Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e previsão América do Norte 2023


Leandro A M Leite
 Share

Recommended Posts

Em 16/01/2023 em 10:17, Leandro A M Leite disse:

A Califórnia, excluída da poderosa onda de frio da semana do Natal, agora está em parte inundada e em parte atolada em neve: https://weather.com/news/trending/video/road-collapses-amid-saturated-conditions-in-california

Na onda de frio do Natal presenciei temperaturas entre 4 e 7 graus em Miami, um absurdo. 

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Em 16/01/2023 em 10:33, BrunoSaoPauloCapital disse:

Imaginando uma latitude e altitude equivalente a Miami aqui no Brasil, seria como se fizesse entre 4 ºC e 7 ºC no litoral do Paraná.

 

O que por si só não é tão difícil...Paranaguá por exemplo teve 4,8ºC na onda de frio de Julho de 2013. Em 2021 fez 6,6º, e é bom lembrar que já chegou a zerar mais acima em Iguape em 2000. O litoral brasileiro, todo recortado e na borda da Serra do Mar creio que criam condições para registrar episódios de frio mais intensos do que o que seria comum em outras condições.

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Em 16/01/2023 em 10:51, ricardosilva disse:

 

O que por si só não é tão difícil...Paranaguá por exemplo teve 4,8ºC na onda de frio de Julho de 2013. Em 2021 fez 6,6º, e é bom lembrar que já chegou a zerar mais acima em Iguape em 2000. O litoral brasileiro, todo recortado e na borda da Serra do Mar creio que criam condições para registrar episódios de frio mais intensos do que o que seria comum em outras condições.

Você acha que pode haver um efeito psicológico em relação a isso? Por Miami ser a cidade mais tropical dos Estados Unidos continentais, a ideia de temperatura perto dos 5 ºC lá parece absurda. Porém, 5 ºC em Paranaguá não causa tanto espanto nas pessoas pelo fato de estar no Paraná, um dos estados mais frios do Brasil?

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Em 16/01/2023 em 10:51, ricardosilva disse:

 

O que por si só não é tão difícil...Paranaguá por exemplo teve 4,8ºC na onda de frio de Julho de 2013. Em 2021 fez 6,6º, e é bom lembrar que já chegou a zerar mais acima em Iguape em 2000. O litoral brasileiro, todo recortado e na borda da Serra do Mar creio que criam condições para registrar episódios de frio mais intensos do que o que seria comum em outras condições.

E nem precisava ter ido tão longe para buscar o dado de Iguape. Em 2021, naquela onda de frio do final de julho, a estação do CIIAGRO, que diferentemente da do INMET, fica dentro da cidade, registrou 0,9°C.

Edited by Otavio Cyrino
  • Like 5
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 16/01/2023 em 11:03, BrunoSaoPauloCapital disse:

Você acha que pode haver um efeito psicológico em relação a isso? Por Miami ser a cidade mais tropical dos Estados Unidos continentais, a ideia de temperatura perto dos 5 ºC lá parece absurda. Porém, 5 ºC em Paranaguá não causa tanto espanto nas pessoas pelo fato de estar no Paraná, um dos estados mais frios do Brasil?

 

Eu acho apenas que as características geográficas são completamente distintas nos dois casos, tornando uma comparação direta impossível. Além disso, achar 5ºC em Miami algo absurdo só faz sentido se a pessoa não acompanhar a dinâmica do clima nos EUA. Vale lembrar que em 19 de Janeiro de 1977 NEVOU na cidade, e até mais ao sul dela, sendo observado flocos até em Homestead (cidade marcada no pin em vermelho na imagem abaixo). Então acho que um americano não espantaria de pegar o frio relatado pelo colega, talvez apenas ficasse chateado.

image.png.24738976c5ed68524a0e0c6d577b1ae1.png

  • Like 5
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Ontem Havana registrou mínima de 5 C com máxima de 24 C no aeroporto, foi vampiresco, interessante é que não há uma onda de frio muito forte atuando na Costa Leste dos EUA dessa vez, no Natal, Havana teve mínima de 15 C com máxima de 17 C, influência daquela pesada onda de frio que atingiu boa parte dos EUA. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 16/01/2023 em 22:28, ricardosilva disse:

 

Eu acho apenas que as características geográficas são completamente distintas nos dois casos, tornando uma comparação direta impossível. Além disso, achar 5ºC em Miami algo absurdo só faz sentido se a pessoa não acompanhar a dinâmica do clima nos EUA. Vale lembrar que em 19 de Janeiro de 1977 NEVOU na cidade, e até mais ao sul dela, sendo observado flocos até em Homestead (cidade marcada no pin em vermelho na imagem abaixo). Então acho que um americano não espantaria de pegar o frio relatado pelo colega, talvez apenas ficasse chateado.

image.png.24738976c5ed68524a0e0c6d577b1ae1.png

Miami é considerada quente nos Estados Unidos porque grande parte do país tem mínimas muito abaixo de 0. O frio que faz em Miami é no mesmo nível da cidade de São Paulo. 

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 18/01/2023 em 00:12, klinsmannrdesouza disse:

Miami é considerada quente nos Estados Unidos porque grande parte do país tem mínimas muito abaixo de 0. O frio que faz em Miami é no mesmo nível da cidade de São Paulo. 

Curitiba tem a latitude de Miami, mas é na média bem mais fria porque está a mais de 900 metros, o que faz Curitiba ter tamanha fama de fria é o fato de está no Brasil, um país em que milhões simplesmente desconhecem ou residem em regiões que desconhecem qualquer frio, vide as capitais do Nordeste e 5 das 7 capitais do Norte, mas o frio de Curitiba pros EUA é algo pífio, Curitiba esfria tipo a tórrida Phoenix, que no verão coloca Cuiabá no chinelo. 

Edited by Leandro A M Leite
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 17/01/2023 em 12:18, DaviOlrb disse:

E o ar polar avançou com força sobre o Caribe, ontem Cuba teve mínimas sub-10 em boa parte do país e geada em alguns pontos, hoje a República Dominicana também teve registros quase históricos.

 

 

Onde fica Índio Hatuey? Procurei e só achei a respeito do personagem indígena histórico morto pelos espanhóis em 1512. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 18/01/2023 em 00:12, klinsmannrdesouza disse:

Miami é considerada quente nos Estados Unidos porque grande parte do país tem mínimas muito abaixo de 0. O frio que faz em Miami é no mesmo nível da cidade de São Paulo. 

 

Além disso, as médias em Miami são altas mesmo.

Embora lá possa ter episódios de frio mais intensos do que em São Paulo.

 

As médias de janeiro, mês mais frio, no aeroporto de Miami são: 16,1°C / 24,6°C (1991-2020).

Julho em Iguape na 1981-2010 era: 13,8°C / 22,6°C (Não está disponível a 91-20).

 

Julho no Mirante tem: 12,8°C / 22,9°C (1991-2020)

 

 

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Em 18/01/2023 em 14:03, Aldo Santos disse:

 

Além disso, as médias em Miami são altas mesmo.

Embora lá possa ter episódios de frio mais intensos do que em São Paulo.

 

As médias de janeiro, mês mais frio, no aeroporto de Miami são: 16,1°C / 24,6°C (1991-2020).

Julho em Iguape na 1981-2010 era: 13,8°C / 22,6°C (Não está disponível a 91-20).

 

Julho no Mirante tem: 12,8°C / 22,9°C (1991-2020)

 

 

Os extremos de frio aqui são bem mais intensos, porém de curta duração e com menos frequência. Lá na América do Norte há maior frequência de massas polares, mesmo elas sendo mais fracas nas latitudes ao sul de 25N.

Nevar em Miami, como aconteceu e acontece algumas vezes, seria o mesmo que nevar no litoral sul de São Paulo e Paraná, na beira do mar. Isso nunca foi registrado oficialmente, só lá no Chuí é possível.

 

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

A América do Norte tem algumas características da Ásia, em menor grau, claro.

É uma massa continental muito mais extensa do que a metade sul da América do Sul.

 

A Ásia, por ser uma massa continental enorme, tem temperaturas baixíssimas em áreas litorâneas da China, por exemplo, que são impensáveis nas mesmas latitudes da América do Sul.

É também o caso de máximas muito baixas em áreas de baixa altitude do México nesta última grande onda polar que ocorreu por lá.

Coisas que, oficialmente, não tem registros em latitudes semelhantes por aqui.

 

Por outro lado, já vi relatos de neve bem próximo ao litoral em áreas do RS (Pelotas e Rio Grande) em grandes massas polares da 1ª metade do século passado.

Se não me engano, tem alguma coisa sobre isso aqui no BAZ mesmo.

 

 

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Por outro lado a América do Sul tem mais terras na zona tropical, isso aliado ao corredor Chaco-Pantanal-Amazônia faz com que se torne o único continente do mundo em que as massas de ar frio ultrapassam a linha do Equador, dias realmente frios que ocorrem em Cuiabá (15 S) e Rio Branco (10 S) são impensáveis em análogos latitudinais com a mesma altitude no Hemisfério Norte. 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

América do Norte/Central

Zacapa/Guatemala, 490 m 14 96 N (Altitude e latitude de Tangará da Serra/MT), sequer baixou de 16 C em 2022.

Retalhuleu/Guatemala, 239 m 14 53 N (Latitude próxima e altitude de Cuiabá), sequer baixou de 17 C em 2022.

Ásia

Chayaphum/Tailândia, 15 8 N 182 m (Altitude e latitude de Cuiabá), em 2022 mínima absoluta de 13,4 C, com máxima de 25,2 C, em 19/12. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Em 20/01/2023 em 01:32, Juzinho disse:

Acho que da latitude 0 a 15 ...somos um caso único no mundo quanto as friagens .

 

Ah ... depois disso , a concorrência vem forte hehe .

 

Off topic: Campo Grande, na latitude 20, cujas condições  já chegaram próximas de uma chuva congelada em pleno cerrado, não tem paralelo no mundo. 

Edited by Leandro A M Leite
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Em 31/01/2023 em 12:05, Leandro A M Leite disse:

Off topic: Campo Grande, na latitude 20, cujas condições  já chegaram próximas de uma chuva congelada em pleno cerrado, não tem paralelo no mundo. 

 

Também locais do sul da África nesta latitude (Porém em maior altitude) possivelmente já tiveram essas condições.

Harare, capital do Zimbabwe, a 18° Sul e 1.490 m de altitude, tem médias 6,5°C / 21,6°C em julho.

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Em 31/01/2023 em 18:42, Eclipse POA disse:

janeiro foi absurdamente acima da média em New York. Vejam essas anomalias:

 

image.png.a65c2b14e06d4b0923e3a67d39be9ebe.png

 

 

pelo menos fevereiro começa com um friozão tiro curto por lá.

 

 

 

E NY volta ao padrão de inverno com escassez de frio para a média da cidade. Após aquela MP tiro curto no começo do mês, fevereiro vem predominando com temperaturas acima da média. O AG vem sendo provado com diversos dados, os mais claros sendo essas anomalias de temperaturas bizarras e crescente frequência de Hellcordes. 

 

 

image.png.f67adacff18d42a276ed076cb18edf42.png

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.