Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Tomás WRuas

Moderators
  • Posts

    1924
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    24

Everything posted by Tomás WRuas

  1. Dá pra consultar aqui: https://tempo.inmet.gov.br/TabelaEstacoes/A001 A máxima em 04/07/2017 foi de 19,7° na Pampulha. Cercadinho 17,1°. Sub 20!
  2. Depois do calorão de ontem na madrugada e manhã, Florianópolis teve as menores máximas do ano hoje. Máxima diurna ficou nos 15,7° na Lagoa da Conceição regada a muito vento sul. Dia gélido! O sol chegou a aparecer durante a manhã mas perto do meio dia nublou total e está assim até agora. Aliás, ao entardecer, eu enxergava a linha de tempo limpo a sul daqui, na altura de Garopaba. É triste, por pequenos detalhes da latitude estou perdendo o intenso resfriamento dessa noite que ocorre em locais a sul no estado: 9,5° em Tubarão, 8,2° em Criciúma 8,5° em Araranguá e 6,5° em Turvo às 19h. Enquanto isso 13,4°, nublado e ventoso no Sertão do Ribeirão. Máximas na Ilha (invertidas😞 15,9° Sertão do Ribeirão 17,2° Carijós 17,4° Tapera/Fazenda Ressacada (UFSC) 17,4° São José (Inmet) 17,5° Itacorubi 17,6° Santo Antônio de Lisboa 17,7° Lagoa da Conceição 17,9° CCA (UFSC) 18,0° Açores
  3. Contribuição feita! Essa estação vai nos ajudar a desvendar o interior do litoral norte do RS, região colada nos paredões. Paisagem sensacional, clima único!
  4. Realmente foi uma bela queda em POA, com estava previsto. Euro dava 6/13 no bruto, o que dava margem pra um excelente 4/14 hoje. Quanto a falta de negativas em São Joaquim, apesar de ser raro, não é inédito. Nem precisamos ir longe: ano passado a primeira negativa só veio em 4 de julho! O recorde pertence a 2003: só foi negativar dia 11 de julho (e foi com vontade: -4,0°), mas teve um 0,0° em maio. Em 1972 só foi negativar em 8 de julho, com -4,1°. Ou seja: vamos lá, 2020! Eu confio, primeira negativa só na segunda quinzena de julho! Força!
  5. Dia mais interessante do ano até aqui pra se monitorar. Tô bem triste que o sensor de temperatura e umidade da minha estação foi pro pau. Ainda bem que tenho um termo-higrômetro confiável que coloquei no abrigo da estação e assim não perco os extremos de temperatura. Mas é uma lástima não ter o gráfico sabendo que hoje tive mínima de 26C na madrugada, máxima de 30° e agora ventania insana de sul com garoa e temperatura desabando. Já faz 19,5°. Rajada bateu 66 km/h!
  6. Após a madrugada tórrida com mínima digna do auge do verão e talvez até inédita pra junho, com 25,6°, o vento sul entrou às 11h com toda a força por aqui. Rajadas passaram dos 60 km/h em Floripa: 59 km/h na Praia dos Açores, 53 km/h no Sertão e 64 km/h na Lagoa da Conceição. A temperatura desabou e está na casa dos 22° na cidade. Consegui a proeza: bati 30,0° de máxima. Como acontece costumeiramente nessas situações de pré-frontal, a máxima da Ilha ficou na estação localizada mais a norte, a qual recebeu mais tardiamente a virada no tempo, Carijós: 30,1° Carijós 30,0° Balneário dos Açores 29,5° São José (Inmet) 29,2° Santo Antônio de Lisboa 29,0° Fazenda Ressacada (UFSC) 29,0° CCA (UFSC) 28,9° Lagoa da Conceição 28,5° Itacorubi 28,3° Sertão do Ribeirão Vou destacar o gráfico da Lagoa da Conceição (Av. das Rendeiras) que teve 27C de madrugada e uma clássica virada florianopolitana:
  7. Adiabático surpreendendo! Mínima do dia: espetaculares 25,6°! Agora tenho 29,7°, vou trintar pelo segundo dia seguido na beira da praia em pleno junho! Só no aguardo do vento sul e da chuva...
  8. Finalmente Florianópolis entrou na dança da chucha. Registro o dia mais quente desde 29 de abril, quando fez 31,2° nos Açores e 29,8° no Sertão do Ribeirão. O pico de calor de hoje pega com mais intensidade a região sul da Ilha: as máximas atingiram 30,5° aqui na Praia dos Açores (máxima da Ilha) e 29,2° no Sertão. É junho! Para amanhã espero um amanhecer muito quente, com mínima altíssima pros padrões de junho (talvez algo como 23°C). Mas logo pela manhã já deve entrar o vento sul trazendo ar polar. Domingo será um dia frio em Floripa com máxima na casa dos 16° e vento sul trincando. Mas vai ser tiro curto: tudo indica pra um péssimo padrão neste mês, com muita facilidade pro calor. A conferir.
  9. O fim da seca no oeste veio sem deixar dúvidas! Aqui no leste do estado as chuvas não voltaram com tanta intensidade, mas já deram uma boa aliviada na mata que estava completamente seca. Enquanto a chuva dos últimos 3 meses não somou 70 mm em Floripa, locais da Ilha já passam dos 100 mm neste junho. Foram dois episódios de chuva: um entre os dias 5 e 6 —que beneficiou mais o centro/norte da Ilha— e ontem e hoje aqui na parte sul. Alguns acumulados na cidade nos últimos 7 dias: 130,3 mm Lagoa da Conceição 97,2 mm Balneário dos Açores 92,0 mm Santo Antônio de Lisboa 85,6 mm Centro 75,4 mm São José (Inmet) 72,6 mm Armação 71,2 mm Itacorubi Neste momento chove aqui nos Açores e vem mais chuva nesta madrugada! Um alento em meio ao desânimo que está a previsão de calor e mais calor a la junho de 2019.
  10. Máxima de 19,8° no Sertão do Ribeirão hoje com muito sol. Ainda não atingi os 20° neste junho! Como de madrugada Floripa ficou bem na divisa da área com céu limpo (a sul) pra área com MM (a norte), a mínima da cidade ficou por aqui no sul da Ilha novamente: 7,5° no Sertão. Infelizmente a estação dos Açores deu pau e parou de reportar temperatura e umidade desde meia noite. Aparentemente estragou o sensor termo-higrômetro. 😓
  11. Maio de 2020 no Davis Pro2 do Sertão do Ribeirão, Florianópolis (120 m): Maio de 2020 no Ambient Weather do Balneário dos Açores, Florianópolis (12 m): Maio de 2020 na cidade de Florianópolis (sul pra norte da Ilha): O Inmet São José fechou com as seguintes anomalias (normal 1981-2010): média das mínimas: 14,5° (-0,8) média das máximas: 24,7° (+1,1) média simples: 19,6° (+0,1) precipitação: 14,4 mm (-111,4 mm) Este foi o terceiro maio mais seco de todos os meus dados (desde 1923). O trimestre mar/abr/mai somou 69,2 mm, fazendo dele o segundo trimestre mais seco dos registros, perdendo apenas pro JJA de 1988, que acumulou apenas 63,6 mm.
  12. O pico de calor acabou surpreendendo em Floripa. O vento simplesmente inexistiu em quase toda a Ilha nessa tarde. A tradicionalmente ventosa PWS das Rendeiras na Lagoa da Conceição registrou rajada máxima de 11 km/h com brisas predominando de NE. Toda essa ausência de vento contribuiu para termos as maiores amplitudes do ano na cidade: 6,1° a 30,4° Ratones (Cheiro Verde Orgânicos) 6,3° a 29,8° Carijós 8,3° a 30,3° Itacorubi 8,3° a 29,2° Tapera (Fazenda Ressacada/UFSC) 10,0° a 30,4° CCA/UFSC 7,5° a 27,3° Sertão do Ribeirão 10,1° a 29,1° São José (Inmet) 12,3° a 30,7° Santo Antônio de Lisboa 14,9° a 29,3° Lagoa da Conceição Vale destacar que aqui nos Açores novamente os ventos predominaram de sul trazendo os ares do mar gelado pro Balneário. Por isso a máxima aqui ficou bem mais fria que no resto da cidade: 24,5°, depois da mínima de 13,8°. Nenhum destaque de amplitude, portanto. Por volta das 20h devemos começar a sentir os efeitos da massa de ar frio que está avançando pra enterrar este maio. Enquanto isso, a ratazana come solta: Sertão já desabou pra 16,4° e Ratones pra 17,9°. O mês vai finalmente acabando e os prognósticos estão animadores pro início de junho: dias nublados e chuvosos com temperatura lutando pra passar dos 20°. Vão ser muito bem-vindos, já que o acumulado dos últimos 3 meses em Floripa fechou em 69,2 mm, o menor pra qualquer trimestre na Ilha desde o JJA de 1988. Panorama da chuva dos últimos 30 dias:
  13. A madrugada foi estável na maior parte de Florianópolis. Ainda assim as clássicas pistas de vento do leste da Ilha tiveram vento norte, mas ele não conseguiu estragar as mínimas. A Avenida das Rendeiras, na Lagoa da Conceição, desceu a 14,9° e aqui na beira da Praia dos Açores tive 13,8° às 6h, após bater 20,2° às 4h. No Sertão do Ribeirão a mínima ocorreu às 2h30, com 7,5°. A estação mais protegida da Ilha, Cheiro Verde Orgânicos em Ratones, bateu 6,1° às 6h30. As mínimas no município: 6,1° Ratones 6,3° Carijós 7,5° Sertão do Ribeirão 8,3° Itacorubi 8,3° Tapera (Fazenda Ressacada/UFSC) 10,0° CCA/UFSC 10,1° São José (Inmet) 12,3° Santo Antônio de Lisboa 13,8° Balneário dos Açores 14,9° Lagoa da Conceição Vale destacar que para hoje estavam previstas grandes amplitudes em Floripa, e a previsão vai se confirmando. Ratones já se aproxima dos 29°, o Sertão do Ribeirão tem 26,5° e Santo Antônio de Lisboa bateu 27,7°. Hoje será o último dia de calor em um bom tempo, já que pelo YR Floripa não chega a 20° pelos próximos 5 dias. E, pasmem: tem chuva na previsão! É pra glorificar de pé
  14. Dia com brisa de sul em Florianópolis, o que acentuou os microclimas e trouxe máximas bem destoantes na Ilha. O destaque ficou aqui pro Balneário dos Açores, que recebe o vento sul direto do mar, e com isso a máxima — mesmo com sol durante todo o dia — não passou de 22,2°. Em Florianópolis: 22,2° Balneário dos Açores 24,2° Santo Antônio de Lisboa 24,9° Sertão do Ribeirão 25,0° São José Inmet 25,6° Lagoa da Conceição 25,9° Carijós 26,3° Itacorubi 26,4° Tapera (Fazenda Ressacada/UFSC) 27,1° Ratones Vale destacar a grande amplitude em Ratones (Cheiro Verde Orgânicos), que teve os extremos da Ilha hoje: 9,6/27,1°. Aqui nos Açores:
  15. Mínimas em Floripa hoje (29/05): 7,7° Ratones 8,1 Carijós 10,0° Fazenda Ressacada (UFSC) 10,6° Itacorubi 11,0° São José (Inmet) 11,9° CCA (UFSC) 11,9° Santo Antônio de Lisboa 12,6° Sertão do Ribeirão 15,5° Lagoa da Conceição 16,3° Balneário dos Açores Estação de Ratones está em novo local, basicamente no melhor local do bairro. Podemos aguardar belas marcas por lá! Em breve vou fazer um panorama de todas as estações da Ilha, explicando cada microclima representado por elas. No extremo sul da Ilha, ventou a madrugada inteira. Sertão:
  16. A tal aberração em Bom Jardim da Serra: após medir possivelmente a maior amplitude já registrada no Brasil, a estação da Vista Alegre tem -1,6° agora:
  17. Acho que tem mais a ver com questões de exposição da câmera mesmo do que da luz natural em si. A variação do ISO, abertura e velocidade em cada foto faz o céu sair com cores diferentes. Anteontem eu fui no mesmo lugar onde fiz aquela foto diurna dos paredões do Campo dos Padres pra tirar uma foto pegando as estrelas. Deixei 28 minutos de exposição. Gelei os dedos já que fazia 8°C, mas gostei do resultado. O ar seco colabora muito pra visualização do céu. No canto esquerdo da foto dá pra ver o Morro da Igreja pelas luzes das construções que tem lá em cima.
  18. Ontem: 11,0°/18,9° Balneário dos Açores, ensolarado. 4,9°/18,3° Sertão do Ribeirão, ensolarado. Mínimas hoje: 11,0° Balneário dos Açores 4,9° Sertão do Ribeirão
  19. O Inmet, pela normal 1981-2010, está com anomalias -0,2/+1,0. Mês acima da média e extremamente seco em Floripa:
  20. FLORIANÓPOLIS SURREAL. Levantei os dados aqui: maior seca DE TODOS OS REGISTROS para o trimestre mar/abr/mai. Tenho dados desde 1923. No trimestre inteiro choveu 68,8 mm; o recorde anterior era 121,4 mm em 1951. Fiz essas fotos hoje na Armação.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.