Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Junho/2019

Recommended Posts

13 minutos atrás, Renan disse:

 

Não é nada fácil estabelecer isso, pois como você disse, varia de região para região. Dito isso, não existe "o destaque", mas sim "os destaques", que a meu ver são:

 

- Julho/2010 (aquela que trouxe uma friagem fortíssima no centro-oeste e norte, com direito a chuva e 5 graus em Campo Grande durante a tarde)

- Agosto/2010 (a MP que trouxe o fim da "seca" de neve na serra catarinense)

- Junho/2011 (Grande MP que atingiu com força o Sul, SP e partes de MG)

- Setembro/2012 (MP muito forte que ocorreu no final de Setembro, com queda de neve em SJ e possível neve no PNI)

- Julho/2013 (Talvez a MP mais inesquecível da década, devido às imagens da neve na grande Florianópolis, e com transtornos nas estradas catarinenses e paranaenses)

- Agosto/2013 (MP responsável pela maior neve na serra gaúcha deste século atual, até o momento)

- Junho/2016 (MP "raiz" para o Sudeste, responsável pelo maior frio da década em São Paulo-capital, também foi a maior onda de frio da década em JF)

- Julho/2017 (Duas MP's: Uma no início do mês, a grande baleia marítima que trouxe chance de neve no PNI, sincelo no pico da Bandeira e o maior resfriamento da década em BH, Espírito Santo, diversas áreas do Nordeste. A outra em meados do mês, atingindo com muita força o Sul, Centro-oeste e Norte).

 

Porém, se observarmos de uma maneira geral, ainda fico com a grande onda de Julho 2013.

 

Esqueci alguma ?

Na capital paulista 2013 foi bem mais forte que 2016, aquela máxima de 8C...

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, Felipe Backendorf disse:

Na capital paulista 2013 foi bem mais forte que 2016, aquela máxima de 8C...

 

Me refiro mais ao valor da mínima absoluta, mas em sensação térmica com certeza em 2013 ganhou disparado 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, João Tur POA disse:

Bom dia!

Dias de "primavera", quase "verão" nos próximos dias em Porto Alegre, com tempo excelente, ideal para atividades ao ar livre.

Próximo final de semana com temperaturas próximas, ou batendo, os 30ºc, segundo o site Tempo 14 Dias, que segue o modelo europeu.

Após esse calor, pelos prognósticos de hoje, viria um frio moderado, por curto período de tempo, voltando a esquentar rapidamente logo após. Se seguir esse padrão, poderá ser o junho mais quente já registrado na capital gaúcha. Vamos aguardar.

 

 

Vai ser uma grande queima antecipada de estoque de roupas de inverno por aí.

 

Os turistas em Gramado devem estar um pouco frustrados. Disse um pouco, porque na linda serra gaúcha o frio é apenas uma pequena parte do atrativo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em Imperatriz/MA começou o período de veraneio, isso mesmo veraneio, em pleno meio de Junho que é quando as chuvas mais intensas sob a região dão uma trégua e se forma pequenas praias as margens do gigante Rio Tocantins, que banha a cidade do sudoeste maranhense. No momento tempo bom e 31º.
62433841_1298297487004665_35235475886052

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, Felipe Backendorf disse:

Na capital paulista 2013 foi bem mais forte que 2016, aquela máxima de 8C...

Se em 2013 o céu tivesse ficado limpo, com certeza a mínima seria inferior a 2016, pois com ele encoberto chegou a 5°! Então, acho que a de 2013 foi mais forte mesmo.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
32 minutos atrás, Renan disse:

 

Me refiro mais ao valor da mínima absoluta, mas em sensação térmica com certeza em 2013 ganhou disparado 

Pra mim mínima absoluta nem sempre quer dizer muita coisa. 1975 teve mínima absoluta de 3,6 em Indaial, porém teve tarde com sub10 e umidade de 30%

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Renan disse:

 

Não é nada fácil estabelecer isso, pois como você disse, varia de região para região. Dito isso, não existe "o destaque", mas sim "os destaques", que a meu ver são:

 

- Julho/2010 (aquela que trouxe uma friagem fortíssima no centro-oeste e norte, com direito a chuva e 5 graus em Campo Grande durante a tarde)

- Agosto/2010 (a MP que trouxe o fim da "seca" de neve na serra catarinense)

- Junho/2011 (Grande MP que atingiu com força o Sul, SP e partes de MG)

- Setembro/2012 (MP muito forte que ocorreu no final de Setembro, com queda de neve em SJ e possível neve no PNI)

- Julho/2013 (Talvez a MP mais inesquecível da década, devido às imagens da neve na grande Florianópolis, e com transtornos nas estradas catarinenses e paranaenses)

- Agosto/2013 (MP responsável pela maior neve na serra gaúcha deste século atual, até o momento)

- Junho/2016 (MP "raiz" para o Sudeste, responsável pelo maior frio da década em São Paulo-capital, também foi a maior onda de frio da década em JF)

- Julho/2017 (Duas MP's: Uma no início do mês, a grande baleia marítima que trouxe chance de neve no PNI, sincelo no pico da Bandeira e o maior resfriamento da década em BH, Espírito Santo, diversas áreas do Nordeste. A outra em meados do mês, atingindo com muita força o Sul, Centro-oeste e Norte).

 

Porém, se observarmos de uma maneira geral, ainda fico com a grande onda de Julho 2013.

 

Esqueci alguma ?

Também fico com a de 2013

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Felipe Backendorf disse:

A mais forte em SC e PR sem dúvida alguma foi 2013, mas não foi tão abrangente.

 

Valores abaixo de -5C em 850hpa e neve nas terras baixas. Indaial Inmet (72m) teve 1,7C com chuva/neve na madrugada.

Eu me lembro de neve nas áreas mais altas do vale do Itajaí. Acima de 300m, já acumulou bastante, não foi? Blumenau, Brusque, Rio dos Cedros etc. Rio do Sul mesmo, ficou coberta de gelo. Nunca me esqueço de acompanhar a previsão, e Blumenau chovendo com temperaturas entre 1• A 3•C. Afinal de contas, acumulou a branquinha a partir de qual altitude? 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

Não, eu quiz dizer a mínima absoluta anual, em Goiânia, normalmente é de 8/9 graus, as mínimas médias de junho e julho ficam por volta dos 15/16 graus. Posso usar também como exemplo Campo Grande MS, onde a menor temperatura em anos normais é de 5 graus, mas a menor média mínima, que ocorre em junho e julho, é de 14 graus.

Esta faltando uma massa polar continental típica deste mês para realmente sentirmos frio.

Sim, sim. Campo Grande registra mínimas pontuais BEM menores que Goiânia em MP´s continentais. Em alguns anos que essas MP´s não têm trajetória favorável a SP, bate fácil a Capital paulista nas mínimas pontuais. 2001 foi um ano que ocorreram bastantes eventos deste tipo. A parte continental do Brasil teve muitas marcas expressivas; já a parte leste ficou "chupando o dedo", à exceção de uma MP em julho, que até trouxe um pouco de neve nas serras SC e um frio de respeito em SP, porém foi tiro curtíssimo...

Edited by Caco Pacheco
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, marinhonani disse:

Caco Pacheco,

no site das lojas americanas tem várias opções termômetro de mín, máx, umidade, com preços de 30 a 60,00 reais, pode pedir a entrega em filial das Americanas(tem essa opção para pagar menos frete)

De uma olhada nas Americanas.

Obrigado, Nani. Vou dar uma checada!

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Pedro Victor Peixoto Paulino Pedro Victor disse:

 

Qual foi a bomba polar mais intensa da década de 2010? 

Julho/2013 e Junho/2016.

 

Esqueci-me: junho/99 foi BOMBA também.

 

Não esquecer que, para a região sul, sucedeu, meados de julho/11, uma MP MUITO FORTE. O Sudeste, na ocasião, ficou de fora da festa. Esta MP ficou "represada" a Sul de São Paulo. Curitiba foi atingida. Para a região sul, as MP´s de junho e julho de 2011 foram equivalentes em intensidade. 

Edited by Caco Pacheco
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Renan disse:

 

Não é nada fácil estabelecer isso, pois como você disse, varia de região para região. Dito isso, não existe "o destaque", mas sim "os destaques", que a meu ver são:

 

- Julho/2010 (aquela que trouxe uma friagem fortíssima no centro-oeste e norte, com direito a chuva e 5 graus em Campo Grande durante a tarde)

- Agosto/2010 (a MP que trouxe o fim da "seca" de neve na serra catarinense)

- Junho/2011 (Grande MP que atingiu com força o Sul, SP e partes de MG)

- Setembro/2012 (MP muito forte que ocorreu no final de Setembro, com queda de neve em SJ e possível neve no PNI)

- Julho/2013 (Talvez a MP mais inesquecível da década, devido às imagens da neve na grande Florianópolis, e com transtornos nas estradas catarinenses e paranaenses)

- Agosto/2013 (MP responsável pela maior neve na serra gaúcha deste século atual, até o momento)

- Junho/2016 (MP "raiz" para o Sudeste, responsável pelo maior frio da década em São Paulo-capital, também foi a maior onda de frio da década em JF)

- Julho/2017 (Duas MP's: Uma no início do mês, a grande baleia marítima que trouxe chance de neve no PNI, sincelo no pico da Bandeira e o maior resfriamento da década em BH, Espírito Santo, diversas áreas do Nordeste. A outra em meados do mês, atingindo com muita força o Sul, Centro-oeste e Norte).

 

Porém, se observarmos de uma maneira geral, ainda fico com a grande onda de Julho 2013.

 

Esqueci alguma ?

São essas mesma. Ótima memória. Tinha me esquecido deste de setembro/2012! A mais "tardia" que vivenciei. Chegou por volta de 27/setembro. E foi MP "MUITO FORTE".

 

Já a mais precoce, dentre as que avalio como "MUITO FORTE" (capazes de provocar neve): abril de 99.

Edited by Caco Pacheco
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
26 minutos atrás, Felipe Backendorf disse:

Pra mim mínima absoluta nem sempre quer dizer muita coisa. 1975 teve mínima absoluta de 3,6 em Indaial, porém teve tarde com sub10 e umidade de 30%

Inimaginável nos tempos atuais uma tarde sub 10 com tempo bom e 30% umidade na nossa região.

 

Male mal as cidades serranas tem feito isso ultimamente. Triste realidade atual.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Felipe Backendorf disse:

Na capital paulista 2013 foi bem mais forte que 2016, aquela máxima de 8C...

Em termos de durabilidade, a onda de 2013 "leva". 4 dias sob máximas baixíssimas.

 

Para mim, dois tipos diferentes de se sentir frio. 

 

A vantagem de 2016 foi a de ver geada após um longo jejum; dias variando entre 5/7ºC (com pico de 2ºC aqui em casa) ~ 14/18ºC, com SOL.. A de 2013,  máxima de 7,6ºC aqui em casa; coisa surreal... E mais 3 dias sob máxima de 9/11ºC. 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
35 minutos atrás, Wagner97 disse:

Se em 2013 o céu tivesse ficado limpo, com certeza a mínima seria inferior a 2016, pois com ele encoberto chegou a 5°! Então, acho que a de 2013 foi mais forte mesmo.

Exato. Temperatura do ar em 850 Hpa em 2013 era mais baixa, porém a FF ficou semi-estacionária sobre SP. Não consegui avançar para norte. Por isso não esfriou tanto em MG.

 

Já em 2016 o ar frio conseguiu avançar, empurrando as instabilidades, limpando o céu. Isso permitia queda acentuada nas mínimas de madrugada e tempo bom. 

 

Em junho/2011 ocorreu o mesmo do que em junho/2016.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Caco Pacheco disse:

Exato. Temperatura do ar em 850 Hpa em 2013 era mais baixa, porém a FF ficou semi-estacionária sobre SP. Não consegui avançar para norte. Por isso não esfriou tanto em MG.

 

Já em 2016 o ar frio conseguiu avançar, empurrando as instabilidades, limpando o céu. Isso permitia queda acentuada nas mínimas de madrugada e tempo bom. 

 

Em junho/2011 ocorreu o mesmo do que em junho/2016.

 

Aquele dia de julho de 2016 foi realmente memorável para SP, com máxima de apenas 8 graus, enquanto aqui em BH tivemos um baita pré-frontal, com mínima morna de 17 e máxima de 25 graus. O frio não fez nem cócegas aqui daquela vez.

 

Nesse frio de junho de 2019, pelo menos, BH se deu muito bem. Hoje esquentou um pouco, como previam os modelos, mas eu ainda consegui registrar 14,8 graus em algum momento da madrugada, mas às 06:10 já tínhamos 16,4 graus, sendo que nos últimos dias, nesse horário, sempre esteve em torno de 12 graus.

 

Agora faz 21,8 graus aqui com céu parcialmente nublado e aumento de nuvens, que ainda devem segurar a máxima num patamar baixo, ao redor de 23/24 graus. Já tive 22,3 graus aqui de máxima, agora há pouco.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Rafael MG disse:

 

Aquele dia de julho de 2016 foi realmente memorável para SP, com máxima de apenas 8 graus, enquanto aqui em BH tivemos um baita pré-frontal, com mínima morna de 17 e máxima de 25 graus. O frio não fez nem cócegas aqui daquela vez.

 

Nesse frio de junho de 2019, pelo menos, BH se deu muito bem. Hoje esquentou um pouco, como previam os modelos, mas eu ainda consegui registrar 14,8 graus em algum momento da madrugada, mas às 06:10 já tínhamos 16,4 graus, sendo que nos últimos dias, nesse horário, sempre esteve em torno de 12 graus.

 

Agora faz 21,8 graus aqui com céu parcialmente nublado e aumento de nuvens, que ainda devem segurar a máxima num patamar baixo, ao redor de 23/24 graus. Já tive 22,3 graus aqui de máxima, agora há pouco.

BH deu show na MP de agosto de 99, que assolou o território nacional. Aliás, que ano para o frio 99: frio constante e de fortes ondas polares.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mínima de 11ºC cravados. Agora sol e céu azul de brigadeiro e 21,4ºC.

 

Próxima FF/MP só para dia 18, no sul do RS. E 20/junho no Sudeste. Vai demorar...

 

Enquanto isso, marasmo e temperaturas agradáveis no Sudeste e "terras altas do sul" (serras SC/RS e parte do PR, incluindo região de Curitiba). Restante da região sul sofre.

Edited by Caco Pacheco

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Caco Pacheco disse:

Exato. Temperatura do ar em 850 Hpa em 2013 era mais baixa, porém a FF ficou semi-estacionária sobre SP. Não consegui avançar para norte. Por isso não esfriou tanto em MG.

 

Já em 2016 o ar frio conseguiu avançar, empurrando as instabilidades, limpando o céu. Isso permitia queda acentuada nas mínimas de madrugada e tempo bom. 

 

Em junho/2011 ocorreu o mesmo do que em junho/2016.

Sim, tanto é que Varginha( 310km ) ao norte de SP a 1000m, teve apenas uma tarde gelada com máxima de 13•C em 2013! Depois dessa tarde fria, até tivemos mínimas baixas até Agosto.

 Em 2016, foram 3 dias consecutivos de geada na fazenda em Junho e tardes sub 20. Em Julho, outros 2 dias de geada( 18 e 19, se não me engano ). Tanto em Junho como em Julho, registrei -1•C por lá no termômetro digital. Em 2016 foi a última vez que geou na zona urbana (baixadas). Em 2011 ocorreu a mesma coisa, em duas ocasiões. 

Edited by Victor Naia
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Caco Pacheco disse:

Sim, sim. Campo Grande registra mínimas pontuais BEM menores que Goiânia em MP´s continentais. Em alguns anos que essas MP´s não têm trajetória favorável a SP, bate fácil a Capital paulista nas mínimas pontuais. 2001 foi um ano que ocorreram bastantes eventos deste tipo. A parte continental do Brasil teve muitas marcas expressivas; já a parte leste ficou "chupando o dedo", à exceção de uma MP em julho, que até trouxe um pouco de neve nas serras SC e um frio de respeito em SP, porém foi tiro curtíssimo...

Campo Grande e a parte oeste do Brasil se dá muito bem em massas polares continentais que ficam bloqueadas na altura do sul de Minas, nesse ano que você citou e em 2013 a mínima absoluta aqui foi menor do que na capital paulista, aí chegou a 5 graus enquanto a capital sul-mato-grossense registou 1 grau com forte geada, sobre as médias mínimas, elas são um parâmetro que algumas vezes não reflete a dinâmica do clima local, num mês de junho pode fazer calor por 20 dias e depois vir uma onda de frio intensa que dure apenas 7, provocando mínimas e máximas recordes, o resultado será que a média final fique mais alta pelo calor predominante, mascarando o frio de uma semana. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Caco Pacheco disse:

Exato. Temperatura do ar em 850 Hpa em 2013 era mais baixa, porém a FF ficou semi-estacionária sobre SP. Não consegui avançar para norte. Por isso não esfriou tanto em MG.

 

Já em 2016 o ar frio conseguiu avançar, empurrando as instabilidades, limpando o céu. Isso permitia queda acentuada nas mínimas de madrugada e tempo bom. 

 

Em junho/2011 ocorreu o mesmo do que em junho/2016.

Justamente por ter ficado bloqueada em Minas Gerais que a onda de frio de julho de 2013 foi bem mais fraca pro Sudeste do que a de julho de 2011 e junho de 2016, mesmo que estas duas últimas tenham sido mais fracas em termos de pressão atmosférica, o sistema frontal conseguiu avançar melhor pelo país.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Victor Naia disse:

Eu me lembro de neve nas áreas mais altas do vale do Itajaí. Acima de 300m, já acumulou bastante, não foi? Blumenau, Brusque, Rio dos Cedros etc. Rio do Sul mesmo, ficou coberta de gelo. Nunca me esqueço de acompanhar a previsão, e Blumenau chovendo com temperaturas entre 1• A 3•C. Afinal de contas, acumulou a branquinha a partir de qual altitude? 

 

acúmulo não sei mas nevou mesmo abaixo dos 100m pelo que me lembro

  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Victor Naia disse:

Eu me lembro de neve nas áreas mais altas do vale do Itajaí. Acima de 300m, já acumulou bastante, não foi? Blumenau, Brusque, Rio dos Cedros etc. Rio do Sul mesmo, ficou coberta de gelo. Nunca me esqueço de acompanhar a previsão, e Blumenau chovendo com temperaturas entre 1• A 3•C. Afinal de contas, acumulou a branquinha a partir de qual altitude? 

Lembro que em Nova Trento tinha um pouco de acumulação a 140m.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nunca me esqueço de mostrar a foto da Grande Floripa nevada, e meu tio falar: " O Sul do Chile realmente é lindo. Estive em Pucon ano passado ". 

 

Aquilo foi o máximo. 

  • Like 1
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia quente e temperatura já chegando à casa dos 26C em Blumenau. bela escadinha nos próximos dias, provavelmente vai passar dos 30C no fim de semana:

 

image.png.c3406c83cec482b1650a5bfd1c82e47b.png

 

Nem no fim da grade temos frio... complicado

  • Like 1
  • Thanks 2
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.