Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Europa 2021


Rodolfo Alves
 Share

Recommended Posts

O @Wallace Rezendedeve saber, mas acho que pode ter caído algum recorde histórico de chuva em Colônia. Vi que em algumas estações Davis instaladas na cidade acumularam valores extremos de chuva 24h que são maiores que o recorde histórico do Mirante, e próximos do recorde de janeiro de 2020 em BH. 

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

Em 16/07/2021 em 10:42, Darley disse:

O @Wallace Rezendedeve saber, mas acho que pode ter caído algum recorde histórico de chuva em Colônia. Vi que em algumas estações Davis instaladas na cidade acumularam valores extremos de chuva 24h que são maiores que o recorde histórico do Mirante, e próximos do recorde de janeiro de 2020 em BH. 

 

Eu não sei, mas é provável que sim.  Uma área relativamente grande do oeste/noroeste da Alemanha registrou chuvas diárias com período de retorno na casa dos 50 anos, e em alguns pontos na casa dos 100 anos, então recordes em algumas estações são praticamente garantidos numa situação como essa (a informação sobre os períodos de retorno foi divulgada pelo próprio DWD).

 

Mas o site do DWD não fornece detalhes sobre recordes de estações individuais (ou fornece apenas na versão em alemão, e talvez muito bem escondido), então não há como saber quantas estações quebraram algum recorde.

 

A versão antiga do site do DWD tinha uma lista dos recordes de maior e menor temperatura para todas as principais estações do país, mas para os demais recordes (chuva, neve, vento, insolação, etc.) apenas os extremos de todo o país eram listados (e não lembro mais quais eram, mas os de chuva eram do extremo sul do país, onde há um efeito orográfico).  Na versão atual do site, nem essa lista eu encontrei.

 

Pelo que eu pude apurar, a grande enchente dos últimos dias ocorreu após uma área bem grande receber chuva volumosa de uma vez só, e os cursos d’água da região não conseguiram dar conta de tanta água, uma vez que a própria orientação da faixa de chuva mais volumosa acabou pegando em cheio algumas bacias hidrográficas menores (é muito pior chover 100 mm em 24 horas na média de toda uma bacia hidrográfica que chover 400 mm no mesmo período de tempo numa fração muito pequena da mesma bacia).

 

Uma estação localizada num subúrbio de Colônia (Stammheim, ao norte) registrou mais de 150 mm em 24 horas neste último evento (ver tabela abaixo), o que é bastante incomum para aquela região, mas esse volume não teria causado tantos problemas se a área afetada pelas chuvas volumosas tivesse sido bem menor.  Há poucos anos, um temporal isolado (convecção típica de verão) trouxe até 150 mm de chuva em 1 hora para uma localidade nos arredores Münster (na mesma área da Alemanha), com período de recorrência estimado entre 500 e 1000 anos, mas, como a área atingida foi muito pequena, ocorreram apenas inundações localizadas, sem consequências tão graves (apenas algumas residências invadidas pela água).

 

Koeln.png.a3dc1bc4d5246f26cb592d7c19fc84d6.png

 

Mas, ao contrário do que a mídia alarmista diz em uníssono (e as autoridades repetem como papagaios, como é de se esperar hoje em dia por conta de questões que vão muito além da ciência), é um grande erro atribuir este evento às “mudanças climáticas”, pois, apesar de grandes enchentes não serem muito comuns nesta época na região, elas tampouco são algo extraordinário (mesmo que não houvesse histórico de grandes enchentes durante o verão no oeste europeu - o que está muito longe de ser o caso -, os próprios registros instrumentais cobrem uma fração desprezível de tempo levando em conta não apenas a escola geológica, mas a própria história da ocupação humana na região).

 

Um evento recente que teve vários pontos em comuns com esse, mas que foi completamente ignorado pelos "vendedores de ineditismos" agora (outra vez: como é se esperar) foi a enchente de agosto de 2002, que atingiu com força partes do leste da mesma Alemanha (enchente histórica em Dresden, mais de 150 mm em 24 horas, e grandes volumes na maior parte da bacia do rio Elba à montante da cidade) e também muitas localidades da República Tcheca (incluindo a capital, Praga), além de trechos menores de outros países.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 11
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Esses incêndios na Grécia e na Turquia... Me chama muito a atenção o fato deles estarem ocorrendo tanto em regiões litorâneas e ilhas. Eu achava que esses grandes focos eram difíceis de acontecer (tipo) na beira da praia por causa da umidade marítima, mas pelo jeito não.

 

https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2021/08/07/pessoas-evacuam-ilha-da-grecia-em-balsa-para-fugir-de-incendio-veja.htm

 

754340919_Screenshot_20210809-1848233.png.f4029337c85f783960c0fdb458fd5edc.png

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Recorde absoluto de calor na Itália:

 

https://www.nit.pt/fora-de-casa/viagens/sicilia-regista-maior-temperatura-de-todos-os-tempos-na-europa

 

Recentemente a Turquia também quebrou o recorde nacional de calor(49,1°C). 

  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Sobre a chuva que ocorreu no GP da Bélgica no último domingo: uma estação próxima do circuito(Mont Rigi) chegou a acumular mais de 30mm em 24h no dia da corrida. 

 

Foi um mês de agosto bastante chuvoso na região, essa estação mencionada terminou o mês com mais de 200mm no fechamento 12UTC(mais do que o dobro do normal, que é de 99mm). 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
  • 1 month later...
  • 4 weeks later...
  • 3 weeks later...
Em 08/12/2021 em 10:39, SandroAlex disse:

 

SandroAlex,

acompanho quase que diariamente, o site OGIMET, desde o dia 1º de dezembro, que 5 estações na Sibéria, ultrapassaram os -50ºC, sendo que a menor mínima, foi de -55ºC na estação de Delyankir.

Parece que o frio rigoroso, chegou para valer nesse dezembro

  • Like 3
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 08/12/2021 em 11:52, Luís Podestá disse:

Milão e Turim amanheceram branquinhas de neve hoje

Jogo da Liga do Campeões desta quarta foi adiado por causa da neve no norte da Itália

Neve cobriu o gramado do estádio da Atalanta — Foto: Reuters

https://ge.globo.com/futebol/futebol-internacional/liga-dos-campeoes/noticia/champions-por-forte-nevasca-em-bergamo-atalanta-x-villarreal-e-adiado-para-quinta-feira.ghtml

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 08/12/2021 em 16:46, marinhonani disse:

SandroAlex,

acompanho quase que diariamente, o site OGIMET, desde o dia 1º de dezembro, que 5 estações na Sibéria, ultrapassaram os -50ºC, sendo que a menor mínima, foi de -55ºC na estação de Delyankir.

Parece que o frio rigoroso, chegou para valer nesse dezembro

 

É bem comum fazer abaixo de - 50 graus em algumas cidades da Sibéria nessa época .

Faz anos que não vejo fazer - 60 ...que era habitual nos dias mais frios do inverno lá ...no pré 2000.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.