Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Allef Matos

Ciclone Bomba - 30/06/2020

Recommended Posts

O termo ciclone bomba foi usado, como mencionado aqui, pela Metsul. Fizeram isso bem antes da mídia. Já no domingo a noite eles davam pinceladas no evento. Sobre a neve, muito difícil. Atmosfera secando rapidamente. Aqui em Pelotas havia previsão de chuva até o final da tarde... já estamos com boas aberturas de sol. Não significa que não virão pancadas, mas evidencia a secagem rápida da atmosfera.

 

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Amo essas imagens

 

image.png.583470109af120882dbbd05aedefed63.png

Edited by Eclipse
  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, ricardosilva disse:

 

Me incomoda muito esse nome que deram de "Ciclone-Bomba". É existente dessa forma na literatura meteorológica ou apenas mais um neologismo da mídia?

No site da MetSul, explica o porque ciclone bomba.Queda acima de 24 hPa da pressão atmosférica num período de 24 h.

Não achei nada demais o nome, pelo menos diferenciou de outros no Sul, nesse já foram contabilizadas 10 mortes.

  • Like 7
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com todos estes estragos,fico pensando o quanto deve ser apavorante América central e do norte com furações F3 pra cima.

  • Like 7
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, sei não se essa linha de tempestades de ontem causou mais danos e prejuízos do que o furacão Catarina em 2004. Afinal coisa de +10.000.000 de gentes experimentaram os efeitos do sistema de ontem contra menos de meio milhão em 2004

Imagina o tanto de árvores que foram destruídas, já não tem muito, né.

  • Like 12
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa Tarde

A respeito do “ciclone-bomba”, a mídia obviamente usou e abusou desse termo para gerar engajamento de forma sensacionalista, mas sinceramente, o alerta laranja do INMET para uma tempestade que ceifou 10 vidas me incomoda mais. 
Apesar das pessoas usarem sempre o tempo para puxar papo, a meteorologia ainda não é levada tão a sério. Se mesmo no evento de ontem, com um nome tão chamativo, ainda tinha trabalhadores limpando janelas em andaimes a dezenas de andares do chão, imagina se a mídia tivesse usado o termo “ciclone extratropical”, ia ser menos divulgado ainda e talvez tivessem mais mortes...

 

Diversas coisas tem um nome científico e um nome popular, e talvez essa denominação popular seja benéfica pra trazer a população mais próxima da ciência meteorológica.
A MetSul foi perspicaz, esse termo foi usado em 2018 num evento nos EUA em que teve até neve na Flórida, olhem essa postagem de ontem de manhã, tem até uma resposta oculta falando “Bomba é essa previsão de vcs”: 

 

  • Like 12
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Tavares disse:

Olha, sei não se essa linha de tempestades de ontem causou mais danos e prejuízos do que o furacão Catarina em 2004. Afinal coisa de +10.000.000 de gentes experimentaram os efeitos do sistema de ontem contra menos de meio milhão em 2004

Imagina o tanto de árvores que foram destruídas, já não tem muito, né.

De acordo com  a Celesc ( distribuidora de energia do Estado) foi!

 

🚨 URGENTE 🚨

👉 Registramos o maior dano da história da Rede Elétrica, após a passagem do Ciclone Extratropical- 1 milhão e 500 mil unidades consumidoras do estado ficaram sem luz 💡

️ A passagem do Ciclone deixou um rastro de destruição em praticamente todas as regiões do Estado . Árvores, postes e placas caíram sobre a rede elétrica e provocaram problemas graves na distribuição de energia. 

️ Embora estivéssemos preparados para a passagem do Ciclone com equipes de sobreaviso, os danos foram muito significativos. 

 

  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, HenriqueFN disse:

Com todos estes estragos,fico pensando o quanto deve ser apavorante América central e do norte com furações F3 pra cima.

Entendi sua mensagem e concordo que deve ser apavorante para maioria das pessoas ficar horas com chuva e ventos fortes como ocorre nos furacões, ainda mais que muitos locais da América Central tem uma infraestrutura ruim, terreno montanhoso e ainda uma comunicação ruim comparado com os EUA/México. 

 

Vou fazer apenas uma correção, pois acabou confundindo as escalas de furacões com a de tornados.

Para furacões utilizamos a escala Saffir-Simpson (SSHS) (que vai da categoria 1 até 5).

 

Escala Saffir Simpson de Furacões // Saffir Simpson Hurricane ...

 

A sigla (F) que usou é usada na classificação dos tornados, sendo chamada de escala Fujita (F).

Essa escala vai de F0 até F5 e atualmente os EUA/Canadá utilizam a Fujita melhorada.

 

Vento – conversão da direção

 

 

  • Like 15
  • Thanks 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

O sistema convectivo quase-linear ( QLCS ) pode ter provocado breves tornados em sua passagem ontem.

Suspeito de tornados em Chapecó e Governador Celso Ramos em SC.

 

Chapecó (mudança na direção dos ventos no vídeo 2).

 

 

Governador Celso Ramos com vários relatos de moradores de nuvens girando, além de barcos virados, ambulâncias/pequenos caminhões virados e árvores em alguns locais "picadas".

 

 

 

 

 

 

  • Like 18
  • Thanks 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, ricardosilva disse:

 

Eu acho que a cor do alerta nesse caso pouco importa, até porque a grande maioria da população sequer conhece ou acessa o site do INMET. Então o aviso que mais chamou atenção para a geral foi esse das redes sociais mesmo, ainda que talvez não usando o termo mais adequado. 

 

Os alertas do INMET aparecem nos telejornais, como o Jornal Nacional.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ontem passei o dia inteiro falando aqui no baz que o vento estava forte, e aqui umas comprovações, possivelmente foi somente o vento pré frontal que quebrou estas árvore.

Um local:IMG_20200701_153909_copy_1600x1200.thumb.jpg.366a43939cfa672217cafd155322a998.jpgIMG_20200701_153944_copy_1600x1200.thumb.jpg.5a9793fcff8e952d141de3adeb521075.jpgIMG_20200701_153932_copy_1024x1365.thumb.jpg.0764e45384d94dc276efa41d81e2488d.jpg

 

Outro local:IMG_20200701_154116_copy_1600x1200.thumb.jpg.c25e90e9b6b8f3ab86255c867ed32763.jpgIMG_20200701_154054_copy_1600x1200.thumb.jpg.97e19d987337b388384096d073ee4aa7.jpg

 

Outro local:

IMG_20200701_154328_copy_1600x1200.thumb.jpg.ce1782524dcd4e54d6db8a51c741d54d.jpg

 

Todos estavam em um raio de ~70m.

  • Like 12
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Felipe F disse:

O sistema convectivo quase-linear ( QLCS ) pode ter provocado breves tornados em sua passagem ontem.

Suspeito de tornados em Chapecó e Governador Celso Ramos em SC.

 

Chapecó (mudança na direção dos ventos no vídeo 2).

 

 

Governador Celso Ramos com vários relatos de moradores de nuvens girando, além de barcos virados, ambulâncias/pequenos caminhões virados e árvores em alguns locais "picadas".

 

 

 

 

 

 

 

Esse de Chapecó foi certamente um tornado.

No segundo vídeo dá pra ver algo passando atrás dos semáforos girando, apesar da visibilidade reduzida pela chuva.

  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em Florianópolis tivemos rajadas de vento perto dos 90 km/h durante essa manhã. 

Alguns locais ainda seguem sem luz na capital e mais de 1 mil ocorrências foram registradas na cidade.

Pelo menos 150 pessoas ficaram desalojadas e os piores danos ocorreram no norte da ilha.

 

Ponto de ônibus em Ratones:

WhatsApp-Image-2020-07-01-at-11.17.52-800x533.jpeg

 

WhatsApp-Image-2020-07-01-at-11.18.24-1-800x533.jpeg

 

Centro

 

Árvore caiu sobre a Avenida Trompowsky, no Centro de Florianópolis

 

Estragos provocados por ciclone em Florianópolis

 

Lagoa

Postes também caíram na regão do Canto da Lagoa, em Florianópolis

 

Jurerê

Vendaval arranca telhado de prédio em Jurerê, Florianópolis

 

Canas

Árvore caída em Canasvieiras

 

  • Like 9
  • Sad 10

Share this post


Link to post
Share on other sites

101 cidades de Santa Catarina reportaram danos devido ao ventos fortes/granizo até o momento.

Até o momento 9 mortes foram confirmadas no estado.

Ontem mais de 4 milhões de pessoas ficaram sem luz no estado e segunda dados da CELESC aproximadamente 20% da unidades consumidoras do estado seguem sem energia.

Pode demorar até 3 dias no mínimo para o restabelecimento de energia em todo o estado.

 

Tijucas - 3 mortos

 

Estrutura de galpão colapsou e três pessoas morreram em Tijucas; buscas ocorreram até a madrugada de quarta-feira — Foto: Corpo de Bombeiros Militar de Itajaí/ Divulgação

 

Campo Alegre

Polícia atua com apoio de voluntários na SC-418 km 39, em Campo Alegre — Foto: PMRv/ Divulgação

 

Governador Celso Ramos

Ambulância foi arrastada com o vento em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis — Foto: Douglas Marcio/ NSC TV

 

Floripa

Veículos atingidos por queda de árvore em Florianópolis — Foto: Paulo Mueller/ NSC TV

 

  • Like 6
  • Sad 14

Share this post


Link to post
Share on other sites

Devido aos violentos temporais de ontem, Santa Catarina segue com problemas por falta de energia em muitas cidades (primeiro mapa) e também falha nos sinais das operadoras de celulares como mostra o segundo mapa da vivo com problema nas suas torres de cobertura. Aos poucos vai sendo normalizada a situação...

zxcsdsdf.png

  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites

As PWS na região de São Joaquim na grande maioria fora do ar, somente a est. G.Hugen/Santa Cruz/São Joaquim, a Postinho/São Joaquim/Keiser e a do Coutinho/S.J/1345 metros em funcionamento.

 

Lébon Regis/Keiser caminhando rapidamente para negativar.

 

Fraiburgo/Liberata/Keiser on-line.

 

As de Bom Jardim fora

 

As de Água Doce/Keiser e as duas do Diego Soares fora do ar.

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Tavares disse:

Um ciclone extratropical com uma queda abrupta dos valores de pressão continua sendo um ciclone extratropical, só que com uma queda abrupta dos valores de pressão.

É isso.

Pois é...

 

Mas já percebi que, para muita gente, qualquer coisa que "tenha sido inventada nos EUA" meio que ganha imediatamente um selo de qualidade, quando na verdade nos EUA, inclusive entre as agências oficias, também ocorrem erros grotescos que "deixariam até o INMET boquiaberto".  Sem falar que o sensacionalismo midiático para lidar o tempo/clima da maneira como o conhecemos foi inventado por lá (outra pérola do sensacionalismo contemporâneo o tal do "polar vortex", que passou a denominar qualquer onda de frio medíocre de meados da década de 2010 para cá).

 

Quanto tempo já não gastei (por prazer) analisando dados meteorológicos/climáticos de vários lugares dos EUA, inclusive de cidades obscuras que a esmagadora maioria dos nascidos nos EUA jamais ouviram falar, e posso dizer que há alguns recordes (oficializados) de temperatura que estão mais de 10ºc fora da realidade, e vários que estão entre 2 e 4ºc fora da realidade.  O controle de qualidade feito pelo NCEI é nulo, é uma agência coalhada de burocratas, e muitos deles não sabem nada.  Já troquei alguns e-mail com o pessoal do NCEI (ex NCDC), e o nível de desinteresse/desconhecimento de alguns funcionários é assombroso (muitos, assim como na burocracia tupiniquim, só se preocupam com o salário pingar na conta todo fim de mês).

 

Em contato com NWS (responsável pela instalação e manutenção das estações, além da previsão do tempo) já tive muitas vezes um bom "feedback" de funcionários interessados e com bom nível de conhecimento, mas como o responsável pela oficialização e alteração dos dados climáticos é o NCEI, muitas vezes de nada adianta alertar o NWS sobre dados potencialmente ruins, pois a burocracia (e, eu diria, até uma certa rivalidade entre as agências) é tão grande que quase não rola comunicação produtiva entre elas.  Para quem pensa que esse tipo de coisa só acontece no Brasil (ou em outros países subdesenvolvidos), lá é tão ruim ou pior em alguns aspectos.

 

Não há dúvidas que a rede de estações meteorológicas dos EUA tem uma dimensão surreal para os nosso padrões, mas infelizmente a proporção de dados de má qualidade (assim como aqui) é muito grande, e a própria instalação das estações primárias (ASOS) segue critérios pouco transparentes e muitas vezes nada técnicos, com algumas delas instaladas em pequenas ilhas de grama no meio das pistas dos aeroportos, o que faz que registrem temperaturas muito mais altas até que PWS urbanas instaladas ao lado de construções (como acontece em Miami e Nova Orleans, entre muitas outras cidades).  Os próprios protocolos de calibração são falhos; a estação principal de Boston (um grande grande centro acadêmico do país) registrou temperaturas superestimadas constantemente (entre 1 e 2ºc) entre o verão de 2019 e fevereiro de 2020, mas jamais cogitaram corrigir os dados deste período, mesmo após o erro ter sido detectado e o sensor de temperatura trocado.

 

O NHC (centro nacional de furacões) é outra agência que prima pela falta de transparência.  Além das mudanças mal explicadas na forma de classificar os ciclones tropicais (que geraram um aumento no número de sistemas nomeados atualmente, sem que tenha sido feita uma tentativa de ajustar as médias com as quais estes números são constantemente comparados) comete alguns erros grosseiros também quando se trata da descrição e trajetória de furacões fora dos EUA (um exemplo foi o Irma, quando se basearam num satélite com erro de paralaxe para dizer que a ilha de St.Barts experimentou a parede sul do olho daquele categoria 5, quando na verdade ficou bem no meio do olho, informação confirmada pelo radar francês e por inúmeros vídeos e relatos dos moradores locais, que o NHC simplesmente ignorou).

 

Enfim, o fato de algo vir EUA está longe de ser um selo de qualidade.  Também posso mencionar questão das médias de temperatura, pois já vi chamarem a média compensada de "aberração"  e sugerirem que boa mesmo é a média simples, que sempre foi utilizada nos EUA (como se isso provasse o ponto de vista sobre a superioridade da média simples), quando na verdade a média simples é pior das médias, e só tem validade para comparações históricas, uma vez que em muitas séries antigas os únicos dados disponíveis são as máximas e mínimas (claro que a compensada também está perdendo o sentido com o fim gradual das estações convencionais e a bem-vinda proliferação de estações com leituras horárias ou mais frequentes, mas ainda assim é uma média bem mais exata que a simples, feitos os devidos ajustes para cada fuso horário).

 

Peço perdão pelo off-topic, mas diante do julho sem graça que se desenha por aqui, e das mensagens sobre o "ciclone bomba" (adaptado da expressão "bomb cyclone", surgida nos EUA) resolvei fazer (um grande) desvio e também abordar este tópico.

  • Like 9
  • Thanks 8

Share this post


Link to post
Share on other sites

A quarta-feira em POA foi ventosa (sério? sabiam dessa? kkk) variando de 10,8 °C a 15,1 °C.

 

Sobre os danos no litoral Norte do RS, devido ao ciclone, foi feia a coisa:

 

 

 

 

 

 

Sobre a neve, eis o que a MetSul tem a dizer:

 

 

 

 

 

 

 

  • Like 14
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Guilherme Wawrzyniec disse:

infelizmente a estação aqui da vinícola está fora do ar, está assim desde de manhã. Vou ficar sem os dados! 

image.jpeg.8765aa8402527dd6e281d212008dba79.jpeg

 

Número enorme de estações particulares e também do governo fora do ar, especialmente ontem, hoje já voltaram várias. Itapiranga/Epagri voltou hoje e salvou os dados, espero que aconteça o mesmo com as outras.

  • Like 3
  • Thanks 1
  • Sad 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 01/07/2020 em 08:18, Felipe Backendorf disse:

Boa parte do estado segue sem luz:

 

image.thumb.png.2a24d2aa9b2a3447cf01ae0fcb9fe20a.png

 

Aguardando o retorno do @Augusto Goelzer e os relatos de Nova Trento.

Bom, sobrevivi a tormenta, meu bairro segue sem energia, e tive que vir ao centro pra poder me atualizar do mundo. Vale do Tijucas inteiro está um caos, Nova Trento foi pesadamente atingida, pelo menos 80% das casas tinha alguma telha arrancada. 
Eu e meu pai fizemos filmagens incríveis, quando a energia voltar e eu puder utilizar o PC, postarei com detalhes o ocorrido aqui.

  • Like 5
  • Thanks 2
  • Sad 13

Share this post


Link to post
Share on other sites

TÓPICO DESTINADO PARA IMAGENS, ANÁLISES E ACOMPANHAMENTO DO EVENTO CONHECIDO COMO "CICLONE BOMBA" QUE OCORREU SOB OS ESTADOS DA REGIÃO SUL DO BRASIL NO DIA 30/06/2020

  • Like 4
  • Thanks 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.