Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Tstorm

Advisors
  • Posts

    842
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    12

Everything posted by Tstorm

  1. Tivemos um dia 20 de maio frio e chuvoso por aqui. Em Queimada Nova, os acumulados nos meus 3 pluviômetros ficaram entre 19 e 52 mm, sendo que a média de maio é de uns 17 mm. A chuva mais volumosa ficou concentrada no sul do município (parte mais alta), com isso nossos rios e riachos encheram novamente conforme mostra o vídeo abaixo: VID-20220520-WA0112.mp4 Foi a primeira chuva volumosa depois de mais de um mês sem nada representativo. Aqui em Petrolina os acumulados variaram de 15,0 a 34,4 mm entre estações meteorológicas e pluviômetros do Cemaden ao redor da cidade. A máxima diurna foi de apenas 24,9ºC no INMET.
  2. Grande parte do norte de MG e sul da BA deve ter tido hoje a madrugada de maio mais fria do século 21 (e talvez para qualquer mês). Em Águas Vermelhas (seta vermelha) o registro foi de 4,2º às 10 UTC, pois a estação ficou o fim da madrugada fora do ar. O recorde da estação é de 3,1ºC em 09/07/2008, mas naquela data o registro às 10 UTC era de 5,4ºC, o que dá para supor uma marca de uns 2ºC na cidade hoje. Em Vitória da Conquista a mínima de 7,4ºC hoje foi a 9º menor já registrada na estação desde 1931, além da menor para maio desde 1935. 6,1ºC - 30/05/1935 6,2ºC - 21/07/2006 6,6ºC - 22/07/2006 6,7ºC - 28/08/1948 6,8ºC - 29/07/1944 7,0ºC - 27/07/1944 7,2ºC - 30/08/1948 7,3ºC - 28/09/1986 7,4ºC - 20/05/2022 7,4ºC - 27/07/1951 Destaque novamente para estação Correntina - BA (Fazenda Vale do Arrojado) com mínima de 6,3ºC.
  3. Choveu muito em alguns locais do semiárido piauiense entre a noite de ontem e a madrugada de hoje. Em Picos um pluviômetro particular registrou 90 mm, enquanto o INMET registrou 40,2 mm. A média mensal na cidade é de 38,8 mm. Em Paulistana foram 54,0 mm na convencional, mas choveu um pouco mais depois que o observador coletou os dados. A média em maio é de apenas 19,3 mm. Lá em Queimada Nova choveu 8 mm. Aqui em Petrolina tivemos uma chuva rápida pela manhã, foram 6,8 mm no Cemaden.
  4. Mínima de 7,9ºC em Correntina - BA (Fazenda Vale do Arrojado). Esta foi a menor temperatura já registrada em maio em qualquer estação do Nordeste na história, além da menor temperatura registrada na região desde 2006. Nos próximos dias a temperatura deve cair ainda mais no oeste baiano, o modelo canadense que previa entre 8 e 10ºC hoje na área hoje, indica temperaturas de até 5ºC amanhã com possibilidade de geada.
  5. Hoje houve a formação de alguns núcleos isolados na minha área. E o que mais me chamou atenção foi o deslocamente dos núcleos de noroeste para sudeste, algo que nunca tinha visto em um mês de maio aqui. O calor foi forte também, com a máxima chegando a 35,8ºC aqui em Petrolina. A frente fria deve provocar chuva forte entre quinta e sexta por aqui, o que é incomum para essa época do ano. A média dos membros modelo europeu indica 22 mm para sexta-feira em Queimada Nova, desde que acompanho esse tipo de previsão (ano passado) esta é a melhor previsão que já vi indicando para a cidade. No momento, há alguns núcleos na região. Já choveu 18,0 mm em uma Davis na zona rural de Petrolina.
  6. Tempo severo na cidade de Mucurici - ES, próxima a divisa com a BA e MG, por volta 18h de ontem (dia 17). No momento há núcleos muito fortes no extremo sul da Bahia.
  7. O destaque aqui no próximo evento será essa FF. E o mais incrível é que os modelos estão consistentes com essa previsão a muito tempo. Desde de que acompanho meteorologia, não me lembro de nenhuma previsão ou evento como esse. Lembrando que maio já faz parte do período seco na minha área. Para o sábado o GFS chega a prever 22,1ºC de máxima. Essa sim é uma previsão mais duvidosa.
  8. Por essa rodada (6z), os moradores do município de Brasilândia do Tocantins (lat: -8) teriam um dia 20 de maio bem inesquecível: máxima invertida de 23,6ºC com mínima de 15,4ºC às 15h da tarde!!! Enfim, não dá para levar esse modelo a sério a longo prazo, ainda mais nas rodadas de 6z e 18z.
  9. A vegetação já está com um aspecto muito seco devido a falta de chuvas aqui em Queimada Nova. Já fazem 27 dias que não chove com força aqui na zona rural do município, além disso todos os meses do ano até então terminaram com chuvas abaixo da média. Não só ar mata está seca, como também o ar. A UR, no último sábado, chegou a 21% em Paulistana - PI, estação mais próxima, e a apenas 18% em São Raimundo Nonato. Além disso, tem ventado bastante nos últimos dias, deixando a situação atual ainda mais característica do período seco. Mas ainda há uma esperança. A próxima FF deve favorecer a formação de chuva por aqui. Ainda está um pouco distante, mas tem previsão de chuva após o dia 19. Atual projeção do modelo europeu (média dos membros) indica 26,5 mm aqui até o fim da grade, quase tudo previsto para cair após o dia 19. Em maio de 2019, uma FF causou 25 mm no dia 16. Um acumulado desse seria muito bem-vindo atualmente, a média de maio é de aproximadamente 17 mm.
  10. Um pouco do monitoramento dos últimos dias aqui em Queimada Nova: Na sexta à tarde, depois de uma manhã com chuvas localizadas, tivemos diversas pancadas isoladas de chuva que chegaram a produzir algumas trovoadas nas redondezas. No sábado, as chuvas na região começaram durante a manhã já com trovoadas (primeira foto abaixo). No início da tarde, um núcleo forte avançou do leste e provocou 30 mm na zona urbana, mas no sítio na zona rural onde tirei as fotos foram só 3 mm. Ontem já foi um dia bem menos instável, o maior destaque foi esse belo arco-íris no fim de tarde. Durante a última noite caíram mais 5 mm na cidade. Ainda existe a possibilidade de alguma chuva durante o dia de hoje.
  11. Muito obrigado! Quanto a pergunta, é muito díficil fazer um ranking devido a falta de monitoramento adequado, especialmente nas cidades menores. A maioria até tem séries pluviômetréticas mas fica difícil chegar a uma conclussão comparando dados de séries de dados feitas com períodos de tempo diferentes. A cidade considerada mais seca do Brasil é Cabaceiras - PB, com 391,0 mm (1994-2021), mas pesquisando aletoriamente em cidades próximas de Cabaceiras encontrei Olivedos - PB (55 km ao norte) com uma média de 381,4 mm nesse mesmo período. Outra forte candidata a cidade mais seca é Chorrochó, norte da BA, que tem uma média de apenas 357,8 mm (1937-2019), mas com 26 anos de falhas de dados. Então, de modo geral, dar para definir apenas as regiões mais secas que incluem o cariri da PB e áreas vizinhas no PE, além da região do norte da Bahia e vale do São Francisco de Pernambuco. A primeira região é seca devido ao planalto da Borborema que impede o avanço da umidade marítima. Enquanto a segunda sofre porque nenhum sistema meteorológico provoca chuva de forma eficiente por lá, além do relevo plano que também não ajuda.
  12. Choveu muito em diversas áreas do vale do São Francisco durante a madrugada e começo da manhã de hoje. 06:30 (BRT) de hoje. Em Petrolina, o acumulado na rede do Cemaden chegou a 48,8 mm. Na zona rural de Juazeiro, uma davis registrou 66,0 mm, enquanto em Casa Nova - BA, outra davis teve 65,0 mm. Para ter noção da importância desses acumulados, a média de abril em Petrolina (INMET) é de 46,9 mm. Em outros locais, os acumulados devem ter sido bem superiores, como mostram as estimativas de precipitação por radar. Aqui em Queimada Nova choveu em alguns pontos da zona rural durante a manhã. E novamente os modelos subestimiram a intensidade das chuvas que caíram hoje, o que aumenta expectativas sobre as chuvas que estão previstas para cair entre sábado e segunda. Provavelmente serão as últimas da estação chuvosa.
  13. Abril vinha sendo um mês bem chato por aqui. Até que no fim da madrugada/início da manhã de segunda alguns núcleos bem fortes surgiram nas proximidades. 06:20 BRT de segunda (11/04). ] 04:00 BRT de segunda (11/04). Esses núcleos provocaram muita chuva especialmente em Remanso - BA, onde alguns relatos em redes sociais falavam em até 100 mm, o que é bem condizentes com as imagens de radar. Em Queimada Nova, a chuva (fraca) se concentrou ao leste. Foram 2 mm no pluviômetro da localidade São José. Na terça, a sorte mudou. No mesmo horário, alguns núcleos voltaram a se formar na minha área (até menos que segunda), mas dessa vez provocaram acumulados de 45 mm na localidade São José, 40 mm na localidade Pereiros e 9 mm na zona urbana. Esses acumulados são muito relevantes considerando que a média mensal é de ~ 69 mm. 05:30 BRT de terça (12/04) - conjunto de núcleos que provocou a chuva aqui era o único no interior do Nordeste naquele momento. 05:30 BRT de terça (12/04). A chuva de ontem foi a primeira chuva na cidade depois de 15 dias secos. E o mais curioso é que em ambos os dias havia no máximo uma previsão de chuvas fracas isoladas. Com a aproximação de uma frente fria, as previsões de chuva voltam para aqui no fim de semana.
  14. O trimestre JFM, que é o mais chuvoso do ano, terminou com chuvas abaixo da média em todos os meses aqui em Queimada Nova. Foi a primeira vez que isso aconteceu desde que iniciei meus registros em 2013. Janeiro terminou com 71 mm (média de 134 mm), fevereiro com 91 mm (média de 124 mm) e março com 128 mm (média de 142 mm). O acumulado do trimestre foi de 290,0 mm. Nos anos que tenho registro só 2019 (242 mm) e 2014 (272 mm) tiveram um acumulado menor em JFM. Mas a situação neste ano está melhor graças ao grande volume de chuvas no OND, além do que, apesar de abaixo da média, as chuvas estão relativamente regulares. Abril, por enquanto, segue no mesmo caminho, ainda não choveu nem há previsão de chuva para nenhum dos próximos 10 dias. A média do mês é de 68 mm. Foto da tarde de ontem, um dia de céu predominantemente ensolarado com poucas nuvens. A esperança fica por conta de possíveis temporais isolados no fim do mês. Dos últimos 9 anos, em 4 a chuva mais volumosa do ano ocorreu em abril. Na sexta pela manhã, um desses provocou 130 mm na zona rural de Massapê do Piauí, 125 km ao norte daqui. Fonte: https://cidadesnanet.com/news/municipios/massape-do-piaui/massape-do-piaui-registra-chuva-com-mais-de-2-horas-de-duracao-e-barragem-transborda-apos-14-anos-veja-fotos-e-videos/
  15. Na última noite, um núcleo bem forte passou ao norte de Petrolina. Aqui na cidade, a chuva foi muito fraca tendo um acumulado médio de 1,7 mm nos pluviômetros oficiais. Em uma estação localizada em uma fazenda a 22 km ao norte do centro da cidade o acumulado chegou a 53,8 mm. A estação foi instalada semana passada, então ignorem os acumulados mensais e anuais. Estimativa de precipitação nas últimas 24 horas. Na tarde de hoje voltamos a ter algumas pancadas de chuva ao redor da cidade. Como esta daqui: O acumulado de março em Petrolina está em 47,6 mm contra uma média de 79,7 mm. Lá em Queimada Nova março continua abaixo da média com 115 mm (choveu mais 2 mm hoje). Existe previsão de chuva à noite, o que pode melhorar a situação na minha área.
  16. Choveu novamente ontem e hoje em Queimada Nova. Ontem foram 28 mm na zona urbana, sendo 9 mm de madrugada e 19 mm à tarde. Foi uma chuva mais isolada como mostra a imagem de radar. No pluviômetro da localidade São José foram apenas 5 mm (de madrugada) e na localidade Pereiros nem choveu. Núcleo isolado às 14h00 (BRT) de ontem (16/03). Na madrugada e primeiras horas da manhã de hoje a chuva foi mais volumosa, acumulando 44 mm na localidade São José, 40 mm na cidade e 3 mm na localidade Pereiros. Imagem de radar das 01h50 (BRT) de hoje (17/03). Na seta, o núcleo que atingiu Queimada Nova. Assim estava a manhã de hoje por lá. Com essas chuvas, na cidade são 94 mm nos últimos 3 dias, e a situação que estava bem ruim em março, agora já está boa. Neste momento, são 113 mm em março.
  17. Queimada Nova teve uma terça-feira chuvosa. A chuva que caiu nas primeiras horas da tarde provocou grandes acumulados especialmente no sul do município. Na zona urbana foram 26 mm. No meu pluviômetro da localidade Pereiros, sul de Queimada Nova, o acumulado foi de 78 mm. O equivalente a ~ 55% da média mensal. Em outro pluviômetro próximo o acumulado chegou aos 136 mm. Já é a terceira vez dentro de um período de 32 dias (11/02 e 20/02) que a mesma área tem chuvas com acumulados superiores a 100 mm, baseado no radar e em informações de moradores dessa região que têm pluviômetro. Acumulados hoje em Queimada Nova - A área circulada em laranja teve mais de 100 mm hoje. No círculo vermelho choveu mais de 100 mm hoje e nos dias 11/02 e 20/02. Com as chuvas, nossos rios/riachos novamente encheram. No riacho que passa na propriedade da minha família foi a maior enchente desta estação chuvosa. A imagem abaixo mostra o mesmo riacho um pouco acima: A largura normal neste ponto é de aproximadamente 15 metros, mas estava com uns 110 metros de largura.
  18. Se o trimestre OND foi um espetáculo em Queimada Nova (395,0 mm contra uma média de ~ 159 mm), o mesmo até agora não pode se disser de JFM (trimestre mais chuvoso com média de ~ 399,0 mm). Tanto janeiro como fevereiro, terminaram com chuvas abaixo da média em Queimada Nova. Foi a primeira vez que isso aconteceu desde 2012 (ano mais seco do século). Acumulado anual: Zona urbana - 181 mm; Localidade Pereiros - 205 mm; Localidade São José - 206 mm. Março, por enquanto, está indo pelo mesmo caminho. O acumulado dos primeiros 14 dias do mês está em 19 mm na cidade, sendo que a média do mês é de ~ 141 mm. A situação deve melhorar um pouco nos próximos dias, pois existe previsão de muita chuva entre terça e quinta-feira, mas ainda assim acho difícil que março consiga superar a média do mês.
  19. ACUMULADOS DE PRECIPITAÇÃO EM FEVEREIRO DE 2022 NO PIAUÍ Fevereiro de 2022 foi abaixo da média na maioria do Piauí. Os maiores acumulados ficaram localizados na região de Teresina. Em Miguel Alves foram 381,2 mm, contra uma média de 261,6 mm (46% acima da média). Enquanto os menores ficaram na divisa com o Ceará, caso de São Julião com 34,0 mm e média mensal de 104,4 mm (67% abaixo da média). Mas em termos de anomalia negativa o caso mais grave foi o de Redenção do Gurgueia, no extremo sul do estado, que tem média de 259,7 mm mas só choveu 44,2 mm (83% abaixo da média). Na minha região do estado, chuvas volumosas pontuais deixaram muitas áreas com acumulados acima da média, enquanto áreas não beneficiadas por essas chuvas tiveram um mês abaixo da média. Em Queimada Nova, houve pontos do município que superaram os 200 mm, mas na zona urbana caíram só 91 mm (média é de 124 mm). A média dos meus pluviômetros ficou em 114 mm.
  20. Apesar da expectativa de chuva na sexta à noite, ela veio apenas apenas na forma de garoa, acumulando apenas 4 mm na zona urbana. A chuva forte se concentrou ao sul. Em algumas áreas da zona rural de Casa Nova - BA (círculo preto), os acumulados ultrapassaram facilmente os 100 mm baseado nas imagens de radar. Mas na tarde de sábado a sorte mudou, um núcleo localizado despejou muita chuva em cima de mim. Foram 56 mm, segunda chuva mais volumosa da estação chuva na localidade São José. A chuva, que caiu entre 14h20 e 15h20, foi muito intensa em alguns momentos, mas produziu poucas descargas elétricas. Na cidade a chuva foi mais fraca: apenas 15 mm. Na localidade Pereiros, 12 km ao sudeste da localidade São José, caiu somente 1 mm. Foi um núcleo localizado como pode-se observar nas imagens de radar. De domingo até hoje os dias foram de tempo seco em Queimada Nova. Para o restante da semana, existe possibilidade de chuva fraca em alguns dias.
  21. Hoje completam 12 dias que não chove por aqui. Ontem à noite alguns núcleos avançaram de sudeste, mas chegaram aqui só como uma garoa fraca sem acumular nada. Durante o avanço desses núcleos foi possível observar até uma frente de rajada pelo radar, algo que nunca tinha vista no radar de Petrolina. Hoje existe previsão que esses núcleos avancem para cá novamente. As imagens de satélite desta tarde no Nordeste estão muito bonitas por sinal.
  22. Oficialmente (à direita, a maior marca): MS - 44,6ºC Água Clara (INMET) - 05/10/2020 SP - 44,6ºC Ilha Solteira (UNESP) - 05/10/2020 GO - 44,3ºC Aragarças (INMET) - 09/10/2020 MT - 44,0ºC Cuiabá (INMET) - 30/09/2020 | Poxoréu (INMET) - 04/10/2020 e 09/10/2020 SC - 43,9ºC Criciúma (EPAGRI) - 25/12/2012 MG - 43,1ºC São Romão (INMET) - 08/10/2020 RJ - 43,1ºC Rio de Janeiro (INMET) - 14/01/1984 TO - 43,0ºC Palmas (INMET) - 25/10/2017 ES - 43,0ºC Cachoeiro do Itapemirim (INMET) - 31/10/2012 Fonte:
  23. As cinzas vulcânicas proporcionaram outro belo anoitecer ontem. Já haviam passado 44 minutos do pôr do sol e ainda havia claridade no horizonte: O anoitecer de sexta também estava muito bonito, com a combinação com os cirrus: Em relação ao tempo, já faz 8 dias que não chove e estamos tendo dias de predomínio de céu limpo e vento forte para época, parecendo mais a estação seca. O resultado disso é uma ótima geração eólica na região Nordeste e, por consequência, no Brasil, sendo a fonte responsável por 15% da energia gerada no país hoje, números semelhantes aos que são registrados no período seco. A título de curiosidade, Queimada Nova divide com outros dois municípios piauiense, o maior complexo eólico da América Latina (dá para ver alguns dos aerogeradores na segunda foto).
  24. ACUMULADOS DE PRECIPITAÇÃO EM JANEIRO DE 2022 NO PIAUÍ Janeiro de 2022 foi, de modo geral, dentro da média no Piauí, com áreas no estado abaixo, dentro e acima da média. O maior destaque positivo foi a divisa sul com estado do Ceará, que é uma das áreas mais secas do estado e teve seu mês mais chuvoso desde março de 2020. Mas em termos de maiores acumulados, novamente o norte do estado se destacou. Queimada Nova ficou dentro da área com chuva abaixo da média em janeiro. Na zona urbana, o acumulado de 71 mm representa 53% da média mensal, mas ainda foi acima da mediana do mês que é de 31 mm (2013-2021). Nos outros pluviômetros do município choveu ainda menos.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.