, Aldo Santos disse:

 

Próxima à cidade de Franca, no NE paulista.

 

 

Ribeirão Corrente.png

Estas cidades com lavouras de café entre 700 metros até a cota dos 820/830, foram muito atingidas. Faz sentido que nesses locais a cana divida muito a paisagem. Ribeirão Corrente, me parece, até possuir uma área mais elevada, entre 900 e 1000mt. 

 

(Por sinal, abaixo de 800 mt praticamente não existe lavoura de café no sul de Minas

 

Sobre Cristais Paulista, ao ladinho de Franca, quase que grudada com a "metrópole da alta mogiana", registrou uma mínima estupenda de -2.1°C. Uma diferença + 7.0°C com a estação de Franca, topo, aeroporto. Fiquei curioso para saber a localização da estação. A cidade parece ser plana, entre 950 e 1000 mt.

 

Uma estação de baixada em Franca seria muito interessante. Ou em Pedregulho. Alta mogiana tem alguns lugares que ultrapassam os 1200 mt, muitos, inclusive, quase na beirada do Rio Grande. Lugar bonito. 

20210720_191424.jpg

  • Like 14
Link to comment
Share on other sites

Boa noite, BH teve variação (sem os décimos) de 7 ~ 25 graus:

20210720_144200.thumb.jpg.4148ec33ed013fe041aa9b18582c8eb2.jpg

20210720_153218.thumb.jpg.3ebc4ba634f16a2831515148fb0e5ad6.jpg

 

Apesar de os eventos de ar frio em altura estejam devendo, é um ótimo mês de julho, realmente. Os topos da capital seguem com mínimas modestas e somente hoje a estação do Cercadinho baixou de 10 (e por pouco): 9,8ºC. 

 

As temperaturas se manterão invernais, porém sem destaques, até o começo da semana que vem.

 

 

 

  • Like 12
  • Thanks 5
Link to comment
Share on other sites

Sinto muita falta do INMET em Primavera, foi desativado, nunca registrou menos de 8,3 C,  este ano teria registrado menos com tempo bem nublado, neblina e garoa, no momento a melhor referência se o tempo estiver frio e nublado é a PWS Fazenda Ilha Grande no Rio Sapé a 20 km do Centro, essa registrava cerca de 1 C a mais que o INMET nessas condições, a PWS registrou em 29 de junho temperatura de 8,8 C com céu nublado (desde que começou em 2018 ainda não tinha um dígito nessas condições), além de da mínima de 1,2 C com céu claro em 01/07, teria o INMET em Primavera registrado uma sub-8 com céu nublado? Em 2018 o INMET registrou uma leve sub-10 nessas condições, Campo Verde teve em 29 de junho 7,6 C com céu nublado, valor nessas condições menor que o de 2013 (7,8 C), e mínima de 6,5 C no dia seguinte com céu claro, menor valor desde 2013 igualando com aquele ano, em condições de céu nublado Campo Verde ano passado teve 3 décimos a mais que Primavera em maio (10,5 C X 10,2 C), ambos no INMET. 

Edited by Leandro Leite
  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

E a miníma do ano foi batida por aqui. Fez -1,7°C e a máxima foi de 21,5°C. Pela queda rápida até achei que a miníma fosse ser um pouco melhor, mas tá bom de qualquer jeito. Geadas foram registradas novamente por todo o município. As duas primeiras fotos eu tirei na zona rural, no bairro das Lavras do Meio; já as duas posteriores foram tiradas tbm na zona rural, mas no bairro da Pedra Branca (crédito na foto).

 

 

1.jpeg

2.jpeg

3.jpeg

4.jpeg

5.jpeg

  • Like 12
  • Thanks 9
Link to comment
Share on other sites

6 horas atrás, Luide Luckmann disse:

Café não é adaptado ao frio, morre mesmo. Por isso acabaram com a produção de café no Paraná depois de 1975.

Não não, em 1975 o que acabou com o café foi geada negra muito severa, geadas "convencionais" dão prejuízos, mas o cafezal não morre.

  • Like 9
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

3 minutos atrás, Victor Naia disse:

Maria Congelante da Fé

20210720_192816.jpg

https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2021/07/20/maria-da-fe-tem-recorde-de-frio-no-ano-em-mg-e-segunda-menor-temperatura-do-pais-nesta-terca-feira.ghtml

 

Link da matéria

 

PS: convencional de Machado negativou. Estação fica a poucos metros de distância e 80 mt mais baixa da automática que citam no texto da matéria.

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

Normal 91-20:
POA (-0,3ºC nas mínimas e +0,5ºC nas máximas)
FLN  (-0,7ºC nas mínimas e +0,9ºC nas máximas)
SP (-0,9ºC nas mínimas e +0,1ºC nas máximas)

 

Curitiba são dados do SIMEPAR (apenas primeiros dias da Convencional).  

As anomalias (81-10) estão em aproximadamente -1ºC nas mínimas e máximas. 

 

Normal da Vila Militar, RJ:
RJ (-1,8ºC nas mínimas e -0,8ºC nas máximas)

 

Normal da Pampulha:
BH (-2,6ºC nas mínimas e -0,2ºC nas máximas)

 

Normal de Goiânia
GYN: (-1,4ºC nas mínimas e -1,0ºC nas máximas)

 

Normal de BSB e Campo Grande (81/10)
BSB (-3,0ºC nas mínimas e +0,1ºC nas máximas)
C. Grande (-0,6ºC nas mínimas e +0,6ºC nas máximas)

 

Capturar.thumb.PNG.efb94dd6da002dbc6dfffe26d0c45dea.PNG

  • Like 19
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

5 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Não não, em 1975 o que acabou com o café foi geada negra muito severa, geadas "convencionais" dão prejuízos, mas o cafezal não morre.

A geada negra de 75 foi o que acabou com um processo de modernização e substituição de parte da lavoura do norte e noroeste do PR para grãos. A sequência de geadas fortes anos anteriores de 75 influenciou bastante - para além da opção de grãos.

 

Alguns números:

 

Em 1920, a população da Região Metropolitana de Curitiba era 4 vezes maior do que a do Norte do estado, que tinha apenas o Norte Pioneiro, com 76 mil. Até 1934, só existia o população até Cornélio Procópio praticamente. De Cornélio até a divisa com MS e Paraguai não tinha nada. 

 

Com o aparecimento de novas cidades entre Cornélio até a fronteira com Paraguai e MS, o Norte cresce de forma febril; entre 1930 e 1970  a equação se inverte: o Norte do Paraná é quase 4 vezes mais populoso do que a RM Curitiba (que também havia crescido um bocado no período). 

 

Em um período de apenas 30 anos, o Norte (excluindo o Norte Pioneiro) saiu do zero para 3 milhões de pessoas!

Em 1940 o PR tinha 1.236.276 milhões de habitantes. O RS tinha 3.320.689. Em 30 anos, a população do o PR que correspondia a pouco mais de 1/3 da população gaúcha, a ultrapassou em 1970, devido ao crescimento explosivo do Norte e também do Oeste. 

 

Precisava dessa introdução para chegar onde queria: a tragédia do café foi tão grande, que logo no censo seguinte (1980), o RS que apresentava o menor crescimento demográfico do Brasil, ultrapassa novamente o PR.

 

 Em 1980, o RS tinha 7.942.722. O PR 7.749.752. Em 1970, o PR tinha 6.997.682. O RS 6.755.458.

 

O MS recebeu muitos paulistas no período, mas também muitos Paranaenses; no entanto, é no Mato Grosso e em Rondônia, onde os norte paranaenses (boa parte filhos ou netos de catarinenses, gaúchos, mineiros e sobretudo paulistas) eram de longe o maior grupo.

 

Foram também  numerosos em Goiás. O Mato Grosso dobrou duas vezes sua população. De 1970 para 1980 (adicionou 500 mil pessoas) e de 1980 para 1990 (adicionou 900 mil pessoas). 

O fluxo de paranaenses para o estado não foi estancado após 1985, 1990 quando houve maior período de migração e, o IBGE, constatou um crescimento de 2,5 milhões de pessoas em apenas 40 anos.
Estimam que boa parte estejam ligados ao PR. 

 

 Em 2010 tinham 1.2 mi de paranaenses em SP. Cerca de 3% da população na altura. Calculam que 400 a 500 mil pessoas do norte do estado viviam na RM de Curitiba, cerca de 1/7 da população total.

 

A geada negra de 1975 é, talvez, o maior deslocamento de pessoas fora de um período de guerra/ grande diáspora nos últimos 200 anos em tão pouco tempo.

Estimam que 3 milhões de pessoas deixaram o PR entre 1975 e 1990. Londrina e Maringá sentiram "menos" por serem centros urbanos maiores e conseguiram atrair gente a medida que também perdiam moradores. A região ainda tinha boa parte da população vivendo na zona rural. Algumas colônias eram imensas, como cidades mesmo - com milhares de pessoas.

 

Além da grande mudança na agricultura entre os anos 60 e 70, o frio de vários anos seguidos antes de 75 e, claro, a famosissima manhã de 17/07/1975, encerraram o capítulo do Paraná como maior produtor de café do planeta. 

 

Uma vez fiz os cálculos e, seguindo demograficamente a evolução da população Paulista entre 1970 até a estimativa de 2020, era para o Paraná ter algo como 16, 17, 18 milhões de habitantes hoje, ao invés dos 11.6 mi. E olha que a região crescia demograficamente acima de SP.

 

Temos fenômenos parecidos na história recente? De uma geada, evento climático forte, influenciar a vida de tanta gente, de um estado e de milhões de pessoas em tão pouco tempo? 

 

Minha mãe se lembra de ouvir no rádio no dia da geada negra, que Londrina registrava -4°C no momento, e que havia relatos de -7°C na zona rural. Eu não consigo imaginar o que é isso.

  • Like 13
  • Thanks 6
Link to comment
Share on other sites

2 horas atrás, Victor Naia disse:

Que potência a estação de São Simão. Sabe mais detalhes, Lucas? Em relação a Carmo do Rio Claro, seria Cooxupé?

Na verdade não. Mas é uma estação da CIIAGRO de 600m, creio que no Sigma não tem as coordenadas da estação. Pela altitude provavelmente uma bela baixada. Outra estação q fez -3,0°C foi uma PWS de Altinópolis só q essa um pouco mais alta com 760m.

A do Carmo do Rio Claro é da Cooxupé sim.

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

33 minutos atrás, Maicon disse:

E A CADA HORA É UMA IMAGEM OU VÍDEO IMPRESSIONANTE QUE APARECE NO WHATSAPP OU NOTIFICAÇÕES DE CELULAR.

ESTE É DA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO.

 

IMPRESSIONANTE!

 

 

Voti! (Interjeição de espanto em caipirês) De fato nunca esperei ver coisa parecida no interior de SP. 

  • Like 2
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Carlos Campos disse:

Alex kerido, muito obrigado pelas palavras. 

Minhas preocupações diárias não tem nada à ver com a minha paixão por meteorologia.

É simples: hoje eu tive a felicidade (pq não foi sorte) de fazer um registro espetacular e a única coisa q me importa é ter ciência de tudo q está envolvido nisso.

Eu aprendi como é o funcionamento da dinâmica capaz de resfriar um determinado local e o outro não. Aprendi, vivenciando isso diariamente. Não apenas achando q era um local bom e largando lá a minha estação... E o mais interessante: é uma baixada plana e ampla, onde resfria rápido ao entardecer e por ser muito grande, é muita superfície sob esse ar frio. São muitos km/2 com temperatura basicamente parecida. Mas aí entra um outro fator: o mato. É surpreendente a diferença entre a temperatura na estrada e a temperatura alguns metros mato adentro.

E quanto mais gelo forma nos arbustos e no mato alto, mais irá resfriar o local. É muito gelo q serve como "catalisador" na fabricação de mais frio. Quanto mais superfícies cobertas pelo gelo, mais ar frio se acumula no local. Por isso eu falo sempre: o mato é o melhor local pra conseguir bons registros.

Se vc colocar uma estação sobre um gramadinho na baixada, com geada, vai obter uma temperatura X .. mas se colocar dentro do mato, com espaço para circulação de ar, a geada q cobre o mato, muitas vzs se erguendo acima da altura da estação, irá criar uma atmosfera muito mais gelada do q a q existe sobre o gramadinho com pouca superfície coberta de gelo. É óbvio. Quanto mais gelo exposto, mais frio.

Enfim. Estou feliz e nada vai me tirar isso.

Eu consegui um feito hoje q não é visto em Curitiba desde o século 19.  

Acreditem, não acreditem.. ignoram o resultado do meu trabalho sério pra q outros com o mesmo pensamento não os ridicularizem. Não tem a menor importância. Eu estaria fazendo esses excelentes registros, participando ou não de fórum. O cara lá de Santa Rosa não foi tido como mentiroso por um bom tempo?  E cadê ele, depois q provou (como se precisasse provar algo pra alguém nessa vida). Ele não tá nem aí. Deve ter sofrido com isso, mas foi bom pra aprender q não tem ninguém bonzinho nesse mundo. Não o suficiente pra tomar partido à favor de algo q os colegas veriam com maus olhos. 

Um abração. Amanhã tem mais... Espero..

Veja quanto mato coberto de gelo. Parte do frio local vem desse gelo q formou no mato e não apenas o contrário 👇

 

Foram tantos posts que eu quase me esqueci de parabenizá-lo por esses registros sensacionais, simplesmente surreal as imagens e as temperaturas que tu conseguiste aferir, meus parabéns pelo seu empenho e dedicação em trazer para nós.

 

------------------------------------------------------

Só para não fugir do tópico, aqui em Eldorado está fazendo 12,0°C | 100% às 20h.

 

  • Like 5
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.