Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Setembro/2019

Recommended Posts

19 horas atrás, Pedro Victor P. disse:


Isso me lembra meses de 2º semestre “chuvosos” para os padrões dessa época do ano. Aqui no Ceará destaco novembro de 2018, novembro de 2014, novembro de 2013 e outubro de 2011. 
 

No dia 21/10/2011 o município de Carius chegou a registrar 205 milímetros de chuva. 

 

Aquele evento de 2011 foi interessante mesmo.

image.png.ddaa9df2c9da7fe3bdfbfce0dac320c9.png

Acumulados de 21/10/2011 - Fonte: Aesa.

 

Não podemos esquecer do assombroso outubro de 2010.

image.png.4b0e4d86977cc6ee282c932598ec85c0.pngimage.png.e9b45991509810fd3dafc903defaa70e.png

Acumulados de 22, 23/10/2010, respectivamente, e

image.png.483feffbb7d188211f79cde521ded6b1.png

acumulados de 24/10/2010 - Fonte: Aesa.

No CE não foi diferente, inclusive foi até mais forte que o evento do outubro de 2011.

image.png.f0d37630cd0c1894489ac53096ed204e.png

Acumulados de 23/10/2010 - Fonte: Funceme.

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aos poucos o tempo começa a melhorar e hoje pude aproveitar algo raro nos últimos dias: raios solares e um akecimento moderado no período da tarde. Claro q a subida das temperaturas não segue o mesmo padrão das áreas mais afastadas do oceano e temos q nos contentar com pekenas doses homeopáticas diárias e torcer para nada sair dos conformes...uma simples investida mais animada do vento leste e voltamos à estaca zero...

A temperatura ultrapassou a marca dos 20°C (a última máxima >20°C ocorreu no dia 20). Variação hoje de 9°C a 23°C.

O entardecer foi bonito e agradável, com 17°C 👇1569534580300.thumb.jpg.505ff699855ab3fc8d7ec33a6e578057.jpg

 

Infelizmente ou felizmente (ainda não me decidi sobre isso) a chuva não deve retornar com intensidade, pelo menos nos próximos 5 ou 6 dias... A previsão do Europeu mostra algo consistente só depois do dia 3 de Outubro (uma kebra no padrão de estabilidade em médios níveis).

 

  • Like 12
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

5 horas atrás, Renan disse:

Lembra uma ZCAS...   - Que possamos ter muitas imagens de satélite assim na primavera-verão !

 

 

br_VI201909261730.jpg

Uma dúvida: essa ampla faixa de instabilidade q varre o Sudeste de NW à SE é comum no início de primavera?

Pergunto pq realmente se assemelha muito com instabilidade produzida pela ZACAS, como vc sugeriu.

Durante a tarde (16h30) a imagem do Satélite mostrava nuvens bem compactas cobrindo uma vasta região de MG, todo o RJ e nor/este de SP. Em toda a área coberta pelas nuvens as temperaturas estavam abaixo dos 20°C (exceto litoral e no extremo interior da Região).

IMG_20190926_184015.thumb.jpg.fda197ddee2d9ebd34a7de8e3c0261ca.jpg

Edited by Carlos Campos
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

 E a chuva enfim chegou à Região Metropolitana Rio de Janeiro na madrugada de hoje, persistindo durante praticamente todo o dia com intensidade fraca (embora em alguns momentos da madrugada e em parte da tarde a chuva tenha chegado a ficar localmente moderada).  O volume médio registrado na cidade do Rio nas últimas 24 horas variou entre 10 e 20 mm, sendo que das 33 estações pluviométricas do Alerta Rio apenas Sepetiba (zona oeste) registrou menos de 10 mm, e somente Anchieta e Ilha do Governador (zona norte) superaram os 20 mm por pouco.  Ao contrário do que costuma acontecer mais nesta época, a chuva não foi orográfica (e sim causada por instabilidades nos níveis médios e altos da atmosfera), e por este motivo lugares como Alto da Boa Vista e Rocinha não dispararam na frente e seguiram os volumes de chuva da maior parte da cidade.

 

 O índice pluviométrico médio na capital em setembro de 2019 alcançou os 95 mm, para uma média de 75 mm.

 

 Em Niterói a chuva também foi constante e acumulou 24,6 mm no INME T (Barreto).

 

 Felizmente choveu bem em grande parte do estado também, foi uma chuva calma mas bem generalizada ao longo do dia, com volumes satisfatórios se espalhando pelas regiões Serrana, Norte, dos Lagos, Noroeste, Vale do Paraíba... Enfim, um dos eventos chuvosos mais generalizados do ano até agora (talvez “o” mais), que certamente serviu para aumentar a umidade do solo e matar a sede da vegetação nas áreas mais secas do interior.

 

O dia chuvoso resultou em baixa amplitude térmica, como mostram os dados (mín/máx) das estações abaixo na capital e RM.

 

Ilha do Fundão LAMCE PWS (ZN): 19,4ºc/21,2ºc

Ipanema/Lagoa PWS (ZS): 19,1ºc/21,2ºc

Morro da Urca PWS (ZS): 17,9ºc/19,9ºc

São Conrado PWS (Praia do Pepino, ZS): 19,1ºc/20,8ºc

Rampa Pedra Bonita PWS (520 m): 16,1ºc/18,3ºc (quinta máxima seguida abaixo dos 20ºc)

Jacarepaguá/Passaredo PWS (ZO): 18,5ºc/21,2ºc

Helicentro Guaratiba PWS (ZO): 18,4ºc/20,8ºc

Santa Cruz PWS (aeródromo Armando Nogueira, ZO): 19ºc/21,9ºc

Nova Iguaçu Adrianópolis PWS (Baixada Fluminense): 18,3ºc/20,7ºc

 

Seropédica INMET (Baixada Fluminense): 18,2ºc/21,3ºc (16,8 mm)

Duque de Caxias Xerém INMET (Baixada Fluminense): 18ºc/20,5ºc (26,6 mm)

Niterói INMET: 18,8ºc/22ºc (24,8 mm)

Marambaia INMET: 18,5ºc/21,1ºc (10,8 mm)

Jacarepaguá INMET: 18,3ºc/21,8ºc (11,4 mm)

Vila Militar INMET: 18,7ºc/21,7ºc (20,6 mm)

Edited by Wallace Rezende
  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Wallace Rezende, amplitudes na faixa dos 2/3°C e nada de calor no estado do Rio de Janeiro hoje... deve ter sido incrível para os apreciadores disso!

Vc tem dados da região serrana (Nova Friburgo/Terezópolis/Petrópolis/Mauá da Serra)? (acumulados e extremas)

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Carlos Campos disse:

@Wallace Rezende, amplitudes na faixa dos 2/3°C e nada de calor no estado do Rio de Janeiro hoje... deve ter sido incrível para os apreciadores disso!

Vc tem dados da região serrana (Nova Friburgo/Terezópolis/Petrópolis/Mauá da Serra)? (acumulados e extremas)

Sim Carlos, alguns dados destas regiões hoje (INMET/PWS):

 

Visconde de Mauá PWS (rampa de voo livre, 1289 m): 11,5ºc/14,1ºc (27,9 mm)

Penedo PWS (Itatiaia, 430 m): 15,4ºc/18,1ºc (25,9 mm)

Parque do Itatiaia/INMET (parte alta, 2450 m): 5,7ºc/9,3ºc (48,4 mm)

Nova Friburgo PWS (cidade, 877 m): 14,3ºc/16,9ºc (41,1 mm)

Pico do Couto/INMET (Petrópolis, 1758 m): 9,6ºc/11,5ºc (51,8 mm)

Teresópolis/INMET (sede PARNASO, 991 m): 14,1ºc/15,8ºc (47,4 mm)

Nova Friburgo/INMET (Conquista, zona rural, 1065 m): 13,2ºc/15,7ºc (49,8 mm)

Santa Maria Madalena/INMET (517 m): 15,5ºc/18,4ºc (31,4 mm)

Edited by Wallace Rezende
  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 20° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 51 dias
- Curitiba/PR: 51 dias
- Florianópolis/SC: 29 dias
- São Paulo/SP: 24 dias
- Campo Grande/MS: 5 dias
- Belo Horizonte/MG: 2 dias
- Rio de Janeiro/RJ: 1 dia

 

Todas demais capitais: 00

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 15° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 13 dias
- Curitiba/PR: 10 dias
- São Paulo/SP: 5 dias

 

  • Like 17
  • Thanks 3
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, Lucas Venturini disse:

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 20° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 51 dias
- Curitiba/PR: 51 dias
- Florianópolis/SC: 29 dias
- São Paulo/SP: 24 dias
- Campo Grande/MS: 5 dias
- Belo Horizonte/MG: 2 dias
- Rio de Janeiro/RJ: 1 dia

 

Todas demais capitais: 00

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 15° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 13 dias
- Curitiba/PR: 10 dias
- São Paulo/SP: 5 dias

 

Opaaaa Sesc Inmet SP ficando perto das gigantes com 43 dias sub 20 e 7 dias sub 15 

  • Like 4
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Campos disse:

 

Uma dúvida: essa ampla faixa de instabilidade q varre o Sudeste de NW à SE é comum no início de primavera?

Pergunto pq realmente se assemelha muito com instabilidade produzida pela ZACAS, como vc sugeriu.

Durante a tarde (16h30) a imagem do Satélite mostrava nuvens bem compactas cobrindo uma vasta região de MG, todo o RJ e nor/este de SP. Em toda a área coberta pelas nuvens as temperaturas estavam abaixo dos 20°C (exceto litoral e no extremo interior da Região).

IMG_20190926_184015.thumb.jpg.fda197ddee2d9ebd34a7de8e3c0261ca.jpg

 

Carlos, eu não me lembro de ser comum esse tipo de configuração já em Setembro. O que se destaca nesse evento é justamente a junção do cavado com o ar frio oceânico. Por isso as temperaturas máximas baixas em MG, até com registros históricos. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
27 minutos atrás, Juzinho disse:

Opaaaa Sesc Inmet SP ficando perto das gigantes com 43 dias sub 20 e 7 dias sub 15 

Nossa que discrepância entre o Sesc e o Mirante né ! Mas olha sinto na pele isso todo dia , moro na Zs e trabalho no centro de SP !

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Temperaturas menos baixas nessa noite em relação a ontem.

Além disso, o céu até tenta abrir um pouco.

 

Temperaturas entre 15 e 17 graus nas estações do CGE.

820FqrV.png

 

-----------------------------------------------

 

Se há uma coisa a reclamar neste setembro, são os extremos duradouros que a capital paulista vem tendo (ou seja, dias seguidos de muito calor e depois, de baixíssima sensação térmica).

Mês iniciou com tardes geladas, úmidas e cinzentas. Já na segunda semana e também na terceira, tardes tórridas, extremamente secas. Na terceira semana, volta o tempo londrino.

Cadê o meio termos?

Setembro do ano passado foi bem melhor! Uma forte MP na primeira semana e um pico mais fraco e pontual de calor na última semana, sendo que o restante do mês foi mais agradável.

 

Tá difícil! 

Edited by Daniel85
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Lucas Venturini disse:

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 20° nas capitais Brasil 2019:

 

Apenas uma curiosidade, já que a estação abaixo não representa nenhum bairro do Rio de Janeiro (apenas uma encosta elevada do Parque Nacional da Tijuca)...

 

A PWS Davis da rampa da Pedra Bonita (altitude 520 metros) registrou 40 máximas abaixo de 20ºc em 2019 até agora, e 1 máxima abaixo de 15ºc (04/08).

 

A distribuição foi a seguinte:

 

M: 3 dias

J: 3 dias

J: 10 dias

A: 15 dias

S: 9 dias (incluindo os últimos 5 dias)

 

Maio e junho foram dos mais quentes já registrados, então num ano comum o número de "sub-20" será bem maior nos dois meses.  Julho ficou perto da média, mas agosto provavelmente teve um número de "sub-20" acima do normal por ter sido um mês mais nublado e chuvoso que a média

 

Nos picos da cidade do Rio de Janeiro (Tijuca e Pedra Branca, pouco acima de 1020 metros), estimo no mínimo umas 65 máximas sub-20ºc (numa hipótese bem otimista beirando os 80).

 

Na cidade mesmo, ao nível do mar (sem considerar o Alto da Boa Vista, bairro elevado para o qual não tenho os números completos, mas que tem tudo para ficar ali pela metade do total da rampa) o número de máximas abaixo de 20ºc variou entre 1 e 3 (1 na Vila Militar, 2 em Jacarepaguá, até 3 dias em alguns bairros).  Na cidade toda, só um dia mesmo (04/08), como está no post.

.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aquela faixa de nuvens que atua entre o centro oeste e sudeste do Brasil (e que parece uma ZCAS) avançou mais para norte, deixando o estado de São Paulo.

Dessa forma, essa nebulosidade começa a alcançar o norte mineiro.

lgmZbvv.jpg?1

 

 

E olha que legal, núcleos de chuva atuando no Tocantins durante a tarde desta quinta feira!

Muitas cidades tendo os seus primeiros milímetros, após mais de 3 meses sem chuva.

07hqdl0.jpg

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Lucas Venturini disse:

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 20° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 51 dias
- Curitiba/PR: 51 dias
- Florianópolis/SC: 29 dias
- São Paulo/SP: 24 dias
- Campo Grande/MS: 5 dias
- Belo Horizonte/MG: 2 dias
- Rio de Janeiro/RJ: 1 dia

 

Todas demais capitais: 00

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 15° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 13 dias
- Curitiba/PR: 10 dias
- São Paulo/SP: 5 dias

 

Interessante esses dados. Nem consigo imaginar direito 51 dias com sub 20°C. Mas deve ser uma beleza!

 

Em BH, a estação Cercadinho também deve ter números interessantes de sub 20°C. 

 

No momento, tenho chuva moderada. Hoje não dá para reclamar da chuva e conforme a nebulosidade vai avançando, mais a chuva aumentou na região de BH. Agora sim o solo deu uma boa recuperada e a vegetação voltou a ficar verde! 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Daniel85 disse:

Temperaturas menos baixas nessa noite em relação a ontem.

Além disso, o céu até tenta abrir um pouco.

 

Temperaturas entre 15 e 17 graus nas estações do CGE.

820FqrV.png

 

-----------------------------------------------

 

Se há uma coisa a reclamar neste setembro, são os extremos duradouros que a capital paulista vem tendo (ou seja, dias seguidos de muito calor e depois, de baixíssima sensação térmica).

Mês iniciou com tardes geladas, úmidas e cinzentas. Já na segunda semana e também na terceira, tardes tórridas, extremamente secas. Na terceira semana, volta o tempo londrino.

Cadê o meio termos?

Setembro do ano passado foi bem melhor! Uma forte MP na primeira semana e um pico mais fraco e pontual de calor na última semana, sendo que o restante do mês foi mais agradável.

 

Tá difícil! 

Falando nisso alguém sabe informar como andam as médias da capital paulista? Faz 6 dias q as temperaturas máximas estão abaixo da média, e juntando com a primeira semana do mês creio que tenha compensado o estrago da onda de calor. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, Wallace Rezende disse:

Apenas uma curiosidade, já que a estação abaixo não representa nenhum bairro do Rio de Janeiro (apenas uma encosta elevada do Parque Nacional da Tijuca)...

 

A PWS Davis da rampa da Pedra Bonita (altitude 520 metros) registrou 40 máximas abaixo de 20ºc em 2019 até agora, e 1 máxima abaixo de 15ºc (04/08).

 

A distribuição foi a seguinte:

 

M: 3 dias

J: 3 dias

J: 10 dias

A: 15 dias

S: 9 dias (incluindo os últimos 5 dias)

 

Maio e junho foram dos mais quentes já registrados, então num ano comum o número de "sub-20" será bem maior nos dois meses.  Julho ficou perto da média, mas agosto provavelmente teve um número de "sub-20" acima do normal por ter sido um mês mais nublado e chuvoso que a média

 

Nos picos da cidade do Rio de Janeiro (Tijuca e Pedra Branca, pouco acima de 1020 metros), estimo no mínimo umas 65 máximas sub-20ºc (numa hipótese bem otimista beirando os 80).

 

Na cidade mesmo, ao nível do mar (sem considerar o Alto da Boa Vista, bairro elevado para o qual não tenho os números completos, mas que tem tudo para ficar ali pela metade do total da rampa) o número de máximas abaixo de 20ºc variou entre 1 e 3 (1 na Vila Militar, 2 em Jacarepaguá, até 3 dias em alguns bairros).  Na cidade toda, só um dia mesmo (04/08), como está no post.

.

 

O Rio merecia uma estação nesses picos mais elevados. Penso que teríamos dados deveras interessantes.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Manhã de tetos baixos e nevoeiros em parte do Sul, na região sudeste e no Planalto central.

 

Screenshot_20190927-073628.thumb.jpg.75a415a8ba5623085e1d176089b6a47a.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Lucas Venturini disse:

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 20° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 51 dias
- Curitiba/PR: 51 dias
- Florianópolis/SC: 29 dias
- São Paulo/SP: 24 dias
- Campo Grande/MS: 5 dias
- Belo Horizonte/MG: 2 dias
- Rio de Janeiro/RJ: 1 dia

 

Todas demais capitais: 00

Quantidade de dias com temperatura máxima abaixo dos 15° nas capitais Brasil 2019:

 

- Porto Alegre/RS: 13 dias
- Curitiba/PR: 10 dias
- São Paulo/SP: 5 dias

 

Nem Campo Grande teve máxima sub-15, tem ano que até Cuiabá tem, tem ano que Campo Grande tem sub-10 à tarde, tem ano que Campo Grande ganha bem de São Paulo em se tratando da intensidade do frio, ano passado Campo Grande teve 9 C à tarde em setembro, a mínima absoluta de São Paulo no Mirante, Cuiabá teve 15 C à tarde em julho, Primavera do Leste em julho teve sub-15 às 4 da tarde, e o que pensar de Ponta Porã/MS, este ano a menor máxima foi 12 C, ou quase 12 C, na onda de frio do começo de julho não teve máxima sub-14, apesar da mínima de 1 C, em 2017 lá teve 4 C durante a tarde em julho, ano passado teve 8 C à tarde em setembro, pelo que foi notado as frentes frias do ano passado tiveram deslocamento mais ocidental, já as deste ano ficaram mais a leste, a oeste elas foram secas com mínimas baixas e máximas amenas, o que pode ser notado até no norte e noroeste do Paraná, teve cidades paranaenses sem máximas sub-15 e no caso de agosto sem máximas sub-20, minha tese é que parece haver no Brasil um sistema idêntico ao dos EUA, aonde se o inverno é rigoroso no oeste é brando no leste e vice-versa, um  exemplo notável pra trás no Brasil foi 2005 com sucessivas friagens na Amazônia e um inverno pífio no Sudeste. 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje a estação do Parque Nacional de Itatiaia registrou uma leve negativa, -0,1 ás 6 h.

No bairro do Charco/Delfim Moreira a mínima foi 2,1

Em Monte Verde Camanducaia marcou 4,4.

Edited by marinhonani
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
30 minutos atrás, Leandro Leite disse:

Nem Campo Grande teve máxima sub-15, tem ano que até Cuiabá tem, tem ano que Campo Grande tem sub-10 à tarde, tem ano que Campo Grande ganha bem de São Paulo em se tratando da intensidade do frio, ano passado Campo Grande teve 9 C à tarde em setembro, a mínima absoluta de São Paulo no Mirante, Cuiabá teve 15 C à tarde em julho, Primavera do Leste em julho teve sub-15 às 4 da tarde, e o que pensar de Ponta Porã/MS, este ano a menor máxima foi 12 C, ou quase 12 C, na onda de frio do começo de julho não teve máxima sub-14, apesar da mínima de 1 C, em 2017 lá teve 4 C durante a tarde em julho, ano passado teve 8 C à tarde em setembro, pelo que foi notado as frentes frias do ano passado tiveram deslocamento mais ocidental, já as deste ano ficaram mais a leste, a oeste elas foram secas com mínimas baixas e máximas amenas, o que pode ser notado até no norte e noroeste do Paraná, teve cidades paranaenses sem máximas sub-15 e no caso de agosto sem máximas sub-20, minha tese é que parece haver no Brasil um sistema idêntico ao dos EUA, aonde se o inverno é rigoroso no oeste é brando no leste e vice-versa, um  exemplo notável pra trás no Brasil foi 2005 com sucessivas friagens na Amazônia e um inverno pífio no Sudeste. 

Tem que lembrar que a máxima se leva em conta das zero hora, ou seja se pode ter feito nove graus a tarde, mas se tiver registrado quinze a meia noite essa que será a maxima do dia.

Edited by Lucas Venturini
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

E mais uma capital acaba de superar a média de chuva anual: Boa Vista(RR).

Com os 2,8mm acumulados entre ontem e hoje, a capital de Roraima agora está com 1712,5mm(a média é 1711,6mm). E a média de chuva até o final do ano em Boa Vista é de 197mm. Ou seja, se chover igual ou maior a esse valor, a capital de Roraima tem grandes chances de aproximar(ou até mesmo ultrapassar) os 2000mm.

Os constantes meses com chuva acima da média desde maio até agora contribuíram para Boa Vista ter chuva acima da média em 2019.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde pessoal.

 

Ao contrário do que eu imaginava no início do mês, setembro me surpreendeu positivamente. Aqui em Santos, estamos levemente abaixo da média no geral (primeira vez desde 2016) e o destaque vai para as máximas, que estão com 1ºC abaixo da média para setembro.

 

Até agora, tivemos 14 dias em 2019 com máximas inferiores a 20ºC por aqui, considero um número bom levando em conta que estamos ao nível do mar.

 

Segue abaixo resumo de setembro na estação Boqueirão/Cetesb em Santos:

 

resumo.jpg

Edited by Luiz Henrique.
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Renan disse:

 

O Rio merecia uma estação nesses picos mais elevados. Penso que teríamos dados deveras interessantes.

 

Tem o "sertão carioca", uma comunidade agrícola centenária a oeste do cume da Pedra Branca, com casas ali na cota 600 a 700. Os moradores de lá também devem experimentar um clima que nada tem a ver com o do asfalto. 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Verdadeira gangorra das condições do tempo e das temperaturas essa semana em BH:

 

21/09: máxima de 35°C e sol

22/09: máxima de 30°C e sol

23/09: máxima de 23°C e nublado

24/09: máxima de 28°C e sol

25/09: máxima de 19°C e nublado com chuva

26/09: máxima de 17°C e chuvoso

27/09: máxima de 27°C e parc. nublado.

 

Hoje a mínima ficou em 14,7°C e às 18h temos 25°C com céu aberto.

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.