Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Tstorm

Advisors
  • Posts

    778
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    11

Everything posted by Tstorm

  1. No início da madrugada de hoje voltamos a ter chuva em Queimada Nova. Os acumulados, dessa vez, variaram de 12 a 24 mm nos meus 3 pluviômetros, com a chuva mais forte se concentrando próximo a tríplice divisa PI/PE/BA. Nessa área, foi a chuva mais volumosa desde abril. Novembro deve terminar com 130 mm na zona urbana de Queimada Nova, cerca de 110% acima da média do mês. Não há previsão de chuva para o restante do dia. O dia está sendo de céu nublado, devendo permanecer assim até o fim do dia, provavelmente.
  2. Conforme o previsto, ontem tivemos um dia chuvoso em Queimada Nova. A chuva começou às 7h40m e só foi parar às 12h00m, sendo fraca na maior parte do tempo. Os acumulados variaram de 19 a 35 mm nos pluviômetros que tenho no município. Foi a primeira chuva nesses 3 locais em 21 dias. Agora o acumulado em novembro está em 118 mm na zona urbana, 93 mm na localidade São José (leste da cidade) e 52 mm na localidade Pereiros (sul da cidade). Existe previsão de chuva fraca durante todo o restante da semana, sendo os maiores acumulados previstos para sexta e sábado.
  3. As imagens de satélite abaixo, com foco no município de Queimada Nova, mostram a mudança da coloração da vegetação dentro do período de um mês. A primeira é do dia 18/10, a segunda do dia 28/10 e a última do dia 19/11. Notem que na segunda imagem já havia algumas áreas verdes, beneficiadas pelas chuvas do fim de outubro. Já na última imagem está praticamente tudo verde. Apesar de novembro já está com chuvas acima da média, com 83 mm na zona urbana do município. Já fazem 18 dias que não chove aqui, mas isso é normal para o mês. Há previsão de chuvas durante todos os dias restantes do mês, com maior volume no domingo, com isso esse acumulado deve aumentar.
  4. Nos últimos meses, vasculhei bancos de imagens de satélite à procura de possíveis ciclones tropicais/subtropicais no Atlântico sul antes da Marinha nomear o primeiro ciclone, em março de 2011, até 1978, último ano que encontrei imagens. Como seriam muitas imagens a serem analisadas, restringi a busca ao período de dezembro até março (pré-1997) e de novembro a abril (pós-1997), época do ano em que esses fenômenos se formam com maior facilidade. Este tópico é o resultado desta pesquisa. Como não sou meteorologista, não tentei classificar os ciclones. Por isso, o tópico conterá apenas imagens, basicamente. Vale ressaltar que sistemas amplamente conhecidos (Tempestade tropical de Angola de 1991; Depressão tropical de janeiro de 2004; Furacão Catarina e Tempestade tropical Anita) não estarão nesta lista. Além disso, como foram muitas as baixas encontradas, o tópico ficaria muito grande, então coloquei aqui apenas as principais delas. MARÇO DE 1981 Animação entre 22/03 e 23/03/1981. 23/03/1981 - 3 UTC 22/03/1981 - 9 UTC JANEIRO DE 1983 Animação de 02/01/1983 FEVEREIRO/MARÇO DE 1983 Animação entre 28/02 e 03/03/1983 28/02/1983 - 15 UTC MARÇO DE 1984 Animação entre 24 e 25/03/1984 24/03/1984 - 15 UTC FEVEREIRO DE 1988 Animação de 12/02/1988 MARÇO DE 1989 Animação entre 12 e 13/03/1989 DEZEMBRO DE 1990 Animação entre 27 e 28/12/1990 DEZEMBRO DE 1991 Animação entre 28 e 30/12/1991 JANEIRO DE 1992 Animação entre 12 a 13/12/1992 FEVEREIRO DE 1995 Animação entre 10 e 11/02/1995 JANEIRO DE 1996 Animação entre 05 a 09/01/1996 MARÇO DE 1997 Animação entre 22 e 23/03/1997 MAIO DE 2001 Animação entre 05 e 09/05/2001. 07/05/2001 08/05/2001 Entre os sistemas desta lista, este é o único fora do período de análise citado inicialmente. Créditos a página do Twitter "South Atlantic Archives & Tracking" (@SAATanalysis) por ter encontrado esse ciclone e ao @Rodolfo Alves por ter divulgado esta baixa no fórum. Foi justamente este sistema que me motivou a fazer este tópico. FEVEREIRO DE 2006 Animação entre 21 e 24/02/2006 21/02/2006 23/02/2006 ABRIL DE 2010 Animação de 16/04/2010 16/04/2010 A quem interessar, esses foram os links da qual foram retiradas as imagens deste tópico: https://www.ncdc.noaa.gov/gibbs/ https://pics.eumetsat.int/viewer/index.html https://worldview.earthdata.nasa.gov/ http://satelite.cptec.inpe.br/acervo/goes.formulario.logic
  5. Novembro segue um pouco atípico na minha área. Até ontem, visualizei cbs em todos os dias do mês. Algo que é incomum até mesmo nos meses mais chuvosos do ano (JFM), apesar que a maioria deles tem sido isolados. Nesses últimos dias, os núcleos têm se concentrado ao norte daqui, nas proximidades da chapada do Araripe. Houve, inclusive, chuva de granizo em Picos na tarde de sexta-feira. VID-20211112-WA0069.mp4 São Julião - PI ontem. Foto: Miguel Alencar. Para hoje, não tenho certeza se haverá formação de novos núcleos nas proximidades pois está ventando muito (rajadas de 54 km/h), parecendo mais julho do que novembro. Mas para amanhã e terça, há possibilidade de chuvas isoladas em Queimada Nova. Em relação as temperaturas, também estamos tendo um novembro "fresco" com anomalias de -2 nas máximas e -1 nas mínimas nas estações próximas. Lembrando que novembro é o mês mais quente do ano aqui.
  6. Início da estação chuvosa está sendo muito promissor em Queimada Nova. São 146 mm na cidade e 131 mm aqui no sítio nos últimos 22 dias, sendo que a média das últimas 3 semanas é de cerca de 32 mm. Até mesmo onde não choveu tão bem assim, nesse período, a chuva ainda está acima da média para essas semanas. Pluviômetros que monitoro no município de Queimada Nova. Com essas chuvas, a caatinga já mudou completamente do seco para o verde. Abaixo, algumas comparações de como a mata mudou de aspecto ao longo desse período (abra em nova guia para ampliar). Nas imagens acima, é possível notar a floração do sete-casca (post sobre essa árvore aqui) que ocorre 3 a 4 dias após a primeira chuva, quando a mata ainda está seca (3ª imagem). Quando suas folhas caem o restante da vegetação começa a enverdecer (a partir da 4ª imagem). Ao fundo das imagens acima é possível observar um reservatório de água (é melhor observado se abrir em outra guia). Ele aumenta de volume consideravelmente após a chuva do dia 23 (2ª imagem) e depois, novamente, com a chuva do dia 6 (última imagem). E para finalizar, mais uma comparação. Dessa vez, do dia 24/10 com o dia 11/11 (ontem):
  7. Na manhã de hoje, a chuva já foi bem distribuída por todo o município. O acumulado foi de 70 mm aqui no sítio, sendo superior a média de novembro que é de uns 62 mm. Foi também a segunda chuva mais forte do ano aqui. A chuva forte foi forte entre 9h e 10h, mas continuou garoando até por volta das 15h. Durante o restante do dia, o céu permaneceu encoberto, impedindo uma elevação maior da temperatura. A máxima foi de 24,9ºC no meu termômetro, 10ºC abaixo da média máxima do mês. Na cidade, a soma dos acumulados de ontem e hoje foi de 78 mm (estimo 7 mm ontem e 71 mm hoje), chegando a 83 mm em novembro. A previsão é de mais chuva forte amanhã.
  8. Ontem depois do meio dia, um forte núcleo avançou de sul para norte (deslocamento muito raro por aqui) e provocou muita chuva no setor oeste do município. Esse núcleo ficou estacionado por 1h30m provocando chuva forte (laranja/vermelho no radar) nos mesmo locais, o que indicaria acumulados próximos dos 100 mm favorecido pela orografia da região. Como resultado, os riachos dessas áreas ficaram bem cheios como mostra o vídeo abaixo. Enquanto aqui no sítio só chuviscou (9 km ao leste da cidade). Na cidade, a chuva também foi fraca. VID-20211107-WA0000.mp4
  9. A última noite foi de muita chuva em várias áreas do Nordeste. Em Petrolina, o acumulado na estação do INMET foi de 62,3 mm com rajadas de vento que chegaram a 69 km/h. O resultado foi a queda de muitas árvores, alagamentos e a danificação da estrutura de um posto de gasolina (início do vídeo abaixo). A média de novembro na cidade é de 46,5 mm. Do outro lado do rio, em Juazeiro, o acumulado chegou a 104,6 mm no Cemaden. Outros locais do interior do Nordeste também tiveram muita chuvas nas últimas 24h, como: 115,8 mm em União - PI 112,2 mm em Brumado - BA 107,4 mm em Jaguaquara - BA 95,8 mm em Lençóis - BA 91,6 mm em Itiruçú - BA 90,0 mm em Marcionílio Souza - BA 89,4 mm em Santaluz - BA 75,8 mm em Iaçú - BA 65,2 mm em Itaeté - BA 66,2 mm em Itapetinga - BA 62,8 mm em Ribeira do Amparo - BA 62,2 mm em Baixa Grande do Ribeiro - PI 60,0 mm em Ouricuri - PE Aqui em Queimada Nova não choveu e nem há mais previsão de chuva para hoje. A expectativa é que amanhã a situação melhore.
  10. PRECIPITAÇÕES EM OUTUBRO DE 2021 NO PIAUÍ Outubro de 2021 terminou acima da média em grande parte do estado, embora com irregularidades normais de um mês que tem uma média baixa de dias de chuva. Os maiores destaques no quesito volume de chuvas foram os municípios de Palmeirais, no médio Parnaíba, e Canto do Buriti, no centro-sul do estado. Na cidade de Queimada Nova, foi o outubro mais chuvoso desde 2010 (63 mm contra uma média de ~22 mm), mas teve locais no município que nem a média do mês conseguiu superar.
  11. Com uma única chuva a partir dos 10 mm, aproximadamente, a vegetação já começa a enverdecer. Com uma chuva de uns 25 mm, por exemplo, já ficaria com um verde mais intenso, mais próximo com o da foto. E quanto maiores forem os acumulados a partir daí, mais intenso o verde vai ficando. Em relação ao monitoramento, ontem não choveu. Formaram-se apenas alguns núcleos nas redondezas à noite, mas que em nenhum momento ameaçaram aqui. Hoje os núcleos se concentraram ao oeste e sudoeste. Agora à tarde, o céu ficou cheio de nuvens altas e médias densas, impedindo a visualização do sol e, também, o surgimento de novos núcleos por aqui. Chuva isolada ao oeste hoje às 12:48
  12. Embora as chances de chuva ontem à tarde fossem pequenas, ainda se formaram alguns núcleos na minha área. Mas aqui, só chuviscou. Topos de cbs ao norte às 15:37 Chuva ao leste às 17:36 Já na madrugada de hoje tivemos chuva fraca, com acumulados entre 2 mm e 5 mm nos 3 pluviômetros que tenho no município. O dia de hoje está abafado. Provavelmente haverá pancadas de chuva à tarde ou à noite.
  13. Outubro foi muito bom por aqui. Novembro promete ir pelo mesmo caminho e, provavelmente, ainda será melhor. Pelas previsões atuais, pode chover todos os dias de hoje até terça (09/11). Uma sequência de dias de chuvas tão grande assim é muito rara nesta época. ECMWF 0z via weather.us Mas dificilmente choverá em todos esses dias, principalmente hoje e quarta na qual os volumes previstos são muito baixos. Chuva expressiva mesmo deve ser sábado. Apesar de ter chovido 63 mm em outubro na cidade de Queimada Nova (~186% acima da média), nem todas as áreas próximas tiveram tanta chuva assim, dando mais importância ainda a chuva prevista para os próximos dias. As duas primeiras fotos eu tirei ontem em pontos entre 18 e 21 km do centro da cidade (há locais a menos de 8 km com a vegetação assim também), já no município de Lagoa do Barro do Piauí. Enquanto, a última, eu tirei hoje aqui em Queimada Nova. A imagem do satélite Aqua de ontem confirma isso, são várias faixas verdes e secas na vegetação. Nas áreas secas, o acumulado em outubro deve ter sido inferior aos 10 mm. O pontinho vermelho indica a localização da zona urbana de Queimada Nova.
  14. Floração do Handroanthus spongiosus (conhecido popularmente como sete-cascas ou pau-de-cascas) em Queimada Nova na segunda-feira. A floração dessa árvore ocorre 3 dias após a primeira chuva do retorno da estação chuvosa (que foi na quinta-feira), enquanto o restante da vegetação ainda não enverdeceu, gerando um belo contraste. A floração dura de 2 a 3 dias. Caule da árvore que explica seus nomes populares. No entanto, por algum motivo, no ano passado não houve floração, acho que tenha relação com o grande volumes de chuvas que caiu naquele ano.
  15. Ontem teve apenas pancadas isoladas em Queimada Nova. No início da noite, alguns pequenos se formaram ao norte e oeste, na qual foi possível fotografar alguns raios. Até sábado nunca tinha conseguido tirar uma foto de um raio nuvem-solo de perto (na única que tinha conseguido, o raio caiu a mais 100 km). Isso demonstra como a estação chuvosa passada foi fraca de temporais de início de noite, pois já faz 1 ano que tenho um celular que tem uma câmera melhor e só agora consegui fotos assim. A semana promete ser seca aqui, mas as chuvas devem retornar na próxima semana.
  16. E avançaram... e provocam um belíssimo temporal (um dos mais bonitos que já vi) no fim da tarde/início da noite de ontem. Após a chuva enfraquecer (umas 18h20m) e os raios diminuírem. Consegui fotografar alguns raios. Ainda continuou chuviscando e com relâmpagos distantes até quando fui dormir. Uma grande sensação de felicidade depois de tanta secura. O acumulado foi de 40 mm aqui na zona rural. Outubro agora está com 59 mm, contra uma média de aproximadamente 22 mm. Na cidade são 63 mm no mês.
  17. A convencional do INMET de Lençóis - BA teve incríveis 182,0 mm acumulados no entre as 12h de ontem e às 12h de hoje, basicamente tudo entre às 21h e às 2h baseado nos dados da automática. Esse foi o maior acumulado já registrado na estação que foi instalada em 1931. A média de outubro em Lençóis é de 72,5 mm. A cidade que fica na chapada da Diamantina possui diversos registros de chuvas acima de 100 mm (41 precisamente) graças a orografia favorável do local. Esses são os maiores acumulados registrados e disponíveis no BDMEP:
  18. O dia hoje está sendo de chuvas isoladas em Queimada Nova. Por volta das 10h, uma pancada de chuva acumulou 3 mm aqui na zona rural. Na zona urbana essa chuva foi mais forte, mas o acumulado ao certo não sei, pois não consegui ninguém para olhar o pluviômetro ontem. Fazendo com a chuva de ontem "misture" com a chuva da manhã de hoje, totalizando 18 mm. Às 12h um núcleo mais forte se formou ao nordeste daqui. Ele tinha uma movimentação muito interessante como mostra o vídeo da time-lapse abaixo: Ao movimentar-se para oeste ele ganhou força e atingiu a cidade, provocando um temporal forte e rápido segundo informações que recebi. O acumulado ainda não sei também. Acredito que novos temporais podem se desenvolver mais tarde, hoje o dia está bem mais instável que os anteriores aqui. Há bonitos topos de cbs ao leste.
  19. Essa noite foi de muita chuva no norte da Bahia e em áreas do sertão de Pernambuco. Imagem das 23:00 UTC de 21/10/2021. Dentre os acumulados, vale destacar:* 115,7 mm em Belém de São Francisco - PE 84,2 mm em América Dourada - BA 83,2 mm em Lapão - BA 82,8 mm em Juazeiro - BA 79,8 mm em Lagoa Grande (Jutaí) - PE 69,8 mm em Itaguaçu da Bahia 67,2 mm em Morpará - BA 60,4 mm em Irecê - BA 55,0 mm em Tacaratu - PE 54,6 mm em Petrolina - PE Em relação a Belém de São Francisco, outubro possui uma média 1991-2020 de 3,4 mm. Isso quer dizer que somente nessa noite choveu 3402% da média do mês! O valor também corresponde a 30,3% da média anual que é de apenas 381,2 mm. Além de fazer deste o outubro mais chuvoso da série histórica (desde 1935), mas até agora só choveu 115,7 mm mesmo. Também foi o 8º maior acumulado em 24h da série. Localização de Belém de São Francisco Aqui na zona rural de Queimada Nova choveu fraco nesta noite também, mas o acumulado foi de apenas 7 mm. *Fonte: Cemaden, IPA, Inema, ANA, INMET.
  20. No início desta manhã, depois de 181 dias (desde 23/04) finalmente voltamos a ter chuva de verdade. Tudo bem que só foram 9 mm, mas já valeu muito a pena. Na cidade, infelizmente não choveu. Acumulados na localidade São José, zona rural de Queimada Nova - PI. Total anual: 431 mm. Na madrugada/início da manhã, a chuva mais forte ficou concentrada ao leste daqui (direção da imagem abaixo), infelizmente o radar de Petrolina está fora do ar, então não tem como saber as áreas exatas. Já mais próximo do meio-dia e no início da tarde a chuva se concentrou em outras áreas do sul do Piauí. Um pluviômetro da ANA em Cristino Castro - PI registrou 86,8 mm. Em Alvorada do Gurgueia - PI (INMET), foram 67,0 mm. Na zona rural dos municípios de São Raimundo Nonato e de Canto do Buriti os acumulados chegaram a 85 mm e a 60 mm, respectivamente, segundo pluviômetros particulares. Neste momento, grandes núcleos de cobrem uma parte significativa do interior da região, algo difícil de se observar em outubro. Há previsão de chuva forte até sábado por aqui.
  21. Outubro segue sem nada digno de post em Queimada Nova. Só muito calor, secura e vento como é normal nesta época. Foto tirada no município de Lagoa do Barro do Piauí. Ontem estive em Casa Nova - BA, em uma praia no lago de Sobradinho. O reservatório está com 37,75% de seu volume útil, uma situação relativamente boa em comparação com a maioria das hidrelétricas do país. No fim de tarde pude presenciar um belíssimo pôr do sol. Felizmente, os modelos estão bastantes confiantes quanto ao fim do período seco na próxima semana. Previsão baseada no ECMWF do weather.us
  22. Brasil acima de quarenta (BAQ) - ontem (22/09/2021): 42,4ºC em Montalvânia - MG 42,4ºC em Jussara (Grande Lago) - GO 42,1°C em Aragarças - GO 41,7ºC em Britânia (MitreAgro) - GO 41,7ºC em Goiás - GO 41,6ºC em Santa Rita de Cássia - BA 41,5ºC em São Romão - MG 41,5ºC em Ivolândia (Fazenda Campo Redondo Beira Rio) - GO 41,3ºC em Januária - MG 41,3ºC em Barra do Garças (São Luiz Carpa) - MT 41,2ºC em Correntina - BA 41,2ºC em Mocambinho - MG 41,2ºC em Peixe - TO 41,0ºC em Paracatu (Buriti do Costa) - MG 41,0ºC em Urucuia - MG 41,0ºC em Barra do Garças (Fazenda Brasil) - MT 41,0ºC em São João do Piauí - PI 40,9ºC em São Valério da Natividade (Fazenda Conquista) - TO 40,9ºC em Montes Claros de Goiás (Fazenda Pouso Alegre) - GO 40,9ºC em Nova Roma (Fazenda Paranã) - GO 40,8ºC em Janaúba - MG 40,8ºC em Formoso do Rio Preto - BA 40,8ºC em Nova Crixás (Fazenda Lago Azul) - GO 40,7ºC em Picos - PI 40,7ºC em São João da Ponte (Fazenda Santa Mônica) - MG 40,6ºC em Serra do Ramalho (Fazenda Acácia) - BA 40,6ºC em Riachão das Neves - BA 40,5ºC em Barreiras - BA 40,5ºC em Porto Nacional - TO 40,4ºC em Aparecida de Goiânia (Baixada Jd. Olímpico) - GO 40,4ºC em Taguatinga - TO 40,4ºC em Dom Bosco (Agropastoril Moriah) - MG 40,4ºC em Porto Nacional (Faz. Santana do Tocantins) - TO 40,3ºC em Corrente - PI 40,3ºC em Floresta - PE 40,3ºC em Pirapora - MG 40,2ºC em Paranã - TO 40,2ºC em Abaré (AGRODAN Bom Jesus) - BA 40,1ºC em Unaí - MG 40,1ºC em Lagoa da Confusão - TO 40,0ºC em Ipameri - GO 40,0ºC em Ipameri (Santo Antônio) - GO 40,0ºC em Crixás do Tocantins (Agropecuária 3 Irmãos) - TO 40,0ºC em São Raimundo Nonato - PI 40,0ºC em Canarana - MT 40,0ºC em Formoso do Araguaia - TO 40,0ºC em Gurupi - TO 40,0ºC em Santa Rosa do Tocantins - TO Algumas dessas estações tiverem ontem seus recordes mensais, ou até mesmo anuais, superados, especialmente as do norte de MG. Fonte: INMET, WeatherLink, Wunderground, Sigma Meteorologia
  23. Dia de grande amplitude térmica em Queimada Nova. Enquanto a mínima foi de 18,9°C, a máxima foi de 38,7°C. Foi a quarta menor mínima e a maior maior máxima do ano. Para setembro, essas foram as menores e as maiores temperaturas que já registrei desde 2016 (não tenho dados de 2019). Também foi a maior amplitude que já registrei em qualquer mês. Enfim, um dia interessante para os padrões daqui, depois de tanto tédio. Consegui registrar até um redemoinho de poeira.
  24. Bela floração de uma trepadeira "desconhecida" aqui em Queimada Nova. Ela é conhecida como "cipó-mole" por aqui, mas ao procurar por este nome a planta que encontrei foi diferente desta.
  25. Ainda sobre o ar frio no interior do Nordeste. Ontem a máxima na estação de Paulistana - PI (58 km daqui) foi de 28,0ºC. Esta foi a menor máxima para agosto desde 14/08/1994 (naquele dia a máxima foi de 26,6ºC). Um lugar que também tem tido uns dias bem frios é Senhor do Bonfim. A cidade do norte da Bahia, que tem 532 metros de altitude, passou 34 horas com temperatura abaixo de 20ºC entre sábado e domingo. No sábado, a máxima diurna foi de apenas 19,6ºC. Em relação a hoje, minha mínima foi de 18,8ºC com bastante vento. Foi a segunda menor mínima do ano. No Piauí, a menor mínima hoje foi de 13,3ºC em Caracol.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.