Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2016

Recommended Posts

Tópico para Monitoramento de Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste e Central - 2016

 

==============================================================================================================================

 

Informações Básicas:

Período: De 15 de Maio de 2016 (Pacífico Leste); 1 de Junho de 2016 (Atlântico) a 30 de Novembro de 2016

Cobertura: Todo Atlântico Norte e Pacífico até 140 graus Oeste de Latitude.

Órgão Responsável por Monitorar: National Hurricane Center (NOAA - Miami/EUA)

Sufixo para INVEST: "L" no Atlântico e "E" no Pacífico Leste

Classificação de Fases: Depressão Tropical (Até 62km/h); Tempestade Tropical (63 a 118km/h); Furacão Cat.1 (119 a 153km/h); Furacão Cat.2 (154 a 177km/h); Grande Furacão Cat.3 (178 a 208km/h); Grande Furacão Cat.4 (209 a 251km/h); Grande Furacão Cat. 5 (Acima de 252km/h).

 

 

Lista de nomes para a temporada de 2016 no Atlântico:

Alex, Bonnie, Colin, Daniele, Earl, Fiona, Gaston, Hermine, Ian, Julia, Karl, Lisa, Matthew, Nicole, Otto, Paula, Richard, Shary, Tobias, Virginie, Walter

 

Lista de nomes para a temporada de 2016 no Pacífico Leste:

Agahta, Blas, Celias, Darby, Estelle, Frank, Georgette, Howard, Ivette, Javier, Kay, Lester, Madeline, Newton, Orlene, Paine, Roslyn, Seymour,Tina, Virgil, Winifred, Xavier, Yolanda, Zeke.

 

=================================================================================================================

 

Eventualmente alguns sistemas se formam entre as Latitudes 140 e 180 graus a Oeste, fora do limite do Pacifico Leste. Essa área é conhecida como Pacífico Central. Na designação de INVEST aparece com o sufixo "C". Essa bacia é monitorada pelo CPHC (Central Pacífic Hurricane Center) em Honolulu no Havaí. Assim como no Atlântico, sua temporada vai de 1 de Junho a 30 de novembro. Qualquer sistema que se forme nessa bacia, preferencialmente será postado nesse tópico.

 

Lista dos próximos 8 Nomes para o Pacífico Central:

Pali, Ulika, Walaka, Akoni, Ema, Hone, Iona, Keli.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Centro Nacional de Furacões do Pacífico Central (CPHC) confirmou as 13:00 Horário de Brasília (5:00 no Havaí), que a Depressão Tropical 09 que havia se formado em 30 de Dezembro, próximo a Linha Internacional de Data, morreu.

 

Ambiente extremamente hostil, com fortes ventos de cisilhamento impediram qualquer tentativa do sistema se fortalecer, apesar das águas extremamente quentes do Pacífico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Efeito El Ninõ:

 

Um novo distúrbio está sendo monitorado no Pacífico Central para desenvolvimento nos próximos dias. Este sistema ganhou classificação de INVEST 90C. No momento há 50% de chances nos próximos 2 dias para se desenvolver em uma depressão tropical, segundo o CPHC.

 

Este distúrbio, caso se forme, não será ameaça a nenhuma ilha da região.

 

Vale lembrar, que assim como no Atlântico Norte e Pacífico Leste, a temporada se encerrou em 30 de Novembro do ano passado, e só retorna em junho apenas.

 

sof7xb4.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

A temporada de 2016 pode começar bem cedo, assim como ocorreu em 1938, 1951, 1954/1955*, 1978, 2005/2006*.

Um sistema de baixa pressão extratropical que está localizado próximo das Bermudas, está sendo acompanhado pelo NHC, pois existe a possibilidade de fazer transição para um ciclone subtropical ou tropical nos próximos dias.

Primeiro nome na lista é Alex.

 

QntjEb9.png

 

*Em 1954/1955 e 2005/2006 as tempestades se formaram no final de Dezembro, mas estiveram ativas até o começo de Janeiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tempestade tropical Pali se formou no Pacífico Central.

Não deve ameaçar nenhuma localidade.

 

7lGmt25.jpg

 

ivHG6xC.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pali está perdendo força no Pacífico Central, devido a grande quantidade de shear. Apesar disso, imagens de satelite desta tarde no Brasil, mostram novas trovoadas se desenvolvendo em torno da circulação da tempestade.

 

A previsão do CPHC indica que Pali seja rebaixada a depressão novamente neste domingo, e vire pós-tropical posteriormente.

 

jJNCxq2.gif

 

 

Enquanto isso no Atlântico o Ciclone Extratropical segue sendo monitorado pelo National Hurricane Center para desenvolvimento em um ciclone subtropical ou tropical na próxima semana. Por enquanto há somente 30% de chances em 5 dias.

 

Apesar de ser Extratropical, este ciclone provocou muita chuva e vento nas Bermudas. O Aeroporto Internacional de Hamilton registrou mais de 50mm, com rajadas que chegaram a 96km/h.

 

5WuTIr3.gif

 

Dados de Ciclofase do GFS sugerem uma transição deste ciclone para núcleo quente em baixo e frio em altos níveis (subtropical) por volta da terça ou quarta da semana que vem, com uma possível transição para tropical (quente em todos os níveis), na quinta-feira.

 

RnC5W8r.png

bBrGZfK.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pali surpreende e se torna um furacão de categoria 1.

O ciclone é o que mais cedo já se formou desde o começo dos registros na história do Pacífico Central e também o mais forte.

Tarawa do Sul no Kiribati, deve monitorar esse ciclone.

 

iM5g3z9.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

NHC segue monitorando o sistema na região central do Atlântico devido ao possível desenvolvimento em um ciclone subtropical ou tropical nos próximos dias.

 

63pSWO2.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

NHC pode atualizar nas próximas horas o INVEST 90L para uma tempestade subtropical.

Caso Alex se forme, será o primeiro ciclone tropical a se formar em Janeiro desde 1978.

Açores deve acompanhar esse sistema, pois fortes ventos são esperados nesta quinta e sexta.

 

JUJHVKT.gif

 

5v51T2x.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

TEMPESTADE SUBTROPICAL ALEX SE FORMA NO ATLÂNTICO.

 

NHC will initiate advisories on Subtropical Storm Alex, located over the far eastern Atlantic Ocean, at 4 pm EST/2100 UTC.

@NHC_Atlantic

Share this post


Link to post
Share on other sites

BULLETIN

SUBTROPICAL STORM ALEX ADVISORY NUMBER 1

NWS NATIONAL HURRICANE CENTER MIAMI FL AL012016

500 PM AST WED JAN 13 2016

 

...OUT OF SEASON SUBTROPICAL STORM FORMS OVER THE FAR EASTERN

ATLANTIC...

 

 

SUMMARY OF 500 PM AST...2100 UTC...INFORMATION

----------------------------------------------

LOCATION...27.1N 30.8W

ABOUT 785 MI...1260 KM SSW OF THE AZORES

MAXIMUM SUSTAINED WINDS...50 MPH...85 KM/H

PRESENT MOVEMENT...NE OR 55 DEGREES AT 14 MPH...22 KM/H

MINIMUM CENTRAL PRESSURE...990 MB...29.24 INCHES

 

 

WATCHES AND WARNINGS

--------------------

Interests in the Azores should monitor the progress of Alex.

 

 

[spoil]BULLETIN

SUBTROPICAL STORM ALEX ADVISORY NUMBER 1

NWS NATIONAL HURRICANE CENTER MIAMI FL AL012016

500 PM AST WED JAN 13 2016

 

...OUT OF SEASON SUBTROPICAL STORM FORMS OVER THE FAR EASTERN

ATLANTIC...

 

 

SUMMARY OF 500 PM AST...2100 UTC...INFORMATION

----------------------------------------------

LOCATION...27.1N 30.8W

ABOUT 785 MI...1260 KM SSW OF THE AZORES

MAXIMUM SUSTAINED WINDS...50 MPH...85 KM/H

PRESENT MOVEMENT...NE OR 55 DEGREES AT 14 MPH...22 KM/H

MINIMUM CENTRAL PRESSURE...990 MB...29.24 INCHES

 

 

WATCHES AND WARNINGS

--------------------

Interests in the Azores should monitor the progress of Alex.

 

 

DISCUSSION AND 48-HOUR OUTLOOK

------------------------------

Satellite images indicate that the low pressure system over the

eastern Atlantic has developed into a subtropical storm.

At 500 PM AST (2100 UTC), the center of Subtropical Storm Alex was

located near latitude 27.1 North, longitude 30.8 West. The storm is

moving toward the northeast near 14 mph (22 km/h), and a turn

toward the north with an increase in forward speed is expected over

the next 48 hours.

 

Maximum sustained winds are near 50 mph (85 km/h) with higher gusts.

Little change in strength is forecast during the next 48 hours, and

Alex is expected to become an extratopical cyclone before reaching

the Azores on Friday.

 

Winds of 40 mph extend outward up to 140 miles (220 km) from the

center.

 

The estimated minimum central pressure is 990 mb (29.24 inches).

 

 

HAZARDS AFFECTING LAND

----------------------

WIND: Gale force winds are expected to begin over portions of

Azores by late Thursday or early Friday.

 

RAINFALL: Alex is expected to produce total rain accumulations of

3 to 5 inches over the Azores through Friday, with possible

isolated maximum amounts of 7 inches. These rains may produce

life-threatening flash floods and mud slides.

 

 

NEXT ADVISORY

-------------

Next complete advisory at 1100 PM AST.

 

$$

Forecaster Pasch

 

 

 

SUBTROPICAL STORM ALEX DISCUSSION NUMBER 1

NWS NATIONAL HURRICANE CENTER MIAMI FL AL012016

500 PM AST WED JAN 13 2016

 

Curved bands of cloudiness and showers/thunderstorms associated with

the low pressure system over the eastern subtropical Atlantic have

become better defined over the past 24 hours. Although the

convection is not very deep, it is likely of at least moderate

intensity given the relatively shallow tropospause over the area.

Given the increased organization, and the apparent dissipation of

nearby frontal features, advisories are being initiated at this

time. The cyclone is co-located with an upper-level low, and

appears to have only a weak warm core, so it is being designated

as a subtropical storm. The current intensity is set to 45 kt in

agreement with an earlier scatterometer overpass. A ship traversed

the northern portion of the circulation earlier today and did not

observe winds of tropical storm force and this is reflected in the

advisory wind radii.

 

The cyclone has been turning toward the left as it moves in the

flow on the east side of a shortwave trough, and the initial motion

is northeastward or 055/12 kt. The trough is expected to continue

to swing counterclockwise around a broader mid-latitude cyclonic

gyre, and this should result in Alex turning northward and

north-northwestward over the next several days. The official

forecast track follows the dynamical model consensus.

 

Although the shear is not forecast to become very strong over the

next several days, the cyclone will be moving over progressively

colder waters. Therefore no increase in strength is shown for the

next day or so. In the latter part of the forecast period, some

strengthening is possible due to baroclinic processes. By 96

hours, the global models show the cyclone merging or becoming

absorbed by another extratropical low at high latitudes.

 

Alex is expected to become an extratropical cyclone by the time it

passes near or over the Azores, so no tropical storm warnings are

being issued for those islands. However, gale force winds are

likely to affect portions of the Azores beginning late on Thursday

or early on Friday.

 

Alex is the first tropical or subtropical storm to form in January

since an unnamed system did so in 1978, and is only the fourth known

to form in this month in the historical record that begins in 1851.

 

FORECAST POSITIONS AND MAX WINDS

 

INIT 13/2100Z 27.1N 30.8W 45 KT 50 MPH

12H 14/0600Z 28.9N 29.7W 45 KT 50 MPH

24H 14/1800Z 32.0N 28.2W 45 KT 50 MPH

36H 15/0600Z 36.3N 27.5W 45 KT 50 MPH

48H 15/1800Z 42.3N 28.2W 50 KT 60 MPH...POST-TROP/EXTRATROP

72H 16/1800Z 56.0N 34.0W 50 KT 60 MPH...POST-TROP/EXTRATROP

96H 17/1800Z...ABSORBED

 

$$

Forecaster Pasch[/spoil]

 

GrgC2lU.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeira vez desde o começo dos registros que o NHC e CPHC emitem avisos em Janeiro ao mesmo tempo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alex se fortaleceu para furacão de categoria 1.

O ciclone é o segundo furacão já registrado em Janeiro, pois somente em 1938 tivemos esse registro.

 

MODIS Band 3-6-7 satellite image of the core of Hurricane Alex

@StuOstro

 

GRw2vzM.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

E deve atingir os Açores, com destaque para Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, aprox. 30.000 habitantes e que estarão recebendo chuvas e ventos fortes a barlavento. Ou seja, inundação devido as grandes ondas e muita água descendo as colinas.

QE5gUw5.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avisos meteorológicos pro grupo central de Ilhas dos Açores

CB3Z1Lv.png

 

Essa faixa de nuvens é um sistema frontal?

LmctKoH.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
A temporada de 2016 pode começar bem cedo, assim como ocorreu em 1938, 1951, 1954/1955*, 1978, 2005/2006*.

Um sistema de baixa pressão extratropical que está localizado próximo das Bermudas, está sendo acompanhado pelo NHC, pois existe a possibilidade de fazer transição para um ciclone subtropical ou tropical nos próximos dias.

Primeiro nome na lista é Alex.

*Em 1954/1955 e 2005/2006 as tempestades se formaram no final de Dezembro, mas estiveram ativas até o começo de Janeiro.

 

Depois de um bom tempo sem navegar e postar no BAZ, fiquei lendo com carinho este post e resolvi pesquisar como foram os anos em que a temporada começou cedo.

E o que eu descubro? Que em todos estes anos a neve foi bonita no RS e SC!

Ok, sei que posso apanhar por esta observação pouco profissional e apaixonada.

Coincidência? Pode ser. Até um relógio quebrado marca a hora certa duas vezes por dia... :good2:

Mas vale como curiosidade.

 

http://caxiaspormancuso.blogspot.com.br/2013/08/neve-em-caxias-dia-26-de-agosto-de-2013.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Neve_no_Brasil

http://www.metsul.com/secoes/visualiza.php?cod_subsecao=32&cod_texto=249

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depois de um bom tempo sem navegar e postar no BAZ, fiquei lendo com carinho este post e resolvi pesquisar como foram os anos em que a temporada começou cedo.

E o que eu descubro? Que em todos estes anos a neve foi bonita no RS e SC!

Ok, sei que posso apanhar por esta observação pouco profissional e apaixonada.

Coincidência? Pode ser. Até um relógio quebrado marca a hora certa duas vezes por dia... :good2:

Mas vale como curiosidade.

 

Pode quebrar a cara, mas a comparação é válida... Quem sabe lá na frente, ainda mais com tendência de Neutralidade à La Ninã.

 

De qualquer forma Alex é um furacão fora do contexto comum... Ganhou força e simetria e em águas "frias" para ciclones tropicais. Com certeza será analisado melhor pelos "especialistas" futuramente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Imagens de Satelite mostram que Alex está começando a perder suas características tropicais.

 

Dá pra notar, que o CDO que havia formado já se desintegrou, e não há mais novas áreas de convecção crescendo em torno do olho.

 

Ftva9lV.gif

 

Um fator importante para a desintegração do olho, é que Alex começa a entrar em "Águas Frias". Com temperaturas em torno de 20ºC, o que começa a favorecer sua transição para um Ciclone Extratropical. Vale lembrar, que Alex se tornou um furacão com SST de 22-23ºC, cerca de 3 a 4 graus a menos da temperatura mínima ideal para a formação de ciclones tropicais.

 

j2o9I4d.png

 

Análise de Ciclofase mostra claramente que Alex assumiu núcleo quente em alta e baixa troposfera, o que mesmo com uma SST tão baixa, fez que ganhasse status de furacão.

 

gA050dG.png

BX0195c.png

 

As Ilhas de Açores já começam a se preparar para os impactos de Alex.

 

Ventos com força de Tempestade Tropical já são sentidos. O Aeroporto de Santa Maria registrou rajadas de 70km/h por volta das 18h (Brasília). Amanhã cedo, ventos com força de furacão são esperados.

 

Resumo dos Impactos:

 

HAZARDS AFFECTING LAND

----------------------

WIND: Tropical-storm-force winds are expected to begin over

portions of the Azores during the next several hours. Hurricane

conditions are expected to spread over the central Azores by early

Friday.

 

Wind speeds atop and on the windward sides of hills and mountains

are often up to 30 percent stronger than the near-surface winds

indicated in this advisory, and in some elevated locations could be

even greater.

 

RAINFALL: Alex is expected to produce total rain accumulations of

3 to 5 inches over the Azores through Friday, with possible

isolated maximum amounts of 7 inches. These rains could produce

life-threatening flash floods and mud slides.

 

STORM SURGE: A dangerous storm surge is expected to produce

significant coastal flooding near and to the east of the center of

Alex. Near the coast, the surge will be accompanied by large and

destructive waves.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enquanto isso no Pacífico Central, Pali agora é uma depressão tropical.

 

Embora Pali esteja sobre um ambiente perfeito, com calor e atmosfera favorável, o ciclone encontra-se muito próximo da Linha do Equador, com isso sendo influenciado pelo Efeito Coriolis, o que lhe faz enfraquecer.

 

Expectativa é que Pali vire pós-tropical esta noite no Brasil.

 

ijq9t1t.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alex agora é rebaixada a Tempestade Tropical pelo NHC.

 

Apesar disso, fortes ventos atingem as Ilhas Açores. O Aeroporto de Ponta Delgada, as 9h30 em Brasília, registrou rajadas de 90km/h, com 999hpas de pressão.

 

Avisos e Alertas de Tempestade Tropical e Furacão, foram descontinuados no arquipélago português.

 

 

=====================================================================

 

No Pacífico Central, Pali virou pós-tropical.

Share this post


Link to post
Share on other sites

ADEUS ALEX!

 

 

BULLETIN

POST-TROPICAL CYCLONE ALEX ADVISORY NUMBER 9

NWS NATIONAL HURRICANE CENTER MIAMI FL AL012016

500 PM AST FRI JAN 15 2016

 

...ALEX BECOMES EXTRATROPICAL...

...THIS IS THE LAST ADVISORY...

 

 

SUMMARY OF 500 PM AST...2100 UTC...INFORMATION

----------------------------------------------

LOCATION...43.0N 27.8W

ABOUT 290 MI...470 KM N OF TERCEIRA IN THE AZORES

MAXIMUM SUSTAINED WINDS...70 MPH...110 KM/H

PRESENT MOVEMENT...N OR 350 DEGREES AT 40 MPH...65 KM/H

MINIMUM CENTRAL PRESSURE...986 MB...29.12 INCHES

 

gndV86J.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse Ciclone Alex foi fantástico, se formou praticamente no paralelo 30N, sendo que é o auge do inverno no hemisfério norte, incrível !

Share this post


Link to post
Share on other sites
Depois de um bom tempo sem navegar e postar no BAZ, fiquei lendo com carinho este post e resolvi pesquisar como foram os anos em que a temporada começou cedo.

E o que eu descubro? Que em todos estes anos a neve foi bonita no RS e SC!

Ok, sei que posso apanhar por esta observação pouco profissional e apaixonada.

Coincidência? Pode ser. Até um relógio quebrado marca a hora certa duas vezes por dia... :good2:

Mas vale como curiosidade.

 

http://caxiaspormancuso.blogspot.com.br/2013/08/neve-em-caxias-dia-26-de-agosto-de-2013.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Neve_no_Brasil

http://www.metsul.com/secoes/visualiza.php?cod_subsecao=32&cod_texto=249

Espero que não seja apenas coincidência e que faça muito frio em 2016, além de boas nevadas. :good2:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Começa hoje oficialmente a Temporada de Furacões no Pacífico Leste.

 

E logo no primeiro boletim, uma área de distúrbio associada a pancadas e trovoadas está sendo monitorada pelo NHC em alto-mar. Devido as condições hostis em altos níveis da atmosfera, seu desenvolvimento é praticamente improvável. Há 10% de chances em 5 dias apenas.

 

qFvaoFh.png

 

Apesar do desenvolvimento da La Ninã, o Serviço Meteorológico do México, está prevendo uma temporada dentro do normal, com a formação de 17 Tempestades Tropicais, 9 Furacões e 4 Grandes Furacões.

 

No Atlântico e Pacífico Central (que já tiveram Furacões em Janeiro) a temporada começa oficialmente em 1 de Junho

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×