Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão Demais Continentes - 2019


Felipe F
 Share

Recommended Posts

2 horas atrás, Darley disse:

2019 está sendo marcado pelas fortíssimas ondas de calor em várias localidades do mundo.

Muitos recordes foram estabelecidos este ano. Incluindo algumas capitais de países(como Santiago, Addis Ababa, Delhi). Vale lembrar que 50 capitais(ou deve ser maior que isso) possuem máximas absolutas superiores a 42 graus, e 81(ou deve ser mais) tem seu recorde igual ou maior a 40 graus.

Qual foi a maior temperatura numa capital de país em 2019 até agora?

 

Isso certamente tem haver com oceanos ferventes.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

3 horas atrás, Darley disse:

2019 está sendo marcado pelas fortíssimas ondas de calor em várias localidades do mundo.

Muitos recordes foram estabelecidos este ano. Incluindo algumas capitais de países(como Santiago, Addis Ababa, Delhi). Vale lembrar que 50 capitais(ou deve ser maior que isso) possuem máximas absolutas superiores a 42 graus, e 81(ou deve ser mais) tem seu recorde igual ou maior a 40 graus.

Qual foi a maior temperatura numa capital de país em 2019 até agora?

No caso de Nova Déli uma das estações da cidade chegou perto do recorde este ano mas não quebrou, só o mensal de junho foi quebrado.  A estação que que quebrou o recorde do mês foi a do aeroporto internacional de Nova Déli (New Delhi Palam), que fica nos subúrbios da cidade e registrou 48ºC em 11/06/2019 (recorde anterior de junho 47,8ºC e recorde absoluto 48,4ºC em maio de 1998).  Esta estação, uma das duas estações "principais" da capital indiana, é quase sempre a mais quente da região especialmente durante o auge do calor pré-monções, o que me leva acreditar que está muito perto de alguma fonte de calor (talvez as pistas do aeroporto).

 

A outra estação de Nova Déli (New Delhi Safdarjung) é a estação histórica e fica na região central da cidade, no que já foi o principal aeroporto internacional antes da construção do atual.  Lá a máxima do dia 11/06/2019 foi de 45,6ºC (a maior para junho desde 1998 também, mas abaixo do recorde mensal de 46,7ºC registrado em 1944 (o absoluto alcançou 47,2ºC em maio de 1945).

 

Junho de 2019 foi marcado por chuva abaixo da média e temperaturas máximas acima da média na região; o observatório de Safdarjung registrou média das máximas de 40,8ºC (1,7ºC acima da média 1981/2010) e mínimas médias de 28,2ºC (praticamente dentro da média de 27,9ºC).  Choveu 11,2 mm em apenas 2 dias, 83% abaixo da média de 65,5 mm (mas a chuva em junho costuma ser irregular mesmo, variando muito entre um ano e outro).  Também acompanhei algumas estações particulares e realmente este observatório mais antigo e central representa melhor o clima da maior parte da cidade, as máximas mais altas do ano ficaram pelos 45,2ºC a 46ºC em 4 PWS diferentes.

 

A maior temperatura entre as capitais costuma ser registrada no Kuwait, mas não sei como está este ano.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

19 minutos atrás, Wallace Rezende disse:

No caso de Nova Déli uma das estações da cidade chegou perto do recorde este ano mas não quebrou, só o mensal de junho foi quebrado.  A estação que que quebrou o recorde do mês foi a do aeroporto internacional de Nova Déli (New Delhi Palam), que fica nos subúrbios da cidade e registrou 48ºC em 11/06/2019 (recorde anterior de junho 47,8ºC e recorde absoluto 48,4ºC em maio de 1998).  Esta estação, uma das duas estações "principais" da capital indiana, é quase sempre a mais quente da região especialmente durante o auge do calor pré-monções, o que me leva acreditar que está muito perto de alguma fonte de calor (talvez as pistas do aeroporto).

 

A outra estação de Nova Déli (New Delhi Safdarjung) é a estação histórica e fica na região central da cidade, no que já foi o principal aeroporto internacional antes da construção do atual.  Lá a máxima do dia 11/06/2019 foi de 45,6ºC (a maior para junho desde 1998 também, mas abaixo do recorde mensal de 46,7ºC registrado em 1944 (o absoluto alcançou 47,2ºC em maio de 1945).

 

Junho de 2019 foi marcado por chuva abaixo da média e temperaturas máximas acima da média na região; o observatório de Safdarjung registrou média das máximas de 40,8ºC (1,7ºC acima da média 1981/2010) e mínimas médias de 28,2ºC (praticamente dentro da média de 27,9ºC).  Choveu 11,2 mm em apenas 2 dias, 83% abaixo da média de 65,5 mm (mas a chuva em junho costuma ser irregular mesmo, variando muito entre um ano e outro).  Também acompanhei algumas estações particulares e realmente este observatório mais antigo e central representa melhor o clima da maior parte da cidade, as máximas mais altas do ano ficaram pelos 45,2ºC a 46ºC em 4 PWS diferentes.

 

A maior temperatura entre as capitais costuma ser registrada no Kuwait, mas não sei como está este ano.

Em junho desse ano choveu muito em partes da Índia e continua com muita chuva no mês de julho,em muitas estações da Índia choveu acima de 2000 mm em junho e agora em julho, também acima de 2000 mas em quantidade maior de cidades.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

38 minutos atrás, marinhonani disse:

Em junho desse ano choveu muito em partes da Índia e continua com muita chuva no mês de julho,em muitas estações da Índia choveu acima de 2000 mm em junho e agora em julho, também acima de 2000 mas em quantidade maior de cidades.

Sim, a Índia tem imensa diversidade de climas e é normal algumas áreas enfrentarem enchentes enquanto outras sofrem com secas, tanto que este ano a temporada de monções no país como um todo segue abaixo da média (19% de déficit) apesar de várias cidades terem enfrentado enchentes (como acontece todo ano, varia a área do país mais atingida).  Levando em conta apenas junho deste ano, a média da chuva registrada em todas as estações pluviométricas indianas (calculada pelo IMD) foi de 112,1 mm, contra a média histórica de 166,9 mm, um déficit de 33%.  Os dados oficiais indicam que hoje em dia as monções produzem um pouco menos de chuva na Índia (em média) que no passado (a maior parte do século XX).

 

Duas reportagens (infelizmente em inglês) sobre o tema: 

 

https://phys.org/news/2019-07-india-monsoons-baseline-crisis.html

 

https://www.livemint.com/news/india/monsoon-may-gain-strength-over-central-india-wednesday-onwards-says-imd-1563850453688.html

Edited by Wallace Rezende
Link to comment
Share on other sites

5 horas atrás, Darley disse:

2019 está sendo marcado pelas fortíssimas ondas de calor em várias localidades do mundo.

Muitos recordes foram estabelecidos este ano. Incluindo algumas capitais de países(como Santiago, Addis Ababa, Delhi). Vale lembrar que 50 capitais(ou deve ser maior que isso) possuem máximas absolutas superiores a 42 graus, e 81(ou deve ser mais) tem seu recorde igual ou maior a 40 graus.

Qual foi a maior temperatura numa capital de país em 2019 até agora?

Ironicamente no nosso Brasil tropical, enquanto Brasília for a nossa capital, isso nunca ocorrerá! (se acontecer é o fim do mundo kk). Já se fosse o Rio...

  • Like 1
  • Sad 1
Link to comment
Share on other sites

58 minutos atrás, Wagner97 disse:

Boa parte do Japão vem tendo um verão brando, com temperaturas até 5/6° abaixo do normal. Em Tokyo, julho está com as mínimas mais baixas em 16 anos, e com as máximas e média compensada mais baixas em 26 anos.

Em ordem nos anexos: mínima, média e máxima.

E  tudo isso depois daquela bizarra onda de calor em maio que detonou o recorde de calor de Hokkaido!  Agora repare na linha vermelha, é a mudança da estação de Chuo para Chiyoda que mencionei no tópico das normais climatológicas longas (Chiyoda é um bairro menos adensado e com muito mais verde, as mínimas são menores).  Só no Japão mesmo para indicarem descontinuidade nas séries.  Aqui, e até nos EUA, dados de vários locais diferentes são misturados como se formassem uma série única e nem sempre somos informados..

 

A previsão indica dias abafados e noites tropicais até o fim do mês em Tóquio, isso não vai reverter as anomalias negativas mas vai atenuar.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

4 minutos atrás, Wallace Rezende disse:

E  tudo isso depois daquela bizarra onda de calor em maio que detonou o recorde de calor de Hokkaido!  Agora repare na linha vermelha, é a mudança da estação de Chuo para Chiyoda que mencionei no tópico das normais climatológicas longas (Chiyoda é um bairro menos adensado e com muito mais verde, as mínimas são menores).  Só no Japão mesmo para indicarem descontinuidade nas séries.  Aqui, e até nos EUA, dados de vários locais diferentes são misturados como se formassem uma série única e nem sempre somos informados..

Poxa, não sabia que essa linha vermelha significava isso... Obrigado por esclarecer!

Link to comment
Share on other sites

Mumbai está tendo um mês de julho de muita chuva.

Olhem os acumulados de chuva ABSURDOS ocorridos na estação do Aeroporto de Mumbai, em especial o do dia 03/07(só em julho Mumbai já acumulou incríveis 2407,4mm(sendo a mensal 840,7 e a anual 2373,4mm, isso significa que em apenas 25 dias de julho Mumbai já ultrapassou a chuva anual) e previsão é que a chuva não vai dar trégua)

 

image.png.9300c088854e2e55c207342cf60b2ddf.png

 

image.png.d507c3d68445030ef6cf3083b2f369aa.png

Enquanto isso em Delhi a monção(temporada de chuvas) começou no dia 4(com alguns eventos isolados de chuva) e desde o dia 15 a chuva finalmente veio para ficar.

Os dias agora estão mais agradáveis, depois de um período terrível de calor na capital indiana(no começo do mês teve as últimas máximas acima de 40 graus antes das monções)

 

image.png.0a991e84278db2d551115334f1d90e53.png

 

image.png.003b31ef71f628d6240bd75b96ae7a10.png

 

  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

9 minutos atrás, Darley disse:

Mumbai está tendo um mês de julho de muita chuva.

Olhem os acumulados de chuva ABSURDOS ocorridos na estação do Aeroporto de Mumbai, em especial o do dia 03/07(só em julho Mumbai já acumulou incríveis 2407,4mm(sendo a mensal 840,7 e a anual 2373,4mm, isso significa que em apenas 25 dias de julho Mumbai já ultrapassou a chuva anual) e previsão é que a chuva não vai dar trégua)

 

image.png.9300c088854e2e55c207342cf60b2ddf.png

 

image.png.d507c3d68445030ef6cf3083b2f369aa.png

Enquanto isso em Delhi a monção(temporada de chuvas) começou no dia 4(com alguns eventos isolados de chuva) e desde o dia 15 a chuva finalmente veio para ficar.

Os dias agora estão mais agradáveis, depois de um período terrível de calor na capital indiana(no começo do mês teve as últimas máximas acima de 40 graus antes das monções)

 

image.png.0a991e84278db2d551115334f1d90e53.png

 

image.png.003b31ef71f628d6240bd75b96ae7a10.png

 

Choveu 1000 MM em 3 dias em Mumbai , imagina o caos que a cidade com um porte desses deve ter passado .

Link to comment
Share on other sites

1 hora atrás, Juzinho disse:

Choveu 1000 MM em 3 dias em Mumbai , imagina o caos que a cidade com um porte desses deve ter passado .

A estação de Mumbai/Santacruz (aero internacional da cidade) fica nos subúrbios de Mumbai.  Entre 25 e 26 de julho de 2005 choveu 953 mm em 24 horas na estação e foi a maior chuva para este intervalo de tempo já registrada numa grande metrópole do mundo, porém o observatório central de Mumbai (Colaba) registrou só 74 mm na mesma ocasião (em geral chove mais na área de Santacruz que em Colaba, mas neste dia foi uma diferença extrema, nunca antes vista).  Evidentemente, o "dilúvio" de julho de 2005, ainda que bem localizado, causou a maior inundação já registrada na grande Mumbai (e arredores), embora o centro histórico da cidade tenha ficado de fora, com mais de 1000 mortes ligadas ao evento (entre mortes direta e indiretamente causadas pelo excesso chuva).

 

A chuva desta temporada de monções está acima da média em grande parte da costa oeste indiana até agora (embora as anomalias não sejam excepcionais considerando a média elevadíssima), mas ao norte a situação se inverte e Ahmedabad (Gujarat, onde as monções variam enormemente entre um ano e outro) acumula um importante défcit desde 01/06.

 

O relatório até hoje:

 

Observations Recorded on July 26,2019at08:30 Hrs. IST

Station

Temperatures (in °C)

Relative Humidity (%)

Rainfall (in millimetre)

Maximum

Minimum

Last 24 hours

Since01/06/2019

Departure

Ahmedabad 34.8 26.5 81 4.7 131.0 -203.3
Mumbai (SCZ) 29.8 25.2 81 44.0 1628.5 432.9
Mumbai (CLB) 28.2 25.0 89 19.1 1312.0 168.5
Goa(Panjim) 30.2 25.2 96 8.0 1899.7 239.6

 

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

O serviço local de meteorológica de Singapura divulgou que julho de 2019 foi o mais seco já registrado na cidade-Estado (a estação climatológica fica no aeroporto de Changi) desde o início dos registros no local em 1984; o índice pluviométrico do mês não passou de 12,2 mm (recorde anterior 18,6 mm em 1997).  Uma massa de ar seco advectada desde o hemisfério sul (em direção às zonas equatoriais) foi responsabilizada pela secura incomum.  O mês de julho tem precipitação média de 154,4 mm no aeroporto de Changi.

 

Singapura conta com registros de chuva desde 1869, porém antes de 1984 a estação passou por 7 outros locais da cidade-Estado, e também somando todas as localizações antigas nunca houve um julho menos chuvoso que o de 2019 (recorde de 25,1 mm em 1958).  O julho mais chuvoso alcançou os 527,3 mm em 1890.

 

Julho foi um mês quente com média compensada/24 horas de 29ºC (segundo maior valor já registrado, atrás de 29,1ºc em 2015) e média das mínimas de 26,9ºc (novo recorde de maior média para o mês superando os 26,7ºc de 2015, graças aos ventos de sul que atravessam o mar imediatamente antes de passar pelo aeroporto, inibindo o resfriamento radiativo).  Os registros de temperatura foram iniciados em 1929, ainda na área central de Singapura.

 

O clima de Singapura é equatorial clássico com mais de 100 mm de chuva média em todos os meses e pico das chuvas em nov/dez/jan; a temperatura na estação do aeroporto nunca baixou dos 20,2ºC e também jamais foi além dos 36ºC.  Na antiga estação do centro de Singapura o recorde de "frio" alcançou "incríveis" 19,4ºC em 1934.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Em ‎30‎/‎07‎/‎2019 em 15:49, Felipe F disse:

Recordes de calor para Julho na África do Sul.

Alguns locais tiveram mais de 35ºC.

 

EAvhoPfW4AAs7Gg.png

A África do Sul dá na cara do sul do Brasil quando o assunto é frio, as médias são menores nos meses principais do inverno e as massas polares chegam com muito mais frequência por lá.

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Me lembro de um ano em que as montanhas mais altas de Victoria/NSW amanheceram cobertas por uma fina camada de neve no dia do natal, e provavelmente já nevou nos locais mais altos destes estados em todos os meses do ano. Este evento que está para ser registrado, não posso dizer exatamente com que frequência ocorre algo do tipo, mas acredito que será dentro da normalidade para os padrões do inverno local, quando há umidade. "Sleet" então deve ser relativamente comum até nas terras mais altas de Queensland, onde a neve não é muito rara também. 

 

Por outro lado, nenhuma cidade média ou grande da Austrália registra neve mais que muito raramente.  Exemplo: neva todo ano no ACT (território da capital, onde fica Camberra), mas só nas partes mais altas e desabitadas (como o Monte Ginini), enquanto a acumulação na cidade é raríssima (aparentemente a última mais significativa foi nos anos 1960).

  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

Em 26/07/2019 em 18:26, Darley disse:

Mumbai está tendo um mês de julho de muita chuva.

Olhem os acumulados de chuva ABSURDOS ocorridos na estação do Aeroporto de Mumbai, em especial o do dia 03/07(só em julho Mumbai já acumulou incríveis 2407,4mm(sendo a mensal 840,7 e a anual 2373,4mm, isso significa que em apenas 25 dias de julho Mumbai já ultrapassou a chuva anual) e previsão é que a chuva não vai dar trégua)

 

image.png.9300c088854e2e55c207342cf60b2ddf.png

 

 

Acho impressionante a temperatura não baixar de 24C mesmo com quase 400mm de chuva em um único dia.  

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

20 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Me lembro de um ano em que as montanhas mais altas de Victoria/NSW amanheceram cobertas por uma fina camada de neve no dia do natal, e provavelmente já nevou nos locais mais altos destes estados em todos os meses do ano. Este evento que está para ser registrado, não posso dizer exatamente com que frequência ocorre algo do tipo, mas acredito que será dentro da normalidade para os padrões do inverno local, quando há umidade. "Sleet" então deve ser relativamente comum até nas terras mais altas de Queensland, onde a neve não é muito rara também. 

 

Por outro lado, nenhuma cidade média ou grande da Austrália registra neve mais que muito raramente.  Exemplo: neva todo ano no ACT (território da capital, onde fica Camberra), mas só nas partes mais altas e desabitadas (como o Monte Ginini), enquanto a acumulação na cidade é raríssima (aparentemente a última mais significativa foi nos anos 1960).

Exatamente, Wallace. Talvez seja Lithgow a cidade mais fria da Austrália, sem considerarmos vilas e pontos isolados no Perisher, montanhas de NSW/Victoria e Tasmania. A cidade está distante 150km de Sydney. Ela tem pouco mais de 20 mil habitantes. A média de julho é algo como 0/10. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

30 minutos atrás, Victor Naia disse:

Exatamente, Wallace. Talvez seja Lithgow a cidade mais fria da Austrália, sem considerarmos vilas e pontos isolados no Perisher, montanhas de NSW/Victoria e Tasmania. A cidade está distante 150km de Sydney. Ela tem pouco mais de 20 mil habitantes. A média de julho é algo como 0/10. 

 

E quanto a Mount Buller ? Lá é cidade ou apenas um resort de ski ?

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Depois de registrar o julho mais seco desde o início das observações (1869 no território e 1984 no aeroporto de Changi, local atual), Singapura conseguiu a façanha de também registrar o agosto mais seco desde o início das observações!

 

A chuva total acumulada no aeroporto de Changi em agosto de 2019 não superou os 11,8 mm, sendo o menor registro até então de 18 mm em 08/1888!

 

Com isso, o aeroporto de Singapura acumulou 24 mm no bimestre jul/ago, para uma média de 303,3 mm!

 

Anomalias muito expressivas naquela região, e quebrar recordes mensais de precipitação em meses consecutivos num lugar com série relativamente longa (mesmo levando em conta só o aero são quase 35 anos) é bem incomum.

 

Link com os dados diários: http://www.weather.gov.sg/climate-historical-daily/

 

 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Agora, Wallace Rezende disse:

Depois de registrar o julho mais seco desde o início das observações (1869 no território e 1984 no aeroporto de Changi, local atual), Singapura conseguiu a façanha de também registrar o agosto mais seco desde o início das observações!

 

A chuva total acumulada no aeroporto de Changi em agosto de 2019 não superou os 11,8 mm, sendo o menor registro até então de 18 mm em 08/1888!

 

Com isso, o aeroporto de Singapura acumulou 24 mm no bimestre jul/ago, para uma média de 303,3 mm!

 

Anomalias muito expressivas naquela região, e quebrar recordes mensais de precipitação em meses consecutivos num lugar com série relativamente longa (mesmo levando em conta só o aero são quase 35 anos) é bem incomum.

 

Link com os dados diários: http://www.weather.gov.sg/climate-historical-daily/

 

 

 

Nossa. Qual o porquê disso?

Link to comment
Share on other sites

12 minutos atrás, CloudCb disse:

 

Nossa. Qual o porquê disso?

De acordo com um resumo publicado pelo serviço local de meteorologia, a secura prolongada vem sendo alimentada pela combinação da intrusão de ar seco de sistemas de alta pressão no norte da Austrália e um relativo resfriamento da superfície do leste do Oceano Índico tropical, que suprime a formação de nuvens de chuva na região.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Resumo completo de setembro em Auckland(Nova Zelândia). E pelo quarto mês seguido a máxima não passa dos 20 graus(a última vez que Auckland teve 20 graus ou mais até o momento foi no dia 30 de maio):

*Dados do Aeroporto de Auckland, ao sul da cidade.

 

image.thumb.png.32a16c06243786bbf4157bbc90d83867.png

Vale ressaltar que em Auckland a temperatura dificilmente passa dos 30 graus.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Uma onda de calor afeta parte da Ásia neste momento.

Na região de Hong Kong a máxima chegou a quase 37ºC em alguns locais.

O valor de 36,7ºC é o maior já registrado para Outubro.

 

EFyb8lYWwAAIJLo?format=png&name=small

 

No Japão vários recordes mensais também foram quebrados.

Com destaque para os 33,6°C em Kyoto (recorde antigo de 32,2 em 03/10/1961 - estação foi aberta em 1880);  33,1°C  em Osaka (recorde anterior de 32,9 em 03/10/1961 - estação aberta em 1883); 32,4°C em Gifu (recorde anterior de 32,2 em 02/10/2013- estação aberta em 1883) e 31,4°C em Hiroshima (recorde anterior de 31,2 em 04/10/1961 -  Estação aberta em 1879).

 

EFyhSCaWwAAcsPa?format=png&name=large

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Ainda falando sobre Auckland, segundo a previsão do Foreca, a maior cidade neozelandesa finalmente voltará a ter 20 graus na semana que vem:

 

image.png.fff48de73fc61f957a402ee99c5cffd5.png

 

Máximas sub-20 em Auckland em 2019(até 30/09):

Janeiro: 0

Fevereiro: 0

Março: 0

Abril: 16

Maio: 20

Junho: 30

Julho: 31

Agosto: 31

Setembro: 30

 

Ano(contando a máxima de hoje 01/10): 159 máximas sub-20.

 

Edited by Darley
  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

E finalmente a maior cidade da Nova Zelândia teve enfim uma máxima acima de 20 graus depois de mais de 130 dias.

A máxima anteontem em Auckland(Aeroporto) foi de 21,2°C. Além disso, foi o dia mais quente na cidade desde o dia 27/04(quando a máxima foi de 22,5°C)

 

image.png.5117b61181539362bd70f5ae9c048e89.png

  • Like 5
Link to comment
Share on other sites

22 minutos atrás, Sopron disse:

Tá aí uma cidade que eu moraria, creio que os colegas também. Um clima sem extremos, gostoso e saudável

Sim, uma curiosidade de Auckland (e também de Wellington) é que é praticamente impossível fazer 30°C nessas cidades. E nunca foi registrada temperatura superior a 40°C na Ilha do Norte.

Entretanto, em Christchurch, na Ilha do Sul, o calor é mais forte devido ao aquecimento adiabático (inclusive já foi registrada temperatura acima de 40°C nessa cidade). As áreas a oeste da cordilheira que corta a Ilha do Sul tem temperaturas máximas similar a da Ilha do Norte, com o diferencial de ocorrer muita chuva (tem áreas com média de chuva de mais de 6000mm como em Milford Sound) .

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Um fraco medicane está ocorrendo na costa do Egito.

Os modelos indicavam um sistema mais forte, porém isso até o momento não se concretizou.

De qualquer forma, fortes chuvas podem ser registradas no litoral do Egito, em Israel, Gaza, Chipre e Líbano.

Houve registro de tromba d'água na costa egípcia.

 

Imagem

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Em 01/10/2019 em 16:48, Darley disse:

Ainda falando sobre Auckland, segundo a previsão do Foreca, a maior cidade neozelandesa finalmente voltará a ter 20 graus na semana que vem:

 

image.png.fff48de73fc61f957a402ee99c5cffd5.png

 

Máximas sub-20 em Auckland em 2019(até 30/09):

Janeiro: 0

Fevereiro: 0

Março: 0

Abril: 16

Maio: 20

Junho: 30

Julho: 31

Agosto: 31

Setembro: 30

 

Ano(contando a máxima de hoje 01/10): 159 máximas sub-20.

 

Que curioso não ter máximas sub-20 entre janeiro e março, quando é algo relativamente comum de ocorrer em São Paulo, por exemplo.

Link to comment
Share on other sites

Existem tópicos específicos para Europa e América do Norte, além da América do Sul (que fica junto com o Brasil).  Sei que o pessoal às vezes se confunde, e atualmente só os fóruns "América do Norte" e "Demais Continentes" estão aparecendo na página da frente por terem as mensagens mais recentes, então é compreensível que tenham sido postadas mensagens sobre a França (e depois Portugal) aqui, não estou querendo "dar bronca" não, mas bem que algum administrador/moderador poderia mover estas mensagens para o tópico apropriado. Seu eu pudesse faria, para deixar as coisas organizadas.

Também hoje teve mensagem sobre a Rússia do tópico da América do Norte.. 

 

Também notei que o fórum de monitoramento e previsão tem sido poluído por mensagens que tratam de outros assuntos, acho que isso acaba desanimando alguns membros de participar.  Assuntos como adaptação ao frio/calor e questões de "raça" poderiam ser tratados no bate papo por exemplo. É natural que estes temas venham à tona num espaço sobre tempo/clima, mas quando vira uma conversa "independente" me parece ser o caso de separar ou colocar um freio.

 

Sei que sou novo aqui, mas ficam as sugestões, pois tenho a impressão que alguns membros estão participando menos e essa pode ser uma das causas, além da própria questão da organização mesmo.

 

Aproveitando: http://www.abaixodezero.com/index.php?/topic/6697-monitoramento-e-previsão-europa-2019/&page=10

 

 

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 4
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.