Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Fábio De Nittis

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Dezembro/2019

Recommended Posts

18 horas atrás, Matheus Vinicius disse:

Mas eu estou torrando de calor, o tempo está fresco.

Mas eu estou queimando mesmo, sensação horrível.

 

Aconselho um banho frio...

IMG-20170813-WA0209.jpg.86add0ab3e0fe453707c71917112447f.jpg

18 horas atrás, Matheus Vinicius disse:

Não sei se é pelo remédio que tomei ontem para a febre (Paracetamol)

Mas o engraçado é que a febre já passou.

Mas estou literalmente queimando de calor, corpo quente e etc...

Já suei várias vezes hoje, minha camisa ficou até umida

 

Mat, ouvi boatos de que o fórum "THE GOOD DOCTOR" estará disponível em português antes do verão/25...

...até lá, utilize o "kerido diário" e converse sobre os probleminhas do corpo em crescimento com a mamãe.

Tá meio estranho já...

 

Bjs

  • Confused 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, Matheus Vinicius disse:

Calefação nada rapa, aguentar na raça, a moda antiga, sem essas frescuras não.

Se no passado aguentavam, eu poderia aguentar a base da lareira

Sangue dos ancestrais

Alias uma boa questão foi posta em campo. Tu toma banho com o chuveiro desligado ?

Eu tomo. E olha que eu não fico chorando calor toda hora aqui.

Claro, tu estás livres para falar e reclamar o que bem quiser, quantas vezes quiser aqui. Agora se reclamar de calor e depois vai para debaixo de um chuveiro eletrico, cai na contradição né ?

No INMET máxima de 24.4º

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Matheus Vinicius disse:

Fim de tarde aqui em Curitiba.

Temperatura máxima registrada hoje foi 22.9 graus (SIMEPAR)

Bem abaixo da média para o mês, como também deve ser amanhã...

No momento fazem 19 graus na cidade.

Altônia mesmo estando à 677km de Curitiba teve o mesmo padrão diário, com máxima no começo da tarde e com a temperatura caindo desde então

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na madrugada de hoje, pelo segundo ano consecutivo (e faltando apenas um dia para completar um ano do histórico 09/12/2018), parte da Região Serrana do Rio de Janeiro registrou mínimas históricas para dezembro novamente, até um pouco abaixo das registradas no ano passado.  Pela ausência de um ar frio muito forte para a época desta vez (ao contrário do ano passado), confesso que fiquei surpreso com a grande queda das mínimas nesta última madrugada, que superou com folga até as mínimas médias dos meses mais frios do ano (JJA) nas três primeiras estações da lista.

 

A causa do forte resfriamento na serra fluminense (assim como em parte do leste de SP) hoje foi, principalmente, a presença de uma camada de ar seco entre os níveis baixos e médios da atmosfera (a UR bateu na casa dos 20% no Pico do Couto na manhã de hoje, e também em Nova Friburgo à tarde), o que intensificou o resfriamento radiativo já que as nuvens se dissiparam, e resquícios do ar de origem polar também ajudaram um pouco.

 

Mas em 2018, com a presença de um ar frio mais forte, a queda de temperatura para níveis muito baixos ou históricos para dezembro foi bem mais generalizada, pegando também uma área maior de SP e MG (no leste/centro-leste) e do estado do RJ como um todo.  Já na madrugada de hoje o frio esteve praticamente ausente das terras mais baixas ao norte/oeste da Região Serrana (Três Rios 18,5ºc e Valença 16,7ºc, mínimas absolutamente banais).  A região metropolitana e as baixadas litorâneas tiveram ótimas mínimas para dezembro hoje, mas longe de serem históricas como no ano passado (No Alto fez 14,9ºc hoje e 12,2ºc em 2018, e em Jacarepaguá 16,2ºc contra 13,9ºc).

 

Algumas mínimas de destaque registradas hoje na Região Serrana (históricas) e Região Metropolitana (bem abaixo da média, mas não históricas):

 

Serras:

 

Nova Friburgo auto IMET (área rural, 1065 m): 5,6ºc (supera os 6,1ºc de 2018 como a menor mínima registrada em dezembro na estação; entre 2010 e 2017 o recorde foi de 9,2ºc).

 

Nova Friburgo UERJ (área urbana, 843 m): 8,3ºc (supera os 9ºc de 2018 na mesma estação, e os 9,2ºc da antiga convencional de Friburgo em 12/1977, valor que foi recorde da normal 1961/1990).

 

Teresópolis auto INMET (991 m): 8,6ºc (supera os 8,7ºc do ano passado como recorde de dezembro desde 2006, quando a estação entrou em funcionamento).  Segunda menor mínima absoluta mensal de 2019, atrás apenas de julho com 6,1ºc (09/07).

 

Santa Maria Madalena auto INMET (517 m): 12,5ºc

 

RM:

 

Alto da Boa Vista Alerta Rio (320 m): 14,9ºc

 

Nova Iguaçu Adrianópolis PWS (28 m, Baixada Fluminense): 15,5ºc

 

Helicentro Guaratiba PWS (2 m): 15,7ºc

 

Jacarepaguá auto INMET (20 m): 16,2ºc

 

Vila Militar auto INMET (30 m): 16,7ºc (terceira menor em dezembro desde a abertura da estação em 2007, acima dos 14,5ºc de 09/12/2018 e 15,8ºc de 08/12/2018).

 

Santa Cruz PWS: 17ºc

 

Galeão aero: 18,5ºc

 

Niterói auto INMET: 18,8ºc

 

Depois desta madrugada fria para a época, a tarde foi amena para dezembro apesar do sol, com máximas entre 26ºc e 28ºc na maior parte da capital (pico de 29,9ºc na Vila Militar, mas não chegou a 25ºc em algumas praias da zona sul).

 

A chegada de uma massa de ar bem mais úmido vai trazer mínimas muito mais altas para o restante da semana, mas o excesso de nuvens (com períodos de chuva) não vai deixar as máximas subirem muito, apesar do comportamento da atmosfera já típico de verão.

 

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 9
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, stankevecz1 disse:

image.thumb.png.948b13d0f86f26b2cf2c19c72eddf68e.png

 

Ano mais quente da história, até que teve alguns momentos de alegria. Registros da estação que tenho em casa (Pilarzinho/Curitiba)

 

Detalhe é que o início de Dezembro está mais frio que Outubro e Novembro, na média mínima, na média máxima, na média simples e na média horária.

Teve ótimos momentos e momentos tenebrosos, mas eu não me admiro nada com isso. Estava previsto e só se surpreende kem pensa que vive dentro de uma bolha. A atmosfera é livre e o clima está sujeito à oscilações periódicas, acrescidas de interferências humanóides  😉

Parabéns mais uma vez pela "PILARZINHO". Muito bons registros!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Variação 8,4/23,6°C e um dia q começou com céu limpo mas se tornou encoberto depois das 12h30, inclusive com chuva fraca.

Céu tão sem graça ao entardecer, q resolvi incluir os animais na imagem pra dar uma melhoradinha...

1575844058862.thumb.jpg.46286b7d9f0bbadf232f2189865e7268.jpg

Edited by Carlos Campos
  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutos atrás, Lucas Venturini disse:

Alias uma boa questão foi posta em campo. Tu toma banho com o chuveiro desligado ?

Eu tomo. E olha que eu não fico chorando calor toda hora aqui.

Claro, tu estás livres para falar e reclamar o que bem quiser, quantas vezes quiser aqui. Agora se reclamar de calor e depois vai para debaixo de um chuveiro eletrico, cai na contradição né ?

No INMET máxima de 24.4º

Nem, eu detesto banho gelado.

Totalmente diferente do ar frio.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
29 minutos atrás, Carlos Campos disse:

 

Aconselho um banho frio...

IMG-20170813-WA0209.jpg.86add0ab3e0fe453707c71917112447f.jpg

 

Mat, ouvi boatos de que o fórum "THE GOOD DOCTOR" estará disponível em português antes do verão/25...

...até lá, utilize o "kerido diário" e converse sobre os probleminhas do corpo em crescimento com a mamãe.

Tá meio estranho já...

 

Bjs

Não sei se é problema, mas que é estranho, é.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Altônia mesmo estando à 677km de Curitiba teve o mesmo padrão diário, com máxima no começo da tarde e com a temperatura caindo desde então

Assim que é bom.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, Matheus Vinicius disse:

Nem, eu detesto banho gelado.

Totalmente diferente do ar frio.

Eu sou tomo banho quente no auge do inverno. Junho e Julho. Viu ? Tenho "sangue" mais apto a baixas temperaturas que o teu....

kkkkkkk

Edited by Lucas Venturini
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
35 minutos atrás, Wallace Rezende disse:

Na madrugada de hoje, pelo segundo ano consecutivo (e faltando apenas um dia para completar um ano do histórico 09/12/2018), parte da Região Serrana do Rio de Janeiro registrou mínimas históricas para dezembro novamente, até um pouco abaixo das registradas no ano passado.  Pela ausência de um ar frio muito forte para a época desta vez (ao contrário do ano passado), confesso que fiquei surpreso com a grande queda das mínimas nesta última madrugada, que superou com folga até as mínimas médias dos meses mais frios do ano (JJA) nas três primeiras estações da lista.

 

A causa do forte resfriamento na serra fluminense (assim como em parte do leste de SP) hoje foi, principalmente, a presença de uma camada de ar seco entre os níveis baixos e médios da atmosfera (a UR bateu na casa dos 20% no Pico do Couto na manhã de hoje, e também em Nova Friburgo à tarde), o que intensificou o resfriamento radiativo já que as nuvens se dissiparam, e resquícios do ar de origem polar também ajudaram um pouco.

 

Mas em 2018, com a presença de um ar frio mais forte, a queda de temperatura para níveis muito baixos ou históricos para dezembro foi bem mais generalizada, pegando também uma área maior de SP e MG (no leste/centro-leste) e do estado do RJ como um todo.  Já na madrugada de hoje o frio esteve praticamente ausente das terras mais baixas ao norte/oeste da Região Serrana (Três Rios 18,5ºc e Valença 16,7ºc, mínimas absolutamente banais).  A região metropolitana e as baixadas litorâneas tiveram ótimas mínimas para dezembro hoje, mas longe de serem históricas como no ano passado (No Alto fez 14,9ºc hoje e 12,2ºc em 2018, e em Jacarepaguá 16,2ºc contra 13,9ºc).

 

Algumas mínimas de destaque registradas hoje na Região Serrana (históricas) e Região Metropolitana (bem abaixo da média, mas não históricas):

 

Serras:

 

Nova Friburgo auto IMET (área rural, 1065 m): 5,6ºc (supera os 6,1ºc de 2018 como a menor mínima registrada em dezembro na estação; entre 2010 e 2017 o recorde foi de 9,2ºc).

 

Nova Friburgo UERJ (área urbana, 843 m): 8,3ºc (supera os 9ºc de 2018 na mesma estação, e os 9,2ºc da antiga convencional de Friburgo em 12/1977, valor que foi recorde da normal 1961/1990).

 

Teresópolis auto INMET (991 m): 8,6ºc (supera os 8,7ºc do ano passado como recorde de dezembro desde 2006, quando a estação entrou em funcionamento).  Segunda menor mínima absoluta mensal de 2019, atrás apenas de julho com 6,1ºc (09/07).

 

Santa Maria Madalena auto INMET (517 m): 12,5ºc

 

RM:

 

Alto da Boa Vista Alerta Rio (320 m): 14,9ºc

 

Nova Iguaçu Adrianópolis PWS (28 m, Baixada Fluminense): 15,5ºc

 

Helicentro Guaratiba PWS (2 m): 15,7ºc

 

Jacarepaguá auto INMET (20 m): 16,2ºc

 

Vila Militar auto INMET (30 m): 16,7ºc (terceira menor em dezembro desde a abertura da estação em 2007, acima dos 14,5ºc de 09/12/2018 e 15,8ºc de 08/12/2018).

 

Santa Cruz PWS: 17ºc

 

Galeão aero: 18,5ºc

 

Niterói auto INMET: 18,8ºc

 

Depois desta madrugada fria para a época, a tarde foi amena para dezembro apesar do sol, com máximas entre 26ºc e 28ºc na maior parte da capital (pico de 29,9ºc na Vila Militar, mas não chegou a 25ºc em algumas praias da zona sul).

 

A chegada de uma massa de ar bem mais úmido vai trazer mínimas muito mais altas para o restante da semana, mas o excesso de nuvens (com períodos de chuva) não vai deixar as máximas subirem muito, apesar do comportamento da atmosfera já típico de verão.

 

 

O estado do Rio de Janeiro deu uma "tunda" no Paraná hoje. Estou impressionado!

Frio padrão "setembro" e olha q tem setembro q não consegue tudo isso por aí...

Humm 🤔

É a "conta" q está sendo "paga" (ou a primeira parcela) pelo q todos passamos entre setembro e outubro.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia friozinho com mínima de 18.9ºC e máxima de 24.8ºC.

 

18ºC - 23,8ºC na estação oficial.

 

não choveu.

 

 

Edited by Nowcasting
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia bem aproveitável aqui em JF, com bastante sol de tarde e máxima que atingiu os 28,6°C, enquanto a mínima foi de 16,1°C aqui em casa. Um dia típico de primavera. 

 

Agora está muito fresquinho lá fora, maravilhosos 18,8°C. Verão bom é isso. 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite surpreendente mesmo a mínima hj por aqui. Aqui em casa fez apenas 9,x°C, mas logo q o Sol surgiu a temperatura elevou-se rapidamente. Foi um frio relâmpago. Porem durante o dia o céu ficou azul com temperatura amena. Se nao me engano a maxima na Uerj ficou na casa dos 26°C. Seria perfeito se os 3 meses do verão fossem assim.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Wallace Rezende disse:

Na madrugada de hoje, pelo segundo ano consecutivo (e faltando apenas um dia para completar um ano do histórico 09/12/2018), parte da Região Serrana do Rio de Janeiro registrou mínimas históricas para dezembro novamente, até um pouco abaixo das registradas no ano passado.  Pela ausência de um ar frio muito forte para a época desta vez (ao contrário do ano passado), confesso que fiquei surpreso com a grande queda das mínimas nesta última madrugada, que superou com folga até as mínimas médias dos meses mais frios do ano (JJA) nas três primeiras estações da lista.

 

A causa do forte resfriamento na serra fluminense (assim como em parte do leste de SP) hoje foi, principalmente, a presença de uma camada de ar seco entre os níveis baixos e médios da atmosfera (a UR bateu na casa dos 20% no Pico do Couto na manhã de hoje, e também em Nova Friburgo à tarde), o que intensificou o resfriamento radiativo já que as nuvens se dissiparam, e resquícios do ar de origem polar também ajudaram um pouco.

 

Mas em 2018, com a presença de um ar frio mais forte, a queda de temperatura para níveis muito baixos ou históricos para dezembro foi bem mais generalizada, pegando também uma área maior de SP e MG (no leste/centro-leste) e do estado do RJ como um todo.  Já na madrugada de hoje o frio esteve praticamente ausente das terras mais baixas ao norte/oeste da Região Serrana (Três Rios 18,5ºc e Valença 16,7ºc, mínimas absolutamente banais).  A região metropolitana e as baixadas litorâneas tiveram ótimas mínimas para dezembro hoje, mas longe de serem históricas como no ano passado (No Alto fez 14,9ºc hoje e 12,2ºc em 2018, e em Jacarepaguá 16,2ºc contra 13,9ºc).

 

 

 

 

Teve nebulosidade até às 04h da manhã. Tive 16,6°C na minha PWS.
Resende teve 13,7°C na convencional e 13,9°C na automática.
Ano passado fez 13,6°C na convencional.

O ar estava bem seco nas últimas sondagens do Galeão:

Ontem às 21h (00 UTC) tinha 13,6°C e 24% em 850 hPa (ponto de orvalho em -6,4°C)
Hoje às 09h (12 UTC) tinha 15,0°C e 12%..!!!
-14,0°C de ponto de orvalho...!!!



Extremos hoje:

Casa: 16,6/30,3
Resende: 13,9/29,7
Valença: 16,7/29,9
Rio Claro: 12,9/29,6
Três Rios: 18,5/29,9

Ahh se o verão tivesse mais episódios assim...😍

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Noite enluarada em São Paula e com grande diferença nas temperaturas entre os locais urbanizados e os que possuem pouca urbanização.

 

Estações do CGE

kLyZIr8.png

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Radares da UNESP neste momento mostram algumas áreas de chuva entre o norte e o noroeste paulista.

 

FVLjffM.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Carlos Campos disse:

Variação 8,4/23,6°C e um dia q começou com céu limpo mas se tornou encoberto depois das 12h30, inclusive com chuva fraca.

Céu tão sem graça ao entardecer, q resolvi incluir os animais na imagem pra dar uma melhoradinha...

1575844058862.thumb.jpg.46286b7d9f0bbadf232f2189865e7268.jpg

 

Eu achei o céu lindo hoje à tarde. Uma mistura de diferentes tipos de nuvens. Mil vezes melhor que um fim de tarde de infiltração baixa.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Campos disse:

O estado do Rio de Janeiro deu uma "tunda" no Paraná hoje. Estou impressionado!

Frio padrão "setembro" e olha q tem setembro q não consegue tudo isso por aí...

Humm 🤔

É a "conta" q está sendo "paga" (ou a primeira parcela) pelo q todos passamos entre setembro e outubro.

 

Foi super estranho porque não estava sendo previsto um resfriamento tão acentuado, mas o ar seco muito anômalo para dezembro (como bem mostrou o Andoni) fez o trabalho, e com o sol aqueceu rapidamente, como era de se esperar.

 

Outra maneira de demonstrar como estas mínimas são baixas para dezembro, é lembrar que no caso de Nova Friburgo INMET precisaríamos voltar até o dia 13 de agosto de 2019 (5,4ºc) para encontrar uma mínima menor que os 5,6ºc de hoje.

 

Em Teresópolis, precisaríamos voltar até o dia 19 de julho de 2019 para encontrar mínima mais baixa que os 8,6ºc de hoje (7,5ºc).

 

E, contando do início de 2019, teríamos que esperar até o dia 6 de julho (7,7ºc) pela primeira mínima abaixo dos 9,8ºc em Teresópolis!!! (sem esquecer que maio e junho de 2019 foram excepcionalmente podres para o frio, mas mesmo assim muitos maios e junhos passam sem chegar aos 8,6ºc de hoje).

 

Aliás, olhando nos arquivos do BAZ, vi que em dezembro de 2018 fez 12,9ºc em Valença e 12,8ºc em Três Rios, o que faz as mínimas de hoje nestes locais (16,7ºc e 18,4ºc) parecerem especialmente ruins.  Foi realmente uma conjunção de fatores bem localizada que gerou estas mínimas de hoje na serra, ao contrário do ar frio mais generalizado de 2018.

 

O comentário feito por alguns colegas mais cedo não deixa de ter validade também; por um lado é legal acompanhar estes eventos de frio tardio, mas por outro aumenta a frustração por não termos um único registro de frio histórico no trimestre mais frio (JJA) há tantos ano por aqui.  E, como alegria de pobre dura pouco, esta semana já teremos um show de umidade alta com mínimas estagnadas entre 15ºc e 17ºc na auto de Friburgo...  Mas não estou reclamando não, pois dezembro é mesmo um mês em que a umidade e a chuva são mais importantes, ainda mais considerando que tantas cidades do sudeste estão com chuva abaixo da média em 2019 (pena que a projeção para as áreas mais secas não esteja nada animadora, indicando um bloqueio duradouro para o norte de MG por exemplo.)

  • Like 4
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Na madrugada de hoje, pelo segundo ano consecutivo (e faltando apenas um dia para completar um ano do histórico 09/12/2018), parte da Região Serrana do Rio de Janeiro registrou mínimas históricas para dezembro novamente, até um pouco abaixo das registradas no ano passado.  Pela ausência de um ar frio muito forte para a época desta vez (ao contrário do ano passado), confesso que fiquei surpreso com a grande queda das mínimas nesta última madrugada, que superou com folga até as mínimas médias dos meses mais frios do ano (JJA) nas três primeiras estações da lista.

 

A causa do forte resfriamento na serra fluminense (assim como em parte do leste de SP) hoje foi, principalmente, a presença de uma camada de ar seco entre os níveis baixos e médios da atmosfera (a UR bateu na casa dos 20% no Pico do Couto na manhã de hoje, e também em Nova Friburgo à tarde), o que intensificou o resfriamento radiativo já que as nuvens se dissiparam, e resquícios do ar de origem polar também ajudaram um pouco.

 

Mas em 2018, com a presença de um ar frio mais forte, a queda de temperatura para níveis muito baixos ou históricos para dezembro foi bem mais generalizada, pegando também uma área maior de SP e MG (no leste/centro-leste) e do estado do RJ como um todo.  Já na madrugada de hoje o frio esteve praticamente ausente das terras mais baixas ao norte/oeste da Região Serrana (Três Rios 18,5ºc e Valença 16,7ºc, mínimas absolutamente banais).  A região metropolitana e as baixadas litorâneas tiveram ótimas mínimas para dezembro hoje, mas longe de serem históricas como no ano passado (No Alto fez 14,9ºc hoje e 12,2ºc em 2018, e em Jacarepaguá 16,2ºc contra 13,9ºc).

 

Algumas mínimas de destaque registradas hoje na Região Serrana (históricas) e Região Metropolitana (bem abaixo da média, mas não históricas):

 

Serras:

 

Nova Friburgo auto IMET (área rural, 1065 m): 5,6ºc (supera os 6,1ºc de 2018 como a menor mínima registrada em dezembro na estação; entre 2010 e 2017 o recorde foi de 9,2ºc).

 

Nova Friburgo UERJ (área urbana, 843 m): 8,3ºc (supera os 9ºc de 2018 na mesma estação, e os 9,2ºc da antiga convencional de Friburgo em 12/1977, valor que foi recorde da normal 1961/1990).

 

Teresópolis auto INMET (991 m): 8,6ºc (supera os 8,7ºc do ano passado como recorde de dezembro desde 2006, quando a estação entrou em funcionamento).  Segunda menor mínima absoluta mensal de 2019, atrás apenas de julho com 6,1ºc (09/07).

 

Santa Maria Madalena auto INMET (517 m): 12,5ºc

 

RM:

 

Alto da Boa Vista Alerta Rio (320 m): 14,9ºc

 

Nova Iguaçu Adrianópolis PWS (28 m, Baixada Fluminense): 15,5ºc

 

Helicentro Guaratiba PWS (2 m): 15,7ºc

 

Jacarepaguá auto INMET (20 m): 16,2ºc

 

Vila Militar auto INMET (30 m): 16,7ºc (terceira menor em dezembro desde a abertura da estação em 2007, acima dos 14,5ºc de 09/12/2018 e 15,8ºc de 08/12/2018).

 

Santa Cruz PWS: 17ºc

 

Galeão aero: 18,5ºc

 

Niterói auto INMET: 18,8ºc

 

Depois desta madrugada fria para a época, a tarde foi amena para dezembro apesar do sol, com máximas entre 26ºc e 28ºc na maior parte da capital (pico de 29,9ºc na Vila Militar, mas não chegou a 25ºc em algumas praias da zona sul).

 

A chegada de uma massa de ar bem mais úmido vai trazer mínimas muito mais altas para o restante da semana, mas o excesso de nuvens (com períodos de chuva) não vai deixar as máximas subirem muito, apesar do comportamento da atmosfera já típico de verão.

 

 

Wallace Rezende,

fiquei surpreso com a mínima de Friburgo e Teresópolis, mas a queda da umidade já na parte da manhã, nem em massa frias no inverno tinha visto cair tão rápido na estação de Salinas/Friburgo, a umidade já despencou ás 8 h para 28%, nos horários mais secos baixou até 18%, ficou abaixo de 30% de 8 h até 14 h.

Na convencional de Cordeiro baixou até 13,4ºC

Edited by marinhonani
  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O domingo foi de sol, tempo seco e bastante calor em Buenos Aires. A mínima ainda foi de "só" 19,4°C, mas a máxima já foi a 33,5°C. No comeco da noite, uma área de chuvas vinda de sudeste (pouco comum que venha chuva convectiva dessa direcao) trouxe algumas gotas e um trovao, além de rajadas de vento, mas nao chegou a fechar completamente o céu aqui no centro da cidade. Na parte sul da Grande Buenos Aires choveu mais. Agora já temos céu limpo, 23,9°C, URA em 47%, vento leste a 11 km/h e pressao de 1.008,1 hpa.

Para amanha a previsao é de BASTANTE calor. Pode ser a tarde mais quente do ano, com o SMN prevendo mínima de 22°C e máxima de incríveis 37°C. O sol nasce às 5h33 e se poe às 19h58.

  • Like 2
  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente bem surpreendentes essas mínimas na região serrana do Rio. Eu não havia me atentado a esses valores incríveis. 

 

Agora 16,3°C aqui na minha estação. Muito bom. 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.