Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Augusto Goelzer

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2019

Recommended Posts

Posted (edited)

E a previsão para hoje foi um "grandicíssimo flop” no Rio de Janeiro, para LuluBros nenhum botar defeito.😆  Ao contrário do indicado por todos os sites e modelos, não caiu um pingo de água do céu desde antes do amanhecer até o meio da tarde na maior parte da Região Metropolitana do Rio (depois do meio da tarde uns 3 pingos em Niterói e logo parou).  No momento só chove, e muito fraco, em alguns bairros entre o mar e montanha na zona sul Rio, e pela manhã chegou a sair um bom mormaço.  Além da chuva não ter se concretizado, o dia foi mais abafado do que eu esperava.  A máxima mesmo não passou de 24ºc, mas com o pouco vento e a umidade sempre lá em cima a sensação após uma caminhada levemente acelerada era de calor, e deu até para suar com muito pouco esforço (lembrei que a estação mais quente e úmida bate às portas, e aqui ela sempre é de longe a mais longa do ano).

 

Foi engraçado ver um bocado de gente com roupa de frio hoje, pois mesmo para os muito humildes padrões do Rio de Janeiro não foi um dia nada frio para a época.  Mas o céu nublado sempre tem um efeito psicológico, já notei que isso importa mais que a temperatura para muita gente.

 

A previsão ainda indica chuva fraca para a noite de hoje e jogou parte da chuva para sexta-feira, mas está totalmente desacreditada agora e o que vier está bom.  A chance de alcançarmos o índice pluviométrico médio de agosto 2018 diminuiu bastante depois de hoje, mas como já estávamos acima da média no mês esta chuva não vai fazer falta também.

 

Renan, de fato a diferença da automática INMET para a sua estação faz muito mais sentido, assim como para a nova estação do sjmolive, levando em conta não só a altitude mas também o posicionamento do INMET (topo).  E realmente a situação das normais fica um pouco prejudicada por ser muito difícil determinar quando uma começou a ficar mais quente que a outra nas máximas, o jeito é dar uma margem de erro maior.  No caso das mínimas, diferença dentro do esperado, tudo ok.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

BH com chances de quebrar o jejum de quase 80 dias sem chuva na próxima sexta (minha estação)

 

537406977_CapturadeTela2019-08-20s18_06_03.thumb.png.4c8110b14078a931e3fff0da0dc77647.png

 

2068278166_CapturadeTela2019-08-20s18_06_15.thumb.png.be1092b7bbd27a40904c3a3c9fb0d2b8.png

Edited by Nowcasting
  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

E choooove em Conselheiro Lafaiete!!! E chove bem!!!
Glória Glória Aleluuuuia

 

Quase 10mm na única estação do CEMADEN que sobrou funcionando na área urbana

Cheirinho de terra molhada...poeira apagada....Gloria a Deus!!!!

Edited by Enio Rezende
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

SP continua com praticamente a mesma temperatura. 14.5°C na zona oeste com vento razoável. Sensação térmica todo dia. Uma delícia!

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
28 minutos atrás, JOÃO MARCOS disse:

 19 a 21 de agosto, 54 anos da grande nevada de 1965 no sul do Brasil.

5abe48fa05b81_nve1965b.jpg.6623e3f9d60c2eaea179e4287090ed86.jpg

É Guarapuava em 1965?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia bem garoento na ZS de SP .

 

Sensação térmica de frio o dia todo , graças ao céu encoberto e o vento moderado .

 

Sesc Inmet variou de 12.9 a 15.6 graus.

 

Média desse mês até hoje

 

mínima 12.7 graus 

máxima 22.8 graus 

chuvas acumuladas 12 MM .

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Do começo do ano até agora tivemos 28 máximas abaixo dos 20 graus no Sesc Inmet e 7 abaixo dos 15 graus .

 

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui em Santos hoje tivemos um dia bem invernal, com mínima de 17,1℃ e máxima de 18,2℃. Há dois dias que chove sem parar por aqui, não é uma chuva forte como as que ocorrem no verão, mas algo bem constante e por vezes com moderada intensidade.

 

Desde ontem, a estação do Cemaden/Ponta da Praia já acumulou 62mm.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Everton dos Santos disse:

Nessa projeção do modelo Europeu, seria um Ciclone na costa do ES? projeção de muita instabilidade na região.

Sem títulog.png

 

O Europeu projeta um grande cavado passando pelo Sudeste na Sexta. Aparentemente ele se aprofunda no decorrer do dia e eventualmente se transforma numa baixa pressão em superfície sobre o litoral. Interessante.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Boa noite BAZianos,

 

Olhem que interessante @Renan e todos amigos,

 

Minha estação está no topo de uma colina, eu diria assim, pois no entorno há morros mais altos. Está a examente 914 m - aqui é área suburbana quase rural.

A UFJF está a 937 m, topo de morro com vegetação mas entorno relativamente urbano, com manchas de florestas.

A diferença entre as duas estações é de exatos 23 m apenas

 

Hoje foi um dia nublado, com lenta penetração de ar frio.

Aqui eu marquei temperaturas entre 15,6 C e 21,7 C.

A UFJF cravou exatos 15,5 C e 21,7 C.

 

Estou muito contente com minhas medições, deste modo.

 

O @Renan marcou 16,6 C e 22,7 C e está a 720 m.  Houve diversos períodos a tarde que a estação dele e a minha marcaram praticamente a mesma temperatura. Diferença menor que eu esperaria pela menor altitude. Atribuo isso ao lento deslocamento do ar frio - que  em ambiente de menor turbulência  (lento deslocamento), desce por ser mais denso e anula parcialmente o efeito de menor altitude.... é minha hipótese. O que acham?

 

O relevo acidentado de nossa cidade é uma aula viva de geografia e meteorologia... Ah, no dia 14/8/19 que houve advecção de ar frio e muito vento, marquei 10,6 C e 17,0C e o @Renan, 13,3 C e 18,6 C, viram a diferença?

 

No momento céu nublado e 15,8 C às 22h15m.

Edited by sjmolive
  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, sjmolive disse:

Boa noite BAZianos,

 

Olhem que interessante @Renan e todos amigos,

 

Minha estação está no topo de uma colina, eu diria assim, pois no entorno há morros mais altos. Está a examente 914 m - aqui é área suburbana quase rural.

A UFJF está a 937 m, topo de morro com vegetação mas entorno relativamente urbano, com manchas de florestas.

A diferença entre as duas estações é de exatos 23 m apenas

 

Hoje foi um dia nublado, com lenta penetração de ar frio.

Aqui eu marquei temperaturas entre 15,6 C e 21,7 C.

A UFJF cravou exatos 15,5 C e 21,7 C.

 

Estou muito contente com minhas medições, deste modo.

 

O @Renan marcou 16,6 C e 22,7 C e está a 720 m.  Diferença menor que eu esperaria pela menor altitude. Atribuo isso ao lento deslocamento do ar frio - que  em ambiente de menor turbulência  (lento deslocamento), desce por ser mais denso e anula parcialmente o efeito de menor altitude.... é minha hipótese. O que acham?

 

O relevo acidentado de nossa cidade é uma aula viva de geografia e meteorologia...

 

No momento céu nublado e 15,8 C às 22h15m.

 

Ótima observação, Samuel. E realmente JF tem uma enormidade de microclimas. Vale lembrar que a altitude da cidade varia desde os 500m próximo a Matias Barbosa, até 1010 / 1020 metros, em morros próximos da granja Passos del Rei e da estrada para Coronel Pacheco. 

 

Sua teoria faz todo sentido. A advecção está vagarosa, diminui o potencial de resfriamento dos topos.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foto do satélite visível mostrou uma diminuição da fumaça sobre o estado de SP, principalmente durante a tarde.

 

Manhã

JT9QNAj.jpg

 

 

Tarde

BtbHbmA.jpg

 

 

Comparando com ontem pela manhã (ainda antes do do grosso dela atingir a grande SP, fazendo "anoitecer").

A imagem da tarde não foi postada, pois a nebulosidade mais alta escondia essa parte grossa.

BP6I31Q.jpg

  • Like 9
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Renan disse:

 

O Europeu projeta um grande cavado passando pelo Sudeste na Sexta. Aparentemente ele se aprofunda no decorrer do dia e eventualmente se transforma numa baixa pressão em superfície sobre o litoral. Interessante.

Eu sempre fico um pouco confuso sobre a definição de cavado. Neste caso, tem a ver com a chegada de um reforço de ar frio? Notei que em SP as temperaturas voltam a cair na quinta. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Só passando para dizer que perto das 20:00 uma mudança mais substancial finalmente foi sentida no Rio e Niterói; passamos de 22ºc e quase calmaria para ventos de sul/sudeste moderados (com rajadas até fortes) e a temperatura logo caiu para 19ºc (mas a sensação foi de queda maior, pela questão do vento).  A chuva também chegou, fraca e tocada pelo vento, mas ficou concentrada em áreas costeiras do Rio e Niterói sem atingir todos os bairros; tudo indica que foi um pequeno reforço de ar frio depois do dia "estagnado" registrado hoje.

 

O índice pluviométrico médio acumulado desde o início de agosto de 2019 no município do Rio de Janeiro atingiu os 73,6 mm na noite de hoje, já confortavelmente acima da média 1997/2018 de aproximadamente 45 mm.  O Alto da Boa Vista (paraíso carioca da chuva orográfica) segue sendo o maior destaque no índice pluviométrico, como é comum nesta época; depois de registrar 311 mm em agosto de 2018 já chega a 264 mm no mesmo mês de 2019, realmente estação seca ali não existe.

 

Pessoal de Juiz de Fora, hoje a máxima da convencional foi totalmente fora da realidade, fica cada vez mais óbvio de que a automática do INMET (e o excelente monitoramento que vocês dois fazem) devem ser as referências em se tratando de monitoramento do tempo em JF.  Continuem o bom trabalho, não me canso de dizer que com o gradual desmonte do INMET vamos depender cada vez mais de observadores particulares dedicados como vocês, e todos os demais presentes aqui.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Santana do Araguaia/PA: 39.9° (Temperatura máxima do país hoje)

 

Canguçu e Caçapava do Sul/RS: 4.2° (Temperatura minima do país)

 

Rede de Estações automáticas INMET.

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Lucas Venturini disse:

Santana do Araguaia/PA: 39.9° (Temperatura máxima do país hoje)

 

Canguçu e Caçapava do Sul/RS: 4.2° (Temperatura minima do país)

 

Rede de Estações automáticas INMET.

 

 

 

Palmas hoje não bateu nos 40.3 graus ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo europeu, sol deve aparecer um pouco amanhã e a temperatura deve subir um pouco, porém o tempo volta a se instabilizar à partir de quinta-feira.

Só na outra semana que o tempo se firma.

 

Foreca - 12z - europeu

i2M85JH.png

 

 

Já as temperaturas nas estações do CGE neste final de noite estão em 14/15 graus em grande parte de São Paulo.

No extremo sul da cidade, 12/13 graus.

ynmja5I.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Luiz Henrique. disse:

Aqui em Santos hoje tivemos um dia bem invernal, com mínima de 17,1℃ e máxima de 18,2℃. Há dois dias que chove sem parar por aqui, não é uma chuva forte como as que ocorrem no verão, mas algo bem constante e por vezes com moderada intensidade.

 

Desde ontem, a estação do Cemaden/Ponta da Praia já acumulou 62mm.

Luiz Henrique,

você consegue acessar os pluviometros automáticos do Cemaden, todo dia.

Eu de 10 tentativas, só consigo acessar 1uma, passo dias sem ver, clico em pluviometros automáticos,não aparece as estações no mapa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
33 minutos atrás, Daniel Lisboa disse:

Eu sempre fico um pouco confuso sobre a definição de cavado. Neste caso, tem a ver com a chegada de um reforço de ar frio? Notei que em SP as temperaturas voltam a cair na quinta. 

 

Acredito que tenha a ver sim. Inclusive nesses conflitos entre massas de ar sempre há esses sistemas de cavados associados. Mas a expectativa é de que esse seja significativo. 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, Wallace Rezende disse:

Só passando para dizer que perto das 20:00 uma mudança mais substancial finalmente foi sentida no Rio e Niterói; passamos de 22ºc e quase calmaria para ventos de sul/sudeste moderados (com rajadas até fortes) e a temperatura logo caiu para 19ºc (mas a sensação foi de queda maior, pela questão do vento).  A chuva também chegou, fraca e tocada pelo vento, mas ficou concentrada em áreas costeiras do Rio e Niterói sem atingir todos os bairros; tudo indica que foi um pequeno reforço de ar frio depois do dia "estagnado" registrado hoje.

 

O índice pluviométrico médio acumulado desde o início de agosto de 2019 no município do Rio de Janeiro atingiu os 73,6 mm na noite de hoje, já confortavelmente acima da média 1997/2018 de aproximadamente 45 mm.  O Alto da Boa Vista (paraíso carioca da chuva orográfica) segue sendo o maior destaque no índice pluviométrico, como é comum nesta época; depois de registrar 311 mm em agosto de 2018 já chega a 264 mm no mesmo mês de 2019, realmente estação seca ali não existe.

 

Pessoal de Juiz de Fora, hoje a máxima da convencional foi totalmente fora da realidade, fica cada vez mais óbvio de que a automática do INMET (e o excelente monitoramento que vocês dois fazem) devem ser as referências em se tratando de monitoramento do tempo em JF.  Continuem o bom trabalho, não me canso de dizer que com o gradual desmonte do INMET vamos depender cada vez mais de observadores particulares dedicados como vocês, e todos os demais presentes aqui.

Pois é, Wallace... tem esta convencional estranha... tem a automática de Cel Pacheco que, para mim, marca 1,5 C a mais sempre...esta última eu até já avisei no Inmet em Belo Horizonte - fui a estação para ver se tinha algo externo aos medidores que poderiam estar causando esta anomalia... e não há nada, exceto uma caixa de marimbondos que quase me atacou quando estive lá  kkkk.

Mas também tem uma PWS estranha aqui como a de Pedra Bonita, perto de mim. IMGNOVAC2.. agora ela está marcando 18,6 C, 746 m de altitude... aqui eu tenho 15,1 C, 914 m... lá certamente é zona rural, tão perto e que diferença.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
30 minutos atrás, Wagner97 disse:

No alto da boa vista chove mais no inverno do que no verão? 🤔

Em média, não.  Mas em vários anos acontece de chover mais num ou mais meses de inverno que em meses de verão.  2019 é um bom exemplo: o mês mais seco até agora foi janeiro, com 67,4 mm.  Em 2003, choveu 1,4 mm em fevereiro e 393,8 mm em agosto!

 

O mês mais chuvoso, porém, foi registrado no verão, com mais de 900 mm em 02/1988 (não se sabe o total exato pois está faltando o acumulado do dia mais chuvoso, 20 de fevereiro, mas um pluviômetro perto dali na Capela Mayrink registrou 967 mm no mês).  A variabilidade é muito grande, mas nenhum mês tem média inferior a 140 mm. 

 

As chuvas de 02/1988 provocaram enchentes, deslizamentos e mortes em Petrópolis, na Baixada Fluminense, e depois no Rio de Janeiro (em Niterói choveu bastante também naquele mês, mas bem menos que no Rio e sem maiores consequências).  

 

Sjmolive, a automática de Coronel Pacheco está bem descalibrada desde que foi colocada de volta no ar em 2017 se não me engano (depois de ficar um tempo sem funcionar), realmente não serve para muita coisa, creio que seja problema só de calibração mesmo.  O Renan e o Marinhonani também já comentaram sobre ela.  Esta PWS de Pedra Bonita provavelmente está abrigada demais, prejudicando o resfriamento à noite.

 

Marinhonani, já faz tempo que só consigo acessar os pluviômetros do Cemaden pelo mapa no celular, no computador só abre o mapa mas não os pluviômetros.  Detalhe: o navegador que utilizo é o mesmo no celular e computador.

Edited by Wallace Rezende
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.