Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Monitoramento e Previsão - Ciclones Subtropicais/Tropicais no Atlântico Sul (2016-2022)


Recommended Posts

Segundo o CPTEC, um novo episódio de ZCAS pode se formar entre o Espírito Santo e o Amazonas no dia 17 de dezembro. Além disso um possível sistema de baixa pressão pode se formar na costa do Rio de Janeiro mais uma vez. Será o surgimento de Yakecan? Continuaremos monitorando.

 

Para maiores informações, consultem: http://tempo.cptec.inpe.br/boletimtecnico/pt

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Menino de Deus eu nem sabia que tinha se formado uma SS aqui perto do Brasil kkk

Fui saber agora olhando os topicos

Pelo visto a Marinha ainda precisa de muitas e muitas aulas pra realmente nomear e classificar ciclones aqui. Fui olhar as imagens do pico intensidade do Ciclone Fubá e vi que era apenas mais um Ciclone Extratropical (que simplesmente ACABOU com o Sul da Bahia). Nada haver Ubá ser um Ciclone Subtropical.Screenshot_2021-12-12-16-08-25-1.png.24d382447dc57584446b57f7fc36bd4d.png

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Em 12/12/2021 em 16:11, Miguel Russe disse:

Menino de Deus eu nem sabia que tinha se formado uma SS aqui perto do Brasil kkk

Fui saber agora olhando os topicos

Pelo visto a Marinha ainda precisa de muitas e muitas aulas pra realmente nomear e classificar ciclones aqui. Fui olhar as imagens do pico intensidade do Ciclone Fubá e vi que era apenas mais um Ciclone Extratropical (que simplesmente ACABOU com o Sul da Bahia). Nada haver Ubá ser um Ciclone Subtropical.Screenshot_2021-12-12-16-08-25-1.png.24d382447dc57584446b57f7fc36bd4d.png

Por mera casualidade, fui eu que recortei  esta foto no site da NASA e enviei para a Wikimedia Commons, sabia? Há outras fotos dos dias 11 e 12 de dezembro, onde este "caracol" perdeu força. Alguns ciclones subtropicais podem adquirir características extratropicais como este, por exemplo.

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

  • Rodolfo Alves changed the title to Monitoramento e Previsão - Ciclones Subtropicais/Tropicais no Atlântico Sul

ALERTA!

 

CPTEC/INPE acaba de confirmar em seu boletim técnico do dia 16 de dezembro o que eu já suspeitava. Mais um ciclone subtropical se formou na costa do Sudeste e do Sul. As mesmas condições que formaram a tempestade Ubá estão presentes novamente:

 

Superfície
Na análise da carta sinótica de superfície da 00 UTC do dia 16/12 observa-se a presença de uma áreas de baixa pressão com características subtropicais sobre o oceano Atlântico, próximo a costa das Regiões Sul e Sudeste do Brasil. Este sistema contribuiu para intensificar a convergência de umidade em baixos níveis entre o Centro-Oeste e o Sudeste do Brasil. Sobre o Atlântico em torno de 40°S observa-se um sistema de alta pressão com valor de 1020 hPa, que estende uma crista em direção ao leste e norte da Argentina, Uruguai e extremo sul e oeste do RS. Ainda sobre o Atlântico nota-se a presença de sistemas frontais transientes e distantes do continente. A Alta Subtropical do Pacífico Sul (ASPS) tem valor de 1028 hPa em torno de 42°S/95°W. A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) oscila entre 03 e 05°N no Oceano Atlântico e em torno de 08°N/09°N no Oceano Pacífico.

Maiores informações, consultem:

http://tempo.cptec.inpe.br/boletimtecnico/pt

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

O ciclone subtropical foi rebaixado para extratropical segunfo o CPTEC/INPE. O episódio de ZCAS continua, com sistema frontal formado na costa do Rio de Janeiro. Tudo pode acontecer, afinal de contas foi assim também que Ubá se desenvolveu. Permaneceremos monitorando os sistemas.

 

Maiores informações, consultem: http://tempo.cptec.inpe.br/boletimtecnico/pt

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 2 months later...

EM MEIO AS PREVISÕES PARA A ENTRADA DE UMA INTENSA INCURSÃO DE AR FRIO, CHAMA A ATENÇÃO QUE OS MODELOS COMEÇARAM A SUGERIR UMA POSSÍVEL TEMPESTADE SUBTROPICAL (OU ATÉ MESMO TROPICAL) NA COSTA DO SUL DO BRASIL EM PARELELO COM A ENTRADA DO AR POLAR. 

 

SERIA UM OUTRO EVENTO DO TIPO MUITO BIZARRO.

 

A SAÍDA DO GFS DE HOJE MOSTRA BEM A BAIXA SE FORMANDO (A PRINCÍPIO EXTRATROPICAL) E GRADUALMENTE EVOLUINDO EM SIMETRIA E ADQUIRINDO CONVECÇÃO ENTRE A TER E A QUI DA PRÓXIMA SEMANA. 

 

34989620.thumb.gif.184b1f1e74c5c69b60e2e7501b8b2fdd.gif

 

 

DIAGRAMA DO GFS DÁ SUPORTE INCLUSIVE PARA UM SISTEMA DE NATUREZA TOTALMENTE TROPICAL. 

 

001.thumb.png.72ffaee601390b4fc6678c3dc2b33642.png002.thumb.png.1135f125e3632e938344204a14fd0d1e.png

 

 

UM POUCO MAIS DISTANTE, O MODELO EUROPEU TAMBÉM SINALIZA PARA A EVOLUÇÃO DE UMA BAIXA COM SIMETRIA ENTRE A COSTA DO URUGUAI E O RIO GRANDE DO SUL. 

 

VEREMOS COMO OS MODELOS IRÃO CONTINUAR DESENVOLVENDO ESSA BAIXA NOS PRÓXIMOS DIAS A MEDIDA QUE O EVENTO SE APROXIMA. 

 

90542347.thumb.gif.5b791b7a0a75329182a9960feba8c67a.gif

  • Like 13
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

ATENÇÃO!

 

Climatempo também noticiou sobre a possibilidade da formação de um ciclone subtropical na costa do Sul.

Tudo faz sentido, pois uma severa onda de frio e até neve foi registrada em junho de 2021, exatamente por conta da tempestade Raoni. Quaisquer informações novas que surgirem sobre a onda de frio ou deste sistema atípico, o Abaixo de Zero continuará discutindo e fornecendo informações.

Link da Climatempo: https://www.climatempo.com.br/noticia/2022/05/13/novo-ciclone-subtropical-pode-se-formar-na-costa-da-regiao-suln-5332

  • Like 5
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

ÚLTIMOS DIAGRAMAS DO GFS CONTINUAM CHAMANDO A ATENÇÃO PARA A POSSIBILIDADE DE DESENVOLVIMENTO EM CARACTERÍSTICAS TROPICAIS DESTE CICLONE QUE IRÁ SE FORMAR NA COSTA DO SUL DO BRASIL. 

 

GFS 0Z:

 

001.thumb.png.9f0691414418630b512752cd40fe5780.png002.thumb.png.b93a9a70bbb868ab38b8de1c93fedab8.png

 

 

ANIMAÇÃO DE SATÉLITE PROJETADA PELO GFS É BASTANTE BIZARRA, MOSTRANDO O CICLONE MUITO SIMÉTRICO EM ALTO-MAR COM SINAIS DE CONVECÇÃO EM TORNO DO CENTRO.

 

 41822693.thumb.gif.095e333f6836abd94702f24a8236ecfe.gif

 

 

OUTROS MODELOS COMO O CMC, ATÉ MOSTRA O NÚCLEO COMO QUENTE, PORÉM PRATICAMENTE ASSIMÉTRICO, O QUE NÃO CLASSIFICARIA O SISTEMA NEM EM SUBTROPICAL E NEM TROPICAL.

 

 

001.thumb.png.cbb248f6bc8746e56c5feeb1ed4e603a.png

 

 

E OUTROS MODELOS COMO A ULTIMA SAÍDA DO UKMET, MOSTRA QUE O CICLONE SERIA TOTALMENTE SUBTROPICAL (NESTE CASO SENDO NOMEADO). 

 

ESTE CENÁRIO É NO MOMENTO O MAIS PROVÁVEL DE ACORDO COM OS ÓRGÃOS E INSTITUTOS DE METEOROLOGIA (CLIMATEMPO, METSUL). 

 

 

001.thumb.png.1eff9a0fc2c501e36d6dbbaa554628fd.png

002.thumb.png.89a548bace06b670a3826dac14d608d3.png

 

 

O MODELO EUROPEU TRAZ OUTRO CENÁRIO, QUE É A BAIXA VINDO EM DIREÇÃO A LANDFALL NO SUL DO RIO GRANDE DO SUL E SE DISSIPARIA EM TERRA... NESTE CENÁRIO TALVEZ NEM SIMETRIA SE ADQUIRIA PARA SER AO MENOS NOMEADA.

 

94316151.thumb.gif.06be78cb2210e8db8654357a2eb212a8.gif

 

 

COMO SE VÊ, O CENÁRIO DE PREVISÃO PARA O CICLONE É BASTANTE INCERTO (O QUE É ATÉ COMUM). HÁ VÁRIOS CENÁRIOS DE PROJEÇÃO QUE VÃO DESDE TROPICAL A UM EXTRATROPICAL. O CONSENSO NESTE MOMENTO DOS INSTITUTOS É SUBTROPICAL. 

 

VAMOS AGUARDAR AS PRÓXIMAS RODADAS PARA VERMOS COMO ISSO SE DEFINE MELHOR.

 

LEMBRANDO QUE A DISCUSSÃO SOBRE IMPACTOS, TRAJETÓRIA E EVOLUÇÃO OCORREM NO TÓPICO DE MONITORAMENTO DE MAIO. 

  • Like 9
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

SAÍDA 06Z DO ECMWF TROUXE O CICLONE UM POUCO MAIS PARA LESTE, AO SE APROXIMAR DO RIO GRANDE DO SUL DAQUI A 90 HORAS. 

 

CONFORME COMENTEI LÁ NO TÓPICO DE CICLONES, OS CENÁRIOS PARA A FORMAÇÃO E TRAJETÓRIA DO CICLONE AINDA SÃO BASTANTE INCERTOS, MAS A TENDÊNCIA É DOS MODELOS AJUSTAREM A PREVISÃO DURANTE O FINAL DE SEMANA

 

EURO 6Z

001.thumb.png.85d54c11176a1ee5270b49011830c05f.png

 

 

EURO 0Z

000.thumb.png.4e071d200ca119ea86a146eed1e7bc90.png

  • Like 13
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

Em 14/05/2022 em 13:30, Bruno D disse:

GFS 12z voltou a sugerir landfall do ciclone no Sudeste do RS: 

 

 

gfs_mslp_pcpn_frzn_samer_fh72-96.gif

 

 

SOLUÇÃO DESTA TARDE DO GFS RECUOU AO QUE VINHA MOSTRANDO O MODELO EUROPEU NA 0Z.

 

INTERESSANTE NOTAR QUE ENQUANTO A BAIXA FAZ LANDFALL NO SUL DO RIO GRANDE DO SUL, COMEÇA A NEVAR SIMULTANEAMENTE NAS SERRAS DE SC.

 

UMA SOLUÇÃO ULTRA BIZARRA 

 

68499565.thumb.gif.ba2f001faa54bdbd50e438792ed73a03.gif001.thumb.png.36567253c85dac1a6e3afdba6252485a.png

  • Like 18
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

NESTA SOLUÇÃO DO GFS 12Z, AS MAIORES RAJADAS DE VENTO VIRIAM NO SUL DO RIO GRANDE DO SUL, PODENDO LOCALMENTE CHEGAR A 120km/h DURANTE O LANDFALL DO CICLONE PRÓXIMO A PELOTAS

 

us_model-en-117-9_modusa_2022051412_84_13062_254.thumb.png.b63c05134bed4700651253b3dcce9bd1.pngus_model-en-117-9_modusa_2022051412_87_40336_254.thumb.png.7acfa9fa3948ecde0fc6e54eba759c43.png

 

 

A MEDIDA QUE A BAIXA AVANÇA SOBRE O RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA, ESPALHA RAJADAS DE VENTO FORTES POR BOA PARTE DO INTERIOR DOS DOIS ESTADOS 

 

us_model-en-117-9_modusa_2022051412_93_15121_254.thumb.png.902d91880f4e09e178a4ffb064fa36b6.png

 

 

NAS SERRAS, A PASSAGEM DA BAIXA É SUGERIDA PRA TRAZER NEVE FORTE, COM ACUMULADOS ENTRE 2-5cm E COM FORTES RAJADAS DE VENTO EM SIMULTÂNEO (60-80km/h) O QUE DEIXARIA ALTAMENTE INAPRECIÁVEL ACOMPANHAR O EVENTO.

 

MAS É UM MODELO APENAS DANDO UM CENÁRIO. NÃO É CONSENSO POR ENQUANTO. 

 

us_model-en-117-9_modusa_2022051412_96_39621_108.thumb.png.72fdb834d4e17dfc2d64c3041c0a955d.png

  • Like 18
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

DENTRE AS SOLUÇÕES DESTA TARDE DOS MODELOS, O GFS AGORA PASSOU A SEGUIR O EUROPEU NA SAÍDA DA 0Z, E TRAZ UM SISTEMA SUBTROPICAL. DIAGRAMA MOSTRA QUE O SISTEMA NÃO CONSEGUIRIA ADQUIRIR NÚCLEO QUENTE EM TODOS OS NÍVEIS ANTES DO LANDFALL NO RS.

 

001.thumb.png.6a9be47295e105d8567711448cdb1570.png002.thumb.png.9de9dca88200f3eec8bfd5717cae9af9.png

 

 

ENQUANTO ISSO, O MODELO CANADENSE VEIO COM UMA SOLUÇÃO MUITO AGRESSIVA.

 

APESAR DE NÃO FAZER LANDFALL, A BAIXA GANHARIA MUITA FORÇA EVOLUINDO EM UM CLARO SISTEMA TROPICAL AO LARGO DA COSTA DO RS-SC (POTENCIALMENTE UM FURACÃO OU FORTE TEMPESTADE TROPICAL).

 

VALE RESSALTAR QUE O CMC É UM MODELO QUE NO HN, TENDE A SUPERESTIMAR BAIXAS PRESSÕES EM SISTEMAS TROPICAIS FORTES.

 

29154073.thumb.gif.ad0249ecd8d41a67c5f6d0095afc226d.gif

  • Like 10
Link to comment
Share on other sites

SAÍDA 12Z DO MODELO EUROPEU SEGUE UM MEIO TERMO ENTRE GFS (QUE FAZ LANDFALL DA BAIXA E ADENTRA CONTINENTE) E ICON-CMC (QUE MANTÉM A BAIXA EM ALTO-MAR).

 

A SAÍDA MOSTRA O CICLONE GANHANDO FORÇA, ATÉ CHEGANDO A FAZER UM BREVE LANDFALL NO LESTE DO RIO GRANDE DO SUL, MAS DEPOIS O SISTEMA VOLTA PARA OCEANO E SEGUE ATÉ SE DISSIPAR NA COSTA DO RIO DE JANEIRO 

 

 

floop-ecmwf_full-2022051412.prateptype_cat_ecmwf_mm_sa.gif.c2b1c1cc2eafcd32e9b93fbcb9d3415f.gif

 

 

O CENÁRIO É BASTANTE AGRESSIVO PARA RAJADAS DE VENTO ENTRE O RS E O URUGUAI, COM RAJADAS QUE PASSARIAM DOS 100km/h EM VÁRIOS PONTOS 

 

us_model-en-117-9_modez_2022051412_90_12936_93.thumb.png.7176a2dbaaa7435198b8201ecd61a00c.pngus_model-en-117-9_modez_2022051412_87_12936_93.thumb.png.60f2a778e89690297497f1bcac3af989.pngus_model-en-117-9_modez_2022051412_87_13062_93.thumb.png.9cd5cc76756629e8eb13873a98089109.pngus_model-en-117-9_modez_2022051412_84_13062_93.thumb.png.fc8b055a417f754a48e373ff9fc10e1f.pngus_model-en-117-9_modez_2022051412_81_6386_93.thumb.png.01ecf1f77360aab63946ad9db53f5876.png

  • Like 19
  • Thanks 4
  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

EM SUA SAÍDA DESTA TARDE, O MODELO EUROPEU SEGUE UMA LINHA SIMILAR A RODADA ANTERIOR E MANTÉM O SISTEMA COMO POTENCIAL CICLONE SUBTROPICAL, MESMO A ROTA DO SISTEMA TER MUDADO.

 

NAS IMAGENS PARECE HAVER ASSIMETRIA DA CIRCULAÇÃO, ENTRETANTO CREIO QUE PODERIA SER NOMEADA DE YAKECAN (PRÓXIMO E ÚLTIMO NOME DA LISTA DO CHM).

 

 

 

floop-ecmwf_full-2022051412.prateptype_cat_ecmwf_mm_sa.gif.ba92ad3b7c830acdc0b053251bd9ceb7.gif

 

 

É INTERESSANTE NOTAR QUE A BAIXA DÁ UM LONGO GIRO AO SUL, ANTES DE RETORNAR PARA IR EM DIREÇÃO A COSTA DO BRASIL.

 

ESSE GIRO ACONTECE EM ÁGUAS MAIS FRIAS (18-19ºC), O QUE LIMITARIA UM POTENCIAL DESENVOLVIMENTO EM SISTEMA TROPICAL.

 

001.thumb.png.6215711514739516278bdff50da2d5d8.png

 

  • Like 8
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

COMPARANDO AS 12Z DOS MODELOS DE AGORA A TARDE, DÁ PRA VER QUE APENAS O GFS COLOCA O CICLONE ADENTRANDO SIGNIFICAMENTE O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

 

OS DEMAIS PRINCIPAIS MODELOS, (EURO-CMC-ICON) MANTÉM A BAIXA TODO OU QUASE TODO O TEMPO SOBRE O MAR.

 

us_model-en-117-9_modez_2022051412_90_15121_149.thumb.png.202c244188f1b0ba829751d5cb7ced1a.png

 

 

SENDO ASSIM, NESTA RODADA, O GFS SERIA O OUTLIER, QUANTO A TRAJETORIA DESTA BAIXA.

 

INTERESSANTE NOTAR QUE DENTRO DO ENSEMBLE DO GFS, A GRANDE MAIORIA DOS MEMBROS NÃO CONCORDA COM A SOLUÇÃO DO OPERACIONAL E CONVERGE PARA A BAIXA NO OCEANO COMO OS DEMAIS MODELOS.

 

SENDO ASSIM, NESTE MOMENTO UM EVENTO DA BAIXA FAZENDO LANDFALL NO SUL DO RIO GRANDE DO SUL E SEGUINDO CONTINENTE ADENTRO PARECE MENOS PROVÁVEL. 

 

27678088.thumb.gif.1b440eb3de8ec9478fea6078ed5b9437.gif

 

 

  • Like 18
  • Thanks 3
Link to comment
Share on other sites

CENTRO DE HIDROGRAFIA DA MARINHA (CHM) EMITIU NO FIM DA NOITE DO SÁBADO O SEU PRIMEIRO AVISO PARA FORMAÇÃO DE TEMPESTADE SUBTROPICAL. 

 

DE ACORDO COM O AVISO DO CHM, A TEMPESTADE SUBTROPICAL PODERÁ SE FORMAR NA MANHÃ DA SEGUNDA-FEIRA 

 

001.png.65396fb34c4f63b9c0c4dfb24a44caa6.png

 

 

AVISO NR 337/2022
AVISO ESPECIAL
EMITIDO ÀS 1600Z - SAB - 14/MAI/2022
POSSÍVEL FORMAÇÃO DE CICLONE SUBTROPICAL A PARTIR DE 161200Z COM PRESSÃO CENTRAL DE 996HPA EM 36S042W, MOVENDO-SE COM 10 NÓS PARA SUDOESTE E POSTERIORMENTE PARA OESTE/NOROESTE, ASSOCIADO A VENTO CICLÔNICO FORÇA 9/10 COM RAJADAS AFETANDO A ÁREA SUL OCEÂNICA AO SUL DE 30S E OESTE DE 035W.
VÁLIDO ATÉ 170000Z.

 

 

AS SAÍDAS DESSA MANHÃ DOS MODELOS AINDA SEGUEM DIVIDIDAS. 

 

O GFS AGORA TENDE A MOSTRAR UM SISTEMA TOTALMENTE SUBTROPICAL. ENQUANTO CMC E UKMET AINDA INSISTEM NUMA FASE PURAMENTE TROPICAL, SOBRETUDO QUANDO O CICLONE ESTIVER EM ALTO-MAR.

 

GFS

001.thumb.png.9f7cfc6d9933625f1fde504f9b04ca04.png002.thumb.png.0b75b40c3a08b4f2dd956ae104b7a0e5.png

 

 

CMC

 

003.thumb.png.c4f37b73a30a42ec20eb4e828a0dfc81.png004.thumb.png.205a95cf23b630284a25ede15a0d4768.png

 

 

UKMET

 

005.thumb.png.7c19d4fdf193f0009a5deabaec69d653.png006.thumb.png.3343db0c92c1e65855034c496670f5de.png

 

 

O MODELO EUROPEU PARECE MOSTRAR QUE O SISTEMA SEGUIRÁ SUBTROPICAL NA COSTA DO BRASIL, MAS TAMBÉM SUGERE AUMENTO DE SIMETRIA EM ALTO-MAR. 

 

22994889.thumb.gif.c8576b3a576c1c656db9359acbe90ecc.gif

  • Like 8
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

ÚLTIMAS SAÍDAS DE GFS E ECMWF (6Z) ESTÃO EM UMA APARENTE CONVERGÊNCIA QUANTO A TRAJETÓRIA DO CICLONE, QUE DEVERÁ PASSAR RENTE A COSTA DO RIO GRANDE DO SUL, E DEPOIS SE AFASTAR LEVEMENTE PARA ALTO-MAR, QUANDO ESTIVER EM SANTA CATARINA. 

 

NESTE MOMENTO A MAIORIA DOS MODELOS TEM COMO CONSENSO QUE A BAIXA IRÁ PASSAR PRÓXIMO A COSTA COMO UMA TEMPESTADE SUBTROPICAL (MAIORES DETALHES NO TÓPICO DE CICLONES).

 

001.thumb.png.c0e6072900c2ac725c7381efc550d59d.png002.thumb.png.0349d45b50eec06dd9fb2ab176f34c84.png

 

21494758.thumb.gif.5e25542d2bf76b650f2934335cf6897f.gif

 

39418533.thumb.gif.ebec9369cba668f484e4e8e04444d885.gif

 

 

PELA TRAJETÓRIA ESTIMADA NO MODELO EUROPEU, AS MAIORES RAJADAS DE VENTO SEGUEM NO RIO GRANDE DO SUL AONDE PODEM LOCALMENTE CHEGAR A 90-100km/h. ISTO É BEM MENOS DO QUE ERA SUGERIDO ONTEM, UMA VEZ QUE O LANDFALL NÃO É MAIS SUGERIDO.  

 

VEREMOS COMO A 12Z VIRÁ COM O POSICIONAMENTO DO CICLONE

 

 

001.thumb.png.e84e07e0ff80eb4153de558edb34f813.png

  • Like 26
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

Excelente imagen que nos muestra claramente la lucha que se registra en esta epoca del año entre las aguas frias de la Corriente de Malvinas y las aguas calidas Corriente del Brasil en esa zona del Oceano Atlantico.

 

Se ve claramente ademas el brazo de la corriente de Malvinas que choca directamente contra la costa sur del Uruguay en el estuario del plata.

Ese "brazo" en el verano no esta.

 

FSwLDd6WAAIg1ot.jpg.f37cd5932e7190a17de4c1fd9b2c2116.jpg

Edited by PabloMQL
  • Like 21
Link to comment
Share on other sites

EURO 12Z NA SAÍDA DE AGORA A TARDE TRAZ O CICLONE PRÓXIMO A COSTA DO RS/SC, MAS SEM FAZER LANDFALL.

 

floop-ecmwf_full-2022051512.prateptype_cat_ecmwf_mm_sa.gif.77d542c3e60c8f1a78055cd60456060d.gif

 

 

PELAS IMAGENS DE SATÉLITE, DÁ PRA NOTAR QUE A CIRCULAÇÃO É ASSIMÉTRICA, E MESMO EM ALTO-MAR, A CONVECÇÃO É BASTANTE FRACA, O QUE DÁ A ENTENDER QUE O SISTEMA SERIA SUBTROPICAL EM TODA A FASE.

 

001ANI.gif.19b29e317978500e86f0368a84a55a9e.gif

  • Like 14
Link to comment
Share on other sites

SAÍDA DO GFS 18Z DE AGORA A NOITE É BEM RUIM.

 

O CICLONE AGORA VEM MARGEANDO TODA A COSTA DO RIO GRANDE DO SUL, E GANHA FORÇA PRÓXIMO A SC, ANTES DE IR PARA ALTO-MAR.

 

94402213.thumb.gif.95b74c121cd73a868c0eebde1e493e8c.gif

 

 

EM ALGUMAS SIMULAÇÕES DE SATÉLITE DO GFS, O CICLONE ADQUIRE FORMATO SIMÉTRICO (ROSCA) E CONDIZENTE COM UM CICLONE TROPICAL. 

 

001.thumb.png.2fde159ee8d0fb1e074832f701017b12.png002.thumb.png.cc83bd7a961293fe0fe983e5a45e90fb.png

 

 

EM TERMOS DE IMPACTOS, TODA A COSTA DO RS ESTARIA VULNERÁVEL A FORTES RAJADAS DE VENTO CHEGANDO E ATÉ ULTRAPASSANDO A 100KM/H

 

us_model-en-117-9_modusa_2022051518_51_15121_254.thumb.png.e292bf294c087c963ca8a5ab82146943.pngus_model-en-117-9_modusa_2022051518_54_15121_254.thumb.png.3b02620df23695041e3e9464f87fd463.pngus_model-en-117-9_modusa_2022051518_63_15121_254.thumb.png.f2058bf935d53552ed24466825dd185e.png

 

 

EM ÁREAS COMO TRAMANDAÍ E TORRES, O CICLONE PARECE ADQUIRIR FORMATO SIMÉTRICO A DE UM SISTEMA TROPICAL.

 

us_model-en-117-9_modusa_2022051518_60_12936_254.thumb.png.548db87aea15e431d01ec2531166fd75.pngus_model-en-117-9_modusa_2022051518_63_12936_254.thumb.png.0cbc9141c373cd0e327d4454aafb5552.png

 

 

TRATA-SE DE UMA SOLUÇÃO MUITO AGRESSIVA DO GFS.

 

AINDA NÃO É A DEFINITIVA, POIS OS MODELOS SEGUEM AINDA SEM TER UM CONSENSO QUANTO A TRAJETÓRIA DO CICLONE

 

A ACOMPANHAR....

us_model-en-117-9_modusa_2022051518_60_15121_254.png

  • Like 25
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

A SAÍDA 18Z EM ENSEMBLE DO GFS É MAIS COMPATÍVEL AGORA PARA UM LANDFALL DO CICLONE EM ALGUM PONTO DO SUL DO RS (ENTRE CHUÍ E PELOTAS). 

 

GRANDE MAIORIA DOS MEMBROS VEM PARA O LANDFALL, O QUE DIVERGE DA PREVISÃO DO OPERACIONAL QUE MOSTREI ANTERIORMENTE.

 

NA 12Z A MAIORIA DOS MEMBROS AINDA ERA FAVORÁVEL A UM PERCURSO RENTE A COSTA.

 

ISSO SÓ MOSTRA O QUANTO ESTÁ COMPLEXO PREVER A TRAJETÓRIA DO CICLONE. 

 

ENORME DOR DE CABEÇA PARA OS METEOROLOGISTAS

 

001.png.9413511c97d2a2afe7c3faf6ff60fd05.png

 

25661535.thumb.gif.e32294c1be03d750c59d6d8c77ee33ae.gif

  • Like 26
  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

@Rodolfo Alves, surgiu uma dúvida sobre o ciclone, mas postei aqui para não interromper as postagens com as análises detalhadas do tópico específico: aquela segunda baixa pressão, mais a sudeste do ciclone, parece também fazer um leve caminho a leste, imitando a trajetória do ciclone principal, mas claro bem mais longe da costa. É outro ciclone, ou é parte do mesmo sistema? 

Sou leigo então a pergunta pode parecer básica, mas surgiu essa dúvida quando vi isso aparecendo no Windy tanto para o Europeu como para o GFS.

 

 

Europeu:

image.png.dd0d74db6804c9b4a5cbc63006585be4.png

 

Edited by Eclipse
  • Like 12
  • Thanks 4
Link to comment
Share on other sites

Em 16/05/2022 em 14:53, Eclipse disse:

@Rodolfo Alves, surgiu uma dúvida sobre o ciclone, mas postei aqui para não interromper as postagens com as análises detalhadas do tópico específico: aquela segunda baixa pressão, mais a sudeste do ciclone, parece também fazer um leve caminho a leste, imitando a trajetória do ciclone principal, mas claro bem mais longe da costa. É outro ciclone, ou é parte do mesmo sistema? 

Sou leigo então a pergunta pode parecer básica, mas surgiu essa dúvida quando vi isso aparecendo no Windy tanto para o Europeu como para o GFS.

 

 

Europeu:

image.png.dd0d74db6804c9b4a5cbc63006585be4.png

 

 

O CHM precisa urgentemente divulgar a nova lista de nomes. 

 

qlfsk1k.png

dwf4N0E.png

 

Aliás tá tudo tão incomum e bizarro que esse próprio ciclone extratropical está com uma convecção que eu não tô acostumado a ver nesses sistemas nessa região. Cadê os aviões de reconhecimento!? rs

K4m3FFk.jpeg

  • Like 23
Link to comment
Share on other sites

ATENÇÃO: INMET-CHM ADMITEM QUE O CICLONE SUBTROPICAL PODE SE TRANSFORMAR EM TEMPESTADE TROPICAL NA COSTA DO SUL DO BRASIL

 

 

Na noite desta segunda (16), poderá ocorrer a formação de ciclone subtropical na costa do Rio Grande do Sul.

A evolução desse sistema ao longo da terça-feira (17), o classifica como Tempestade Subtropical "Yakecan" com rajadas de vento que podem superar os 100 km/h.

A expressão “Yakecan” significa “o som do céu” em tupi-guarani. A nomenclatura foi oficialmente estabelecida por meio do Aviso Especial nº 356/2022, publicado no site do CHM, conforme a relação de nomes que consta nas Normas da Autoridade Marítima para as Atividades de Meteorologia Marítima nº19 (NORMAM-19), disponível em https://www.marinha.mil.br/dhn/?q=pt-br/normas-legislacoes.

Até a noite da quarta-feira, dia 18, a Tempestade Subtropical "Yakecan" poderá se intensificar e ser classificada como Tempestade Tropical, quando as rajadas de vento poderão superar os 110 km/h, do extremo sul e leste do Rio Grande do Sul ao litoral sul de Santa Catarina.

Até o final da semana, o sistema se deslocará ao litoral da Região Sudeste perdendo força.

 

 

https://portal.inmet.gov.br/noticias/inmet-e-marinha-informam-sobre-tempestade-subtropical-yakecan-na-costa-do-rio-grande-do-sul

 

 

  • Like 13
Link to comment
Share on other sites

  • Rodolfo Alves changed the title to Monitoramento e Previsão - Ciclones Subtropicais/Tropicais no Atlântico Sul (2016-2022)
  • Rodolfo Alves locked this topic
  • Rodolfo Alves unlocked this topic
  • Rodolfo Alves unfeatured and unpinned this topic
Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.