Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Caco Pacheco

Members
  • Content count

    1095
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Caco Pacheco last won the day on March 1

Caco Pacheco had the most liked content!

Community Reputation

520 Excellent

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Hoje sim, posso afirmar: dia 100% de "outono clássico/pleno"! Temperatura no momento de 26,3ºC. Céu com pouquíssimas nuvens, muito sol. Mínima de 14,2ºC. A máxima não deve chegar aos 27ºC. Ou seja, variação de 14ºC ~26ºC, com bastante sol!. Seria meu verão "IDEAL". Isso é o que eu denomino outono clássico/pleno...
  2. Muito sol e 23,4ºC agora na Granja Viana. (10:30 hs)
  3. Amanhecer de outono! Diferença de 6,4ºC no mesmo município. Efeitos da ilha de calor do centro expandido. Isso ocorre especialmente em noites com céu claro e ar mais seco de origem polar. Com ar mais úmido, mesmo com céu claro, não se nota tal diferença. Aqui na Granja Viana, mínima de 14,2ºC. Também não foi a menor do ano, que foi acho que há uns 10 dias, com 14ºC cravados. Realmente fez um friozinho esta madrugada. Houve ingresso de ar frio mais seco de origem polar, desde a madrugada de 4ªfeira aqui em Sampa.Por isso que ontem durante o dia fez menos calor que na última 3ªfeira, e as temperaturas caíram mais durante esta última madrugada. Hoje o dia será de "calorzinho gostoso". O sol já bomba. As mínimas na próxima madrugada/manhã deverão repetir estes mesmos valores registrados nesta manhã de hoje. Ainda efeito do ar mais seco de origem polar. Vai se tropicalizando ("MP velha"), até a chegada do próximo sistema frontal em Sampa, na 3ªfeira.
  4. Amanhecer outonal na Granja Viana: 14,2ºC e névoa.
  5. Aí em Ribeirão Pires... Aqui na Granja Viana, idem. Mas quando eu durmo em Pinheiros, ou mesmo no Brooklin...., nossa mãe do céu. Ontem e hoje (especialmente ontem), andar pelo centrão de Sampa de calça jeans foi F***. Se você pegar as MÍNIMAS, pode constatar que, exceção um dia, outro acolá, ainda não houve queda CONSISTENTE nas mesmas, que configure mudança brusca do padrão (em relação às temperaturas). Já tivemos mudanças bem notórias.... A mais nítida delas foi a queda do regime pluviométrico, atmosfera bem mais seca.. As chuvas que têm ocorrido devem, por si, em função de atuação de sistemas frontais; os quais, gradualmente têm nos atingido com mais frequência. A única coisa que está faltando é a "MARTELADA". E isso ocorrerá na 3ªfeira, com o ingresso do sistema frontal mais forte. Aí sim poder-se-á verificar, enfim, um declínio consistente das mínimas. Opinião minha: estamos nos últimos 5 dias de transição verão-outono na região metropolitana de Sampa. Outono "clássico" é curtíssimo em nossas latitudes.
  6. KKKK Outono que não chega de jeito algum! PQP!!! Não aguento mais calor, C*******!!!! Eu achando que "entraríamos no outono pleno agora no meio desta semana...". NADA! Verão!!! Noites quentes, dias quentes.... JÁ DEU!!!! De saco na lua também! Vamos extinguir o outono do calendário!
  7. "Outono temperado" não existe sequer no sul do Rio Grande Renan!
  8. Não, para mim não existe transição outono para inverno. Lembro-me do colega e gremista Bruno, de PoA, que sempre dizia " o outono, em nossas latitudes, é curto". Se já o é em PoA, imagine em Sampa e Juiz de Fora... Lembrar que em 2016 NÃO HOUVE OUTONO... Pulamos direto de transição verão-outono para o inverno. Para nós, acredito que o que eu denomino "transição verão-outono", é mais "presente" do que o próprio "outono pleno/clássico", compreende? A MP do dia 21/23/Abril vai dar uma mudança "radical" na atmosfera.
  9. Ansioso pela chegada da primeira MP digna de inverno do ano. Começa a penetrar no sul do RS dia 21/Abril. Chega a Sampa dia 23/Abril com força. E, para mim, dois dias nos separam do início do "outono pleno", aqui em Sampa. Dando adeus ao período de transição verão-outono. Vai tarde.
  10. Eu falo isso há séculos... Sobre este tema, creio que há uma região de transição entre tropical e subtropical que se estende desde "um pouco acima do centro-sul do RS" até +- próximo à latitude de Brasília. Na mesma toada, Bs. Aires e região, já seria um "mix" de subtropical com temperado, pendendo mais para subtropical. Ou seja, Bs. Aires TAMBÉM, "a grosso modo", tem ares de "tropicalidade"... Temperado "na veia", na América do Sul, abaixo de Bs. Aires! Bariloche, por exemplo, em termos de temperatura... Mas, já é um temperado "não continental". O ponto que quero chegar, é que Bariloche já não tem nenhum resquício de tropicalidade. Demorou 17 anos para fundamentar, com lógica, minha ideia no BAZ...
  11. Entendo. Mas a minha questão é que, talvez, não houvesse tamanha diferença entre Marsilac e Pça. República à época, EXATAMENTE pelo fato de a última ainda não ter sofrido processo de urbanização. Quanto à mudança na dinâmica de 61-90, para o pós-2000, concordo. Bem nítido.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.