Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Setembro/2019

Recommended Posts

Já chove aqui em NF, temperatura ainda na casa dos 19°C.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje tivemos a nossa 34 máxima sub 20 do Sesc Inmet esse ano .

Variação de 14.9 a 19.0 graus .

 

Tivemos garoa na madruga e começo da manhã , depois ficou nublado e após as 13 h , garoa forte , mas no começo da noite tivemos chuva forte com bastante trovões .

 

Sesc acumulou 11.2 MM de chuvas e temos 52 MM nesse mês já .

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Mirante já acumulou mais de 10mm hoje, e no acumulado do mês já deve ter ultrapassado os 60mm(que em apenas 4 dias para os padrões de setembro é muita chuva).

Lembrando: em 2019 agosto foi o único mês do ano até o momento que foi menos chuvoso em relação ao do ano passado. Todos os outros meses de 2019(de janeiro a julho) tiveram mais chuva que os mesmos meses do ano passado.

Edited by Darley
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, desculpem, não sei se é o lugar, mas preciso de uma indicação de um termômetro digital.

Alguma sugestão?

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

Na situação de Goiânia, temperaturas superiores a 35 graus são normais em picos de calor nos meses de agosto e setembro, a altitude superior a 700 metros suaviza um pouco o clima impedindo que ocorram máximas de 38 ou mais, que são comuns no Brasil Central. O valor absoluto de 40.1C aconteceu numa onda de calor extrema, de caráter histórico, aumentado pela ilha de calor urbana da cidade.

 

Apesar do nome, o fenômeno ilha de calor age muito mais nas mínimas do que nas máximas, como comentado pelo Wallace.

Concreto e asfalto retêm calor e diminuem a perda por radiação nas noites frias, de céu limpo e sem vento.

 

Tanto isso é verdade que, na cidade de São Paulo, várias vezes a estação do IAG, que é extremamente confiável, inclusive tem o nº OMM 83004, e fica num parque de 550 hectares (5,5 km²) tem máximas ligeiramente mais altas que a do Mirante de Santana, que fica em área totalmente urbanizada.

Já nas mínimas, a estação do IAG ganha de goleada do Mirante, com valores quase sempre bem mais baixos.

 

Inclusive, já vi referência a estudos (Embora não os tenha lido) que mostram que no centro das grandes metrópoles existiria uma espécie de "efeito caverna".

As ruas que ficam na sombra dos grandes edifícios aqueceriam menos.

Na cidade de São Paulo mesmo existem ruas no centro velho que ficam a maior parte do dia na sombra dos grandes edifícios.

  • Like 11
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite...

Uma espécie de pré-frontal favoreceu para a melhora no tempo na minha região. A temperatura máxima sofreu elevação de 5x°C e o Sol apareceu em alguns momentos do dia. A chuva também esteve de visita rápida ao amanhecer e agora a noite, mas não chegou a acumular 2mm.

Imagem do final da tarde, por sinal, bem agradável com 16°C 👇

1567548747674.thumb.jpg.b8ed47cdbf8f65a156cdd3d3da5c9726.jpg

 

Para os próximos 2 dias a modelagem continua indicando muito frio e umidade. Na quinta-feira a advecção será tão intensa q durante a tarde é possível q tenhamos máxima abaixo dos 10°C. Será uma surpresa para kem estiver de passagem pela cidade de Curitiba, vindo do norte do país ou mesmo do oeste do Estado.

Às 16h a temperatura poderá ficar em torno dos 7°C...

IMG_20190903_203516.jpg.671ad6b42d751f0d7d9cffafdeac7d78.jpg

  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, ricardosilva disse:

 

Não tem sol algum por aqui...esquentou mesmo sob constante tempo nublado, com direito a forte neblina pela manhã. Agora na Zona Sul até chove bem fraco, mas o bastante para molhar o asfalto.

 

Depois de noite e madrugada com céu encoberto, a zona norte (Onde fica a estação do Mirante) teve sol praticamente a manhã toda, sempre com presença de nuvens médias e altas.

O tempo só voltou a nublar por volta de 11h30/meio dia.

Durante a tarde houve várias pancadas de chuva fraca.

 

INMET-Mirante de Santana (Aut): 15,3°C / 23,4°C

INMET-Mirante de Santana (Conv): 15,4°C / 22,9°C

INMET-SESC/Interlagos: 14,9°C / 19,0°C

IAG: 14,9°C / 21,2°C

 

INMET-Barueri: 15,2°C / 22,9°C

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, Aldo Santos disse:

 

Apesar do nome, o fenômeno ilha de calor age muito mais nas mínimas do que nas máximas, como comentado pelo Wallace.

Concreto e asfalto retêm calor e diminuem a perda por radiação nas noites frias, de céu limpo e sem vento.

 

Tanto isso é verdade que, na cidade de São Paulo, várias vezes a estação do IAG, que é extremamente confiável, inclusive tem o nº OMM 83004, e fica num parque de 550 hectares (5,5 km²) tem máximas ligeiramente mais altas que a do Mirante de Santana, que fica em área totalmente urbanizada.

Já nas mínimas, a estação do IAG ganha de goleada do Mirante, com valores quase sempre bem mais baixos.

 

Inclusive, já vi referência a estudos (Embora não os tenha lido) que mostram que no centro das grandes metrópoles existiria uma espécie de "efeito caverna".

As ruas que ficam na sombra dos grandes edifícios aqueceriam menos.

Na cidade de São Paulo mesmo existem ruas no centro velho que ficam a maior parte do dia na sombra dos grandes edifícios.

Aldo, esse "efeito caverna" é observado em muitos locais de Curitiba. Locais q quase não recebem luz direta do Sol e permanecem com temperaturas amenas nas tardes kentes do verão e muito baixas (em relação às áreas abertas) no inverno.

O centro da cidade é onde esse efeito acontece em maior escala.  É muito comum.

Edited by Carlos Campos
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Aldo, esse "efeito caverna" é observado em muitos locais de Curitiba. Locais q quase não recebem luz direta do Sol e permanecem com temperaturas amenas nas tardes kentes do verão e muito baixas (em relação às áreas abertas) no inverno.

O centro da cidade é a local onde esse efeito acontece em maior escala.  É muito comum.

 

Verdade Carlos.

Nas grandes ondas de frio, existem ruas no centro de Sampa que ficam um "gelo" o dia todo, sem pegar sol.

Me lembro bem disso quando trabalhava no centro da cidade, muitos anos atrás.

Na hora do almoço, pra esquentar, a gente tinha que procurar praças e locais mais amplos onde batia o sol. :D

 

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
58 minutos atrás, Aldo Santos disse:

 

Depois de noite e madrugada com céu encoberto, a zona norte (Onde fica a estação do Mirante) teve sol praticamente a manhã toda, sempre com presença de nuvens médias e altas.

O tempo só voltou a nublar por volta de 11h30/meio dia.

Durante a tarde houve várias pancadas de chuva fraca.

 

INMET-Mirante de Santana (Aut): 15,3°C / 23,4°C

INMET-Mirante de Santana (Conv): 15,4°C / 22,9°C

INMET-SESC/Interlagos: 14,9°C / 19,0°C

IAG: 14,9°C / 21,2°C

 

INMET-Barueri: 15,2°C / 22,9°C

 

Esqueci de me localizar na cidade rs...na Zona Sul ficou fechado o dia todo, e nem estou dizendo no extremo da cidade, já pelas bandas da Paulista estava assim.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chuva fraca nesse final de noite aqui no Tatuapé.

 

O radar de São Roque mostra um núcleo de chuva forte na zona sul da cidade.

MqVGVao.jpg

 

 

Já as temperaturas estão em 17/18 graus na maior parte da cidade e 13/14 graus no extremo sul

 

Estações - CGE

iKNERaD.png

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Aldo Santos disse:

 

 

 

Inclusive, já vi referência a estudos (Embora não os tenha lido) que mostram que no centro das grandes metrópoles existiria uma espécie de "efeito caverna".

As ruas que ficam na sombra dos grandes edifícios aqueceriam menos.

Na cidade de São Paulo mesmo existem ruas no centro velho que ficam a maior parte do dia na sombra dos grandes edifícios.

No centro do Rio de Janeiro acontece a mesma coisa, especialmente nas proximidades da Avenida Rio Branco e dali para o leste até a água.  Em dias de sol (e especialmente sob massa de ar quente, quando entra a brisa da baía por baixo do ar mais quente) é comum estar de 2ºc a 4ºc mais fresco nos corredores entre os prédios mais altos do centro que no aeroporto Santos Dumont (onde a estação é bem ventilada mas sofre com a proximidade da pista).  Num dia quente de verão as áreas sombreadas do centro do Rio estão entre os lugares menos quentes para se estar em toda a cidade (já seguindo em direção à zona norte, pela Av. Presidente Vargas, as sombras vão sumindo e o calor aumentando).  É um fenômeno que ocorre em qualquer área muito verticalizada do mundo, e da mesma forma de madrugada as mesmas áreas tendem a ficar mais quentes se não houver um bom vento e/ou chuva.  Em Niterói o fenômeno também acontece nas áreas mais verticalizadas da cidade, como Centro e Icaraí.

 

Hoje, depois de uma manhã e de um início de tarde abafados e com bastante sol, a chegada de áreas de instabilidade durante a tarde fez o tempo fechar rapidamente e antes das 18:00 uma nova trovoada atravessou a Região Metropolitana do RJ (a segunda do mês já).  A partir do final do dia de amanhã e até sexta estaremos sob efeito da borda de uma massa de ar frio, com máxima amenas (abaixo da média) para encerrar a semana e mínimas comportadas.  Também devemos registrar um pouco mais de chuva, isto depois de um agosto que já foi chuvoso.  Falta de chuva definitivamente não está sendo problema por aqui este ano, exceto por janeiro.  Volta a fazer sol e esquentar a partir do próximo sábado/domingo, mas sem excessos.

 

A estação do INMET em Niterói registrou mínima de 20,8ºc e máxima de 27,9ºc hoje, além de 1,4 mm de chuva durante a breve e fraca trovoada do início da noite.  Em alguns pontos da cidade do Rio chegou a chover forte por pouco tempo (o pluviômetro da estrada Grajaú/Jacarepaguá registrou 14 mm em 15 minutos até 18:15, e 19 mm no total).

Edited by Wallace Rezende
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia...

Ontem à noite, olhando o radar, me chamou atenção um pekeno núcleo de precipitação se deslocando entre o norte da região conhecida como Campos Gerais e sul do Norte Pioneiro aki no Paraná.

Pelo grau de reflectibilidade, dava pra ver q se tratava de uma tempestade compacta.

Há pouco, vi no noticiário local q a cidade de Tomazina (situada na área atingida pelo núcleo de tempestade) foi castigada pelo granizo e por ventos q possivelmente ultrapassaram 100 km/h. As imagens mostravam ruas cobertas pelo gelo e danos pelo vendaval.

Os prints q eu salvei ontem (por via de dúvidas, já q eu não sabia o q estava acontecendo de fato)  👇IMG_20190904_065632.jpg.486e5099ed1511da8217ca404a90e465.jpgIMG_20190904_065706.jpg.c2160531ce7e68d6980fc82826b2b24c.jpg

 

Muito provavelmente outras cidades da região q estavam na rota da tempestade também foram atingidas, mas não vi nada a respeito nos noticiários.

O núcleo permaneceu intenso e avançou até o sul do Estado de São Paulo, se intensificando ainda mais, com refletividade altíssima e condizente com granizo severo.

A imagem q eu tenho disponível eu consegui agora e é das 23h30 de ontem. Não encontrei mais imagens de outros horários (entre 22h e 1h da manhã) 👇

1567591210539.jpg.76651fb8cebab1051074b261156195a3.jpg

 

Geralmente tempestades violentas são mais comuns justamente na época da chegada da primavera e no final do outono (como aconteceu aki) no outono passado.

O vídeo ficou ruim pq eu geralmente foco mais em imagens. Fiz a gravação num trecho da rua principal na minha vila. A tempestade ocorreu ao clarear do dia 30 de Maio 👇

 

Ficamos cerca de 4 dias sem energia elétrica e 14 dias sem internet.

Inúmeras araucárias adultas foram derrubadas ou partidas ao meio e centenas de árvores caíram.

Na frente de casa, uma araucária de uns 25m de altura caiu, derrubando 2 postes de energia.

Fiz muitas imagens nakela manhã, mas as q achei mais interessantes foram essas duas 👇

1559735613300.thumb.jpg.3f27242482fe3e0cb3540eb1ec73c19e.jpg1559735648720.thumb.jpg.0bfc233cec0206d240e4304ea1be8219.jpg

  • Like 5
  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Victor Naia disse:

Morar em Cuiabá sem ar condicionado deve ser um horror. Palmas, nem se fale. Teresina idem. 

Completo hoje 4 dias rouco e com muita tosse. Motivo? Ar seco e devido ao calor ar condicionado no talo na faculdade e em casa a noite. Não tem garganta que aguente o ar seco la fora e o ar seco do ar condicionado.

 

Com relação aos dados de umidade a automática e o aero estão andando juntos, ja tem vários dias abaixo dos 20% alguns abaixo dos 15% nas horas mais quentes

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Carlos Campos disse:

Bom dia...

Ontem à noite, olhando o radar, me chamou atenção um pekeno núcleo de precipitação se deslocando entre o norte da região conhecida como Campos Gerais e sul do Norte Pioneiro aki no Paraná.

Pelo grau de reflectibilidade, dava pra ver q se tratava de uma tempestade compacta.

Há pouco, vi no noticiário local q a cidade de Tomazina (situada na área atingida pelo núcleo de tempestade) foi castigada pelo granizo e por ventos q possivelmente ultrapassaram 100 km/h. As imagens mostravam ruas cobertas pelo gelo e danos pelo vendaval.

Os prints q eu salvei ontem (por via de dúvidas, já q eu não sabia o q estava acontecendo de fato)  👇IMG_20190904_065632.jpg.486e5099ed1511da8217ca404a90e465.jpgIMG_20190904_065706.jpg.c2160531ce7e68d6980fc82826b2b24c.jpg

 

Muito provavelmente outras cidades da região q estavam na rota da tempestade também foram atingidas, mas não vi nada a respeito nos noticiários.

O núcleo permaneceu intenso e avançou até o sul do Estado de São Paulo, se intensificando ainda mais, com refletividade altíssima e condizente com granizo severo.

A imagem q eu tenho disponível eu consegui agora e é das 23h30 de ontem. Não encontrei mais imagens de outros horários (entre 22h e 1h da manhã) 👇

1567591210539.jpg.76651fb8cebab1051074b261156195a3.jpg

 

Geralmente tempestades violentas são mais comuns justamente na época da chegada da primavera e no final do outono (como aconteceu aki) no outono passado.

O vídeo ficou ruim pq eu geralmente foco mais em imagens. Fiz a gravação num trecho da rua principal na minha vila. A tempestade ocorreu ao clarear do dia 30 de Maio 👇

 

 

Ficamos cerca de 4 dias sem energia elétrica e 14 dias sem internet.

Inúmeras araucárias adultas foram derrubadas ou partidas ao meio e centenas de árvores caíram.

Na frente de casa, uma araucária de uns 25m de altura caiu, derrubando 2 postes de energia.

Fiz muitas imagens nakela manhã, mas as q achei mais interessantes foram essas duas 👇

1559735613300.thumb.jpg.3f27242482fe3e0cb3540eb1ec73c19e.jpg1559735648720.thumb.jpg.0bfc233cec0206d240e4304ea1be8219.jpg

Tornado?

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

A primavera se aproxima, mas o Pampa gaúcho continua gelado, no amanhece desta quarta-feira, 04/09:

Quaraí: 0,7º
Dom Pedrito: 0,7º
Santana do Livramento: 0,9º
Jaguarão: 1,4º
São Gabriel: 1,8º
Canguçu: 2,3º
Chuí: 2,5º


 

Edited by Lucas Venturini
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Aeroporto de Santa Genoveva em Goiânia registrava 35ºC as 11hrs. A automática do INMET registrava 36ºC.

 

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Wagner97 disse:

Tornado?

Parece q se tratou mesmo de uma violenta tempestade, com jatos de ar kente descendo de forma violenta até o nível do solo.

Como eu acompanhei a chegada da tempestade pude observar q não se tratava de um tornado, embora o som indicasse q poderia até ser algo do tipo.

Primeiro veio o granizo e uma subida de temperatura em pleno final de madrugada. 

Uma calmaria e relâmpagos de segundo em segundo, como se houvesse alguém brincando com um interruptor de luz lá no alto.

Alguns poucos minutos antes do espetáculo aterrador os relâmpagos cessaram completamente e começou o barulho ao longe de coisas kebrando e fortes batidas além do som de granizo. Foi muito alto e então mal deu tempo de eu fechar a porta, a luz acabou.

Durou 5 minutos. Depois disso, abri a porta e comentei: "o pinheiro sumiu". Essa araucária era imensa e ficava do outro lado da rua. Geralmente durante tempestades nós costumávamos (por insistência minha) descer pro térreo com receio de q alguns galhos poderiam cair no telhado. Bem, dessa vez, quando olhei ela não estava mais lá....fui então pra parte de cima e mesmo no escuro deu pra ver q havia caído no kintal ao lado, tendo partido 1 poste de energia ao meio e derrubado outro.

Os ventos sopraram de 1 única direcao: Sul.

Procurei depois informações em outras estações meteorológicas e encontrei dados condizentes com o q ocorreu aki, mas a 12 km de distância em linha reta Leste-Oeste. A estação fica em um dos bairros ao sul de Curitiba e reportou vento de 121,0 km/h exatamente no horário em q ocorreu o vendaval aki na vila:

IMG_20190904_105009.jpg.0acfc967d4e533528c0a8d5e0ef65348.jpgIMG_20190904_104639.jpg.2aafa64bbdfb855310bb1fc023880add.jpgIMG_20190904_104459.jpg.a40bbc598d4e7333ecb0a88e0c780a90.jpg1567604640083.jpg.b341e937912e09f773b224586d70a714.jpg

 

Uma outra estação próxima dessa, um pouco mais ao sul (menos de 1 km, possivelmente) deixou de reportar dados tão logo a rajada mais forte se abateu sobre o local, ou talvez devido ao granizo.

No gráfico da pra ver a falha alguns minutos antes da primeira estação acusar o vento máximo de 121 km/h:

IMG_20190904_105032.jpg.f732301f574534cb5f0ef2b4fccca5d2.jpgIMG_20190904_104817.thumb.jpg.510f9ce5e01f6b6a949884451325bf81.jpg

 

Com observação visual dos estragos quanto informações de noticiários e de alguns dados e imagens de satélite e radar pude concluir sem dúvida alguma de q não foi um tornado. Talvez uma micro-explosão. Quanto à essa última, tenho também dúvidas..1559246437188.thumb.jpg.a51e7b032a5f953a1b5bdad16a93f629.jpg

IMG_20190530_073727144.thumb.jpg.f91e0b6931df528b584baadf6a7300b8.jpg

👆Aki é uma rua na minha vila, mas não parece...

  • Like 4
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

37ºC (36,6ºC) no INMET Goiânia às 12h.

 

outro destaque seria Anápolis a 1,130 m com 32ºC. Brasília tb tem 32ºC.

 

 

Edited by Nowcasting

Share this post


Link to post
Share on other sites

medo dessa previsão, pelo menos vai ter um pequeno alivio na sexta-feira.

 

1585330236_CapturadeTela2019-09-04s12_24_29.thumb.png.228af6b39471dd409294f35bb02facbb.png

 

sera que vai? É de dar inveja em Phoenix.

 

432573017_CapturadeTela2019-09-04s12_26_07.thumb.png.fb13511e734dd7d90f35cc477289b12f.png

Edited by Nowcasting
  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
38 minutos atrás, Nowcasting disse:

37ºC (36,6ºC) no INMET Goiânia às 12h.

 

outro destaque seria Anápolis a 1,130 m com 32ºC. Brasília tb tem 32ºC.

 

 

Lembro que em BH no ano de 2007 fez 36.1 em setembro. O céu claro , tempo extremamente  seco e fiquei extremamente  fadigado deitado no chão.  Nunca tinha sentido um calor como aquele no qual eu me lembrava. Nos anos seguintes  sim... Imagino que deve ser horrível  a sensação  de pegar temperatura  alta com tempo seco

Edited by danilo brumana
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, danilo brumana disse:

Lembro que em BH no ano de 2007 fez 36.1 em setembro. O céu claro , tempo extremamente  seco e fiquei extremamente  fadigado deitado no chão.  Nunca tinha sentido um calor como aquele no qual eu me lembrava. Nos anos seguintes  sim... Imagino que deve ser horrível  a sensação  de pegar temperatura  alta com tempo seco

É um paraíso se comparável com úmidade. O pessoal de Porto Alegre sabe te explicar melhor.

 

Edited by Lucas Venturini
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Nowcasting disse:

medo dessa previsão, pelo menos vai ter um pequeno alivio na sexta-feira.

 

1585330236_CapturadeTela2019-09-04s12_24_29.thumb.png.228af6b39471dd409294f35bb02facbb.png

 

sera que vai? É de dar inveja em Phoenix.

 

432573017_CapturadeTela2019-09-04s12_26_07.thumb.png.fb13511e734dd7d90f35cc477289b12f.png

Nossa, que horror. Peguei aqueles quase 38°C em SP, outubro de 2014 e foi tenebroso. Mas nada igual, os 40°C em Blumenau com unidade alta. Já experimentei 46°C em Atoka, Oklahoma, mas nem se compara. 

 

Acho que Varginha nunca passou de 35/36°C na série histórica. Povo lá quando faz 32°C está desesperado.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falando em calor , o calor úmido é infinitamente pior para mim.

Os piores dias de calor que passei na vida , foram no litoral aqui de SP , RJ e em Floripa

 

Inclusive no começo do ano estive no litoral Norte de SP e peguei a noite mais indormível de minha vida , a mínima foi de 30.8 graus em Bertioga , devido aos ventos adiabaticos que começaram a soprar no final da noite e percorreram a madrugada .

 

Quanto aqui em São Paulo hoje , mais um dia fechado e garoento , o Sesc vai para a sua 35 máxima sub 20 esse ano .

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sol queimando e calor intenso aqui em Belo Horizonte: 33°C às 14h.

 

As mudanças climáticas têm sido severas na região entre setembro e Outubro. Pra quem não sabe, setembro é um mês suave na capital, com médias de 17/27 graus. É até engraçado como a média anda totalmente ignorada.

 

A temperatura cai nos próximos dias, ficando 2°C abaixo da média por 1 dia (risos), mas semana que vem voltaremos a ter dias com anomalias de até +9°C

 

Edited by LeoP
  • Like 3
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.