Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Fevereiro/2020

Recommended Posts

2 horas atrás, Darley disse:

Mais 18,4mm na última hora no Mirante e fevereiro de 2020 já se torna o segundo mais chuvoso em 77 anos de medições. Já batemos a marca de 1970. 

Vamos acompanhando, fevereiro de 2020 está prestes a ser histórico no Mirante.

Não sei se tem os dados pluviometricos da região do vale do Paraíba estou em Jacareí e chove forte há horas, certeza que é chuva para passar dos 100mm.

Edited by jrmartinisp
  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Renan disse:

 

11,5°C em Blumenau em FEVEREIRO, isso pelo dado bruto do modelo. Vai destroçar todo e qualquer recorde do passado deste mês se isso ocorrer, correto ?

 

Na verdade é ao contrário. Se está 11,5°C na previsão, o real é algo em torno de 13°C em algum ponto frio da região. Nas áreas urbanas e quentes segue os 15°C/16°C.

 

42 minutos atrás, Felipe Backendorf disse:

Infelizmente o GFS sempre exagera nas mínimas pro vale, não creio que vá bater as mínimas do domingo.

 

Acho que existe alguma chance, apesar de ser difícil. Difícil, primeiro porque estes pulsos pós frio geralmente nunca são mais fortes. Segundo que a configuração é para lá de incomum para verão: chuva o dia inteiro e depois melhora no tempo com forte queda na temperatura.

 

Recorde talvez não venha, mas que vai ser um dia bem incomum para Fevereiro, isso vai!

  • Like 7
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Noite agradável em São Paulo.

Temperaturas entre 20 e 22 graus nas estações do CGE.

1FWjGuI.png

 

 

Pelo radar de São Roque, ainda temos áreas de chuva no leste paulista. Inclusive, novos núcleos brotaram nas regiões do Campinas e Jundiaí e podem até atingir a capital paulista.

A7qOQCA.jpg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comecei a noite com 22°C e agora tenho 23°C. Notei uma sensação maior de "calor" e vi que realmente a temperatura subiu, mesmo com a chuva fraca que caiu em forma de pancadas ao longo da tarde. Vamos ver o que a noite nos reserva.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tinha que fazer uma estação só pra chuvas e tirar um pedacinho de 40 dias do verão. Kkkkk

Uma baixa está formando um fraquíssimo anticiclone que está formando muitas nuvens no norte brazuca e está empurrando muitas nuvens ao sudeste e sul e pedaços do sul nordestino. AccuWeather diz que aqui em minha cidade vai chover mais de 25 mm devido a uma explosão de nuvens perto de MG e vai lançar muitas nuvens para umas parte da região sudeste. Haja chuva!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chuva torrencial em vários pontos de POA e diversos alagamentos.

Outros pontos mais ao norte da Região Metropolitana, como Canoas, começando a receber a chuva.

Edited by Eclipse
  • Like 5
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
59 minutos atrás, Miguel Russe disse:

Tinha que fazer uma estação só pra chuvas e tirar um pedacinho de 40 dias do verão. Kkkkk

Uma baixa está formando um fraquíssimo anticiclone que está formando muitas nuvens no norte brazuca e está empurrando muitas nuvens ao sudeste e sul e pedaços do sul nordestino. AccuWeather diz que aqui em minha cidade vai chover mais de 25 mm devido a uma explosão de nuvens perto de MG e vai lançar muitas nuvens para umas parte da região sudeste. Haja chuva!

Desculpa, mas qual cidade?

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muita chuva neste final de noite aki no Sul. As precipitações são abrangentes e atingem os 3 estados, mas principalmente Santa Catarina, como mostra a imagem dos radares:

Screenshot_2020-02-25-22-56-29-1.thumb.png.98e097c91cba13c69b544e41cbfd69d9.png

É grande a cobertura de nebulosidade e em várias regiões as nuvens estão produzindo descargas elétricas..Screenshot_2020-02-25-22-57-51-1.thumb.png.b922929f3243f19c895bb9cd5833d5ea.pngScreenshot_2020-02-25-22-57-46-1.thumb.png.b7c47257fd69dd345a0368078c62ac0a.png

  • Like 12
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Juzinho disse:

Dá um ranço ver esses dados do Mirante e ver que se tivesse chovido o que choveu no Sesc até hj nesse mês , seria um mês de Fevereiro normal por lá .

 

Mas não deveria ter pois a estação do Mirante é bem mais centralizada que a do SESC, ou seja, representa melhor a cidade.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um núcleo se formou no extremo-sul do Ceará, nas proximidades de Juazeiro do Norte:

DAEE14B5-ADD3-40A8-ADC7-AAF91809FE78.thumb.jpeg.d5101d6c8ca9e487d38e4e5e02bd19d6.jpeg
 

Na capital, Fortaleza, nada de especial:

86418BF0-3553-4C2E-B90A-A3D1DAEC920D.thumb.jpeg.a16c5fd1690afcf3464b0a99949f7d96.jpeg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Durante a madrugada a chuva deve avançar mais para norte e nordeste, formando uma extensa faixa de precipitações que começa na Bolívia e se estende até o extremo sul do Atlântico, terminando em um intenso sistema de Baixa q deve atingir algo em torno dos 955 hPa ...497164840_2020-02-2523_03_03.thumb.png.0a864e49cd6872a54aaf54db818a2281.png

  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 hours ago, jrmartinisp said:

Não sei se tem os dados pluviometricos da região do vale do Paraíba estou em Jacareí e chove forte há horas, certeza que é chuva para passar dos 100mm.

Boa noite Junior,

Você mora em Jacareí? Morei 7 anos aí no Vale do Paraíba e era incrível as tempestades de verão com uma quantidade impressionante de raios. Morei na infância de 97 até fim de 2004. Essas tempestades que me fez despertar o interesse pelo clima e pela observação. Usava um binóculo da Tasco para ver os raios das Cbs longe sobre a Mantiqueira e Sampa, sem contar os banhos de enxurrada kkkk. Em janeiro de 2003 acumulou 501mm de acordo com o jornal da cidade (tenho até hoje). Época que comecei a ser observador do tempo. Lugar muito bacana! :) 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, Pedro Victor P. disse:

Um núcleo se formou no extremo-sul do Ceará, nas proximidades de Juazeiro do Norte:

DAEE14B5-ADD3-40A8-ADC7-AAF91809FE78.thumb.jpeg.d5101d6c8ca9e487d38e4e5e02bd19d6.jpeg
 

Na capital, Fortaleza, nada de especial:

86418BF0-3553-4C2E-B90A-A3D1DAEC920D.thumb.jpeg.a16c5fd1690afcf3464b0a99949f7d96.jpeg

 

Só tem ele na região. O relevo deve ter influenciado. Não houve nada no sertão da PB e do RN hoje.

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Radar de São Roque neste final de noite mostra chuva entre a região de Campinas e a metade norte da Grande SP.

 

6GPoaQh.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se fevereiro tem se mostrado predominantemente positivo no norte do Nordeste, as notícias para o resto da quadra chuvosa, segundo o CFSv2, não são lá muito animadoras:

 

Março ainda deverá ter desvios positivos, mas num grau muito menor em relação ao que era previsto nas rodadas de dezembro/janeiro:

EA3AB8CB-D208-4929-8FC2-0C600028DEB8.thumb.png.a0d9aa8f1e71140c00e9e20b46faa91a.png
 

Em abril (que em Fortaleza é o mês mais chuvoso do ano, com média de 412,8 mm), grande parte da região tende a apresentar desvios negativos, enquanto o Amapá e o Pará terão desvios positivos, o que provavelmente indica que a ZCIT deverá ficar mais pra lá do que pra cá. 

D0E77604-DB12-4945-9BC4-F1D977DEE922.thumb.png.6799794abec9c08e0ea20dcd1f3d0728.png
 

E por fim, maio, também seguindo a tendência de apresentar desvios negativos por toda a metade norte do Nordeste:

74589FE6-D8CD-44F5-8E3B-6C0B4AC52B1C.thumb.png.4de611f10148762c3e4f0df751ad18bc.png
 

Situação atual dos oceanos:

D2A3B44D-763B-418F-9AB6-08D0ECED811F.thumb.png.52dfc8b2c0932a2954893ed3dd9f4bd6.png

Edited by Pedro Victor P.
  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fevereiro terminando de forma fantástica!!
859290205_ScreenShot2020-02-25at23_27_50.png.48af4cea1ca16cf949751dafc9e1f002.png
1649353809_ScreenShot2020-02-25at23_30_22.png.28ce852ed192082814e5ec3aeb70d314.png

Modelo WRF - Que fevereiro é esse


Temperatura confesso um pouco abafada, de 22,8ºC, em razão dessa pré-frontal típica sobre o interior de SP. Céu totalmente nublado! Mas com a chuva que está prevendo já nessa madruga e principalmente amanha de tarde o refresco deve voltar e daí devemos ter dias bem mais amenos, e só deve ter chance de chuva no domingo. Alerta para MG que deve ter bastante chuva nos próximos dias.

Hoje foi dia de chuvarada no oeste e centro sul paulista, norte do PR e MS. Em Presidente Prudente choveu bastante hoje, causando alagamentos. Na automática do INMet até as 23z acumulou 57,2mm.
 1912573644_ScreenShot2020-02-25at23_38_13.png.435f3811be0d9a181edae83c893e20d5.png

https://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2020/02/25/chuva-forte-provoca-alagamentos-e-agua-invade-residencias-em-presidente-prudente.ghtml

Edited by Lucas Centurion
  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, Pedro Victor P. disse:

Se fevereiro tem se mostrado predominantemente positivo no norte do Nordeste, as notícias para o resto da quadra chuvosa, segundo o CFSv2, não são lá muito animadoras:

 

Março ainda deverá ter desvios positivos, mas num grau muito menor em relação ao que era previsto nas rodadas de dezembro/janeiro:

EA3AB8CB-D208-4929-8FC2-0C600028DEB8.thumb.png.a0d9aa8f1e71140c00e9e20b46faa91a.png
 

Em abril (que em Fortaleza é o mês mais chuvoso do ano, com média de 412,8 mm), grande parte da região tende a apresentar desvios negativos, enquanto o Amapá e o Pará terão desvios positivos, o que provavelmente indica que a ZCIT deverá ficar mais pra lá do que pra cá. 

D0E77604-DB12-4945-9BC4-F1D977DEE922.thumb.png.6799794abec9c08e0ea20dcd1f3d0728.png
 

E por fim, maio, também seguindo a tendência de apresentar desvios negativos por toda a metade norte do Nordeste:

74589FE6-D8CD-44F5-8E3B-6C0B4AC52B1C.thumb.png.4de611f10148762c3e4f0df751ad18bc.png
 

Situação atual dos oceanos:

D2A3B44D-763B-418F-9AB6-08D0ECED811F.thumb.png.52dfc8b2c0932a2954893ed3dd9f4bd6.png

Me surpreende e MUITO o mapa permanecer verde no sudeste em todos os meses. Nem sei quando foi a última vez que isso aconteceu.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Leandro Leite disse:

Junho de 2016 não teve nada de histórico em matéria de frio no Mato Grosso, aquele ano basicamente só esfriou no fim de abril e depois no fim de agosto e começo de setembro, nesse último se tratou de uma onda de frio que pouco atingiu o Sul e Sudeste, no Brasil uma onda de frio pode ser histórica para uma região e para outra não ser e vice-versa, a de meados de julho de 2017 teve caráter histórico entre a Patagônia e a Amazônia,  abrangendo os estados fronteiriços brasileiros, o destaque sul-americano foi os - 25 C em Bariloche, o recorde local, a do começo do mesmo mês teve até um certo potencial histórico em parte do Sudeste e até do Nordeste brasileiro, o destaque foi o sincelo no Pico da Bandeira, daquela vez os ventos polares marítimos chegaram no Tocantins, a do começo de julho de 2019 tinha potencial histórico em parte do Sudeste, porém não teve esse potencial no Mato Grosso, e também não teve nada de histórico na Argentina como um todo, princialmente na faixa oeste do País, desde Bariloche ao Sul e até Salta ao norte, Cuiabá parece está mais correlacionada com a Argentina que com o Sudeste brasileiro quando o assunto é onda de frio, Bariloche foi ter sua menor temperatura em julho passado em onda de frio que atingiu Cuiabá e não atingiu nem Curitiba.    

Importante uma colocação como essa para reforçar que não existe um “inverno ideal” para todos (no caso deste fórum, que gostam de frio) em todos os lugares ao mesmo tempo.

 

Mesmo invernos do passado como 1918, 1933 e 1942, que pelos padrões de hoje seriam considerados frios em praticamente todo ao país, para os padrões da época em que ocorreram (com médias globais e regionais bem mais baixas) não foram frios em todas as regiões, apesar de terem sido excelentes em boa parte do Centro-Sul.  E não precisamos ir tão longe, julho de 1975 e 2013 são bons exemplos de ondas de frio (que acabaram influenciando a percepção da estação como um todo) com uma linha relativamente bem definida separando o “excelente” do “inexpressivo” na Região Sudeste.

 

No caso de junho 2016, numa distância ainda menor houve diferença considerável entre a relevância histórica das médias mensais.  Enquanto aqui na Região Metropolitana do Rio junho de 2016 disputa com julho de 2000 o título de mês mais frio dos “anos 2000” (06/2016 com máximas bem mais baixas, e 07/2000 com mínimas mais baixas e evento principal mais forte, na média final dá empate técnico com diferença de poucos décimos), na Região Serrana do RJ (100/150 Km ao norte/nordeste daqui) junho de 2016 foi apenas um mês de junho “bonzinho”, que se destacou após uma sequência de junhos desastrosos de quentes, mas não se destacaria por exemplo entre os meses de junho da última normal climatológica.  E no leste de MG, avançando desde a divisa com o RJ até BH, foi a mesma coisa pelo que vi, um junho OK mas de nada mais em 2016.

 

Já julho de 2017 foi um mês com médias muito comportadas por aqui (RM e terras baixas do RJ em geral), mas extremamente chato e sem graça, com vários dias amenos e nenhum evento frio de destaque, enquanto na Região Serrana já foi até 1ºc mais frio que junho de 2016 (enquanto aqui junho de 2016 foi mais frio, por 0,5ºc em média, e bem mais “emocionante” que 07/2017, ou seja, com um evento mais expressivo que faltou a 2017).

 

Então, se dentro de um estado pequeno e estreito como o RJ já pode haver diferença em vários meses (delimitada pela posição da cidade ao sul ou ao norte da Serra do Mar), imagine entre o leste do Sul/Sudeste e o Centro-Oeste, dois “mundos” distintos!

 

Sobre este recorde de Bariloche em 2017, vou fazer algumas observações que fogem ainda mais ao tema deste tópico, mas que também não justificam a abertura de outro.  Quem não se interessar pode ir direito para o último parágrafo, sobre monitoramento.

 

Muito já li sobre os -25ºc de Bariloche em 07/2017, mas nunca vi ser exposto um fato importantíssimo: Esta mínima ocorreu apenas numa área praticamente desabitada onde se encontra aeroporto de Bariloche, sob uma grossa de neve (incomum na região mais afastada das montanhas, para o leste, onde fica o aero) e condições atmosféricas ideais para o resfriamento radiativo (calmaria total e ar seco em altura, sendo que a cobertura de neve potencializa e muito a perda radiativa de calor).  A estação do SMN que registrou esta mínima estava parcialmente “enterrada na neve”, e ali se formou um microclima perfeito para o resfriamento radiativo extremo verificado.  Dentro do próprio aeroporto, uma estação automática da aeronáutica mais afastada da camada de neve que cobria o solo (mas ainda dentro do microclima mais frio do aero) registrou mínima horária de -17ºc, mas na área urbana de Bariloche mesmo (que fica num aclive às margens do lago, onde o resfriamento radiativo é nulo) a mínima no dia do recorde variou entre -8 e -9ºc (conforme três estações particulares diferentes que consultei), com alguns bairros um pouco mais afastados caindo até -10/-12ºc no máximo.  Nenhuma outra estação principal do SMN na província de Río Negro (além da localizada no aero de Bariloche) baixou dos -12ºc neste dia, nem mesmo El Bolsón, que estava sob efeito da mesma massa de ar, mas com vento e pouca neve no solo, o que mostra como o recorde do aeroporto Bariloche foi um evento isolado e não representativo da região.

 

Moral da história: quem estava na cidade de Bariloche, ou mesmo no Cerro Catedral (a temperatura em 850 estava em torno dos -10ºc) neste dia passou muito longe de experimentar um frio de -25ºc, experimentou sim um frio -8/-9ºc e sem vento se acordou bem cedo, e perto de 0ºc durante a tarde, nada assim especial para o inverno local e, vou dizer mais, nada diferente de uma manhã muito fria de inverno em Urupema (exceto pela neve).  A mínima do aeroporto ocorreu sob condições extremas, numa área restrita, e nada representativa da área urbana de Bariloche (e igualmente não representativa de todas as localidades habitadas às margens do Lago Nahuel Huapi, para onde alguns “subúrbios” de Bariloche se estendem), algo parecido com os -33ºc de Sarmiento no início do século XX.    Um registro válido, mas que não foi resultado de uma massa de ar frio extrema sobre a região, e sim de uma conjunção de fatores que atuaram para acentuar o resfriamento radiativo nas “estepes” ao leste de Bariloche.  Outro dado relevante, para mostrar como o aeroporto é mais frio que a cidade à noite mesmo em "condições normais", é que na primeira metade do século XX (mais fria) havia apenas um mês com média das mínimas negativa (-0,3ºc em julho) na estação meteorológica que ficava na cidade de Bariloche, enquanto o aero nos dias de hoje tem 4 meses com média das mínimas negativa (junho a setembro).  Até meados do século XX maio provavelmente entraria também na lista das médias mínimas negativas, mas a estação do aero só começou a funcionar em 1951.

 

O que sempre me incomodou foi ver esta mínima (-25ºc) sendo divulgada como se representasse o que os habitantes da cidade sentiram naquele dia “a mínima em Bariloche foi essa”, ignorando completamente a questão do microclima que fez o frio na estação oficial ser incomparavelmente maior que o registrado na cidade.  Fazendo mais uma comparação: Marsilac, no dia dos 8/9ºc em janeiro deste ano, estava muito mais perto da temperatura sentida no miolo de São Paulo (16/17ºc) do que o aeroporto de Bariloche estava das áreas urbanizadas da cidade (temperaturas) no dia do recorde em 2017.

 

Voltando ao monitoramento, o tempo tem estado completamente inexpressivo por aqui nos últimos dias, com muitas nuvens e temperaturas agradáveis para para fevereiro.  Hoje o calor normal da estação voltou junto com o sol, mas também sem destaques na cidade do Rio e arredores (no interior do estado choveu forte em pontos isolados, com destaque para o distrito de Morro Azul em Engenheiro Paulo de Frontin, com mais de 100 mm somente na noite de hoje no Cemaden, e Barra do Piraí com 60 mm em 40 minutos).  Amanhã teremos um dia muito abafado, com pré-frontal e chance de pancadas esparsas no final do dia, e depois terá início um período relativamente prolongado de temperaturas comportadas para a época, com precipitações intermitentes mas sem grande intensidade entre os últimos dias de fevereiro e os primeiros dias de março (chuvas que, pela duração potencial de vários dias, poderão trazer acumulados significativos aos locais mais favorecidos pelo relevo).

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 7
  • Thanks 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muita chuva nas últimas 48h em SC(em vermelho a área drenada pelo rio Uruguai):

image.thumb.png.8fc329d09759d8d50cf4a670fc5cf99b.png

 

As chuvas vem num excelente momento, o rio Uruguai está baixo como há anos não se via, algumas imagens impressionantes foram registradas no interior de Mondaí, o rio formou um salto na linha Ervas:

image.thumb.png.ac1b272ab05feb77d8b488a593a05566.png

 

image.thumb.png.a4be0072dbe55e6226661614da8de999.png

 

Em Itapiranga:

A navegação das barcas que ligam Itapiranga/SC a Barra do Guarita/RS já foi comprometida com o baixo nível do rio. Das duas plataformas, apenas uma está operando por conta da seca no rio. - Foto: Portal Oeste Mania/ND

 

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Itapiranga, são realizadas duas medições diárias no rio, de manhã e à tarde. No começo desta terça-feira o nível era de 36 centímetros, quando o normal é mais de um metro. - Foto: Portal Oeste Mania/ND

 

Fonte das fotos de Itapiranga: https://ndmais.com.br/galeria-de-foto/rio-uruguai-chega-a-nivel-preocupante-no-oeste-de-sc/

 

A chuva já passou pelo extremo oeste e o dia já amanhece mais frio com vento sul em Mondaí, faz 21,4C e deve demorar semanas até a próxima chuva. Europeu 00z pra lá:

image.png.9918b0a449df09034dafd2af9219fbe9.png

  • Like 7
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depois de 3 semanas sem nada muito expressivo por aqui, as coisas parecem que vão voltar a ficar interessantes a partir de sexta.

 

Screenshot_20200226-083451.thumb.png.9f60dacea9a70535b194437edb5155b2.png

Modelo europeu para Queimada Nova -  Yr.no

 

Previsão para os primeiros dias de março está muito boa. Esse que é o mês mais chuvoso do ano na maior parte da região.

 

us_model-en-104-4_modez_2020022600_240_15118_157.thumb.png.03193f046ea03163e1ff515e326777db.png

 

  • Like 7
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quarta feira chuvosa no norte do PR, por aqui foram 30 mm registrados durante a madrugada, agora chuva leve e 21°C.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pouco sol na previsão....Iporã do Oeste/SC

 

DGDGSDGSGDS.thumb.png.f9162855a59cf3f7ad3f0e1c7878fd8c.png

 

Vários dias com presença de ar frio, manhãs frescas/mínimas baixas em baixadas e tardes agradáveis a quentes. Meteoblue está dando 12C para amanhã e para sexta. Na última MP ele cravou as mínimas.

Edited by jean10lj
  • Like 8
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia à todos... feriado terminando com chuvas intermitentes em boa parte do Sul, com grandes acumulados no estado catarinense, em áreas específicas da metade norte/leste do Rio Grande do Sul e em boa parte do sul e sudoeste do Paraná. 

Os maiores volumes foram registrados em Santa Catarina, superando os 100 mm em algumas estações (Joaçaba, Xanxerê, Rio Negrinho, etc, já apresentado no mapa pelo @Felipe Backendorf).

Aki na região de Curitiba os acumulados foram pekenos devido à característica das precipitações, em geral fracas e contínuas.  Acumulado <25 mm entre ontem e hoje. Apenas no extremo sul da região metropolitana houve um volume razoável em torno dos 40-50 mm.

Imagem desta manhã, com o grosso da nebulosidade já adentrando o Sudeste do país mas ainda atuando principalmente no interior do Paraná Screenshot_2020-02-26-08-56-44-1.thumb.png.6f685cd3130c3683579cbe479b19e77e.png

Aviso de intensas precipitações no extremo sul de São Paulo nas próximas horas (aviso semelhante também emitido para boa parte do Centro-Oeste e áreas do Norte do país):Screenshot_2020-02-26-09-01-48-1.thumb.png.383d0029c27a875a6847e77b9b04c88a.png

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.