Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Augusto Goelzer

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2019

Recommended Posts

Meteograma do GFS com 37ºC em Brasília na segunda-feira, risco de atingir recorde histórico.

 

248486178_CapturadeTela2019-08-28s17_18_12.thumb.png.83cdd63d6f8ac972fddc1e593c872126.png

 

1272366102_CapturadeTela2019-08-28s17_15_59.thumb.png.d53b5ee90dc3f29e7f3957206df3714c.png

 

 

Edited by Nowcasting
  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Renan disse:

 

Como eu disse ontem, mesmo com vários fatores jogando a nosso favor, caso Setembro seja bizarro mais uma vez eu nunca mais acredito em frio para esse mês.

 

A lista recente de anos com "Setembros" tenebrosos: 2018, 2017, 2016, 2015, 2014 (SIM ! AQUI EM JF, TIVEMOS 5 SETEMBROS BIZARROS SEGUIDOS!)

 

Além disso, no pós-2000, só tivemos 6 meses de Setembro mais frios que o normal, contra 12 meses mais quentes que o normal, e como eu disse, os últimos 5 seguidos foram todos com desvio superior a +01,0 em relação à média. Patético isso !

 

Como anda o mês de Setembro no Mirantão no pós-2000 ???

 

Renan, é bem claro que Setembro é um mês em pleno processo de tropicalização no centro-sul (PR pelo menos). Se este ano ocorrer um desvio positivo de +1,0° na compensada, acho totalmente ok. Só pra ter uma ideia, o histórico em cwb:

2018: 16,6°C (+1,3°)

2017: 19,1°C (+3,8°) - desvio +5,4° na máxima

2016: 15,5°C (+0,2°)

2015: 18,1°C (+2,8°)

2014: 17,1°C (+1,8°)

2013: 15,8°C (+0,5°)

2012: 16,8°C (+1,5°)

2011: 14,9°C (-0,4°)

2010: 16,4°C (+1,1°)

2009: 16,4°C (+1,1°)

A normal 1991-2020 nos mostrará o real tamanho do aquecimento.

 

  • Like 7
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
24 minutos atrás, Guto Cesar disse:

 

Renan, é bem claro que Setembro é um mês em pleno processo de tropicalização no centro-sul (PR pelo menos). Se este ano ocorrer um desvio positivo de +1,0° na compensada, acho totalmente ok. Só pra ter uma ideia, o histórico em cwb:

2018: 16,6°C (+1,3°)

2017: 19,1°C (+3,8°) - desvio +5,4° na máxima

2016: 15,5°C (+0,2°)

2015: 18,1°C (+2,8°)

2014: 17,1°C (+1,8°)

2013: 15,8°C (+0,5°)

2012: 16,8°C (+1,5°)

2011: 14,9°C (-0,4°)

2010: 16,4°C (+1,1°)

2009: 16,4°C (+1,1°)

A normal 1991-2020 nos mostrará o real tamanho do aquecimento.

 

Setembro e Abril , estão muito fora da casinha .

 

O aumento das áreas tropicais é notória.

Acho isso o sintoma mais claro do Aquecimento Global .

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpe o meu desabafo, mas é uma verdadeira desgraça esse aquecimento. Só recordes para serem quebrados e de calor. E a chuva que é bom, nada.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
  • Dia frio, ventoso e nublado em Cons. Lafaiete. Mínima de 12° e máxima de 20°
  • Previsão que comece a esquentar amanhã até segunda ou terça, depois esfria de novo. Acredito, já que o padrão vem sendo essa gangorra já tem um tempinho hehe

 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há um projeto de lei no senado para reconhecer a cidade de Urupema/SC como a capital nacional do frio. Acho interesse esse esforço da cidade da serra de Santa Catarina ser reconhecida como a cidade mais fria do Brasil, afinal de contas isso deve alavancar o turismo na cidade e na região.
Mas ai somos informados que a cidade tem uma rede hoteleira muito deficiente. A pergunta que fica do ponto de vista pratica é o seguinte: Do que adianta ?

E o mais importante. Antes de ser reconhecida como capital nacional do frio (se for) espero que tenha ao menos uma consulta a um especialista no assunto no caso um meteorologista. Porque apesar de tudo indicar que sim é a cidade mais fria do Brasil ao menos na área urbana. Há 3 outras cidades com médias anuais muito próximas que são: São Joaquim e Bom Jardim da Serra em Santa Catarina e São José dos Ausentes no Rio Grande do Sul. 
https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2019/08/28/projeto-de-lei-quer-transformar-urupema-na-capital-nacional-do-frio.ghtml

Edited by Lucas Venturini
  • Like 2
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
29 minutos atrás, Lucas Venturini disse:

Há um projeto de lei no senado para reconhecer a cidade de Urupema/SC como a capital nacional do frio. Acho interesse esse esforço da cidade da serra de Santa Catarina ser reconhecida como a cidade mais fria do Brasil, afinal de contas isso deve alavancar o turismo na cidade e na região.
Mas ai somos informados que a cidade tem uma rede hoteleira muito deficiente. A pergunta que fica do ponto de vista pratica é o seguinte: Do que adianta ?

E o mais importante. Antes de ser reconhecida como capital nacional do frio (se for) espero que tenha ao menos uma consulta a um especialista no assunto no caso um meteorologista. Porque apesar de tudo indicar que sim é a cidade mais fria do Brasil ao menos na área urbana. Há 3 outras cidades com médias anuais muito próximas que são: São Joaquim e Bom Jardim da Serra em Santa Catarina e São José dos Ausentes no Rio Grande do Sul. 
https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2019/08/28/projeto-de-lei-quer-transformar-urupema-na-capital-nacional-do-frio.ghtml

Vai dar uma treta entre Urupema e São Joaquim

  • Like 1
  • Haha 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Renan disse:

 

Como eu disse ontem, mesmo com vários fatores jogando a nosso favor, caso Setembro seja bizarro mais uma vez eu nunca mais acredito em frio para esse mês.

 

A lista recente de anos com "Setembros" tenebrosos: 2018, 2017, 2016, 2015, 2014 (SIM ! AQUI EM JF, TIVEMOS 5 SETEMBROS BIZARROS SEGUIDOS!)

 

Além disso, no pós-2000, só tivemos 6 meses de Setembro mais frios que o normal, contra 12 meses mais quentes que o normal, e como eu disse, os últimos 5 seguidos foram todos com desvio superior a +01,0 em relação à média. Patético isso !

 

Como anda o mês de Setembro no Mirantão no pós-2000 ???

Acho que no mirante o último setembro "maomeno" foi 2016. E antes dele, 2013 e 2011 foram bons. O resto de 2010 pra cá foram péssimos, apenas com períodos de frio muito pontuais, como em 2012 e 2015.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A previsão para a Baixada Santista até que não está tão ruim. Achei que aqui fosse torrar com esse possível calor no início de setembro, mas só teremos um dia acima dos 30℃ e o restante dentro da normalidade acompanhado de chuva em alguns dias:

 

Screenshot_20190828-203824_1.jpg

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, Renan disse:

 

Interessante. Se for uma onda de calor forte para depois vir uma grande MP, por mim não há problema algum. Acredito num Setembro dinâmico.

Basta voltarmos a 2012, o maior calor do ano no Rio foi registrado em 19/09 (depois só foi superado em 26/12), e  a principal MP do ano (depois de um inverno sofrível) ocorreu no final de setembro, ou seja depois do dia mais quente e em plena transição da estação menos para a mais quente.

 

Mas, dito isso, considero nula a chance de algo assim acontecer esse ano, até pelo fato de o bimestre jul/ago ter trazido MPs razoáveis. Acredito que setembro de 2019 tem grandes chances de tender para o calor (hoje em dia prever um mês com temperatura acima da média aumenta e muito a chance de acerto, basta ver os números postados aqui), mas estes eventos extremos que os modelos preveem com vários dias de antecedência quebrando recordes absolutos "a três por quatro" são velhos conhecidos meus, e em 95% das vezes (calor) ou 100% (frio🤣) ocorre uma boa amenização entre as saídas mais extremadas e a hora H.  Também teremos frentes-frias e períodos amenos, mas muito provavelmente sem rivalizar com jul/ago.

 

Hoje o dia foi todo de muitas nuvens (especialmente médias e altas) mas também houve aberturas de sol fraco, e já deu para sentir um abafamento no ar que não esteve presente nos últimos dias.  Por sorte no meio da tarde os ventos frescos do mar ganharam força e agora a noite segue bem agradável.  Caminhamos para um fim de agosto quente que deve nos deixar empatados com 2018 em temperatura média mensal (e dentro da média pelo terceiro ano seguido, sendo que 08/2017 pode ter ficado alguns décimos abaixo).

Edited by Wallace Rezende
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
24 minutos atrás, Luiz Henrique. disse:

A previsão para a Baixada Santista até que não está tão ruim. Achei que aqui fosse torrar com esse possível calor no início de setembro, mas só teremos um dia acima dos 30℃ e o restante dentro da normalidade acompanhado de chuva em alguns dias:

 

Screenshot_20190828-203824_1.jpg

Normal , nessa época o oceano mais frio segura as temperaturas por aí.

 

Do final de Agosto até começo de Novembro é bem comum a capital ter máximas mais altas que o litoral .

 

Eu que gosto muito de ir a praia , sei que Setembroe Outubro são os piores meses para praia do ano , infindáveis dias nublados e temperaturas amenas .

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na estação automática do Parque Nacional de Itatiaia a umidade despencou a partir de 16 h, variou de 04% até 19% das 16 h até 20 h, vento acima de 30 km. Se por acaso o vento ficar abaixo de 10 km/h, a temperatura despencará.

A mínima lá foi de 0,0 na madrugada.

Onde está esfriando bem é no bairro do Charco/Delfim Moreira e na estação Vila Inglesa/Campos do Jordão.

1,7 no Charco

3,7 na Vila Inglesa/

No horário de 22 h 30.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Após um aumento de nuvens no início da noite, agora temos céu parcialmente nublado em São Paulo.

As temperaturas estão entre 14 e 16 graus nas estações do CGE.

 

PNlJYKy.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu Deus será possível isso?! Impressão minha ou o pouco previsto de chuva pra cá começa a querer fugir, seria trágico..🤢😤

  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Fábio De Nittis disse:

6 da manhã em Buenos Aires: 21,4 graus. Show de horror.

 

Olha, eu acredito que a maioria da população aí deve estar feliz com o calorzinho fora de época, rsrs. Frio constante por dias a fio eu também não gosto. Já fui mais amante do frio, rsrs. 

 

Por outro lado, o verão de Buenos Aires é muito intenso, então faz sentido você querer distância do calor enquanto ainda pode. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Manhã de céu coberto por nuvens altas em Belo Horizonte, sopra de forma constante um vento frio.

 

Às 9h, temperaturas em 16°C na Pampulha e 13°C nos bairros serranos.

 

2065640320_20190829_0939192.thumb.jpg.7d06bfd764f4dc1637602a735038c089.jpg

 

 

Edited by LeoP
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Renan disse:

 

Olha, eu acredito que a maioria da população aí deve estar feliz com o calorzinho fora de época, rsrs. Frio constante por dias a fio eu também não gosto. Já fui mais amante do frio, rsrs. 

 

Por outro lado, o verão de Buenos Aires é muito intenso, então faz sentido você querer distância do calor enquanto ainda pode. 

Bom dia, amigo Renan! Bom dia a todos do grupo!

Aqui em Porto Alegre hoje estamos tendo um dia quente também. Pena que não caiu no final de semana esse "calorzinho", pois seria perfeito,  principalmente para curtir a nossa Orla do Guaíba. 

No sábado já teremos mudança na temperatura.  Frio é esperado para semana que vem novamente. 

Edited by João Tur POA
  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 28/08/2019 em 07:07, Carlos Campos disse:

Bom dia...

Esse breve evento (de 3 dias) atingiu basicamente a metade sul do Paraná e é provável q o grosso do frio tenha ficado represado entre o norte do RS e o Paraná.

As temperaturas máximas atingiram apenas 10°C no dia 2 e 11°C no dia 3, indicando advecção polar intensa na região de Curitiba.

Ainda em Curitiba, a estação na Lapa reportou mínima de -3,9°C e em Pinhais -3,7°C.

Pra variar, os registros disponíveis do Inmet no Estado são vergonhosos e das 5 ou 6 estações q constam no histórico, em 70% delas não tem histórico desse agosto/91. É patético.. levando em consideração q na metade do século passado já existiam dezenas de estações operando no Paraná. Mas o Inmet faz isso... brinca com o público. Num exemplo bem simples, seria como adquirir um livro tão sonhado e descobrir q faltam muitas páginas dentro desse livro.

Dados de Curitiba estão errados pra variar e se não fosse o dado do aeroporto, oficialmente o evento seria algo "corriqueiro" vendo os registros disponíveis (na pág do Inmet).

Interessante q no litoral chegou a fazer 1,2°C em Antonina e na abafada Cerro Azul -0,5°C.

No sudoeste, Clevelândia -4,7  e Palmas -5,1°C (topo).

Em Ponta Grossa -4,6°C.

Isso é tudo q eu disponho dakele evento. E são do IAPAR, com exceção de PG.

Meus próprios registros na época eram dados brutos e as mínimas ao nascer do sol, então não considero.

De 2000 tenho tudo e outra hora eu passo.

Abraço

Oi , tudo bem com vc. Quanto tempo? Viu por favor me explique , sempre me chamou atenção essa cidade Certo Azul, p que ela é tão quente? Msm sendo próximo a Curitiba??? 

 

Em 28/08/2019 em 07:07, Carlos Campos disse:

Bom dia...

Esse breve evento (de 3 dias) atingiu basicamente a metade sul do Paraná e é provável q o grosso do frio tenha ficado represado entre o norte do RS e o Paraná.

As temperaturas máximas atingiram apenas 10°C no dia 2 e 11°C no dia 3, indicando advecção polar intensa na região de Curitiba.

Ainda em Curitiba, a estação na Lapa reportou mínima de -3,9°C e em Pinhais -3,7°C.

Pra variar, os registros disponíveis do Inmet no Estado são vergonhosos e das 5 ou 6 estações q constam no histórico, em 70% delas não tem histórico desse agosto/91. É patético.. levando em consideração q na metade do século passado já existiam dezenas de estações operando no Paraná. Mas o Inmet faz isso... brinca com o público. Num exemplo bem simples, seria como adquirir um livro tão sonhado e descobrir q faltam muitas páginas dentro desse livro.

Dados de Curitiba estão errados pra variar e se não fosse o dado do aeroporto, oficialmente o evento seria algo "corriqueiro" vendo os registros disponíveis (na pág do Inmet).

Interessante q no litoral chegou a fazer 1,2°C em Antonina e na abafada Cerro Azul -0,5°C.

No sudoeste, Clevelândia -4,7  e Palmas -5,1°C (topo).

Em Ponta Grossa -4,6°C.

Isso é tudo q eu disponho dakele evento. E são do IAPAR, com exceção de PG.

Meus próprios registros na época eram dados brutos e as mínimas ao nascer do sol, então não considero.

De 2000 tenho tudo e outra hora eu passo.

Abraço

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Daniel Lisboa disse:

Europeu voltou a dar um friozinho pra SP, é isso mesmo? 

 

Isso mesmo. Friozinho light. O calor dura pouco. 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por que que as frentes frias não conseguem há semanas penetrar no interior do continente sul americano, vão somente pelo litoral? Sete Quedas, a cidade mais meridional do Centro-Oeste, já pouco abaixo do trópico de Capricórnio, há muitos dias não tem máxima sub-20, enquanto São Paulo, na mesma latitude, tem várias, há anos que cidades do Sul do MS, a exemplo de Ponta Porã, tem frio à tarde jamais visto na capital paulista, no geral é mais comum essa cidade na divisa com o Paraguai ter máxima de 6 C que Campos do Jordão, na mesma latitude e com 1000 m a mais, graças à continentalidade, dependendo do ano até Campo Grande não perde pra Campos do Jordão, Curitiba ou Porto Alegre na tarde mais fria, mas não este ano, Ponta Porã tem em 2019 uma menor máxima idêntica à de São Paulo,  c. 12 C, mas em dias diferentes, a cidade de fronteira não teve máxima sub-14 no começo de julho, apesar da mínima de 1 C. 

Edited by Leandro Leite
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, EvandroPR disse:

Oi , tudo bem com vc. Quanto tempo? Viu por favor me explique , sempre me chamou atenção essa cidade Certo Azul, p que ela é tão quente? Msm sendo próximo a Curitiba??? 

 

 

Olá Evandro, Cerro Azul apesar de estar na área "metropolitana"de Curitiba, está muito distante da capital. São cerca de 400 km (ao norte).

Faz divisa com o sul do Estado de São Paulo.

Outro fator é a altitude: Cerro Azul está dentro de um vale (Ribeira) e tem apenas 320/340m de altitude. Já, Curitiba e a região metropolitana em geral tem altitudes q variam entre 850/1.250m.  Então dá pra ter uma idéia do porquê Cerro Azul ser bem mais quente q a capital paranaense..

Abraço

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.