Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão Climática (ENSO/SST/AAO/PDO)

Recommended Posts

El Nino Modoki a caminho?

 

3 Principais modelos de previsão climáticos (CFS/ECMWF/JMA), concordam que a Neutralidade do Pacífico dure pelo menos até meados da Primavera....

 

Apenas o EUROPEU parece contundente na formação do El Ninõ durante o fim da primavera/começo do verão.

 

jHsnAGk.gif

4JDXTfF.png

6AnvgkL.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Boas notícias... após a maior queda desde março, AAO mesmo estando novamente no patamar positivo deve voltar a cair nos próximos dias. Podemos ter um mês de Julho um pouco melhor se houverem outras combinações.

 

 

Um dia depois da pra perceber uma diferença na previsão de variação do AAO...a maioria dos membros corrobora para uma elevação para depois voltar a cair...porem um mais extremado indica forte queda do índice no início de julho. ..quem dera a previsão culminasse nessa queda abrupta...seriam as portas escancaradas para uma pista livre para a chegada de altas polares e sua invasão continente a dentro sem maiores problemas...

[attachment=0]aao.fcst.gif[/attachment]

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: -0.1 (-0,3oC)

Nino 3: +0.3 (-0,2oC)

Nino 3.4: +0.4 (-0,2oC)

Nino 4: +0.5 (+0,1oC)

 

Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.0 (+0,1oC)

Nino 3: +0.2 (-0,1oC)

Nino 3.4: +0.5 (+0,1oC)

Nino 4: +0.6 (+0,1oC)

 

O solstício de inverno vai iniciar com o Pacífico Equatorial em modo El Nino fraco: threshold atingido mais a oeste da região (Nino 3.4 e Nino 4) com as regiões mais a leste ainda fora do patamar do menino. Oficialmente não temos o fenômeno declarado, mas a atmosfera vem respondendo claramente ao pacífico acima da média, impulsionado pela SOI em patamar flutuante de positivo a neutro.

 

No geral não temos um Pacífico como no JJA de 2015, para mim o padrão aproximado de Modoki tende a manter a atmosfera em padrão de menino fraco, o que se não nos é favorável, está longe dos piores cenários para JJA.

 

Junho está ainda muito ruim, como era esperado pelos análogos de El Nino Modoki que apresentei. Se esse padrão de análogos se confirmar, poderemos ver uma inversão nesta tendência para julho.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acabei de ver uma coisa extremamente incomum: o seasonal do JMA apontando probabilidade maior de temperaturas abaixo da média na porção oeste pegando até o sul da Amazônia para JAS, e probabilidade entre 35 e 40% de temperaturas acima da média numa porção do Sudeste. Quem acompanha esse modelo sabe que é difícil pois SEMPRE tende ao positivo. Creio que seja um bom sinal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.0 (+0,1oC)

Nino 3: +0.2 (-0,1oC)

Nino 3.4: +0.5 (+0,1oC)

Nino 4: +0.6 (+0,1oC)

 

O solstício de inverno vai iniciar com o Pacífico Equatorial em modo El Nino fraco: threshold atingido mais a oeste da região (Nino 3.4 e Nino 4) com as regiões mais a leste ainda fora do patamar do menino. Oficialmente não temos o fenômeno declarado, mas a atmosfera vem respondendo claramente ao pacífico acima da média, impulsionado pela SOI em patamar flutuante de positivo a neutro.

 

No geral não temos um Pacífico como no JJA de 2015, para mim o padrão aproximado de Modoki tende a manter a atmosfera em padrão de menino fraco, o que se não nos é favorável, está longe dos piores cenários para JJA.

 

Junho está ainda muito ruim, como era esperado pelos análogos de El Nino Modoki que apresentei. Se esse padrão de análogos se confirmar, poderemos ver uma inversão nesta tendência para julho.

 

Prezado Caio, gosto muito das sua análises mas terei que fazer um adendo: nenhum instituto declarou El Niño porque o threshold não tem permanecido por um período mais longo. Olhando a variação da TSM na região 3.4 desde 01 de maio até hoje o threshold de +0,5 foi alcançado em poucas situações. A SOI (que é a resposta oceano-atmosférica da teleconexão) tem oscilado no patamar de neutralidade desde novembro de 2016, atingindo o threshold de Niño apenas no finalzinho de abril de 2017 por poucos dias.

 

Podemos dizer no máximo que estamos com uma neutralidade positiva atualmente, mas não com El Niño fraco ou Modoki, basta observar o BOM, NOAA ou IRI. Penso que nosso outono-inverno por enquanto tem respondido a outros fatores macro como Madden-Julian, algumas ondas Kelvin que se propagaram alterando o vento zonal, a AAO que não cai de forma significativa e a TSM do Atlântico Sul próxima a costa brasileira

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Prezado Caio, gosto muito das sua análises mas terei que fazer um adendo: nenhum instituto declarou El Niño porque o threshold não tem permanecido por um período mais longo. Olhando a variação da TSM na região 3.4 desde 01 de maio até hoje o threshold de +0,5 foi alcançado em poucas situações. A SOI (que é a resposta oceano-atmosférica da teleconexão) tem oscilado no patamar de neutralidade desde novembro de 2016, atingindo o threshold de Niño apenas no finalzinho de abril de 2017 por poucos dias.

 

Podemos dizer no máximo que estamos com uma neutralidade positiva atualmente, mas não com El Niño fraco ou Modoki, basta observar o BOM, NOAA ou IRI. Penso que nosso outono-inverno por enquanto tem respondido a outros fatores macro como Madden-Julian, algumas ondas Kelvin que se propagaram alterando o vento zonal, a AAO que não cai de forma significativa e a TSM do Atlântico Sul próxima a costa brasileira

 

Flávio, muito me honra o seu elogio sobre minhas análises.

 

Gostaria de ressaltar que não fiz menção a declaração de El Nino por nenhum instituto, apenas observei que o patamar do menino já foi atingido em duas importantes regiões. Feita essa ressalva, suas observações estão em sintonia com os fatos observados na região de ENSO.

 

Gostaria de ressaltar que quando eu falo que o inverno astronômico vai "iniciar em modo El Nino fraco" eu não estou posicionando a minha asserção em oficialidades, até porque sempre tive o cuidado de mencionar quando da oficialização do fenômeno. Mas do ponto de vista pessoal, eu entendo que a atmosfera para o nosso outono/inverno, de um modo geral, já está respondendo a sinais claros de influência de um El Nino fraco em gestação ou Modoki.

 

Tenho chamado a atenção do possível padrão Modoki neste ano. Sinais ainda pouco evidentes são sentidos, mas por analogia, maio e junho seguiram EXATAMENTE o padrão dos últimos anos com inverno sob padrão Modoki: 1986, 1990, 1991, 1992, 1994, 2002 e 2004. Chuvas e temperatura acima da média sob a maior parte do Sul do Brasil.

 

Reforçando a tese que possamos estar caminhando para um Modoki é a clara diferença entre o resfriamento a leste e o aquecimento a oeste nas regiões de ENSO desde o início do ano.

 

 

TFfXJLM.png

 

 

Somado a isso tempo um índice que gosto muito de acompanhar e reflete muito bem o comportamento da atmosfera, que se trata do MEI - Multivariate ENSO Index.

 

comp.png

 

Qual o dado ruim aí?

 

Estamos com um MEI em padrão de El Nino. Isso para mim é muito mais importante e torna a compreensão do agente influenciador do momento mais precisa. Assim, estamos marchando para um patamar das seis variáveis que compõem o índice (sea-level pressure (P), zonal (U) and meridional (V) components of the surface wind, sea surface temperature (S), surface air temperature (A), and total cloudiness fraction of the sky) em padrão semelhante a 2015 para a mesma época do ano.

 

Porém o que tem segurado um pouco a barra para uma analogia tão forte com o fatídico JJA de 2015? Justamente o comportamento da SOI mencionado por você e as anomalias registradas em ENSO ainda fora de um menino oficial.

 

Para fechar: MEI em padrão de El Nino, Pacífico aquecendo a oeste e resfriando a leste, Threshold atingido em Nino 3.4 e Nino 4 são indicativos de que um Modoki pode estar vindo aí oficialmente. Extra-oficialmente maio e junho comprovaram que a analogia foi precisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Flávio, muito me honra o seu elogio sobre minhas análises.

 

Gostaria de ressaltar que não fiz menção a declaração de El Nino por nenhum instituto, apenas observei que o patamar do menino já foi atingido em duas importantes regiões. Feita essa ressalva, suas observações estão em sintonia com os fatos observados na região de ENSO.

 

Gostaria de ressaltar que quando eu falo que o inverno astronômico vai "iniciar em modo El Nino fraco" eu não estou posicionando a minha asserção em oficialidades, até porque sempre tive o cuidado de mencionar quando da oficialização do fenômeno. Mas do ponto de vista pessoal, eu entendo que a atmosfera para o nosso outono/inverno, de um modo geral, já está respondendo a sinais claros de influência de um El Nino fraco em gestação ou Modoki.

 

Tenho chamado a atenção do possível padrão Modoki neste ano. Sinais ainda pouco evidentes são sentidos, mas por analogia, maio e junho seguiram EXATAMENTE o padrão dos últimos anos com inverno sob padrão Modoki: 1986, 1990, 1991, 1992, 1994, 2002 e 2004. Chuvas e temperatura acima da média sob a maior parte do Sul do Brasil.

 

Reforçando a tese que possamos estar caminhando para um Modoki é a clara diferença entre o resfriamento a leste e o aquecimento a oeste nas regiões de ENSO desde o início do ano.

 

 

Somado a isso tempo um índice que gosto muito de acompanhar e reflete muito bem o comportamento da atmosfera, que se trata do MEI - Multivariate ENSO Index.

 

 

Qual o dado ruim aí?

 

Estamos com um MEI em padrão de El Nino. Isso para mim é muito mais importante e torna a compreensão do agente influenciador do momento mais precisa. Assim, estamos marchando para um patamar das seis variáveis que compõem o índice (sea-level pressure (P), zonal (U) and meridional (V) components of the surface wind, sea surface temperature (S), surface air temperature (A), and total cloudiness fraction of the sky) em padrão semelhante a 2015 para a mesma época do ano.

 

Porém o que tem segurado um pouco a barra para uma analogia tão forte com o fatídico JJA de 2015? Justamente o comportamento da SOI mencionado por você e as anomalias registradas em ENSO ainda fora de um menino oficial.

 

Para fechar: MEI em padrão de El Nino, Pacífico aquecendo a oeste e resfriando a leste, Threshold atingido em Nino 3.4 e Nino 4 são indicativos de que um Modoki pode estar vindo aí oficialmente. Extra-oficialmente maio e junho comprovaram que a analogia foi precisa.

 

Sim, eu sei que você não mencionou sobre declaração oficial de El Niño, apenas confirmei que isso não ocorreu devido aos fatores levantados no post anterior.

 

Sobre o MEI... gosto muito desse índice também, mas temos que lembrar do delay que existe e que varia ao redor do mundo:

 

"If you are trying to relate the MEI to monthly values of, say, precipitation, it may be expedient to use the MEI value of month(i-1) and month(i) as if it were the value for month(i) only. Since it takes a week or so for the global atmosphere to respond to tropical SST anomalies, the resulting lag is thus built into the analysis (I have verified this for southwest U.S. precipitation). Klaus Wolter"

 

Fonte: https://www.esrl.noaa.gov/psd/enso/mei/table.html

 

Ou seja, cada lugar do planeta tem um delay e o nosso costuma ser superior as semanas relatadas pelo Klaus para o SW do EUA.

 

Outro detalhe interessante sobre o MEI é que historicamente esse índice sempre cresce até o bimestre abril-maio e depois cai até o final do ano (salvo quando caminhamos para EL Niño), portanto vai ser importante avaliar o índice quando sair o bimestre mai-jun pra ter uma ideia melhor. Por isso também é tão importante esperar passar a janela do solstício sempre lembrada pelo Mafili para confirmar a tendência (eu prefiro esperar até a primeira semana de agosto pra ter certeza sobre ENOS).

 

Fora o que já mencionei no outro post, que devemos considerar mais outros fatores macro...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.0 (+0,1oC)

Nino 3: +0.2 (-0,1oC)

Nino 3.4: +0.5 (+0,1oC)

Nino 4: +0.6 (+0,1oC)

 

Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.3 (+0,3oC)

Nino 3: +0.4 (+0,2oC)

Nino 3.4: +0.7 (+0,2oC)

Nino 4: +0.7 (+0,1oC)

 

 

Aquecimento em TODAS as regiões de ENSO.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.0 (+0,1oC)

Nino 3: +0.2 (-0,1oC)

Nino 3.4: +0.5 (+0,1oC)

Nino 4: +0.6 (+0,1oC)

 

Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.3 (+0,3oC)

Nino 3: +0.4 (+0,2oC)

Nino 3.4: +0.7 (+0,2oC)

Nino 4: +0.7 (+0,1oC)

 

 

Aquecimento em TODAS as regiões de ENSO.

 

E padrão 1000% hell nino

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas essas anomalias já configuram um El Nino ou ainda não; digo, ainda é considerado uma neutralidade com tendência para Nino? Outra: sabemos que a atmosfera demora um certo tempo para responder a determinado padrão. Estamos respondendo a qual padrão em termos de temperaturas, regime de chuvas, etc? Sinceramente, outonos e invernos com atuação dominante de El Nino já vi piores: 95/97/98/05/06/15...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mas essas anomalias já configuram um El Nino ou ainda não; digo, ainda é considerado uma neutralidade com tendência para Nino? Outra: sabemos que a atmosfera demora um certo tempo para responder a determinado padrão. Estamos respondendo a qual padrão em termos de temperaturas, regime de chuvas, etc? Sinceramente, outonos e invernos com atuação dominante de El Nino já vi piores: 95/97/98/05/06/15...

 

Aqui, no histórico de Indaial só 2002 e 1972 conseguiram ser piores que 2017

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mas essas anomalias já configuram um El Nino ou ainda não; digo, ainda é considerado uma neutralidade com tendência para Nino? Outra: sabemos que a atmosfera demora um certo tempo para responder a determinado padrão. Estamos respondendo a qual padrão em termos de temperaturas, regime de chuvas, etc? Sinceramente, outonos e invernos com atuação dominante de El Nino já vi piores: 95/97/98/05/06/15...

 

Aqui, no histórico de Indaial só 2002 e 1972 conseguiram ser piores que 2017

 

Em termos de temperaturas MÉDIAS de outono/inverno, acho que 2002 e 2005 são insuperáveis de ruindade; s´´o, que, como cada ano tem sua peculiaridade, 2002 reservou uma neve belíssima e clássica com ciclone no início de setembro. 2005 foi PNEU!

 

Agora, 2017 está pior ainda do que o mais xoxo dos invernos? 2015? Há de se lembar que houve 2 episódios de neve na serra catarinense neste 2017...; 2015 acho que passou em branco.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mas essas anomalias já configuram um El Nino ou ainda não; digo, ainda é considerado uma neutralidade com tendência para Nino? Outra: sabemos que a atmosfera demora um certo tempo para responder a determinado padrão. Estamos respondendo a qual padrão em termos de temperaturas, regime de chuvas, etc? Sinceramente, outonos e invernos com atuação dominante de El Nino já vi piores: 95/97/98/05/06/15...

 

Aqui, no histórico de Indaial só 2002 e 1972 conseguiram ser piores que 2017

 

Em termos de temperaturas MÉDIAS de outono/inverno, acho que 2002 e 2005 são insuperáveis de ruindade; s´´o, que, como cada ano tem sua peculiaridade, 2002 reservou uma neve belíssima e clássica com ciclone no início de setembro. 2005 foi PNEU!

 

Agora, 2017 está pior ainda do que o mais xoxo dos invernos? 2015? Há de se lembar que houve 2 episódios de neve na serra catarinense neste 2017...; 2015 acho que passou em branco.

 

Caco, se não me engano, em 2015 em Campos do Jordão não zerou!!!

:crazy:

Share this post


Link to post
Share on other sites

2015 foi o único ano em que o Mirante de Santana, em Sampa, não registrou uma única temperatura sub-10.

Desde a abertura da estação.

 

2015 foi o ano mais quente já registrado no Mirante, com 21,3°C.

Superou 2002 e 2014, que haviam registrado 21,2°C de média anual.

 

No IAG também foi o ano mais quente, com 20,4°C, igualando a 2002.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui 2014 foi pior tanto em mínima absoluta quanto em média anual se comparado a 2015. Já na média JJA 2015 vence, lixo de inverno

Share this post


Link to post
Share on other sites
Aqui 2014 foi pior tanto em mínima absoluta quanto em média anual se comparado a 2015. Já na média JJA 2015 vence, lixo de inverno

 

2014 foi uma LÁSTIMA TBÉM, HEIN? Lembro-me de uma MP forte em agosto, e só...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos que vamos pois o inverno ainda está longe de acabar! :good2:

 

Capturar.JPG.863d431c1bcfc86932cc9b8cfa2df06b.JPG

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vamos que vamos pois o inverno ainda está longe de acabar! :good2:

 

[attachment=0]Capturar.JPG[/attachment]

 

 

Convergindo juntamente com as saídas do EPS-ECMWF, CFS, GFS e Global Acoplado.

 

Tá com cara que vem uma bomba por ai! :hi:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Leitura lançada hoje - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.3 (+0,3oC)

Nino 3: +0.4 (+0,2oC)

Nino 3.4: +0.7 (+0,2oC)

Nino 4: +0.7 (+0,1oC)

 

Leitura lançada 03/07/2017 - variação em relação a semana anterior

 

Nino 1+2: +0.4 (+0,1oC)

Nino 3: +0.4 (+0,0oC)

Nino 3.4: +0.7 (+0,0oC)

Nino 4: +0.6 (-0,1oC)

 

Threshold se sustentando em Nino 3.4.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A temperatura planetária, considerando dados sobre terra e oceanos, ficou em março 1,05ºC acima da média do século 20, segundo a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA). Foi o segundo maior valor já observado para março desde que se iniciaram os registros em 1880, 0,18ºC abaixo do recorde de março de 2016 e 0,15ºC acima do terceiro março mais quente já observado que se deu em 2015. Março de 2017 marcou ainda a primeira vez desde abril de 2016 em que a temperatura global foi mais de 1ºC acima da média do século 20 e a primeira vez que um mês teve anomalia acima de 1ºC sem a presença de um episódio de El Niño clássico no Oceano Pacífico.

 

Preocupante...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.