Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

João Ignacio

Members
  • Content count

    111
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

João Ignacio last won the day on June 14

João Ignacio had the most liked content!

Community Reputation

245 Excellent

About João Ignacio

  • Birthday 03/02/1972

Location

  • Location
    Porto Alegre RS

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Curiosidade off topic - quando eu morava em São Leopoldo era super comum ver geada nos telhados. Quando mudei para porto Alegre nunca mais vi isso. Até que em 2012 (ano de inverno merreca), isso acabou acontecendo e de forma generalizada. Mas nos historicamente frios 2013 e 2016 eu não presenciei o fenômeno, nem no meu bairro, nem em nenhuma parte da capital (o que não quer dizer que não tenha ocorrido algures....)
  2. Então, Klinsmann, meio off topic: existem trocentas espécies de plátanos, tendo origem na Europa e Ásia. A espécie mais comum no mundo todo - porque é a mais resistente a pragas e cresce vigorosamente - é a Platanus hispanica (o nome já deixa clara a origem), que é a espécie das ruas e parques de Londres, Buenos Aires, Porto Alegre e todo o sul. O plátano é uma das raríssimas espécies exóticas que têm status de "planta oficial" e é protegida por lei aqui no Brasil. É a árvore-símbolo oficial das cidades de São Leopoldo, novo Hamburgo, Dois Irmãos e além de várias outras pelo RS. É a única espécie não-nativa que recebe prioridade de plantio às margens de estrada. Uma curiosidade: várias prefeituras gaúchas cuja a árvore-símbolo é o plátano de Londres têm usado um truque. Ao invés de plantar plátanos em parques e ruas, esses administradores têm usado o Liquidâmbar (originária da América do Norte), cuja a diferenciação do plátano por leigos é difícil e que cresce muito mais rápido--e é infinitamente mais resistente, inclusive a verões tórridos - e as folhas adquirem tom avermelhado no outono (o plátano fica com as folhas douradas). Já há muito mais Liquidâmbares do que platanos nas ruas de Curitiba, São Francisco de Paula, Caxias do Sul, Bento Gonçalves. Porto Alegre tem uma praça linda, que é um verdadeiro bosque, em que 90% das árvores são Liquidâmbares. São Leopoldo, primeira cidade no Brasil a usar plátanos na arborização urbana (isso ainda no século XIX), cujas mudas foram trazidas de navio pelos colonos, está usando esse pequeno truque (por lei, uma estadual e outra municipal, não poderia. Trabalhei na prefeitura de São Leopoldo na época da criação dessas leis e da Rota Romântica, então sei desses paranauês). Eu gosto das duas espécies, mas os Liquidâmbares são muito mais bonitos no outono.
  3. Sim, frutas temperadas. Mas a disponibilidade de frutas de clima quente é infinitamente maior. Além disso, no caso da Embrapa aqui no Brasil, foram desenvolvidas Variedades tolerantes a calor de morangos, maçãs e uvas (das que eu sei). Deve haver outras, sem contar os estudos, os quais devem ser incontáveis nessa área.
  4. Para produção de alimentos, sim, quanto mais quente, melhor
  5. Achei o post original em que a foto de neve na pedra da Mina foi publicada. Janeiro de 2014, pelo William Siqueira. Ele se baseou numa postagem de 2007 do Skyscrapercity. Em ambas as postagens as fotos não carregam, em sua maioria, o que é uma pena.
  6. Essa foto já foi publicada aqui no BAZ há alguns anos. Lembro perfeitamente. Dizia ser de 1985.
  7. Eu já vi essa fotografia antes. Aqui no BAZ, há muito tempo atrás. Dizia ser de 1985.
  8. Sim, e o João postou a print da matéria do Correio (que é um pouco diferente da versão online), mas, está lá, textualmente dito isso. Não sei como funciona a relação da metsul com o correio, se eles entregam texto pronto para publicação ou se tem interferência do editor do jornal. De qualquer forma, acho que a empresa já foi mais cuidadosa ao falar com o grande público. Anyway...
  9. Ontem (e na verdade não só ontem, mas há vários meses) o meteorologista da RBS disse que teríamos um inverno quente e úmido. HOJE o discurso mudou COMPLETAMENTE. Nem sei o que pensar a respeito do que vem se passando na cabeça do povo da previsão do tempo. Tirem suas próprias conclusões: https://www.google.com/amp/s/gauchazh.clicrbs.com.br/ambiente/amp/2019/06/inverno-sera-marcado-pela-oscilacao-entre-dias-frios-e-quentes-cjx3tkkeh017701mvcsc1g4ne.html
  10. Lomba Grande é uma extensa zona rural, cercada por outras zonas rurais. Base aérea de Canoas fica num quase vazio urbano de um grande conglomerado urbano. Lomba do Pinheiro é um dos mais populosos de Porto Alegre, mas possui verticalização insignificante, quase nenhuma. É um bairro enorme, com extensas áreas urbanizadas de um lado e grandes áreas de campo, matas e morro de outros. Com exceção da base área, as duas lombas devem ser cheias de microclimas.
  11. Estou no mesmo grupo que vc. Afirmações categóricas, em ciência, sempre são desmentidas. Semana passada li que, ao lado do azeite de oliva e do óleo de coco, a melhor gordura que existe é a banha de porco. Isso seria impensável há cinco, dez anos atrás. Quando era criança se dizia que não havia tornados no Brasil. E hj sabemos que sempre houve e, aliás, somos o segundo lugar no mundo em ocorrência. Se dizia que nunca mais teríamos invernos como antigamente e aí veio 2016 e trouxe o inverno mais frio em 80 anos para Porto Alegre. Enfim... Cautela e observação são sempre bons.
  12. A metsul deu uma generalizada grande: uma coisa é o "inverno" em Januaria e outra em Juiz de Fora e outra ainda em Maria da fé. Uma coisa é inverno em Cidade Gaúcha (MT) e outra é em Iguatemi (extremo sul do MS). Não acho que seja sensacionalismo. É outra coisa........
  13. Frio restrito ao RS (principalmente) e SC e parte do PR.
  14. Previsão para o inverno 2019 da metsul no Correio do povo: "No RS, a estação que começa sob El Niño fraco no Pacífico, tende a ter igualmente temperatura acima das normais climatológicas no trimestre. Haverá mais dias amenos ou quentes que o normal, mas não significa que deixará de fazer frio. Os gaúchos enfrentarão dias frios e alguns até gelados. Julho deve ser, na média, o mês mais frio. Já a chuva deve também ficar acima da média com eventos de precipitação volumosa. " Para o Sudeste e Centro Oeste, a Metsul pinta um cenário muito desfavorável: muitos dias quentes, lembrando o auge do verão.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.