Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Augusto Goelzer

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2019

Recommended Posts

Se o bioma pampa na minha opinião é o mais bonita de todos os biomas brasileiros. Sejamos justos que a araucária é a mais bonita árvore existente,há muitas outras árvores bonitas no Brasil como os ipês mas não são na mesma quantidade da araucária não tem a mesma representatividade enfim a araucária é uma árvore de beleza única.

Aqui em Curitiba o prefeito atual prefeito Rafael Greca pretende substituir as paradas de ônibus convencionais por algo que remeta as araucárias eu achei uma ótima ideia .

 

Quantas discussões sobre opiniões pessoais das pessoas dos membros do fórum eu não vejo problema algum em haver divergência afinal de contas o ser humano é divergente em si, cada um tem suas particularidades suas opiniões e seus gostos o que seria problema se houvesse briga agressões verbais picuinhas não é o que vemos nesse fórum até aqui.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Pra complementar, Olaria(Pinheiro Machado) em toda sua vida por enquanto, percebemos a clara dinâmica(Em Itálico, é um dia que a estação caiu de noite e perdeu uma provável mínima de -6,x):
image.png.7bc5e1e011a76afae0e164a2151d28b8.png
 

Edited by VitorVM
  • Like 7
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Hoje o tempo mudou no Rio de janeiro e Niterói, o afastamento de uma frente fria bem fraca para o mar trouxe os já esperados ventos de sudoeste moderados que deixaram a tarde bem mais agravável (26/27ºc durante a tarde lugares onde fazia 33/34ºc ontem), também se formou a típica nebulosidade baixa nos cumes da Serra da Carioca, já se dissipou com o enfraquecimento do vento agora no fim da tarde.  No momento céu predominantemente claro e 24ºc em Niterói, mas agradável por causa do vento fraco.  Amanhã e terça-feira o tempo fica um pouco mais abafado (não como ontem), mas chegada de uma frente-fria mais significativa ainda na terça-feira vai deixar o restante da semana bem ameno.

 

A região de Pinheiro Machado realmente tem um clima muito bom; diria que esta área do RS chamada Serra do Sudeste, junto com os altos da Serra Geral (RS/SC), registra o frio de melhor qualidade entre áreas habitadas do Brasil, por conta dos numerosos eventos de advecção.  Mas também não considero nada de outro mundo, é um subtropical brando bem clássico ainda e compatível com a região onde se encontra, clima similar ao das cidades vizinhas mas com a altitude ajudando a amenizar as máximas e acentuar o frio advectivo+sensação de frio em dias ventosos.  Acredito que máximas de 35ºc ou um pouco acima só ocorrem em ondas de calor muito fortes como as de 01/1917 (recorde em Montevidéu e Alegrete, com mais de 42ºc) e 01/1943 (quando fez 41ºc em Bagé e 42ºc em Pelotas), já nas ondas de calor mais comuns como a de 01/2006 deve ficar um pouco abaixo de 35ºc.  O potencial máximo de frio nas baixadas com certeza baixa dos -10ºc, e não descarto -13 a -15ºc sob condições atmosféricas ideais em algum momento nos últimos 100 anos (em 2019, com a MP mais forte do ano dentro do padrão, fez -8ºc); já nos topos diria que é muito difícil baixar de -5ºc/-6ºc, aí a menor altitude prejudica um pouco em comparação com São Joaquim por exemplo onde o recorde advectivo já chegou a -10ºc em 1991, com potencial para feito menos na primeira metade do século XX.  Apesar destas áreas se destacarem na média anual, não esqueço outros lugares também como a região de Soledade, representada aqui pelo Paulo Pinheiro, que tem excelente potencial para mínimas.

 

Para quem não curte o mínimo calor no verão as terras altas entre RS/SC ganham (assim como toda Mantiqueira), pois no verão a altitude comanda as médias com a diminuição da intensidade das MPs e os dias ainda um pouco mais longos na Serra do Sudeste (apesar da frequência de MPs ser a mais alta do Brasil em qualquer época).  Mas não me entendam mal, o verão da área de Pinheiro Machado ainda é super ameno, com calor quase sempre gostoso (apesar do sol castigar, como em qualquer lugar do Brasil) e noites tipicamente frescas (muitas vezes frias), com geada nas baixadas mais protegidas ocasionalmente até em jan/fev (ajuda do ar seco, raro na Mantiqueira no verão).

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caso a América do Sul estivesse posicionada 10° de latitude mais pra baixo(que é meu sonho da vida), como vocês acham que seria a vegetação em áreas como Paraná, SP, sul de Minas, etc? Seria parte dos pampas ou algum outro tipo de formação vegetal subtropical/temperada? Sempre tive essa curiosidade hehe

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Renan disse:

Eu curto bastante a região favorita do Hedgspa. E Pinheiro Machado é claramente mais fria que sua irmã gêmea Canguçu. 

 

A paisagem, o clima temperado, a cultura que mistura o Brasil com o Uruguai... Um lugar que eu moraria com certeza. 

 

Mas eu ainda prefiro a Mantiqueira e a serra catarinense, muito devido aos fatos que o Kim apresentou: as araucárias, as montanhas, as paisagens que são ainda mais deslumbrantes. Mas gosto é gosto.

 

Em Juiz de Fora, calorão de 29,9°C (máxima até agora). Certeza que passa dos 30, a segunda máxima desse quilate em Agosto. 

 

Canguçu é uma prima de Pinheiro.

 

Os locais mais parecidos são Pedras Altas e Herval. Essas sim são irmãs, por pegar a mesma borda oeste/sudoeste da Serra do Sudeste. Ainda tem Piratini com parentesco maior que Canguçu.

 

Aliás diria que Herval, Pedras Altas e Piratini são mais frias que Canguçu. As duas primeiras por estarem mais ao sul e mais pro lado da Campanha, próximo aos centros anticiclônicos nos pós-advecção (quando a MP ainda tá nova, fresquinha), e por terem excelente efeito de borda de serra. Piratini diria que é mais fria pelo formato do relevo ser melhor para mínimas, e na máxima se perder é pouca coisa. Não duvidaria nem que o interior alto de Bagé e o de Pelotas serem mais frios.

 

Enfim, Canguçu é inegavelmente fria, mas pode ter vários outros locais/municípios mais frios no sul gaúcho, ao contrário do que era pressuposto até então neste espaço.

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, Wallace Rezende disse:

Hoje o tempo mudou no Rio de janeiro e Niterói, o afastamento de uma frente fria bem fraca para o mar trouxe os já esperados ventos de sudoeste moderados que deixaram a tarde bem mais agravável (26/27ºc durante a tarde lugares onde fazia 33/34ºc ontem), também se formou a típica nebulosidade baixa nos cumes da Serra da Carioca, já se dissipou com o enfraquecimento do vento agora no fim da tarde.  No momento céu predominantemente claro e 24ºc em Niterói, mas agradável por causa do vento fraco.  Amanhã e terça-feira o tempo fica um pouco mais abafado (não como ontem), mas chegada de uma frente-fria mais significativa ainda na terça-feira vai deixar o restante da semana bem ameno.

 

A região de Pinheiro Machado realmente tem um clima muito bom; diria que esta área do RS chamada Serra do Sudeste, junto com os altos da Serra Geral (RS/SC), registra o frio de melhor qualidade entre áreas habitadas do Brasil, por conta dos numerosos eventos de advecção.  Mas também não considero nada de outro mundo, é um subtropical brando bem clássico ainda e compatível com a região onde se encontra, clima similar ao das cidades vizinhas mas com a altitude ajudando a amenizar as máximas e acentuar o frio advectivo+sensação de frio em dias ventosos.  Acredito que máximas de 35ºc ou um pouco acima só ocorrem em ondas de calor muito fortes como as de 01/1917 (recorde em Montevidéu e Alegrete, com mais de 42ºc) e 01/1943 (quando fez 41ºc em Bagé e 42ºc em Pelotas), já nas ondas de calor mais comuns como a de 01/2006 deve ficar um pouco abaixo de 35ºc.  O potencial máximo de frio nas baixadas com certeza baixa dos -10ºc, e não descarto -13 a -15ºc sob condições atmosféricas ideais em algum momento nos últimos 100 anos (em 2019, com a MP mais forte do ano dentro do padrão, fez -8ºc); já nos topos diria que é muito difícil baixar de -5ºc/-6ºc, aí a menor altitude prejudica um pouco em comparação com São Joaquim por exemplo onde o recorde advectivo já chegou a -10ºc em 1991, com potencial para feito menos na primeira metade do século XX.

 

Para quem não curte o mínimo calor no verão as terras altas entre RS/SC ganham (assim como toda Mantiqueira), pois no verão a altitude comanda as médias com a diminuição da intensidade das MPs e os dias mais longos na região (apesar da frequência de MPs ser a mais alta do Brasil em qualquer época).  Mas não me entendam mal, o verão da área de Pinheiro Machado ainda é super ameno, com calor quase sempre gostoso (apesar do sol castigar, como em qualquer lugar do Brasil) e noites tipicamente frescas (muitas vezes frias), com geada nas baixadas mais protegidas ocasionalmente até em jan/fev (ajuda do ar seco, raro na Mantiqueira no verão).

 

Apesar de ser um amante do frio, eu gosto das estações bem demarcadas, e gosto de verão com cara de verão, então acho que gostaria de viver na região de PM.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ontem a tarde a estação da Cetesb/Boqueirão em Santos saiu do ar e não consegui acompanhar os dados completos, mas fui ver agora e surpreendeu: chegamos a quentes 37,4℃.

Na estação da Ponta da Praia atingiu 37,2℃. Não tenho os dados de agosto em outros anos, mas se não bateu o recorde de calor para o mês, deve ter ficado bem perto.

 

Hoje o dia está totalmente diferente de ontem, com uma garoa persistente desde a manhã e a temperatura na casa dos 20℃. Isso que eu chamo de mudança radical!

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, LucasFVenturini disse:

Em emoção não tem comparação.. Urupema leva fácil.

Eu diria que Pinheiro Machado é Londres e Urupema é Moscow brasileiros em emoção.

....e São Francisco de Paula a Suíça Rio Grandense.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Moisés Alexandre disse:

No quesito calor e temporais a região fronteiriça RS ganha no histórico anual. Percebe-se que nesta época de inverno as duas regiões tem uma média próxima, tendo Pinheiro Marcado máximas menores e mais chuvas pelas FF. Porém  tendo Urupema mínimas menores e menos chuvas. No entanto no verão Urupema tem mínimas e máximas menores, com chuvas bem distribuídas na estação. 

 Moisés Alexandre,

Como esta as previsões de massas polares para o mês de agosto?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
46 minutos atrás, Wagner97 disse:

Caso a América do Sul estivesse posicionada 10° de latitude mais pra baixo(que é meu sonho da vida), como vocês acham que seria a vegetação em áreas como Paraná, SP, sul de Minas, etc? Seria parte dos pampas ou algum outro tipo de formação vegetal subtropical/temperada? Sempre tive essa curiosidade hehe

Não sei como seria a vegetação desses locais, mas provavelmente os atuais pampas gaúchos seriam um deserto

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
26 minutos atrás, marinhonani disse:

 Moisés Alexandre,

Como esta as previsões de massas polares para o mês de agosto?

 

Nani, o GFS já indica outra erupção polar marítima forte para o dia 22, na minha opinião acho que Agosto seguirá com seus altos e baixos até o final, terminando com temperatura dentro da média. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Não sei como seria a vegetação desses locais, mas provavelmente os atuais pampas gaúchos seriam um deserto

Se levarmos em consideração que lá pela latitude 40 começa o deserto da Patagônia, é vero! 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Enio Rezende disse:

Dia quente, domingo ensolarado, mínima de 15° e máxima de 28°

 

Tive extremos maiores. Mínima de 12,9 e máxima de 30,4. Apesar da máxima alta, não senti calor, pois estava bem seco. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Modelos estão começando a indicar o retorno da chuva para região metropolitana de Floripa no dia 19.

EURO e GFS colocam valores na casa dos 30 mm.

 

Agosto até o momento está com médias 13,5 (+0,1) / 22,2 (+0,7) no INMET.

Considerando a última rodada do EURO, agosto poderia fechar a primeira quinzena levemente abaixo da média.

 

Agosto até o momento em Floripa/São José - INMET.

 

1818819837_WhatsAppImage2019-08-11at18_28_00.thumb.jpeg.2b946e5e7c63d3245ffc6334a1270904.jpeg

Edited by Felipe F
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Wagner97 disse:

Apesar de ser um amante do frio, eu gosto das estações bem demarcadas, e gosto de verão com cara de verão, então acho que gostaria de viver na região de PM.

Lembrando que o verão não é muito quente em Pinheiro Machado. entra segunda quinzena de dezembro a primeira quinzena de março que é o verão a média em Pinheiro Machado fica em torno de 16 de mínima e de 26 Máxima. Alguns Picos poucos inclusives acima de 30 graus.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
11 horas atrás, Felipe S Monteiro disse:

Não sei como seria a vegetação desses locais, mas provavelmente os atuais pampas gaúchos seriam um deserto

Bem, levando em consideração que a Patagônia se estenderia até a Península Antártica e não haveria uma grande massa de água (q atenua o potencial de frio das frentes polares), os invernos seriam mais rigorosos em boa parte do continente. Possívelmente Manaus teria mínimas parecidas com as de Cuiabá, Brasília apresentaria mínimas inferiores às de Guarapuava e Porto Alegre seria uma espécie de Bahia Blanca, com nevadas ocasionais no inverno e na primavera.

São Joaquim registraria todos os anos os 2 dígitos negativos, sendo a mínima absoluta -22,4°C na estação Invernadinha (do Fernando Keiser).

A mínima de Caçador ( -23,1°C) seria contestada, se verídica ou não, até os dias de hoje.

Florianópolis não atrairia tantos turistas de verão, já q o mesmo estaria sujeito às frequentes "suestadas" frias e Ratones registraria -8°C regularmente. 

Em um dia como o de hoje, as extremas de Pinheiro Machado, na baixada, seriam  -11,6/3,1°C. Máximas negativas seriam comuns por lá. 

As extremas de Curitiba seriam  -2/30°C em Janeiro e  -14/21°C em Julho. 

Raia da Pedra estaria entre as principais estações de eski da região e o Renan não teria q sair procurar focos de geada nos arredores baixos de JF... A caçada seria nos topos, atrás de neve. As extremas no município:  -9,7/33,2°C.

No geral, de Minas Gerais para baixo, clima menos úmido, com 1.100mm anuais em BH e 780mm em Porto Alegre... A Serra da Mantiqueira estaria frequentemente fechada para visitantes nos pontos mais elevados, devido às fortes tempestades de neve invernais e primaveris mas poucos aki se importariam com esse fato.

A paisagem seria mais ou menos assim 👇na Serra Catarinense (no verão)Sierra_de_La_Ventana_Argentina_C-870x726.jpg.8da838612ad686dad90ea4dfbec3e6fc.jpg

 

bdc7d0f30e0c420b2ac279d6a1c096e4_XL.jpg.4d2b0599e90a6e703f9d96aa418adb62.jpg

 

 

Já, no inverno 👇358654067_images(3).jpeg.5bbf80b9a73529aa40790766730d318e.jpeg

 

Pousada em Serra Dona Francisca (Joinville), durante uma nevada 👇1565559843639.jpg.6c6a90e2aae8b787848686f8c11823b2.jpg

 

Em São Paulo, o problema "urbanização" seria discutido todos os anos e as mínimas continuariam sem baixar dos  -5°C, enquanto na Capela do Socorro os pekenos riachos ficariam congelados por 2 ou 3 dias nas ondas de frio mais intensas.

🙄😍

Enfim, sonhar (e imaginar) não custa...

Edited by Carlos Campos
  • Like 5
  • Thanks 1
  • Haha 10
  • Confused 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em termos de dinâmica de troca de massas de ar e ventos sem dúvida PM apresenta maior variabilidade climática do que Urupema e as montanhas tropicais do sudeste.

 

Eu me baseio entre a relação de Blumenau x Planalto sul, a diferença de dinâmica na troca de ar quente x massa de ar polar são muito parecidas. Raramente aqui está sob bloqueio e lá com influência total de MP, então posso dizer que Urupema ainda tem resquício tropical de dinâmica. Depois do paralelo 30ºS fica mais nítido as diferenças latitudinais.

 

Muito mais nítido 30 para 31° do que 24 para 25º por exemplo. Quanto mais próximo dos polo mais óbvia fica essa constatação. Agora sobre preferência de biomas e relevos dai é outros 500...

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Tomás WRuas disse:

Buenas!
 

Em Florianópolis ontem tivemos um dia muito interessante. A noite foi com intensa advecção de vento norte. Ao amanhecer, o incomum vento oeste entrou na ilha trazendo um forte aquecimento adiabático. No Canto dos Araçás e na Avenida das Rendeiras, a máxima ficou na casa dos 28°C. À medida que o adiabático ia amainando, tivemos alguns momentos de calmaria entre as 10h e 14h, tudo com muito calor. Logo depois das 14h, o vento sul da MP que nos influencia hoje entrou com tudo, derrubando a temperatura pra casa dos 18°. Isso causou o fenômeno curioso que o @VitorVM comentou: enquanto o norte da Ilha registrava 32°, a Lagoa da Conceição já estava na casa dos 19°.

 

image.png.f778bd760cb8d7e1d59e6af1ec019e7a.png

 

 

As máximas ontem, claramente definidas pela latitude (timing da frente):

  • 32,1° Carijós
  • 31,8° Santo Antônio de Lisboa
  • 31,4° Ratones
  • 31,4° São José/Inmet
  • 30,5° Itacorubi
  • 28,1° Aeroporto Hercílio Luz
  • 28,0° Canto dos Araçás
  • 27,7° Avenida das Rendeiras

Percebi também essa chegada dos ventos do sul logo q anoiteceu, vendo os mapas.

Em Paranaguá, o vento sul atingiu aproximadamente 50 km/h nas rajadas e a temperatura baixou, tanto q Curitiba registrava quase a mesma temperatura da faixa litorânea mais exposta aos ventos.

No interior do continente, ventos fracos de w/sw e calmaria 👇

1565564541231.thumb.jpg.4436b3d804106a48b2f8546eff12cb73.jpg

 

Hoje, um dia estranho por aki..

Máximas variando entre 19/24°C na área metropolitana. É uma boa diferença entre estações ao leste (menores) e oeste (maiores).

O final da tarde, apesar de belo, denunciou uma atmosfera "suja" pela poeira e fumaça suspensas no ar.

1565558257436.thumb.jpg.60c306470105dd63be501cc34dbfc8aa.jpg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Wagner97 disse:

Caso a América do Sul estivesse posicionada 10° de latitude mais pra baixo(que é meu sonho da vida), como vocês acham que seria a vegetação em áreas como Paraná, SP, sul de Minas, etc? Seria parte dos pampas ou algum outro tipo de formação vegetal subtropical/temperada? Sempre tive essa curiosidade hehe

Nesse caso a vegetação do Sul do Brasil seria uma floresta temperada como no centro-norte dos Estados Unidos e na Europa Ocidental, a neve pintaria de branco com acumulação nas serras sulinas e na Mantiqueira, no restante, incluindo partes dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, todo ano ocorreria neve em pequena quantidade e chuva congelada.

As capitais Campo Grande e São Paulo teriam mínimas absolutas entre -2/-3 C, teríamos extensos cultivos de pera, maçã e trigo nos estados do RS, SC, PR e culturas de uva, azeitona e pêssego em SP, MS, MG e até no RJ. As frentes frias chegariam até Fortaleza, o cerrado se entenderia até Manaus e as araucarias até o sul de Goiás. O único problema é que teríamos muitos tornados, pois o choque térmico entre o ar quente do Chaco com as massas polares seria muito maior, então teríamos que ter sistemas de alerta.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Resumo da ópera, dessa nossa "viagem imaginária climática": Prefiro do jeito que é mesmo. Não acho ruim o clima brasileiro ! Além disso, esse fórum só existe justamente por causa da nossa emoção em nos depararmos com os fenômenos do tempo frio que, se fosse tão comuns assim, nem haveria sentido em enaltecer eles através de um monitoramento empolgante pela internet. 

 

@Carlos Campos, não tem ideia da minha empolgação em ver a geada esse ano aqui no município de JF. Para você, não passa de algo corriqueiro e não muito empolgante. Se eu tivesse meus extremos de -09C / 33C, com certeza não seria mais empolgado ou menos empolgado do que na minha realidade real, hehehe. Seria apenas diferente. Então: Agradeço o meu clima CwB 😀😃

  • Like 4
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O ar frio chegou ao sul do Paraná durante a tarde de ontem e permaneceu até a manhã de hoje, recuando e dando espaço novamente à massa de ar kente (q tbm irá recuar nas próximas 24h, dando espaço à nova massa de ar frio 😂).... É uma loucura típica de primavera.

Palmas teve geada e temperatura negativa nas baixadas ( 2,2°C e calmaria no topo) e chegou a 25,3°C na parte da tarde. Amplitude de ~25°C, tudo por culpa de massas de ar q não sabem o q fazem da vida 🤔

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Renan disse:

Resumo da ópera, dessa nossa "viagem imaginária climática": Prefiro do jeito que é mesmo. Não acho ruim o clima brasileiro ! Além disso, esse fórum só existe justamente por causa da nossa emoção em nos depararmos com os fenômenos do tempo frio que, se fosse tão comuns assim, nem haveria sentido em enaltecer eles através de um monitoramento empolgante pela internet. 

 

@Carlos Campos, não tem ideia da minha empolgação em ver a geada esse ano aqui no município de JF. Para você, não passa de algo corriqueiro e não muito empolgante. Se eu tivesse meus extremos de -09C / 33C, com certeza não seria mais empolgado ou menos empolgado do que na minha realidade real, hehehe. Seria apenas diferente. Então: Agradeço o meu clima CwB 😀😃

Renan, vc é a minha principal empolgação neste fórum! 

Pode acreditar, meu amigo!

Vc sabe o quanto fikei feliz com as tuas "caçadas'...

😍

E, sim... Se nosso clima fosse parecido com o q gostaríamos q fosse, não teria tanta graça.

No fundo é tudo uma grande e lonnngaaa brincadeira a nossa...

Abraço

  • Like 2
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
2 horas atrás, Carlos Campos disse:

Bem, levando em consideração que a Patagônia se estenderia até a Península Antártida e não haveria uma grande massa de água (q atenua o potencial de frio das frentes polares), os invernos seriam mais rigorosos em boa parte do continente. Possívelmente Manaus teria mínimas parecidas com as de Cuiabá, Brasília apresentaria mínimas inferiores às de Guarapuava e Porto Alegre seria uma espécie de Bahia Blanca, com nevadas ocasionais no inverno e na primavera.

São Joaquim registraria todos os anos os 2 dígitos negativos, sendo a mínima absoluta -22,4°C na estação Invernadinha (do Fernando Keiser).

A mínima de Caçador ( -23,1°C) seria contestada, se verídica ou não, até os dias de hoje.

Florianópolis não atrairia tantos turistas de verão, já q o mesmo estaria sujeito às frequentes "suestadas" frias e Ratones registraria -8°C regularmente. 

Em um dia como o de hoje, as extremas de Pinheiro Machado, na baixada, seriam  -11,6/3,1°C. Máximas negativas seriam comuns por lá. 

As extremas de Curitiba seriam  -2/30°C em Janeiro e  -14/21°C em Julho. 

Raia da Pedra estaria entre as principais estações de eski da região e o Renan não teria q sair procurar focos de geada nos arredores baixos de JF... A caçada seria nos topos, atrás de neve. As extremas no município:  -9,7/33,2°C.

No geral, de Minas Gerais para baixo, clima menos úmido, com 1.100mm anuais em BH e 780mm em Porto Alegre... A Serra da Mantiqueira estaria frequentemente fechada para visitantes nos pontos mais elevados, devido às fortes tempestades de neve invernais e primaveris mas poucos aki se importariam com esse fato.

A paisagem seria mais ou menos assim 👇na Serra Catarinense (no verão)Sierra_de_La_Ventana_Argentina_C-870x726.jpg.8da838612ad686dad90ea4dfbec3e6fc.jpg

 

bdc7d0f30e0c420b2ac279d6a1c096e4_XL.jpg.4d2b0599e90a6e703f9d96aa418adb62.jpg

 

 

Já, no inverno 👇358654067_images(3).jpeg.5bbf80b9a73529aa40790766730d318e.jpeg

 

Pousada em Serra Dona Francisca (Joinville), durante uma nevada 👇1565559843639.jpg.6c6a90e2aae8b787848686f8c11823b2.jpg

 

Em São Paulo, o problema "urbanização" seria discutido todos os anos e as mínimas continuariam sem baixar dos  -5°C, enquanto na Capela do Socorro os pekenos riachos ficariam congelados por 2 ou 3 dias nas ondas de frio mais intensas.

🙄😍

Enfim, sonhar (e imaginar) não custa...

Nas MPs mais fortes as geadas chegariam ao sul do Amazonas e ao Acre, as cataratas do Iguaçu congelariam nas partes com menos volume de água, e rios até que grandes congelariam no RS, SC e PR, a busca por neve nas cidades da serra gaúcha/catarinense se transformariam em busca dos melhores pontos para montar estações de esqui, para qualquer cidade abaixo dos 20° atualmente temperaturas negativas nem teriam atenção, a espera atual de uma mínima negativa de 2 dígitos seria a busca por uma sub- -20°, e o Brasil ia sofrer muito com a falta de aquecimento adequado nas residências

 

 

Como seria as Cataratas do Iguaçu em uma MP estilo Julho de 1975

niagara-congelada-new-york-canada-23012019123553771.jpeg

Edited by Felipe S Monteiro
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.