Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Fevereiro/2020

Recommended Posts

2 horas atrás, Aldo Santos disse:

 

A informação que obtive, alguns anos atrás, de um meteorologista (Professor do IAG) é que o INMET não contrata observadores há anos.

Havia um programa de treinamento, que era executado antigamente e que parece que foi jogado às traças atualmente.

Quando alguém se aposenta, entra em férias, etc, etc, é uma dificuldade pra arranjar substitutos.

Inclusive, geralmente, as convencionais são fechadas com a aposentadoria do(s) observadore(s).

 

 

 

--------------------------------

 

 

Se não existe  uma equipe dimensionada pra fazer essa manutenção em todo país e nem recursos financeiros, nada feito.

A automática de Porto Velho-RO, por exemplo, está fora de operação há mais de 4 meses.

Campo Grande-MS chegou a ficar mais de 3 meses fora.

E estou falando de capitais.

 

 

 

Aldo Santos,

o cargo de observador meteorológico foi extinto no início dos anos 90, nas primeiras reformas dos serviço público(outros cargos que não são do Inmet também foram extintos).Governo do Fernando Collor.

Aqui pertinho de Laje do Muriaé na convencional de Itaperuna até 2008 eram 3 observadores, a senhora que tinha nível superior e ganhava um pouco mais do que os 2 colegas, aposentou em 2009. Sobrou um rapaz e uma senhora.Quando chegou em 2019 a observadora mais antiga que tinha entrado em 1980(39 anos de serviço)teve que aposentar devido a problemas de saúde por ter pego Chikungunia.Agora ficou somente o Vanderlei.

Não sei em qual mês de 2020, a convencional de Itaperuna vai ficar sem dados, o rapaz vai tirar seus 30 dias de férias.

Na convencional de Cordeiro, janeiro de 2019 e 2020 ficou sem dados devido o funcionário(a) ter entrado de férias.

 

  • Like 2
  • Sad 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 hours ago, Wallace Rezende said:

Nos países do chamado primeiro mundo, a automação das principais observações já atingiu praticamente todas as estações meteorológicas/climatológicas principais, e este seria o caminho natural para o Brasil também (tem algumas desvantagens, mas parece ser um caminho sem volta, então melhor fazer isso direito). 

 

Acontece que, com a atual estrutura de manutenção do INMET, não ia funcionar também, vide o grande número de automáticas com pluviômetro entupido, muitas vezes por meses sem que haja manutenção.  Estamos entre a cruz e a espada, infelizmente.

 

Mas o grau de desinteresse de muitos funcionários do próprio órgão não ajuda, com um pouco de boa vontade seria possível contornar vários problemas, até porque sabemos que o INMET passa por muitas dificuldades também, começando pelo baixo orçamento e passando por excesso de burocracia na contratação e treinamento de pessoal.  Nestes casos de Curitiba e Florianópolis, um cruzamento de dados (auto x conv, já que ficam no mesmo cercado nas duas cidades), seria a solução para corrigir os dados pluviométricos na base oficial, ou seja, bastaria um pouco de vontade.

Outra questão tbm, além desse valioso relato seu, é o fato dos dados serem fechados como se fossem uma espécie de arquivo secreto a moda Área 51. Cito como exemplo o governo australiano, que disponibiliza para QUALQUER usuário acessar as suas respectivas estações, contendo todos os dados da séries histórica, bem como as normais climatológicas. Na própria tabela já tem o comparativo entre a média do mês com a normal, valores absolutos, dia com maior a pluviosidade do mês, entre diversas outras coisas. Não entendo porque no Brasil os dados são tão fechados e difíceis de serem acessados.

No CIIAGRO vc só acessa os dados dos últimos 7 dias (só quem é autorizado pode acessar o histórico), no INMet são 3 meses apenas, no CEMADEN vc acessa dados diários mas não encontrei os valores anuais tabelados. Além de toda essa falta de orçamento, burocracia e má vontade, existe tbm um "capricho" com o acesso aos dados, só quem é da área consegue ter full acesso. Se vc for "apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior" um abraço kkkk. Por outro lado, o DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica de SP) disponibiliza tabelas contendo todos os dados de suas estações, mas não é a regra. 

Back to monitoramento: aqui segue com sol e Cirrosstratus no céu. quente mas nem tanto, com 31,3ºC. Agora há pouco choveu 15,2mm em Bauru na automática IPMet, tem áreas de chuva tbm em Marília. 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, marinhonani disse:

Aldo Santos,

o cargo de observador meteorológico foi extinto no início dos anos 90, nas primeiras reformas dos serviço público(outros cargos que não são do Inmet também foram extintos).Governo do Fernando Collor.

Aqui pertinho de Laje do Muriaé na convencional de Itaperuna até 2008 eram 3 observadores, a senhora que tinha nível superior e ganhava um pouco mais do que os 2 colegas, aposentou em 2009. Sobrou um rapaz e uma senhora.Quando chegou em 2019 a observadora mais antiga que tinha entrado em 1980(39 anos de serviço)teve que aposentar devido a problemas de saúde por ter pego Chikungunia.Agora ficou somente o Vanderlei.

Não sei em qual mês de 2020, a convencional de Itaperuna vai ficar sem dados, o rapaz vai tirar seus 30 dias de férias.

Na convencional de Cordeiro, janeiro de 2019 e 2020 ficou sem dados devido o funcionário(a) ter entrado de férias.

 

 

Muito amadorismo. Se não é pra fazer bem feito, melhor nem fazer e fechar todas as convencionais de uma vez. Aqui em JF é a Andréia quem coleta os dados, já está fazendo isso tem uns 20 anos +-. A convencional está claramente descalibrada e ela sabe disso, porém ninguém dá ideia pra ela. 

  • Sad 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Lucas Centurion disse:

Outra questão tbm, além desse valioso relato seu, é o fato dos dados serem fechados como se fossem uma espécie de arquivo secreto a moda Área 51. Cito como exemplo o governo australiano, que disponibiliza para QUALQUER usuário acessar as suas respectivas estações, contendo todos os dados da séries histórica, bem como as normais climatológicas. Na própria tabela já tem o comparativo entre a média do mês com a normal, valores absolutos, dia com maior a pluviosidade do mês, entre diversas outras coisas. Não entendo porque no Brasil os dados são tão fechados e difíceis de serem acessados.

No CIIAGRO vc só acessa os dados dos últimos 7 dias (só quem é autorizado pode acessar o histórico), no INMet são 3 meses....

Muito bacana vc ter mencionado essa facilidade com q se pode ter acesso aos dados climáticos COMPLETOS de qualker localidade e estação australiana.

Há uns anos atrás, aproveitando essa facilidade, consegui baixar históricos completos de dezenas de cidades dakele país. E já gastei horas e mais horas fazendo comparações entre os dados de uma e outra localidade e região, principalmente do incrível Estado de Victória. Tenho tudo guardado no drive (Cel) e vez por outra dou uma olhada, qdo a coisa por aki fica meio monótona.

IMG_20200202_164810.thumb.jpg.27956477e5489b74dbad4c8f6749cde5.jpgIMG_20200202_164900.thumb.jpg.ed2608432e9de31695ef53c58122d564.jpgIMG_20200202_164838.thumb.jpg.6b0f819311603a38953edddd4be6c66b.jpg

Nos EUA e tbm na Europa, assim como no Canadá as dificuldades de acesso são mínimas para kem tem interesse.

No Brasil, sem palavras...

  • Like 3
  • Thanks 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Temos um monstro nas proximidades de BH. O vento, a princípio, está bloqueando o deslocamento dessa área para a capital. Mas vamos ver o que vai acontecer. 

 

IMG_20200202_171128.jpg.a0bc1eef371fcc62ba13ba58110a6b17.jpg

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje está um dia chuvoso, porém com acumulado não muito expressivo, já q a chuva varia de fraca/muito fraca a moderada.

Ano passado, no dia de hoje fikei algumas horas "em campo" registrando formações de tempestades durante a tarde.

Terminei o dia literalmente esgotado, mas satisfeito pq foram dezenas de boas imagens q consegui capturar.

Algumas dessas imagens 👇1580648617804.thumb.jpg.536de7d47931e7a08b43f883322d1553.jpg1580648583276.thumb.jpg.7265874ddc426f7d7a068c3180c9d49a.jpg1580648550627.thumb.jpg.0afec4fbc7d63c06433bb4ebf2e87469.jpg1580648838554.thumb.jpg.1fbcf73f1b360202a1d06f6cb85e3f61.jpg

1580647372993.thumb.jpg.4aa8829e8ff6e820e616705f9058e33e.jpg

Como o padrão de Fevereiro/19 foi de chuvas concentradas mais à oeste (não sei exatamente o motivo) os maiores volumes foram registrados em Curitiba.

Essas formações das imagens aconteceram principalmente no oeste e nesse dia, acumulou muita água nos bairros curitibanos, já aki foi bem pouco.

  • Like 14

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, RafaelBHZ disse:

Temos um monstro nas proximidades de BH. O vento, a princípio, está bloqueando o deslocamento dessa área para a capital. Mas vamos ver o que vai acontecer. 

 

IMG_20200202_171128.jpg.a0bc1eef371fcc62ba13ba58110a6b17.jpg

Vista daqui de casa:

 

IMG_20200202_172148.thumb.jpg.b4ebb0c0d6551478c1862f0fb611f575.jpg

 

IMG_20200202_172128.thumb.jpg.a3e622336a10dbced0bdbf55f217a9ef.jpg

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje às 04:00 da manhã, o aeroporto Aeroparque, ao lado do bairro Palermo e do Rio da Prata no meio de Bs As, estava registrando 26 graus. Muito quente. Ezeiza pro interior tinha 20. 

 

Em S. Paulo choveu legal na última hora. O dia está fresco. 22.5 graus. 

  • Like 4
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por acaso aquela zcas que tava prevista pra essa semana vai se formar em cima de sp? Pq a última rodada do europeu mostra volumes bastante expressivos e regulares nos próximos 10 dias numa extensa faixa, com valores da ordem de 150-250 mm pelo estado, chegando a 400 mm no litoral norte.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Wagner97 disse:

Por acaso aquela zcas que tava prevista pra essa semana vai se formar em cima de sp? Pq a última rodada do europeu mostra volumes bastante expressivos e regulares nos próximos 10 dias numa extensa faixa, com valores da ordem de 150-250 mm pelo estado, chegando a 400 mm no litoral norte.

Será a segunda no ano se confirmado a formação de ZCAS nós próximos dias.

  • Like 4
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, marinhonani disse:

Aldo Santos,

o cargo de observador meteorológico foi extinto no início dos anos 90, nas primeiras reformas dos serviço público(outros cargos que não são do Inmet também foram extintos).Governo do Fernando Collor.

Aqui pertinho de Laje do Muriaé na convencional de Itaperuna até 2008 eram 3 observadores, a senhora que tinha nível superior e ganhava um pouco mais do que os 2 colegas, aposentou em 2009. Sobrou um rapaz e uma senhora.Quando chegou em 2019 a observadora mais antiga que tinha entrado em 1980(39 anos de serviço)teve que aposentar devido a problemas de saúde por ter pego Chikungunia.Agora ficou somente o Vanderlei.

Não sei em qual mês de 2020, a convencional de Itaperuna vai ficar sem dados, o rapaz vai tirar seus 30 dias de férias.

Na convencional de Cordeiro, janeiro de 2019 e 2020 ficou sem dados devido o funcionário(a) ter entrado de férias.

 

 

Verdade.

Vários "marajás" demitidos no governo Collor eram observadores do INMET.

Foi aí que a coisa começou a degringolar.

Várias estações por esse Brasil afora têm um mês de dados faltando no ano, normalmente devido a férias do único observador.

Se essas férias ocorrem em meses alternados através dos anos, até que não complica muito no caso das médias.

Mas... no caso do total de chuvas em determinado ano, eventualmente de extremos, etc, etc, os dados ficam bastante prejudicados.

  • Like 1
  • Sad 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os dois primeiros dias de fevereiro foram típicos de verão em Conselheiro Lafaiete. Temperaturas entre 19 e 30 graus e pancadas de chuva isoladas pela região. No momento, raios e trovoadas, muitos núcleos de chuva no radar ao redor da cidade, já choveu um pouco nessa tarde e daqui a pouco cai mais água...

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

O tempo "bananeiro" de mais cedo disse adeus, agora só 20,4°, vento de 31km/h, e garoa, a temperatura e o vento já dão por si só uma sensação térmica de 15°, e com garoa dá mais frio ainda

  • Like 7
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Lucas Centurion disse:

 No CIIAGRO vc só acessa os dados dos últimos 7 dias (só quem é autorizado pode acessar o histórico), no INMet são 3 meses apenas, no CEMADEN vc acessa dados diários mas não encontrei os valores anuais tabelados. Além de toda essa falta de orçamento, burocracia e má vontade, existe tbm um "capricho" com o acesso aos dados, só quem é da área consegue ter full acesso. Se vc for "apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior" um abraço kkkk. Por outro lado, o DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica de SP) disponibiliza tabelas contendo todos os dados de suas estações, mas não é a regra. 

 

Lucas, no INMET você pode acessar dados desde 1961 no BDMEP, o banco de dados do INMET.

Tem problemas, dados incompletos, etc, mas "quebra um galho".

Tem que se inscrever e preencher uns dados mas não é difícil.

Inclusive, quando me inscrevi, deixei dados em branco (Não obrigatórios) no formulário.

 

- Você entra em "Estações e Dados" lá no alto.

- Depois, clica em "BDMEP - DADOS HISTÓRICOS"

"NOVO CADASTRO" e preenche as informações solicitadas.

- Depois de um tempo, você receberá uma senha.

 

  • Like 4
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
33 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

O tempo "bananeiro" de mais cedo disse adeus, agora só 20,4°, vento de 31km/h, e garoa, a temperatura e o vento já dão por si só uma sensação térmica de 15°, e com garoa dá mais frio ainda

Agora 19,4°, sensação de 13°, já é a menor temperatura do ano

Edited by Felipe S Monteiro
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Lucas Centurion disse:

Outra questão tbm, além desse valioso relato seu, é o fato dos dados serem fechados como se fossem uma espécie de arquivo secreto a moda Área 51. Cito como exemplo o governo australiano, que disponibiliza para QUALQUER usuário acessar as suas respectivas estações, contendo todos os dados da séries histórica, bem como as normais climatológicas. Na própria tabela já tem o comparativo entre a média do mês com a normal, valores absolutos, dia com maior a pluviosidade do mês, entre diversas outras coisas. Não entendo porque no Brasil os dados são tão fechados e difíceis de serem acessados.

No CIIAGRO vc só acessa os dados dos últimos 7 dias (só quem é autorizado pode acessar o histórico), no INMet são 3 meses apenas, no CEMADEN vc acessa dados diários mas não encontrei os valores anuais tabelados. Além de toda essa falta de orçamento, burocracia e má vontade, existe tbm um "capricho" com o acesso aos dados, só quem é da área consegue ter full acesso. Se vc for "apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior" um abraço kkkk. Por outro lado, o DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica de SP) disponibiliza tabelas contendo todos os dados de suas estações, mas não é a regra. 

Back to monitoramento: aqui segue com sol e Cirrosstratus no céu. quente mas nem tanto, com 31,3ºC. Agora há pouco choveu 15,2mm em Bauru na automática IPMet, tem áreas de chuva tbm em Marília. 

O serviço de meteorologia do MS disponibiliza no fim de todo mês todas as informações das estações para download, queria saber qual é a dificuldade para os outros serviços fazerem o mesmo

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Agora 19,4°, sensação de 13°, já é a menor temperatura do ano

Caraca, e aqui continua 20°

Apesar do dia nublado e com garoa, vento quase nulo e mesmo assim abafado dentro de casa

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, Matheus Vinicius disse:

Caraca, e aqui continua 20°

Apesar do dia nublado e com garoa, vento quase nulo e mesmo assim abafado dentro de casa

Eu tbm estou impressionado, hoje bateu 31° com umidade de mais de 70%, e agora nas últimas horas o clima mudou totalmente, se isso ocorresse sempre no verão daqui, ele seria até mais suportável

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muita nebulosidade e muitas áreas sob chuva moderada, fraca e pontos com chuva forte entre Santa Catarina, Paraná e São Paulo. O deslocamento dessa instabilidade é relativamente lento e por isso mesmo o quadro pouco se alterou em muitas regiões entre o período da manhã e agora no final da tarde.

As temperaturas seguem amenas e até baixas (como o @Felipe S Monteiro relatou q está ocorrendo em Altônia, no extremo oeste do estado).

Screenshot_2020-02-02-18-05-47-1.thumb.png.6481b19b5bac84413336e1e29092e249.png

A ausência da insolação é responsável pelo friozinho anormal no estado, além disso a existência de um sistema de Alta Pressão no oceano está jogando e represando ar kente no interior do continente.

Screenshot_2020-02-02-18-12-45-1.thumb.png.42f162e024041be319c610eb8fc340d6.png

A Argentina foi contemplada nesta tarde com os maiores registros térmicos do Continente Sul Americano. Está mais kente no noroeste dakele país do q por exemplo no Paraguai q geralmente é o campeão das altas temperaturas.

Sul (exceto parte do RS), uma grande área do Sudeste e o sul do Centro-Oeste estão vivenciando uma das tardes mais frias das últimas semanas.

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.