Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Augusto Göelzer

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2019

Recommended Posts

Bom dia! Ontem tivemos um dia de sol e muitas nuvens em Buenos Aires, com mínima de 10°C e máxima de 21°C na estacao do Observatório Central. Mas a diferenca foi grande entre áreas mais continentais e áreais mais próximas do rio. O Aeroparque, por exemplo, sequer chegou aos 17°C.
 

Hoje estamos registrando várias pancadas de chuva desde o meio da madrugada, algumas fortes, com atividade elétrica e inclusive queda de granizo (aqui no centro da cidade nao). Agora chove fraco por aqui, faz apenas 12,7°C, URA de 91%, vento leste a 9 km/h e pressao de 1.007,4 hpa.

Mais tarde as chuvas comecam a diminuir e à noite já teremos céu parcialmente nublado. A máxima prevista para hoje é de 18°C. O sol nasceu às 7h31 e se poe às 18h24.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Campos disse:

Olá à todos...

O resfriamento foi intenso durante a noite aki no leste paranaense, principalmente nas áreas abertas e de menor altitude.

Entre a tarde de ontem e a manhã de hoje, a keda de temperatura atingiu 22,8°C: de 26,1°C para 3,3°C!

A geada apareceu fraca em vários locais e mostrou q Agosto/19 ainda tem "lenha pra keimar"...

1566039156125.thumb.jpg.3345ae8c807c5d271b77389eac384d6f.jpg1566038993369.thumb.jpg.5a0b819d6ffb08b7ff754513e0f0f72f.jpg1566039538955.thumb.jpg.4b1ff5b279cc0bbf59e7f44ce82701d2.jpg1566039072237.thumb.jpg.4fd587457d392328903e5b45c0f72c40.jpg1566039098798.thumb.jpg.0f8f8e4c2ba1e758618553c28868b854.jpg1566039018777.thumb.jpg.29f83c8d2510cd9f4a69d23f78f9443d.jpg

 

Markei no mapa os locais onde fiz as imagens... Os lugares onde a geada apareceu nitidamente. Também fiz medição da temperatura em 3 locais diferentes: em casa (7,6°C), na área da estação (3,3°C) e no ponto mais baixo, até onde consegui chegar sem ter q atravessar um cercado e sem me afastar muito da vila (2,5°C) 👇1566042830212.jpg.c2abd2ecdce01ce50a4f24f75b9739d4.jpg

 

O surgimento do Sol nesta manhã foi bem bonito tbm:

1566039123265.thumb.jpg.7b642b9b5ee3162ffdfa4893798c3188.jpg

 

Show as fotos. Minha estação no Bairro Orleans também deve ter ficado na casa de 3ºC, saiu do ar as 5h50 com 4,0ºC

  • Like 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia, doutores. 

 

Aqui na Grande Porto Alegre, o tempo virou no início da manhã e, em véspera de chegada de frente fria, temos um dia excelente para lavar roupas:

 

79MCDw.jpg

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marinho,

 

O monitoramento sera encerrado. As estacoes do Itatiaia serão desativadas e retiradas no fim deste mês (Massena e Campo Belo), por falta de apoio na região....manutenção, coleta de dados, etc. A estacao doada por alguns integrantes deste forum em 2013, continuara no Marcao (bica) se possível online. O Inmet segue normalmente!

  • Confused 1
  • Sad 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia desses, falamos sobre máximas baixas nos meses de inverno e com isso na cabeça, resolvi dar uma vasculhada nas minhas anotações.

Encontrei algo interessante... Interessante, pq neste caso minha memória meteorológica não me traiu: a tarde do dia 4 de Agosto/2010, ou há exatos 9 anos atrás eu senti na pele os efeitos da forte onda polar q atingiu basicamente o Sul do país, causando inclusive keda de neve e chuva congelada em muitas cidades, tanto do planalto da neve quanto no sul e sudeste do Paraná (no Paraná, basicamente chuva congelada no sudeste).

Por que estou citando este evento, se houveram frios bem maiores em outras ocasiões? Principalmente pq eu quase tive uma hipotermia nakela tarde. Chovia copiosamente e eu lembro de ter visto termômetros marcando temperatura de 3 e 4°C em plena tarde chuvosa. Estava no centro de Curitiba e mesmo dentro do shopping Estação Plaza não dava pra aguentar a baixa temperatura. Tomei 1 café, comi alguma coisa e tomei outro café... tentando adiar inutilmente ao máximo a hora de ter q sair e enfrentar um frio ainda pior do q o q fazia lá dentro.

As anotações dos meus registros pessoais da época eu teria q procurar, e não estou disposto a ter esse trabalho agora, mas achei fácil anotações referentes aos dados do aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais (RMCURITIBA). Foram 4 dias de frio intenso e a menor máxima (7,9°C) é a registrada no dia do meu passeio no Shopping. Porém essa máxima não deve ter ocorrido nakela tarde, e se ocorreu foi por volta do meio-dia ou um pouco mais, já q dp das 14h a temperatura estava abaixo dos 6°C.

Os dados do aero 👇IMG_20190817_111818.jpg.b3fc7c6b397fa4fd5b33bd567502eca8.jpg

 

Relatos exagerados nessas situações sempre aparecem, principalmente nas redes sociais e jornalecos, mas a matéria da qual retirei o título abaixo é do Jornal Gazeta do Povo, um dos maiores do país:

IMG_20190817_112443.jpg.040a62c1a4459f6198e9ceb7d31adec4.jpg

 

É claro q a temperatura não atingiu 0°C no Parque Barigui no meio dakela tarde, mas a sensação térmica era condizente com isso. 

A chuva caía sem dó nem piedade e pensei inclusive q iríamos ter neve antes do final do dia.

Não nevou, não negativou e o ar frio se afastou para o oceano...

Nas minhas buscas, encontrei os dados do mês de Julho de 1988, com as tão comentadas (por mim, basicamente haha) máximas sub10°C de Curitiba.

Em outro momento posso falar sobre isso. 

Edited by Carlos Campos
  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Carlos Campos disse:

Olá à todos...

O resfriamento foi intenso durante a noite aki no leste paranaense, principalmente nas áreas abertas e de menor altitude.

Entre a tarde de ontem e a manhã de hoje, a keda de temperatura atingiu 22,8°C: de 26,1°C para 3,3°C!

A geada apareceu fraca em vários locais e mostrou q Agosto/19 ainda tem "lenha pra keimar"...

1566039156125.thumb.jpg.3345ae8c807c5d271b77389eac384d6f.jpg1566038993369.thumb.jpg.5a0b819d6ffb08b7ff754513e0f0f72f.jpg1566039538955.thumb.jpg.4b1ff5b279cc0bbf59e7f44ce82701d2.jpg1566039072237.thumb.jpg.4fd587457d392328903e5b45c0f72c40.jpg1566039098798.thumb.jpg.0f8f8e4c2ba1e758618553c28868b854.jpg1566039018777.thumb.jpg.29f83c8d2510cd9f4a69d23f78f9443d.jpg

 

Markei no mapa os locais onde fiz as imagens... Os lugares onde a geada apareceu nitidamente. Também fiz medição da temperatura em 3 locais diferentes: em casa (7,6°C), na área da estação (3,3°C) e no ponto mais baixo, até onde consegui chegar sem ter q atravessar um cercado e sem me afastar muito da vila (2,5°C) 👇1566042830212.jpg.c2abd2ecdce01ce50a4f24f75b9739d4.jpg

 

O surgimento do Sol nesta manhã foi bem bonito tbm:

1566039123265.thumb.jpg.7b642b9b5ee3162ffdfa4893798c3188.jpg

Carlos Campos,

as tardes frias voltam para Piraquara e região, na segunda e terça.

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Campos disse:

Dia desses, falamos sobre máximas baixas nos meses de inverno e com isso na cabeça, resolvi dar uma vasculhada nas minhas anotações.

Encontrei algo interessante... Interessante, pq neste caso minha memória meteorológica não me traiu: a tarde do dia 4 de Agosto/2010, ou há exatos 9 anos atrás eu senti na pele os efeitos da forte onda polar q atingiu basicamente o Sul do país, causando inclusive keda de neve e chuva congelada em muitas cidades, tanto do planalto da neve quanto no sul e sudeste do Paraná (no Paraná, basicamente chuva congelada no sudeste).

 

Agosto de 2010, se falarmos de máxima durante a tarde, tivemos no AERO:

02/08: 8,2°C | 9,1°C

03/08: 6,5°C | 7,9°C

04/08: 3,9°C | 5,2°C  (a temperatura se elevou noite adentro, com a despedida do ar frio)

05/08: 6,0°C | 12,5°C

 

Sim, foi sensacional. Sem chance pro sol, e por isso amplitudes baixíssimas. Dentro de casa, já no dia 05, era um gelo só. Lembro que saia fumacinha facilmente. Alguns valores oficiais são diferentes, mas não ligo muito. Ainda em Julho do mesmo ano:

13/07: 11,3°C | 12,7°C

14/07: 6,0°C | 8,9°C

15/07: 5,2°C | 8,0°C

16/07: 6,3°C | 8,2°C

17/07: 7,5°C | 12,4°C

 

No começo de Outubro, ainda tivemos máxima de 11°C e em Dezembro, acredito ser a menor máxima da história, com muita e muita chuva:

14/12: 10,1°C | 13,2°C

 

Destes eventos lembro menos do que 22/08/11, quando já acompanhava meteorologia. Nesse dia, eu tinha aula de inglês e andava a pé 1 km. Foi um dia muito feliz haha

22/08/11: 5,8°C | 7,1°C

 

E pra finalizar, quero colocar alguns dados da sequência mais longa sem sol de que me lembro. Não sei ao certo quantos dias durou, mas o mês todo foi praticamente de céu cinza:

 

image.png.5a77754ee3d4cc092248720e48b48849.png

 

image.png.ef614027c7b8fa2d364847ad77570430.png

 

Me desculpem o off-topic :s

  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais uma sub-5 pra conta. Tive mínima de 4.7°C na fazenda. Inmet de Varginha registrou 7.2°C, se não me engano. Agora faz 23°C por aqui. 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como é de costume, o excesso de vento atrapalhou a queda de temperatura em BH, que teve minima de 12°C na maior parte da cidade e 9°C nos bairros serranos. Se, por um lado, o vento atrapalha a queda nos termômetros, ele acentua a sensação de frio, que estava bem grande na noite passada. Estava muito desconfortável ficar parado na rua após às 21h.

 

Nas últimas 36h não parou de ventar na capital em nenhum momento, com rajadas constantes de 20 a 30km/h.

 

Hoje, no começo da manhã, a ZS de BH tinha:

 

9,3C e vento de até 56km/h. 

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Carlos Campos disse:

Sim, e eu fiz a observação referente aos dias em q ocorrem geadas não generalizadas, e quase q exclusivamente em pontos isolados do sul de Minas, nordeste se SP e até mesmo na Serra Catarinense. Já presenciei geada q não sobe morro (pekenas elevações de não mais do q 40/50m) em Bom Jardim da Serra, em São Joaquim e em Silveira/S.José dos Ausentes, quando morei por lá. 

São situações com atuação de ar frio e seco, geralmente...

Abraço

Digo mais Carlos Campos, não só não precisa haver ar frio (na atmosfera livre da área em questão) para gear em baixadas bem protegidas, mas pode até haver quente (acima das médias da época), desde que seco.  Lembro bem de um ano, acho que 2013 ou 2014, em que logo no segundo dia de janeiro houve uma negativa (-0,1 ou -0,2ºc) no posto Marcão em Itatiaia, e era um período em que as máximas e até mínimas andavam bem acima da média pelo sudeste (mas o ar estava mais seco e estável que o normal para janeiro).  E no verão passado a menor mínima do verão no campo Belo (1ºc) o ocorreu no início de fevereiro, quando São Paulo quebrava recordes mensais de calor com mais de 36ºc (ar muito quente, mas seco para a época).  O próprio recorde de inverno no baixadão do Campo Belo (acho que -13ºc em 07/2016) ocorreu numa madrugada em que o Massena estava com "medianos" 5ºc, mas o ar estava estupidamente seco e parado.

 

Claro que Itatiaia é um mundo a parte, mas isso (gear com temperatura em altura até acima das médias climatológicas) é bastante comum também em lugares habitados da Mantiqueira (como Delfim Moreira, Maria da Fé...) e nas terras altas de RS/SC/PR (Ausentes, São Joaquim, Urupema, Bom jardim da Serra, Piraquara...).  Já cansei de ver geada nos baixadões da Serra Catarinense quando a área estava sob a influência de massas de ar muito mais quentes que a média, e isso ocorre desde que o ar seja suficientemente seco e haja pouco vento para perturbar a camada de inversão.  Ex: amanhecer perto de zero ou um pouco negativo e chegar a quase 25ºc à tarde em Urupema (geralmente nestes dias topos como INMET SJ e MI mal baixam dos 10ºc, denunciando o ar já aquecido em altura).  Sem esquecer do bizarro 04/09/2011, quando o Pico do Couto amanheceu com 16ºc e umidade quase zerada e a auto da zona rural de Friburgo com recorde de frio (-1,1ºc).

 

Essas massas de ar seco muitas vezes tem origem polar, mas ainda podem produzir condições propícias para geadas em baixadas protegidas muito depois de perderem todo o ar frio original (tendo se tornando massas de ar quente), e só restar a secura.  Talvez isso seja o tal “ar frio velho” de que falam, mas prefiro chamar de “ex-ar frio” (a atmosfera mesmo já está quente, só que condições ideais para resfriamento radiativo provocam mínimas pontuais ainda baixas).  E creio ser exatamente o caso aí da sua região hoje, o ar em altura está bem quente para a época (evidenciado pela máxima de ontem e pelo calor de hoje também, mas como havia pouco vento e ar seco em altura chegou a gear fraco nas baixadas cedo).  Aqui estamos na mesma situação, a massa de ar em altura não está nada fria, mas uma camada de ar seco e a calmaria ainda favoreceram mínimas perto ou abaixo de 10ºc nos pontos mais frios da RM do RJ na última madrugada.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde, o dia amanheceu frio na area urbana de Friburgo. A minima ficou na casa dos 6°C, tanto na UERJ, qto no meu termometro aqui em casa. No Inmet a minima tb não desceu dos 6°C. Agora, faz 18°C, Sol fraco.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia de grande amplitude térmica, com quase 20 graus de diferença entre a mínima e a máxima. 

 

Variamos dos 05,9°C aos 23,7°C. Muito bom !

Share this post


Link to post
Share on other sites

E pelo Euro 12Z, serão pelo menos seis dias seguidos com máximas sub-20 e possibilidade de chuva a partir de Terça-feira. 

 

AgostOSO, te amo. 

  • Like 3
  • Thanks 1
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Renan disse:

E pelo Euro 12Z, serão pelo menos seis dias seguidos com máximas sub-20 e possibilidade de chuva a partir de Terça-feira. 

 

AgostOSO, te amo. 

Renan,

do jeito que gosto, chove 1 dia ou 2, após, máximas baixas e mínimas baixas.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, CloudCb disse:

 

A estação automática de Campina Grande (PB) sofre desse mesmo problema, parece.

A situação parece se inverter com relação às chuvas (a automática registra corretamente, mas a convencional não - Em Julho e neste Agosto teve casos assim).

 

De Campina Grande não posso falar nada mas, de modo geral, parece que os pluviômetros convencionais são mais confiáveis.

 

Já são vários os casos de estações automáticas que não registraram chuva ou registraram num valor muito abaixo da convencional ao lado.

Alguns relatados por participantes do BAZ que moram nas localidades em questão e viram a chuva cair.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Felipe S Monteiro disse:

34,2° na tarde de segunda, e 6,9° na manhã de quarta, me senti no Saara

A cidade de Estreito/MA que destaque hoje pela manha como minima de 13.6 teve máxima de 36.9, quase 24 graus de amplitude térmica com umidade relativa do ar caindo a 20%. E olha que essa estação automática do INMET está a menos de 2km do gigantesco rio Tocantins.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Previsão para SP do YR: 

 

Seg: 14/17 (inversão térmica)

Ter: 13/14

Qua: 13/16

Qui: 13/15

Sex: 12/15

Sab: 10/16

Dom: 11/19

Seg: 10/21

Ter: 9/ ?

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, Victor Naia disse:

Previsão para SP do YR: 

 

Seg: 14/17 (inversão térmica)

Ter: 13/14

Qua: 13/16

Qui: 13/15

Sex: 12/15

Sab: 10/16

Dom: 11/19

Seg: 10/21

Ter: 9/ ?

 

😍😍😍

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pensei que eu teria um choque térmico ao embarcar para Recife... Estava enganado!

 

Amanhã devo embarcar com 29°C em Confins e chegar a capital Pernambucana com 26°C e condições mais agradáveis do que na região de BH. 

 

Mas vamos ver, vai precisar esquentar muito em relação a hoje em BH para isso acontecer. Hoje foi bem frio ainda!

 

Aos colegas nordestinos, uma pergunta: Entre agora e o final do ano costuma chover mesmo que esporadicamente nas capitais Recife e João Pessoa?

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, Victor Naia disse:

Previsão para SP do YR: 

 

Seg: 14/17 (inversão térmica)

Ter: 13/14

Qua: 13/16

Qui: 13/15

Sex: 12/15

Sab: 10/16

Dom: 11/19

Seg: 10/21

Ter: 9/ ?

 

 

Impressionante ! Se confirmar, poderemos ter um mês de Agosto com anomalias negativas significativas de Temperaturas.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Parece que o inverno acabou nessa semana aqui em Altônia, daqui pra frente volta a mesma monotomia que foi Junho

Capture+_2019-08-17-22-25-23-1.png

 

É a posição da tua cidade que não ajudará nessa próxima MP, que será muito marítima. Mas ainda achei muito exagerada essa projeção do modelo. Não deve ficar tão acima da média essa semana por aí.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Aldo Santos disse:

 

De Campina Grande não posso falar nada mas, de modo geral, parece que os pluviômetros convencionais são mais confiáveis.

 

Já são vários os casos de estações automáticas que não registraram chuva ou registraram num valor muito abaixo da convencional ao lado.

Alguns relatados por participantes do BAZ que moram nas localidades em questão e viram a chuva cair.

Aldo, eu venho acompanhando os resumos diários das estações do INMET por vários anos e posso dizer as duas situações acontecem, ou seja, os dados de chuva mais confiáveis parecem vir da automática em alguns casos e da convencional em outros.  Mas no atacado você está certíssimo, pois as falhas/entupimentos nos pluviômetros das estações automáticas são muito mais recorrentes que na rede convencional, a ponto de inutilizar completamente os dados das automáticas para fins de cálculo das normais climatológicas de precipitação. 

O grande problema é que a capacidade e rapidez da manutenção do INMET estão muito abaixo até de um nível que, apesar de bem abaixo do ideal, daria um mínimo de operacionalidade à rede para fins climatológicos.  Por exemplo: na maior parte dos países desenvolvidos a rede de estações climatológicas já foi praticamente toda automatizada, mas quando algum equipamento deixa de funcionar o reparo/substituição é providenciado geralmente em poucos dias (exceto por estações em áreas remotas, onde com raras exceções costuma demorar no máximo 1/2 semanas), de maneira que pouquíssimos dados se perdem durante o ano e o cálculo das médias mensais/anuais é pouco afetado.

 

Aqui a situação é muito diferente, o tempo médio para reparo de um pluviômetro que deixa de registrar a chuva que cai (com raras exceções) é de vários meses, e perde-se uma quantidade muito grande de dados.  Exemplos reais: Nova Friburgo INMET começou a funcionar em outubro de 2010, mas só tem dados de chuva completos em 2011 e 2012.  Todos os anos de 2013 para cá estão com dados pluviométricos incompletos, e nos anos mais recentes o equipamento não funcionou corretamente por vários meses (em 2019, ficou totalmente inoperante entre meados de março e meados de julho).  Na Vila Militar, a estação com 11 anos de funcionamento tem apenas 3 anos de dados pluviométricos completos.  E em lugares mais remotos como no Norte do país o problema é ainda maior, algumas estações chegam a passar o ano inteiro sem dados confiáveis.  Até em estados ricos como São Paulo algumas estações têm grandes buracos nos dados (não só de chuva). Barra Bonita, por exemplo, está com dados de chuva zerados desde 2018, e mais da metade das estações do estado já perderam uma grande quantidade de registros só em 2019.  Caso o INMET acabe com todas as convencionais, será quase como decretar o fim da climatologia de precipitação no Brasil (restarão postos manuais como os da ANA e eventuais órgãos estaduais, mas nada do principal órgão de monitoramento do tempo e clima no país).

 

Creio que todos sabem das dificuldades orçamentárias enfrentadas pelo INMET e demais órgãos públicos do Brasil, mas seria ingenuidade resumir tudo a isso.  Além de haver quadros parasitários dentro do INMET (assim como gente boa também, mas o primeiro grupo atrapalha bastante o segundo), o foco da operação das automáticas está mais em fornecer dados em tempo real para alimentar previsões que na qualidade e continuidade dos registros em médio/longo prazo... Para vocês terem uma ideia do nível de desinteresse de certos burocratas, até um erro óbvio nos registros da estação convencional central da rede (em Brasília) foi finalmente detectado e corrigido após 2 anos em 2017, mas todo um histórico de dados ruins gerados por este problema foi totalmente ignorado.  Simplesmente trocaram o termômetro de máxima defeituoso (superestimava a temperatura), e não se deram nem ao trabalho de substituir os dados errados pelos da estação automática ao lado, que por acaso estava funcionando perfeitamente e serviria justamente para isso.

  • Like 4
  • Thanks 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelos insiste em chuva para os próximos dias em áreas do sudeste.

 

Europeu - 12z - 17/08/2019 - próximos 10 dias

8Jpfsrz.png

 

 

GFS - 18z - 17/08/2019 - próximos 15 dias

WcWTunS.png

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, Daniel85 disse:

Modelos insiste em chuva para os próximos dias em áreas do sudeste.

 

 

Algumas previsões estão até sugerindo chance de trovoadas isoladas essa semana no Rio, o que é bem incomum em sistemas deste tipo nesta época (a última trovoada aqui foi entre os dias 14 e 15 de maio).  Existe a chance de bons acumulados nos cinturões orográficos, o que aumentaria os já significativamente acima da média índices pluviométricos do mês em bairros do Rio como o Jardim Botânico (154 mm até agora) e Alto da Boa Vista (237 mm).  Segue a chance de agosto de 2019 se tornar o mais chuvoso desde 2003 na cidade do Rio, para isso o índice médio na cidade durante a semana só precisa superar os 26,5 mm.

 

Em Niterói temos 55 mm no INMET, já um pouco acima da média de agosto, que é a menor do ano (40/50 mm).

 

Outro destaque é que teremos vários dias com máximas amenas, possivelmente o maior período contínuo de tardes frescas do ano, e mesmo com mínimas dentro da média as tardes amenas da semana que vem vão contribuir para deixar agosto (que está com temperatura dentro da média até agora) um pouco abaixo da média.  Mas como há possibilidade de calor nos últimos dias do mês (longe ainda para cravar), segue indefinido o destino das anomalias térmicas finais de agosto, só aposto que serão pequenas (para mais ou menos).

 

Antes disso teremos um último dia de sol e calor amanha, e a noite segue com tempo aberto e 21ºc por aqui.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, boa noite!

Sábado de grande amplitude térmica em São Paulo.

Eis alguns dados:

- Marsilac: 4,9 - 25,9

- Capela do Socorro: 6,5 - 26,5

- Pirituba: 9,2 - 27,0

- Santana do Parnaíba (região metropolitana): 6,4 - 26,1

 

No momento, já temos sub-10 em Marsilac, com 9,8.

 

 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pela 18z do GFS deste sábado (17/08), áreas do centro oeste do Brasil (centro sul de MT e de GO e todo o MS) e o Paraguai devem torrar no dia 2 de setembro, enquanto o frio promete ser congelante, literalmente um freezer à céu aberto no extremo sul argentino.

 

Temperatura em 850 hpa

6u2BD2s.png?1

 

 

Anomalia da temperatura em 850 hpa - Valores muito alto no centro sul do Brasil e no Chaco

kNXlBTr.png?1

Edited by Daniel85
  • Sad 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Daniel85 disse:

Pela 18z do GFS deste sábado (17/08), áreas do centro oeste do Brasil (centro sul de MT e de GO e todo o MS) e o Paraguai devem torrar no dia 2 de setembro, enquanto o frio promete ser congelante, literalmente um freezer à céu aberto no extremo sul argentino.

 

Temperatura em 850 hpa

6u2BD2s.png?1

 

 

Anomalia da temperatura em 850 hpa - Valores muito alto no centro sul do Brasil e no Chaco

kNXlBTr.png?1

Bom, agosto deve fechar muito bem em SP. Começar setembro com calor é um preço razoável a pagar. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Carlos Campos disse:

Dia desses, falamos sobre máximas baixas nos meses de inverno e com isso na cabeça, resolvi dar uma vasculhada nas minhas anotações.

Encontrei algo interessante... Interessante, pq neste caso minha memória meteorológica não me traiu: a tarde do dia 4 de Agosto/2010, ou há exatos 9 anos atrás eu senti na pele os efeitos da forte onda polar q atingiu basicamente o Sul do país, causando inclusive keda de neve e chuva congelada em muitas cidades, tanto do planalto da neve quanto no sul e sudeste do Paraná (no Paraná, basicamente chuva congelada no sudeste).

Por que estou citando este evento, se houveram frios bem maiores em outras ocasiões? Principalmente pq eu quase tive uma hipotermia nakela tarde. Chovia copiosamente e eu lembro de ter visto termômetros marcando temperatura de 3 e 4°C em plena tarde chuvosa. Estava no centro de Curitiba e mesmo dentro do shopping Estação Plaza não dava pra aguentar a baixa temperatura. Tomei 1 café, comi alguma coisa e tomei outro café... tentando adiar inutilmente ao máximo a hora de ter q sair e enfrentar um frio ainda pior do q o q fazia lá dentro.

As anotações dos meus registros pessoais da época eu teria q procurar, e não estou disposto a ter esse trabalho agora, mas achei fácil anotações referentes aos dados do aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais (RMCURITIBA). Foram 4 dias de frio intenso e a menor máxima (7,9°C) é a registrada no dia do meu passeio no Shopping. Porém essa máxima não deve ter ocorrido nakela tarde, e se ocorreu foi por volta do meio-dia ou um pouco mais, já q dp das 14h a temperatura estava abaixo dos 6°C.

Os dados do aero 👇IMG_20190817_111818.jpg.b3fc7c6b397fa4fd5b33bd567502eca8.jpg

 

Relatos exagerados nessas situações sempre aparecem, principalmente nas redes sociais e jornalecos, mas a matéria da qual retirei o título abaixo é do Jornal Gazeta do Povo, um dos maiores do país:

IMG_20190817_112443.jpg.040a62c1a4459f6198e9ceb7d31adec4.jpg

 

É claro q a temperatura não atingiu 0°C no Parque Barigui no meio dakela tarde, mas a sensação térmica era condizente com isso. 

A chuva caía sem dó nem piedade e pensei inclusive q iríamos ter neve antes do final do dia.

Não nevou, não negativou e o ar frio se afastou para o oceano...

Nas minhas buscas, encontrei os dados do mês de Julho de 1988, com as tão comentadas (por mim, basicamente haha) máximas sub10°C de Curitiba.

Em outro momento posso falar sobre isso. 

2010 pra mim tbm foi um ano que marcou muito aqui em BH. Lembro da constância de temperatura  baixa no centro e Pampulha.  Pena que não  tenho as máximas. Mas foi tbm um  ano basta  quente. 

 

Na estação meteorológica de Santo Agostinho, que faz medições diárias desde 1910. Esta foi a temperatura mais baixa neste local desde 18 de agosto de 2010, quando o termômetro marcou 8,5°C


temperaturas mais baixas registradas em BH, segundo TempoClima PUC:

 
14/05/2010 – 8,1ºC

07/06/2010 – 8,2ºC

13/06/2010 – 7,4ºC

14/06/2010 – 8,7ºC

Conv / Santo Agostinho

18/08/2010 -  8,5°C




 


 

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, RafaelBHZ disse:

Aos colegas nordestinos, uma pergunta: Entre agora e o final do ano costuma chover mesmo que esporadicamente nas capitais Recife e João Pessoa?

 

Sim.

 

Abaixo as médias de 1981 a 2010, no Inmet.

 

• Recife:

image.png.eaef238e24fee8a720dbabb13e7d0af1.png

• João Pessoa:

image.png.539456a0256abd4b913a9eedeb2b0979.png

 

 

Nos últimos 5 anos os últimos 4 meses do ano registraram os seguintes acumulados:

• Recife

image.png.205faf5fbaeedfa76eccc6b04d59b177.png

• João Pessoa

image.png.964e46a4d96f63ca6b709b2473a5c844.png

Edited by CloudCb
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Final de semana que vem vou deixar novamente online a estação do mirante da serra do Rio do Rastro e trocarei a pilha do sensor do Mescalero Ranch.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

As temperaturas mínimas voltaram a cair hoje na PB.

  • Monteiro: 15.7°C
  • Itaporanga: 16.3°C
  • São Gonçalo: 17.1°C
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia. 

 

Domingo começou com 22,9°C na automática do INMET em Campo Bom. 

 

Provavelmente teremos máxima E mínima invertidas hoje. 

 

JbfHGL.jpg

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia! Depois da chuva forte na manha de ontem, que deixou 32 mm, o tempo comecou a abrir e já tivemos as primeiras aberturas de sol por volta das 11h30. A nebulosidade continuou diminuindo à tarde, até o tempo ficar ensolarado. À noite a temperatura comecou a cair. Tivemos mínima de 11,6°C e máxima de 17,2°C.

 

Hoje temos sol e céu parcialmente nublado, com só 10,5°C agora, URA de 60%, vento sul a 13 km/h e pressao de 1.023,2 hpa. A mínima foi de 7°C e a máxima prevista para hoje é de 13°C. O sol nasceu às 7h30 e se poe às 18h24.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

2019 definitivamente é o ano do adiabático em Floripa. Nesta madrugada, mais uma vez, tivemos a ação do vento zonda, que atuou durante quase 4 horas constantes. A temperatura teve uma elevação súbita de madrugada, o que resultou em máxima de incríveis 26,4° na estação da Avenida das Rendeiras por volta das 7h15min da manhã - horário em que tradicionalmente temos a mínima do dia. A umidade desceu a 41%. 

 

Logo após o amanhecer, o vento sul entrou e já tivemos rápida queda de temperatura. E, em alguns instantes, teremos a chegada da tão aguardada chuva em Florianópolis! Estamos sem chuva significativa desde 27 de julho. Algumas estações estão com menos de 2 mm no mês de agosto. Como Floripa não tem estação seca, a vegetação está sofrendo com a falta de chuva, e é bastante notável a flora extremamente amarelada na Ilha.

 

image.png.02bf9639c7b8e56bae09b6a0d1d89f9a.png

 

 

Algumas máximas na madrugada em SC, resultado do adiabático que atingiu do Litoral Sul a Grande Floripa:

  • 29,5° Nova Veneza (02h)
  • 29,1° Imbituba (06h)
  • 28,5° Jacinto Machado (04h)
  • 28,3° Siderópolis (04h)
  • 28,0° Praia Grande (01h)
  • 27,3° Meleiro (03h)
  • 27,2° Torres/RS (02h)
  • 26,4° Florianópolis/Rendeiras (07h)
  • 26,1° Jaguaruna (06h)
  • 25,8° Florianópolis/Canto dos Araçás (7h)
  • 24,8° Laguna (05h)
  • Like 5
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os curitibanos devem enfrentar uma maratona de frio constante pelos próximos 7 dias, a partir de amanhã. Começando com um dia gelado e chuvoso amanhã:

 

Screenshot_20190818-125726.thumb.png.00793b18959ae9c55f0dc9a5fc8d4393.png

  • Like 7
  • Thanks 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agosto realmente é uma gangorra incrível. Depois de uma semana com dias gelados, agora em Santos os termômetros estão marcando 34,2ºC, marca bem alta para a época.

 

Amanhã já esfria novamente e a máxima não deve passar dos 20ºC. Dinamismo, a gente vê por aqui!

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Daniel85 disse:

Pela 18z do GFS deste sábado (17/08), áreas do centro oeste do Brasil (centro sul de MT e de GO e todo o MS) e o Paraguai devem torrar no dia 2 de setembro, enquanto o frio promete ser congelante, literalmente um freezer à céu aberto no extremo sul argentino.

 

Temperatura em 850 hpa

6u2BD2s.png?1

 

 

Anomalia da temperatura em 850 hpa - Valores muito alto no centro sul do Brasil e no Chaco

kNXlBTr.png?1

Isso aí é coisa do mal 

Edited by Sopron
  • Like 2
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nessa tarde o destaque vai para a umidade relativa do ar no Sudeste. Os valores estão baixos ! 

 

Aqui em JF temos 30% de URA nesse momento, com 29,4C no sítio. 

 

Mas incrível mesmo está sendo lá na RMRJ, com valores abaixo dos 20% essa tarde, graças ao aquecimento adiabático quente e seco. 

 

Acho que o Wallace vai nos dar testemunhos desse ar seco mais tarde. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigos BAzianos,

 

Aqui na Cidade Alta (Juiz de Fora) também forte aquecimento hoje - mínima de 12,1 C, máxima de 27,6 C.  A UR caiu a 34%.

A gangorra de agosto a todo vapor - a mínima ontem foi 7,7 C e a máxima hoje, 27,6 C. 

Esta máxima é a maior registrada aqui na minha estação em seus apenas 5 dias de existência, que tem, por enquanto, temperatura média registrada de apenas 14,6 C (14 - 18/8/19) - um friozinho muito bom para meados de agosto.

Lá embaixo na assinatura vou atualizando os recordes registrados aqui.

 

Boa tarde a todos!!

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá à todos...

...a mudança começou e não há possibilidade de reversão no quadro projetado para os próximos dias no leste paranaense: tempo chuvoso e frio.

Amanhã, a temperatura não deverá ultrapassar 12°C durante a tarde e na terça a situação provavelmente será a mesma. 

Dependendo do meu estado de espírito, será um período agradável ou horrível... não tenho como decidir isso agora. Só espero pelo melhor.

Começamos o domingo com 10°C e nuvens "congestus" flutuando no céu. Aki, ao nível do solo, vento calmo e tranquilidade, mas nos níveis mais altos, muito vento e rajadas q atingiram 82 km/h no alto do Quiriri (1.500m de altitude). Tenho como base a Serra do Quiriri - 60 km ao sul, devido a não existência de monitoramento nas montanhas mais próximas. E o Bradador voltou a "bradar": estou feliz, obrigado Diego!

Imagem do comecinho da manhã, com nuvens ameaçadoras, mas q não trouxeram nada (fora ameaças):

1566127176420.thumb.jpg.afac5f93d2d832833b7cd099ca250547.jpg

 

A medida em q a manhã avançava no tempo, surgiu o sol e consequentemente a temperatura disparou para cima.

A máxima atingiu 28°C. Muito calor e muito vento.

Imagem das 10h30, na divisa Piraquara/Pinhais:1566156814147.thumb.jpg.e390e825ff2268349de7d2ccf051dfb5.jpg

Uma manhã incrível e só não permaneci por mais tempo nesse parke  ☝ pq o café da manhã não foi o suficiente pra matar a fome e retornei às 11h pra casa para um segundo round de café haha

 

Os ventos trouxeram a instabilidade, ou foram o resultado da forte instabilidade, não importa... As rajadas atingiram em média 40/45 km/h mas no topo do Bradador chegaram a 95 km/h:

IMG_20190818_170918.jpg.a1b39f5d8600ed95f8f804cba324f3ce.jpg

 

Com a chegada da tarde, os ventos enfraqueceram e nuvens escuras cobriram o Sol.

O clima ficou sombrio e em alguns momentos, tenebroso. 

Saí para fazer algumas imagens e a calmaria total me deixou angustiado...parecia sufocar. Tive pensamentos ruins, negativos, como se algo estivesse errado 😡 ou como se tudo não passasse de uma falsa realidade. Kem nunca sentiu isso?

Vejam o aspecto q estava a paisagem ao norte, na área ainda com uma certa "claridade":

1566156847618.thumb.jpg.0f3a275f551c55b0458034002df3c6c9.jpg☝ Se isso não lembra algo sem vibração, sem vida, não teria outros adjetivos q pudessem se encaixar melhor no quadro...

 

No lado sul, nuvens escuras e chuva no horizonte. Imagens q se tornaram raras neste inverno seco, mas nem a aparição dessas nuvens me trouxe alegria.

Lembrei das minhas caçadas de verão, quase diarias atrás das nuvens Cumulonimbus e das tempestades frequentes. Hoje, vendo e registrando essas nuvens, me senti um tolo ha ha.. 

Uma caçada "fake". Me senti como se estivesse participando de uma peça ridícula.

O tempo e o clima mexem com meu estado de espírito, isso é fato.

As nuvens desta tarde 👇1566156901392.thumb.jpg.032c3a2fb997a74157eba18e27156e1a.jpg1566156876373.thumb.jpg.65904fd2a26e76de3f42fe016a5baf2e.jpg

 

Depois da terrível calmaria, um vento sul passou a soprar e trouxe pouca chuva e keda de temperatura.

Troveja ao longe neste começo de noite..

 

Edited by Carlos Campos
  • Like 11
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, camilo79 disse:

(...) 

Provavelmente teremos máxima E mínima invertidas hoje. 

 

JbfHGL.jpg

…com efeito, já às 18h a temperatura já estava menor que ao amanhecer:

 

xiclCc.jpg

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Carlos Campos tu já foi, é ou ao menos já pensou em ser escritor ? 

Tu escreve como estivesse narrando uma obra literária. É bem interessante.

rs

Edited by Lucas Venturini
  • Like 2
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, CloudCb disse:

 

Sim.

 

Abaixo as médias de 1981 a 2010, no Inmet.

 

• Recife:

image.png.eaef238e24fee8a720dbabb13e7d0af1.png

• João Pessoa:

image.png.539456a0256abd4b913a9eedeb2b0979.png

 

 

Nos últimos 5 anos os últimos 4 meses do ano registraram os seguintes acumulados:

• Recife

image.png.205faf5fbaeedfa76eccc6b04d59b177.png

• João Pessoa

image.png.964e46a4d96f63ca6b709b2473a5c844.png

 

Caramba, quanta chuva em setembro de 2014 em Recife e JP. O que aconteceu naquele mês?

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Carlos Campos disse:

Olá à todos...

...a mudança começou e não há possibilidade de reversão no quadro projetado para os próximos dias no leste paranaense: tempo chuvoso e frio.

Amanhã, a temperatura não deverá ultrapassar 12°C durante a tarde e na terça a situação provavelmente será a mesma. 

Dependendo do meu estado de espírito, será um período agradável ou horrível... não tenho como decidir isso agora. Só espero pelo melhor.

Começamos o domingo com 10°C e nuvens "congestus" flutuando no céu. Aki, ao nível do solo, vento calmo e tranquilidade, mas nos níveis mais altos, muito vento e rajadas q atingiram 82 km/h no alto do Quiriri (1.500m de altitude). Tenho como base a Serra do Quiriri - 60 km ao sul, devido a não existência de monitoramento nas montanhas mais próximas. E o Bradador voltou a "bradar": estou feliz, obrigado Diego!

Imagem do comecinho da manhã, com nuvens ameaçadoras, mas q não trouxeram nada (fora ameaças):

1566127176420.thumb.jpg.afac5f93d2d832833b7cd099ca250547.jpg

 

A medida em q a manhã avançava no tempo, surgiu o sol e consequentemente a temperatura disparou para cima.

A máxima atingiu 28°C. Muito calor e muito vento.

Imagem das 10h30, na divisa Piraquara/Pinhais:1566156814147.thumb.jpg.e390e825ff2268349de7d2ccf051dfb5.jpg

Uma manhã incrível e só não permaneci por mais tempo nesse parke  ☝ pq o café da manhã não foi o suficiente pra matar a fome e retornei às 11h pra casa para um segundo round de café haha

 

Os ventos trouxeram a instabilidade, ou foram o resultado da forte instabilidade, não importa... As rajadas atingiram em média 40/45 km/h mas no topo do Bradador chegaram a 95 km/h:

IMG_20190818_170918.jpg.a1b39f5d8600ed95f8f804cba324f3ce.jpg

 

Com a chegada da tarde, os ventos enfraqueceram e nuvens escuras cobriram o Sol.

O clima ficou sombrio e em alguns momentos, tenebroso. 

Saí para fazer algumas imagens e a calmaria total me deixou angustiado...parecia sufocar. Tive pensamentos ruins, negativos, como se algo estivesse errado 😡 ou como se tudo não passasse de uma falsa realidade. Kem nunca sentiu isso?

Vejam o aspecto q estava a paisagem ao norte, na área ainda com uma certa "claridade":

1566156847618.thumb.jpg.0f3a275f551c55b0458034002df3c6c9.jpg☝ Se isso não lembra algo sem vibração, sem vida, não teria outros adjetivos q pudessem se encaixar melhor no quadro...

 

No lado sul, nuvens escuras e chuva no horizonte. Imagens q se tornaram raras neste inverno seco, mas nem a aparição dessas nuvens me trouxe alegria.

Lembrei das minhas caçadas de verão, quase diarias atrás das nuvens Cumulonimbus e das tempestades frequentes. Hoje, vendo e registrando essas nuvens, me senti um tolo ha ha.. 

Uma caçada "fake". Me senti como se estivesse participando de uma peça ridícula.

O tempo e o clima mexem com meu estado de espírito, isso é fato.

As nuvens desta tarde 👇1566156901392.thumb.jpg.032c3a2fb997a74157eba18e27156e1a.jpg1566156876373.thumb.jpg.65904fd2a26e76de3f42fe016a5baf2e.jpg

 

Depois da terrível calmaria, um vento sul passou a soprar e trouxe pouca chuva e keda de temperatura.

Troveja ao longe neste começo de noite..

 

Você narra muito bem, daria um bom escritor

  • Like 1
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.