Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Julho/2019

Recommended Posts

No centro nervoso de SP faz apenas 16,1° no CGE da Sé com registro de chuva, que aliás foi bem forte pela manhã.

 

Em Parelheiros faz 13,9°

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
16 minutos atrás, Renan disse:

ENQUANTO ISSO, NO BOLÃO DO BAZ, a média das apostas para minha estação está em mínima de 04,4ºC.

 

Obrigado pela confiança, pessoal. Se isso acontecer, vou quebrar meu recorde de mínima absoluta na minha Davis. O recorde atual é de 05,4ºC em 14/06/2016.

 

Em relação aos extremos, a aposta mínima foi de 02,2ºC (uau ! daria uma geada bacana!) ; Já a aposta mais pessimista apontou 10,6ºC (exagero! Existe 0% de chance disso acontecer).

 

Pra BH alguém apostou -1ºC hehe.

 

Edited by Nowcasting
  • Thanks 1
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amanhã começa o show, que tenhamos -10 e uma neve com acumulação.

Previsão que a estação da estrada jararaca volte amanhã. Oremos.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Aqui segue uma chuva bem bem leve, a temperatura praticamente variou 1°C desde a madrugada até agora, com mínima de 16.6 e máxima até então de 17.6, agora 17.3°C.

Queria saber como postam fotos aqui kkk que nunca consigo kk

Edited by Jean Carlo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Até eu estou me assustando com a previsão. A cada dia abaixa ainda mais e mantem por mais tempo.

 

1386219279_CapturadeTela2019-07-04s10_57_12.thumb.png.4d71f4c1c6e1d8a55f25c4c72046940c.png

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mínima do ano hoje aqui em Floripa. Tive 10,8° na minha estação. Carijós teve a mínima da ilha com 7,5°.

 

Porto Alegre registrou 4,0°.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Diferença inacreditável entre JF-INMET e JF-baixada hoje.

 

Mínima de 17,8ºC no topo e 11,1ºC lá no meu sítio.

 

SENDO ASSIM, ESSA É A MAIOR DIFERENÇA DE MÍNIMA QUE EU JÁ VI ENTRE AS DUAS ESTAÇÕES.

  • Like 5
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

O vento já virou aqui em Seropédica-RJ, região metropolitana do Rio. Já começa a chuviscar, inclusive. Temperatura máxima de 27,9 ºC, nesse momento já caímos para 23,4 ºC. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sesc Inmet tinha as 11 h , 15.5 graus e 28 MM de chuvas acumuladas até agora .

 

Nesse momento apenas garoa , por enquanto . Tem mais áreas de chuva próximo a capital .

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelos dados de hoje, teremos instabilidade provocada pelo vórtice no Atlântico Sul e deslocamento da massa com alta em 1032-1035hPa, a oscilação em altos níveis Pacífico - Conesul, no contraste com baixa no Atlântico trás perturbação atm na altura do RS. Vejo a possibilidade de precipitação de inverno na serra geral RS, SC e Sul PR. 

Sensação térmica deve ficar entre -5C e -15C devido à força do vento que será sentida.

477962C4-B77B-40F8-A46E-1CEC0822CD1E.jpeg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Atualizando sobre a neve:

 

- Esta erupção apresenta valores extraordinários nos níveis das camadas. Posso considerar como histórica, para ser guardada e comparada futuramente, a rodada das 00Z. Pegando a coordenada de São Francisco de Paula é possível observar a potência do ar frio que se aproxima:

 

FIELD  TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    ACCUM PRECIPIT
LEVEL    850 MB         800 MB         750 MB         700 MB         650 MB         500 MB                
UNITS      DEGC           DEGC           DEGC           DEGC           DEGC           DEGC           MM   
 HR
+  0.      1.5            2.4            2.9            1.0           -3.1          -13.5           0.00
+  3.      2.1            3.8            2.9            0.8           -2.2          -13.6           0.00
+  6.      1.7            3.8            2.4           -0.1           -3.6          -13.7           0.00
+  9.      2.9            3.7            1.9           -0.5           -4.0          -15.9           0.00
+ 12.      1.9            2.8            1.1           -0.7           -3.7          -15.6           0.00
+ 15.      0.7            0.6            1.0           -0.4           -4.8          -16.5           0.00
+ 18.      1.7           -0.7            0.4           -1.2           -5.7          -17.4           0.00
+ 21.      0.8           -0.6            0.1           -1.8           -6.2          -17.8           0.00
+ 24.     -0.1           -1.1           -0.8           -3.0           -7.6          -18.9           0.00
+ 27.     -0.9           -1.6           -2.6           -5.1           -8.9          -20.5           0.00
+ 30.     -2.2           -1.4           -3.4           -6.7          -10.3          -22.6           0.00
+ 33.     -3.5           -3.4           -5.1           -8.2          -11.3          -25.4           0.00
+ 36.     -5.0           -5.5           -8.0          -10.7          -13.1          -26.6           0.00
+ 39.     -4.3           -7.7           -9.8          -12.6          -15.5          -27.0           0.21
+ 42.     -3.6           -7.6           -9.5          -12.6          -16.5          -27.4           0.00
+ 45.     -4.5           -7.7           -8.5          -11.1          -13.5          -27.9           0.00
+ 48.     -4.7           -3.9           -5.2           -7.7          -11.7          -27.2           0.00
+ 51.     -3.2           -3.2           -4.3           -7.3          -11.6          -26.3           0.00
+ 54.     -1.9           -3.0           -3.8           -7.0          -11.2          -23.0           1.00
+ 57.     -1.4           -2.4           -3.8           -7.3          -11.1          -19.4           0.00
+ 60.     -0.6           -2.1           -4.0           -7.2           -9.8          -18.6           0.00
+ 63.     -0.4           -1.6           -4.0           -6.6           -7.8          -17.7           0.00
+ 66.      0.5           -2.0           -3.6           -4.7           -6.1          -17.3           0.01
+ 69.     -0.2           -1.4           -3.0           -4.1           -6.0          -17.0           0.00
+ 72.     -0.2           -0.9           -2.0           -3.5           -4.7          -16.4           0.00
+ 75.      0.7            0.3           -0.9           -2.1           -3.2          -15.2           0.01

 

- É um frio muito duradouro, o que o modelo Europeu já vinha apontando a frente do GFS, que agora parece prolongar a advecção da isoterma de 850mb.

 

- Os valores de temperatura em todas as camadas são raríssimos, comuns aos grandes eventos de frio que ficam para história. 

 

- O valor que deve alcançar próximo a -28oC em 500mb (possivelmente -30oC no sul gaúcho) é extremamente raro, o que também é apresentado pela espessura da camada chegando a patamares abaixo dos 5200 em grande parte do RS por um breve momento.

 

dTS2fDX.png

 

- Os valores de espessura estão projetados na passagem deste sistema são dignos de regiões de latitude muito elevadas e/ou polares. O que denota a carcaterística absolutamente POLAR do ar que irá adentrar ao Brasil.

 

- Os valores indicados para a espessura da camada, associada alta vorticidade que acompanha a entrada deste ar polar, indica que haverá alta instabilidade nos níveis médios da atmosfera. Fatores que em tese sugerem a possibilidade de ocorrência de perturbações ainda maiores das que estão sendo projetadas em acompanhamento a chegada do grosso do frio.

 

- Dito isso é preciso observar que a maioria dos modelos secou demais a atmosfera, mas tanto GFS quando outros, continuam indicando a entrada de umidade entre a noite de sexta e a madrugada de sábado, com precipitações esparsas ocorrendo sobre as Hortênsias e algumas cidades da Serra Geral.

 

- Esses indicativos de frio e instabilidade dão sustentação há uma alta probabilidade da ocorrência de neve nessas regiões. Porém ainda com muita dificuldade de se apontar a perspectiva de intensidade.

 

- Nesse contexto chama a atenção o modelo Mbar/Cosmo, que indica os maiores volumes de precipitação, convergindo para a potência indicada tanto para a espessura como pela intensidade do cavado que vai atravessar a serra geral.

 

- Embora tanto Europeu quanto GFS não suportem ou projetem as instabilidade verificadas por outros indicadores, e secam demais a atmosfera, é importante ressaltar a formação de uma baixa secundária em superfície, que acompanha a passagem do cavado.

 

- Pessoalmente eu vejo um desenho sinótico muito favorável, com índices de vorticidade em altura e espessura da camada que sugerem volumes maiores do que os dois principais modelos apontam para as regiões favoráveis a observação da neve.

 

- Dadas as divergências quanto ao volume precipitado e infinidade de projeções, a neve deve ocorrer. Porém o nowcast, a intensidade e posição de formação da baixa secundária, devem ser os fatores determinantes para indicar a expressividade ou não deste evento que se aproxima.

 

- Ainda devo destacar comentário do Alexandre Aguiar à pouco que dados os índices de espessura e potência do ar frio, associado a instabilidade MUITO mais atuante nas cidades costeiras, a exemplo do que ocorreu hoje ao sul da Pca. Buenos Aires, algumas cidades mesmo ao nível do mar na costa do RS podem experimentar situação limítrofe ou até mesmo com neve por breves momentos. Nesta lista eu incluiria aí os pontos mais altos de Porto Alegre, que não estão imunes a precipitações na forma sólida na passagem deste incrível sistema entre a noite e madrugada de sábado.

 

- O mais impressionante é observar o frio projetado para as camadas sobre Porto Alegre no momento da passagem das instabilidade e verificar a NÍTIDA chance de neve para a cidade/arredores, quando comparando os dados da sondagem da última neve ocorrida com mais intensidade na capital gaúcha.

 

83971 SBPA Porto Alegre (Aero) Observations at 12Z 08 Jul 1994

-----------------------------------------------------------------------------
   PRES   HGHT   TEMP   DWPT   RELH   MIXR   DRCT   SKNT   THTA   THTE   THTV
    hPa     m      C      C      %    g/kg    deg   knot     K      K      K 
-----------------------------------------------------------------------------
 1020.0      3    7.4    2.5     71   4.51    290     15  279.0  291.6  279.7
 1000.0    165    4.6    1.9     83   4.41    280     21  277.8  290.0  278.5
  983.6    300    3.3    1.4     88   4.33    280     25  277.8  289.8  278.5
  953.0    557    0.8    0.5     98   4.18    276     29  277.7  289.4  278.4
  948.0    600    0.6   -0.0     96   4.05    275     30  277.9  289.2  278.6
  925.0    798   -0.5   -2.4     87   3.48    275     34  278.8  288.6  279.4
  913.0    900   -1.1   -2.9     88   3.40    275     34  279.2  288.8  279.7
  850.0   1461   -4.7   -5.7     93   2.95    285     38  281.2  289.7  281.7
  783.3   2100   -8.7   -8.9     98   2.50    290     41  283.6  290.9  284.0
  774.0   2194   -9.3   -9.4     99   2.43    290     42  283.9  291.1  284.3
  753.6   2400  -10.0  -17.4     55   1.30    290     44  285.3  289.2  285.5
  752.0   2417  -10.1  -18.1     52   1.23    290     44  285.4  289.2  285.6
  700.0   2965  -14.9  -18.8     72   1.24    290     50  286.0  289.8  286.2
  657.0   3441  -19.1  -19.3     98   1.27    292     58  286.4  290.4  286.7
  618.0   3900  -15.5  -30.5     26   0.49    294     67  295.6  297.3  295.7
  593.9   4200  -16.1  -31.1     26   0.48    295     72  298.3  300.0  298.4
  572.0   4483  -16.7  -31.7     26   0.47    293     80  300.8  302.5  300.9
  545.0   4849  -13.3  -28.3     27   0.69    290     89  309.1  311.5  309.2
  500.0   5500  -17.5  -31.5     28   0.55    285    107  311.6  313.6  311.8

 

GFS 00Z 03/07/2019 - SBPA

 

T 950, 925, 850, 800, 750, 700, 650, 500

+ 33.      1.3           -0.3           -4.2           -6.0           -8.8          -11.7          -13.5          -25.9           0.00
+ 36.      0.3           -0.8           -5.1           -7.5          -10.1          -13.2          -16.4          -27.6           0.00
+ 39.      1.7           -0.4           -5.8           -8.1          -10.2          -13.8          -17.4          -28.3           0.00
+ 42.      3.1            1.1           -5.3           -8.6           -9.4          -12.9          -16.9          -28.5           0.00
+ 45.      3.3            1.1           -5.3           -7.7           -8.6          -10.7          -13.6          -28.1           0.00
+ 48.      1.6           -0.3           -3.2           -4.9           -5.9           -8.6          -13.0          -26.9           0.00
+ 51.      0.5           -0.4           -2.1           -4.0           -4.8           -8.5          -12.7          -26.9           0.00
+ 54.      0.4            0.7           -0.9           -4.3           -5.3           -8.6          -12.6          -21.9           1.00
+ 57.      0.9            2.6           -0.8           -4.1           -5.0           -8.6          -11.7          -19.3           0.00
+ 60.      0.4            1.8           -0.7           -3.1           -5.0           -7.6           -9.1          -18.6           0.00
+ 63.      1.1            2.0           -0.6           -2.5           -4.6           -6.1           -7.4          -17.8           0.00

 

- Observem que o GFS 00Z sugere 1mm de precipitação sobre Porto Alegre com a atmosfera completamente congelada, chegando a linha de 0oC próximo a superfície (500m). O que na minha opinião coloca as chances de Porto Alegre e/ou suas partes altas observarem alguma precipitação invernal como relativamente ALTAS.

 

- De maneira geral teremos um dos eventos meteorológicos mais interessantes e curiosos de se observar na história recente do BAZ. 

 

  • Like 17
  • Thanks 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

A advecção mais forte no Planalto Sul começou no final da noite. Urupema anotou -4,8°C.

 

Por aqui queda só começou pra valer na madrugada. Facilmente tivemos as mínimas do ano com 7/10 graus e com vento.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
39 minutos atrás, Fernando Keiser disse:

Amanhã começa o show, que tenhamos -10 e uma neve com acumulação.

Previsão que a estação da estrada jararaca volte amanhã. Oremos.

 

Os modelos colocam nebulosidade nas madrugadas.

 

Acho bem improvável -10.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pelo Update, Caio. Eu diria que este evento está prometendo se tornar O EVENTO meteorológico mais interessante e emocionante já documentado aqui no BAZ, superando Julho 2013.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
50 minutos atrás, Nowcasting disse:

Até eu estou me assustando com a previsão. A cada dia abaixa ainda mais e mantem por mais tempo.

 

1386219279_CapturadeTela2019-07-04s10_57_12.thumb.png.4d71f4c1c6e1d8a55f25c4c72046940c.png

Será que não vai chover em BH?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
25 minutos atrás, RobsonOlympio disse:

Será que não vai chover em BH?

 

se cair 1 pingo já vai ser muito, pode ser que sim, hoje completa 30 dias que não acumula nada na minha estação.

 

eu considero julho o mês mais difícil para chover em BH, por causa do ar mais frio e seco.

 

 

Edited by Nowcasting
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para Contagem-MG, 20km do centro de BH, temos previsão de 6°C por dois dias seguidos, as vezes flertando com 5°C. Não duvido que os modelos ainda devolvam um pouco mais de frio para a previsão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
28 minutos atrás, Renan disse:

Obrigado pelo Update, Caio. Eu diria que este evento está prometendo se tornar O EVENTO meteorológico mais interessante e emocionante já documentado aqui no BAZ, superando Julho 2013.

Olha que tem chance mesmo...

 

Magnífico o post do caio, como sempre! Extremamente técnico e perito.

 

Este evento é ímpar. Não se assemelha a nenhum outro em características: na verdade, tudo  por ora, é mais na base da especulação. Não se sabe, ao certo (fora o frio intenso e abrangente), sobre a neve. Pode ser uma surpresa "daquelas"!

 

O frio intenso já está assegurado.

 

Para o centro-sul do RS, como falei há um tempo, será um HECATOMBE POLAR.

 

Acredito sim que os pontos mais altos de SC possam beliscar e, quem sabe, ultrapassar a barreira dos -10ºC.

 

É MUITO FRIO, gente.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Caio César disse:

Atualizando sobre a neve:

 

- Esta erupção apresenta valores extraordinários nos níveis das camadas. Posso considerar como histórica, para ser guardada e comparada futuramente, a rodada das 00Z. Pegando a coordenada de São Francisco de Paula é possível observar a potência do ar frio que se aproxima:

 


FIELD  TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    TEMPERATURE    ACCUM PRECIPIT
LEVEL    850 MB         800 MB         750 MB         700 MB         650 MB         500 MB                
UNITS      DEGC           DEGC           DEGC           DEGC           DEGC           DEGC           MM   
 HR
+  0.      1.5            2.4            2.9            1.0           -3.1          -13.5           0.00
+  3.      2.1            3.8            2.9            0.8           -2.2          -13.6           0.00
+  6.      1.7            3.8            2.4           -0.1           -3.6          -13.7           0.00
+  9.      2.9            3.7            1.9           -0.5           -4.0          -15.9           0.00
+ 12.      1.9            2.8            1.1           -0.7           -3.7          -15.6           0.00
+ 15.      0.7            0.6            1.0           -0.4           -4.8          -16.5           0.00
+ 18.      1.7           -0.7            0.4           -1.2           -5.7          -17.4           0.00
+ 21.      0.8           -0.6            0.1           -1.8           -6.2          -17.8           0.00
+ 24.     -0.1           -1.1           -0.8           -3.0           -7.6          -18.9           0.00
+ 27.     -0.9           -1.6           -2.6           -5.1           -8.9          -20.5           0.00
+ 30.     -2.2           -1.4           -3.4           -6.7          -10.3          -22.6           0.00
+ 33.     -3.5           -3.4           -5.1           -8.2          -11.3          -25.4           0.00
+ 36.     -5.0           -5.5           -8.0          -10.7          -13.1          -26.6           0.00
+ 39.     -4.3           -7.7           -9.8          -12.6          -15.5          -27.0           0.21
+ 42.     -3.6           -7.6           -9.5          -12.6          -16.5          -27.4           0.00
+ 45.     -4.5           -7.7           -8.5          -11.1          -13.5          -27.9           0.00
+ 48.     -4.7           -3.9           -5.2           -7.7          -11.7          -27.2           0.00
+ 51.     -3.2           -3.2           -4.3           -7.3          -11.6          -26.3           0.00
+ 54.     -1.9           -3.0           -3.8           -7.0          -11.2          -23.0           1.00
+ 57.     -1.4           -2.4           -3.8           -7.3          -11.1          -19.4           0.00
+ 60.     -0.6           -2.1           -4.0           -7.2           -9.8          -18.6           0.00
+ 63.     -0.4           -1.6           -4.0           -6.6           -7.8          -17.7           0.00
+ 66.      0.5           -2.0           -3.6           -4.7           -6.1          -17.3           0.01
+ 69.     -0.2           -1.4           -3.0           -4.1           -6.0          -17.0           0.00
+ 72.     -0.2           -0.9           -2.0           -3.5           -4.7          -16.4           0.00
+ 75.      0.7            0.3           -0.9           -2.1           -3.2          -15.2           0.01

 

- É um frio muito duradouro, o que o modelo Europeu já vinha apontando a frente do GFS, que agora parece prolongar a advecção da isoterma de 850mb.

 

- Os valores de temperatura em todas as camadas são raríssimos, comuns aos grandes eventos de frio que ficam para história. 

 

- O valor que deve alcançar próximo a -28oC em 500mb (possivelmente -30oC no sul gaúcho) é extremamente raro, o que também é apresentado pela espessura da camada chegando a patamares abaixo dos 5200 em grande parte do RS por um breve momento.

 

dTS2fDX.png

 

- Os valores de espessura estão projetados na passagem deste sistema são dignos de regiões de latitude muito elevadas e/ou polares. O que denota a carcaterística absolutamente POLAR do ar que irá adentrar ao Brasil.

 

- Os valores indicados para a espessura da camada, associada alta vorticidade que acompanha a entrada deste ar polar, indica que haverá alta instabilidade nos níveis médios da atmosfera. Fatores que em tese sugerem a possibilidade de ocorrência de perturbações ainda maiores das que estão sendo projetadas em acompanhamento a chegada do grosso do frio.

 

- Dito isso é preciso observar que a maioria dos modelos secou demais a atmosfera, mas tanto GFS quando outros, continuam indicando a entrada de umidade entre a noite de sexta e a madrugada de sábado, com precipitações esparsas ocorrendo sobre as Hortênsias e algumas cidades da Serra Geral.

 

- Esses indicativos de frio e instabilidade dão sustentação há uma alta probabilidade da ocorrência de neve nessas regiões. Porém ainda com muita dificuldade de se apontar a perspectiva de intensidade.

 

- Nesse contexto chama a atenção o modelo Mbar/Cosmo, que indica os maiores volumes de precipitação, convergindo para a potência indicada tanto para a espessura como pela intensidade do cavado que vai atravessar a serra geral.

 

- Embora tanto Europeu quanto GFS não suportem ou projetem as instabilidade verificadas por outros indicadores, e secam demais a atmosfera, é importante ressaltar a formação de uma baixa secundária em superfície, que acompanha a passagem do cavado.

 

- Pessoalmente eu vejo um desenho sinótico muito favorável, com índices de vorticidade em altura e espessura da camada que sugerem volumes maiores do que os dois principais modelos apontam para as regiões favoráveis a observação da neve.

 

- Dadas as divergências quanto ao volume precipitado e infinidade de projeções, a neve deve ocorrer. Porém o nowcast, a intensidade e posição de formação da baixa secundária, devem ser os fatores determinantes para indicar a expressividade ou não deste evento que se aproxima.

 

- Ainda devo destacar comentário do Alexandre Aguiar à pouco que dados os índices de espessura e potência do ar frio, associado a instabilidade MUITO mais atuante nas cidades costeiras, a exemplo do que ocorreu hoje ao sul da Pca. Buenos Aires, algumas cidades mesmo ao nível do mar na costa do RS podem experimentar situação limítrofe ou até mesmo com neve por breves momentos. Nesta lista eu incluiria aí os pontos mais altos de Porto Alegre, que não estão imunes a precipitações na forma sólida na passagem deste incrível sistema entre a noite e madrugada de sábado.

 

- O mais impressionante é observar o frio projetado para as camadas sobre Porto Alegre no momento da passagem das instabilidade e verificar a NÍTIDA chance de neve para a cidade/arredores, quando comparando os dados da sondagem da última neve ocorrida com mais intensidade na capital gaúcha.

 

83971 SBPA Porto Alegre (Aero) Observations at 12Z 08 Jul 1994


-----------------------------------------------------------------------------
   PRES   HGHT   TEMP   DWPT   RELH   MIXR   DRCT   SKNT   THTA   THTE   THTV
    hPa     m      C      C      %    g/kg    deg   knot     K      K      K 
-----------------------------------------------------------------------------
 1020.0      3    7.4    2.5     71   4.51    290     15  279.0  291.6  279.7
 1000.0    165    4.6    1.9     83   4.41    280     21  277.8  290.0  278.5
  983.6    300    3.3    1.4     88   4.33    280     25  277.8  289.8  278.5
  953.0    557    0.8    0.5     98   4.18    276     29  277.7  289.4  278.4
  948.0    600    0.6   -0.0     96   4.05    275     30  277.9  289.2  278.6
  925.0    798   -0.5   -2.4     87   3.48    275     34  278.8  288.6  279.4
  913.0    900   -1.1   -2.9     88   3.40    275     34  279.2  288.8  279.7
  850.0   1461   -4.7   -5.7     93   2.95    285     38  281.2  289.7  281.7
  783.3   2100   -8.7   -8.9     98   2.50    290     41  283.6  290.9  284.0
  774.0   2194   -9.3   -9.4     99   2.43    290     42  283.9  291.1  284.3
  753.6   2400  -10.0  -17.4     55   1.30    290     44  285.3  289.2  285.5
  752.0   2417  -10.1  -18.1     52   1.23    290     44  285.4  289.2  285.6
  700.0   2965  -14.9  -18.8     72   1.24    290     50  286.0  289.8  286.2
  657.0   3441  -19.1  -19.3     98   1.27    292     58  286.4  290.4  286.7
  618.0   3900  -15.5  -30.5     26   0.49    294     67  295.6  297.3  295.7
  593.9   4200  -16.1  -31.1     26   0.48    295     72  298.3  300.0  298.4
  572.0   4483  -16.7  -31.7     26   0.47    293     80  300.8  302.5  300.9
  545.0   4849  -13.3  -28.3     27   0.69    290     89  309.1  311.5  309.2
  500.0   5500  -17.5  -31.5     28   0.55    285    107  311.6  313.6  311.8

 

GFS 00Z 03/07/2019 - SBPA

 

T 950, 925, 850, 800, 750, 700, 650, 500


+ 33.      1.3           -0.3           -4.2           -6.0           -8.8          -11.7          -13.5          -25.9           0.00
+ 36.      0.3           -0.8           -5.1           -7.5          -10.1          -13.2          -16.4          -27.6           0.00
+ 39.      1.7           -0.4           -5.8           -8.1          -10.2          -13.8          -17.4          -28.3           0.00
+ 42.      3.1            1.1           -5.3           -8.6           -9.4          -12.9          -16.9          -28.5           0.00
+ 45.      3.3            1.1           -5.3           -7.7           -8.6          -10.7          -13.6          -28.1           0.00
+ 48.      1.6           -0.3           -3.2           -4.9           -5.9           -8.6          -13.0          -26.9           0.00
+ 51.      0.5           -0.4           -2.1           -4.0           -4.8           -8.5          -12.7          -26.9           0.00
+ 54.      0.4            0.7           -0.9           -4.3           -5.3           -8.6          -12.6          -21.9           1.00
+ 57.      0.9            2.6           -0.8           -4.1           -5.0           -8.6          -11.7          -19.3           0.00
+ 60.      0.4            1.8           -0.7           -3.1           -5.0           -7.6           -9.1          -18.6           0.00
+ 63.      1.1            2.0           -0.6           -2.5           -4.6           -6.1           -7.4          -17.8           0.00

 

- Observem que o GFS 00Z sugere 1mm de precipitação sobre Porto Alegre com a atmosfera completamente congelada, chegando a linha de 0oC próximo a superfície (500m). O que na minha opinião coloca as chances de Porto Alegre e/ou suas partes altas observarem alguma precipitação invernal como relativamente ALTAS.

 

- De maneira geral teremos um dos eventos meteorológicos mais interessantes e curiosos de se observar na história recente do BAZ. 

 

Como sempre, excelente análise, aprofundada e detalhada. Parabéns!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelos aumentaram um pouco o frio agora pouco aqui para Resende. A conservadora previsão do Weather Channel apontando apontando mínima de 6•C e 4 dias de máxima sub-20!? É um bomba polar para cá!

964CA443-5706-4D46-8A3F-1D7B0DF59B85.png

  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Aqui na Granja Viana, chove fraco de maneira intermitente e faz 16,3ºC no momento.

 

Mais frio do que eu imaginava para hoje.

Edited by Caco Pacheco

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, Nowcasting disse:

 

se cair 1 pingo já vai ser muito, pode ser que sim, hoje completa 30 dias que não acumula nada na minha estação.

 

eu considero julho o mês mais difícil para chover em BH, por causa do ar mais frio e seco.

 

 

Então pelo menos que caia alguma garoa por aí

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, adrianoresouza disse:

Modelos aumentaram um pouco o frio agora pouco aqui para Resende. A conservadora previsão do Weather Channel apontando apontando mínima de 6•C e 4 dias de máxima sub-20!? É um bomba polar para cá!

964CA443-5706-4D46-8A3F-1D7B0DF59B85.png

 

Tenho reparado isso também. Centro do Sul do RJ está com boas previsões. Pode nos surpreender. Vale a pena ficar de olho nas estações Fluminenses.

 

No momento as temperaturas deram uma boa caída, estão na casa dos 22 graus na cidade. Tempo ficou extremamente escuro, caiu uma pancada bem forte aqui no centro e não durou nem 5 minutos (mas suficiente para me molhar todo, mesmo de guarda-chuva). Agora tempo nublado mas mais claro. Tendência de chuva e temperatura se confirmando até aqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.