Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2022


Marcos
 Share

Recommended Posts

On 8/30/2022 at 10:15 AM, Lucas Z said:

 

Eu já entre nesse tópico, e um forista da serra catarinense também. Mesmo o cidadão pobre de Maringá tem suas roupas de inverno, é impossível viver lá sem. É uma questão cultural, o sujeito se sente até mais "macho" mostrando para os outros que não se sente frio (mas congelando na verdade), pode ver que tem bem menos mulheres que fazem isso. Tem o fator da ignorância também, enfim.

 

É sério? Por aqui o pessoal (os homens) se agasalha bastante também. Nunca ouvi ninguém comentar sobre não se agasalhar ser sinal de virilidade kk acho que pq talvez os invernos sejam mais longos o pessoal se acostuma, sei lá, e desde criança a somos ensinados a nos agasalharmos bem.

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

Em 29/08/2022 em 18:35, Eclipse disse:

Boa queda de temperatura na capital mais fria do país

 

 

 

...que é Curitiba. Já estão com 8 °C pelo weather.com

 

POA, que até que [dá pro gasto, tá com uns 12 °C. 

 

  

 

 

Bahh, que belezura! Também tenho um, até parecido

 

 

Sim, as 3 capitais mais frias do Brasil são:

1 - Curitiba / PR

2 - Porto Alegre / RS

3 - São Paulo / SP

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 10:28, Nestor Antonio Bresolin Junior disse:

 

É sério? Por aqui o pessoal (os homens) se agasalha bastante também. Nunca ouvi ninguém comentar sobre não se agasalhar ser sinal de virilidade kk acho que pq talvez os invernos sejam mais longos o pessoal se acostuma, sei lá, e desde criança a somos ensinados a nos agasalharmos bem.

1690057380_images(66).jpeg.3a3bc90ffbddd5eb2ff4c16b99f131c9.jpeg

  • Haha 19
Link to comment
Share on other sites

Mínimas região de Londrina:

 

• Rolândia - Sitio Tapir (baixada zona rural/622m): 5,9°C. 

• Londrina - Distrito de Lerroville (encosta/ zona rural 734m): 6,2°C.

• Arapongas (encosta zona urbana 778m): 7,2°C.

• Londrina - Fornarolli Ciência Agrícola (Topo/ limite zona rural vs urbana 583m): 7,7°C.

• Londrina - Bairro Inglaterra (ebcosta zona urbana 580m): 9,1°C

• Londrina - Fazenda Alto Alegre (458m): 10,3°C

• Sertanópolis - Fazenda Santa Terezinha (baixada 377m): 10,8°C.

 

No Iap/Simepar não consegui confirmar, mas ficou na casa de 9.0/9,5°C se não engano.

 

 

  • Like 14
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:03, Lucas Z disse:

 

Menção honrosa ao interior da Ilha de Florianópolis, boas mínimas e algumas geadas por lá também.

 

isso. são elas.

 

 

ainda assim, perdem pro coração gelado da morena [MODO TIOZÃO DO PAVÊ REPETINDO A MESMA PIADA 1000 VEZES OFF]

 

 

 

  

Em 30/08/2022 em 10:41, Carlos Campos disse:

1690057380_images(66).jpeg.3a3bc90ffbddd5eb2ff4c16b99f131c9.jpeg

 

 

O segredo tá no uso do chapéu. Quero ver bater essa foto sem chapéu e tomando sorvete ao invés de chimarrão. Amadores. 

SÓ NÃO FAÇO ISSO PQ AQUI NÃO NEVA

 

he he he

 

 

Edited by Eclipse
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 10:04, LeoP disse:

 

Já estive em cidades bem frias para padrões brasileiros, como Bariloche, e a população lá se agasalha muito bem, mesmo numa tarde de sol e temperatura máxima chegando aos 17ºC em um dos dias que estive lá. Fazendo uma comparação, na onda de frio de maio desse ano, tive aqui dias bem parecidos com o que vivi lá (variação de 6C a 17ºC) percebi que eles se agasalharam até mais que nós - provavelmente por terem roupas mais apropriadas. 

.

.

 

Apesar da mudança mais suave em relação a áreas mais ao sul, a temperatura caiu e o amanhecer de hoje teve sensação térmica bem diferente do de ontem. Mínimas pela cidade:

 

12,6C Pampulha (850 m)

12,2C centro (915 m)

9,3C Buritis (1200 m)

 

Essas temperaturas vieram com rajadas de vento de até 42km/h na Pampulha e 91km/h nos bairros serranos da capital agora de manhã.

Tipo digo assim , o primeiro frio do ano lá pra abril maio quando faz 10 C todo mundo sente . Já agora no fim do inverno por já ter feito mais dias de frios ,a impressão que passa que os 6 C de hj são superiores aos 12 C do começo do inverno. Pode ser maluquice minha , mas tenho essa percepção.

 

É mesma coisa que fazer 12 C em dezembro , todo mundo estranha . 

 

Não sei se fui claro . 

  • Like 8
  • Haha 2
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:13, EvandroPR disse:

Tipo digo assim , o primeiro frio do ano lá pra abril maio quando faz 10 C todo mundo sente . Já agora no fim do inverno por já ter feito mais dias de frios ,a impressão que passa que os 6 C de hj são superiores aos 12 C do começo do inverno. Pode ser maluquice minha , mas tenho essa percepção.

 

É mesma coisa que fazer 12 C em dezembro , todo mundo estranha . 

 

Não sei se fui claro . 

Eu sinto frio em qualquer período do ano, se estiver nublado/ventando com temperaturas abaixo dos 17°C.

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:13, EvandroPR disse:

Tipo digo assim , o primeiro frio do ano lá pra abril maio quando faz 10 C todo mundo sente . Já agora no fim do inverno por já ter feito mais dias de frios ,a impressão que passa que os 6 C de hj são superiores aos 12 C do começo do inverno. Pode ser maluquice minha , mas tenho essa percepção.

 

É mesma coisa que fazer 12 C em dezembro , todo mundo estranha . 

 

Não sei se fui claro . 

 

Foi claro, mas se fizer 6 graus em Maio ou Setembro, sinto exatamente o mesmo frio. Tenho dificuldade de entender, mas cada um veste o que achar melhor no final das contas. 

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

eu acho que a principal diferença é na insolação mesmo. 

como outro colega comentou as horas de sol (principalmente quando saímos cedo de casa) tem um leve impacto, pelo menos pra mim, quando comparamos maio e setembro, por exemplo. 

 

 

Link to comment
Share on other sites

A mínima foi de 11,7°C durante o início da madrugada em Eldorado. A chuva se mostrou presente neste início de manhã, ontem foram 0,6 mm e hoje, até agora, foram 1 mm. Neste momento temos sol entre nuvens e faz 18,7°C | 83,7%.

 

Na região, nenhum destaque nas mínimas, em geral, todas ficaram na faixa dos 8°C - 10°C. As que mais se sobressaíram foram Barra do Chapéu (862 m | CIIAGRO) com 6,1°C e Itapirapuã Paulista (~576 m | CIIAGRO) com 6,6°C.

  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:13, EvandroPR disse:

Tipo digo assim , o primeiro frio do ano lá pra abril maio quando faz 10 C todo mundo sente . Já agora no fim do inverno por já ter feito mais dias de frios ,a impressão que passa que os 6 C de hj são superiores aos 12 C do começo do inverno. Pode ser maluquice minha , mas tenho essa percepção.

 

É mesma coisa que fazer 12 C em dezembro , todo mundo estranha . 

 

Não sei se fui claro . 

Isso de fato acontece e o contrário também. Tem um fator que não foi mencionado mas que pelos relatos dos outros e pela minha própria experiência é o preponderante. Roupas de frio incomodam e incomodam tanto mais quando a pessoa não está acostumada com elas ou quando elas são inadequadas ou pouco práticas. Em locais onde o frio constante praticamente inexiste como aqui, esse comportamento é muito comum. A pessoa está num ambiente interno ainda quente e sabe que durante o dia vai esquentar, mesmo que de manhã esteja frio, então ela prefere suportar o frio, se ele não for muito forte, a ter que carregar uma blusa o dia inteiro ou passar um pouco de frio a se dar ao trabalho de colocar uma blusa para ir e voltar da padaria e ter que tirar de novo quando voltar para casa. Sou, ou era desses até que tive que morar em SP kkk. No começo segui com o mesmo raciocínio e comportamento até que quase adoeci e me dei conta do know how dos locais para lidar com os dias frios que continuam frios e não esquentam. Uma blusa fina por cima da camisa, uma casaco mais grosso, outro de meia estação etc e infinitas combinações para lidar com dias mais e menos frios, com ambientes mais ou menos aquecidos e com dia que começam frios e terminam quentes e vice-versa, tudo isso acompanhado de um guarda chuva porque ao contrário daqui vc pode se deparar com um dia frio e chuvoso ou garoento, coisa rara aqui no interior. Mesmo assim eu usava menos blusas que os locais pq preferia passar frio entre o trabalho e a estação de metrô a passar calor dentro do trem. E aqui tenho ocasião de falar do contrário que também ocorre. Assim como tinha gente que se encapotava com a primeira lufada de ar frio e depois ia se acostumando e usando menos blusas mesmo quando estava frio de verdade, também haviam aquelas pessoas que esqueciam de tirar as blusas uma semana depois de ter esquentado. Pessoas a serem evitadas nos vagões do metrô, pq tem cheiro de mendigo mesmo não sendo um.

Edited by marcio valverde
  • Like 9
  • Haha 4
Link to comment
Share on other sites

Sobre isso de sensação térmica, aqui no Rio acontece algo interessante, com essas incursões polares, nas áreas mais continentais da região metropolitana, é comum a temperatura cair até os 16° C por volta das 23h, como não sou mentiroso e confesso que gosto da boemia, Eu costumo sair muito durante a noite/madrugada, chega ser INACREDITÁVEL como as pessoas literalmente saem pelados de casa igual no verão, e passam um FRIO DA POR@@ mas não botam um casaco ou um tênis/bota, é bizarro pra mim numa noite ventosa e fria (para nossos padrões abaixo dos 19°/18°c), alguém sair de Sandália e camisa, e ir embora depois de pouco tempo reclamando do "frio", a ponto de muitas amigas já terem pedido meu casaco emprestado. Aqui no RJ geralmente são as meninas que saem assim, os homens no mínimo de Frio, já querem puxar um casaco Megazord do armário.

  • Like 12
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

29/08/2022 - Mínimas ❄️🌧️

 

15,1°C - Ecologia Agrícola/Seropédica
15,2°C - Jacarepaguá/Rio de Janeiro
15,3°C - Xerém/Duque de Caxias
15,5°C - Vila Militar/Rio de Janeiro
15,6°C - Silva Jardim
15,8°C - Forte de Copacabana/Rio de Janeiro
16,2°C - Marambaia/Rio de Janeiro
16,2°C - Barreto/Niterói
17,3°C - Arraial do Cabo

 

INMET
 

  • Like 14
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 09:42, Lucas Z disse:

Excelente mínima para Maringá, deu até um pouco de inveja. Em relaçao as pessoas, não é costume, é falta de noção mesmo. Mesmo em países frios, com uma temperatura assim, o cidadão usaria calça e ao menos uma jaqueta leve, hahaha.

 

Aqui na cidade de São Paulo há um fato curioso que não sei se ocorre em outros locais.

Em dias de frio mais ou menos fraco, as pessoas se vestem mais pela "cara" do tempo do que pela temperatura.

Por exemplo, numa manhã ensolarada de céu limpo com 12/13°C se vê muita gente de mangas curtas, mulheres de saia/vestido, etc.

Se amanhecer 17/18°C com céu nublado, a grande maioria está com algum agasalho, leve que seja. :D

 

Outra coisa aqui em Sampa que é complicado são os dias com muita variação térmica, geralmente em final de agosto e setembro.

Por exemplo, sair de casa cedinho com 8°C e durante o dia chegar a 22/23°C.

Começa algo que o pessoal aqui geralmente detesta e costuma chamar de "efeito cebola", isto é, ter que ir tirando as roupas conforme vai esquentando.

Alguns/algumas, por não ter que ficar carregando, acabam ficando com algum agasalho mesmo durante o dia.

Neste último caso, quem é de fora e vê... não entende nada. :D

 

Aí, chega no final da tarde, vem a "viração": a temperatura despenca de 23/24°C para 16/15°C, às vezes em menos de 2 horas com a entrada da brisa marítima.

O céu fica rapidamente encoberto, a umidade sobe de 25/30% para 80/85%.

Acho que não existe um morador de Sampa que nunca foi pego nesta situação sem agasalho. :D

E aí passa frio mesmo.

 

É bom observar que esta mudança do final de tarde é típica dos planaltos lestes, próximo ao litoral e à serra do Mar, do RJ ao RS.

Não é exclusividade paulistana. 

 

Para mim, é bem mais fácil de administrar o que as pessoas vestir num dia inteiro frio do que num dia com essas variações térmicas.

 

------------------

 

Para não fugir do monitoramento, Sampa teve noite e madrugada com muitas nuvens a nublada, com garoas que iam e voltavam.

Principalmente nas áreas mais ao sul, mais próximas da serra do Mar.

Os ventos marítimos não cessaram o tempo todo.

 

Por esse motivo, as mínimas foram bem parelhas,

Mirante: 9,7°C

Interlagos: 9,6°C

IAG: 9,2°C

CGE-Marsilac: 8,4°C

 

Edited by Aldo Santos
  • Like 15
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:34, marcio valverde disse:

Isso de fato acontece e o contrário também. Tem um fator que não foi mencionado mas que pelos relatos dos outros e pela minha própria experiência é o preponderante. Roupas de frio incomodam e incomodam tanto mais quando a pessoa não está acostumada com elas ou quando elas são inadequadas ou pouco práticas. Em locais onde o frio constante praticamente inexiste como aqui, esse comportamento é muito comum. A pessoa está num ambiente interno ainda quente e sabe que durante o dia vai esquentar, mesmo que de manhã esteja frio, então ela prefere suportar o frio, se ele não for muito forte, a ter que carregar uma blusa o dia inteiro ou passar um pouco de frio a se dar ao trabalho de colocar uma blusa para ir e voltar da padaria e ter que tirar de novo quando voltar para casa. Sou, ou era desses até que tive que morar em SP kkk. No começo segui com o mesmo raciocínio e comportamento até que quase adoeci e me dei conta do know how dos locais para lidar com os dias frios que continuam frios e não esquentam. Uma blusa fina por cima da camisa, uma casaco mais grosso, outro de meia estação etc e infinitas combinações para lidar com dias mais e menos frios, com ambientes mais ou menos aquecidos e com dia que começam frios e terminam quentes e vice-versa, tudo isso acompanhado de um guarda chuva porque ao contrário daqui vc pode ser deparar com um dia frio e chuvoso ou garoento, coisa rara aqui no interior. Mesmo assim eu usava menos blusa que os locais pq preferia passar frio entre o trabalho e a estação de metrô a passar calor dentro do trem. E aqui tenho ocasião de falar o contrário. Assim como tinha gente que se encapotava com a primeira lufada de ar frio e depois ia se acostumando e usando menos blusas mesmo quando estava frio de verdade, também haviam aquelas pessoas que esqueciam de tirar as blusas uma semana depois de ter esquentado. Pessoas a serem evitadas nos vagões do metrô, pq tem cheiro de mendigo mesmo não sendo um.

Como eu gostaria q pelo menos 30% dos meus contatos do whatsapp escrevessem assim como vc... Tudinho numa "carreira" só! 🙂

Mas não...

95% deles

escreve

Frases de

Duas ou 3 palavras e eu fico

Louco da vida

Com isso

Porque recebo 50 msgs 

Que caberiam numa única msg apenas 😠

 

Eu concordo com o teu raciocínio.  É uma chatice carregar casaco o dia inteiro só pq precisou durante 10 min pela manhã. 

Em Curitiba é um pouco mais útil, pois geralmente está frio (17°C com vento me incomoda).

É bem complicado mas ainda assim é melhor do q a época em q vivíamos no Paleolítico e tínhamos q matar um urso pra usar a pele (fedorenta) como casaco.  Ou nas guerras na idade média com armaduras q nunca saíam do corpo da pessoa.

Nós somos muito frouxos, essa é a verdade.

É só um casaco! 🙈

  • Like 1
  • Haha 14
Link to comment
Share on other sites

Aqui no meu estado chega a ser engraçado, basta qualquer friagem chegar e algumas pessoas se vestem como se tivesse na serra catarinense, gaúcha.

Inclusive até nas friagens mais fracas.

Outra curiosidade é ver algumas pessoas usando moletom e japona nas invernadas que ocorrem na estação chuvosa, já vi muitos usarem na capital, Chapada e cidades do interior.

 

  • Like 11
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 12:41, Carlos Campos disse:

Como eu gostaria q pelo menos 30% dos meus contatos do whatsapp escrevessem assim como vc... Tudinho numa "carreira" só! 🙂

Mas não...

95% deles

escreve

Frases de

Duas ou 3 palavras e eu fico

Louco da vida

Com isso

Porque recebo 50 msgs 

Que caberiam numa única msg apenas 😠

 

Eu concordo com o teu raciocínio.  É uma chatice carregar casaco o dia inteiro só pq precisou durante 10 min pela manhã. 

Em Curitiba é um pouco mais útil, pois geralmente está frio (17°C com vento me incomoda).

É bem complicado mas ainda assim é melhor do q a época em q vivíamos no Paleolítico e tínhamos q matar um urso pra usar a pele (fedorenta) como casaco.  Ou nas guerras na idade média com armaduras q nunca saíam do corpo da pessoa.

Nós somos muito frouxos, essa é a verdade.

É só um casaco! 🙈

Para efeitos de whatsapp eu concordo mas o povo que entende de escrever certamente abominaria o meu texto em forma de paragrafão. O uso aqui foi pela praticidade e informalidade do ambiente mesmo.

Já sobre o paleolítico kkkk, no nosso caso teríamos que matar uma capivara para fazer um coletinho da moda, ou até duas a depender da corpulência da pessoa. 

Em 30/08/2022 em 12:50, nickmelos-MT disse:

Aqui no meu estado chega a ser engraçado, basta qualquer friagem chegar e algumas pessoas se vestem como se tivesse na serra catarinense, gaúcha.

Inclusive até nas friagens mais fracas.

Outra curiosidade é ver algumas pessoas usando moletom e japona nas invernadas que ocorrem na estação chuvosa, já vi muitos usarem na capital, Chapada e cidades do interior.

 

Já vi isso em Brasília na temporada de chuva.

 

Eu poderia fazer como o @Aldo Santose acrescentar um parágrafo sobre o monitoramento para não fugir do tópico mas a verdade é que está bem sem graça. Não houve FF por aqui e o ar polar que chegou derrubou um pouco as temperaturas, o que é bom, mas algo xoxo. Hj pela manhã 12,5°C.

 

Edited by marcio valverde
  • Like 4
  • Haha 4
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:56, wallace silva disse:

Sobre isso de sensação térmica, aqui no Rio acontece algo interessante, com essas incursões polares, nas áreas mais continentais da região metropolitana, é comum a temperatura cair até os 16° C por volta das 23h, como não sou mentiroso e confesso que gosto da boemia, Eu costumo sair muito durante a noite/madrugada, chega ser INACREDITÁVEL como as pessoas literalmente saem pelados de casa igual no verão, e passam um FRIO DA POR@@ mas não botam um casaco ou um tênis/bota, é bizarro pra mim numa noite ventosa e fria (para nossos padrões abaixo dos 19°/18°c), alguém sair de Sandália e camisa, e ir embora depois de pouco tempo reclamando do "frio", a ponto de muitas amigas já terem pedido meu casaco emprestado. Aqui no RJ geralmente são as meninas que saem assim, os homens no mínimo de Frio, já querem puxar um casaco Megazord do armário.

Kkkk aqui no Rio frio e casaco alguns luva e bermuda e chinelo kkkkk e as meninas de cavaquinho e shortinho kkk

  • Like 2
  • Haha 3
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 11:54, Moretão disse:

@jean10lj A estação do Sr. Wolfgang  retornou ao estações do Brasil. Está padronizada ou está mais a título de curiosidade?

 

Infelizmente acho que não mudou nada...ao menos não fiquei sabendo se mudou. Hoje o frio foi forte nas partes mais baixas, 2,2ºC lá no Wolfgang e 2,8ºC na Epagri em Itapiranga.

 

Aqui (Iporã do Oeste), a Linha Taquarussu teve 1,1ºC hoje, a meros 310m de altitude.

 

Essa MP surpreendeu na baixitude aqui, ontem de noite e hoje de madrugada tinha vento leste moderado, 30-40km/h de rajada aqui no alto, esses vales fundos do rio uruguai gostam disso, pois não forma nevoeiro, ou demora bem mais pra formar.

 

dgsdsgdsssss.thumb.png.58a23116a2ad9bda3aaa7371901f820b.png

 

Entardecer ontem...

 

IMG_20220829_182434.thumb.jpg.1d67fa2443fd325658d1d4e8f08576ad.jpg

 

00z do euro para o dia 4

 

1326054964_ecmwf-deterministic-southbrazil-t2m_c_min6-2292800(11).thumb.png.1c4c4aeec5a3217fdf0c323b9c50bb76.png

 

  • Like 14
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 14:00, Lucas Z disse:

Tem alguma mínimas boas e geadas decentes. Porém na grande parte do tempo é o calor, muitas vezes forte, que predomina. Um distante quinto lugar. 

Sim. E ainda tem o fato de que São Paulo capital só está em terceiro lugar no quesito capitais mais frias porque está a 760 m de altitude. Se fosse nível do mar, perderia para Florianópolis - SC e talvez para Belo Horizonte - MG e Campo Grande.

 

Graça aos deuses que existe a Serra do Mar. haha

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Mínimas Sul de Minas

 

INMET

 

Monte Verde: (Topo 1.545m): fora do ar pela manhã.

Maria da Fé: (Topo 1.281m): 4,3°C

Varginha (parte alta de encosta 950m): 8,4°C

Barbacena (Topo 1.169m): 8,5°C

Passa Quatro: (topo 1.010m): 9,4°C

Machado: (Encosta 959m): 8,7°C

Oliveira (Topo 1.025m): 10,5°C

São João del Rei (Acho que baixada 930m): 10,7°C

Passos: (Encosta 751m): 11,7°C

Formiga: (Encosta 880m): 12.0°C

São Sebastião do Paraíso (Encosta 845m): 12,4°C

Caldas (baixada 1.077m): fora do ar.

 

PWS

 

Delfim Moreira - Bairro do Charco (Topo 1.853m): 2,5°C

Maria da Fé - Faz. Essenza (Topo 1.905m): 2,9°C

Delfim Moreira - Bairro do Charco (Baixada 1.702m): 3,3°C

Aiuruoca - Sítio Santa Clara (1.479m): 3,4°C

Delfim Moreira - Faz. Pauzinhos (Acho que Topo 1.590m): 3,9°C

Delfim Moreira - Faz. Cambaú (Acho que Topo 1.520m): 5,1°C

Gonçalves - Sítio Boipeba Alta (Topo 1.490m): 5,3°C

Maria da Fé - Vinhedo Tenuta Colombi (Acho que Encosta alta ou Topo 1.470m): 5,3°C

Marmelópolis - Kahena Moutain Lodge (Acho que Topo 1.440m): 5,4°C

Maria da Fé - Bairro Reserva (Baixada 1.427m): 5,9°C

Pedralva - Fazenda Santa Helena (Topo 1.549m): 5,9°C

Maria da Fé - Pico da Bandeira (Topo 1.670m): 6,1°C

Coqueiral - Faz. São Gabriel II (Baixada 850m): 7,3°C

Lambari - Área Central (Encosta 928m): 7,5°C

Lima Duarte - Conceição do Ibitipoca (1.200m Baixada): 8.0°C

Varginha - Sítio Campestre (Topo 1.012m): 8,6°C

Conceição do Rio Verde - Faz. Rio Verde (916m): 8,6°C

Andrelândia - Fazenda Recreio (1.159m): 8,7°C

Barbacena - Aeroporto (Topo 1.105m): 9.0°C

Aiuruoca - Área Central (1.102m): 9,2°C

Três Corações - Fazenda Cobiça (Encosta 950m): 9,3°C

Alfenas - Fazenda Capoeirinha (Encosta 890m): 9,5°C

Varginha - Aeroporto (Topo 925m): 9,5°C

Extrema Ciiagro - (Encosta 970m): 9,7°C

Poços de Caldas - Área Central (Topo 1.240m): 9,9°C

Arame - Fazenda Boiada (Acho que Encosta ou Topo 1.016m): 10,2°C

Santo Antônio do Amparo - Fazenda NKG (Topo 1.054m): 10,2°C

Guapé - Fazenda Lago Azul (baixada 819m): 10,4°C

Dores do Campo (972m): 10,5°C

Boa Esperança - Córrego Café (Encosta 809m): 10,9°C

Itajubá - Unifei (850m): 11,2°C

Ressaquinha - Faz. Ressaquinha (1.080m): 11,6°C

 

  • Like 9
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 14:08, BrunoSaoPauloCapital disse:

Sim. E ainda tem o fato de que São Paulo capital só está em terceiro lugar no quesito capitais mais frias porque está a 760 m de altitude. Se fosse nível do mar, perderia para Florianópolis - SC e talvez para Belo Horizonte - MG e Campo Grande.

 

Graça aos deuses que existe a Serra do Mar. haha

 

Somos dois a agradecer a Serra do Mar, estamos a 935 m por aqui. Só acho que deveriam ter fundado Curitiba a uns 50 km pro interior, estaria ainda mais alto e ligeiramente mais continental, hehehe. Mas imagina uma cidade como São Paulo com um porto, dando acesso ao mundo inteiro! O clima seria uma porcaria, mas a cidade seria ainda mais rica.

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

O Moretao trouxe um tema interessante sobre padrões de estações.

 

Para a instalação da estação meteorológica, ela deverá ser montada em um local plano,  com o solo preferivelmente coberto por grama ou vegetação local de baixo porte, longe de obstáculos e de instalações elétricas que possam produzir interferências eletromagnéticas, como fios de alta tensão, motores elétricos, etc.

 

Deve-se identificar e marcar a direção Norte (usar sempre o Norte Verdadeiro – Geográfico).

 

O conjunto sensor de temperatura e a umidade relativa do ar devem ser efetuados a uma altura entre 1,25 a 2,00 m acima do terreno.

 

A medição do conjunto poderá sofrer alterações em caso de: 

 

• fontes industriais de calor;

 

• proximidade à coberturas (ou telhados);

 

• lugares íngremes ou abrigados;

 

• vegetação alta ou solo impermeabilizado;

 

• outros.

 

Em relação aos sensores de Velocidade e Direção do Vento, deverão ser instalados em área livre acima do nível do terreno ao seu redor.

 

Alturas de medição recomendadas e suas respectivas normas são:

 

3,0 m ±0,1 m (AASC);

 

2,0 m ± 0,1 m e 10,0 m ±0,5 m como opcional (AASC);

 

10,0 m (EPA e OMM).

 

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) recomenda que o sensor de precipitação atmosférica mantenha-se em local livre, em distância igual ou superior a quatro vezes a altura de eventuais obstáculos. 

 

A área de captação da precipitação deverá estar posicionada em plano horizontal a uma altura de 1,5 m, em local recoberto por grama ou vegetação local de baixo porte, sendo desejável o uso de suportes robustos como tubo de aço galvanizado.

 

Daí pergunta-se:

a) quantas estações particulares e até oficiais atendem ao padrão exigido?

b) as estações que não atendem devem ser desconsideradas? Se sim, integralmente ou parcialmente (apenas alguns dados)?

c) no caso hipotético de uma estação instalada em um local cujos obstáculos estejam em distância inferior ao padrão, existe um cálculo para mensurar essa interferência na temperatura por exemplo?

 

Na minha opinião é praticamente impossível atender ao padrão na área urbana de qq cidade.

 

Creio que a chave seria obter a resposta à questão "c" e com isso mensurar "se" há uma influência e de quanto seria.

 

Se alguém puder me ajudar nisso.

  • Like 9
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 14:27, Lucas Z disse:

 

Somos dois a agradecer a Serra do Mar, estamos a 935 m por aqui. Só acho que deveriam ter fundado Curitiba a uns 50 km pro interior, estaria ainda mais alto e ligeiramente mais continental, hehehe. Mas imagina uma cidade como São Paulo com um porto, dando acesso ao mundo inteiro! O clima seria uma porcaria, mas a cidade seria ainda mais rica.

Isso foi cogitado em dado momento histórico, por incrível que pareça. Quando houve o boom do café em SP na segunda metade do século XIX a capital, Santos e Campinas tinham quase a mesma população com vantagem das duas últimas, uma porque era o porto que escoava essa riqueza e a outra porque estava no centro da zona de expansão do café, sobrando para São Paulo apenas a vantagem de ser a capital do estado. Porém houve uma epidemia de febre amarela e nessa a capital se deu bem porque o clima mais frio era menos favorável ao mosquito vetor da doença e foi nesse época que o grandes capitalistas do estado se concentraram lá em busca de um clima mais salubre. Não há consenso entre os historiadores mas esse evento contribuiu para que a capital de SP se tornasse o que é pois a concentração do capital ali permitiu que num segundo momento, com a chegada dos imigrantes estrangeiros e o seu know how, houvesse o surto de industrialização autóctone que transformaria SP no maior centro industrial do hemisfério. Esse fato, curiosamente, havia sido predito por um visitante estrangeiro quase um século antes, pois segundo ele, o clima mais ameno do planalto era mais favorável ao trabalho pesado da indústria. Verdade ou não o fato é que com a industrialização e o entusiasmo crescente da elite paulista no começo do século passado, quando a ferrovia Santos-Jundiaí já dava sinais de saturação, houve quem propusesse trazer o porto até São Paulo!!! mediante a construção de um canal que, por meio de um sistema de eclusas serra acima, se conectaria com um anel hidroviário no entorno da capital. Dessa idéia desvairada, que poderia até ser exequível do ponto de vista da engenharia mas que certamente seria anti-econômica, restou como lembrança apenas um farol, sim um farol, no alto de um morro no Jaguaré, em plena zona oeste de SP. É off mas não deixa de ser interessante constatar como o clima também teve sua influência para que a nossa maior cidade fosse SP e não Santos ou Campinas.

Edited by marcio valverde
  • Like 8
  • Thanks 9
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 15:08, marcio valverde disse:

Isso foi cogitado em dado momento histórico. Quando houve o boom do café em SP na segunda metade do século XIX a capital, Santos e Campinas tinham quase a mesma população com vantagem das duas últimas, uma porque era o porto que escoava essa riqueza e a outra porque estava no centro da zona de expansão do café, sobrando para São Paulo apenas a vantagem de ser a capital do estado. Porém houve uma epidemia de febre amarela e nessa a capital se deu bem porque o clima mais frio era menos favorável ao mosquito vetor da doença e foi nesse época que o grandes capitalistas do estado se concentraram lá em busca de um clima mais salubre. Não há consenso entre os historiadores mas esse evento contribuiu para que a capital de SP se tornasse o que é pois a concentração do capital ali permitiu que num segundo momento, com a chegada dos imigrantes estrangeiros e o seu know how, houvesse o surto de industrialização autóctone que transformaria SP no maior centro industrial do hemisfério. Esse fato, curiosamente, havia sido predito por um visitante estrangeiro quase um século antes, pois segundo ele, o clima mais ameno do planalto era mais favorável ao trabalho pesado da indústria. Verdade ou não o fato é que com a industrialização e o entusiasmo crescente da elite paulista no começo do século passado, quando a ferrovia Santos-Jundiaí já dava sinais de saturação houve quem propusesse trazer o porto até São Paulo mediante a construção de um canal que, por meio de um sistema de eclusas serra acima, se conectaria com um anel hidroviário no entorno da capital. Dessa idéia desvairada, que poderia até ser exequível do ponto de vista da engenharia mas que certamente seria anti-econômica, restou como lembrança apenas um farol, sim um farol, no alto de um morro no Jaguaré, em plena zona oeste de SP. É off mas não deixa de ser interessante constatar como o clima também teve sua influência para que a nossa maior cidade fosse SP e não Santos ou Campinas.

Na minha cabeça a cidade de São Paulo foi sempre a principal e mais populosa do estado. Obrigado pela explicação.

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 15:14, Lucas Z disse:

Na minha cabeça a cidade de São Paulo foi sempre a principal e mais populosa do estado. Obrigado pela explicação.

Acho que ela nunca chegou a perder o posto de mais populosa do estado mas nessa época a diferença não era grande entre elas. Mas eram todas cidades pequenas pois nesse época São Paulo não era nem a décima cidade do país. Era menor que Cuiabá, São Luis e Niterói. Tinha uns 30 mil habitantes, quando o Rio já tinha quase 300 mil.

  • Like 5
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

On 8/30/2022 at 2:08 PM, BrunoSaoPauloCapital said:

Sim. E ainda tem o fato de que São Paulo capital só está em terceiro lugar no quesito capitais mais frias porque está a 760 m de altitude. Se fosse nível do mar, perderia para Florianópolis - SC e talvez para Belo Horizonte - MG e Campo Grande.

 

Graça aos deuses que existe a Serra do Mar. haha

 

Sim. Até mesmo Curitiba, que só encabeça o "primeiro lugar" devido à altitude. Mesmo estando bastante elevada, não é tão mais fria assim que Porto Alegre, no nível do mar, considerarmos tanto as médias como as mínimas absolutas. Se Curitiba estivesse próximo ao nível do mar teria o clima parecido com da parte baixa do Vale do Ribeira e do litoral do Paraná?

Aí que percebe-se como estamos falando de facto de um pais majoritariamente tropical, quando a 'capital nacional do flop' em relação às mínimas, e uma das que tem os verões mais quentes, é a segunda capital mais fria do país.

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 15:50, Nestor Antonio Bresolin Junior disse:

 

Sim. Até mesmo Curitiba, que só encabeça o "primeiro lugar" devido à altitude. Mesmo estando bastante elevada, não é tão mais fria assim que Porto Alegre, no nível do mar, considerarmos tanto as médias como as mínimas absolutas. Se Curitiba estivesse próximo ao nível do mar teria o clima parecido com da parte baixa do Vale do Ribeira e do litoral do Paraná?

Aí que percebe-se como estamos falando de facto de um pais majoritariamente tropical, quando a 'capital nacional do flop' em relação às mínimas, e uma das que tem os verões mais quentes, é a segunda capital mais fria do país.

 

Curitiba seria uma Paranaguá, que tem a menor temperatura já registrada de -0.1. São todas cidades muito grandes, não daria pra esperar algo muito diferente. Caxias do Sul seria a exceção de cidade grande que deixa as capitais no chinelo no quesito frio. Se juntar todo o território onde se faz frio no Brasil, é uma área muito grande! Nosso país que é maior ainda e faz parecer pequeno.

 

OBS: Suspeito que esse ano Curitiba tá mais flop nas mínimas do que Porto Alegre. 

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

On 8/30/2022 at 4:14 PM, Lucas Z said:

 

Curitiba seria uma Paranaguá, que tem a menor temperatura já registrada de -0.1. São todas cidades muito grandes, não daria pra esperar algo muito diferente. Caxias do Sul seria a exceção de cidade grande que deixa as capitais no chinelo no quesito frio. Se juntar todo o território onde se faz frio no Brasil, é uma área muito grande! Nosso país que é maior ainda e faz parecer pequeno.

 

OBS: Suspeito que esse ano Curitiba tá mais flop nas mínimas do que Porto Alegre. 

 

Eu adicionaria aí também Pelotas como cidade grande (acho que chega aos 350k em população), que apesar de bem menos fria que Caxias, é uma cidade grande com frio de respeito mesmo estando na costa, devendo muito, claro, aos 32°LS.

  • Like 7
Link to comment
Share on other sites

Em 30/08/2022 em 15:33, marcio valverde disse:

Acho que ela nunca chegou a perder o posto de mais populosa do estado mas nessa época a diferença não era grande entre elas. Mas eram todas cidades pequenas pois nesse época São Paulo não era nem a décima cidade do país. Era menor que Cuiabá, São Luis e Niterói. Tinha uns 30 mil habitantes, quando o Rio já tinha quase 300 mil.

 

Aliás, São Paulo só ultrapassou o Rio em população no decorrer da década de 1950.

No censo de 1950, o Rio tinha 2,3 milhões de habitantes contra 2,0 milhões de Sampa.

 

Em 30/08/2022 em 14:08, BrunoSaoPauloCapital disse:

Sim. E ainda tem o fato de que São Paulo capital só está em terceiro lugar no quesito capitais mais frias porque está a 760 m de altitude. Se fosse nível do mar, perderia para Florianópolis - SC e talvez para Belo Horizonte - MG e Campo Grande.

 

BH (750 a 1.000 m... se estiver errado, o pessoal de BH pode me corrigir) e Campo Grande (550/600 m) também se beneficiam da altitude, em maior ou menor grau.

Até Goiânia fica acima de 700 m.

 

É que aí entram latitude, continentalidade, proximidade do mar, insolação, etc, etc.

 

E.T.: Para o pessoal de fora, a área urbana de Sampa varia de 720 a 900 m, havendo bairros (Muito pouco em relação à área urbana total) nas proximidades da serra da Cantareira que passam dos 1.000 m.

Já o município da capital varia de 60 m (Pequena área na divisa com a cidade litorânea de Itanhaém) até 1.215 m na serra da Cantareira.

 

Edited by Aldo Santos
  • Like 12
Link to comment
Share on other sites

Eu acho Goiânia muito quente para a altitude em que está .

Acho surpreendente que cidade do Nordeste que nem são tão altas , ficando na casa dos 500/600 m , dão um banho em cidades da mesma altitude no interior de SP , MG , MS , GO etc...etc ...

Se não me engano Campina Grande e Caruaru , ambas em torno de 550 m ...tem média anual em torno de 22 graus .

 

 

  • Like 8
Link to comment
Share on other sites

  • Renan locked, unfeatured and unpinned this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.