Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Resumos Climatológicos 2020

Recommended Posts

Agora, Luiz Henrique. disse:

Dezembro/2020 aqui em Santos/SP na estação Cetesb/Boqueirão. Levemente acima da média e muitos dias acima dos 30ºC. A máxima absoluta de 2020 foi o dia 20/12, com 39,6ºC.

 

image.png.9009a5940e06b05b620c351a767ddad1.png

Amigo, vc tem os dados do ano todo dessa estação ? 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dezembro no sertão da PB, com dados do INMET

 

image.thumb.png.7559c882bf087546f4f2975c7910d857.pngimage.thumb.png.d295c394dbf2ff35459fdf6ba9072f88.png

 

Média 24h:

• Patos: 29,3°C

• São Gonçalo: 29,1°C

 

Em Pombal tivemos 40,1 mm acumulados em Dezembro (12,4 mm acima da média).

 

  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

RESUMOS CLIMATOLÓGICOS 2020 - SÃO PAULO

 

MIRANTE DE SANTANA (AUTOMÁTICO):

ANOMALIAS REFERENTE A 1981-2010

 

010.thumb.png.580269123e7b48bd91a1c969cfbd1e95.png

 

 

IAG

 

011.thumb.png.daf77ff9420074440af511751f619dee.png

 

 

2020 TERMINOU COMO O 8º ANO MAIS QUENTE DESDE 1945 NO MIRANTE DE SANTANA.

 

JÁ NO IAG, TERMINOU COMO O 7º ANO MAIS QUENTE DESDE 1933.

 

012.png.2d102c1db63c572fa08e28a8e4b03e1d.png

 

 

OUTRAS ESTAÇÕES: 

 

SESC INTERLAGOS

 

013.thumb.png.1456f41d1ac7dcbd63d99c20cdba80fb.png

 

 

 

BARUERI-INMET:

ANOMALIA 2011-2020

 

014.thumb.png.1b8d5c058851c5d946d240c949476198.png

 

 

 

SÃO MATEUS-CGE

ANOMALIA 2012-2020

 

015.thumb.png.58d0c89aa31edfa04fb2ad0058676ceb.png

 

 

SÉ-CGE:

ANOMALIA 2012-2020

 

016.thumb.png.b7c88b8638ac855a02723082778fc4e8.png

 

 

 

MARSILAC-CGE:

 

017.thumb.png.ae0e8fe881e6b04c92a6414e17d360ed.png

 

 

 

CHUVAS:

 

MIRANTE DE SANTANA AUTOMÁTICA:

FECHOU 6% ACIMA DA MÉDIA 1981-2010.  

 

001.png.b2bec9f5072bd835122a6527e83c358d.png

 

 

SESC INTERLAGOS:

 

002.png.49b629a3f8f39aced962ed42655c51b0.png

 

 

SÃO MATEUS

 

002.png.b1c93b897626599400a895c256457d22.png

 

 

SÉ-CGE:

 

002.png.865a2fefd811d28d28934cb778d803e0.png

 

 

PARQUE DA ACLIMAÇÃO

 

002.thumb.png.1bd4cf4b60221d85dda06897302fd8fd.png

 

 

CÓRREGO LAJEADO - ITAIM PAULISTA (ZONA LESTE)

PLUVIOMETRO COM MAIOR VOLUME ANUAL DE CHUVA DA REDE SAISP

 

001.thumb.png.d361c1a2b6e5db49c51529ca102841e9.png

  • Like 9
  • Thanks 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Panorama de Chuvas em Dezembro/2020 em algumas estações pelo Interior de SP

image.png.8df2a17d6edf2dfa16b84ee25e642d65.png

Dezembro foi o mês mais chuvoso em boa parte do estado desde fevereiro desse ano, em algumas sendo o mais chuvoso do ano. Cidades do nordeste paulista tiveram acumulados bem expressivos, atingindo 490,2mm em Ribeirão Preto. Locais da porção central do estado e parte do noroeste também receberam acumulados expressivos, a exemplo Bauru com 467,1mmMarília com 332,4mm, Araraquara com 348,2mm, Cafelândia com 380,6mm e mesmo José Bonifácio (não presente na tabela) com mais de 500mm no mês de acordo com a estação do @Maicon.

O extremo nororeste (estações da UNESP de Ilha Solteira) e oeste paulista não atingiram grandes valores, apesar de ontem (dia 31) a região oeste ter recebido chuvas generalizadas e persistentes. Adamantina por exemplo obteve apenas 130,5mm @Matheus b Santos. Mesmo assim Presidente Prudente esteve bem acima da média com 277,6mm (normal de 175,6mm, 1981-2010 INMet).

Algumas estações do meio nordeste (microrregião Turvo Grande) e Tietê Batalha tiveram acumulados abaixo da média, muito embora não se possa descartar alguma falha na medição e tais eventos tenham ocorrido de forma mais isolada. A convencional de Catanduva (127,2mm) não tem observador no domingo, então a chuva acaba sendo perdida nesse período. Já para as demais estações de Pindorama (195mm) e Borborema (147mm) os dados estão completos, mas não se pode descartar que os mesmos estejam subestimados devido a falta de manutenção dos pluviômetros (entupimento).

E para encerrar, a diferença de chuva entre o município de Cafelândia e aqui em Bacuriti foi na ordem de quase 100mm, com 284,8mm aqui ante os 380,6mm do Cemaden. A distância em linha reta é de apenas 29km. No dia 17 por exemplo ocorreu um evento de 96,4mm em Cafelândia enquanto aqui foram apenas 12,8mm. Parece ser evidente que a ausência de altitude, morros (topografia favorável) e o represamento do Tietê influenciam negativamente no volume de chuvas aqui perante as regiões vizinhas.

Feliz 2021 BAZianos!!

Edited by Lucas Centurion
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

As médias compensadas deste mês de dezembro último fecharam assim nas estações oficiais da cidade de São Paulo (Entre parênteses, anomalias em relação ao período 1991-2020 no Mirante e 1991-2017 no IAG):

 

INMET-Mirante de Santana: 22,8°C (+0,1°C)

INMET-Interlagos: 22,1°C

IAG: 22,4°C (+0,5°C)

 

--------------------

 

A média compensada anual de 2020 no Mirante fechou em 20,6°C.

A tragédia só não foi maior porque o período janeiro-maio teve temperaturas próximas e até abaixo da média.

 

Anos mais quentes no Mirante (Média compensada):

21,3°C (2015)

21,3°C (2019)

21,2°C (2002)

21,2°C (2014)

20,9°C (2012)

20,7°C (2001)

20,7°C (2007)

20,7°C (2017)

20,7°C (2018)

20,6°C (2020)

20,6°C (2009)

20,6°C (2016)

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, Aldo Santos disse:

As médias compensadas deste mês de dezembro último fecharam assim nas estações oficiais da cidade de São Paulo (Entre parênteses, anomalias em relação ao período 1991-2020 no Mirante e 1991-2017 no IAG):

 

INMET-Mirante de Santana: 22,8°C (+0,1°C)

INMET-Interlagos: 22,1°C

IAG: 22,4°C (+0,5°C)

 

--------------------

 

A média compensada anual de 2020 no Mirante fechou em 20,6°C.

A tragédia só não foi maior porque o período janeiro-maio teve temperaturas próximas e até abaixo da média.

 

Anos mais quentes no Mirante (Média compensada):

21,3°C (2015)

21,3°C (2019)

21,2°C (2002)

21,2°C (2014)

20,9°C (2012)

20,7°C (2001)

20,7°C (2007)

20,7°C (2017)

20,7°C (2018)

20,6°C (2020)

20,6°C (2009)

20,6°C (2016)

 

O mês de Setembro puxou bastante pra cima a média anual. Que coisa bizarra foi esse Setembro de 2020 !

  • Like 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Aldo Santos disse:

As médias compensadas deste mês de dezembro último fecharam assim nas estações oficiais da cidade de São Paulo (Entre parênteses, anomalias em relação ao período 1991-2020 no Mirante e 1991-2017 no IAG):

 

INMET-Mirante de Santana: 22,8°C (+0,1°C)

INMET-Interlagos: 22,1°C

IAG: 22,4°C (+0,5°C)

 

--------------------

 

A média compensada anual de 2020 no Mirante fechou em 20,6°C.

A tragédia só não foi maior porque o período janeiro-maio teve temperaturas próximas e até abaixo da média.

 

Anos mais quentes no Mirante (Média compensada):

21,3°C (2015)

21,3°C (2019)

21,2°C (2002)

21,2°C (2014)

20,9°C (2012)

20,7°C (2001)

20,7°C (2007)

20,7°C (2017)

20,7°C (2018)

20,6°C (2020)

20,6°C (2009)

20,6°C (2016)

Possivelmente o Sesc e o IAG fecharam na compensada anual com 19,x graus ...

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Juzinho disse:

Possivelmente o Sesc e o IAG fecharam na compensada anual com 19,x graus ...

 

 

Eu chutaria 19,x° "alto" (Tipo 19,7 ou 19,8...).

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Algumas regiões serranas da Bahia, Dec/2020

 

image.thumb.png.b97ace97bb3f982c8f7006d0aeee7458.png

Edited by Samihr Hermes
  • Like 11
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Algumas serras do norte do Nordeste.

 

image.thumb.png.79a264bffce14adfc593a1c020821d25.png

 

Queria muito que ajeitassem de vez a estação de Guaramiranga, no Ceará. Facilmente supera Tianguá/CE, mas deve ser uma disputa acirrada com São Benedito/CE ou Guaraciaba do Norte/CE (localidades que não possuem estação). Fiz na mão a tabela abaixo, mas mais da metade do mês a estação ou ficou offline ou marcou dados quebrados ao longo do dia. Seria uma excelente adição pra minha tabela de regiões serranas do NE. Esse mês de dezembro também a estação automática de Arcoverde/PE ficou o mês inteiro offline.

 

image.thumb.png.037ac220fb57c3b6aac4247ad7d3181e.png

 

PS: eu moraria no pico do jabre 😂

 

Pico do Jabre mostra o como há lugares razoáveis no norte do NE, mesmo estando a menos de 10 graus do Equador. Média mínima de 16 C, com altitude de 1170 m. Existem várias regiões habitadas acima da cota de 1050 m, em municípios como Poção, Triunfo, São João do Tigre, São José de Princesa, Brejo da Madre de Deus, Pesqueira...

 

Edited by Samihr Hermes
  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Algumas estações do cerrado. Peguei as estações com as menores máximas médias. No entanto, a menor mínima (12.8 C) ocorreu em Planaltina/DF, na automática da estação ecológica Águas Emendadas. A segunda menor mínima foi a de Alto Paraíso de Goiás (tabela) e, em terceiro lugar, ficou a PWS de Anápolis/GO com mínima de 14 C.

 

image.thumb.png.aba2cecaa66b181576b2f3bedaf76bd8.png

 

Edited by Samihr Hermes
  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, Samihr Hermes disse:

Algumas serras do norte do Nordeste.

 

image.thumb.png.79a264bffce14adfc593a1c020821d25.png

 

Queria muito que ajeitassem de vez a estação de Guaramiranga, no Ceará. Facilmente supera Tianguá/CE, mas deve ser uma disputa acirrada com São Benedito/CE ou Guaraciaba do Norte/Ce (localidades que não possuem estação). Fiz na mão a tabela abaixo, mas mais da metade do mês a estação ou ficou offline ou marcou dados quebrados ao longo do dia. Seria uma excelente adição pra minha tabela de regiões serranas do NE. Esse mês de dezembro também a estação automática de Arcoverde/PE ficou o mês inteiro offline.

 

image.thumb.png.037ac220fb57c3b6aac4247ad7d3181e.png

 

PS: eu moraria no pico do jabre

 

Boa Noite amigo ! Aqui no Ceará existe um "decreto" para não se registrar mínimas. Kkk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Peregrine said:

Boa Noite amigo ! Aqui no Ceará existe um "decreto" para não se registrar mínimas. Kkk

 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que pena, poderiam achar coisas interessantes.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Samihr Hermes disse:

 

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que pena, poderiam achar coisas interessantes.

Pois é. Naquele episódio de "geada" (chuva de granizo miúdo) registrei 14° ao amanhecer aqui na fazenda com forte orvalho. O interesse pelo monitoramento por aqui se dão com as máximas. Quando bate 36 a Funceme faz a "festa". Imagina se chegassemos aos 45 como o Centro Oeste.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
2 horas atrás, Renan disse:

 

O mês de Setembro puxou bastante pra cima a média anual. Que coisa bizarra foi esse Setembro de 2020 !

 

Setembro foi o mês mais quente de 2020 na média das máximas.

 

No último quadrimestre foi o mês de novembro a proeza de ter o dia mais frio do período. Depois daquela onda de frio de agosto não baixamos de 12°C. Setembro mal teve frio. É mais ou menos um março ou abril piorado.

Edited by Darley
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tabelão geral do INMET-automática em Juiz de Fora no ano de 2020:

 

image.png.dd6d363cbfb4be6d2e9bfd04a47e1c18.png

  • Like 12

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Juzinho disse:

Amigo, vc tem os dados do ano todo dessa estação ? 

 

Amigo, tenho sim, mas os dados estão incompletos devido a estação ter ficado fora do ar entre maio e julho. Mas segue:

 

image.thumb.png.100e620b06a4e01c40be06fe16fb37d7.png

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

2020 EM BLUMENAU-SC/BAIRRO PROGRESSO (Vale do Itajaí, 55m):

image.thumb.png.518989528c6d82f6aa9ca64d765fab14.png

 

2020 EM MONDAÍ-SC/LINHA CATRES (extremo oeste, 210m):

image.thumb.png.64010f5b9dc47958f16b286113412951.png

 

2020 EM ITAIÓPOLIS-SC/MOEMA (planalto norte, 930m):

image.thumb.png.25416e35952b7b4c610c94c695f72df9.png

Em itálico dados pegos da epagri ou estimados.

 

2020 EM INDAIAL-SC/INMET (Vale do Itajaí, 72m):

image.thumb.png.966fe73020d2413d7ab2986b4a2449dc.png

 

MÉDIA ANUAL: 20,9C (+0,3)

 

2020 foi um ano com temperaturas acima da média 1991/2020, mas bem menos quente que os recentes anos de 2015, 2017 e 2019

  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 horas atrás, Rodolfo Alves disse:

RESUMOS CLIMATOLÓGICOS 2020 - SÃO PAULO

 

MIRANTE DE SANTANA (AUTOMÁTICO):

ANOMALIAS REFERENTE A 1981-2010

 

010.thumb.png.580269123e7b48bd91a1c969cfbd1e95.png

 

 

IAG

 

011.thumb.png.daf77ff9420074440af511751f619dee.png

 

 

2020 TERMINOU COMO O 8º ANO MAIS QUENTE DESDE 1945 NO MIRANTE DE SANTANA.

 

JÁ NO IAG, TERMINOU COMO O 7º ANO MAIS QUENTE DESDE 1933.

 

012.png.2d102c1db63c572fa08e28a8e4b03e1d.png

 

 

OUTRAS ESTAÇÕES: 

 

SESC INTERLAGOS

 

013.thumb.png.1456f41d1ac7dcbd63d99c20cdba80fb.png

 

 

 

BARUERI-INMET:

ANOMALIA 2011-2020

 

014.thumb.png.1b8d5c058851c5d946d240c949476198.png

 

 

 

SÃO MATEUS-CGE

ANOMALIA 2012-2020

 

015.thumb.png.58d0c89aa31edfa04fb2ad0058676ceb.png

 

 

SÉ-CGE:

ANOMALIA 2012-2020

 

016.thumb.png.b7c88b8638ac855a02723082778fc4e8.png

 

 

 

MARSILAC-CGE:

 

017.thumb.png.ae0e8fe881e6b04c92a6414e17d360ed.png

 

 

 

CHUVAS:

 

MIRANTE DE SANTANA AUTOMÁTICA:

FECHOU 6% ACIMA DA MÉDIA 1981-2010.  

 

001.png.b2bec9f5072bd835122a6527e83c358d.png

 

 

SESC INTERLAGOS:

 

002.png.49b629a3f8f39aced962ed42655c51b0.png

 

 

SÃO MATEUS

 

002.png.b1c93b897626599400a895c256457d22.png

 

 

SÉ-CGE:

 

002.png.865a2fefd811d28d28934cb778d803e0.png

 

 

PARQUE DA ACLIMAÇÃO

 

002.thumb.png.1bd4cf4b60221d85dda06897302fd8fd.png

 

 

CÓRREGO LAJEADO - ITAIM PAULISTA (ZONA LESTE)

PLUVIOMETRO COM MAIOR VOLUME ANUAL DE CHUVA DA REDE SAISP

 

001.thumb.png.d361c1a2b6e5db49c51529ca102841e9.png

Só pra esclarecer uma dúvida, os horários utilizados para registrar as temperaturas são locais ou UTC? 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

A Sé é o epicentro da ilha de calor paulistana, principalmente no período noturno e com tempo seco, veja as diferenças absurdas pro Marsilac de madrugada quando se registra a mínima, interessante é que até julho não baixou de 11 C, enquanto Marsilac já havia dado 1 C,  o que favorece melhor áreas muito concretadas é o frio nublado quando baixou pra 8,5 C em agosto, em Cuiabá o exemplo parecido é a Padaria do Moinho PWS, que sequer baixou de 14 C até julho, baixando pra 11,9 C em agosto com tempo nublado, a automática do INMET também pouco baixou de 14 C até julho, indo a 11,5 C em agosto, já a convencional chegou a 12 C em maio, acho que por influência do Rio Cuiabá, mas a menor foi 11,6 C com tempo nublado também em agosto, em Primavera ondas de frio com tempo muito nublado favorecem mais a cidade, embora o INMET seja no começo da zona rural, que o Rio Sapé, que sob influência de MPs secas ou da MTC registra mínimas bem mais baixas que o INMET, exemplo se deu em maio, no dia 24 deu 10,2 C no INMET e 11,2 C no Rio Sapé, já no dia 27, 11,9 C e 5,9 C respectivamente. 

Edited by Leandro Leite
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Quantidade de máximas sub 20 nas estações postadas pelo Rodolfo

 

Mirante 22

IAG 25 

Sesc 45 

São Mateus 46 

Marsilac 69 

 

em 2019 

 

Mirante 28 

Sesc 53 

 

Achei que em 2019 tinha tido bem mais máximas sub 20 ...me enganei um pouco kkk

Edited by Juzinho
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Como o INMET utiliza o critério UTC, Primavera do Leste só teve uma máxima sub-20 em 2020, 24 de maio, porém no dia anterior teve máxima diurna sub-15, aliás, a única do ano, espero mais frio em 2021, que o Pacífico se mantenha resfriado, com La Niña ou neutralidade negativa. 

Edited by Leandro Leite
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Agora eu vou falar de chuva e umidade: 

Primavera do Leste 2020

Meses com maiores precipitações Dezembro 271,6 mm e Fevereiro 270,8 mm

Meses com menores precipitações Julho e Agosto 0 mm e Junho 0,6 mm

Maior precipitação diária 68 mm em 27 de fevereiro

Menor índice de umidade 7% em 28 de agosto

Maior menor índice de umidade 82% em 7 de maio

Menor índice de umidade médio 14,7% em 28 de agosto

Maiores índices de umidade médios 89,3% em 23 de maio e 88,3% em 7 de maio

 

Edited by Leandro Leite
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Garanhuns/PE 2020

 

As anomalias são calculadas em relação aos dados desde a instalação da estação, em 2008. Não comparem com a normal.

 

image.thumb.png.06cdf710cc20b098a921b4634fb0018a.png

 

Caruaru/PE 2020

 

Não postei anomalias porque não fazem muito sentido. A estação de Caruaru fica na Serra do Cavalo e começou a ser marcada nesse local faz uns 3 anos. Antes disso, acredito que a estação ficava na cidade então a discrepância dos dados era IMENSA, visto que Caruaru fica numa altitude de uns ~500 m e a Serra do Cavalo fica em 850 m (chegando até 1000 m em certos pontos).

 

image.png.724320d3920c282f1aae3d51880168ed.thumb.png.fb4a98cf8ca216b05d59291f332b7f42.png

 

Maturéia/PB 2020

 

Estação com pouco tempo também, então as anomalias ficaram de fora.

 

image.thumb.png.216d30c1188ff2c3605cca19ec70015f.png

 

 

Edited by Samihr Hermes
  • Like 9
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Leandro Leite disse:

Agora eu vou falar de chuva e umidade: 

Primavera do Leste 2020

Meses com maiores precipitações Dezembro 271,6 mm e Fevereiro 270,8 mm

Meses com menores precipitações Julho e Agosto 0 mm e Junho 0,6 mm

Maior precipitação diária 68 mm em 27 de fevereiro

Menor índice de umidade 7% em 28 de agosto

Maior menor índice de umidade 82% em 7 de maio

Menor índice de umidade médio 14,7% em 28 de agosto

Maiores índices de umidade médios 89,3% em 23 de maio e 88,3% em 7 de maio

 

Aqui é sertão e pelo menos na minha cidade a umidade baixa costuma ser de 20%, dificilmente fica abaixo disso

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na metrópole da Serra Gaúcha, Caxias do Sul, 2020 fechou com média máxima de 23,30 (+1,3), média compensada de 17,61 (+0,81) e média mínima de 13,48 (+0,38).

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 01/01/2021 em 19:29, Aldo Santos disse:

As médias compensadas deste mês de dezembro último fecharam assim nas estações oficiais da cidade de São Paulo (Entre parênteses, anomalias em relação ao período 1991-2020 no Mirante e 1991-2017 no IAG):

 

INMET-Mirante de Santana: 22,8°C (+0,1°C)

INMET-Interlagos: 22,1°C

IAG: 22,4°C (+0,5°C)

 

--------------------

 

A média compensada anual de 2020 no Mirante fechou em 20,6°C.

A tragédia só não foi maior porque o período janeiro-maio teve temperaturas próximas e até abaixo da média.

 

 

 

É INTERESSANTE NOTAR QUE O PERÍODO JJASO FOI O MAIS QUENTE DA HISTÓRIA DO MIRANTE DE SANTANA (MÉDIAS SIMPLES)

 

2020 SÓ NÃO TERMINOU COMO O MAIS QUENTE DE TODOS OS TEMPOS (PELA 2ª VEZ SEGUIDA) POR CAUSA DO VERÃO ABAIXO DA MÉDIA SOBRETUDO.

 

 002.png.eafb99d79a506b8baf191885ebf34913.png

 

  • Like 9
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 02/01/2021 em 13:08, Leandro Leite disse:

Só pra esclarecer uma dúvida, os horários utilizados para registrar as temperaturas são locais ou UTC? 

 

AS OFICIAIS (MIRANTE, IAG, SESC, BARUERI) É HORÁRIO UTC

 

O CGE É HORÁRIO LOCAL

  • Like 1
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Rodolfo Alves disse:

 

 

É INTERESSANTE NOTAR QUE O PERÍODO JJASO FOI O MAIS QUENTE DA HISTÓRIA DO MIRANTE DE SANTANA (MÉDIAS SIMPLES)

 

2020 SÓ NÃO TERMINOU COMO O MAIS QUENTE DE TODOS OS TEMPOS (PELA 2ª VEZ SEGUIDA) POR CAUSA DO VERÃO ABAIXO DA MÉDIA SOBRETUDO.

 

 002.png.eafb99d79a506b8baf191885ebf34913.png

 

 

Caramba. Dos 8 anos que aparecem na tabela, 5 são pós-2010. São 4 dos 5 mais quentes. 

 

Estou bastante curioso para ver como ficou a normal 1991-2020. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

BAIRRO DO CHARCO 2020

 

TEMPERATURAS:

1489335982_Charco2020Temp1.thumb.PNG.15f96b9c3c5f6266acf3983b32b325d4.PNG

 

Média simples anual: 13,6ºC

 

Menor mínima: -7,4ºC (Menor mínima absoluta)

Maior mínima: 15,9ºC

Menor máxima: 9,0ºC 

Maior máxima: 29,1ºC

Mínimas <0°C: 63

Mínimas <5°C: 159

 

CHUVAS:

1634363853_Chuvas2020.PNG.555928c4cddbb622eb58c865891b4e4b.PNG

2.124mm acumulados.

 

OBS: Com a instalação da nova Pro 2 na baixada do Charco, a vue que foi retirada instalei em um topo final de Novembro, nela eu tive um acumulado bem superior (675mm) ao dado da baixada citado acima (483mm), isso creio eu, sendo causado por 2 motivos:

 

1 - A haste do ferro de 6 metros que coloquei para medir o vento pode estar atrapalhando na medição da chuva na Pro 2 (está em torno de 30\40cm de distância);

2 - A região do topo fica mais próxima a beira da serra da Mantiqueira, onde naturalmente ocorrem mais temporais.

 

Acumulados do topo em Dezembro:

243737046_TopochuvasDez2020.PNG.f8eab40ea9a9607384a22bc9ca081d8d.PNG

 

TEMPERATURAS:

883984576_topotemp.Dez2020.PNG.9f26090a3ded45e954715b823b3f1c34.PNG

 

Edited by Gabriel Cardoso
  • Like 11
  • Thanks 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Gabriel Cardoso disse:

BAIRRO DO CHARCO 2020

 

TEMPERATURAS:

1489335982_Charco2020Temp1.thumb.PNG.15f96b9c3c5f6266acf3983b32b325d4.PNG

 

Média simples anual: 13,6ºC

 

Menor mínima: -7,4ºC (Menor mínima absoluta)

Maior mínima: 15,9ºC

Menor máxima: 9,0ºC 

Maior máxima: 29,1ºC

Mínimas <0°😄 63

Mínimas <5°C: 159

 

CHUVAS:

1634363853_Chuvas2020.PNG.555928c4cddbb622eb58c865891b4e4b.PNG

2.124mm acumulados.

 

OBS: Com a instalação da nova Pro 2 na baixada do Charco, a vue que foi retirada instalei em um topo final de Novembro, nela eu tive um acumulado bem superior (675mm) ao dado da baixada citado acima (483mm), isso creio eu, sendo causado por 2 motivos:

 

1 - A haste do ferro de 6 metros que coloquei para medir o vento pode estar atrapalhando na medição da chuva na Pro 2 (está em torno de 30\40cm de distância);

2 - A região do topo fica mais próxima a beira da serra da Mantiqueira, onde naturalmente ocorrem mais temporais.

 

Acumulados do topo em Dezembro:

243737046_TopochuvasDez2020.PNG.f8eab40ea9a9607384a22bc9ca081d8d.PNG

 

TEMPERATURAS:

883984576_topotemp.Dez2020.PNG.9f26090a3ded45e954715b823b3f1c34.PNG

 

Gabriel Cardoso, 

essa estação no topo do Charco, vai registrar grandes acumulados de chuva, no primeiro mês de funcionamento mostrando um grande potencial para muita chuva, na primavera/verão.

  • Like 2
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Resumão das chuvas em dezembro de 2020 e no ano de 2020 para as cidades do Rio de Janeiro (média de rede Alerta Rio, 33 pluviômetros) e São Paulo (média da rede CGE).  Estes dados das prefeituras locais são os que melhor representam (dentre os disponíveis) o quanto de água em média cada cidade recebeu, uma vez que os pluviômetros estão relativamente bem espalhados pelos territórios dos municípios.

 

No Rio de Janeiro, dezembro terminou com chuva acima da média (210,6 mm x 146,1 mm a média 1997/2019, ou 144,1% da média), e também foi o dezembro mais chuvoso desde 2009 (recordista isolado da série), e o quarto mais chuvoso desde o início do monitoramento em 1997 (atrás também de 2001 e 2007).  O menor volume de chuva da rede Alerta Rio (12/2020) foi registrado em Madureira (ZN), com 161,4 mm, e o maior no Alto da Boa Vista (ZN), com 353,4 mm.

 

Em São Paulo, dezembro terminou com chuva dentro da variação normal (206,6 mm x 185,6 mm a média 1995/2019, ou 111,3% da média).  O menor volume de chuva da rede CGE foi registrado na Capela do Socorro (ZS), com 168,8 mm, e o maior no Itaim Paulista (ZL), com 267,9 mm.

 

Para 2020, o Rio de Janeiro terminou o ano acima da média pela segunda vez seguida (1468,4 mm x 1242,8 mm a média 1997/2019, ou 118,2% da média), enquanto São Paulo terminou o ano com chuva dentro da variação normal (1323,1 mm x 1402,9 mm a média 1995/2019, ou 94,3% da média).  Em 2019, o Rio de Janeiro terminou o ano com 1542,7 mm, e São Paulo com 1573,4 mm.

 

A faixa entre 85% e 115% da média foi definida como dentro da variação normal.

 

Abaixo as tabelas de 2020 para Rio de Janeiro e São Paulo (Alerta Rio e CGE), e as tabelas dos acumulados médios de dezembro e anuais para o Rio de Janeiro desde o início do monitoramento pelo Alerta Rio.

 

chuvarj.png.b3f06b54fa15e744c8dfad74fae221cd.pngchuvasp.png.d59b0f83dbf78f850bbf2960496c1db5.png

 

D.png.df0664643847f5025abb97121a9097b4.pngdanual.png.6c3a43ec810888bc4cf3e7db59e2458b.png

 

Nas temperaturas, foi um mês próximo da média nas duas cidades, sem maiores destaques e com mínima absoluta alta.  O pessoal de SP já publicou os dados das principais estações.  No Rio de Janeiro, a média compensada no aeroporto Santos Dumont foi de 25,6ºc, com máxima de 34,6ºc (31/12, maior desde fevereiro) e mínima de 21ºc (25 e 26/12), os extremos do mês nesta estação.  No dia 31, os bairros mais quentes chegaram aos 38ºc, sob efeito de um pré-frontal.  No dia 26, o Alto da Boa Vista/Inmet registrou 17ºc, a menor mínima do mês na cidade (valor alto para dezembro, em 2018 o bairro chegou aos 12,5ºc no Alerta Rio e 13,2ºc no Inmet).  Jacarepaguá/Inmet, estação ao nível do mar com média das mínimas mais baixa da cidade, registrou uma mínima extrema de 13,9ºc em 12/2018 e 16,2ºc em 12/2019, mas não baixou de pífios 19,5ºc em 12/2020.

 

 

 

 

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

2020 em Queimada Nova - Precipitação

 

Screenshot_234.png.868364e49db1058a015a4237f314dda8.png

*Médias estimadas.

 

Marcas/eventos importantes por mês: 

 

  • Janeiro: O 3º mês mais chuvoso da minha pequena série de registros iniciada em 2013. Destaque do mês foi a chuva do dia 8 que teria chegado a 224 mm em Jacobina do Piauí, cidade próxima, segundo informações não oficiais.
  • Março: 12 dias de precipitação no mês. É o segundo mês com mais dias de chuva nos meus registros. 
  • Abril: Entres os dias 11 e 14 foram 264 mm (quase 4x a mais do a média do mês). Se adotasse o padrão de medição oficial (12 - 12 UTC) seriam 152 mm contabilizados no dia 14. Se esse acumulado fosse registrado nos pluviômetros oficiais próximos seria recorde na maioria deles. Foi o segundo mês mais chuvoso desde 2013, mesmo sendo apenas o 5º mês mais chuvoso do ano.
  • Maio: Em Paulistana - PI desde 1914 somente em outros 2 anos (1924 e 1985) todos os 5 primeiros meses do ano tiveram chuva acima da média. Maio mesmo chovendo pouco ajudou nesta marca.
  • Agosto: Quando a situação está favorável até o desértico agosto registra chuva, criando uma anomalia bizarra. Foi a primeira vez que registro chuva no mês.
  • Novembro: Grande destaque para a chuva do dia 4 que provocou mais de 100 mm em uma área enorme entre sudeste do PI, norte de BA e oeste do PE. Estimo que uma área de no mínimo uns 25 mil km² (equivalente a 58% do estado do RJ) teve acumulado muito próximo ou acima de 100 mm por conta daquele núcleo. Foi o novembro mais chuvoso do século em quase todos os pluviômetros próximos.

Ano espetacular! Tão bom que 5 meses do ano tiveram acumulado superior a média do mês mais chuvoso (março). Só dezembro decepcionou.

É provável que 2020 tenha sido o ano mais chuvoso desde 1985 por aqui, ou até mais chuvoso. Infelizmente, Queimada Nova carece de dados oficiais de precipitação assim como a maioria dos municípios do Piauí. Então resta a comparação com os pluviômetros mais próximos:

 

 

Screenshot_235.png.05fa0fdfbad2cc60ad81ba824107e555.png

Anos com falhas estão em itálico. Início das séries: 1963 em Dormentes; 1963 em Rajada (exceto 1989 a 2017); 1972 em Afrânio; e 1913 em Paulistana.

 

Com exceção de Rajada, todos esses pluviômetros tiveram falhas em 2020. Dormentes não registrou dados na segunda quinzena de novembro. Afrânio não tem dados entre junho e agosto (isso não deve ter impactado muito). Já Paulistana está reportando só de dia desde outubro, então eu imagino que na realidade 2020 esteja na 4ª posição entre os anos mais chuvosos por lá.

 

  • Like 9
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Resumo de 2020 numa PWS que acompanhei durante todo o ano na área urbana de Montevidéu (Uruguai).  Além dos dados estarem praticamente completos (os raros dias com falhas foram complementados com os dados de uma estação próxima), a qualidade é a melhor que encontrei dentre as estações na região mais urbanizada da cidade, é a única estação quase sem dados faltando dentro da cidade (as estações do Inumet não tiveram os dados completos divulgados).

 

E uma Easy Weather localizada no bairro de Unión.  O ano não teve grandes destaques de temperatura (nenhuma onda de frio ou de calor digna de menção, levando em conta o histórico do local, apesar de um pico relevante e breve de calor em novembro com 34,9ºc no dia 24, e também as anomalias térmicas mensais foram sempre suaves na área da capital uruguaia, de acordo com os boletins mensais do Inumet).  As chuvas ficaram abaixo da média no ano, com exceção de poucos meses (o único mês chuvoso foi junho).  O clima da cidade, na maior parte do tempo, é bastante agradável, embora o abafamento se faça presente em vários dias principalmente no verão, e a baixa sensação térmica em vários dias entre o outono e a primavera.

 

Precipitação acumulada: 834,3 mm                                        

Temperatura média: 17,2ºC                                        

Temperatura máxima média: 21,5ºC                           

Temperatura mínima média: 13,7ºC    

Maior média das máximas: 27,9ºC (fevereiro)

Menor média das máximas: 13,9ºC (julho)

Maior média das mínimas: 19,1ºC (janeiro e fevereiro)

Menor média das mínimas: 7,7ºC (julho)                    

Temperatura máxima absoluta: 35,2ºC (06/fev)                                  

Menor temperatura máxima: 9.8ºC (07/jul)                                        

Maior temperatura mínima: 23,7ºC (06/fev)                            

Temperatura mínima absoluta: 3,3ºC (30/jul)                                      

Dia mais quente: 27,9ºC (06/fev)                                           

Dia mais frio: 7,6ºC (14/jul)                                        

Mês mais quente: 23ºC (janeiro e fevereiro)                                       

Mês mais frio: 10,5ºC (julho)                                    

Mês mais chuvoso: 205,7 mm (junho)                                    

Mês menos chuvoso: 28,6mm (julho)                                     

Dia mais chuvoso: 58,4 mm (22/jun)              

  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

São Sebastião do Paraíso, MG em 2020:

 

 

image.thumb.png.41eb3b72dc5c2267d644c000ef660ca6.pngimage.png.965bf536baa42ef341042ab6b08d9d49.png

 

 

No ano de 2020 tivemos uma unica MP realmente forte por aqui. No dia 23 de maio em diante, tivemos frio úmido com tarde sub-12 aqui(bem incomum aqui) e depois geada nos dias seguintes. Bom depois de maio foi só ladeira abaixo.. Sem chuva, sem MP's fortes, incêndios por todos os lados e calor extremo em setembro e outubro.

 

Os recordes negativos batidos desde de 1961:

 

Maior mínima absoluta registrada: 23,3°C - 30 de setembro

Maior máxima absoluta registrada: 38,4°C - 7 de outubro

Menor umidade relativa do ar: 8% - 8 de setembro (igualado)

  • Like 9
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dezembro foi um mês bem comum. A média simples ficou em 22,55° com mínimas em 18° e máximas em 27,1°
A média dos dezembros desde 2007 está em 22,51° então acho que esse dezembro nem merece destaque. Não teve nenhum evento assim que merecesse registro.

 

Vou deixar então um balanço do ano de 2020 (INMET Ouro Branco)

  • Mínima de 7,6° no dia 26 de agosto
  • Máxima de 36,1° no dia 07 de outubro (recorde da estação)
  • Menor máxima de 12,0° no dia 12 de agosto
  • Maior mínima de 20,9° no dia 30 de janeiro

A média simples anual ficou em 20,7°. Nos meus registros desde 2007 o ano mais frio foi 2008 com média de 20,2° e o mais quente foi 2015 com 21,33°
A média da série 2007-2020 está em 20,71° então 2020 foi na média.

O mês mais quente foi janeiro com média simples de 23,13° e o mais frio foi maio (pela primeira vez nos registros) com 17,64°

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
7 horas atrás, LucasFSopranos disse:

São Sebastião do Paraíso, MG em 2020:

 

 

image.thumb.png.41eb3b72dc5c2267d644c000ef660ca6.pngimage.png.965bf536baa42ef341042ab6b08d9d49.png

 

 

No ano de 2020 tivemos uma unica MP realmente forte por aqui. No dia 23 de maio em diante, tivemos frio úmido com tarde sub-12 aqui(bem incomum aqui) e depois geada nos dias seguintes. Bom depois de maio foi só ladeira abaixo.. Sem chuva, sem MP's fortes, incêndios por todos os lados e calor extremo em setembro e outubro.

 

Os recordes negativos batidos desde de 1961:

 

Maior mínima absoluta registrada: 23,3°C - 30 de setembro

Maior máxima absoluta registrada: 38,4°C - 7 de outubro

Menor umidade relativa do ar: 8% - 8 de setembro (igualado)

Em Primavera também a única onda de frio que valeu a pena, na minha opinião, foi a de 23-24 de maio, com máxima diurna sub-15 no sábado e mínima de 10 C com neblina no domingo, a de agosto, apesar da mínima menor, 8 C, não teve um bom aproveitamento devido às máximas acima de 25 C nas tardes de 21 e 22, isso porque o sol apareceu já de manhã dia 21, mas quanto mais a oeste, mais frio, em Cuiabá foi mais aproveitável com uma manhã inteira com 12 C-13 C no dia 21, seguindo mais Tangará da Serra com frio excepcional de 7 C com neblina e garoa e máxima não passando de 13 C, uma PWS perto em Nova Marilândia teve máxima pouco acima de 10 C e mínima um pouco abaixo de 7 C, o que é muito frio pro Mato Grosso, sonho com algo assim em Primavera, é possível.

Edited by Leandro Leite
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Resumo de 2020 na automática do Inmet em Teresópolis, localizada perto da entrada da cidade para quem vem do Rio na sede do PARNASO (região da Granja Guarani), numa altitude de 981 metros.  Foi um ano marcado pelo verão relativamente ameno (pela primeira vez desde a inauguração da estação em 2006 a média das máximas de setembro foi a maior do ano) e pelo inverno muito fraco (julho foi um verdadeiro desastre, e junho não ficou atrás), com os principais eventos de “frio” ocorrendo em maio e agosto, e máxima absoluta na primavera.  Choveu bem, mas existe potencial para chover muito mais no local nos anos mais chuvosos.  Destaque para o dia 22 de agosto, que foi o mais chuvoso e o mais frio (menor máxima e menor média das 24 horas) do ano.  Não é comum o maior volume diário de chuva ocorrer em agosto, embora haja precedentes na região.

 

Outro destaque foi a queda da temperatura média entre setembro e novembro (de 19,2ºc, o setembro mais quente já registrado, para 18,9ºc em out, e 18,1ºc em nov).  As médias mensais e anuais, assim como as dos dias mais quente e mais frio, são horárias.

 

 

Precipitação acumulada: 3155,6 mm                                      

Temperatura média: 18ºC                                          

Temperatura máxima média: 23ºC                                          

Temperatura mínima média: 14,7ºC

Maior média das máximas: 25,7ºC (setembro)

Menor média das máximas: 20,8ºC (maio)

Maior média das mínimas: 17,7ºC (fevereiro)

Menor média das mínimas: 11,7ºC (agosto)                                       

Temperatura máxima absoluta: 32,7ºC (02/out)                                             

Menor temperatura máxima: 12,2ºC (22/ago)                                    

Maior temperatura mínima: 21,6ºC (11/jan)                                       

Temperatura mínima absoluta: 6ºC (27/mai)                                       

Dia mais quente: 24,5ºC (11/jan)                                           

Dia mais fresco: 10,7ºC (22/ago)                                           

Mês mais quente: 20,4ºC (fevereiro)                                      

Mês mais fresco: 15,6ºC (maio e agosto)                                           

Mês mais chuvoso: 599 mm (fevereiro)                                              

Mês menos chuvoso: 63,8 mm (junho)                                   

Dia mais chuvoso: 126 mm (22/ago)               

 

Um exercício interessante é observar as variações sazonais de temperatura causadas pela latitude e outros fatores.  No caso de Montevidéu (post anterior), a diferença de temperatura entre o mês mais quente e o mais frio do ano foi de 12,5ºc (10,5ºc e 23ºc), enquanto em Teresópolis não passou dos 4,8ºc (15,6ºc e 20,4ºc, embora esta amplitude tenha ficado abaixo da média*).  Isso é totalmente esperado, uma vez que a latitude atua muito mais fortemente no Uruguai.  Por outro lado, em Ushuaia (Argentina), ao contrário do que muitos poderiam imaginar, a diferença entre o mês mais frio e o mais “quente” foi menor que na capital uruguaia, com 10,2ºc (0,4ºc em julho e 10,6ºc em fevereiro).  Isto ocorre por conta da excessiva maritimidade do clima de Ushuaia, que atenua fortemente os extremos de frio e calor, e demostra como a latitude não atua sozinha nestes casos.

 

*Em 2019, a diferença máxima entre as médias mensais em Teresópolis foi de 7,5ºc (22,3ºc janeiro, mês mais quente já registrado, e 14,8ºc em julho).  A média, ao que tudo indica, fica abaixo da diferença registrada em 2019, e acima da registrada em 2020.

 

Outra curiosidade: a diferença de 4,8ºc (entre a maior e menor média mensal de 2020 em Teresópolis/auto) é igual à diferença entre o novembro mais quente e o novembro mais fresco já registrados na estação.  Em 11/2009, a média foi de 21,4ºc, mas em 11/2011 não passou dos 16,6ºc (médias das 720 horas).

Edited by Wallace Rezende
  • Like 6
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

2020 na PB, com dados do INMET (estações automáticas)

 

Pra melhor visualização é melhor abrir a imagem numa nova guia.

Eu optei por calcular as anomalias utilizando as normais 1981/2010 em todas as tabelas (com exceção de Cabaceiras, que usei sua própria seminormal (2008 a 2020) pra fazer isso).

 

• Areia

tThX8YD.png

 

 

• Cabaceiras

msijM1p.png

 

• Patos

BwHPOE4.png

 

• São Gonçalo

HRLYKMO.png

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outro local no RN que ultrapassou os 2000 mm em 2020 foi Baía Formosa no litoral sul, divisa com a Paraíba. 

2027 mm segundo a EMPARN.

image.png.d1c1fca4e0f4a64e1708756c3066c4af.png

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Adamantina teve um dezembro/20 acima da média nas temperaturas e abaixo da média nas chuvas.

 

dezembro.thumb.png.d6a3a4edec223fa8fb7c0dffe4e41a9b.png

 

Média das mínimas 20,8ºC (+0,1)

Média das máximas 33,0ºC (+0,7)

Média Simples 26,9ºC (+0,4)

Chuva acumulada 130,6mm 29,7% abaixo da média.

 

Quanto ao ano de 2020 foi novamente quente, a estação do Ciiagro ficou fora do ar entre junho e outubro, no entanto, puxando pelos dados do AccuWeather 2020 terminou quente!

Tivemos um outono bom, abaixo da média, principalmente maio diante daquela MP do fim do mês, junho foi quente, julho entramos com uma MP que deve ter provocado a mínima absoluta de 2020 (Estação fora do ar) porém terminou acima da média também, agosto foi o único mês do inverno que terminou abaixo da média por aqui, já setembro e outubro não preciso nem dizer. 

 

1166971997_anoadamantina.thumb.png.986f310d919149de0548cffa1ccbdd6f.png

 

Como o problema da estação era a bateria, de dia estava funcionando com a presença de sol (placa), então consegui pegar alguns dados de máximas ocorridas em setembro e em outubro:

 

SETEMBRO entrou no clube dos 40ºC aqui, no dia 30/09/2020 batemos 41,7ºC (importante destacar que o Ciiagro disponibiliza a temperatura a cada 20min, ou seja, é a temperatura daquele momento, a máxima deve ter sido ainda maior uns 42ºC), até então setembro nunca tinha chego aos 40ºC por aqui, e esses 41,7ºC já era a máxima absoluta da estação já que o recorde anterior era de 40,9ºC de dezembro de 1997. A máxima absoluta de setembro era de 39,9ºC de set/2004. 

 

OUTUBRO quebrou novamente o recorde da máxima absoluta geral com 42,2ºC que pode ter sido ainda maior (horária/Ciiagro) e quebrou o recorde anterior que era de outubro de 2014 com 40,5ºC, de fato uma onda de calor histórica. 

 

PELO ACCUWEATHER tivemos pelo menos 6 máximas acima dos 40ºC, no entanto, os dados são estimados por P. Prudente, que registra máximas menores que aqui. Logo, esse número foi ainda maior. Só para exemplificar de 1992 a 2019 Adamantina registrou 40ºC somente 4 vezes, sendo que só em 2020 registramos pelo menos 6 vezes. 

 

Já as chuvas decepcionaram nesse ano novamente, infelizmente não tenho os dados de todos os meses devido a inatividade da estação no período de junho/outubro. Mas, como setembro e outubro choveu muito pouco, e junho e julho quase não choveu, somente agosto choveu bem, dá para dizer que provavelmente fechamos abaixo de 1.000mm o que é um ano seco para média de 1.300mm.

 

O período tabelado choveu 862,4mm, sendo fevereiro o mês mais chuvoso com 286,7mm.

Edited by Matheus b Santos
  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

2020 em Pombal, com dados oficiais da AESA.

image.thumb.png.d087b0ae574cceb203396adb7ca75b0f.png

 

  • Os 107,8 mm registrados entre os dias 23 e 24 de abril configuram o 13° maior valor em 24h da série histórica.
  • Foi o ano mais chuvoso desde 2000 no quesito dias de chuva maior ou igual a 1 mm: foram 67 dias. Em 2000 foram 71 dias.
  • 2020 conseguiu terminar o 1° semestre acima da média em todos os meses. Do top 10, somente 1964 conseguiu esse feito. 1985, 1974 e 1989 terminaram o 1° semestre com 5 meses acima da média (1985 teve janeiro abaixo da média, em 1974 o mês de março ficou aquém do esperado e em 1989 o fevereiro foi bem seco).
  • Além disso tudo, 2020 conseguiu superar 2008 no acumulado anual e ocupa agora o 5° lugar no top 10 👇.

image.thumb.png.a9a52159f114115b2ab23d5a5a16bc27.png

 

2020, junto com 1964 e 1914, são os anos no top 10 dos mais chuvosos que tiveram influência do El Niño (os anos em vermelho). Os anos em azul foram de influência do La Niña.

 

 

Edited by CloudCb
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Paulistana - PI em 2020 (Aut-Inmet) - Temperaturas:

 

Screenshot_241.png.e27abce51a6d83e49703eed9ddeaccd4.png

 

Screenshot_238.png.9988ea11389ff0b04cbc5dcddc54c21e.png

Anomalias em relação ao período 2007-2020.

 

Marcas importantes e recordes ao longo do ano:

  • 2º janeiro com menor média 24h desde que a automática foi instalada (09/2007) com média de 26,69ºC. Janeiro de 2016, o mais frio, teve média de 26,68ºC.
  • Junho mais frio desde 2006. Também foi a primeira vez desde 2006 que junho foi o mês mais frio do ano.
  • Segundo julho com menor média de mínimas do século (20,40ºC) perdendo apenas para julho de 2008 que teve média de 20,37ºC. Os 18,4ºC do dia 26 foi a menor mínima registrada em julho na automática, empatado com  17/07/2017 e 27/07/2011.
  • A primeira máxima acima de 36ºC de 2020 foi registrada apenas no dia 18/09. Foi a primeira máxima sob 36º mais tardia desde 1994.
  • Outubro com maior média de máximas (36,9º) da série histórica (iniciada em 1975, mas com falhas de 1986 a 1994). A máxima do dia 8 de 39,9ºC foi a maior máxima registrada em outubro e a 4ª maior incluindo os outros meses.
  • Novembro com menor média de máximas dos registros (32,64º), superando 1976 por apenas 2 centésimos. A máxima do dia 4 de 23,9ºC foi a menor máxima diurna já registrada na automática, pois a estação só está reportando de dia e pela madrugada a temperatura deve ter sido pouca coisa maior. Como a diferença de 11/2020 para 11/1976 foi quase nenhuma, se a máxima desse dia estivesse correta novembro de 2020 terminaria com média superior ao de 1976.

Ano perfeito, seja pelas chuvas ou pelas temperaturas! 2020 foi o ano com menor média de máximas (32,62ºC) desde 2000 (32,57º). Tivemos um verão e um inverno muito agradáveis, recordes de calor em outubro (para não perder o costume) e um novembro, mês que deveria ser o mais quente do ano, mais frio em mais de 40 anos. Enfim, climaticamente, um ano impecável que certamente deixará muitas saudades!

  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Para terminar, o fechamento de dezembro de 2020 (e do ano, médias térmicas) nas automáticas de Belo Horizonte (Pampulha) e Brasília (setor Sudoeste).  Todas as médias são horárias.

 

Pelas médias térmicas anuais, percebe-se que 2020 ficou aproximadamente no meio da faixa das médias registradas desde a abertura das respectivas estações, sem maiores destaques.  Dezembro foi por um caminho parecido, um mês sem maiores destaques no quesito temperatura (mas choveu abaixo da média no último mês do ano tanto em BH quanto em Brasília).   O dezembro mais fresco em BH (2011) foi também muito chuvoso, com quase 800 mm na Pampulha, e o mais quente (2012) foi relativamente seco.  Mas, embora aconteça muitas vezes neste tipo de clima, nem sempre um mês com grande volume de chuvas é fresco, janeiro de 2020 foi um mês abafado para os padrões locais (com médias bem altas quando não estava chovendo), praticamente igualando o mês mais quente do ano.

 

Na automática da Pampulha (BH), a maior temperatura registrada em 12/2020 foi de 32,1ºc no dia 04, e a menor de 17,6ºc no dia 14. Choveu 250,4 mm.

 

A automática de Brasília registrou a maior temperatura do mês no dia 03, com 31,5ºc, e a menor nos dias 01 e 14, com 15,8ºc.  Choveu 154,6 mm.

 

O grande destaque do ano foi a máxima absoluta das duas estações, registrada em outubro (38,4ºc Pampulha e 36,5ºc Brasília), durante uma onda de calor histórica que varreu o centro do Brasil.  Outro destaque foi a maior média mensal da Pampulha (23,8ºc), que pela primeira vez desde a abertura da estação em 2007 ocorreu no mês de setembro (mas foi por muito pouco, janeiro teve 23,7ºc e outubro 23,6ºc).  No caso da capital mineira apenas, outro destaque foi o janeiro muito chuvoso, com volumes históricos do centro para o sul da cidade.

 

No caso das médias anuais, a segunda casa depois da vírgula (omitida) foi usada como critério de desempate para definir o ano mais ameno em BH e o mais quente em BSB.

 

Belo Horizonte/Pampulha auto (médias de dezembro/esquerda e, ao lado, as anuais):

 

BH.png.412c9b0e3206aa935c248b7e75714231.png40874001_BHa.d.png.dad05a8a18db6f51ac26b8a20312491d.png

 

Brasília auto/setor sudoeste (idem):

BRB.png.258bee3f5e8525232852275fba8404cd.png775707404_BRBa.d.png.f6e9477c670b9e48c53a03b318d01678.png

 

EDIT: Tinha esquecido de dizer que, assim como setembro pela primeira vez na história registrou a maior média mensal do ano 2020, maio registrou a menor média do ano também pela primeira vez (desde 2007, início dos registros) na Pampulha/auto, com 18,8ºc.  Com isso, 2020 aumentou a janela para ocorrência da menor e da maior média mensal em um mês na estação.  A menor média mensal já ocorreu em todos os meses entre maio e agosto (4 meses), e a maior média mensal em todos os meses entre setembro e março (7 meses).

 

Interessante que, se formos para latitudes muito mais altas, a janela para ocorrência da menor média mensal será igual à de BH, mas a janela para ocorrência da maior média mensal do ano se reduz sensivelmente, para o período dezembro a março no máximo, normalmente não passando de fevereiro (lugares como Porto Alegre, Bagé, Buenos Aires...).

 

No caso de Brasília, com uma serie maior (desde 2000, a auto/Inmet mais antiga do país junto com Seropédica), a janela para ocorrência da menor média do ano se reduz para apenas 3 meses (entre mai e jul), e a janela para a maior média mensal também foi menor, tendo ocorrido na grande maioria dos anos em setembro ou outubro, apenas 1 vez em dezembro (2003) e duas vezes em fevereiro (2001 e 2013), totalizando 4 meses.  Em 2020, junho registrou a menor média (19,15ºc), e outubro a maior (23,7ºc).

Edited by Wallace Rezende
  • Like 5
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma coisa curiosa é o resumo de 2020 nas estações de Aracaju, que pelo mapa do INMET ficam no mesmo local, mas pelos dados parece que ficam em cidades diferentes.

 

image.png.9dcb0c76798dfba5d19a11ca7bd7409c.png

Edited by Alexandre M
  • Like 4
  • Confused 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O último mes de 2020 em Buenos Aires alternou dias de calor e outros de tempo mais fresco, com madrugadas friazinhas, como é típico do mes. Tivemos vários valores de 14-15°C, mas em quatro ocasioes caiu para valores ainda menores. Por outro lado, tivemos quase metade dos dias com máximas de 30°C ou mais e os primeiros (e únicos até agora) 35°C do verao 2020-2021. No geral, terminamos na média. Foi outro mes muito seco, sem chegar nem à metade da média pluviométrica.

 

MÍNIMA MAIS BAIXA: 11,4°C
MÍNIMA MAIS ALTA: 23,5°C
MÍNIMA MÉDIA: 18°C
DESVIO DA MÉDIA 81-10: - 0,4°C

 

MÁXIMA MAIS ALTA: 35°C
MÁXIMA MAIS BAIXA: 20,7°C
MÁXIMA MÉDIA: 28,9°C
DESVIO DA MÉDIA 81-10: + 0,5°C

 

MÉDIA SIMPLES DE DEZEMBRO: 23,5°C
DESVIO DA MÉDIA 81-10: + 0,1°C

 

PRECIPITACAO ACUMULADA: 50,3 mm
DESVIO DA MÉDIA: - 57,1%


5 menores mínimas: 11,4°C (dia 21), 11,5°C (dia 5), 12,7°C (dia 20), 13.5°C (dia 31) e 14,5°C (dia 13)
5 maiores mínimas: 23,5°C (dias 10 e 28), 22,9°C (dia 25), 22,7°C (dia 26), 22,4°C (dia 29) e 21,9°C (dia 24)

 

5 maiores máximas: 35°C (dia 10), 33°C (dia 19), 32,5°C (dias 23 e 24), 32,4°C (dia 29) e 31,9°C (dia 28)
5 menores máximas: 20,7°C (dia 5), 22,1°C (dia 4), 24°C (dia 20), 24,3°C (dia 6) e 24,6°C (dia 15)

 

5 maiores chuvas em 1 dia: 24 mm (dia 2), 18 mm (dia 12), 4 mm (dias 11 e 18) e 0,3 mm (dia 28)

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

2020 em Buenos Aires teve seis meses de desvios de média simples de +0,5°C ou mais, apenas um com desvio maior que -0,5°C e os outros cinco próximos à média. Foi o ano mais frio desde 2016, o que considero significativo em tempos que as cidades só esquentam. Com relacao às chuvas, desastre total: o ano foi o mais seco desde 2008!

 

Sobre valores extremos, destacaria nas máximas:
- Nao chegamos a 37°C durante o ano todo, o que nao acontecia desde 2015.
- Junho chegou a ter uma máxima de 27,2°C, foi a maior para o mes desde 2005!
- Outubro teve máxima de 32°C, a maior desde 2014.
- Outubro também teve uma máxima de 14°C, que empatou com ano passado na menor desde 2005!

 

Nas mínimas:
- A maior mínima do ano ficou abaixo de 26°C. Isso nao acontecia desde 2012!
- Em janeiro nao houve nenhuma mínima acima de 25°C, o que nao ocorria desde 2013.
- A menor mínima de novembro foi de 12,2°C, recorde, batendo os 12°C de 2019. Todos os outros novembros baixaram disso.

- 101 mínimas abaixo de 10°C. Isso dá 27,7% dos dias.


MÍNIMA MAIS BAIXA: 0,3°C
MÍNIMA MAIS ALTA: 25,4°C
MÍNIMA MÉDIA: 13,9°C
DESVIO DA MÉDIA 81-10: + 0,3°C

 

MÁXIMA MAIS ALTA: 36,7°C
MÁXIMA MAIS BAIXA: 9,6°C
MÁXIMA MÉDIA: 23,3°C
DESVIO DA MÉDIA 81-10: + 0,6°C

 

MÉDIA SIMPLES DE 2020: 18,6°C
DESVIO DA MÉDIA 81-10: + 0,4°C

 

PRECIPITACAO ACUMULADA: 824,5 mm
DESVIO DA MÉDIA 81-10: - 33,2%


5 menores mínimas: 0,3°C (dia 29/07), 0,8°C (dia 14/07), 1,3°C (dia 14/06), 2°C (dia 20/08) e 2,4°C (dia 12/08)
5 maiores mínimas: 25,4°C (dia 03/02), 25°C (dia 05/02), 24,7°C (dia 20/01), 24,4°C (dia 26/02) e 24°C (dia 04/02)

 

5 maiores máximas: 36,7°C (dia 25/01), 36,1°C (dia 06/02), 35°C (dias 03/02 e 10/12), 34,9°C (dia 04/02) e 34,5°C (dia 02/02)
5 menores máximas: 9,6°C (dia 01/07), 10,2°C (dia 07/07), 10,5°C (dia 01/09), 11°C (dia 02/09) e 11,5°C (dia 02/07)

 

5 maiores chuvas em 1 dia: 79 mm (dia 11/03), 50 mm (dias 19/10 e 24/11), 39 mm (dia 25/09), 37 mm (dia 02/09) e 36 mm (dia 14/03)

Edited by Fábio De Nittis
  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desvio da média simples em Buenos Aires em 2020, comparado ao período 81-10:

 

Janeiro: 0°C
Fevereiro: + 0,6°C
Marco: + 2,1°C
Abril: - 0,2°C
Maio: + 0,7°C
Junho: + 1°C
Julho: - 0,4°C
Agosto: + 0,9°C
Setembro: - 0,2°C
Outubro: - 0,8°C
Novembro: + 1,1°C

Dezembro: + 0,1°C

 

Ano: + 0,4°C

  • Like 5
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Precipitacao em Buenos Aires em 2020 e desvios em relacao ao período 81-10:

 

Janeiro: 52,8 mm (- 61,7%)
Fevereiro: 67 mm (- 47,5%)
Marco: 157,7 mm (+ 12,8%)
Abril: 85 mm (- 28,4%)
Maio: 22,6 mm (- 75,5%)
Junho: 86 mm (+ 46%)
Julho: 6,4 mm (- 89,5%)
Agosto: 29 mm (- 55%)
Setembro: 105,9 mm (+ 47,1%)
Outubro: 94,7 mm (- 24,9%)

Novembro: 67,1 mm (- 43%)

Dezembro: 50,3 mm (- 57,1%)

 

Ano: 824,5 mm (- 33,2%)

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.