Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Fábio De Nittis

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Dezembro/2019

Recommended Posts

MADRUGADA FOI BEM TEMPESTUOSA PELO NOROESTE PAULISTA. ACABEI DE VER PELO JORNAL LOCAL ESTRAGOS DA CHUVA EM ARAÇATUBA E BIRIGUI.

ENTÃO RESOLVI VER PELAS IMAGENS DO RADAR IPMET-UNESP ESTAS INSTABILIDADES, QUE RETRARAM UM CONJUNTO DE SUPERCÉLULAS.

 

ARAÇATUBA-SP

 

Screenshot_20191221-133328.thumb.jpg.b71c2f98d5b6d821e6b84486ef81c44b.jpg

 

Observa-se que a chuva foi muito intensa. Mas, em seguida, deslocou-se para nordeste. Vejamos:

 

BIRIGUI E REGIÃO.

 

Screenshot_20191221-133241.thumb.jpg.0922033af5dbb3c6bfafd5e5e16e7675.jpg

 

Concomitante a este avanço, outras células passadas, porém menores, surgiram, cabendo destaque esta de LOURDES, que ficou por 2 horas no mesmo local.

 

Vejamos:

 

Screenshot_20191221-133110.thumb.jpg.3179ce5128daea308f4828e25a4cf4ef.jpg

 

Segundo a defesa civil local, Araçatuba teve 55 mm. Fonte: Jornal local rede globo.

 

Até o momento ausente informações da chuva acumulada em Birigui, uma das cidades mais afetada, observando o radar.

 

PARTE EDITADA: SEGUNDO JORNAL LOCAL, MAIS DE 120MM EM BIRIGUI!!!!!

 

Imagens do estrago em Birigui:

20191221_134516.thumb.jpg.6f3137cc2914c2b1f6684a88ff3261f8.jpg

 

Edited by Maicon
  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde. Sábado de muito sol em Fortaleza. O que estou achando curioso são os ventos. Desde ontem estamos tendo rajadas moderadas~fortes típicas do mês de agosto. 
872CAD84-4F19-49E4-BE2B-6C248F04D65A.thumb.jpeg.6ea2cb6b6ac1b82491c5f91ada6c3dca.jpeg

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Matheus Vinicius disse:

...chuva como o app acusa Kkkkkkk

 

👇👇👇 VEJA q não é só por estas bandas q não está fácil, Mat

 

42 minutos atrás, Patrick Ribeiro disse:

A única cidade da região que pode comemorar é Araras, que tem quase 300 mm acumulados. O problema é que a maior parte desse acumulado foi durante uma única supercelula que atingiu a região há algumas semanas atrás. Boa parte das cidades da região ainda não tem nem 100 mm acumulados.

Patrick, o Matheus (acima) disse q possui um app q acusa a chuva.

(De não chover 🤔) ??

Vai saber....

Ouvi boatos sobre novos app q produzem chuvas mais abrangentes do q essas q estão por aí.

Ainda não me dei ao trabalho de verificar.

 

Quanto às chuvas minguadas de Rio Claro, estamos parecidos, mas não em pé de igualdade já q aki choveu a metade desses 101mm. Não está fácil.

Garoas esparsas são terríveis quando se nutre expectativa. 

 

Abraços

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Carlos Campos disse:

 

👇👇👇 VEJA q não é só por estas bandas q não está fácil, Mat

 

Patrick, o Matheus (acima) disse q possui um app q acusa a chuva.

(De não chover 🤔) ??

Vai saber....

Ouvi boatos sobre novos app q produzem chuvas mais abrangentes do q essas q estão por aí.

Ainda não me dei ao trabalho de verificar.

 

Quanto às chuvas minguadas de Rio Claro, estamos parecidos, mas não em pé de igualdade já q aki choveu a metade desses 101mm. Não está fácil.

Garoas esparsas são terríveis quando se nutre expectativa. 

 

Abraços

Na realidade eu citei o app que o EvandroPR mostrou, eu não levo em conta o meu mais.

Só vejo no simepar

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Carlos Campos disse:

 

👇👇👇 VEJA q não é só por estas bandas q não está fácil, Mat

 

Patrick, o Matheus (acima) disse q possui um app q acusa a chuva.

(De não chover 🤔) ??

Vai saber....

Ouvi boatos sobre novos app q produzem chuvas mais abrangentes do q essas q estão por aí.

Ainda não me dei ao trabalho de verificar.

 

Quanto às chuvas minguadas de Rio Claro, estamos parecidos, mas não em pé de igualdade já q aki choveu a metade desses 101mm. Não está fácil.

Garoas esparsas são terríveis quando se nutre expectativa. 

 

Abraços

Carlos Campos, uma coisa que venho notando é o constante deslocamento de áreas de chuva de Norte para Sul, o que não é nem um pouco comum por aqui. Acredito que seja um dos fatores para a chuva abaixo da média nesse mês.

  • Like 3
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

JOSÉ BONIFÁCIO JÁ TEM 312MM DE CHUVA EM DEZEMBRO (EM CASA).

 

NO INMET, QUE FICA HÁ MAIS DE 30KM A SUL DA CIDADE, ESTÁ AINDA ABAIXO DA MÉDIA: 130MM.

 

MAIOR DISCREPÂNCIA FOI DECORRÊNCIA DAS DUAS SUPERCÉDULAS QUE ATINGIRAM A CIDADE DE JOSÉ BONIFÁCIO, NIPOÃ, JACI E MONTE APRAZÍVEL NO DIA 17, E TROUXE PARA AREA URBANA 117MM! SEGUNDO MAIOR VALOR DESDE INÍCIO DOS MEUS REGISTROS, EM 2005.

 

QUE VENHA MAIS CHUVAAA!!!

  • Like 4
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Matheus Vinicius disse:

Na realidade eu citei o app que o EvandroPR mostrou, eu não levo em conta o meu mais.

Só vejo no simepar

Houve uma pekena confusão (da minha parte) sobre o app.

Vc deveria utilizar o mesmo q outro colega (q imagino estar em Curitiba) usa.

Pelo q ele fala é muito bom.

Já vi erros grotescos, mas kem sou eu pra saber?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, Patrick Ribeiro disse:

Carlos Campos, uma coisa que venho notando é o constante deslocamento de áreas de chuva de Norte para Sul, o que não é nem um pouco comum por aqui. Acredito que seja um dos fatores para a chuva abaixo da média nesse mês.

Patrick

Já observei isso também, dia desses.

Todo o sistema instável sobre o oeste de SP, noroeste paranaense e do MS sendo "sugado" para o sul (e, pasme: SW) por uma FF q atuava ao sul do PY.

Isso não é comum, mas acontece.

Quando a turbulência frontal é intensa e avança muito pelo interior, acontece isso.

Mas há outros fatores envolvidos.

Abraços

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Pedro Victor P. disse:

Boa tarde. Sábado de muito sol em Fortaleza. O que estou achando curioso são os ventos. Desde ontem estamos tendo rajadas moderadas~fortes típicas do mês de agosto. 
872CAD84-4F19-49E4-BE2B-6C248F04D65A.thumb.jpeg.6ea2cb6b6ac1b82491c5f91ada6c3dca.jpeg

 

Aqui também ventou bastante ontem. Só faltou levar o telhado. Mas diferente das ventanias de agosto que vem de SE ou de S, essa veio de E/ENE (ao menos aqui), o que é bem estranho.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Maringá simepar até agora 

 

Até agora do três Máximas acima dos 30 C e apenas uns décimos .

 

Screenshot_20191221-134917.png

Edited by EvandroPR
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Patrick

Já observei isso também, dia desses.

Todo o sistema instável sobre o oeste de SP, noroeste paranaense e do MS sendo "sugado" para o sul (e, pasme: SW) por uma FF q atuava ao sul do PY.

Isso não é comum, mas acontece.

Quando a turbulência frontal é intensa e avança muito pelo interior, acontece isso.

Mas há outros fatores envolvidos.

Abraços

É pelo clima ser tão dinâmico que a meteorologia é apaixonante. Bom, pelo menos esse ano não estamos tendo aqueles bloqueios intermináveis com aquele tempo seco e temperaturas extremamente altas como nos últimos anos. Pelo menos dessa vez a falta de chuva é devido à outros fatores. heheee

 

Abraços!

  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, RafaelBHZ disse:

 

Duvido muito. 2019 só não perde para 2014 em questão de precipitações irregulares e so não perde para 2015 em questão de onda de calor. Mas supera todos os demais anos quando o quesito é período chuvoso atrasado e má qualidade do ar. 

 

Queria ser uma pessoa comum que não dá a mínima importância para isso, mas vocês não tem ideia do quanto me estressa ver que a cidade vai de mal a pior climatologicamente.  

RafaelBHZ,

meu palpite é que ainda vai chover muito em BH até o dia 31 e na sequência chuvas também no início de janeiro

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, LeoP disse:

 

Uma vergonha BH com 104mm nessa altura do mês, ~28% da média.

 

Apesar de que esse acumulado deve aumentar bem, já que deve chover muito no período do natal (inclusive o dia 24 pode ser tipicamente escuro e chuvoso, com temperatura amena). Para dezembro, é OBRIGAÇÃO passar de 200mm, vamos ver como será.

 

 

LeoP,

na estação de Florestal, acumulou 136 mm em dois dias 20 e 21, elevando o total de dezembro para 320 mm.

 

Em Uberlândia também na faixa de 320 mm.

 

Na estação do Cemaden/Guidoval-MG, acumulou 342 mm(essa cidadezinha fica a 65 km a oeste daqui de Laje do Muriaé-RJ)

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Carlos Campos disse:

@Maicon

As médias eu encontrei aki:

IMG_20191221_133317.jpg.bdc59f823aaf7fb359a350be3c826322.jpgIMG_20191221_133300.thumb.jpg.009e8b94124fcb98a5f87a918d8f95ae.jpg

 

Hum.

 

Confeso que nunca fiz análise pelo INMET, que é ainda uma estação recente.

 

Tal por ser recente tenha essa média baixa, em especial pelos bloqueios verificados de 2014 em diante.

 

Mas tirando esses anos, e bem raro chover menos que 250mm aqui em dezembro, nas minhas vetificacões 2005-2012.

 

E há ainda o problema dos pluviometros do Inmet que vez ou outra dão umas bugadas.

 

Mas a média de chuva é maior que essa.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui em Altônia no começo da manhã uma chuva deixou 24,4mm, isso até contribuiu para uma mínima baixa na casa dos 18°, mas depois a nebulosidade se dispersou, e às 14h já bate 27,7°

20191221_140644.jpg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Maicon disse:

Hum.. a média de chuva é maior que essa.

Provavelmente é...

Por isso é bom ter os próprios registros.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Choveu algumas pancadinhas rápidas em São José dos Pinhais. 

 

Os dias 25 e 26 terão amplitudes significativas, a mínima no feriado de Natal deve ser de 13°C. Fará um calorzinho mais abafado logo depois, mas nada intenso. E pelo jeito vai chover mais no fim do ano e começo de Janeiro, com máximas "baixas" e nada de abafamento. Quero ver até onde irá o streak de máximas sub-30°C, já é o 20° dia.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

E por falar em chuva, vejam só como já está na fronteira MS e SP...

 

Screenshot_20191221-154908.thumb.jpg.14de9200d82d72b53ad8ee112ac33408.jpg

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para vcs terem uma ideia de como as chuvas estão frequentes e fracas em Belo Horizonte nesse mês:

 

106mm acumulados em... 14 DIAS com registro de precipitação (1mm ou mais).

 

Isso mostra que, apesar da ausência de bloqueios, faltam sistemas que organizem as chuvas. A capital tambem tem dado azar, já que outras cidades tem tido volumes bem maiores, como relatado acima pelos colegas. Como sorte/azar são altamente aleatórios e tendem a se equilibrar, creio que haverá recuperação por aqui.

 

Hoje o dia é abafado, com muitas nuvens e chuvas isoladas. Está mantida a previsão de muita chuva para o natal.

Edited by LeoP
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, marinhonani disse:

LeoP,

na estação de Florestal, acumulou 136 mm em dois dias 20 e 21, elevando o total de dezembro para 320 mm.

 

Em Uberlândia também na faixa de 320 mm.

 

Na estação do Cemaden/Guidoval-MG, acumulou 342 mm(essa cidadezinha fica a 65 km a oeste daqui de Laje do Muriaé-RJ)

Um mini bloqueio em médios níveis impediu a chuva de avançar por Belo Horizonte, e por essa razão choveu muito a oeste daqui. 

 

As nuvens em altos níveis avançavam, mas em médios e baixos níveis, a dificuldade tem sido muito grande. 

 

Pior nem é Belo Horizonte, é o norte, vale do Jequitinhonha e leste de Minas, pra variar. 

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Campos disse:

Patrick

Já observei isso também, dia desses.

Todo o sistema instável sobre o oeste de SP, noroeste paranaense e do MS sendo "sugado" para o sul (e, pasme: SW) por uma FF q atuava ao sul do PY.

Isso não é comum, mas acontece.

Quando a turbulência frontal é intensa e avança muito pelo interior, acontece isso.

Mas há outros fatores envolvidos.

Abraços

Puxando um gancho nesse assunto, eu gostaria de saber por que quase sempre as FF avançam em diagonal no nosso continente.

As vezes o ar frio está pegando parte do centro oeste/interior do nosso continente e mal pegou Curitiba e o sudeste.

Até certo tempo eu pensava que era por causa da altitude, porém não temos grandes elevações. E outra, olhando pelo satélite, esse padrão se estende pelo Atlântico também.

Uma ponta desta FF estando sob paralelo 18°S e outra ainda estando sob 33-35°, estando em menor longitude, ou seja, colocando um referencial... Estando mais perto da África.

Isso seria causado pelo ASAS?

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei interessante compartilhar sobre Palmas no To

 

Existe uma classificação do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), que aponta a temperatura média anual (máxima x mínima) nessas cidades desde a década de 60. Assim, a capital mais quente do Brasil não é Palmas, e sim Boa Vista (Roraima); seguida de Teresina (Piauí); Manaus (Amazonas); Fortaleza (Ceará); Macapá (Amapá); João Pessoa (Paraíba); São Luís (Maranhão); Aracaju (Sergipe); Natal (Rio Grande do Norte); e Belém (Pará).

As temperaturas mais altas em Palmas acontecem apenas nos meses de julho, agosto e setembro. Nos demais meses, temos um período bastante chuvoso e com temperaturas mais baixas do que em muitas capitais brasileiras. No entanto, a sensação constante de calor que sentimos é natural e faz parte de sua paisagem.

Só para comparar, de Norte a Sul do Brasil, há muitas cidades que apresentam temperaturas mais altas que Palmas, algumas chegam a registrar máximas de até 44°C. Temos aí Campo Grande, Aquidauana e Bela Vista, no Mato Grosso do Sul; Itaúnas, no Espírito Santo; Rio Quente, em Goiás; Cuiabá, em Mato Grosso; Imperatriz, no Maranhão; e Bom Jesus, no Piauí (considerada a cidade mais quente do Brasil).

Ok, tudo bem! Palmas também é quente, mas seu eterno verão pode ser entendido e aceito como um referencial natural da cidade. Para começar, só temos duas estações: chuvosa e seca. E tudo deve se adaptar a essa máxima, especialmente a economia, os serviços, a arquitetura, o paisagismo, a programação de eventos e o lazer em geral. Uma dica é evitar grandes eventos nesses meses, tipo o congresso nacional dos engenheiros civis, realizado em setembro. Provavelmente os visitantes só vão se lembrar do calor.

No entanto, há sim soluções, e não precisamos reinventar a roda. Basta mirar o Oriente, especialmente a cidade de Dubai, nos Emirados Árabes. Sim, aquela cidade seca, quente, ventosa e rica em pleno deserto não é uma miragem. A temperatura média anual é de 40°C, e praticamente não há chuva durante todo o ano. No período de março a outubro, pode chegar a 52ºC. Ainda assim, na comparação com Palmas, é Dubai que atrai os turistas mais endinheirados e estrelados do planeta.

Em termos de clima, Palmas leva grande vantagem sobre Dubai. A temperatura é bem mais baixa, vivemos na cidade com maior área verde do país, chove muito, água doce em abundância, praias em toda a sua extensão, serras, trilhas verdejantes e centenas de cachoeiras, além de excelente localização geográfica, bem no coração do Brasil. Já Dubai compra tudo isso a peso de ouro.

Acho que seria mais sensato aliar as vantagens de Palmas às experiências de sucesso de Dubai. Afinal, administrar Palmas não é uma tarefa tão difícil, pois a cidade é novinha e sem os problemas graves de outras capitais, como enchentes, trânsito caótico, poluição, violência, ruínas e superpopulação. Só precisa planejar e ousar!

Como ainda não ficou claro qual é o modelo de desenvolvimento de Palmas (se tem algum, ainda não divulgaram), nós, seus moradores, temos de nos virar com o que a tecnologia oferece, tipo aparelho de ar-condicionado para refrescar o ambiente. Mas, se você não tem esse equipamento em sua residência ou quer economizar energia e renda, preste atenção em algumas dicas, muitas delas utilizadas há séculos nas terras quentes do Oriente. 

 

https://www.folhacapital.com.br/portal/noticias/view/9464/palmas-nem-tao-quente-assim

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.