Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 01/28/20 in all areas

  1. 25 points
    Boa noite à todos. Deixando o registro de uma incrível formação "prateleira" observada e fotografada às 17h do dia 30/1 em São João da Boa Vista, região nordeste de SP 👇 Fotos: Dinho Motiel e Tiago Evaristo
  2. 24 points
    Dia bem quente aqui na região hoje, fevereiro está bem acima da média nas máximas. Variação de 20.8/33.3. Arco íris/pancada de chuva interessante hoje no entardecer. Iporã do Oeste/SC
  3. 24 points
    Renan, não há dúvida q o Baz se tornou um espaço reservado não mais exclusivamente aos amantes do frio e sim aos amantes e apreciadores do tempo/clima em geral. Nossos colegas do NORDESTE tem participado ativamente do tópico principal e acho isso ótimo pq sempre tem coisa boa pra ler sobre akela região. O Sul fica meio de lado entre os meses de Novembro e Março (no q depender de mim, não fica), mas ainda temos alguns amigos q contribuem bastante, principalmente daki do Paraná e de Santa Catarina. O Sudeste participa com inúmeros membros DE TODOS OS 4 ESTADOS, principalmente de MG e não tem como algo relacionado ao clima, passar batido, diante disso. Eu, tenho participado bastante, talvez demais até...e isso é devido principalmente ao fato de não utilizar mais o FACEBOOK e o INSTAGRAM (essas redes públicas me esgotaram, faz tempo), onde eu costumava publicar exclusivamente assuntos relacionados ao clima. O BAZ está indo de VENTO em popa.. E vamos crescer ainda mais, chova ou faça sol...
  4. 24 points
    Em tempo: Parabéns a todos os bazianos pela excepcional movimentação neste tópico de Janeiro-2020. O mês está acabando, mas fizemos história porque raramente se vê tantas mensagens assim em Janeiro, um mês que costumava ser parado no BAZ. Sem dúvidas o fórum ganhou novo fôlego com a entrada de vários novos membros, e acredito que a tendência será de ainda mais crescimento este ano. Vida longa ao BAZ raiz, que é aqui neste fórum !
  5. 22 points
    Amanheceu bem nublado, e ao longo do tempo o céu foi se limpando, agora só tem algumas cirrus, e em lugares mais isolados, algumas cumulus se desenvolvendo de formad diferentes, algumas estão "tombando" e se dispersando, e algumas estão com o crescimento vertical forte
  6. 21 points
    Aqui em BH, vivemos dias de auge do verão. As minimas estão bem altas, entre 22 e 21°C no centro, e as máximas estão entre 32 e 31°C, tudo isso com instabilidades tropicais e muitas nuvens (principalmente na parte da tarde). Hoje, por exemplo, após sol e muito calor pela manhã, o tempo fechou rapidamente e começamos a tarde com tempo nublado e incríveis 31,1°C. Agora o céu está ficando escuro, já escuto trovoadas e caiu para 27°C. Essas precipitações estão surpreendendo, eu achava que teríamos dias de sol até a próxima ZCAS, mas estamos tendo várias horas de céu nublado nos ultimos dias. Em tempo, tempestade de verão retorna ao centro de BH: Linda e perigosa cortina de chuva.
  7. 20 points
    Depois de um janeiro com muitas nuvens no céu em vários dias, e de um início de fevereiro nebuloso e chuvoso, o sol saiu com mais força hoje no Rio de Janeiro, para alegria dos que estavam com saudades da praia (não é o meu caso, mas também não lamento dias assim, fazem parte do nosso verão normal), e pela primeira vez em mais de 10 dias a cidade teve um dia com tempo 100% firme, sem qualquer ameaça de chuva (na sexta o sol até apareceu bem, mas choveu de forma rápida e isolada à tarde, com até mais de 10 mm em alguns bairros de Niterói Durante a manhã e até o meio da tarde deste sábado, o sol apareceu sempre entre nuvens de bom tempo, mas do meio da tarde em diante o céu foi limpando e o dia terminou quase sem nuvens. O retorno da ressurgência ao litoral carioca deixou as temperaturas bem comportadas para a época do ano na orla marítima, com mínimas entre 21 e 22ºc e máximas de 27/29ºc pelas praias da zona sul, mas em vários bairros do interior da zona da zona oeste as máximas alcançaram os 34/35ºc, e na zona norte ficaram pelos 31/33ºc, o que é normal para um dia de sol em fevereiro. Amanhã o calor aumenta com o avanço de uma frente pela Região Sul, e bairros afastados do mar devem superar facilmente os 35ºc, mas no início da semana este sistema meteorológico (que vai perder força e estacionar entre os litorais de SP e RJ) promete trazer mais chuva (localmente volumosa) e alguns dias com máximas bem amenas, antes do retorno do calor típico de verão lá para o final da semana. Infelizmente, esta umidade não deve chegar ao norte da Região Sudeste, onde mais chuvas são necessárias após a breve recuperação das precipitações em janeiro. Final de noite com céu claro (raridade ultimamente) e 26ºc no Inga em Niterói, com uma brisa que alivia a sensação. Como a média parcial de chuva para fevereiro já foi alcançada na cidade do Rio, as próximas chuvas poderão deixar o acumulado significativamente acima da média. Será o terceiro fevereiro chuvoso seguido. O último fevereiro seco (muito seco, com apenas 18 mm em média na cidade) foi o de 2017. Pelos dados atuais, fevereiro de 2020 também não deve ser dos mais quentes, após um 02/2019 com temperatura dentro da média (mas alguns picos de calor) e um 02/2018 que foi o mais fresco da década, e fechou com temperatura abaixo da média. 02/2017 foi bem quente nas zonas norte e oeste, mais pela falta de chuva, e 02/2014 foi o mais quente da década, com uma sequência de calor intenso já no início do mês, e predomínio de calor depois também. A foto abaixo mostra o belo final da manhã deste sábado no Parque Estadual da Pedra Branca, zona oeste da cidade do Rio (é onde fica o ponto mais alto da cidade, com 1024 ou 1025 metros de altitude e que dá nome ao parque, mas a foto é de um local a 650 metros mais ou menos). O calor estava forte, mas a brisa e as nuvens passando em frente ao sol aliviavam a sensação em alguns momentos, e lá embaixo estava bem mais quente.
  8. 20 points
    FORMAÇÕES CUMULONIMBUS COM TROVOADA AVANÇANDO PELO LESTE NO PLANALTO DE CURITIBA 👇 O sistema de leste novamente conseguiu empurrar as grandes formações além das barreiras da Serra do Mar. Houve chuva e trovoadas em diversos momentos do dia, inclusive ainda chove. Por volta do meio-dia, a primeira grande nuvem avançou pela região do Maciço Paraná e permaneceu por algum tempo gerando chuvas fortes em Campina Grande do Sul (nordeste de Piraquara). Estes raros sistemas de leste não produzem formações de topos elevadíssimos, como ocorre com as formações convectivas "normais", porém o resultado final em termos de acumulação pluviométrica pode ser surpreendente, com valores q algumas vezes superam os 80/100mm em poucas horas. Hoje pela manhã, tempestade de GAROA, chegando pelo leste aki na vila 👇 Novas formações no final da tarde e chuva moderada, trovoadas e SOL às 17h30:
  9. 20 points
    Boa noite... Hoje ocorreram grandes formações cumulonimbus no início da tarde e curiosamente os sistemas foram impulsionados para oeste/noroeste, contrariando o q geralmente (95% das vezes) acontece. Não é nada comum os ventos do leste contribuírem na formação e manutenção de instabilidades com Cumulonimbus. As chuvas vieram muito intensas, primeiramente atingiram os setores mais ao norte, sul e leste: Na estação Rio de Una em Tijucas do Sul (sul da Região Metropolitana de Curitiba) o acumulado em poucas horas atingiu 87,4 mm (metade do acumulado esperado para Fevereiro). Posteriormente as instabilidades já atuavam no oeste e noroeste, ocasionando grandes acumulados nessas regiões: Na estação de Colombo, norte de Curitiba, o acumulado atingiu 40 mm mas em outras áreas do norte e noroeste pode ter chovido em poucas horas mais da metade do esperado para o mês inteiro. A imagem abaixo mostra os grandes sistemas de instabilidade e chuvas intensas cobrindo o sul de São Paulo, leste do Paraná e de Santa Catarina. As nuvens carregadas avançaram pelo leste, sopradas pelo vento marítimo, conseguiram ultrapassar as barreiras das serras e produziram grandes acumulados em áreas localizadas dos planaltos. O forte calor e os altos índices de URA favoreceram muito para esse tipo de situação não comum. Fiz algumas imagens da chuva avançando pelo SW às 15h: Infelizmente, o acumulado aki na vila não chegou a 1mm 😔
  10. 19 points
    Em Queimada Nova também choveu muito na madrugada. O acumulado foi de 44 mm, mas se considerarmos a chuva de ontem à tarde o acumulado em 24 horas foi de 68 mm na cidade. A chuva foi mais forte ainda em áreas da zona rural próximas à divisa com Afrânio - PE (cidade vizinha) que choveu 120 mm (já citados no post anterior) também em 24 horas. Com isso, chegamos a 407 mm no ano, sendo que a média anual é de cerca de 600 mm. O resultado de tanta chuva foi esse: Riacho do Pará - WhatsApp Video 2020-02-06 at 08.16.33.mp4 Riacho do Pará/Riacho Grande (Queimada Nova - PI) - 06/02/2020 - Vídeo divulgado nas redes sociais Com exceção de janeiro de 2016, desde que eu comecei a registrar nunca tinha visto tanta chuva em tão curto período de tempo!
  11. 18 points
    Boa tarde à todos... Tempestades violentas acompanham o avanço de um novo sistema frontal que cruza o centro-norte e leste da Argentina. Destroços e árvores arrancadas pela força dos ventos, ontem em Pigue/Buenos Aires. Tempestade em San Luis: http://www.instagram.com/p/B8Kje08hdJ-/ Noite tempestuosa em Córdoba: Laguna Alsina/sul de Buenos Aires: (Juan Echeverria) Tempestade severa com granizo nas proximidades de Tandil e também em Loberia/sul de BAires, ontem à noite: (SMN, Gustfront, Facebook, Windy)
  12. 18 points
    Boa tarde caro @coutinho caros Bazianos, grandes companheiros de todos os dias!! Sou de Imbituba, Praia do Rosa, litoral sul de SC e por aqui além de paisagens deslumbrantes visitadas e mostradas pelo colega @Carlos Campos Contamos com noites tropicais à perder de vista. Paralelo 28° muitas vezes mais quentes de paralelos inferiores...
  13. 17 points
    Bom dia à todos... Ar tropical que chega pelo corredor oeste do continente (região entre Pantanal e a Cordilheira) está favorecendo à formações de grandes células de trovoadas no norte da Argentina, no Paraguai e no noroeste do Uruguai nestes últimos dias. Ontem os registros pluviométricos em algumas localidades do norte da Argentina ultrapassavam os 200 mm e várias vilas e pekenas cidades estavam debaixo d'água. Situação em El Colorado, Formosa: (Hugo Domingues) Na manhã deste sábado a situação é complicada entre a Argentina, Paraguai e parte do oeste da nossa Região, com tormentas logo cedo (já aconteceram ao longo da madrugada) e se estendendo durante o dia. 86789772_2747897995278281_5034558568427159552_n.mp4 O forte calor deve ativar novas pekenas células na periferia dos grandes sistemas e não há como prever localizações precisas de áreas sujeiras à possíveis danos. Formações tornádicas não estão descartadas nas regiões onde geralmente ocorrem e inclusive já ocorreram nos últimos dois dias. O que falta são as imagens. Vi bem poucas e não eram exatamente interessantes. Imagens desta manhã: Belas formações vistas do alto, e vistas de baixo, tão ou mais belas ainda... Alguns núcleos de tempestade já atingem o oeste da Região Sul. Os radares também mostram que há chuvas na região central do Paraná, mas principalmente no noroeste gaúcho, como reflexo do tempo ruim que avança pelo oeste e sudoeste.
  14. 17 points
    Esta estação do "Projeto Criosfera" fica muito distante da base brasileira na Antártica. A base brasileira fica na Ilha de Rei George, um lugar totalmente oceânico e de clima excepcionalmente ameno para padrões antárticos, com predomínio de temperaturas positivas no verão (quase não neva nesta época) e apenas esporádicos eventos de frio intenso (abaixo de -20ºc) no auge do inverno. Já houve uma automática do INMET na base brasileira, mas infelizmente não voltou ao ar depois do incêndio. Abaixo as médias da base brasileira (é praticamente "uma Dallol" para padrões antárticos). Os recordes absolutos desde 1986 e até 2012 na base Comandante Ferraz foram de -28,5ºc (agosto de 1991) e 14,9ºc (janeiro de 1999). A automática do INMET fica no meio da calota antártica, quase tão distante da base brasileira quanto Salvador está de Florianópolis. Este local é, no auge do verão, bem mais frio que a base brasileira no auge do inverno. Trechos da Wikipedia: "O módulo Criosfera 1, é o primeiro módulo científico brasileiro instalado no interior do continente antártico." "O módulo mede 2,5 m de altura, 2,6 m de largura e 6,3 m de comprimento [1] e está instalado a 1,5 metros do solo para que a neve não se acumule em seu entorno. Está a 670 km do Pólo Sul geográfico e a 2.500 quilômetros ao sul da Estação Antártica Comandante Ferraz nas coordenadas 84° S 79° 29' 39" O. Esta nova plataforma científica autossustentável, i.e., usa apenas o sol e o vento para suprir a energia necessária aos equipamentos de pesquisa atmosférica e instrumentação meteorológica instalada.[2] O Criosfera 1 foi concebido para operar de forma autônoma, enviando dados científicos para o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) durante todo o ano."
  15. 17 points
    Na correria não consegui postar ontem. Segue imagens da pancada de chuva do meio da tarde de ontem em São Paulo.
  16. 17 points
    VALOR OFICIAL DA CONVENCIONAL FICOU EM 117,4mm NAS ÚLTIMAS 24 HORAS. NA ESTAÇÃO AUTOMÁTICA DO INMET EM CERCADINHO, O ACUMULADO FOI DE 153,4mm (Até as 9:00) ENQUANTO ISSO NA PAMPULHA: APENAS 32,6mm NA ESTAÇÃO AUTOMÁTICA DO INMET, E 7mm NO AEROPORTO. ABAIXO SEGUE OS ACUMULADOS DE CHUVA EM JANEIRO NAS PRINCIPAIS ESTAÇÕES DE BH: MAIORES VALORES DE CHUVA EM BELO HORIZONTE (JANEIRO) - ESTAÇÃO CONVENCIONAL (1910-2020) 932,3mm - 2020 850,3mm - 1985 781,6mm - 2003 651,2mm - 1991 636,6mm - 1961
  17. 16 points
    ACUMULADOS DE CHUVA TOTAIS NA CAPITAL PAULISTA E RMSP ATÉ AS 16:00 VALORES ACIMA DE 100mm 235,8 SANTANA PARNAIBA/CGE 178,2 LAPA/CGE 169,0 MARGINAL TIETE (PIQUERI)/SAISP 167,8 BARUERI/INMET 160,2 TREMEMBE/CGE 150,4 MIRANTE DE SANTANA (AUT)/INMET 148,4 PIRITUBA/CGE 148,0 FREGUESIA DO Ó/CGE 144,6 SÃO MIGUEL/CGE 144,0 PINHEIROS/CGE 142,8 BUTANTA/CGE 142,6 SANTANA/CGE 137,8 MARGINAL PINHEIROS (CID UNIVERSITÁRIA)/SAISP 133,4 ITAIM PAULISTA/CGE 128,2 SÉ-CGE 128,0 PERUS/CGE 122,2 PENHA/CGE 116,0 VILA MARIANA/CGE 111,6 RIACHO GRANDE/CGE 105,4 MOOCA/CGE 103,2 CIDADE ADEMAR/CGE 101,0 VILA MARIA/CGE 100,0 JABAQUARA/CGE
  18. 16 points
    Chuva forte e localizada com ventos na região do ABC/ZL de São Paulo
  19. 16 points
    "Entre rios voadores". Tirei esse print agora há pouco, achei bonita a imagem. Em Indaiatuba-SP (ClimaaoVivo)
  20. 16 points
    O dia de hoje está sendo de muita chuva na região Nordeste. Em Queimada Nova a foi chuva muito forte no fim da manhã de hoje, foram 65 mm. Chuva mais forte desta estação chuvosa e também a primeira chuva do mês. VID_20200203_114428912_HDR.mp4 Foto tirada depois da chuva Depois dessa chuva o acumulado deste "inverno" (estação chuvosa) chegou a 468 mm, o que já faz deste o melhor inverno que registro desde o de 2016-2017. E claro, tem muita água pra cair ainda, inclusive nesta semana. Mas a chuva não ficou restrita apenas a Queimada Nova, choveu muito também no sertão de Pernambuco. Segundo dados da APAC (Agência Pernambucana de Águas e Climas), o maior acumulado diário foi registrado em Carnaubeira da Penha com 135 mm. Destaque também para 96,1 mm em Lagoa Grande (distrito de Jutaí), 79,6 mm em Floresta e 79,0 mm em Salgueiro.
  21. 16 points
    Acontece também no oeste catarinense. Tive 4 dias seguidos com um nevoeiro bem denso sem se dissipar sequer por uma horinha, em maio de 2019. Foram 11 dias seguidos com nevoeiro, num período de 9 dias a umidade mínima foi de 91%. É uma dinâmica interessante por causa do relevo acidentado, dos vales e serras da bacia do Rio Uruguai em SC. Algumas fotos para exemplificar:
  22. 16 points
    Janeiro 2020 em alguns locais da Europa: O leste europeu vem sofrendo com um inverno extremamente quente para os padrões, até então. Moscou teve o janeiro mais quente da sua história e o segundo dezembro mais quente. É bizarro ver Debrecen, na Hungria, mais fria que Moscou. Além da falta de frio em si, janeiro 2020 apresentou a falta de qualquer neve, em muitos locais da europa, pela primeira vez na história. Moscou, como cidade, durante a sua história, sempre teve problemas em lidar com o excesso de neve do seu inverno. No inverno 2019/2020, a cidade teve que espalhar neve artificial para o ano novo, em uma das principais avenidas de Moscou, a Tverskaya, na Praça Vermelha, e em alguns outros pontos do centro da cidade.
  23. 16 points
    Resumo de janeiro no Brasil em mapas (embora este tópico já seja de fevereiro, pois o de janeiro já foi trancado)
  24. 16 points
    Cristiane, sem a menor sombra de dúvida ou exagero, foram os melhores dias dos últimos tempos pra mim. A paisagem é deslumbrante e o pessoal em geral é muito atencioso e hospitaleiro. Conheci inúmeras praias e lagoas. Caminhei nas dunas de Itaquera e só não subi no Morro do Mirim por falta de programação, pq a intenção era essa. Cheguei com tempo chuvoso e expectativa de fortes ventos devido ao ciclone em alto-mar, mas o quadro melhorou 100% e os dois últimos dias foram de tardes de céu limpo. O calor de 30°C foi amenizado pela brisa fresca e mesmo com as águas geladas, aproveitei bastante e até me arriskei um pouco com o forte repuxo das ondas, tanto na Rosa Sul qto na Rosa Norte. Postei algumas imagens, mas nada se compara com o q se pode ver ao vivo nesse paraíso chamado Imbituba. VID_20200124_161547202.mp4 VID_20200124_161547202.mp4 VID_20200124_161547202.mp4 Conheci lugares q lembravam muito o Havaí. Muito mesmo... é quase irreal akilo tudo. Organizaram a coisa de um jeito q vc se sente fora do Brasil... Conversei com pescadores na imensa lagoa do Imaruí e ouvi relatos empolgantes da passagem do Furacão Catarina na região. E o pôr do sol nessa lagoa? É simplesmente um espetáculo. Um lugar como esse faz a gente kerer viver por uns 300 anos... E eu vou voltar. E pretendo morar em Imbituba. É só uma kestão de tempo. Você é uma pessoa privilegiada, sem dúvida. Abraço e participe mais vzs!
  25. 16 points
    FEVEREIRO CHUVOSO NO SUDESTE? ÚLTIMA SAÍDA DO MODELO EUROPEU PARA O MÊS DE FEVEREIRO, MOSTRA QUE O QUADRO DE CHUVAS INTENSAS IRÁ CONTINUAR NO SUDESTE. TODO O ESTADO DE MINAS GERAIS DEVERÁ TER CHUVA ACIMA DA MÉDIA NOVAMENTE, PORÉM ENTRE A REGIÃO DE BELO HORIZONTE, ZONA DA MATA MINEIRA, ESTADO DO RIO DE JANEIRO E O VALE DO PARAÍBA, A CHUVA DEVERÁ SER MUITO ACIMA DA MÉDIA, PARA O PRÓXIMO MÊS. ACUMULADOS PODEM PASSAR DOS 500mm (SOMENTE EM FEVEREIRO) EM ÁREAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, E CHEGAR AOS 400mm EM MUITAS ÁREAS DO RJ E DO SUL DE MINAS, PELO MODELO EUROPEU. FEVEREIRO POR ENQUANTO SE DESENHA PARA SER OUTRO MÊS MUITO MOLHADO NO SUDESTE.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.