Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 12/08/19 in Posts

  1. 17 points
    Hoje a nossa Guarapuava está comemorando 200 anos de história. PARABÉNS GUARAPUAVA!!!!
  2. 14 points
    23,1°agora, fiquei impressionado com a dinâmica de hoje, mesmo com o sol saindo a temperatura mal passou dos 25° à tarde, e tbm me impressionou o calor de madrugada, quando acordei e vi a temperatura eu já estava esperando uma tarde tórrida Por do sol com uma cb tampando o sol, pela altura dela ela deve estar no vale do Rio Paraná
  3. 13 points
    Bom início de domingo à todos! Céu limpo e keda espetacular de temperatura aki no município durante a madrugada. Às 5h30 registrei 8,4°C... a manhã mais fria deste Dezembro!
  4. 12 points
    80,4mm na minha estação... No mês, 141mm.... GRANDE DIA.
  5. 12 points
    Chuva bem duradoura na capital paulista essa tarde. toda a cidade está em estado de atenção, Jaçanã/Tremembé em estado de alerta e Perus entrará em estado de alerta em breve
  6. 12 points
    Bom dia à todos... Ontem as áreas de instabilidade que atuaram no noroeste do estado produziram a formação de nuvens funil e tornado na região. Em Nova Londrina, quase divisa com o sudoeste de SP 👇 Em Santa Helena 👇 (Conexão Geoclima)
  7. 12 points
    Mas é lá que tem que postar, Mat. Regras são regras....
  8. 12 points
    Na madrugada de hoje, pelo segundo ano consecutivo (e faltando apenas um dia para completar um ano do histórico 09/12/2018), parte da Região Serrana do Rio de Janeiro registrou mínimas históricas para dezembro novamente, até um pouco abaixo das registradas no ano passado. Pela ausência de um ar frio muito forte para a época desta vez (ao contrário do ano passado), confesso que fiquei surpreso com a grande queda das mínimas nesta última madrugada, que superou com folga até as mínimas médias dos meses mais frios do ano (JJA) nas três primeiras estações da lista. A causa do forte resfriamento na serra fluminense (assim como em parte do leste de SP) hoje foi, principalmente, a presença de uma camada de ar seco entre os níveis baixos e médios da atmosfera (a UR bateu na casa dos 20% no Pico do Couto na manhã de hoje, e também em Nova Friburgo à tarde), o que intensificou o resfriamento radiativo já que as nuvens se dissiparam, e resquícios do ar de origem polar também ajudaram um pouco. Mas em 2018, com a presença de um ar frio mais forte, a queda de temperatura para níveis muito baixos ou históricos para dezembro foi bem mais generalizada, pegando também uma área maior de SP e MG (no leste/centro-leste) e do estado do RJ como um todo. Já na madrugada de hoje o frio esteve praticamente ausente das terras mais baixas ao norte/oeste da Região Serrana (Três Rios 18,5ºc e Valença 16,7ºc, mínimas absolutamente banais). A região metropolitana e as baixadas litorâneas tiveram ótimas mínimas para dezembro hoje, mas longe de serem históricas como no ano passado (No Alto fez 14,9ºc hoje e 12,2ºc em 2018, e em Jacarepaguá 16,2ºc contra 13,9ºc). Algumas mínimas de destaque registradas hoje na Região Serrana (históricas) e Região Metropolitana (bem abaixo da média, mas não históricas): Serras: Nova Friburgo auto IMET (área rural, 1065 m): 5,6ºc (supera os 6,1ºc de 2018 como a menor mínima registrada em dezembro na estação; entre 2010 e 2017 o recorde foi de 9,2ºc). Nova Friburgo UERJ (área urbana, 843 m): 8,3ºc (supera os 9ºc de 2018 na mesma estação, e os 9,2ºc da antiga convencional de Friburgo em 12/1977, valor que foi recorde da normal 1961/1990). Teresópolis auto INMET (991 m): 8,6ºc (supera os 8,7ºc do ano passado como recorde de dezembro desde 2006, quando a estação entrou em funcionamento). Segunda menor mínima absoluta mensal de 2019, atrás apenas de julho com 6,1ºc (09/07). Santa Maria Madalena auto INMET (517 m): 12,5ºc RM: Alto da Boa Vista Alerta Rio (320 m): 14,9ºc Nova Iguaçu Adrianópolis PWS (28 m, Baixada Fluminense): 15,5ºc Helicentro Guaratiba PWS (2 m): 15,7ºc Jacarepaguá auto INMET (20 m): 16,2ºc Vila Militar auto INMET (30 m): 16,7ºc (terceira menor em dezembro desde a abertura da estação em 2007, acima dos 14,5ºc de 09/12/2018 e 15,8ºc de 08/12/2018). Santa Cruz PWS: 17ºc Galeão aero: 18,5ºc Niterói auto INMET: 18,8ºc Depois desta madrugada fria para a época, a tarde foi amena para dezembro apesar do sol, com máximas entre 26ºc e 28ºc na maior parte da capital (pico de 29,9ºc na Vila Militar, mas não chegou a 25ºc em algumas praias da zona sul). A chegada de uma massa de ar bem mais úmido vai trazer mínimas muito mais altas para o restante da semana, mas o excesso de nuvens (com períodos de chuva) não vai deixar as máximas subirem muito, apesar do comportamento da atmosfera já típico de verão.
  9. 10 points
    Enquanto o forte calor castigava o centro-norte da Argentina, a neve descia sobre Cuesta de Miguez região de El Calafate/sul da Argentina: (Gustfront)
  10. 10 points
    Belíssima onda de calor seco na região temperada da América do Sul em! Máximas INMET hoje: UR Mínima: Amanhã deve ser o ápice dessa bolha de ar quente, e quinta teremos alguns efeitos interessantes no RS e em SC com o vento SW e o calor... ansioso para monitorar hehe. *PS: Apenas como curiosidade, agora está 31,3°C 33% em Montevideo!!
  11. 10 points
    O dia de ontem foi muito chuvoso em Queimada Nova. A primeira chuva do dia ocorreu na madrugada. Foram 7 mm. No fim da tarde um núcleo mais forte atingiu a cidade. Pancada de chuva no fim de tarde de ontem em Queimada Nova. A noite mais dois núcleos atingiram a cidade. Chegando a 46 mm entre a tarde e a noite de ontem. Com os 53 mm, ontem foi o dia mais chuvoso desde o dia 1º de abril de 2017. Não que tenha sido um dia extraordinário. Mas sim, uma mostra de como esses 2 últimos anos tem sido secos. Aliás, este deve ser o segundo ano mais seco da década em Queimada Nova. Nos próximos 15 dias praticamente não há previsão de chuva por aqui.
  12. 10 points
    No Centro do Rio de Janeiro, existe uma série pluviométrica que está entre as mais longas da América do Sul (diria até das Américas), com dados praticamente contínuos de 1851 até os dias de hoje (em Fortaleza CE os registros foram iniciados na mesma época, mas não sei se foram contínuos no século XX). A estação funcionou nos seguintes locais (todos eles na área central da cidade do Rio, num raio onde as médias pluviométricas não apresentam variações significativas, ou seja, foi possível montar uma série relativamente homogênea). A altitude variou entre 3 m (Santos Dumont) e 61 m (Morro do Castelo). Os registros diários foram disponibilizados somente a partir de 1882. 01/01/1851 - 13/07/1922: Observatório do Rio de Janeiro, Morro do Castelo. 14/07/1922 - 28/02/1939: Ponta do Calabouço. 01/03/1939 - 10/06/1941: Av. Presidente Wilson. 11/06/1941 - 31/10/1973: Praça XV de Novembro. 01/11/1973 - 31/12/1991: Marina da Glória/Aterro do Flamengo (final da série contínua INMET) 01/01/1992 - 31/12/2004: Aeroporto Santos Dumont # 01/01/2005 – dias de hoje: Saúde (sub-bairro do centro, dados do INMET até 03/2017 e Alerta Rio depois, com o fechamento da convencional). # Os dados do Santos Dumont estão incompletos em vários meses (problemas no pluviógrafo, especialmente em 1998), por isso foram utilizados também dados da antiga estação do Alerta Rio, que ficava entre a Gamboa e a Saúde (mudou de endereço em 2013), para ajudar a estimar o total de alguns meses entre 1998 e 2004. Média anual (1981/2010): 1177 mm $ Máximo anual: 1820,7 mm (1966) Mínimo anual: 575,8 mm (1984) $ Ao contrário do que aconteceu na nossa vizinha São Paulo, as médias anuais se alteraram muito pouco ao longo de mais de 160 anos no centro do Rio de Janeiro, se mantendo em torno dos 1100 mm até os anos 1920, e entre 1150 e 1200 mm desde a década de 1940 (os dados da década de 1930 estão subestimados). Médias mensais: Jan: 142,2 mm Fev: 117,9 mm Mar: 131 mm Abr: 104 mm Mai: 78,2 mm Jun: 65,4 mm Jul: 56,4 mm Ago: 39,8 mm Set: 86,4 mm Out: 90,2 mm Nov: 109,7 mm Dez: 157,3 mm Máximos mensais: Jan: 617,6 mm (1966) Fev: 443,8 mm (1988) Mar: 468,6 mm (1916) Abr: 455 mm (1872) Mai: 408 mm (1853) Jun: 310,7 mm (1916) Jul: 168,5 mm (1989) Ago: 286 mm (1853) Set: 219,1 mm (1983) Out: 206 mm (1874) Nov: 415 mm (1851) Dez: 325,4 mm (1925) Mínimos mensais: Jan: 4,5 mm (1893) Fev: 0 mm (1977) Mar: 7,6 mm (2007) Abr: 2,9 mm (2002) Mai: 3,7 mm (1902) Jun: 0 mm (1869) Jul: 1,5 mm (1974, 2016) Ago: 0 mm (1879, 1884, 1925) Set: 1,1 mm (1963) Out: 3,7 mm (1961) Nov: 12 mm (1863) Dez: 31,9 mm (1891) Recordes diários desde 1882 (o horário de observação é desconhecido até a primeira parte do século XX, mas desde uma data indeterminada e até os dias de hoje é 9:00 da manhã no horário local, ou 12 UTC). Para os recordes diários, foram utilizados dados do Alerta Rio + INMET desde 1997. Jan: 237 mm (11/01/1966) Fev: 154,6 mm (19/02/1967) Mar: 151,3 mm (18/03/2003) Abr: 223 mm (24/04/1883) Mai: 216,6 mm (12/05/1897) Jun: 205,7 mm (17/06/1916) Jul: 97,8 mm (19/07/1977) Ago: 50,9 mm (30/08/1886) Set: 82,7 mm (20/09/2016) Out: 112,8 mm (25/10/2007) Nov: 103,6 mm (08/11/2018) Dez: 161,4 mm (24/12/2001) Obs: os dados sugerem que houve um aumento das chuvas fortes na primavera (os recordes diários nos últimos 4 meses do ano foram todos no século XXI), e uma diminuição no outono (os recordes mensais e diários entre abril e junho são muito antigos). Não faço ideia das causas, mas poderia ser uma coincidência também (embora me pareça mais provável que mudanças climáticas, mais ou menos antropogênicas, estejam por trás). Top 5 anos mais chuvosos: 1820,7 mm (1966) 1723,6 mm (1967) 1718,9 mm (1988) 1668,2 mm (2010) 1664,9 mm (1916) Top 5 anos menos chuvosos: 575,8 mm (1984) 585 mm (2014) 614,6 mm (1934)* 643,8 mm (1963) 666,9 mm (1933)* * Os índices pluviométricos muito provavelmente foram subestimados entre 1929/1930 e 1939 (em torno de 25%, estimo) por motivo desconhecido, mas optei por manter a lista conforme os dados disponíveis já que os primeiros lugares não foram afetados. Alguns recordes adicionais da cidade do Rio de Janeiro (levando em conta outras estações do INMET e postos pluviométricos do INEA espalhados por toda a área do município): Maior chuva anual: 3779,4 mm (Alto da Boa Vista/INMET, em 1998) Maior chuva mensal: 967,7 mm (Capela Mayrink/INEA, em 02/1988) - Estação bem perto do Alto da Boa Vista, que está com dados incompletos no mês. Maior chuva diária: 349,4 mm (Engenho de Dentro/INMET, em 26/02/1971)
  13. 9 points
    18.5° graus, chuvisco e ventinho na fazenda agora entre Carmo da Cachoeira e Varginha. Estou de manga longa. Quem diria, em pleno Dezembro - bem diferente dos últimos anos.
  14. 9 points
    Hoje finalmente aconteceu a primeira chuva significativa do mês em Fortaleza. Foram 20,8 milímetros no posto Água Fria. Esse valor corresponde a 48% da média para todo o mês de dezembro. Por enquanto só saiu o dado desse posto. Ao longo da manhã saem os dados dos outros postos.
  15. 9 points
    Não. O córrego da Paciência passa a 50 m da minha casa. Só que moro cerca de 3 km acima do ponto de medição do SAISP, que é quase na faz do córrego no rio Cabuçu de Cima. Ele tem um pequeno trecho canalizado sim, cerca de 500 m, que já é bem antigo, passando uma rua em cima. Só que é aquela história: o pessoal canaliza córregos e rios. Aí, chove muito, a galeria não dá conta e muitas vezes a coisa fica pior do que antes. Na verdade, tudo é erro de uso e ocupação de solo. A cidade invadiu as várzeas dos rios. Os geógrafos já dizem: a várzea é o "leito maior" de um rio, isto é, o leito do rio na época das cheias. A cidade invadiu esse leito maior e sofre as consequências. A quase totalidade das cenas de enchentes que aparecem na TV, na cidade de São Paulo, acontecem em vias públicas muito próximas ou sobre córregos/rios canalizados. Tenho um amigo, engenheiro civil com larga experiência em projetos de obras urbanas. Ele é categórico: várzea de rio tem que ser preservada, fazendo-se parques, etc, etc. Nunca deve ser ocupada. Mas... estamos no Brasil...
  16. 9 points
    Mais um dia encoberto e fresco em Belo Horizonte. Temporais avançam pela cidade nesse fim de manhã, com 23°C:
  17. 9 points
    Boa noite à todos... Hoje foi outro dia que não significou absolutamente nada pra mim em termos climáticos. Não fez frio e menos ainda, calor. Variação térmica 13,9/20,7°C. A previsão apontava 6°C a mais na máxima e foi uma frustração quando percebi durante a manhã que isso não seria possível. Choveu pouco e somente na parte da manhã, ou seja... tanto o sol qto a nebulosidade não contribuíram com suas devidas funções...eu daria nota 3 para ambos. O final do dia com 18°C 👇
  18. 9 points
    Os acumulados pluviométricos registrados nas últimas horas já são bem expressivos no oeste do estado 👇 E o tempo já está bem instável por aki, inclusive bastante ameaçador 👇
  19. 9 points
    Variação 8,4/23,6°C e um dia q começou com céu limpo mas se tornou encoberto depois das 12h30, inclusive com chuva fraca. Céu tão sem graça ao entardecer, q resolvi incluir os animais na imagem pra dar uma melhoradinha...
  20. 8 points
    Esse é um tópico para colocar os recordes ou médias de chuva da sua cidade, ou de qualquer outra que vc queira, vou começar o tópico por a minha cidade, Altônia Dados:Águas Paraná Abertura da estação 10/04/1967 Lat.23''52'20 Long.53"53'20 375,556m Média:1550,4mm/91 dias de chuva Min.980,2mm/42 dias de chuva Max.2278,9mm/151,8 dias de chuva Top 5 Máximas anuais: 2278,9mm 1983 2142,9mm 2015 2118,4mm 1992 2035,6mm 1998 1889,2mm 2016 Top 5 Mínimas anuais: 980,2mm 1978 1004,4mm 1985 1141,7mm 1968 1213,6mm 2012 1268,7mm 1991 *2019 tem muitas chances de entrar* Dias com mais de 100mm 14/01/2012 151,8mm 08/01/1981 147,1mm 05/06/1976 138,4mm 01/05/1992 136,5mm 14/11/2011 134,3mm 03/03/1983 131,6mm 27/10/2003 127,6mm 26/05/1969 121,2mm 23/10/1988 120,8mm 27/09/1969 118,0mm 06/12/2005 117,3mm 13/11/2000 116,7mm 14/05/2014 116,6mm 14/05/2013 116,2mm 15/02/2000 113,3mm 30/12/1970 110,0mm 14/05/2009 110,0mm 27/04/1988 109,9mm 14/12/1984 108,0mm 10/01/1990 105,9mm 20/12/1980 105,7mm 15/03/1996 105,6mm 27/10/2016 102,0mm 21/05/2002 101,7mm 11/12/1972 101,0mm 21/12/2006 100,9mm Total:26 dias Média mensal Mês: 01 164,4mm 02 133,7mm 03 110,3mm 04 106,2mm 05 150,9mm 06 104,2mm 07 73,4mm 08 75,5mm 09 121,7mm 10 169,3mm 11 158,3mm 12 169,3mm Max. Mensal: Mês: 01 316,4mm 1974 02 354,4mm 2011 03 343,8mm 1996 04 388,7mm 1998 05 502,7mm 1992 06 368,3mm 2013 07 365,5mm 2015 08 262,0mm 2016 09 337,8mm 1998 10 442,8mm 2005 11 405,0mm 2015 12 431,9mm 1984 Min. Mensal Mês: 01 28,2mm 1978 02 2,1mm 2005 03 5,7mm 2002 04 2,0mm 1978 05 0,0mm 2011 06 0,0mm 2007 07 0,0mm 1968, 1988, 2017, 2018 08 0,0mm 2010, 2012, 2019 09 4,0mm 2007 10 21,5mm 2019 11 13,0mm 1985 12 18,7mm 2011
  21. 8 points
    Fala galera! Tô de volta. Parei de postar (e de entrar no site) principalmente porque não tava acontecendo muita coisa interessante no tempo aqui da cidade mas a chuvarada de hoje me incentivou a voltar. Quando vi o acumulado fiquei surpreso. 94 mm! Na última vez que teve algo parecido, a cidade inundou, foi em janeiro do ano passado se não me engano. Agora vem a previsão informar que podem cair mais 98 mm ainda hoje. Fiquei mais surpreso ainda. Vou torcer para que esteja errado, chuva é bom mas não precisa ser desse jeito não kkkkkk Em relação ao tempo e temperatura, tá bem diferente do que costumo vivenciar por essas bandas. Temperatura bem abaixo da média e dias nublados. Já tem quase um mês que não chega aos 30ºC, e só passou de 27 duas vezes nesse período. Não fiz as contas, mas parece que se a máxima média desse mês estiver em 25ºC já tá alto. O normal é 27,8ºC.
  22. 8 points
  23. 8 points
    Bom dia! Ontem o dia foi ensolarado e quentíssimo: mínima de 23,5°C e máxima de 37,9°C. Foi a maior temperatura desde o fim de 2017, quando fez 38°C, além de ter sido a segunda maior temperatura desde o comeco de 2014. Como disse na mensagem acima respondendo ao colega, nenhum ponto da cidade foi mais fresco, até o Aeroparque bateu 37,5°C. Hoje o dia comeca ainda mais quente que o de ontem, com temperatura atual em 25,2°C, sendo ainda 7 da manha. Temos 54% de URA, vento sudoeste a 1 km/h e pressao de 1.003,8 hpa. Está pesado. O dia segue com céu parcialmente nublado e à noite o vento vira, com rajadas de até 60 km/h de sul e a temperatura cai muito rapidamente. Também há possibilidade de chuva isolada, que pode ser forte. A máxima de hoje vai depender da hora que o vento virar, mas o SMN acredita que o calor pode ser até pior que o de ontem e preve máxima de 38°C. O sol nasceu às 5h33 e se poe às 19h59.
  24. 8 points
    Hoje já foi o inverso. Falaram 25 graus de máxima de chegamos aos 27,2 na AHU de Curitiba. Um dia levemente acima da média. Entretanto, no mês ainda estamos abaixo da média histórica 81- 2010
  25. 8 points
    Tempestades na Argentina (8/12/19) Roldán 👇 (SMN) Santa Teresita e San Clemente (BAires) 👇 (Gustfront)
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.