Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste - 2015

Recommended Posts

TRIO PARADA DURA NO PACÍFICO!

 

Bela Imagem de Satélite, mostrando três furacões (simétricos com olho) ativos no Pacífico agora: Kilo, Ignácio e Jimena (da esq. para dir.)

 

RtI4HoW.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sensacionais as tuas análises Rodolfo e Felipe!! :good:
:friends:

 

 

Jimena e Ignacio passaram por rápida intensificação e ambos neste momento estão na categoria 4.

Ignacio segue sendo uma possível ameaça para o Havaí e Jimena não está prevista para ameaçar no momento nenhuma localidade.

Jimena pode se intensificar para categoria 5 dentro das próximas 24 horas.

Kilo se fortaleceu para furacão de categoria 1 e pode passar nos próximos dias por rápida intensificação e chegar próximo ou na categoria 5.

 

B8XwaYx.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sensacionais as tuas análises Rodolfo e Felipe!! :good:

 

Estamos aí, sempre de olho nos trópicos pelo mundo :ok:

 

------------------------------------------------------------------------------------

 

Enquanto isso no Atlântico, os restos de Erika seguem sendo monitorados pelo NHC, tendo 40% de chances de se regenerarem em tempestade tropical, antes de chegar a costa norte da Florida.

 

Já na costa da África, o INVEST 99-L tem agora 90% de chances de desenvolvimento. Provável depressão tropical se formará amanhã ou na segunda-feira. Na evolução em tempestade tropical, ganhará o nome de "Fred".

 

qciBkO5.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Já na costa da África, o INVEST 99-L tem agora 90% de chances de desenvolvimento. Provável depressão tropical se formará amanhã ou na segunda-feira. Na evolução em tempestade tropical, ganhará o nome de "Fred".

 

qciBkO5l.png

Nossa! Tão próximo d'África!!! Mesmo a chance de desenvolvimento em 2 dias é alta (70%)

Soube de furacões que atingiram as Canárias e o Marroco.

N'essa região da Guiné/Cabo verde já houve landfall de sistemas tropicais, ou haveria chance de ocorrer "landfall" de sentido oeste-leste?

 

Update:

 

Fiz uma pesquisinha rápida e encontrei sobre esse (Christine, 1973)

uGQAk05l.png

que se formou sobre o continente como depressão tropical.

 

E esse sem nome, de setembro de1892, que atravessou Cabo Verde como furacão, que consta no site do NHC mas não encontrei em outras fontes.

CP7ehbcl.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Soube de furacões que atingiram as Canárias e o Marroco.

N'essa região da Guiné/Cabo verde já houve landfall de sistemas tropicais, ou haveria chance de ocorrer "landfall" de sentido oeste-leste?

 

Segundo o Mapa do NOAA, não há registro de sistemas tropicais atingindo as Ilhas Canárias ou Marrocos.

 

0UijqRT.png

 

Christine como mencionastes é o sistema tropical que mais a leste se formou em todos os tempos no Atlântico, sendo classificada em depressão, quando seu centro ainda estava sobre a Guiné. Portanto já houve um "Landfall ao inverso" de um sistema tropical na África.

 

PYEKyLt.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Segundo o Mapa do NOAA, não há registro de sistemas tropicais atingindo as Ilhas Canárias ou Marrocos.

Estava dizendo da Tempestade "Delta" de 2005, que atravessou as Canárias como depressão tropical, porém causando danos condizentes com bem mais do que isso. Se formou em alto atlântico e moveu-se na direção inusual hora oeste e hora sul com um aspecto de tempestade tropical muito bem evoluída.

dw8UUy7l.png

8omUFLWl.gif

LrqeWq6l.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

E por falar em aspecto, INVEST 99L pode até já ser uma depressão tropical:

MFMBXe3.png

CwAvIxb.jpg

 

Mas os modelos não dão vida longa pra ele.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tempestade tropical Fred se formou próximo da costa africana.

O ciclone pode afetar Cabo Verde como tempestade tropical.

 

CKBGaQD.gif

 

NErZ2jI.gif

 

 

TROPICAL STORM FRED DISCUSSION NUMBER 2

NWS NATIONAL HURRICANE CENTER MIAMI FL AL062015

500 AM AST SUN AUG 30 2015

 

The convective cloud pattern of the tropical cyclone has continued

to improve this early morning with the development of a small CDO

feature and a tightly curved band in the western and southern

quadrants. A 0542 UTC SSMI/S microwave satellite image further

indicated that the convective band wraps almost completely around a

primitive mid-level eye feature. The initial intensity is raised to

35 kt based on a Dvorak classification of T2.5/35 kt from TAFB, and

this intensity could be conservative based on the impressive SSMI/S

satellite signature. This makes Fred only the fourth Atlantic

tropical storm to form east of 19W longitude in NHC's database.

 

The initial motion remains 305/10 kt. There is no change to the

previous forecast track reasoning. Fred is expected to move

northwestward toward a weakness just northwest of the Cape Verde

Islands within a deep-layer subtropical ridge. The mid-tropospheric

trough that is responsible for the weakness is forecast by the

global and regional models to shift eastward over the next 24-36

hours, which should allow the ridge to build back in, forcing Fred

on a west-northwestward to westward track after 48-72 hours. The

latest NHC model guidance is tightly packed about the previous

forecast track, so the new track forecast is essentially just an

update of the previous advisory, and lies close to the GFEX and TVCA

consensus model solutions.

 

Fred is expected to remain in favorable environmental and oceanic

conditions for the next 36 hours, characterized by vertical wind

shear less than 10 kt, mid-level humidity values greater than 70

percent, and sea-surface temperatures of 27.5-28 deg C. The main

inhibiting factor is decreasing instability ahead of the cyclone

after 24 hours. However, there should still be enough available

instability to support deep convection that will allow at least

steady strengthening through 36 hours to occur, and Fred could still

reach hurricane status before or while it moves through the Cape

Verde Islands in 36 hours or so. After 48 hours, southwesterly

vertical wind shear is expected to begin affecting the cyclone while

Fred is moving over sub-27C SSTs. These less favorable conditions

should combine to induce a gradual weakening trend. The NHC

intensity forecast is similar to the previous advisory and the IVCN

intensity consensus model.

 

FORECAST POSITIONS AND MAX WINDS

 

INIT 30/0900Z 12.4N 18.9W 35 KT 40 MPH

12H 30/1800Z 13.4N 20.3W 45 KT 50 MPH

24H 31/0600Z 14.6N 22.1W 55 KT 65 MPH

36H 31/1800Z 16.0N 23.9W 60 KT 70 MPH

48H 01/0600Z 17.0N 25.8W 60 KT 70 MPH

72H 02/0600Z 18.5N 29.9W 60 KT 70 MPH

96H 03/0600Z 19.2N 34.0W 55 KT 65 MPH

120H 04/0600Z 19.8N 38.8W 50 KT 60 MPH

Share this post


Link to post
Share on other sites

Atualização do NHC ao 12h agora fortaleceu Fred.

 

SUMMARY OF 1100 AM AST...1500 UTC...INFORMATION

-----------------------------------------------

LOCATION...13.4N 19.9W

ABOUT 260 MI...420 KM ESE OF PRAIA IN THE CAPE VERDE ISLANDS

MAXIMUM SUSTAINED WINDS...50 MPH...85 KM/H

PRESENT MOVEMENT...NW OR 310 DEGREES AT 12 MPH...19 KM/H

MINIMUM CENTRAL PRESSURE...1003 MB...29.62 INCHES

 

Agora Fred é esperado para passar sobre Cabo Verde como um Furacão... Com isso "Hurricane Warnings" foram emitidos.

 

WATCHES AND WARNINGS

--------------------

CHANGES WITH THIS ADVISORY:

 

The Meteorological Service of the Cape Verde Islands has issued a

Hurricane Warning for the Cape Verde Islands. This replaces the

Tropical Storm Warning and Hurricane Watch that were previously in

effect.

 

SUMMARY OF WATCHES AND WARNINGS IN EFFECT:

A Hurricane Warning is in effect for...

* Cape Verde Islands

Share this post


Link to post
Share on other sites
Segundo o Mapa do NOAA, não há registro de sistemas tropicais atingindo as Ilhas Canárias ou Marrocos.

Estava dizendo da Tempestade "Delta" de 2005, que atravessou as Canárias como depressão tropical, porém causando danos condizentes com bem mais do que isso. Se formou em alto atlântico e moveu-se na direção inusual hora oeste e hora sul com um aspecto de tempestade tropical muito bem evoluída.

 

Ahh sim... Sobre o Nordeste da África isso realmente pode acontecer, agora na região da Guiné, Senegal, isso é meio impossível.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tempestade Tropical Fred

 

Encaminhando-se pra seguir a mesma rota/intensidade que a tempestade de 1892, quando atravessou Cabo Verde, pelo menos nesse início de semana.

Não me lembro de, em eras de satélite, uma tempestade apresentar esse aspécto ciclônico tão próximo da costa das Guinés.

 

EXLNFFSl.gif

3X0xuhIl.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fred segue ganhando força e já tem ventos sustentados de 100km/h, segundo o último aviso do NHC.

 

SUMMARY OF 500 PM AST...2100 UTC...INFORMATION

----------------------------------------------

LOCATION...14.4N 21.3W

ABOUT 150 MI...245 KM ESE OF PRAIA IN THE CAPE VERDE ISLANDS

MAXIMUM SUSTAINED WINDS...65 MPH...100 KM/H

PRESENT MOVEMENT...NW OR 310 DEGREES AT 16 MPH...26 KM/H

MINIMUM CENTRAL PRESSURE...998 MB...29.47 INCHES

 

 

Fred deverá atingir status de furacão esta noite. De fato, impressiona a rapidez que Fred ganha força no leste do Atlântico, como comentado pelo Tavares. Ruim para Cabo Verde, que deverá experimentar um furacão nas próximas horas.

 

Logo após passar por Cabo Verde, Fred deverá enfraquecer muito, devido a grande quantidade de ar seco e poeira vinda do Saara.

 

ThjoZsE.jpg

 

 

Enquanto isso os restos de Erika segue extremamente mal-organizados, e qualquer chance de desenvolvimento é remota. O NHC dá apenas 10% de chances. Mesmo desorganizado, os restos de Erika trazem chuva forte para a Flórida e Cuba.

 

8WXStYW.gif

 

 

No Pacífico 3 GRANDES FURACÕES seguem ativos.

 

Jimena que pode chegar a Categoria 5, Ignácio que irá passar a norte do Havaí nessa terça, mas a ilha sentirá os efeitos (Tropical Storm Watches estão ativos), e Kilo mais a oeste.

 

m3kdgSw.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fred está muito próximo de ser classificado de Furacão... Tem ventos de 110km/h no momento.

 

SUMMARY OF 800 PM AST...0000 UTC...INFORMATION

----------------------------------------------

LOCATION...14.9N 21.8W

ABOUT 115 MI...185 KM E OF PRAIA IN THE CAPE VERDE ISLANDS

MAXIMUM SUSTAINED WINDS...70 MPH...110 KM/H

PRESENT MOVEMENT...NW OR 310 DEGREES AT 16 MPH...26 KM/H

MINIMUM CENTRAL PRESSURE...995 MB...29.38 INCHES

 

 

Nas imagens de Satelite, Fred tem uma circulação bem estruturada, com um ótimo CDO definido. Provavelmente será elevada a furacão no aviso da 0h00 ou das 3h00... Sistema já está batendo na porta das Ilhas Cabo Verde.

 

kBbl2gO.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tempestade Tropical Fred

 

Encaminhando-se pra seguir a mesma rota/intensidade que a tempestade de 1892, quando atravessou Cabo Verde, pelo menos nesse início de semana.

Não me lembro de, em eras de satélite, uma tempestade apresentar esse aspécto ciclônico tão próximo da costa das Guinés.

 

 

Olha o que o NHC acabou de divulgar Tavares:

 

"According to the official Atlantic tropical cyclone record, which

begins in 1851, Fred is the first hurricane to pass through the Cape

Verde Islands since 1892. We caution, however, that the database is

less reliable prior to the satellite era (mid 1960s onward)."

 

======================================================

 

Fred segue atuando como furacão sobre Cabo Verde nesse momento.

 

yRRTKTw.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bela Imagem publicada no Site da Globo.com

 

Três Grandes Furacões em atividade no Pacífico neste domingo (Kilo, Ignácio e Jimena da esq. para direita).

 

Vale lembrar que é a primeira vez que isso acontece, o que só mostra o poder deste El Ninõ!

 

qX03jYd.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vale lembrar que é a primeira vez que isso acontece, o que só mostra o poder deste El Ninõ!

E Kilo, que era a tempestade mais coadjuvante que tava indo do nada pra lugar algum aparece atingindo TÓQUIO de frente na manhã do dia 12!

 

2QlHbVJ.png

 

E pode, antes d'isso atingir a Categoria 5.

u75t20uh.png

 

Mas isso é papo pr'outro tópico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

ATUALIZANDO TRÓPICOS:

 

No Atlântico, alguma movimentação somente no leste da bacia. Após passar sobre Cabo Verde e deixar 50 pessoas desabrigadas, Fred segue a oeste e resiste bravamente ao ar seco e shear e se mantem com status de Tempestade Tropical. A expectativa é que se decipe nessa sexta ou final de semana.

 

Uma nova onda tropical está partindo da costa da África, e tem 40% de chances de desenvolvimento inicialmente. Pelos modelos, deverá tomar caminho semelhante a Danny e Erika.

 

Ainda em continente africano, um distúrbio deverá gerar uma onda tropical nos próximos dias, com potencial de desenvolvimento pelos modelos na próxima semana.

 

7cNKT3D.png

 

No Pacífico Leste, Depressão 13 agora é Tempestade Tropical Kevin. Sistema deverá permanecer em alto-mar.

 

No Pacífico Central, Ignácio move-se em alto-mar e irá começar transição para extratropical. Jimena deverá passar bem ao norte do Havaí e não será uma ameaça.

 

Enquanto isso, Kilo agora é um tufão, pois atravessou a Linha Internacional de Data há 2 dias, e agora está sobre o Pacífico Oeste. O monitoramento deste sistema, será continuado nos próximos dias, no tópico de Tufões do Pacífico Oeste.

 

pQYemRd.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enquanto isso no Atlântico...

 

-Fred é rebaixado a Depressão Tropical (mas poderá se re-fortalecer na próxima semana);

 

-Nova Tempestade Tropical se forma (Grace). Não é esperado desenvolvimento em furacão.

 

FFlqqVJ.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ignacio se dissipou no dia 05 de Setembro e causou impactos mínimos ao Havaí.

Jimena neste momento é uma tempestade tropical e está prevista para se dissipar nos próximos dias.

Entre os dias 31 de Agosto e 5 de Setembro esteve ativa a tempestade tropical Kevin. Os restos do ciclone trouxeram chuvas para a Região Sudoeste dos Estados Unidos e Baja California.

No dia 6 de setembro se formou o ciclone Linda que rapidamente se intensificou para categoria 3, tornando-se o oitavo grande furacão da temporada. O ciclone rapidamente se enfraqueceu e deve se dissipar nos próximos dias. Os restos do ciclone também pode trazer chuvas para a Região Sudoeste dos Estados Unidos e Baja California.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Grace se dissipou.

 

DT8 se formou ontem e pode se tornar tempestade tropical Henri nas próximas 12 horas.

Terra Nova, Canadá e Europa devem acompanhar esse sistema.

 

OvBkWzO.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelo europeu está mostrando já faz alguns dias o desenvolvimento de um ciclone no Golfo no final da próxima semana.

NAVGEM e CMC começaram a indicar também a possibilidade de algum desenvolvimento no Golfo, mas nada muito significativo como é mostrado pelo ECMWF.

 

Wr9ihtA.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Modelo europeu está mostrando já faz alguns dias o desenvolvimento de um ciclone no Golfo no final da próxima semana.

NAVGEM e CMC começaram a indicar também a possibilidade de algum desenvolvimento no Golfo, mas nada muito significativo como é mostrado pelo ECMWF.

http://i.imgur.com/Wr9ihtA.png

Parece que "miou" esse desenvolvimento.

Outro evento que se acontecer será bem preocupante é esse baita furacão atingindo os Açores em Portugal no dia 21, apontado pelo GFS.

O canadense também mostra um desenvolvimento tropical próximo dos Açores e o Europeu não mostra nada.

GJuYv7Z.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Atlântico segue relativamente calmo neste domingo. Três áreas estão sendo assistidas.

 

Duas sem importância: Restos de Grace sobre o Caribe, e uma pequena área de trovoadas no Atlântico Norte.

 

A terceira, uma área de baixa pressão sobre o Atlântico Central, foi designada hoje de INVEST 93-L. Esse sistema tem 70% de chances de desenvolvimento nos próximos 5 dias, e tende a se desenvolver em uma tempestade tropical ou até mesmo furacão.

 

Av4cf4v.png

 

Felizmente o sistema se manterá em alto-mar nos próximos dias, pois um grande Anticiclone irá se desenvolver sobre o Caribe e Costa Leste dos EUA, impedindo o sistema de seguir para oeste... A formação de um segundo Anticiclone sobre a costa da África, e mais a passagem de um cavado em altos níveis no Atlântico Norte, fará que este sistema (possivelmente Henri), se desloque em direção a Açores daqui a 7-10 dias, como já mencionado pelo Tavares.

 

OZBUnqz.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
...e uma pequena área de trovoadas no Atlântico Norte.

Essa área, na verdade são os restos da breve tempestade tropical Henri.

 

Felizmente o sistema se manterá em alto-mar nos próximos dias, pois um grande Anticiclone irá se desenvolver sobre o Caribe e Costa Leste dos EUA, impedindo o sistema de seguir para oeste... A formação de um segundo Anticiclone sobre a costa da África, e mais a passagem de um cavado em altos níveis no Atlântico Norte, fará que este sistema (possivelmente Henri), se desloque em direção a Açores daqui a 7-10 dias, como já mencionado pelo Tavares.

OZBUnqzl.png

O que seria Henri, deverá se chamar Ida e depois o GFS e o CMC já aponta a formação da tempestade Joaquim, que também poderá atingir os Açores. (Seria interessante uma tempestade chamada Joaquim atingindo Portugal)

Share this post


Link to post
Share on other sites
...e uma pequena área de trovoadas no Atlântico Norte.

Essa área, na verdade são os restos da breve tempestade tropical Henri.

 

Valeu Pela correção!

 

Então o que é HENRY, na verdade é IDA :good: :rofl:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um Grupo de Trovoadas, associado a uma frente fria, a oeste do Golfo do México passou a ganhar monitoração do NHC agora a tarde.

 

Um Voo de reconhecimento foi agendado para amanhã, sobre este distúrbio. Por enquanto 20% de chances de desenvolvimento.

 

52xvFww.gif

 

Atualizando condições no Atlântico:

 

pK9OG8n.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tempestade Tropical Ida está ativa no Atlântico há dois dias.

Deve ficar semi-estacionada por mais de três dias e então deve se mover na direção NE e ganhar força de furacão. Há consenso entre todos os modelos quanto aforça e direção da tempestade, mas não com precisão de quais locais poderão ser afetados. GFS depois de mudar a rota do sistema, voltou a colocá-lo próximo dos Açores.

Outro consenso entre os modelos Americano, Canadense e Europeu é a formação de uma baixa no Golfo do México no final do mês.

 

CMC dia 27

m042odG.png

 

GFS dia 29

KEZndR5.png

 

ECMWF dia 30

guDbgaa.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

TS Joaquim está neste momento em um ambiente favorável a intensificação e pode de acordo com a maior parte dos modelos se tornar um grande furacão até sábado.

 

O ciclone pode afetar as Bahamas como furacão entre essa quarta e quinta e depois seguir em direção a Costa Leste americana.

 

No momento apenas o modelo europeu não mostra o ciclone afetando os EUA.

CMC, NAVGEM, HWRF, UKMET e GFS mostram o landfall entre Carolina do Norte,Virgínia e Delaware.

 

 

bHXYY1V.png

 

l0i6qu5.png

 

0dQEXBo.png

 

45MdtNN.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelo europeu mantém o cenário de recurvo de Joaquin e todos os demais modelos uma ameaça a Costa Leste dos EUA.

Joaquin mantém ventos sustentados de 140 km/h e pressão mínima de 968 mbar e neste momento segue se intensificando, podendo até o final desta quarta se tornar categoria 2 na minha opinião.

Fortes chuvas já afetam algumas ilhas das Bahamas. As bandas de nebulosidade do ciclone também estão provocando chuvas no Haiti, República Dominicana e Cuba.

 

EgUPaKX.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dados do voo de reconhecimento que está em andamento neste momento, mostra que Joaquin está no limite para ser classificado como categoria 3.

Ventos sustentados de 168 km/h e pressão mínima de 949 mbar.

 

t2qFlgX.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Joaquin se torna o segundo grande furacão de 2015.

AL, 11, 2015100100, , BEST, 0, 239N, 730W, 100, 951, HU

 

Confirmação oficial do NHC irá ocorrer por volta das 23h (hora local)

 

QFmPCHV.png

 

wi4yRRm.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Governador do estado da Virginia declarou estado de emergência devido a possibilidade de chuvas significativas e do furacão Joaquin.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso é lobby! Modelo americano querendo levar o furacão em direção d'América e modelo europeu querendo levar na direção da Europa.

Aliás, os modelos só pegaram Joaquim depois que se formou. Hehe! Total Fail.

Share this post


Link to post
Share on other sites

GFS segue em partes o modelo europeu na última rodada. O GFS que anteriormente mostrava Joaquin sendo "capturado" pelo cavado, agora mostra o ciclone com o deslocamento um pouco mais lento, o que acaba fazendo que o ciclone não seja "capturado" e siga mais ao norte, como é mostrado pelo europeu. Porém, o GFS mostra a crista a leste da Costa Leste, o que faria o ciclone fazer landfall em Nova Iorque e seguir pela costa da Nova Inglaterra. O modelo europeu já mostra a crista sobre a Costa Leste, fazendo ciclone se deslocar para o oceano. Qualquer erro, fiquem a vontade para corrigir. :biggrin:

 

zp6MFEN.png

 

CMC, NAVGEM e HWRF mantém o landfall na Carolina do Norte. UKMET seguiu um caminho semelhante ao GFS.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O NHC prevê que Joaquim chegue a categoria 4 ainda hoje e cruzar algumas ilhas das Bahamas.

Faz tempo que essa região das Bahamas não tem um CAT4. Acho que desde o Frances mais de 10 anos atrás.

E faz tempo também que não ocorre landfall de um furacão CAT4, pesquisando rapidinho aqui o último foi Gustav em 2008.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora sim Joaquim começa a ficar com cara de grande.

2xQmDeV.gif

3WNANjb.gif

 

Mídia americana já está em polvorosa. Pq tudo pr'eles tem que ser superlativo?

Vem aí mais um espetáculo, já devem estão selecionando os repórteres mais dramáticos pra cobertura. O comportamento da imprensa americana no caso de Sandy e Irene foi de dar vergonha alheia pra nós d'àrea de comunicação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Joaquin está próximo da categoria 4. Voo de reconhecimento encontrou ventos sustentados de 205 km/h e pressão mínima de 936 mbar.

 

Há registro de inundações em algumas ilhas das Bahamas e as condições do tempo devem continuar a piorar na região. Acumulados superiores a 500 mm podem ser registrados nas ilhas de Long Island, Acklins, Crooked Island e San Salvador. Rajadas de ventos superiores a 120 km/h já foram registradas nestas ilhas.

 

GFS, UKMET e ECMWF agora estão praticamente em acordo, do ciclone afetando duramente as Bahamas e depois seguindo para o mar. CMC, NAVGEM, HWRF e GFDL segue mostrando o landfall na região das Carolinas.

 

Vídeo:

 

Acklins, Bahamas

Eji0ng1.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Joaquin se fortaleceu para categoria 4.

Crooked Island na parede do olho neste momento.

 

WtA8BqG.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depois de passar dias sobre as Bahamas, Joaquin finalmente parou de afetar as ilhas.

O ciclone passou por um novo processo de intensificação e está no limite para ser atualizado para categoria 5 enquanto segue em direção as Bermudas.

O nome Joaquin foi utilizado pela primeira vez neste ano, já que em 2003 Juan teve seu nome aposentado e em 2009 o nome não foi utilizado.

 

[bbvideo=560,315]https://www.youtube.com/watch?v=D7yQTGFYF0I[/bbvideo]

 

[bbvideo=560,315]https://www.youtube.com/watch?v=zvFZKb8MHK4[/bbvideo]

Share this post


Link to post
Share on other sites

Joaquin mantém ventos sustentados em 250 km/h com rajadas de até 305 km/h.

Pressão mínima de 933 mbar.

 

xENQOEU.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Situação de aparente calma no Atlântico neste final de semana. Um disturbio (INVEST 92-L) está atuando sobre Belize e Península de Yucatan, mas não é passível de desenvolvimento.

 

HHQWqYL.gif

 

No próximo final de semana, uma área de baixa pressão deverá se desenvolver sobre o Golfo do México, conforme sugestões do GFS-ECMWF, e poderá ter uma janela para desenvolvimento, com impactos para o Texas e a Lousiana... Caso as projeções se confirmem, o Grande Prêmio dos EUA de Fórmula 1 em Austin, poderá ter algum impacto também.

 

W84mMnz.png

 

No Pacífico Leste, Tempestade Tropical Olaf (no canto direito inferior) segue em alto-mar, e poderá se desenvolver em um furacão considerável nos próximos dias.

 

argWAfu.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

16z de hoje do GFS prevê, se confirmado dias difíceis pra costa pacífica mexicana.

10kLzpU.gif

 

Modelo canadense prevê também todas essas três tempestades atingindo o México. ECMWF e NAVGEM prevêem somente a primeira tempestade, a Depressão tropical 20E (futuro furacão Patrícia) atingindo o Estado de Colima.

oB50P8f.gif

 

Furacão Olaf que está a leste do Hawaii é agora um furacão de categoria 4 e não ameaça nenhum local povoado.

c4LMLNH.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.