Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
André Luiz DS

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Janeiro/2020

Recommended Posts

Dia bem quente em Curitiba, máxima de 27°...

E no momento ainda 26° graus.

Contando os dias para o fim do verão.

Céu super ensolarado o dia todo e segue aberto.

P_20200125_185927.jpg

Edited by Matheus Vinicius
  • Like 7
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Temperaturas um pouco mais altas nesse início de noite de sábado em relação ao mesmo horário de ontem em São Paulo.

Apenas no extremo sul da cidade, os valores estão bem baixos para a época do ano.

 

Estações - CGE

QmgkBQ0.png

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma represa se rompeu na zona rural de Patrocínio e arrastou carros e animais. Não houve pessoas feridas.

 

WhatsApp-Image-2020-01-25-at-17_09_40.thumb.jpeg.e24a473aab528fef0c24799b2d15d95e.jpeg

  • Like 3
  • Sad 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segue vídeo impressionante da Avenida dos Andradas, em Belo Horizonte, onde a tempestade de ontem gerou tamanha força e pressão nas águas que algo semelhante a gêiseres saiu do canteiro central da avenida. Reparem no asfalto da avenida, que chega a tremer:

 

 

  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, EvandroPR disse:

 

O meu fica no tempo de noite e de madrugada , e na garagem que é coberta , mas próxima em cima da porta da sala.

 

IMG_20200125_134203160.jpg

 

O padrão pra medição meteorológica é ter um abrigo contra a radiação num local aberto em todas as direções, de preferência 2m acima dos obstáculos em ambientes urbanos ou entre 1,5m e 2m num local com grama sem obstáculos próximos. Pode ser abrigo feito com pratinhos de plástico daqueles pra vaso de planta...

 

Aqui em casa, ambiente urbano, fixei a Davis num pau de eucalipto pra ficar 2 metros acima do topo do telhado de casa para evitar o bloqueio dos ventos: 

 

image.thumb.png.783ab0e3c88db63a344423ce3e60776a.png

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Diferente do clima tempestuoso q está castigando parte do Sudeste, aki no Sul o ar seco ganha força e se expande para o leste, locais onde havia instabilidade até ontem.

Céu limpo e temperatura máxima de 27,8°C hoje em Imbituba, com ventos moderados soprando preferencialmente do sul.

Observar toda a região oceânica sem nebulosidade, depois de dois dias com pouco sol e muita chuva foi quase q inacreditável 👇AirBrush_20200125201550.thumb.jpg.e7242a74d65c227209c5df914eeddfa7.jpg

Final da tarde, com algumas Cirrus anunciando qker coisa (ou simplesmente nada) e 24°C 👇

1579999881858.thumb.jpg.64f5442ff42824fbed0a12271f81e67d.jpg

O entardecer na beira da Lagoa do Mirim é um espetáculo à parte 👇1579999853001.thumb.jpg.05c8eafad2967fbc295372efc5c074f8.jpg1579999810061.thumb.jpg.d043284ec64e2ff903a50e35e0d8c52a.jpg

Terminei o dia ...cansado de tanto conhecer lugares interessantes e animado pela chegada do domingo, qdo voltarei para (a chata) Piraquara.

Sinto falta da minha casa, mas estou com planos de futuramente vir morar aki na tranquilidade do litoral sul catarinense.

IMG_20200125_210822.thumb.jpg.aec2e8ea5b5a7f785f5eaac3046fb29c.jpg

 

  • Like 16
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como era previsto, o sol retornou hoje com mais vontade ao Rio de Janeiro, sempre entre algumas nuvens, mas as temperaturas permaneceram bem amenas para a época do ano, com máximas entre 27 e 29ºc na maioria dos bairros.  A noite segue com poucas nuvens e uma brisa bem agradável em Niterói, onde faz 23ºc.

 

O calor vai voltar nos próximos dias, e o final do mês será totalmente “equatorial” por aqui, o que deve anular a anomalia negativa de temperatura registrada até agora em janeiro (em termos de média, 2020 deve fechar pau a pau com janeiro de 2018, que ficou dentro da média, mas acima de 2012, 2013 e 2016, os janeiros mais amenos da década, com destaque para os dois primeiros).  O índice pluviométrico acumulado no mês está em 93,4 mm na cidade do Rio, bem abaixo da média (171,3 mm), mas bem acima de janeiro de 2019, o mais seco da série 1997/2020 com 55 mm.  Há previsão de chuvas isoladas (e bem irregulares) a partir de terça-feira que vem, por causa do calor.

 

Após o novo recorde diário em Belo Horizonte ontem, é uma boa oportunidade para revisitar os recordes mensais e diários das estações convencionais principais das quatro capitais da Região Sudeste.  Caso a estação convencional de Belo Horizonte supere os 850,3 mm até o final do mês (certamente algo possível), vai se juntar ao Rio de Janeiro por ter registrado os recordes mensal e diário no mesmo mês.

 

Recordes mensais:

Belo Horizonte: 850,3 mm (janeiro de 1985)

Vitória: 713,9 mm (dezembro de 2013)

Rio de Janeiro: 617,6 mm (janeiro de 1966)

São Paulo: 607,9 mm (março de 2006)

 

Recordes diários:

Rio de Janeiro: 237 mm (11/01/1966)

Vitória: 212 mm (19/03/1975)

Belo Horizonte: 171,8 mm (24/01/2020)

São Paulo: 151,8 mm (21/12/1988)

Edited by Wallace Rezende
  • Like 14

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite! Quinta e ontem foram dias ensolarados e muito quentes na cidade de Buenos Aires. A temperatura variou entre 23,2°C e 31°C na quinta e entre 23,1°C e 33,5°C ontem, com sensacao térmica igual à temperatura porque o ar esteve meio seco.

Já hoje o dia foi meteorologicamente agitado: a madrugada estava sufocante, até que por volta das 4h30 tivemos uma pancada de chuva muito  rápida, com atividade elétrica, que baixou um pouco a temperatura. Acordei às 8h com o céu já completamente ensolarado, muito calor e abafamento. A sensacao térmica disparou a 38°C, mas depois o ar secou. Isso aliviou a sensacao térmica mas permitiu aumento da temperatura. No fim da tarde, situacao inversa: o vento passou a soprar do rio da Prata, a temperatura baixou com maior velocidade, mas a umidade subiu, a sensacao térmica permaneceu alta e foi trocar seis por meia dúzia. Hoje a mínima foi de 23,8°C e a máxima chegou a 36,7°C. Foi a maior desde 10 de dezembro, quando fez 37,9°C.

 

Agora temos céu limpo, 26,7°C, URA de 69%, vento nordeste a 3 km/h e pressao de 1.003,4 hpa. A sensacao térmica é de 28,3°C.

Para amanha, previsao de céu parcialmente nublado com bastante calor novamente. Mínima de 23°C e máxima de 35°C, segundo o SMN. O sol nasce às 6h07 e se poe às 20h04 (já estamos tendo menos de 14 horas de sol por dia).

Edited by Fábio De Nittis
  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

Deixo aqui abaixo a evolucao horária da temperatura e da sensacao térmica (quando foi maior que a temperatura) de hoje em Buenos Aires, destacando os valores acima de 30 e de 35 graus:

0h: 28,1°C - ST 29,3°C

1h: 28°C - ST 28,8°C
2h: 27,2°C - ST 28,3°C
3h: 27°C - ST 28°C
4h: 26,7°C - ST 27,7°C
5h: 24,9°C
6h: 24,5°C
7h: 25°C
8h: 26,3°C - ST 28°C
9h: 28,5°C - ST 30,3°C
10h: 30,5°C - ST 34°C
11h: 32,9°C - ST 36,4°C
12h: 34,4°C - ST 38°C
13h: 35,5°C
14h: 36,3°C
15h: 36,5°C
16h: 35,8°C
17h: 36,3°C
18h: 35,5°C

19h: 31°C - ST 35°C
20h: 28,1°C - ST 31,2°C
21h: 27°C - ST 29,6°C
22h: 26,7°C - ST 28,4°C
23h: 26,2°C - ST 27,7°C

Edited by Fábio De Nittis
  • Like 2
  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais alguns dados sobre o calor aqui:
 

  • Das últimas oitos tardes, seis passaram de 30°C e quatro dos 33°C.
  • Nas mínimas, todas foram acima de 21°C. Sete foram acima de 22°C e seis dos oito dias tiveram mínima de mais de 23°C.
  • Nos últimos oito dias a mínima média foi de 23,2°C e das máximas de 32,1°C.
  • Para ter onda de calor, é necessário ter tres dias seguidos acima de 22°C/32,3°C simultaneamente. Ou seja, na média dos últimos oito dias estamos quase nisso, mas ainda nao tivemos esses valores ou mais por tres dias seguidos para configurar oficialmente o fenomeno. Deve acontecer amanha.
  • O SMN lancou alerta laranja de calor pra Buenos Aires: ondas de calor que podem ser muito perigosas, especialmente para os grupos de risco. Fazia tempo que nao via, acho que verao passado nao teve.

 

E outro dado que quero destacar: como tem feito muito calor de dia e de noite, os ambientes internos ficam insuportavelmente quentes. No meu ap essa época do ano o sol bate das 13h até 20h. Hoje às 22h, antes de ligar o ar, a temperatura interna era de 34°C. Tem sido assim toda a semana, sempre ao redor de 32-34°C.

Edited by Fábio De Nittis
  • Like 2
  • Sad 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Fábio De Nittis disse:

Mais alguns dados sobre o calor aqui:
 

  • Das últimas oitos tardes, seis passaram de 30°C e quatro dos 33°C.
  • Nas mínimas, todas foram acima de 21°C. Sete foram acima de 22°C e seis dos oito dias tiveram mínima de mais de 23°C.
  • Nos últimos oito dias a mínima média foi de 23,2°C e das máximas de 32,1°C.
  • Para ter onda de calor, é necessário ter tres dias seguidos acima de 22°C/32,3°C simultaneamente. Ou seja, na média dos últimos oito dias estamos quase nisso, mas ainda nao tivemos esses valores ou mais por tres dias seguidos para configurar oficialmente o fenomeno. Deve acontecer amanha.
  • O SMN lancou alerta laranja de calor pra Buenos Aires: ondas de calor que podem ser muito perigosas, especialmente para os grupos de risco. Fazia tempo que nao via, acho que verao passado nao teve.

 

E outro dado que quero destacar: como tem feito muito calor de dia e de noite, os ambientes internos ficam insuportavelmente quentes. No meu ap essa época do ano o sol bate das 13h até 20h. Hoje às 22h, antes de ligar o ar, a temperatura interna era de 34°C. Tem sido assim toda a semana, sempre ao redor de 32-34°C.

Fábio

Essa definição de "onda de calor" é algo q não levo em consideração. Não serve como parâmetro para todas as áreas do teu país e muito menos para o Brasil.

Além disso, sensação térmica sim, e é algo q já foi muito ignorado mas serve muito mais como parâmetro dos níveis de desconforto térmico (no caso em kestão, calor acima do normal) do q simplesmente temperatura alta.

Enfim, é uma história complicada e já foi discutido várias vzs esse assunto.

Parte da Argentina vem sentindo os efeitos de uma verdadeira "onda de calor" faz muitos dias. 

É triste constatar esse tipo de situação acontecendo de norte ao sul do país, mas obviamente não tem o q fzr a respeito. Eu não saberia te dizer o q é pior (o Mat teria a resposta na ponta do dedo), se calor demais no verão ou frio demais no inverno. Tudo em excesso não é bom (o Mat diria q frio em excesso é bom). De qker forma, tem lugares muito piores, onde o q seria "onda de calor" para nós fracotes é a realidade do cotidiano...ano após ano...a vida toda.

Abraço e deixe janelas abertas, para qdo chegar em casa não encontrar um ambiente infernal.

 

  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Olá meu colega, neste caso de Natal (onde os dados cessam em 1970 e só voltam em 1983) talvez tenha sido período sem dados do INMET mesmo, pois na versão original da normal 1961/1990 que tenho Natal não aparece (única capital do NE omitida), indicando muitos anos sem dados.  Talvez um contato com o Disme local possa ajudar a esclarecer se foram feitas observações pelo INMET em 1973. 

 

Mas em muitos outros casos os problemas foram omissões e falhas graves no processo de digitalização para o BDMEP mesmo, feito por por burocratas desinteressados em Brasília.  Isso aconteceu com BH e RJ, onde vários dados (inclusive os recordes mensais das duas cidades, e o recorde diário do Rio de Janeiro) foram omitidos do banco de dados “oficial”, por puro desleixo.  Um período em meados dos anos 80 não foi digitalizado para muitas estações de todo o centro-sul.

 

Tem também este algoritmo, que o INMET (sede/Bdmep) passou como uma régua sobre os dados antigos, eliminando vários registros acima de 200 mm em 24 horas (dependendo da estação, menos) de maneira indiscriminada, sem um controle de qualidade individual, e que varreu da base de dados até recordes válidos.  Foi só por conta deste algoritmo que os dados de 24 e 25 de julho de 1964 foram omitidos para Aracaju, não houve de fato um controle de qualidade, mas sim eliminação automática de valores acima de um patamar.  Alguns recordes foram reinseridos depois, caso do Recife, mas a maior parte permanece omitida (caso de Rio, Vitória, Maceió...).  No século XXI, todo dado eliminado pelo algoritmo é reintroduzido depois (vide Natal no post acima), mas muitos recordes que foram eliminados até os anos 90 permanecem no limbo.

 

Chover 907 mm (Natal) em um mês em si não é sinal de que há algo errado, até pode ter acontecido, o problema no caso de Aracaju é a concentração de meses com acumulados muito altos num período de poucos anos e o registro de vários eventos de mais de 100 mm em 64 superando com folga até capitais tradicionalmente (bem) mais chuvosas como Recife e Maceió, além deste evento de julho totalmente fora da curva com 600 mm, sem que haja informações sobre grandes enchentes na cidade na ocasião; neste caso tudo “conspira” contra a consistência dos dados.

 

Voltando a falar das chuvas, a estação convencional de Caparaó(MG) registrou 167 mm nas últimas 24 horas (via SYNOP), superando um registro de 137,2 mm em 14 de novembro de 1981 (o maior da série descontínua da estação desde 1972).  Algum colega de BH tem os totais mensais por região da cidade via Defesa Civil?

Wallace Rezende, 

acompanhei a evolução das chuvas na Zona da Mata e região de BH no dia 23. Aqui no Noroeste do Rio as chuvas começaram no início da tarde da quinta, vindo do norte, fiquei horas seguidas acompanhando o Radar do Couto e Três Marias.

Felizmente minha região e a bacia do rio Muriaé não foram atingidas pelos núcleos de chuvas mais fortes. Como ocorreu em BH e Metropolitana de lá e também a parte norte da Zona da Mata,as cidades do ES divisa com região Caparaó.As chuvas intensificaram na manhã e tarde de sexta,por isso ontem começou uma enchente na cidade de Muriaé, Patrocínio do Muriaé  e hoje atingiu Laje do Muriaé, Itaperuna, Bom Jesus do Itabapoana e Porciúncula.

Os maiores acumulados de chuva na bacia do Muriaé, em cidades de Minas, num período de 36 horas,foram:

203,2 mm em Rosário da Limeira

196,2 mm em São Sebastião da Vargem Alegre

168,4 mm Pirapanema/distrito Muriaé

166,0 mm Eugenópolis

133,4 mm Patrocínio do Muriaé(nessa o nível do rio Muriaé atingiu 8,94 m ás 22 h 30 de hoje.

Aqui em Laje do Muriaé estamos com enchente desde a madrugada e a altura da água na minha rua está em 0,65 centímetros, subindo 6 cm por hora(essa cheia aqui, está em 6ºlugar das maiores enchentes desde fevereiro de 1979.

 

Edited by marinhonani
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Bom dia à todos..

Ar seco se expandindo pelo Sul e tbm por parte do Sudeste.

O tempo limpou na região serrana da Mantiqueira e as temperaturas despencaram ao longo da madrugada, como aconteceu aki no Sul ontem.

Uma pena q nem todas as estações estão visíveis no wunderground... Vila Inglesa em CdJordão teve mínima hoje de apenas 4,7°C e seria interessante saber qual a mínima em Delfim Moreira/MG, no bairro do Charco. 

Nas serranas catarinenses, Rio Porteira em Bom Jardim da Serra teve 5,7°C (ontem 3,6°C), Cruzeiro/SJ - 1.469m teve 7,6°C e ontem provavelmente com geada: 2,8°C.

Em Urubici, a estação Estrada Jararaca registrou ontem 3,9°C e hoje 7,3°C.

 

Aki em Imbituba, mínima de 17,7°C e uma madrugada de céu limpo e pouco vento.

A temperatura agora já atinge os 25°C.

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Manhã amena em José Bonifácio-SP.

 

INMET: 18.3°C

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, marinhonani disse:

Wallace Rezende, 

acompanhei a evolução das chuvas na Zona da Mata e região de BH no dia 23. Aqui no Noroeste do Rio as chuvas começaram no início da tarde da quinta, vindo do norte, fiquei horas seguidas acompanhando o Radar do Couto e Três Marias.

Felizmente minha região e a bacia do rio Muriaé não foram atingidas pelos núcleos de chuvas mais fortes. Como ocorreu em BH e Metropolitana de lá e também a parte norte da Zona da Mata,as cidades do ES divisa com região Caparaó.As chuvas intensificaram na manhã e tarde de sexta,por isso ontem começou uma enchente na cidade de Muriaé, Patrocínio do Muriaé  e hoje atingiu Laje do Muriaé, Itaperuna, Bom Jesus do Itabapoana e Porciúncula.

Os maiores acumulados de chuva na bacia do Muriaé, em cidades de Minas, num período de 36 horas,foram:

203,2 mm em Rosário da Limeira

196,2 mm em São Sebastião da Vargem Alegre

168,4 mm Pirapanema/distrito Muriaé

166,0 mm Eugenópolis

133,4 mm Patrocínio do Muriaé(nessa o nível do rio Muriaé atingiu 8,94 m ás 22 h 30 de hoje.

Aqui em Laje do Muriaé estamos com enchente desde a madrugada e a altura da água na minha rua está em 0,65 centímetros, subindo 6 cm por hora(essa cheia aqui, está em 6ºlugar das maiores enchentes desde fevereiro de 1979.

 

Nani, como está a situação hoje por aí?

O nível da água subiu mais na tua rua? Temos aki no Paraná, mais especificamente no sul do estado uma situação meio curiosa...normal mas ainda assim curiosa: quando chove muito aki nas nascentes da bacia do Iguaçu (isso já não acontece há um bom tempo), a região de União da Vitória sofre com enchente uns 5 ou 6 dias depois. Não é incomum ver na tv notícias de cheia nakela cidade (U.Vitória) após vários dias de tempo bom.

Abraço

Edited by Carlos Campos
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA-RJ (INMET): 3.1°C.

 

 

MONTE VERDE-MG: 6.2°C.

 

CAMPOS DO JORDÃO-SP: 7.4°C.

 

MARIA DA FÉ-MG: 9.5°C.

Edited by Maicon
  • Like 13
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Manhã de fria a relativamente fria pela capital paulista .

 

Nas oficiais: 

 

Sesc teve 15.9 graus (perdeu para os 15.8 de ontem) 

Mirante teve 16 graus que é a menor do ano .

IAG teve 13.8 graus que é a menor do ano .

 

Algumas CGEs

 

Sé Centro 17.3 graus 

Penha ZL 15.5 graus 

Itaim Paulista 15.1 graus 

Vila Maria ZN 15.1 graus 

Pirituba ZO 14.8 graus 

Pinheiros ZO 14.6 graus 

Perus ZO 13.8 graus 

São Mateus ZL 13 graus 

Capela ZS 12.3 graus 

Marsilac 10.6 graus 

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma vibe de março em janeiro nesta manhã

 

Untitled.thumb.png.23164cdb38d6ad5d266d08bd7d660c69.png

Untitledf.thumb.png.5daaaeedcac0c353fc49a35d790dce94.png

Untitledfg.thumb.png.84cd558dd785aac454f9aed7c758f956.png

 

 

Edited by jean10lj
  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não levo nenhuma fé nesse modelo numérico global acoplado, mas por ele só teríamos frio mesmo em meados de Maio, Fev com mais chuva, Março seco com segunda quinzena muito quente e abril com mais episódios de chuva.

 

5x4zt9K.png

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mínima muito boa hoje de: 14,5°C. Menor mínima desde de 30 de setembro do ano passado. 

 

Na verdade essa mínima entra no ranking de 5 menores mínimas de Janeiro.

 

13,8°C (1993)

14,2°C (1999)

14,4°C (1991, 1994 e 2012)

14,5°C (2020)

 

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

O tempo no litoral paulista tá ótimo pra quem gosta de curtir uma praia. Aqui em Bertioga ontem foi um dia de sol entre algumas nuvens e temperaturas entre 20 e 27°. Hoje amanheceu um dia lindo de céu sem nuvens, a mínima ficou em torno dos 19°C. Além disso, a água do mar está fresquinha! Bem diferente do caldeirão que estava ano passado na mesma época...

  • Like 4
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Maicon disse:

PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA-RJ (INMET): 3.1°C.

 

 

MONTE VERDE-MG: 6.2°C.

 

CAMPOS DO JORDÃO-SP: 7.4°C.

 

MARIA DA FÉ-MG: 9.5°C.

Essa mínima de Monte Verde, é a nova menor mínima para o mês de janeiro desde q abriram a estação automática por lá.

 

Anteriormente era de 6,6°C.

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

31,8° agora

20200126_110909.jpg

 

E bela previsão de chuva para o decorrer da semana, desde o dia 17 não teve dias com >1mm

1067117804_Capture_2020-01-26-11-14-04-1.thumb.png.629e9154e1da11227246a552c40ce3f7.png

Edited by Felipe S Monteiro
  • Like 5
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

DESVIOS JAN 2020 (25DIAS)

 

25.5 (+0.8) Porto Alegre 
25.3 (+0.4) Florianopolis 
20.4 (-0.5) Curitiba AP
22.6 (-0.3) Sao Paulo 
26.4 (-0.7) Rio de Janeiro GL
24.1 (+0.7) Belo Horizonte
26.0 (+0.9) Campo Grande 
25.6 (+1.2) Goiania 
27.7 (+1.4) Manaus

  • Like 11
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Além do que já choveu nos rios que alimentam o São Francisco, hoje  também há bastantes chuvas na região do reservatório da hidrelétrica de Sobradinho. 

Nível do reservatório deve aumentar bem nos próximos dias.

SBk0yAp.png

  • Like 11
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

JANEIRO POR ENQUANTO VAI PROSSEGUINDO COM TEMPERATURAS DENTRO A LEVEMENTE ABAIXO DA MÉDIA EM SÃO PAULO.

 

RESUMO DE ALGUMAS ESTAÇÕES DA CAPITAL PAULISTA ATÉ HOJE DE MANHÃ.

 

001.thumb.png.a718281f3375ef93ae09420ec5220c30.png

 

EM TERMOS PLUVIOMÉTRICOS ATÉ HOJE DE MANHÃ:

 

MIRANTE DE SANTANA: 270,7mm (93,9% DA MÉDIA PARA JANEIRO)

 

SESC INTERLAGOS: 179,6mm

 

BARUERI/INMET: 219,6mm 

 

SÃO MATEUS/CGE: 164,6mm (76% DA MÉDIA PARA JANEIRO)

 

SÉ-CGE: 299,3mm (20% ACIMA DA MÉDIA PARA JANEIRO)

 

MARGINAL TIETÊ (PONTE DO LIMÃO) 280,8mm

 

MARGINAL PINHEIROS (PTE. CID. UNIVERSITÁRIA): 292,8mm

 

PARQUE DA ACLIMAÇÃO: 277,0mm

 

VILA MARIANA/CGE: 281,8mm

 

JABAQUARA/CGE: 172,3mm

 

FREGUESIA DO Ó/CGE: 281,4mm

 

BUTANTÃ/CGE: 279,0mm

 

PINHEIROS/CGE: 266,4mm

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Litoral Paulista

 

15.8 - Iguape Ciiagro
16.4 - Iguape Inmet
17.0 - Peruibe Ciiagro
18.8 - Praia Grande Troy
19.0 - Santos Canal 1 Cetesb
19.7 - Santos Canal 7 Cetesb
19.7 - S Sebastiao Inmet

 

Morei quase 20 anos no litoral e nunca vi marcas assim num mes de Janeiro 

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

O GFS na ultima rodada coloca muita chuva no interior de São Paulo no inicio de fevereiro. Valores entre 300mm e 400mm em São Paulo. Creio q existe a possibilidade da formação de outra ZCAS só que agora posicionada mais ao sul do que essa ultima q está afetando o centro de Minas.

 

us_model-en-087-0_modusa_2020012606_384_12405_157.thumb.png.6806c2deace0fec5563a7a9bfd833cd6.png

 

CFS:

cfs-avg_apcpna_samer_2.thumb.png.0c8b3388a754ef790cddfe6fb1f0f65c.png

 

 

Essa chuva caso venha a se concretizar será muito bem vinda. A Represa de Furnas está com 13% de sua capacidade. A ultima vez que a Hidrelétrica de Furnas abriu o vertedouro para retirar o excedente de água foi em 2014. Hoje o nível está em 754,42 metros. O nível ideal segundo a Associação dos Municípios do Lago de Furnas é de 762 metros.

Edited by LucasFSopranos
  • Like 12
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
31 minutos atrás, Rodolfo Alves disse:

JANEIRO POR ENQUANTO VAI PROSSEGUINDO COM TEMPERATURAS DENTRO A LEVEMENTE ABAIXO DA MÉDIA EM SÃO PAULO.

 

RESUMO DE ALGUMAS ESTAÇÕES DA CAPITAL PAULISTA ATÉ HOJE DE MANHÃ.

 

001.thumb.png.a718281f3375ef93ae09420ec5220c30.png

 

EM TERMOS PLUVIOMÉTRICOS ATÉ HOJE DE MANHÃ:

 

MIRANTE DE SANTANA: 270,7mm (93,9% DA MÉDIA PARA JANEIRO)

 

SESC INTERLAGOS: 179,6mm

 

BARUERI/INMET: 219,6mm 

 

SÃO MATEUS/CGE: 164,6mm (76% DA MÉDIA PARA JANEIRO)

 

SÉ-CGE: 299,3mm (20% ACIMA DA MÉDIA PARA JANEIRO)

 

MARGINAL TIETÊ (PONTE DO LIMÃO) 280,8mm

 

MARGINAL PINHEIROS (PTE. CID. UNIVERSITÁRIA): 292,8mm

 

PARQUE DA ACLIMAÇÃO: 277,0mm

 

VILA MARIANA/CGE: 281,8mm

 

JABAQUARA/CGE: 172,3mm

 

FREGUESIA DO Ó/CGE: 281,4mm

 

BUTANTÃ/CGE: 279,0mm

 

PINHEIROS/CGE: 266,4mm

 

Pelas previsões até o dia 31, o mês de janeiro de 2020 deve ficar praticamente dentro da média, no máximo uma anomalia mínima positiva ou negativa. 

Situação completamente diferente do observado no ano passado (quando houve muitos dias de calorão, com direito a um período com mais de 20  dias seguidos com temperaturas superando os 30 graus). 

 

A mínima de janeiro de 2020 no Mirante já é menor que a do ano passado, assim como a menor máxima. Entretanto, a maior mínima(a do dia 11) já superou o ano passado inteiro.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 minutos atrás, LucasFSopranos disse:

O GFS na ultima rodada coloca muita chuva no interior de São Paulo no inicio de fevereiro. Valores entre 300mm e 400mm em São Paulo. Creio q existe a possibilidade da formação de outra ZCAS só que agora posicionada mais ao sul do que essa ultima q está afetando o centro de Minas.

 

us_model-en-087-0_modusa_2020012606_384_12405_157.thumb.png.6806c2deace0fec5563a7a9bfd833cd6.png

 

CFS:

cfs-avg_apcpna_samer_2.thumb.png.0c8b3388a754ef790cddfe6fb1f0f65c.png

 

 

Essa chuva caso venha a se concretizar será muito bem vinda. A Represa de Furnas está com 13% de sua capacidade. A ultima vez que a Hidrelétrica de Furnas abriu o vertedouro para retirar o excedente de água foi em 2014. Hoje o nível está em 754,42 metros. O nível ideal segundo a Associação dos Municípios do Lago de Furnas é de 762 metros.

E essa nova ZCAS pegaria a região central de MG também, o que é perigosíssimo. 

 

Mas torço para a maior parte da chuva ficar no centro-oeste mineiro, sul e São Paulo. 

  • Like 1
  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como já mostrado pelo @Tavares norte da BA e sul do PI tão dominando a chuva no Brasil neste momento

 

br_VPR202001261500.thumb.jpg.58f750a099c27c4ab59659c7188b4704.jpg

 

Screenshot_20200126-124203.thumb.png.9b4cdf4724b95bfeed25732917a9c729.png

 

 

Aqui em Petrolina escutei uns trovões mais cedo. Esperando que a chuva venha!!!

  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apenas céu azul e sol intenso neste domingo. A temperatura já bateu os 30,5°C e agora deu uma mini refrescada, com 29,8°C 👇IMG_20200126_124025.jpg.c86bd67a3dd2c4e6efb52b2ccbe2c21b.jpg

IMG_20200126_124048.jpg.920a772a0ebc7c664d283b632f7626a9.jpg

Na região de Curitiba já passou dos 30°C 👇

IMG_20200126_124153.jpg.7b9434bd174e3d0824a56c424ef5303b.jpg

Algumas imagens desta manhã por aki 👇1580052603968.thumb.jpg.93c67867accc2d9011d20b9f29176232.jpg1580052645320.thumb.jpg.0ff4f4a6683bab8ec32761d08b5fd858.jpg

Praia do Rosa (Sul)

 

Dunas em Imbituba:

1580052539683.thumb.jpg.997965a94dabb00425eaa1f031aca912.jpg1580052571134.thumb.jpg.5b0f02ed55101d4296a8893c03192e6a.jpg

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Dias disse:

DESVIOS JAN 2020 (25DIAS)

 

25.5 (+0.8) Porto Alegre 
25.3 (+0.4) Florianopolis 
20.4 (-0.5) Curitiba AP
22.6 (-0.3) Sao Paulo 
26.4 (-0.7) Rio de Janeiro GL
24.1 (+0.7) Belo Horizonte
26.0 (+0.9) Campo Grande 
25.6 (+1.2) Goiania 
27.7 (+1.4) Manaus

 

As três capitais do sul terão de modo geral, temperaturas acima da média até o final do mês. Porto Alegre e Florianópolis ratificarão suas anomalias positivas. Curitiba não sei se vira.

 

+1,4°C em Manaus é muito. Deve estar chovendo pouco.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Dias disse:

Litoral Paulista

 

15.8 - Iguape Ciiagro
16.4 - Iguape Inmet
17.0 - Peruibe Ciiagro
18.8 - Praia Grande Troy
19.0 - Santos Canal 1 Cetesb
19.7 - Santos Canal 7 Cetesb
19.7 - S Sebastiao Inmet

 

Morei quase 20 anos no litoral e nunca vi marcas assim num mes de Janeiro 

Marcas q foram raras até na capital paulista em dezembro.

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com a presença de um ar mais seco e fresco (responsável pelo dia outonal ontem), o destaque na madrugada deste domingo foram as mínimas em alguns bairros do Rio de Janeiro, sendo que a estação automática do INMET na Vila Militar conseguiu registrar (até 3:00, depois cessou a transmissão dos dados, espero que volte mais tarde ou amanhã) um novo recorde mensal desde a abertura da estação (em 2007) com 18,3ºc (o valor final pode ter sido um pouco menor, mas de toda forma superou os 18,4ºc do dia 03/01/2012).

 

No Alto da Boa Vista fez 16,2ºc pelo Alerta Rio, que comparando com a base de dados do INMET (as estações ficam no mesmo lugar, o corpo de bombeiros do bairro) seria a menor mínima desde 28/01/2013, quando fez 16ºc.  O recorde mensal da estação do INMET no século XXI (e para toda cidade do Rio no mês/século) é de 15,2ºc em 03/01/2004.

 

Talvez o valor de maior destaque tenha sido os 17,2ºc de Jacarepaguá auto INMET, estação que fica numa área bem favorável ao resfriamento radiativo e com bastante verde ao redor, mas não deixa de ser um valor expressivo para janeiro ao nível  do mar nessas latitudes.  Foi de longe a menor mínima para o mês, mas é uma estação muito recente (só temos 01/2018 e 01/2019 para comparação).

 

Na PWS Davis de Guaratiba fez 18,2ºc.  Santa Cruz aero e Marambaia INMET, com 19,4ºc, também conseguiram uma sub-20, enquanto bairros mais adensados e centrais ficaram pelos 21/22ºc.

 

Agora o sol brilha forte a a temperatura já chegou aos 30ºc nos locais mais afastados da água, enquanto aqui perto da baía tenho 27ºc, um dia ainda civilizado para janeiro, mas acima de ontem no mesmo horário (o ar fresco segue perdendo força, e dando vez ao ar quente e úmido típico de janeiro).  A semana que se inicia promete alguns dias de verão total, mas foi bom enquanto durou este frescor.  Dormi 10 dias seguidos sem ventilador por aqui, nada mal para janeiro.

 

Para dar uma ideia da diferença entre os janeiros de 2019 e 2020, em 2019 a menor máxima na Vila Militar (um dos lugares mais quentes do Rio em máximas) foi de 32,2ºc (05/01), e apenas 3 máximas ficaram abaixo dos 34ºc (05, 12 e 25/01).  Em 2020 foram 12 máximas abaixo dos 30ºc...

Edited by Wallace Rezende
  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Carlos Campos disse:

Nani, como está a situação hoje por aí?

O nível da água subiu mais na tua rua? Temos aki no Paraná, mais especificamente no sul do estado uma situação meio curiosa...normal mas ainda assim curiosa: quando chove muito aki nas nascentes da bacia do Iguaçu (isso já não acontece há um bom tempo), a região de União da Vitória sofre com enchente uns 5 ou 6 dias depois. Não é incomum ver na tv notícias de cheia nakela cidade (U.Vitória) após vários dias de tempo bom.

Abraço

Carlos Campos,

sim, subiu lentamente até 11 h 26 (medi de 10 em 10 minutos a partir de 10 h 56 para ver o momento em que estabilizasse,fiz isso, porque na cidade de Patrocínio do Muriaé-MG tem uma régua telemétrica do CPRM, com dados de 15 em 15 minutos, lá subiu até 1 h 30 madrugada, atingindo 8,96 metros.Segundo um senhor de 84 anos que acompanha as enchentes aqui em Laje do Muriaé desde a fase de adolescente, quando o rio Muriaé para de subir na cidade de Patrocínio do Muriaé-MG, 10 h após ele estabiliza em Laje do Muriaé.)

Ficamos com 1 metro de água em frente de casa, minha casa fica a 2,20 m acima da rua, são 11 degraus na varanda lateral até o piso para sair na rua(medi o nível da água na escada).

Essa é a 5ª maior enchente desde fevereiro de 1979, os registros dos níveis dessas enchentes passadas ficam na parede do porão daqui de casa.

  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Carlos Dias disse:

URGENTE

 

A capital Paulista bateu 10.6 nesta manha, foi na estacao do Marcilac (CGE).

Carlos Dias,

essa estação de Marsilac, promete temperaturas bem baixas em massas polares continentais tipo junho e julho de 1994.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, LucasFSopranos disse:

Mínima muito boa hoje de: 14,5°C. Menor mínima desde de 30 de setembro do ano passado. 

 

Na verdade essa mínima entra no ranking de 5 menores mínimas de Janeiro.

 

13,8°C (1993)

14,2°C (1999)

14,4°C (1991, 1994 e 2012)

14,5°C (2020)

 

 

LucasFSopranos,

com exceção de 1993 e 1999, nos outros 4 anos, aqui em Laje do Muriaé, foram janeiros de muita chuva.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.