Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste e Central - 2021

Topic will be automatically locked at 02:00 AM


Recommended Posts

Sam não desiste 🙂

35891127.thumb.gif.68cede43bb58ac33965ea972b5ba6343.gif

 

Ele está na categoria 2, mas voltou a se intensificar e pode ser um Major Hurricane de novo. Observem esse olho, esse CDO, até aquela falha na convecção está sumindo. E isso enquanto se aproxima do paralelo 40°N. Além disso também entrou para a lista dos furacões do Atlântico Norte com +50 de ACE.

 

 

 

  • Like 3
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Já faz uns dias que to de olho na costa do México pro lado do Pacífico Nordeste porque o GFS vem consistentemente mostrando um furacão muito forte semana que vem e pelo visto, por volta do dia 22 novamente um outro forte furacão na área, o que é estranho prum ano de "La Niña". Faz muitos anos que não via essa área do pacífico com anomalias tão altas de temperatura da superfície do mar em uma grande área:

01.thumb.JPG.57ddd91466a91dda9fdf2ba422d128f0.JPG02.thumb.JPG.53a81fd4e3330a1154dde1af011268cb.JPG

 

O Pacífico Nordeste tem um belo histórico de furacões poderosos nesta época do ano na região:

Furacão Kenna: 24/10/02 - 165 mph (270 km/h) e pressão atmosférica de 912 mbar, é o 4° mais poderoso da bacia.

Furacão Rick: 18/10/09 - 180 mph (285 km/h) e pressão atmosférica de 906 mbar, é o 3 mais poderoso na bacia.

Furacão Patricia: 23/10/15 - 215 mph (346 km/h) e pressão atmosférica de 872 mbar, bom, nem preciso falar né?!

Furacão Willa: 22/10/18 - 160 mph (260 km/h) e pressão atmosférica de 925 mbar.

 

* E se vocês notarem o trajeto desses furacões, são quase iguais, o famoso "boomerang track" que os meteorologistas falam, a tempestade se forma na costa e segue em direção oeste-nororeste e depois viram pro nordeste, fazendo uma espécie de bumerangue, típico trajeto no mês de Outubro devido ao padrão atmosférico nesta época na região:

04.JPG.a43cd91273ef6ea2126df9da6ebf792f.JPG

 

Outra coisa que me chamou atenção é o fato de que os próximos dois nomes da temporada são "Pamela" e "Rick". Pamela é nada mais nada menos que o nome substituto do furacão Patricia em 2015 e Rick já foi o 3° mais poderoso furacão da bacia. Curiosidade: Em 2009 Patricia foi uma tempestade tropical fraca e Rick um monstro, em 2015 Patricia foi um monstro e Rick foi fraco... em 2021 Pamela substituindo Patricia, vai revolucionar e os dois serão poderosos?!?!?!?!?

 

O GFS: ("Pamela 13/10/21")

03.JPG.bae42fa870e90aaf7b332ba8565996bc.JPG

 

("Rick, 23/10/21"):

05.JPG.75386ef3429ca8967a5ea80c46d23220.JPG

 

Claro que são apenas previsões dos modelos, especialmente falando do possível Rick na segunda metade do mês, ou seja, "fantasy land", mas é bem interessante estar sendo observado essas tendências na região...Eu acho que vem aí sim, heim!

  • Like 6
Link to comment
Share on other sites

Em 11/10/2021 em 11:43, André PV disse:

TS Pamela se organizando rapidamente.

Depois disso ela foi bombardeada com wind shear e ar seco, e não se fortaleceu conforme o esperado, atingindo a costa mexicana como um categoria 1 mínimo e, agora, indo em direção ao interior do país.

10681192.thumb.gif.49110b51386e07aa078e09a25c117362.gif

 

Foram registrados danos e inundações ao longo da costa do estado de Sinaloa, principalmente na cidade de Mazatlan, alguns quilômetros a sudeste do local do landfall.

 

 

 

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

O avião dos caçadores de furacões de fato encontraram Rick compacto e com ventos em torno de 90-100 mph em superfície, mas eles foram mais cautelosos e colocaram Rick com ventos agora de 85 mph, a pressão caiu para 980 mbar. Como Rick está em um ambiente extremamente favorável, é bem provável que ele bata a categoria 4 se ganhar força rapidamente como os índices tem mostrado. O cisalhamento de vento é baixíssimo e o ciclone está posicionado sobre um anticiclone em altos níveis, o que auxilia na saída de fluxo e deixa belas imagens...

image.png.3cd1b8ede46ea287a930b9696bb4c9b0.png

 Há uma certa coluna de ar seco afetando o furacão (coloquei em amarelo) mas é provável que durante o "dmax" amanhã no amanhecer, isso seja resolvido e como ele é compacto, ele pode muito bem dar um "booom" de noite, o que é interessante porque hoje completa 6 anos que o Furacão Patricia na mesma região realizou o seu "booom" pra 215 mph... Com Rick neste momento realizando essa intensificação, volta aquela questão que mencionei antes do Pamela sobre furacões poderosos nessa região nesse período de Outubro.

image.png.df34c675b78aa8781f15af1f21894d11.png

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Delta está de volta rs

--

Vejam só o que o NHC falou na Discussão 7 depois da pausa do fortalecimento de Rick:

Rick appears to have stopped strengthening for the moment.  The eye 
seen earlier in visible imagery has disappeared, and recent 
microwave imagery shows that the eyewall located under the central 
dense overcast has become less organized.  There is an unusually 
large spread of satellite intensity estimates from 60-90 kt, and 
based on the satellite trends since the earlier reconnaissance 
aircraft left the storm, the initial intensity is held at 75 kt.  
Since Rick is in a low shear environment and has excellent cirrus 
outflow, it is unclear why the system has stopped intensifying.

 

Eu acredito que algumas intrusões de ar seco a baixo e meio nível podem ter afetado Rick, como as images de microondas mostraram ( não consegui colocar a imagem aqui )

 

É possível também que antes, aquele boomerang de convecção em torno de Rick tenha consumido energia do próprio, ou talvez criado um pouco de shear...

 

Mas agora Rick melhorou sua aparência, com a convecção conseguindo girar em torno do centro... vamos ver o que o Recon vai mostrar pra gente daqui a pouco

goes16_ir_17E_202110240435_lat15.1-lon-101.9 (1).jpg

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Em 23/10/2021 em 15:12, PabloMartins disse:

O avião dos caçadores de furacões de fato encontraram Rick compacto e com ventos em torno de 90-100 mph em superfície, mas eles foram mais cautelosos e colocaram Rick com ventos agora de 85 mph, a pressão caiu para 980 mbar. Como Rick está em um ambiente extremamente favorável, é bem provável que ele bata a categoria 4 se ganhar força rapidamente como os índices tem mostrado. O cisalhamento de vento é baixíssimo e o ciclone está posicionado sobre um anticiclone em altos níveis, o que auxilia na saída de fluxo e deixa belas imagens...

image.png.3cd1b8ede46ea287a930b9696bb4c9b0.png

 Há uma certa coluna de ar seco afetando o furacão (coloquei em amarelo) mas é provável que durante o "dmax" amanhã no amanhecer, isso seja resolvido e como ele é compacto, ele pode muito bem dar um "booom" de noite, o que é interessante porque hoje completa 6 anos que o Furacão Patricia na mesma região realizou o seu "booom" pra 215 mph... Com Rick neste momento realizando essa intensificação, volta aquela questão que mencionei antes do Pamela sobre furacões poderosos nessa região nesse período de Outubro.

image.png.df34c675b78aa8781f15af1f21894d11.png

Flopou de novo, ontem eu tinha visto o mapa de cisalhamento e Rick estava sobre 20 nós de cisalhamento de sudeste por causa do anticiclone que tava centralizado no golfo de Tehuantepec

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

A NOAA já descartou a possibilidade de o Rick se tornar um grande furacão. Mas alerta! A tormenta pode chegar ao México muito perto da categoria 2, com risco para inundações e deslizamentos. A previsão é que, em pontos isolados, a precipitação acumulada passe dos 50 centímetros.

 

000 WTPZ32 KNHC 242349 TCPEP2 BULLETIN Furacão Rick Número Consultivo Intermediário 10A NWS National Hurricane Center Miami FL EP172021 700 PM CDT Dom 24 de outubro de 2021 ... RICK OBTENDO UM POUCO MELHOR ORGANIZADO ENQUANTO SE MOVIA LENTAMENTE EM DIREÇÃO À COSTA DO MÉXICO ... CONDIÇÕES DE TEMPESTADE QUE SE PROPAGAM NA TERRA DO SUL DO MÉXICO ... RESUMO DA CDT 700 PM ... 0000 UTC ... INFORMAÇÕES --------------------------- ------------------- LOCALIZAÇÃO ... 16,5N 101,6W CERCA DE 85 MI ... 135 KM S DE ZIHUATANEJO MÉXICO CERCA DE 115 MI ... 190 KM SSE DE LAZARO CARDENAS MEXICO VENTOS MÁXIMOS SUSTENTADOS ... 90 MPH ... 150 KM / H MOVIMENTO ATUAL ... N OU 360 GRAUS A 5 MPH ... 7 KM / H PRESSÃO CENTRAL MÍNIMA ... 977 MB ... 28,85 POLEGADAS RELÓGIOS E AVISOS -------------------- ALTERAÇÕES COM ESTE AVISO: Nenhum. RESUMO DOS RELÓGIOS E AVISOS EFEITOS: Um Aviso de Furacão está em vigor para ... * Tecpan de Galeana para Punta San Telmo Um Aviso de Tempestade Tropical está em vigor para ... * Leste de Tecpan de Galeana para Acapulco * Oeste de Punta San Telmo para Manzanillo Um Aviso de Furacão significa que condições de furacão são esperadas em algum lugar dentro da área de alerta, neste caso dentro das próximas 18 a 24 horas. Um aviso é normalmente emitido 36 horas antes da primeira ocorrência prevista de ventos com força de tempestade tropical, condições que tornam os preparativos externos difíceis ou perigosos. Os preparativos para proteger a vida e a propriedade devem ser concluídos às pressas. Um aviso de tempestade tropical significa que as condições de tempestade tropical são esperadas em algum lugar dentro da área de aviso, neste caso nas próximas 6 a 12 horas. Para obter informações específicas sobre tempestades em sua área, monitore os produtos emitidos por seu serviço meteorológico nacional. DISCUSSÃO E PERSPECTIVAS ---------------------- Às 700 PM CDT (0000 UTC), o centro do furacão Rick estava localizado próximo à latitude 16,5 norte e longitude 101,6 oeste. Rick está se movendo em direção ao norte perto de 5 mph (7 km / h). Um movimento um pouco mais rápido em direção ao norte ou norte-noroeste é esperado no próximo dia ou assim. Na previsão do tempo, o centro de Rick se aproximará da costa do México durante a noite e atingirá a costa do México, dentro da área de alerta de furacão, no final da manhã de segunda-feira. Os ventos máximos sustentados aumentaram para cerca de 90 mph (150 km / h) com rajadas mais altas. Algum fortalecimento adicional é possível quando Rick se aproxima da costa do México. Após o desembarque, espera-se um rápido enfraquecimento, e a previsão é de que Rick se dissipará no terreno montanhoso do sul do México na noite de segunda ou terça-feira. Ventos com força de furacão estendem-se para fora por até 20 milhas (35 km) do centro e ventos com força de tempestade tropical se estendem para fora por até 80 milhas (130 km). A pressão central mínima estimada é de 977 mb (28,85 polegadas). PERIGOS QUE AFETAM A TERRA ---------------------- Mensagens-chave para Rick podem ser encontradas na Discussão sobre ciclones tropicais sob o cabeçalho MIATCDEP2 do AWIPS, cabeçalho WMO WTPZ42 KNHC e no web em www.hurricanes.gov/graphics_ep2.shtml?key_messages. VENTO: Condições de furacão são esperadas dentro da área de alerta de furacão começando esta noite, com condições de tempestade tropical agora ocorrendo dentro da área de alerta de furacão. As condições de tempestade tropical devem começar dentro de uma parte das áreas de alerta de tempestade tropical nas próximas horas. SURGIMENTO DE TEMPESTADE: Espera-se que uma onda de tempestade produza inundações costeiras significativas em áreas de ventos em terra próximas e a leste de onde o centro de Rick atinge a costa no sudoeste do México. Perto da costa, a ondulação será acompanhada por ondas grandes e destrutivas. CHUVA: Rick deve produzir 5 a 10 polegadas de chuva com um total de tempestade isolada de 20 polegadas nas seções costeiras dos estados mexicanos de Guerrero e Michoacan até terça-feira. Esta forte chuva provavelmente produzirá inundações repentinas e deslizamentos de terra. SURF: Ondas geradas por Rick afetarão partes da costa sudoeste do México durante os próximos dois dias. Essas ondas são susceptíveis de causar ondas com risco de vida e condições de correntes de rasgo. Consulte os produtos do seu escritório local de meteorologia. PRÓXIMO AVISO ------------- Próximo aviso completo às 1000 PM CDT.

 

Conteúdo traduzido. Para maiores informações sobre a tormenta, consulte: https://www.nhc.noaa.gov/?epac

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Tempestade subtropical Wanda se forma no Atlântico norte. Anteriormente Wanda foi um poderoso ciclone bomba que arrasou os Estados Unodos em 26 de outubro. A tendência é que o ciclone faça uma breve transição tropical

 

File:2021 CIMSS 21L Wanda visible infrared satellite loop.gif

 

File:Wanda track 10-30-21 8pm.png

 

Conteúdos da NOAA, pegos da Wikimedia Commons. Para maiores informações, consultem: https://www.nhc.noaa.gov

 

Edited by André L P Souza
Correção de erros
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.