Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Luiz

ENSO, PDO, NAO, MJO... [acompanhamento]

Recommended Posts

2007:

 

Set: -0,36

Out: -1,45

Nov: -1,08

Dez: -0,58

 

2008:

 

Jan: -1,00

Fev: -0,77

Mar: -0,71

Abr: -1,52

Mai: -1,37

Jun: -1,34

Jul: -1,67

Ago: -1,70

Set: -1,55

Out: -1,76

Nov: -1,25

Dez: -0,87

 

2009:

 

Jan: -1,40

Fev: -1,55

 

18 meses consecutivos com valor negativo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Impressão minha ou as águas do pacífico se resfriaram ainda mais na última medição.

 

Vejo manchas com anomalias de até -3ºC agora.

Share this post


Link to post
Share on other sites

"La Niña is expected to gradually weaken with increasing chances (greater than 50%) for ENSO-neutral conditions during the Northern Hemisphere Spring."

 

"É esperado que o La Niña gradualmente se enfraqueça com chances cada vez maiores (mais de 50%) de condições neutras do ENSO durante a primavera do hemisfério norte."

 

http://www.cpc.noaa.gov/products/analysis_monitoring/enso_advisory/ensodisc.html

 

 

Existe a possibilidade do ENSO ficar positivo este ano?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tche, assim eram as previsões: neutralidade ou el niño fraco até o meio do ano.

 

Porém, na última semana algumas regiões niño voltaram a resfriar... quem sabe os modelos não estão errados??

Share this post


Link to post
Share on other sites

Notem que nas regiões NINO 3 e NINO 1+2 a SST voltou a cair nas últimas semanas, não sei se isso quer dizer alguma coisa. Porém o que estou considerando para apostar em um inverno frio é justamente o "efeito chaleira" da la niña, somada a PDO negativa a meses e o sol em absoluto silêncio.

 

ssta_c.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
ESTÁ COM JEITO DE UM INVERNO EXTREMADO.
Em termos de frio ou nos dois extremos?

 

OS DOIS.

 

Neste caso, seria a volta do inverno "normal" na região Sul, que é o "samba do crioulo doido" :lol:

POA com 30ºC num dia, e no outro dia chuva e 8ºC...neve na serra !

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest

Eis o que o modelo probabilistico do IRI aponta para os próximos trimestres

 

figure3.gif

 

Assim q eu achar o comparativo desse ENSO com os anteriores eu posto aqui.

 

Abçs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest

Bom....achei a figura....

 

ENSO_Quick_Look.gif

 

Neste quick look nota-se uma forte tendência deste La Niña se normalizar como a maioria dos outros eventos anteriores. Pode ser q no fim do ano venha a se desenvolver uma fase positiva de ENOS. Como ainda tá mto cedo, eu pelo menos vou aguardar pra ver até onde vai essa TSM.

 

Abçs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se estas saídas do IRI forem as que estou pensando, não confiaria muito nelas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
Se estas saídas do IRI forem as que estou pensando, não confiaria muito nelas.

 

Por que xará?

 

Pelo menos pros próximos 3 meses ele nunca me desapontou e tem bom acerto com relação ao niño 3.4.

 

Eu não utilizo apenas esse. Há outros tb, só não consigo achar o link pra postar aki. Eu uso saída de vários modelos....esse é apenas mais um. No momento esse foi o que veio primeiro na cabeça.

 

Na verdade, eu queria mesmo era mostrar a evolução do quadro atual e relacionar com eventos anteriores pra ver a tendência do atual e comparar com os anteriores....mas como essa figura não tava separada, aí tive que colocar todo o quick look do IRI :mrgreen:

 

Abçs..

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest

Bom....aí vai de cada um....cada um tem um de preferência. Esse do CPC é realmente mto bom. Na verdade, para previsão climática, eu olho vários (CPC, IRI, NCEP, ECPC, ECMWF...), mas para a análise climática, a análise que a gente faz antes de elaborar a previsão climática, eu procuro me basear no do IRI e do CPTEC.

 

Abçs!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Já leste sobre a ACW, Ronaldo?

O que seria Rodrigo ?

 

Ronaldo, será que elas tem grande influência nos nossos invernos com pouca neve ??

 

Abraços

ACW = Antartic Circumpolar Wave - uma espécie de "ciclo" de 4 ou 8 anos de anomalias da TSM e de pressão ao nível do mar no atlântico/pacífico sul, ao redor da Antártica.

Apesar de os efeitos imediatos dessa ACW serem mais perceptíveis na região mais meridional (50-60° S), eu tenho comigo que essas características influenciam sobremaneira o nosso clima de inverno, em especial no relativo à trajetória das altas, estabilização de bloqueios (ASAS) e à localização da ciclogênese (devido à TSM).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
Já leste sobre a ACW, Ronaldo?

O que seria Rodrigo ?

 

Ronaldo, será que elas tem grande influência nos nossos invernos com pouca neve ??

 

Abraços

ACW = Antartic Circumpolar Wave - uma espécie de "ciclo" de 4 ou 8 anos de anomalias da TSM e de pressão ao nível do mar no atlântico/pacífico sul, ao redor da Antártica.

Apesar de os efeitos imediatos dessa ACW serem mais perceptíveis na região mais meridional (50-60° S), eu tenho comigo que essas características influenciam sobremaneira o nosso clima de inverno, em especial no relativo à trajetória das altas, estabilização de bloqueios (ASAS) e à localização da ciclogênese (devido à TSM).

 

Rodrigo...sua linha de raciocínio está certa. Eu tenho vários artigos que falam sobre essa interação entre a ACW e os trópicos, além das relações entre a ACW com as massas polares que chegam ao Brasil, a intensidade e a trajetória dos ciclonees extra-tropicais....é bem por aí mesmo.

 

Eu e outro amigo meu meteoro publicamos no último congresso de meteorologia um trabalho que faz uma relação com as anomalias de TSM de várias partes do Pacífico tropical e sul (esse do sul era só para pegar uma influência da ACW usando dados dos mares antarticos) com a frequencia e intensidade das friagens aqui em Porto Velho. Conseguimos identificar uma forte correlação, de mais de 90%, entre a frequencia e a intensidade das friagens aqui com o Pacífico sul (mais precisamente a região do mar de Amundsen) em anos de La Niña. Este é um dos exemplos de que existe sim interação entre os trópicos e ondas polares.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talvez, pois a ACW se trata de um ciclo observado de anomalias ora positivas, ora negativas da SST. Hipoteticamente, estaríamos em uma fase quente do ciclo, dá uma olhada nessa imagem:

 

antarctic_ccpolar_wave_bg.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Interessante as explicações do Luiz e do Rodrigo.

Nessa última imagem, a região das Malvinas está com SST baixa, o que talvez contribua com a falta de baixas mais fortes que drenem forte ar frio para o Brasil. As grandes ondas de frio do passado tiveram, na maioria, suas baixas formadas naquela região.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×