Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 10/15/20 in Posts

  1. 28 points
    Depois de uns 3 dias mais instáveis. Os ulltimos 2 dias tem sido extremamente secos e com pouquíssimas ou nenhuma nuvem por aqui. Ontem, por exemplo, a automática de Paulistana - PI teve máxima de 36,8°C com apenas 11% de UR mínima Essa noite não tem sido diferente, temos um céu bem limpo e estrelado por aqui. Fotos tiradas entre 19h30 e 19h50
  2. 26 points
    DEPOIS DE UM COMEÇO DE MÊS CHEIO DE RECORDES DE CALOR, HOJE FOI UM DIA ATIPICAMENTE FRIO NA CAPITAL PAULISTA. MÁXIMAS HOJE (OFICIAIS): MIRANTE DE SANTANA: 17,5ºC IAG CONVENCIONAL: 17,7ºC SESC INTERLAGOS: 18,4ºC NO MIRANTE DE SANTANA, TIVEMOS HOJE A MENOR MÁXIMA PARA OUTUBRO DESDE 2016. TAMBÉM FOI UMA DAS 5 MENORES MÁXIMAS PARA O MÊS DESDE 2000. O RECORDE DE MENOR MÁXIMA (OUTUBRO) É DE 12,6ºC (04/10/1999).
  3. 24 points
    Máxima sub-20 confirmada em Juiz de Fora em todas as estações: Bandeirantes: 19,8°C INMET: 17,2°C Alphaville: 18,0°C
  4. 24 points
    Ainda me recuperando de uma cirurgia de estrabismo realizada ontem, só agora consigo olhar um pouco e pegar o celular para escrever sobre o tempo aqui em Juiz de Fora. Ontem tivemos uma importante tempestade que se formou rapidamente e trouxe muitos raios , vento forte e granizo. Sobretudo nos bairros da zona leste e nordeste, o granizo foi de dimensões medianas, como ainda não tínhamos registrado este ano por aqui. Hoje o tempo é muito agradável e encoberto por nuvens médias, estratificadas. Na minha estação a variação está dos 17,4°C aos 24,2°C. Ou seja, um dia de excelência térmica. Amanhã e Sábado serão dias com um pouco de frio pela manhã, provavelmente com mínimas sub-15.
  5. 23 points
    TARDE AMENA... Destaque para os 11°C em Campos do Jordão-SP.
  6. 22 points
    Agora está sendo a vez de a Patagônia registrar aquelas anomalias positivas altíssimas de temperaturas. 850 hpa Superfície Máximas em alguns aeroportos do sul argentino nesta sexta: Neuquén (Presidente Perón): 33 graus (+9,8 graus); Comodoro Rivadavia (General Enrique Mosconi): 28 graus (+9,2 graus); Bariloche (Bariloche Aerodrome): 25 graus (+10,2 graus).
  7. 21 points
  8. 20 points
    Boa tarde a todos! Dados das 16 horas em São Paulo: - CETESB PICO DO JARAGUÁ: 14,8℃ - CGE PARELHEIROS : 14,8℃ - CGE CAPELA DO SOCORRO: 14,8℃ - CGE MARSILAC : 15,3℃ - CGE SÃO MATEUS: 16,3℃ - CGE JABAQUARA: 16,7℃ - CGE SANTANA : 16,7℃ - CGE PINHEIROS : 16,8℃ - INMET SESC: 16,5℃ - INMET MIRANTE: 17,5℃ (15h)  - IAG: 17,2℃
  9. 20 points
    A estação do INMET no SESC na região de Interlagos na cidade de São Paulo está entre as 16 mais frias do Brasil no site 'Estações do Brasil" as 14:00hs reportando 16.4º. A Frente de São José dos Ausentes e Urupema, claro que com condições de tempo antagonicas, mas não deixa de ser interesssante:
  10. 20 points
    Destaque para Campo Grande, que está quase 20ºC mais fria que ontem neste mesmo horário e SP/Curitiba com aproximadamente 10ºC de diferença. Temperaturas (automática/simepar) no momento em algumas capitais do centro-sul: Porto Alegre: 23ºC Florianópolis: 23ºC Curitiba: 20ºC São Paulo: 20ºC Campo Grande: 21ºC Rio de Janeiro (VM): 25ºC Belo Horizonte: 27ºC Vitória: 25ºC Goiânia: 33ºC Brasília: 30ºC
  11. 19 points
    Hoy tuvimos un dia calido y soleado en la capital del Uruguay, la maxima rondo los 26°C y hasta rondo 27°C en el norte de la ciudad. A las 19 hrs adorables 24,1°C en la estacion Prado; 23;6°C en la estacion Carrasco y 21;9°C en la estacion Melilla de Montevideo; la minima rondo los 12/13°C en toda la ciudad, Hace muuuuucho tiempo no teniamos temperaturas tan calidas al llegar la noche, hoy se sale a tomar una cervecita en una terraza observando la calle y su movimiento, la noche esta hermosa y las viads publicas, plazas y parques llenas de gente.🤩
  12. 19 points
    BELÍSSIMA NUVEM BAIXA PASSANDO PELO PRÉDIO. UMA BELA TARDE, DIFICIL DE VER ATE NO INVERNO, ULTIMAMENTE.
  13. 19 points
    No Rio de Janeiro, outubro está sendo um mês muito monótono, certamente vai disputar com julho o título de mês mais “sem sal” de 2020, não acontece absolutamente nada de minimamente interessante. E a previsão segue 1000% desinteressante até pelo menos o final do mês, alternando dias nebulosos (com mais ou menos aberturas de sol) sem chuva e dias nebulosos com chuva fraca ocasional, além de temperaturas absolutamente inexpressivas, com mínimas entre 20ºc e 23ºc e máximas entre 25ºc e 28ºc a perder de vista para a região do Centro do Rio. Diante do quadro de absoluta monotonia até onde a vista alcança, talvez esta seja minha última postagem do mês do tópico do monitoramento, não haverá realmente nada a acrescentar por um bom tempo. Puxando pela memória, a “monotonia climática” é bastante comum na maior parte da primavera carioca em vários anos, portanto nada a lamentar aqui, apenas “hibernar” até o eventual retorno de um padrão mais ativo. Não dá mesmo para reclamar, uma vez que em agosto e setembro tivemos chuva bem acima da média (a cidade do Rio foi a única capital de todo o centro-sul que teve esta condição nos dois meses, com um evento localmente histórico de chuva para cada mês). Agora, lugares que estavam na seca enquanto o RJ (capital) recebia boas chuvas entre o final do inverno e o começo da primavera, começam a registrar chuva com mais regularidade, embora de uma forma geral ainda com volumes insuficientes (situação típica do início da temporada chuvosa no Brasil central). O último mês com chuva abaixo da média na cidade do Rio (e mês mais seco do ano) foi junho, com 20,5 mm de acumulado médio pela cidade (julho fechou dentro da média, com 63,7 mm). O acumulado médio de chuva (33 pluviômetros) dos 15 primeiros dias de outubro na cidade do Rio foi de 22,7 mm, com chance remota de alcançar os 94,3 mm (média 1997/2019 de todas as estações) até o final do mês. A segunda quinzena (em especial a partir do dia 22) promete chuvas frequentes, mas de baixo volume. Nas temperaturas, outubro está acima da média (apesar de termos ficado na “periferia da periferia” da onda de calor do início do mês, sem nenhum recorde), com tendência de queda das anomalias positivas nos próximos dias, mas não a ponto de zerar até o final do mês (será uma “anomalia térmica” mais suave que a de setembro, a maior do ano). Entre janeiro e setembro de 2020, a cidade do Rio de Janeiro (média das estações pluviométricas) registrou 1057 mm de chuva, apenas 200 mm (aprox) abaixo da média anual (jan/dez) de chuva para o período 1997/2019, com chance muito grande de superar a média até o final do ano, enquanto o Alto da Boa Vista já registrou 2387 mm de chuva em 2020 (alcançando a média anual da estação). Na capital como um todo, 2018 registrou chuva dentro da média, e 2019 acima da média (2017 foi o último ano “seco”). No interior do estado a situação é diferente, várias cidades ao norte da borda da Serra do Mar não registram chuva significativa desde o verão passado, mas as chuvas estão voltando aos poucos para estes locais.
  14. 19 points
    Tive pequenos danos em casa por conta da chuva de ontem. Um pedaço de madeira que usamos para aumentar a resistência do telhado foi levada pelo vento e caiu em cima de outro telhado. Alguns vasos de plantas também caíram e quebraram espalhando muita sujeira. No bairro, vi algumas antenas danificadas, uma estava dobrada ao meio. Para hoje, previsão de novos temporais a partir da tarde.
  15. 19 points
    Um baita de um temporal passou aqui ontem no final da tarde, a estação da Simepar teve rajadas de 71,6km/h, fiquei mais de 10 horas sem energia, agora ainda continua chovendo fraco. VID_20201014_185520.mp4
  16. 18 points
    Mínima de 13,5°C no INMET e 16,3°C na minha estação, desta vez uma diferença grande entre baixada e topo devido à advecção de ar frio. Frio muito bem vindo após tantos dias incrivelmente quentes. Ótimo para minha recuperação também. Euro colocando muita chuva na semana que vem, acima dos 100mm pra cá.
  17. 18 points
    Bom dia a todos, as chuvas ontem foram bem calmas por aqui: em 3h horas de precipitação constante (20 às 23h), os volumes variaram de 5 a 7mm apenas. Algumas descargas elétricas contrastaram com a baixa intensidade da precipitação. Apesar do baixo volume, foi uma chuva amiga, como disse um colega aqui uma vez, ideal para ir molhando a terra: Muitas poças d'água pelas ruas da Pampulha. Pareceu que choveu mais. Hoje começamos o dia com céu nublado, um pouco de vento e frio leve logo cedo: 16 a 14ºC pelas estações da cidade. Muito diferente da primeira semana, a tendência é de temperaturas amenas até o final do mês e de chuvas cada vez mais constantes e intensas nas próximas semanas.
  18. 18 points
    Bom sábado à todos... FRIO DE INVERNO no Sul, com registro de geada em várias localidades de Santa Catarina e do nordeste gaúcho. Em São Joaquim fez -3,6°C e em Bom Jardim da Serra -1,9°C (são dados q eu observei nesta manhã). Algumas mínimas nos 3 estados sulinos 👇 Como fiz uma vista rápida, podem ter escapado algumas mínimas inferiores à essas e inclusive não olhei por exemplo Urupema q deve ter se destacado também, já q o frio foi de um modo geral abrangente nakela área serrana de Santa Catarina. No Paraná as mínimas foram "boas" mas sofremos os efeitos da nebulosidade e dos ventos q atingiram as localidades mais "frias". Não tivemos a calmaria benéfica para resfriamento acentuado noturno. Um exemplo do estrago gerado pelas nuvens (todos conhecem) e pelo vento foi observado na minha estação e na PWS local: Ontem a temperatura já havia chegado aos 8,1°C (Kim) e 8,6°C (PWS) por volta das 22h30, mas em seguida o céu ficou cheio de nuvens e em consequência disso e do vento, as mínimas hoje q poderiam ter chegado aos 4/5°C e inclusive 0°C na relva, foram de ridículos 8,8°C e 9,4°C (ridículos, pelo potencial q havia). O interior do estado ainda teve mínimas razoáveis, mas não escapou da maldição das nuvens. Nenhuma estação (q eu tenha visto) baixou dos 5°C e o potencial era excelente pra isso. General Carneiro INMET ficou acima de localidades como por exemplo Irati e Castro e normalmente sob calmaria e ausência de nuvens é a cidade q se destaca nas mínimas, inclusive acompanhando muitas vezes os registros de baixada observados em Fraiburgo e Lebon Régis/SC, tanto pela proximidade quanto pelas altitudes parecidas (na faixa dos 1.000m). Lembro q no episódio da "neve de Curitiba" 🤭 em Agosto o INMET de General Carneiro registrou -5,7°C e nas PWS tanto de Fraiburgo quanto de Lebon Régis as mínimas ficaram na faixa de -5,7°C (Liberata/FB) e -6,1°C (Sebastian/LR). Amanhã há outra chance de bons registros no Sul.
  19. 18 points
    Nuvens, nuvens e mais nuvens... Ao final do dia até tive a impressão de q cairiam alguns pingos e realmente deve ter ocorrido alguma precipitação na região serrana, mas aki nada. O poente foi bonito e turbulento devido aos ventos em 1.500/2.000m 👇 Neste momento, céu menos nublado e temperatura de 13°C. Se continuar limpando o céu teremos boa mínima amanhã, com uns 8°C ou talvez 7°C. Mas não de pode contar com isso...com nada, na vdd... só observar.
  20. 18 points
    Por aqui, seguimos a tendência de boa parte de Minas Gerais: tempo nublado com aberturas de sol, agradável, porém sem chuva (até o momento, ela pode aparecer nas próximas horas). As temperaturas máximas variaram entre 25 e 27ºC pelas estações, 6ºC a menos que ontem, e as mínimas em torno de 19ºC. Ao contrário do que esperava, o dia foi ventoso, parecia pós frontal, de forma que praticamente não houve abafamento. Perfeição total. Fim da tarde de hoje, com nuvens nada ameaçadoras e 23°C: Pela previsão, teremos a continuidade de um padrão ameno e sujeito a chuvas até o final do mês, até mesmo a possibilidade de um pouco de frio nos próximos dias: Vale ressaltar que as previsões estão com grande dificuldade de pegar os eventos de chuva. Acertaram a mudança de padrão mas, de lá pra cá, tem errado os volumes. Por exemplo, na quarta, quando choveu forte, a previsão era de chuva fraca e passageira. Hoje, que havia previsão de bastante chuva, ainda não tivemos nada. Ou seja, interpreto que tudo (ou nada) pode acontecer a qualquer momento, o que não deixa de ser bom, o efeito surpresa. Faz 21ºC na Pampulha nesse começo de noite.
  21. 18 points
    Depois do dia chuvoso e com acumulado superior a 50 mm ontem, o calor retornou hoje a Campo Grande (10ºC mais quente que ontem). SP e Curitiba seguem nubladas e frias, únicas com máxima abaixo de 20ºC hoje. Temperaturas (automática/simepar) no momento em algumas capitais do centro-sul: Porto Alegre: 26ºC Florianópolis: 24ºC Curitiba: 18ºC São Paulo: 16ºC Campo Grande: 30ºC Rio de Janeiro (VM): 21ºC Belo Horizonte: 26ºC Vitória: 20ºC Goiânia: 34ºC Brasília: 31ºC
  22. 18 points
    Em BH, os temporais de ontem foram típicos de outubro mesmo, sem grandes acumulados, porém com muitos raios e ventania. Pelas estações, variamos dos 8 aos 27mm e as rajadas de vento alcançaram os 58km/h na Pampulha e quase 100km/h próximo da Serra do Curral, Zona Sul. Como podem ver, ventou forte e houve algumas ocorrências isoladas. Hoje, após mínima de 17ºC, o sol apareceu pela manhã, elevando a temperatura para uma máxima de 31/32C, seguido de grande aumento de nuvens e uma tarde nublada e agradável. A ausência do sol (esteve até mesmo um pouco escuro), juntamente com temperatura de 26/27C, trouxeram uma condição muito confortável na rua. Claro, há abafamento, que é sentido principalmente quando se movimenta mais, porém é uma típica tarde suave de verão, bem mais confortável que aquele sol acima de 30ºC. O tempo segue bastante instável na capital nas próximas 36h, de forma que pode chover a qualquer momento, inclusive com grande intensidade. Com o tempo mais fechado nos próximos dias e algum ar frio, a temperatura terá expressiva queda e passaremos por vários dias amenos, que devem vir com chuviscos no final de semana e chuvas mais consistentes retornando na semana que vem. Na segunda, com variação 16/21C, vai dar até mesmo pra sentir um frio leve. Uma imagem que tirei da tarde de hoje no cartão postal da cidade, com céu bastante encoberto por nuvens altas entre CBs e 26ºC: Não tem mais transição, agora é primavera plena por aqui.
  23. 18 points
    Máxima de 24°, primeira sub 30 desde o dia 28. Alguns efeitos do vento:
  24. 18 points
    A costa central e sul da Patagônia foi açoitada por fortes ventos de oeste na última terça-feira (13/10), com registros de danos e muita poeira arrastada do interior da região. Rio Gallegos e outras cidades costeiras foram fortemente atingidas. É uma situação não muito rara, já q sistemas intensos de baixa pressão se formam nakela área principalmente nos períodos de transição entre o inverno e a primavera, assim como no outono. Comodoro Rivadávia registrou rajadas de 100 km/h 👇 ElComodorense_1316094766468268034(352P)_1.mp4
  25. 18 points
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.