Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
André Luiz DS

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Janeiro/2020

Recommended Posts

Agora, Matheus Vinicius disse:

Aqui igualmente, e um inferno.

A diferença é que eu moro na zona rural, sempre tem vento e a maioria do solo é vegetação, não absorve muito calor, já aí é uma cidade, muito concreto e menos vento

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Felipe S Monteiro disse:

A diferença é que eu moro na zona rural, sempre tem vento e a maioria do solo é vegetação, não absorve muito calor, já aí é uma cidade, muito concreto e menos vento

Sim. Aqui dentro de casa praticamente nem entra vento.

E mesmo nas áreas que entram, por incrível que pareça são as mais quentes.

  • Like 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Wallace Rezende disse:

É evidente que não podemos esperar rigor científico de termômetros de rua, mas é um fato também que em vários locais “frios” (especialmente onde há turismo ligado ao frio) alguns termômetros são deliberadamente adulterados para marcar temperaturas abaixo da realidade, e um bom exemplo é o que fica na entrada de Teresópolis, minha cidade natal (3/4ºc abaixo da realidade).  Mas já vi em Gramado um exemplar desses também, e relatos/fotos de outros locais.

 

No Rio, a situação até melhorou nos últimos anos, pois vários termômetros de rua (mas não todos, foi algo meio aleatório) foram alinhados com estações de aeroportos, deixando de ser “malukinhos”.  As estações Alerta Rio são as novas "malukinhas", pois o trono não pode ficar vazio...

 

Mudando de assunto, agora começou um ventinho por aqui que alivia bastante a sensação do lado de fora, resultado das instabilidades.

Em Porto Alegre colocaram um desses termômetros de rua high-tech.

seu funcionamento, além de informar hora e temperatura, está equipado com câmeras de segurança, medidores de radiação solar, painel de mensagens ao cidadão e wi-fi gratuito

https://www.correiodopovo.com.br/notícias/geral/marchezan-assina-contrato-para-instalação-de-168-relógios-de-rua-em-porto-alegre-1.392179

Edited by Lucas Venturini
  • Confused 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

E o temporal "pulou" o Rio mais uma vez. Mais um de alguns outros.

Por conhecimento de causa estou com as barbas de molho. Dia de calor excepcional, dia após dia. Quando a chuva cair será daquelas pesadas.

 

Aqui em Vila Isabel tempo nublado, vento soprando como se anunciasse chuva e abafados 32,6º, às 21:25.

 

Alto verão.

IMG_20200111_211946.jpg

  • Like 2
  • Sad 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Rafael disse:

Boa noite, hj fez calor até para os padrões friburguenses. Mínima alta de 19,7°C e máxima em torno dos 32°C na área urbana. O ventilador não para.

Hoje as estações do INMET em Nova Friburgo e Teresópolis registraram as maiores mínimas desde janeiro de 2016 (caso não haja alteração, levo em conta a hora local nas minhas anotações).

 

Em Nova Friburgo/INMET (área rural) fez 19,9ºc, igualando a mínima dos dias 10 e 14 de janeiro de 2016 como a mais alta desde a abertura da estação (09/2010).

 

Em Teresópolis/INMET a mínima da madrugada de hoje não baixou dos 21,7ºc, a maior desde 10/01/2016, quando fez 22,8ºc (recorde absoluto da estação, desde 2006).  A segunda maior mínima foi registrada no dia 09/01/2016, com 21,8ºc.  EDIT: a mínima deste sábado caiu para 21,6ºc entre 23:00 e 00:00, foi a terceira maior já registrada pela estação.

 

Na capital, a mínima de Jacarepaguá/INMET hoje (24,3ºc) superou por quase nada a maior já registrada em 16 de março de 2018 (24,2ºc), mas é uma estação muito recente, de agosto de 2017, então o valor histórico é pequeno.  Já os 26,1ºc de mínima na Vila Militar hoje já foram superados várias vezes, pela última vez em 03/02/2019 (26,7ºc).

 

Janeiro de 2016 não foi um mês quente, mas antes da chegada da frente fria que trouxe vários dias amenos para cá (e muita chuva para o norte de MG e BA, o que seria muito importante agora mas infelizmente não está no radar) foram registradas noites muito abafadas.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 5
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia 8:30 da manhã e quase todas as estações do alerta Rio registram temperatura acima dos 30°C. Em Irajá mínima de 27°C !!!

Aqui em Friburgo mínima de 21°C no meu termômetro, no inmet 19,2°C. Agora faz 28°C já na area urbana!

Edited by Rafael
  • Like 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Como sempre nesta época, voltou o show de notícias sensacionalistas, agora alimentado pelos "estagiários" do centro de operações da prefeitura do Rio de Janeiro, que anunciaram com grande alarde no Twitter "calor de 50ºC em Guaratiba hoje" e "sensação de 54,8ºc"  Enfim, é disso que povo gosta mesmo, deixa pra lá.  E o "caso Antonina" prova que as maiores sandices podem sair da boca dos próprios meteorologistas, que com algumas exceções têm vivência zero na área de observação meteorológica, e senso crítico nulo com relação aos dados.

 

Agora porque será que a estação do INMET/Marambaia e a do Alerta Rio/Guaratiba (que ficam uma ao lado da outra) registram valores tão díspares com frequência (37,9 x 40,2ºc hoje)? A resposta é fácil: o Alerta Rio tem estações de qualidade inferior e posicionadas de forma totalmente amadora, eles deveriam se limitar ao monitoramento das chuvas no município do Rio, pois é o que fazem de mais importante.

 

Essa mania de chamar índice de calor de "sensação térmica" infelizmente pegou por aqui, pois alimenta o sensacionalismo, mas é um grande equívoco também.  Nos Estados Unidos, onde este índice (altamente questionável) foi "inventado", o "heat index" (índice de calor) e o "real feel" (equivalente o que seria a sensação térmica) sempre aparecem separados nas tabelas.

 

Voltando ao Guarujá, a chuva foi pouca (2 mm), mas a ameaça (e os prováveis trovões) serviram para espantar os banhistas da praia, olhem como ficou a praia 55 minutos depois:

 

robot3 (1).jpg

 

O Alerta é um desserviço completo no quesito temperatura, estações meteorológicas ruins instaladas em locais piores ainda. A dona Globo que adora notícias de recorde de calor no Rio de Janeiro, ignorando lugares que tiveram dados importantíssimos de sensação térmica ultimamente, no estado de Santa Catarina por exemplo...

  • Like 5
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Gvieira disse:

 

O Alerta é um desserviço completo no quesito temperatura, estações meteorológicas ruins instaladas em locais piores ainda.

É verdade! A gente sabe que são lugares quentes mas as temperaturas de Irajá e São Cristóvão sempre estão bem mais altas que as outras e os aeroportos, as vezes mais de 2 ou 3 graus de diferença. Acho que a de Irajá fica dentro do Ceasa e a de São Cristóvão na feira, confere? Dá pra confiar nos dados delas? Eu sei que são bairros quentes mas será tudo isso que elas registram?

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Enio Rezende disse:

É verdade! A gente sabe que são lugares quentes mas as temperaturas de Irajá e São Cristóvão sempre estão bem mais altas que as outras e os aeroportos, as vezes mais de 2 ou 3 graus de diferença. Acho que a de Irajá fica dentro do Ceasa e a de São Cristóvão na feira, confere? Dá pra confiar nos dados delas? Eu sei que são bairros quentes mas será tudo isso que elas registram?

 

Irajá é zero confiável, fica em cima de uma laje e bem colada em elementos construtivos, São cristóvão já está melhor localizada, embora ainda não no ideal, numa calçada, próximo de muitos viadutos que atrapalham ventilação e irradiação, mas ainda assim é mais confiável que Irajá. A pior delas é a de Guaratiba, completamente maluca, e as estações num geral registram umidade relativa mais alta do que o real, ou seja, temperatura mais alta e umidade mais alta = picos malucos de sensação térmica, prato cheio pra dona Globo...

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem que podiam colocar uma estação na Quinta da Boa Vista em um gramado. Ficaria melhora representado que a atual estação do Alerta Rio.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minima de 22,9 e no momento faz 28,4 ºC com 69% de umidade, muito desconfortável apesar da temperatura não tão elevada.

 

 

entre quarta e quinta nova possibilidade de chuvas mais generalizadas, e tendência de tempo chato depois, seco e sem nenhuma onda de calor.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

De volta a MG, de Palmas, encontro BH bem mais quente do que quando eu saí. Ainda assim, a sensação de calor é menor que no norte do BR. As máximas até que estão parecidas, mas as mínimas e a URA (mais baixas aqui) fazem toda a diferença. Hoje o inmet de BH teve mínimas bem altas de 21/22 graus.

 

O tocantins, nessa época, é muito úmido. O ar fica quente e pesado e a noite é sempre abafada, com mínimas em 23/24ºC. É bem tropical mesmo, todos os dias são quase iguais, apesar de uns dias terem mais chuva que outros, uns mais nebulosos que outros e a temperatura máxima responder a essa sutileza do horário da maior nebulosidade. Quando se olha a previsão do tempo, os institutos pouco fazem essa distinção e colocam as mesmas condições para todos os dias. Deve ser bem difícil de prever mesmo.

 

Diferente de Palmas, por aqui a umidade consegue cair no verão, melhorando a sensação térmica.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 11/01/2020 em 11:58, Matheus Vinicius disse:

A naturalidade de vocês para com temperaturas altas me impressiona.

Fico impressionado lendo posts de muitos falando por exemplo que está mais de 35 c e numa naturalidade total.

Me impressiona tanto isso quanto uma amiga Russa minha que disse "It's -24, it's warm".

Ou outra que disse "Only -4'...

 

Algumas pessoas são mais adaptadas a outras com diversas faixas de temperatura, pare de ser chato garoto. O dia todo isso, traz conteúdo de qualidade aqui para o BAZ, contribua positivamente de alguma forma.

  • Like 11
  • Thanks 4
  • Haha 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outro dia muitoo abafado no norte do PR, está horrível isso, já batemos os 30°C e umidade em 77%.

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 horas atrás, Pedro Victor P. disse:

Apesar do acumulado aparentemente alto de Fortaleza neste mês de janeiro (até agora, 123,5 mm), as chuvas deste mês estão bastante concentradas tanto em espaço quanto em tempo: chove forte em alguns bairros e por poucos minutos. 41% do acumulado de janeiro no posto do INMET foi despejado apenas no intervalo de 11h às 12h do dia 8. No meu bairro (menos de 10 km distante do posto do INMET, pasmem), por exemplo, a chuva do dia 8 nesse horário não foi tão intensa. É como se as áreas de instabilidade não conseguissem se fixar aqui por pelo menos algumas horas a fio, como é de costume da ZCIT (ou pelo menos com era de costume dela). O padrão dos eventos de chuva da estação chuvosa por aqui costuma ser o seguinte: começa durante o fim da noite, se prolonga por toda a madrugada e para entre o fim da manhã e o início da tarde. Pelo menos até onde minha “memória meteorológica” me permite levar. 

 

Ao que parece, até agora, não houve atuação da ZCIT na gente ainda. As chuvas que ocorreram foram resultantes de divergência em 250 hPa, VCAN/CAN, convergência aqui embaixo e calor + umidade. O ponto mais ao sul que a ZCIT atingiu nesses 12 dias foi a Ilha de Marajó, segundo as cartas sinóticas de superfície do CPTEC.

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Começam as primeiras pancadas de chuva em São Paulo, e o alerta já ascende.

 

20200112_123053.thumb.jpg.f87a09600bf5e8e412acecd0f295dd23.jpg

 

Há projeções de acumulados significativos nas próximos horas por todo o estado.

 

No interior núcleos começam a surgir também. Neste momento chove com trovoadas em Mirassol.

 

Em José Bonifácio-SP minha estação registrou minima de absurdos 25.1°C na cidade, uma das mais altas observadas em 14 anos de registro.

 

Agora por lá faz 33.4°C e UR em 66%, o que dá uma sensação térmica de 43°C.

 

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, CloudCb disse:

 

Ao que parece, até agora, não houve atuação da ZCIT na gente ainda. As chuvas que ocorreram foram resultantes de divergência em 250 hPa, VCAN/CAN, convergência aqui embaixo e calor + umidade. O ponto mais ao sul que a ZCIT atingiu nesses 12 dias foi a Ilha de Marajó, segundo as cartas sinóticas de superfície do CPTEC.


Ah sim, então está explicado. Realmente a instabilidade/chuva que passou por aqui semana passada não tinha cara de ZCIT. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

A DEFESA CIVIL TEM QUE FICAR DE OLHO NO QUE VEM SENDO PREVISTO, HÁ 3 RODADAS, PELO MODELO EUROPEU.

 

HÁ INDICAÇÃO DE UM VOLUME ABSURDO DE CHUVA PARA LITORAL NORTE DE SP, RIO DE JANEIRO E SUL DE MINAS NA SEXTA-FEIRA.

 

PROJEÇÃO PARA PETRÓPOLIS É ASSUSTADORA:

 

Screenshot_20200112-124720.thumb.jpg.fc055834c4bbf1c26bdecb8a8e422fa0.jpg

  • Like 1
  • Thanks 1
  • Sad 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

A "equatorialização" do Sudeste nos últimos dias trouxe uma sequência inédita de mínimas altas aqui para Itajubá desde que a estação da Unifei foi instalada em abril de 2010:

07/01: 17,2/31,8
08/01: 21,2/30,9
09/01: 20,1/30,6
10/01: 21,8/32,1
11/01: 21,3/31,8
12/01: 21,0

 

Mínimas acima de 21,0°C por aqui são bem incomuns, e acontecem pouquíssimas vezes no ano, e há anos em que elas nem ocorrem.

 

Sobre a Alta da Bolívia deslocada, ainda teremos a presença dela por mais alguns dias. Neste momento, ela está centrada entre o norte do Paraná, oeste de São Paulo e sul do Mato Grosso do Sul. De acordo com o modelo ECMWF, ela fará um pequeno deslocamento para oeste, se alongando para o Paraguai e norte da Argentina até o dia 16, mas ainda com a parte central atuando sobre São Paulo, parte do Rio e Minas. Uma mudança mais importante deve ocorrer lá pelos dias 18 e 19, quando um cavado em médios e altos níveis se amplifica sobre o litoral do Sul e Sudeste, trazendo algum alívio no calorão. Outra coisa que gostaria de destacar é o avanço de uma frente fria pelo litoral nos dias 16 e 17 que pode causar grandes acumulados na região serrana do Rio. Vamos acompanhando.

  • Like 8
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Algumas áreas de instabilidade avançaram do mar em direção ao litoral do RN. Dá pra visualizar um pouco dessas nuvens se deslocando também em direção ao Ceará. Imagino que tenha relação com a previsão de chuva para amanhã em Fortaleza, idk.
 

41FFF614-9B3E-411E-BFBD-F5968DB06362.thumb.jpeg.f61aa42afd883ed28b896456ce3b7023.jpeg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.