Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Junho/2020

Recommended Posts

Boa tarde!

 

Depois de muito tempo, hoje o dia ficou completamente nublado aqui no litoral paulista. Em Santos, a máxima foi de 22,1ºC durante a madrugada e ao longo do dia ficou oscilando entre 18 e 20ºC acompanhado de chuva de em alguns momentos.

Agora faz 19,8ºC com garoa.

 

image.png.e0f727bccc9d75b47ce05da85f12b783.png

 

 

  • Like 15

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Aqui ya lo esta haciendo (anochecer):

13,3°C a las 17:30

 

 

Sans titre 2.jpg

Sans titre.jpg

Edited by Pablo MQL
  • Like 12
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
1 hora atrás, Renan disse:

 

Deus me livre um novo Junho de 2013 na minha vida. Foi o pior Junho de todos por aqui, hehehe. A mínima absoluta foi de 13 graus naquela coisa, então você já imagina o nível que foi. 

 

Mas o deste ano já conseguiu uma mínima absoluta de 08,1°C ontem, então já estamos no lucro. 

 

Para evitar ansiedades generalizadas no povo do Sudeste, prefiro não mostrar mapas do Euro 12Z. Vou focar na parte boa da rodada: A chuvarada no Sul, devido ao jato ficar paradinho lá em cima, gerando instabilidades constantes ! 

 

 

 

POde ser que não fique equivalente àquele ano pro Sudeste, mas pro RS tá bem parecida a dinâmica.

 

De qualquer forma, Julho e Agosto parecem ter todas as credenciais pra compensar bonito depois, pelos comentários que li aqui a respeito da situação dos oceanos nesse período.

Edited by Eclipse
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais um dia frio em POA, variando de 8,1 °C a 16,6 °C.

Tivemos vento fraco, mas constante, e céu nublado a partir do meio da tarde.

  • Like 15
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Renan disse:

A tarde de hoje já foi mais quentinha, eu estava com saudades de um sol que aquece de verdade. Máxima de 25,9°C. A mínima ainda foi muito baixa com 08,3°C , porém a partir de amanhã acabam as mínimas sub-10 e vamos ficar de molho por muitos dias. Os modelos estão indecisos, mas eu diria que pelo menos uns 10 dias nós ficaremos sem frio por aqui. 

 

Até mesmo lá no RS o frio pode ficar mais retido. Vejam no meteograma das 12Z do GFS para Porto Alegre, que xoxeza essas temperaturas. Tudo bem que é super ameno e confortável, mas me parece ficar acima da média por essa projeção:

 

gfs-operational-SBPA-tmp_qpf_snow-1099200.thumb.png.e314b763aabf1d863a6691292e28a1b7.png

 

Eu chuto (sem base científica precisa) que esse seja o preço que se paga por receber uma Mp muito continental como foi essa última. Limpa todo o Brasil Central, mete um bloqueio no lugar e todo mundo do Sudeste pra cima fica a ver navios...ô clima chato esse dos trópicos.

  • Like 7
  • Haha 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

12,2°C /14,8°C foi a variação hoje por aki

Um dia q começou chuvoso, acumulando 13 mm e permaneceu nublado com alguns chuviscos em certos momentos.

Fora a boa chuva q precisava, um dia completamente imprestável.

Não teve absolutamente nada q se pudesse vislumbrar, nem vento na vegetação, nem formações definidas no céu e muito menos trovoadas, q aliás já nem me recordo como é o som... 

Hashtagaborrecido

  • Like 8
  • Thanks 1
  • Haha 3
  • Sad 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Carlos Campos disse:

12,2°C /14,8°C foi a variação hoje por aki

Um dia q começou chuvoso, acumulando 13 mm e permaneceu nublado com alguns chuviscos em certos momentos.

Fora a boa chuva q precisava, um dia completamente imprestável.

Não teve absolutamente nada q se pudesse vislumbrar, nem vento na vegetação, nem formações definidas no céu e muito menos trovoadas, q aliás já nem me recordo como é o som... 

Hashtagaborrecido

Ótimo dia hoje, sem aquele sol que dá um desânimo só de ver.

  • Like 4
  • Haha 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, ricardosilva disse:

 

Eu chuto (sem base científica precisa) que esse seja o preço que se paga por receber uma Mp muito continental como foi essa última. Limpa todo o Brasil Central, mete um bloqueio no lugar e todo mundo do Sudeste pra cima fica a ver navios...ô clima chato esse dos trópicos.

 

Faria sentido para mim, mas também sou leigo no assunto então talvez alguém com mais conhecimento explique depois.

 

O que sei afirmar é que a previsão estendida está horrorosa aqui, acima da média (27°C/15°C) e extremamente monótona:

 

10daysanaps.png.1a319a4d9a9eb2d1c58768bd427685c6.png

 

Mas não devo reclamar pois a última semana foi maravilhosa para Maio, e além disso, disseram recentemente que Junho de 2013 foi acima da média em alguns locais. Se Junho for assim para Julho ter umas baleias polares estarei feliz.

 

  • Like 9
  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Máximas:

 

9,1°C - Morro Do Bradador

10,9°C - Teutônia/Morro Das Antenas

 

------

 

No Vale do Itajaí, máximas em torno de 18/20. A grade do GFS está com boas máximas e mínimas ruins. Parece haver um consenso que quinta deve ter as menores máximas do ano. E chuva parece que não vai faltar.

 

Por enquanto é o que temos para Junho.

  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depois de um maio maravilhoso, começando um junho xoxo. Por hoje, sol e temperatura variando de 12° a 23° em Cons. Lafaiete

  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora no começo da noite a lua vem aparecendo pelas falhas das nuvens, se limpar totalmente a mínima pode surpreender, agora faz 14°.

IMG_20200602_183046.jpg

  • Like 11
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
47 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Agora no começo da noite a lua vem aparecendo pelas falhas das nuvens, se limpar totalmente a mínima pode surpreender, agora faz 14°.

IMG_20200602_183046.jpg

Aki eu tive a mesma visão da lua entre as falhas das nuvens.

No mais, ar parado e 95% de nuvens baixas.

Em determinado momento vi de relance um clarão no céu, como um relâmpago, mas era qker outra coisa q não um relâmpago.

  • Like 3
  • Haha 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Pra POA, mantida a previsão de máximas na média e mínimas elevadas pra Junho. Nenhum veranico à vista, pelo visto (olha com o que a gente tem que se contentar atualmente haha). No momento, 12 °C.

 

15 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Em determinado momento vi de relance um clarão no céu, como um relâmpago, mas era qker outra coisa q não um relâmpago.

 

 

image.png.184bc0c3cd5d3f7298012b669a7a4cff.png

 

Edited by Eclipse
  • Haha 14

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo jeito vai estar tudo congelado amanhã cedo. Mp fraca mas excelente pra cá. Deu tudo muito certo no quesito "timing"

 

IMG_20200602_200140_018.jpg.46f4dc172ef7ce57aa4fd966ae9758c6.jpg

  • Like 15
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Previsão absurda do ecmwf pra cá!! 256mm na grade, com frio intercalando com chuvarada. Iporã do Oeste/SC.

 

IMG_20200602_201603_342.thumb.jpg.3b4a9d0fc99e81b05b784e340575fe92.jpg

  • Like 16
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje tivemos um dia bem nebuloso( coisa rara nesse outono), com garoas e chuva fraca ocasional.

Não ligaria de ficar esse tempo nublado por uma semana, pelo menos a média não ficaria tão ruim e ainda teríamos alguma precipitação.

 

A previsão climática para os próximos dias está terrível, digno do mês de Abril.

 

Temperaturas hoje no Sesc entre 14,6 e 17,4 graus e no Mirante entre 15 e 18,1 graus. 

  • Like 17

Share this post


Link to post
Share on other sites

A previsão vem indicando um aumento de chuvas para a quinta-feira por aqui. Deve ter algo a ver com esse sistema que está no mar:

 

3209F844-6FF5-42D9-A632-A8AA94B38486.thumb.jpeg.054150aebdc649d5a63af884e599c10b.jpeg

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
10 horas atrás, Rafael MG disse:

Mas uma coisa me intrigou: observei no meu gramado uma parte com orvalho mais grosso e vi algumas folhas com.uma película esbranquiçada, semelhante a geada. Achei bem curiosa a observação e confesso que me parece geada, algo que  salvo em alguma situação excepcionalíssima (como a dos 3 graus em 01/06/1979), jamais esperava ver em BH.

Mas fica a pergunta: é possível a temperatura da relva atingir zero grau com uma temperatura do ar na casa dos 10 graus?

Aguardo a opinião de vocês (se alguém tiver interesse, tenho mais fotos e vídeos da observação)..

 

Sensacional sua observação. Não fazia ideia que a diferença relva x 2m pudesse ser tão grande. Semana passada, houveram 2 registros na casa dos 8ºC aqui, como não sabia disso nem me dei conta. Na próxima vou dar uma olhada na grama...

 

Hoje amanheceu com 11C e a máxima deu uma disparada também, passando dos 26C. A semana segue com temperaturas suaves (aprox. 15/25) e há possibilidade de um veranico a partir do dia 9, com destaque para o último dia da grade, onde tá previsto marcas típicas de verão (18/29). Ainda bem que é fim de grade...

 

Temperaturas pelo país às 20h:

 

1408415555_Semttulo.png.6c4827a8443919a180af2b8fe8b51af2.png

 

Bastante frio no sul, especialmente RS e boa parte de SC, frio também no Paraná e MS e um pouco em SP. Resfriamento noturno na metade sul do sudeste, porém já da pra notar aquecimento em relação aos últimos 7 dias. A região de Cuiabá e o sul de MT abaixo de 20C, indicando influência polar por lá.

 

Por aqui, céu limpo com 18C.

Edited by LeoP
  • Like 15

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, ricardosilva disse:

 

Eu chuto (sem base científica precisa) que esse seja o preço que se paga por receber uma Mp muito continental como foi essa última. Limpa todo o Brasil Central, mete um bloqueio no lugar e todo mundo do Sudeste pra cima fica a ver navios...ô clima chato esse dos trópicos.

 

Não necessariamente.

Já houve vários casos no passado de MPs continentais fortes que não provocaram bloqueios duradouros.

Não sou expert no assunto mas certamente existem várias outras variáveis em jogo.

A atmosfera é algo muito complexo.

 

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Esta noche me parece que la helada llega a Montevideo; tenemos 8°C en la estacion Prado; 10°C en la estacion Carrasco (debido a un banco de niebla que cubre la zona) y 5,2°C en la estacion Melilla a las 20hrs.Despejado.

 

1255577674_Sanstitre.jpg.5afbbb4d443b6038acea964a3c57f1b0.jpg

Sans titre 2.jpg

Edited by Pablo MQL
  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Céu limpou, 12,9°, a mínima tem cara que vai ser inversa.

Uma obervação pelo ar parado, as rajadas mais fortes hoje não chegaram aos 15km/h, é muito difícil um dia em que não passa dos 25km/h, no geral desde aquela MP do final de maio o vento está fraco, nem na pré-frontal ventou muito.

  • Like 13
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Noite com tempo fechado (igual foi toda a terça feira) e chuva bem fraca.

As temperaturas nas estações do CGE variam entre 14 (extremo sul) e 17 graus (centro).

tSwhjlX.png

 

 

Foto do satélite mostra a nebulosidade da frente fria encobrindo praticamente todo o estado de SP.

7mN677T.jpg

 

 

Radares da UNESP mostram um pouco de chuva fraca no interior do estado, entre Piracicaba e Ribeirão Preto.

Também há áreas de chuva no norte do PR e leste do MS.

gvZd1Jq.jpg

 

 

 

  • Like 16

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Juzinho disse:

Hoje tivemos um dia bem nebuloso( coisa rara nesse outono), com garoas e chuva fraca ocasional.

Não ligaria de ficar esse tempo nublado por uma semana, pelo menos a média não ficaria tão ruim e ainda teríamos alguma precipitação.

 

A previsão climática para os próximos dias está terrível, digno do mês de Abril.

 

Temperaturas hoje no Sesc entre 14,6 e 17,4 graus e no Mirante entre 15 e 18,1 graus. 

 

Os colegas mineiros vão certamente ficar bravos com o que vou dizer, e espero que me perdoem...mas se fosse pra ter um Julho/13 novamente eu toleraria numa boa um mês de Junho inteiro xoxo e sem nenhum destaque. Que evento ímpar foi aquele, e lembro que o mês anterior não teve nenhum episódio de mp significativa aqui pra SP.

  • Like 5
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite a todos.

Aqui, a amplitude térmica se elevou e o ar está ficando mais seco.

Até agora, nada da FF.

Hoje, 11,8˚C/ 25,2˚C -  destaque para a máxima desde 6/5/20 não esteve tão quente!

A temperatura caiu rápido ao anoitecer - no momento, 15,3˚C/ 83% (22h30min).

  • Like 12

Share this post


Link to post
Share on other sites

Previsão para os próximos dias em São Paulo - 12z de hoje do europeu

 

Houve uma piora em relação a ontem na questão temperatura.

Já quanto às chuvas, as previsões animam um pouco.

 

Foreca

Incríveis mínimas de 20 graus nos dias 10 e 11.

m42gpaV.jpg

 

 

Tempo.com

Ainda há chances de mínimas sub-10 no início da próxima semana.

dk0hrqs.jpg

  • Like 9
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Daniel85 disse:

Previsão para os próximos dias em São Paulo - 12z de hoje do europeu

 

Houve uma piora em relação a ontem na questão temperatura.

Já quanto às chuvas, as previsões animam um pouco.

 

Foreca

Incríveis mínimas de 20 graus nos dias 10 e 11.

m42gpaV.jpg

 

 

Tempo.com

Ainda há chances de mínimas sub-10 no início da próxima semana.

dk0hrqs.jpg

Europeu realmente meio pirado. Não acredito nem em mínima de 20 nem em sub 10.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, Daniel Lisboa disse:

Europeu realmente meio pirado. Não acredito nem em mínima de 20 nem em sub 10.

Nem eu acredito nisso! Achei outlier.

Também não acredito nas 2 sub-10 previstas pelo tempo.com

 

---------------------------------------------------------------------

12z do europeu indica chuvas significativas para o estado paulista entre os dias 6 e 8 de junho.

Será que agora finalmente chove na Grande SP? hehe

 

Dia 06/07 deste mês

Chuvas mais concentradas no estado de SP.

N6dKy4B.png

 

 

Dia 07/08 deste mês

Chuvas atingindo também o sul de Minas.

QxsI3yP.png

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faz 5,1ºC em Mondaí já.

 

A queda não deve ir muito longe nessa madrugada porque, devido ao ar estável e não muito seco, o vale do rio Uruguai já está sendo tomado pelo nevoeiro. Imagem das 22:50:

 

image.png.25b582ee9188c1395816269b8e065b96.png 

 

A máxima lá ficou nos 16,5C. 

  • Like 11
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Felipe F disse:

Sim, mas vai precisar saber o código da estação e converter os dados para jogar no EXCEL. Link do @Vinicius Lucyriohttps://apitempo.inmet.gov.br/estacao/diaria/1917-01-01/1960-10-31/83208

Na parte de valores extremos você também consegue ver alguns dados antigos: https://tempo.inmet.gov.br/TabelaEstacoes/

Obrigado, amigo.

@LucasFSopranos Olha aqui👍

O período de dados depende de cada estação.

  • Like 5
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Andoni disse:

Sim, médias 8,4/24,3

333259807_JUN33.png.6c4323967cb075219dd81bc579a9b40d.png

Andoni,

uma grande amplitude mensal.Eu desconfiava que junho de 1933 tinha sido mais frio do que junho de 1918, na média das mínimas,foram duas ondas de frio.

 

Registrou 13 sub 7,0.

Vamos comparar com outros junho e julho de anos mais antigos.

Resende,

9,2 e 22,3 em junho de 1917 a média foi 15,0

 

 

10,2 e 25,1 em junho de 1918 a média foi 16,9

 

10,7 e 22,7 em julho de 1918 a média foi 15,9

 

10,1 e 23,5 em agosto de 1918 a média foi 16,2

 

Estou curioso pelos dados de junho de 1933 em Nova Friburgo.

4,8 e 19,5 em junho de 1917 a média foi 11,5

6,4 e 20,7 em agosto de 1918 a média foi 12,7

Obrigado pelos dados preciosos.

  • Like 11
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Hoje aproveitei que estive no Rio, em casa de parentes, para fazer um passeio pelo bairro mais alto do Rio de Janeiro (o Alto da Boa Vista), onde pude fotografar alguns pontos de interesse.

 

Um dos meus desejos antigos, e que foi bem fácil de concretizar, foi visitar a estação do INMET/Alto da Boa Vista, que fica numa rua tranquila na parte de trás do quartel do Corpo de Bombeiros (numa construção que parece ser um anexo da Escola Municipal Marc Ferrez), numa altitude aproximada de 350 metros.

 

Outro lugar que visitei, já na parte menos conhecida do Alto, foi a rua que muito provavelmente é a mais alta da cidade Rio de Janeiro (cota 550 m aproximadamente), e no ponto mais alto desta rua fica a Escola Municipal Diogo Feijó, a escola mais alta da cidade, praticamente na base do Morro da Taquara (830m), que ainda faz sombra sobre a região à tarde amenizando ainda mais o clima já agradável do local (estimo uns 2ºc abaixo da média do Inmet/ADBV).  Bem em frente à escola, num poste (e facilmente visível na foto) fica o pluviômetro do Cemaden/Alto da Boa Vista, que registrou o recorde carioca de intensidade de chuva das redes Cemaden e Alerta Rio no dia 14/02/2018, com 130,6 mm em apenas 1 hora.  Entre 8 e 9 de abril de 2019, a estação voltou a registrar um acumulado altíssimo, mas desta vez em 24 horas (mais de 350 mm).  É um local um pouco mais chuvoso que o Alto da Boa Vista/INMET (está 200 metros acima), e creio que a média anual por ali supere os 2500 mm, podendo chegar a 4000 mm em anos muitos chuvosos.  É também o local urbanizado com menor média de temperatura da cidade do Rio, estimo média compensada/horária anual entre 19,5ºc e 20ºc.

 

Saindo dali, a capela do Santo Cristo dos Milagres é um ponto de referência, e depois fica a área do Vale Encantado, com um mirante para a Barra da Tijuca (neste ponto, as nuvens de infiltração marítima que o vento sul trouxe começaram a se dissipar, e as fotos começam a ficar mais ensolaradas; isto foi já no meio da tarde, pois do início até o meio da tarde estava 100% nublado, com cerração em vários pontos, como mostram as fotos).  Parênteses: O dia começou com sol e névoa em todo o Rio, mas no final da manhã o tempo nublou no Alto da Boa Vista com a chegada dos ventos de sul/sudoeste (em outros pontos da cidade não chegou a nublar durante o dia, mas o Alto é também o bairro com menor insolação de toda a cidade, creio que tenha média abaixo das 1500 horas anuais).

 

As fotos seguintes foram tiradas novamente na área mais “central” do Alto (perto da e na pracinha do Alto), e por fim as últimas fotos são do bairro contíguo da Usina, já na parte baixa (lado da zona norte).  As últimas fotos mostram e Escola Municipal Araújo Porto Alegre, onde fica outro pluviômetro do Cemaden que registrou mais de 110 mm (115 mm) por hora, mas em março de 2016 (o pluviômetro está no telhado da escola, vendo a foto no tamanho original dá para distinguir o aparelho contra a copa de uma árvore).  A última foto mostra o antigo prédio da CBTU, onde hoje funciona o INMET (sexto Disme), depois que foi desalojado da área portuária (Centro) por obras de revitalização urbana, mas não há nenhum sinal externo de que o INMET funciona ali.

 

Ou seja, quatro locais de monitoramento do tempo/clima só neste passeio de hoje entre os bairros cariocas do Alto da Boa Vista e da Usina, está de bom tamanho.

 

1: Estação do INMET/Alto da Boa Vista da rua (como é uma estação auxiliar, tem apenas abrigo e pluviômetro básico mesmo).  Na chuva de 04/2019, com mais de 300 mm em 24 horas, o pluviômetro transbordou antes da leitura e parte da chuva se perdeu).

altos2.thumb.jpg.50a0dfefaddf98ccaf5448e2df8bf3cc.jpg

 

2: A mesma estação mais de perto, abrigo em boas condições apesar do lugar meio esquisito, no alto de uma rampa gramada íngeme e bem perto de uma casa.

altos3.thumb.jpg.a159d6355fa5f45a1ca693c137fbe63e.jpg

 

3: Rua que dá acesso à estação (bem ao fundo, abaixo da luminária, há uma grande araucária, a maior que já vi na cidade do Rio).  Melhor ampliar a foto para ver a araucária.

altos5.thumb.jpg.e07ec8106679b9c3c25838b133e7c9b6.jpg

 

4: Paisagem no Alto da Boa Vista (entre as partes "baixa" e alta do bairro)

altos8.thumb.jpg.5a85c08f4763c06d2c86cc738accbf2b.jpg

 

5: Já na parte alta do Alto, a escola municipal Diogo Feijó, a mais alta da cidade (550 metros de altitude).  O pluviômetro está no alto do poste parcialmente corroído pela ferrugem (é um lugar extremamente úmido, e de baixa insolação, mesmo após 8 dias sem chuva estava úmido).

altos12.thumb.jpg.beefbb03ac69ac5ea21c52690d0112c7.jpg

 

6: Escola vista da rua, provavelmente a rua mais alta da cidade (se houver alguma mais alta, é por muito pouco, e fica na mesma área).

altos14.thumb.jpg.3203b513173462ba441ee68f8a7d018e.jpg

 

7 e 8: A capela do Santo Cristo dos Milagres.

altos18.thumb.jpg.4110aafa2d0e08b143acd7e3a8169150.jpgaltos21.thumb.jpg.dd90cddd50bb301b5486afce4d1ced26.jpg

 

9: Cerração ao lado da capela.

altos19.thumb.jpg.3ae552bd58bcbc124b7af54ce3368f19.jpg

 

10: Mirante para a Barra da Tijuca (Vale Encantado), o tempo abrindo rapidamente.

altos33.thumb.jpg.0a3a8317427b205b68e091861036fde0.jpg

 

11: Morro da Taquara (825/830 m) finalmente surge por entre as nuvens.

altos34.thumb.jpg.d7d696011ca57e9b9a781f224bde0b3e.jpg

 

12: Uma das ruas que dão acesso à "parte alta" do Alto.

altos36.thumb.jpg.4074beb6a4e3d675825dfd05c8a1bf4e.jpg

 

13: Plantação e construção abandonada, descendo a mesma rua.

altos37.thumb.jpg.8d60547e0bbd0daba48fc2361c748a71.jpg

 

14: Luminária antiga, já na parte baixa (ou "central") do Alto, na estrada que liga as zonas norte e oeste

altos38.thumb.jpg.c416d07575e8e406021a4f401b5299b2.jpg

 

15: Na pracinha do Alto, vários tipos de palmeiras e também alguns pinheiros.

altos41.thumb.jpg.ebdbc5faa44f9eef297cf496ce566abc.jpg

 

16: Lua crescente entre o Alto e a Usina

altos43.thumb.jpg.a625eefdaa8dc77449a20779b9f9ff4c.jpg

 

17: Escola Municipal Araújo Porto Alegre, já na Usina, com pluviômetro no telhado (visível contra a copa de uma árvore) e lua crescente.

altos44.thumb.jpg.08f5076b2ec3e437096c51ffb767bc8c.jpg

 

18: Prédio da antiga CBTU na Usina, que hoje abriga o INMET/sexto Disme.

altos45.thumb.jpg.1b77d1154ad2b9b6a2e01a12c2dc7a85.jpg

Edited by Wallace Rezende
  • Like 20
  • Thanks 16

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Renan disse:

 

Que mês incrível !!! Se a minha estação existisse, teria registrado uma média de 07,x / 22,x.

Renan,

foi gelado em termos de mínimas,foi nesse mês que Juiz de Fora registrou a mínima absoluta,de 0,4ºC no dia 9/06/1933, na 2ª onda de frio de 22 a 24, muito frio no Centro-Oeste e chegou no Pará.

 

8,8ºC dia 22/6/1933 Alto Tapajós-PA, é a mínima absoluta isolada, a 2ª mín. abs. 10,5ºC dia 21/7/1957(quando teve uma histórica nevada em São Joaquim).

 

1,8ºC dia 22/6/1933 em Cáceres-Mt.

 

1,2ºC dia 22/6/1933 em Cuiabá-MT, mínima absoluta de 1931 para cá.

  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
27 minutos atrás, marinhonani disse:

Andoni,

uma grande amplitude mensal.Eu desconfiava que junho de 1933 tinha sido mais frio do que junho de 1918, na média das mínimas,foram duas ondas de frio.

 

Registrou 13 sub 7,0.

Vamos comparar com outros junho e julho de anos mais antigos.

Resende,

9,2 e 22,3 em junho de 1917 a média foi 15,0

 

 

10,2 e 25,1 em junho de 1918 a média foi 16,9

 

10,7 e 22,7 em julho de 1918 a média foi 15,9

 

10,1 e 23,5 em agosto de 1918 a média foi 16,2

 

Estou curioso pelos dados de junho de 1933 em Nova Friburgo.

4,8 e 19,5 em junho de 1917 a média foi 11,5

6,4 e 20,7 em agosto de 1918 a média foi 12,7

Obrigado pelos dados preciosos.

Obrigado por esses dados. Não tinha essas médias.
O período disponível (dados diários) pra Resende: 1911, 1925-1947 e 1961-2020

Nova Friburgo com dados entre 1944 e 1947.

Juiz de Fora com bastante dados entre 1918 e 1960 @Renan

  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

POA estacionada há pelo menos umas cinco horas em 12 °C, muitas nuvens.

Pelo visto já está começando a longa sequência de dias com mínimas podres.

  • Like 12
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
13 horas atrás, LeoP disse:

 

Sensacional sua observação. Não fazia ideia que a diferença relva x 2m pudesse ser tão grande. Semana passada, houveram 2 registros na casa dos 8ºC aqui, como não sabia disso nem me dei conta. Na próxima vou dar uma olhada na grama...

 

Hoje amanheceu com 11C e a máxima deu uma disparada também, passando dos 26C. A semana segue com temperaturas suaves (aprox. 15/25) e há possibilidade de um veranico a partir do dia 9, com destaque para o último dia da grade, onde tá previsto marcas típicas de verão (18/29). Ainda bem que é fim de grade...

 

Temperaturas pelo país às 20h:

 

1408415555_Semttulo.png.6c4827a8443919a180af2b8fe8b51af2.png

 

Bastante frio no sul, especialmente RS e boa parte de SC, frio também no Paraná e MS e um pouco em SP. Resfriamento noturno na metade sul do sudeste, porém já da pra notar aquecimento em relação aos últimos 7 dias. A região de Cuiabá e o sul de MT abaixo de 20C, indicando influência polar por lá.

 

Por aqui, céu limpo com 18C.

 

Leo, realmente a observação que fiz segunda cedo no gramadp aqui de casa foi uma das coisas mais inusitadas que já presenciei, pois jamais imaginei ver geada no gramado aqui de casa, em plena Zona Sul de BH, ainda mais numa noite fria, mas ainda bem distante de Zero grau (já tive dias mais frios  aqui, com até 8 graus, mas a quantidade de orvalho me chamou a atenção e resolvi conferir o gramado, numa baixada do terreno, depois de avistar umas partes da grama com bem mais orvalho que o normal, e vi essas folhas bem esbranquiçadas).

Se tiver interesse, mando a coletânea de fotos e vídeos que fiz, pra vc conferir.

De toda forma, não posso afirmar que seja geada, mas no mínimo houve uma situação bem limítrofe em alguns poucos e muito específicos pontos do gramado.

Hoje estive em SP e peguei um dia frio, cinzento e com garoa por lá, com mínima de 15 C e máxima de apenas 18 C.

Na estrada, choveu fino até Extrema/MG, por volta das 18 horas. Na região de Três Corações até uns 70 km de BH fez muito frio à noite, com temperaturas variando de 14 a 11 graus entre 8 e 10 da noite. Na chegada à área industrial entre Betim e BH esquentou um pouco, de 16 até 19 graus, às 23 horas, e na zona sul de BH, em casa, cheguei com 17 C e céu estrelado. Agora faz 15,4 graus aqui, com céu bem limpo.

Edited by Rafael MG
  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
10 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Hoje aproveitei que estive no Rio, em casa de parentes, para fazer um passeio pelo bairro mais alto do Rio de Janeiro (o Alto da Boa Vista), onde pude fotografar alguns pontos de interesse.

 

Um dos meus desejos antigos, e que foi bem fácil de concretizar, foi visitar a estação do INMET/Alto da Boa Vista, que fica numa rua tranquila na parte de trás do quartel do Corpo de Bombeiros (numa construção que parece ser um anexo da Escola Municipal Marc Ferrez), numa altitude aproximada de 350 metros.

 

Outro lugar que visitei, já na parte menos conhecida do Alto, foi a rua que muito provavelmente é a mais alta da cidade Rio de Janeiro (cota 550 m aproximadamente), e no ponto mais alto desta rua fica a Escola Municipal Diogo Feijó, a escola mais alta da cidade, praticamente na base do Morro da Taquara (830m), que ainda faz sombra sobre a região à tarde amenizando ainda mais o clima já agradável do local (estimo uns 2ºc abaixo da média do Inmet/ADBV).  Bem em frente à escola, num poste (e facilmente visível na foto) fica o pluviômetro do Cemaden/Alto da Boa Vista, que registrou o recorde carioca de intensidade de chuva das redes Cemaden e Alerta Rio no dia 14/02/2018, com 130,6 mm em apenas 1 hora.  Entre 8 e 9 de abril de 2019, a estação voltou a registrar um acumulado altíssimo, mas desta vez em 24 horas (mais de 350 mm).  É um local um pouco mais chuvoso que o Alto da Boa Vista/INMET (está 200 metros acima), e creio que a média anual por ali supere os 2500 mm, podendo chegar a 4000 mm em anos muitos chuvosos.  É também o local urbanizado com menor média de temperatura da cidade do Rio, estimo média compensada/horária anual entre 19,5ºc e 20ºc.

 

Saindo dali, a capela do Santo Cristo dos Milagres é um ponto de referência, e depois fica a área do Vale Encantado, com um mirante para a Barra da Tijuca (neste ponto, as nuvens de infiltração marítima que o vento sul trouxe começaram a se dissipar, e as fotos começam a ficar mais ensolaradas; isto foi já no meio da tarde, pois do início até o meio da tarde estava 100% nublado, com cerração em vários pontos, como mostram as fotos).  Parênteses: O dia começou com sol e névoa em todo o Rio, mas no final da manhã o tempo nublou no Alto da Boa Vista com a chegada dos ventos de sul/sudoeste (em outros pontos da cidade não chegou a nublar durante o dia, mas o Alto é também o bairro com menor insolação de toda a cidade, creio que tenha média abaixo das 1500 horas anuais).

 

As fotos seguintes foram tiradas novamente na área mais “central” do Alto (perto da e na pracinha do Alto), e por fim as últimas fotos são do bairro contíguo da Usina, já na parte baixa (lado da zona norte).  As últimas fotos mostram e Escola Municipal Araújo Porto Alegre, onde fica outro pluviômetro do Cemaden que registrou mais de 110 mm (115 mm) por hora, mas em março de 2016 (o pluviômetro está no telhado da escola, vendo a foto no tamanho original dá para distinguir o aparelho contra a copa de uma árvore).  A última foto mostra o antigo prédio da CBTU, onde hoje funciona o INMET (sexto Disme), depois que foi desalojado da área portuária (Centro) por obras de revitalização urbana, mas não há nenhum sinal externo de que o INMET funciona ali.

 

Ou seja, quatro locais de monitoramento do tempo/clima só neste passeio de hoje entre os bairros cariocas do Alto da Boa Vista e da Usina, está de bom tamanho.

 

1: Estação do INMET/Alto da Boa Vista da rua (como é uma estação auxiliar, tem apenas abrigo e pluviômetro básico mesmo).  Na chuva de 04/2019, com mais de 300 mm em 24 horas, o pluviômetro transbordou antes da leitura e parte da chuva se perdeu).

altos2.thumb.jpg.50a0dfefaddf98ccaf5448e2df8bf3cc.jpg

 

2: A mesma estação mais de perto, abrigo em boas condições apesar do lugar meio esquisito, no alto de uma rampa gramada íngeme e bem perto de uma casa.

altos3.thumb.jpg.a159d6355fa5f45a1ca693c137fbe63e.jpg

 

3: Rua que dá acesso à estação (bem ao fundo, abaixo da luminária, há uma grande araucária, a maior que já vi na cidade do Rio).  Melhor ampliar a foto para ver a araucária.

altos5.thumb.jpg.e07ec8106679b9c3c25838b133e7c9b6.jpg

 

4: Paisagem no Alto da Boa Vista (entre as partes "baixa" e alta do bairro)

altos8.thumb.jpg.5a85c08f4763c06d2c86cc738accbf2b.jpg

 

5: Já na parte alta do Alto, a escola municipal Diogo Feijó, a mais alta da cidade (550 metros de altitude).  O pluviômetro está no alto do poste parcialmente corroído pela ferrugem (é um lugar extremamente úmido, e de baixa insolação, mesmo após 8 dias sem chuva estava úmido).

altos12.thumb.jpg.beefbb03ac69ac5ea21c52690d0112c7.jpg

 

6: Escola vista da rua, provavelmente a rua mais alta da cidade (se houver alguma mais alta, é por muito pouco, e fica na mesma área).

altos14.thumb.jpg.3203b513173462ba441ee68f8a7d018e.jpg

 

7 e 8: A capela do Santo Cristo dos Milagres.

altos18.thumb.jpg.4110aafa2d0e08b143acd7e3a8169150.jpgaltos21.thumb.jpg.dd90cddd50bb301b5486afce4d1ced26.jpg

 

9: Cerração ao lado da capela.

altos19.thumb.jpg.3ae552bd58bcbc124b7af54ce3368f19.jpg

 

10: Mirante para a Barra da Tijuca (Vale Encantado), o tempo abrindo rapidamente.

altos33.thumb.jpg.0a3a8317427b205b68e091861036fde0.jpg

 

11: Morro da Taquara (825/830 m) finalmente surge por entre as nuvens.

altos34.thumb.jpg.d7d696011ca57e9b9a781f224bde0b3e.jpg

 

12: Uma das ruas que dão acesso à "parte alta" do Alto.

altos36.thumb.jpg.4074beb6a4e3d675825dfd05c8a1bf4e.jpg

 

13: Plantação e construção abandonada, descendo a mesma rua.

altos37.thumb.jpg.8d60547e0bbd0daba48fc2361c748a71.jpg

 

14: Luminária antiga, já na parte baixa (ou "central") do Alto, na estrada que liga as zonas norte e oeste

altos38.thumb.jpg.c416d07575e8e406021a4f401b5299b2.jpg

 

15: Na pracinha do Alto, vários tipos de palmeiras e também alguns pinheiros.

altos41.thumb.jpg.ebdbc5faa44f9eef297cf496ce566abc.jpg

 

16: Lua crescente entre o Alto e a Usina

altos43.thumb.jpg.a625eefdaa8dc77449a20779b9f9ff4c.jpg

 

17: Escola Municipal Araújo Porto Alegre, já na Usina, com pluviômetro no telhado (visível contra a copa de uma árvore) e lua crescente.

altos44.thumb.jpg.08f5076b2ec3e437096c51ffb767bc8c.jpg

 

18: Prédio da antiga CBTU na Usina, que hoje abriga o INMET/sexto Disme.

altos45.thumb.jpg.1b77d1154ad2b9b6a2e01a12c2dc7a85.jpg

Wallace Rezende,

o antigo local da estação convencional do Alto da Boa Vista, ficava na praça Afonso Viseu, registrava mínimas menores, mas foi vandalizada, aí o Inmet teve que procurar uma local seguro, acho que tem uns 10 anos.

O pluviômetro da foto não é seguro para lugares com grandes acumulados em 24 h, é do mesmo modelo que meço as chuvas aqui em Laje do Muriaé.O Inmet tinha que trocar pelos modelos de  pluviômetros que ANA usa nas estações convencionais pluviométricas(conheço de perto o aparelho da estação de Patrocínio do Muriaé, é enorme, largo, deve comportar uns 700 mm.

Já enchi o meu aparelho e chega a 220 mm começa a transbordar.

Foi muito proveitoso seu passeio no Alto, o Rio de Janeiro é uma grande cartão postal.Amo a cidade.

Edited by marinhonani
  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
59 minutos atrás, Andoni disse:

Obrigado por esses dados. Não tinha essas médias.
O período disponível (dados diários) pra Resende: 1911, 1925-1947 e 1961-2020

Nova Friburgo com dados entre 1944 e 1947.

Juiz de Fora com bastante dados entre 1918 e 1960 @Renan

Andoni,

o Renan, vai soltar fogos e rojões, vai custar para dormir, quando começar a pesquisar os dados de Juiz de Fora.

  • Like 3
  • Haha 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estação PWS de São José dos Ausentes/Mário bateu o recorde de mínima em 2020, -5,3 ás 00 h 50. 

 

As estações de Vista Alegre e Mescalero/Bom Jardim da Serra/Keiser, caminhando rapidamente para o recorde de mínima de 2020.

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Hoje aproveitei que estive no Rio, em casa de parentes, para fazer um passeio pelo bairro mais alto do Rio de Janeiro (o Alto da Boa Vista), onde pude fotografar alguns pontos de interesse.

 

Um dos meus desejos antigos, e que foi bem fácil de concretizar, foi visitar a estação do INMET/Alto da Boa Vista, que fica numa rua tranquila na parte de trás do quartel do Corpo de Bombeiros (numa construção que parece ser um anexo da Escola Municipal Marc Ferrez), numa altitude aproximada de 350 metros.

 

Outro lugar que visitei, já na parte menos conhecida do Alto, foi a rua que muito provavelmente é a mais alta da cidade Rio de Janeiro (cota 550 m aproximadamente), e no ponto mais alto desta rua fica a Escola Municipal Diogo Feijó, a escola mais alta da cidade, praticamente na base do Morro da Taquara (830m), que ainda faz sombra sobre a região à tarde amenizando ainda mais o clima já agradável do local (estimo uns 2ºc abaixo da média do Inmet/ADBV).  Bem em frente à escola, num poste (e facilmente visível na foto) fica o pluviômetro do Cemaden/Alto da Boa Vista, que registrou o recorde carioca de intensidade de chuva das redes Cemaden e Alerta Rio no dia 14/02/2018, com 130,6 mm em apenas 1 hora.  Entre 8 e 9 de abril de 2019, a estação voltou a registrar um acumulado altíssimo, mas desta vez em 24 horas (mais de 350 mm).  É um local um pouco mais chuvoso que o Alto da Boa Vista/INMET (está 200 metros acima), e creio que a média anual por ali supere os 2500 mm, podendo chegar a 4000 mm em anos muitos chuvosos.  É também o local urbanizado com menor média de temperatura da cidade do Rio, estimo média compensada/horária anual entre 19,5ºc e 20ºc.

 

Saindo dali, a capela do Santo Cristo dos Milagres é um ponto de referência, e depois fica a área do Vale Encantado, com um mirante para a Barra da Tijuca (neste ponto, as nuvens de infiltração marítima que o vento sul trouxe começaram a se dissipar, e as fotos começam a ficar mais ensolaradas; isto foi já no meio da tarde, pois do início até o meio da tarde estava 100% nublado, com cerração em vários pontos, como mostram as fotos).  Parênteses: O dia começou com sol e névoa em todo o Rio, mas no final da manhã o tempo nublou no Alto da Boa Vista com a chegada dos ventos de sul/sudoeste (em outros pontos da cidade não chegou a nublar durante o dia, mas o Alto é também o bairro com menor insolação de toda a cidade, creio que tenha média abaixo das 1500 horas anuais).

 

As fotos seguintes foram tiradas novamente na área mais “central” do Alto (perto da e na pracinha do Alto), e por fim as últimas fotos são do bairro contíguo da Usina, já na parte baixa (lado da zona norte).  As últimas fotos mostram e Escola Municipal Araújo Porto Alegre, onde fica outro pluviômetro do Cemaden que registrou mais de 110 mm (115 mm) por hora, mas em março de 2016 (o pluviômetro está no telhado da escola, vendo a foto no tamanho original dá para distinguir o aparelho contra a copa de uma árvore).  A última foto mostra o antigo prédio da CBTU, onde hoje funciona o INMET (sexto Disme), depois que foi desalojado da área portuária (Centro) por obras de revitalização urbana, mas não há nenhum sinal externo de que o INMET funciona ali.

 

Ou seja, quatro locais de monitoramento do tempo/clima só neste passeio de hoje entre os bairros cariocas do Alto da Boa Vista e da Usina, está de bom tamanho.

 

1: Estação do INMET/Alto da Boa Vista da rua (como é uma estação auxiliar, tem apenas abrigo e pluviômetro básico mesmo).  Na chuva de 04/2019, com mais de 300 mm em 24 horas, o pluviômetro transbordou antes da leitura e parte da chuva se perdeu).

altos2.thumb.jpg.50a0dfefaddf98ccaf5448e2df8bf3cc.jpg

 

2: A mesma estação mais de perto, abrigo em boas condições apesar do lugar meio esquisito, no alto de uma rampa gramada íngeme e bem perto de uma casa.

altos3.thumb.jpg.a159d6355fa5f45a1ca693c137fbe63e.jpg

 

3: Rua que dá acesso à estação (bem ao fundo, abaixo da luminária, há uma grande araucária, a maior que já vi na cidade do Rio).  Melhor ampliar a foto para ver a araucária.

altos5.thumb.jpg.e07ec8106679b9c3c25838b133e7c9b6.jpg

 

4: Paisagem no Alto da Boa Vista (entre as partes "baixa" e alta do bairro)

altos8.thumb.jpg.5a85c08f4763c06d2c86cc738accbf2b.jpg

 

5: Já na parte alta do Alto, a escola municipal Diogo Feijó, a mais alta da cidade (550 metros de altitude).  O pluviômetro está no alto do poste parcialmente corroído pela ferrugem (é um lugar extremamente úmido, e de baixa insolação, mesmo após 8 dias sem chuva estava úmido).

altos12.thumb.jpg.beefbb03ac69ac5ea21c52690d0112c7.jpg

 

6: Escola vista da rua, provavelmente a rua mais alta da cidade (se houver alguma mais alta, é por muito pouco, e fica na mesma área).

altos14.thumb.jpg.3203b513173462ba441ee68f8a7d018e.jpg

 

7 e 8: A capela do Santo Cristo dos Milagres.

altos18.thumb.jpg.4110aafa2d0e08b143acd7e3a8169150.jpgaltos21.thumb.jpg.dd90cddd50bb301b5486afce4d1ced26.jpg

 

9: Cerração ao lado da capela.

altos19.thumb.jpg.3ae552bd58bcbc124b7af54ce3368f19.jpg

 

10: Mirante para a Barra da Tijuca (Vale Encantado), o tempo abrindo rapidamente.

altos33.thumb.jpg.0a3a8317427b205b68e091861036fde0.jpg

 

11: Morro da Taquara (825/830 m) finalmente surge por entre as nuvens.

altos34.thumb.jpg.d7d696011ca57e9b9a781f224bde0b3e.jpg

 

12: Uma das ruas que dão acesso à "parte alta" do Alto.

altos36.thumb.jpg.4074beb6a4e3d675825dfd05c8a1bf4e.jpg

 

13: Plantação e construção abandonada, descendo a mesma rua.

altos37.thumb.jpg.8d60547e0bbd0daba48fc2361c748a71.jpg

 

14: Luminária antiga, já na parte baixa (ou "central") do Alto, na estrada que liga as zonas norte e oeste

altos38.thumb.jpg.c416d07575e8e406021a4f401b5299b2.jpg

 

15: Na pracinha do Alto, vários tipos de palmeiras e também alguns pinheiros.

altos41.thumb.jpg.ebdbc5faa44f9eef297cf496ce566abc.jpg

 

16: Lua crescente entre o Alto e a Usina

altos43.thumb.jpg.a625eefdaa8dc77449a20779b9f9ff4c.jpg

 

17: Escola Municipal Araújo Porto Alegre, já na Usina, com pluviômetro no telhado (visível contra a copa de uma árvore) e lua crescente.

altos44.thumb.jpg.08f5076b2ec3e437096c51ffb767bc8c.jpg

 

18: Prédio da antiga CBTU na Usina, que hoje abriga o INMET/sexto Disme.

altos45.thumb.jpg.1b77d1154ad2b9b6a2e01a12c2dc7a85.jpg

Muito bom. Microclimas do Rio são fantásticos. Os bairros entrando pela floresta nem se fala. Em 2013, no auge da MP que Copacabana teve 14/15°C à tarde. O Alto da Boa Vista teve 12/13°C? Qual o ponto mais frio do município do Rio? Algum pico nos 800m mais longe do mar? 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia, madrugada estagnou entre 12 e 13 °C em POA, com períodos de garoa bem fininha.

  • Like 8
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Eclipse disse:

Bom dia, madrugada estagnou entre 12 e 13 °C em POA, com períodos de garoa bem fininha.

Ha ha empatamos 

Só não tivemos garoa.. mas em termos de marasmo tá igualzinho. Enfim, não posso reclamar, foram 5 mínimas negativas na semana passada aki na vila. E no geral os meses de Abril e Maio foram excelentes para mínimas (só mínimas mesmo) devido ao clima seco.

  • Like 8
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui 16.4°C e chuviscos.

Em alguns lugares chove fraco.

390886004_Screenshot_20200603-062343_SamsungInternet.thumb.jpg.0cb568f89ce9401f6fbab014ae988b7b.jpg

  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.