Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Julho/2019

Recommended Posts

Os modelos continuam apontando uma intensa onda de frio, mas se distanciou daquele cenário histórico apontado até 2 dias atrás. Parece que esperaram eu escrever aquele post gigante que deu o maior trabalho só pra me sacanear 😡

 

A considerar apenas o ECMWF, as chances de neve ainda existem mas diminuíram bastante pois o perfil se tornou mais seco. Então, desta forma, a principal característica dessa onda de frio seria as mínimas muito baixas ao invés da neve. Hoje teríamos que esperar alguma umidade advectada pelo cavado que vai passar ao largo do litoral gaúcho e catarinense:

image.thumb.png.f72718076bc76370f4a950747f3be974.pngimage.thumb.png.44c2fb6cf0e7fda1c4ee429fa158f970.png

 

A janela se abre na manhã de sexta (05) e vai até o começo da madrugada de sábado (06), somente para o leste do RS (Serra do Sudeste e áreas acima dos 250m) e Serra Geral, ainda com foco nas encostas voltadas para sul e sudoeste. O tempo já deve estabilizar na madrugada de sábado na maior parte do Sul, exceto áreas mais altas desde o norte do RS até o sul do PR. As mínimas ficam muito baixas já no sábado, mas domingo deve ser o clímax, principalmente nas baixadas. Atenção para geadas de forte intensidade no norte do PR e sul do MS.

image.thumb.png.ddad01c11920c9c63d01f52fbe903538.pngimage.thumb.png.0ad79b2f5197ee66c8c1a4c296e2511b.png

 

Para o Sudeste a situação se deteriorou mais, só que continua sendo uma onda de frio forte, maior do que qualquer uma desde 2016 (o que não é muito difícil, uma vez que em 2018 e 2017 tivemos no máximo ondas de frio moderadas que causaram alguma estabilidade - não estou considerando a de 18/07/2017, pois o céu não limpou). Ainda há risco de geadas fortes no sul e sudoeste do estado de SP, e sul de MG. No centro, norte e noroeste de SP, além do Triângulo Mineiro, as geadas podem ser amplas mas de fraca a moderada intensidade, e forte em algumas baixadas. Mantida a atenção às áreas produtoras.

  • Like 15
  • Thanks 3
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Vinicius Lucyrio disse:

Os modelos continuam apontando uma intensa onda de frio, mas se distanciou daquele cenário histórico apontado até 2 dias atrás. Parece que esperaram eu escrever aquele post gigante que deu o maior trabalho só pra me sacanear 😡

 

A considerar apenas o ECMWF, as chances de neve ainda existem mas diminuíram bastante pois o perfil se tornou mais seco. Então, desta forma, a principal característica dessa onda de frio seria as mínimas muito baixas ao invés da neve. Hoje teríamos que esperar alguma umidade advectada pelo cavado que vai passar ao largo do litoral gaúcho e catarinense:

image.thumb.png.f72718076bc76370f4a950747f3be974.pngimage.thumb.png.44c2fb6cf0e7fda1c4ee429fa158f970.png

 

A janela se abre na manhã de sexta (05) e vai até o começo da madrugada de sábado (06), somente para o leste do RS (Serra do Sudeste e áreas acima dos 250m) e Serra Geral, ainda com foco nas encostas voltadas para sul e sudoeste. O tempo já deve estabilizar na madrugada de sábado na maior parte do Sul, exceto áreas mais altas desde o norte do RS até o sul do PR. As mínimas ficam muito baixas já no sábado, mas domingo deve ser o clímax, principalmente nas baixadas. Atenção para geadas de forte intensidade no norte do PR e sul do MS.

image.thumb.png.ddad01c11920c9c63d01f52fbe903538.pngimage.thumb.png.0ad79b2f5197ee66c8c1a4c296e2511b.png

 

Para o Sudeste a situação se deteriorou mais, só que continua sendo uma onda de frio forte, maior do que qualquer uma desde 2016 (o que não é muito difícil, uma vez que em 2018 e 2017 tivemos no máximo ondas de frio moderadas que causaram alguma estabilidade - não estou considerando a de 18/07/2017, pois o céu não limpou). Ainda há risco de geadas fortes no sul e sudoeste do estado de SP, e sul de MG. No centro, norte e noroeste de SP, além do Triângulo Mineiro, as geadas podem ser amplas mas de fraca a moderada intensidade, e forte em algumas baixadas. Mantida a atenção às áreas produtoras.

 

Você acha que os modelos ainda podem devolver uma parte da força prevista há poucos dias atrás, como já aconteceram outras vezes ? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, Vinicius Lucyrio disse:

Os modelos continuam apontando uma intensa onda de frio, mas se distanciou daquele cenário histórico apontado até 2 dias atrás. Parece que esperaram eu escrever aquele post gigante que deu o maior trabalho só pra me sacanear 😡

 

A considerar apenas o ECMWF, as chances de neve ainda existem mas diminuíram bastante pois o perfil se tornou mais seco. Então, desta forma, a principal característica dessa onda de frio seria as mínimas muito baixas ao invés da neve. Hoje teríamos que esperar alguma umidade advectada pelo cavado que vai passar ao largo do litoral gaúcho e catarinense:

image.thumb.png.f72718076bc76370f4a950747f3be974.pngimage.thumb.png.44c2fb6cf0e7fda1c4ee429fa158f970.png

 

A janela se abre na manhã de sexta (05) e vai até o começo da madrugada de sábado (06), somente para o leste do RS (Serra do Sudeste e áreas acima dos 250m) e Serra Geral, ainda com foco nas encostas voltadas para sul e sudoeste. O tempo já deve estabilizar na madrugada de sábado na maior parte do Sul, exceto áreas mais altas desde o norte do RS até o sul do PR. As mínimas ficam muito baixas já no sábado, mas domingo deve ser o clímax, principalmente nas baixadas. Atenção para geadas de forte intensidade no norte do PR e sul do MS.

image.thumb.png.ddad01c11920c9c63d01f52fbe903538.pngimage.thumb.png.0ad79b2f5197ee66c8c1a4c296e2511b.png

 

Para o Sudeste a situação se deteriorou mais, só que continua sendo uma onda de frio forte, maior do que qualquer uma desde 2016 (o que não é muito difícil, uma vez que em 2018 e 2017 tivemos no máximo ondas de frio moderadas que causaram alguma estabilidade - não estou considerando a de 18/07/2017, pois o céu não limpou). Ainda há risco de geadas fortes no sul e sudoeste do estado de SP, e sul de MG. No centro, norte e noroeste de SP, além do Triângulo Mineiro, as geadas podem ser amplas mas de fraca a moderada intensidade, e forte em algumas baixadas. Mantida a atenção às áreas produtoras.

Posso estar falando merda mas esses vortices, uma vez subiam com mais frequência, hj normalmente ficam entre o Prata e o sudeste gaúcho pegando sempre em cheio o Uruguai, principalmente Montevideo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Renan disse:

 

Você acha que os modelos ainda podem devolver uma parte da força prevista há poucos dias atrás, como já aconteceram outras vezes ? 

 

Em geral, principalmente o Euro, tende a manter o desenho sinótico poucos dias antes da onda de frio, mas aumentando a intensidade pouco a pouco até a entrada. Já vi isso ocorrer muitas vezes, e estou crente que ocorra dessa vez também, mas não na força inicial. Mas mudanças no desenho, a essa altura, muito difícil.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, Vinicius Lucyrio disse:

Os modelos continuam apontando uma intensa onda de frio, mas se distanciou daquele cenário histórico apontado até 2 dias atrás. Parece que esperaram eu escrever aquele post gigante que deu o maior trabalho só pra me sacanear 😡

 

A considerar apenas o ECMWF, as chances de neve ainda existem mas diminuíram bastante pois o perfil se tornou mais seco. Então, desta forma, a principal característica dessa onda de frio seria as mínimas muito baixas ao invés da neve. Hoje teríamos que esperar alguma umidade advectada pelo cavado que vai passar ao largo do litoral gaúcho e catarinense:

image.thumb.png.f72718076bc76370f4a950747f3be974.pngimage.thumb.png.44c2fb6cf0e7fda1c4ee429fa158f970.png

 

A janela se abre na manhã de sexta (05) e vai até o começo da madrugada de sábado (06), somente para o leste do RS (Serra do Sudeste e áreas acima dos 250m) e Serra Geral, ainda com foco nas encostas voltadas para sul e sudoeste. O tempo já deve estabilizar na madrugada de sábado na maior parte do Sul, exceto áreas mais altas desde o norte do RS até o sul do PR. As mínimas ficam muito baixas já no sábado, mas domingo deve ser o clímax, principalmente nas baixadas. Atenção para geadas de forte intensidade no norte do PR e sul do MS.

image.thumb.png.ddad01c11920c9c63d01f52fbe903538.pngimage.thumb.png.0ad79b2f5197ee66c8c1a4c296e2511b.png

 

Para o Sudeste a situação se deteriorou mais, só que continua sendo uma onda de frio forte, maior do que qualquer uma desde 2016 (o que não é muito difícil, uma vez que em 2018 e 2017 tivemos no máximo ondas de frio moderadas que causaram alguma estabilidade - não estou considerando a de 18/07/2017, pois o céu não limpou). Ainda há risco de geadas fortes no sul e sudoeste do estado de SP, e sul de MG. No centro, norte e noroeste de SP, além do Triângulo Mineiro, as geadas podem ser amplas mas de fraca a moderada intensidade, e forte em algumas baixadas. Mantida a atenção às áreas produtoras.

Aquela mancha, azul roxa sei lá eu que cor podia subir até a serra, SONHO MEU.KKKK

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado, meu caro.

 

É isso que me irrita um pouco. Não tem havido uma compensação à altura pelo que já passamos. 

 

Ok, trata-se de uma de frio intensa, mas não no nível das mais fortes das décadas de 80 e 90. Eu sinceramente me iludi achando que seria daquele nível.

 

Por outro lado, as históricas ondas de calor dessa década atual, e os inúmeros meses com médias recordes de temperaturas altas...enfim, o efeito compensatório por tudo isso não chegou nem perto. Só me resta continuar acreditando que, um dia, voltaremos a viver 1975, 1985, 1994....MAS NÃO SERÁ AGORA. ALGUM DIA, QUEM SABE ?

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vinícius acredita então que ainda devo me preocupar com a chance de geada sábado ? ou talvez também no domingo, claro que não na projeção inicial de até ter duas negativas aqui na baixada kk, mas pelo que vejo ainda posso ter geada forte. Sol e temperatura já em 25°C aqui.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não falo nada sobre neve até os modelos de quarta-feira sair...hehe😉 Como dançam esses modelos!!!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Renan disse:

Obrigado, meu caro.

 

É isso que me irrita um pouco. Não tem havido uma compensação à altura pelo que já passamos. 

 

Ok, trata-se de uma de frio intensa, mas não no nível das mais fortes das décadas de 80 e 90. Eu sinceramente me iludi achando que seria daquele nível.

 

Por outro lado, as históricas ondas de calor dessa década atual, e os inúmeros meses com médias recordes de temperaturas altas...enfim, o efeito compensatório por tudo isso não chegou nem perto. Só me resta continuar acreditando que, um dia, voltaremos a viver 1975, 1985, 1994....MAS NÃO SERÁ AGORA. ALGUM DIA, QUEM SABE ?

 

Todos fomos, uma vez que os ensemble suportavam os determinísticos dos modelos. Foi uma pequena mudança no cavado em 500hPa para mudar um pouco a trajetória da alta e enfraquecer para o Sudeste.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Jean Carlo disse:

Vinícius acredita então que ainda devo me preocupar com a chance de geada sábado ? ou talvez também no domingo, claro que não na projeção inicial de até ter duas negativas aqui na baixada kk, mas pelo que vejo ainda posso ter geada forte. Sol e temperatura já em 25°C aqui.

 

Sim, nos dois dias. Espere por temperaturas negativas nas baixadas.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Julho promete..

Modelos projetando saindo esta MP sobre sul emendando de 3-7 outra,  ao longo do litoral sul outra 10-12,  entre 14-19 outra. Ainda na projeção estendida  24-29 outra.

Em Lages, chuva e neblina, 11C.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, Renan disse:

Obrigado, meu caro.

 

É isso que me irrita um pouco. Não tem havido uma compensação à altura pelo que já passamos. 

 

Ok, trata-se de uma de frio intensa, mas não no nível das mais fortes das décadas de 80 e 90. Eu sinceramente me iludi achando que seria daquele nível.

 

Por outro lado, as históricas ondas de calor dessa década atual, e os inúmeros meses com médias recordes de temperaturas altas...enfim, o efeito compensatório por tudo isso não chegou nem perto. Só me resta continuar acreditando que, um dia, voltaremos a viver 1975, 1985, 1994....MAS NÃO SERÁ AGORA. ALGUM DIA, QUEM SABE ?

 

Essa década de 2010 foi um desastre, invernos fracos, seca de 6 ou 7 anos no Nordeste, El Niño monstruoso e praticamente nenhuma La Niña forte (aí já é um critério subjetivo, mas no meu caso, La Niñas são preferíveis)... torcer para os 20s serem melhorzinhos. Kkkkk. 

  • Like 1
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

E mesmo assim, com esses ajustes, permanece essa massa polar com uma ótima força. Sinceramente acredito que vá superar 2016 falando especificamente de Juiz de Fora. Julho de 2007 também foi uma MP espetacular para cá, e essa de agora não deverá superar aquela.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, Renan disse:

Obrigado, meu caro.

 

É isso que me irrita um pouco. Não tem havido uma compensação à altura pelo que já passamos. 

 

Ok, trata-se de uma de frio intensa, mas não no nível das mais fortes das décadas de 80 e 90. Eu sinceramente me iludi achando que seria daquele nível.

 

Por outro lado, as históricas ondas de calor dessa década atual, e os inúmeros meses com médias recordes de temperaturas altas...enfim, o efeito compensatório por tudo isso não chegou nem perto. Só me resta continuar acreditando que, um dia, voltaremos a viver 1975, 1985, 1994....MAS NÃO SERÁ AGORA. ALGUM DIA, QUEM SABE ?

Renan,

eu não me iludi nem um pouco, projeções de sábado e domingo estavam muito longe para empolgar.

CMC na rodada de 00Z de hoje diminuiu bem as mínimas em Minas para o domingo.Mas indicando uma sequencia de mínimas baixas até o dia 11.

As baixadas na Zona da Mata e Noroeste do Rio vão registrar boas mínimas se o modelo CMC manter as projeções nos próximos dias.Somente na sexta na rodada de 12Z, ele deve acertar melhor nas mínimas.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, Renan disse:

E mesmo assim, com esses ajustes, permanece essa massa polar com uma ótima força. Sinceramente acredito que vá superar 2016 falando especificamente de Juiz de Fora. Julho de 2007 também foi uma MP espetacular para cá, e essa de agora não deverá superar aquela.

Renan,

vai perder até para a onda de frio de agosto de 2010, foram dois dias de frio forte na Zona da Mata e Noroeste do Rio, 19 e 20 agosto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
30 minutos atrás, Vinicius Lucyrio disse:

Os modelos continuam apontando uma intensa onda de frio, mas se distanciou daquele cenário histórico apontado até 2 dias atrás. Parece que esperaram eu escrever aquele post gigante que deu o maior trabalho só pra me sacanear 😡

 

A considerar apenas o ECMWF, as chances de neve ainda existem mas diminuíram bastante pois o perfil se tornou mais seco. Então, desta forma, a principal característica dessa onda de frio seria as mínimas muito baixas ao invés da neve. Hoje teríamos que esperar alguma umidade advectada pelo cavado que vai passar ao largo do litoral gaúcho e catarinense:

 

 

A janela se abre na manhã de sexta (05) e vai até o começo da madrugada de sábado (06), somente para o leste do RS (Serra do Sudeste e áreas acima dos 250m) e Serra Geral, ainda com foco nas encostas voltadas para sul e sudoeste. O tempo já deve estabilizar na madrugada de sábado na maior parte do Sul, exceto áreas mais altas desde o norte do RS até o sul do PR. As mínimas ficam muito baixas já no sábado, mas domingo deve ser o clímax, principalmente nas baixadas. Atenção para geadas de forte intensidade no norte do PR e sul do MS.

 

 

Para o Sudeste a situação se deteriorou mais, só que continua sendo uma onda de frio forte, maior do que qualquer uma desde 2016 (o que não é muito difícil, uma vez que em 2018 e 2017 tivemos no máximo ondas de frio moderadas que causaram alguma estabilidade - não estou considerando a de 18/07/2017, pois o céu não limpou). Ainda há risco de geadas fortes no sul e sudoeste do estado de SP, e sul de MG. No centro, norte e noroeste de SP, além do Triângulo Mineiro, as geadas podem ser amplas mas de fraca a moderada intensidade, e forte em algumas baixadas. Mantida a atenção às áreas produtoras.

 

Ótima análise!

 

Corroborando com tudo o que fora apontado, sigo destacando que:

 

- O cenário para a neve foi incrementado na 06Z do GFS.

 

- Todos os modelos apontam alguma chance do fenômeno, sendo o CMC no momento o com o episódio mais relevante.

 

- De maneira geral não aparenta ser um episódio significativo.

 

- O que vai mandar nesta oportunidade será a passagem do vórtice ciclônico da baixa, que deve raspar principalmente na região entre as Hortênsias e Ausentes.

 

- Esses vórtices costumam a trazer nebulosidade também pelo levantamento do ar frio quando encontram as maiores altitudes da serra geral. São Joaquim tende a ter uma sexta inteiramente nublada ou a partir da tarde em diante. 

 

- Chama a atenção as temperaturas em 500mb que voltaram a projeções próximas a -26oC/-28oC, o que é muito raro. 

 

- Associando as temperaturas projetadas em 500mb a alta vorticidade neste mesmo nível da atmosfera, é possível sugerir que a instabilidade atmosférica verificada pelo nowcast seja maior do que uma mera cobertura de nuvens sem precipitação que algumas projeções sugerem.

 

- Como de costume, a neve brasileira será decidida aos 48 minutos do segundo tempo e com o auxílio do VAR. 

  • Like 11
  • Thanks 1
  • Haha 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, marinhonani disse:

Renan,

vai perder até para a onda de frio de agosto de 2010, foram dois dias de frio forte na Zona da Mata e Noroeste do Rio, 19 e 20 agosto.

 

Nani, não sei, tenho minhas dúvidas. Naquela ocasião, registrei 05,5ºC no meu antigo abrigo com termômetro digital. Estou achando essa mais forte que aquela, Nani.

 

Enfim, só teremos certeza na Quinta-feira.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caindo na real....

 

Muito bom os posts do Caio, sempre muito sóbrio e pés no chão, e do Viny.

 

Resumo da ópera: grosso do ar frio mais seco represado mais a sul, por ora. Deve continuar assim, mas esperando que mude aos 45 do segundo tempo.

 

Ótimo para excelentes mínimas no sul, ruim para a neve (o que não significa que não ocorrerá, mas fica BEM mais difícil).

 

A maior esperança em termos de extremo, aqui em Sampa, dar-se-á na madrugada/manhã de sábado, se vai limpar ou não. A tendência é de ficarmos sob tempo encoberto e máximas baixas, sem mínimas de destaque.

 

Espero queimar a língua!

 

Mas não deixa de ser a maior MP desde 2016, o que é bom. Mas a decepção devido à expectativa (talvez exagerada) criada.

 

Aguardemos às cenas do próximo capítulo...

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, Caco Pacheco disse:

Caindo na real....

 

Muito bom os posts do Caio, sempre muito sóbrio e pés no chão, e do Viny.

 

Resumo da ópera: grosso do ar frio mais seco represado mais a sul, por ora. Deve continuar assim, mas esperando que mude aos 45 do segundo tempo.

 

Ótimo para excelentes mínimas no sul, ruim para a neve (o que não significa que não ocorrerá, mas fica BEM mais difícil).

 

A maior esperança em termos de extremo, aqui em Sampa, dar-se-á na madrugada/manhã de sábado, se vai limpar ou não. A tendência é de ficarmos sob tempo encoberto e máximas baixas, sem mínimas de destaque.

 

Espero queimar a língua!

 

Mas não deixa de ser a maior MP desde 2016, o que é bom. Mas a decepção devido à expectativa (talvez exagerada) criada.

 

Aguardemos às cenas do próximo capítulo...

 

 

 

Acho que no Sudeste a intensidade irá variar MUITO. Em algumas cidades, será a mais forte desde 2016. Em outras, a mais forte desde 2007 ou 2011. E ainda haverá aquelas que terão as menores mínimas desde 2000. 

 

Vai valer muito a pena sentir essa MP e monitorar ela, mesmo não sendo histórica. 

 

Você tem razão, a gente ficou em êxtase durante vários dias mas não deveríamos ter ficado, pois ainda faltavam muitos dias pro evento. É que a estabilidade dos modelos estava me surpreendendo bastante. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, Caio César disse:

 

Ótima análise!

 

Corroborando com tudo o que fora apontado, sigo destacando que:

 

- O cenário para a neve foi incrementado na 06Z do GFS.

 

- Todos os modelos apontam alguma chance do fenômeno, sendo o CMC no momento o com o episódio mais relevante.

 

- De maneira geral não aparenta ser um episódio significativo.

 

- O que vai mandar nesta oportunidade será a passagem do vórtice ciclônico da baixa, que deve raspar principalmente na região entre as Hortênsias e Ausentes.

 

- Esses vórtices costumam a trazer nebulosidade também pelo levantamento do ar frio quando encontram as maiores altitudes da serra geral. São Joaquim tende a ter uma sexta inteiramente nublada ou a partir da tarde em diante. 

 

- Chama a atenção as temperaturas em 500mb que voltaram a projeções próximas a -26oC/-28oC, o que é muito raro. 

 

- Associando as temperaturas projetadas em 500mb a alta vorticidade neste mesmo nível da atmosfera, é possível sugerir que a instabilidade atmosférica verificada pelo nowcast seja maior do que uma mera cobertura de nuvens sem precipitação que algumas projeções sugerem.

 

- Como de costume, a neve brasileira será decidida aos 48 minutos do segundo tempo e com o auxílio do VAR. 

Ótimas notícias!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
4 horas atrás, Nowcasting disse:

Vai baleiar pelo GFS!! É a nossa chance de ficar vários dias com temperatura baixa. A alta chega a 1038hpa.

 

670316392_CapturadeTela2019-07-02s07_23_22.thumb.png.97016f19829f611ea258f99d02a9efa9.png

 

Vai ter muitos dias frios em BH acredito que as geadas estão descartadas vários modelos colocam BH com 7 graus nos fins de semana insuficiente pra geada. Talvez Serra do curral e Serra da Piedade, podem ter  cristais de gelo. Ou cidades como Florestal da RMBH. aguardamos. 

Edited by geovane gomides

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pela rodada 06UTC , possibilidade de precipitação de inverno já na quinta (18UTC) 72h/78h. Janela para precipitação até sábado (12UTC).

Projeções:  -4/-7C 850hPa;  -10/-13C 700hPa;  -24/-27C 500hPa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Bom dia pessoal,

 

no geral todos os modelos se ajustaram para menos a intensidade do frio aqui para o sudeste, mas  ainda assim não perco as esperanças e acredito numa onda de frio de muito bom potencial aqui para  a região, dado o seu desenho sinótico geral,  que ao meu ver, não tem como decepcionar, ainda que não seja nada histórico. E o CMC, como os outros, apesar de também mostrar certo enfraquecimento na amplitude do frio, continua indicando valores excelentes, inclusive pra cá, leste/nordeste/centro-norte mineiro mostram diversos dias com minimas sub-10 a partir do dia 07 e sub-5 entre 07 e 10 aqui em Coluna... O GFS, por sua vez, empurrou o dia mais frio para dia 10 e mostra máximas bastante agradáveis e uma sub-20 com sol entre nuvens no dia 07... Já com relação ao Europeu, o que se destacam são as máximas, o mesmo projeta máximas bastante interessantes aqui pra região a partir do dia 07 mostrando uma máxima na casa dos 17°C no domingo aqui na cidade, isso com tempo bom, coisa rara por aqui uma máxima dessas nessas condições. E, uma vez que, com a maritimização da alta, a circulação atmosférica favorecerá o leste do sudeste, incluindo aqui, advectando ar frio pra região por bons dias a partir deste domingo, criando um bom período invernal pra cá com máximas e mínimas bem abaixo da média...

1.thumb.png.61a5c2c7363c98e55b81c0b25b11e640.png

No geral, apesar dos ajustes, creio que será uma bela onda de frio para o sudeste e excelente para o sul, e espero sinceramente uma boa nevada para as serras gaúcha e catarinense, apesar de ter diminuído essa possibilidade, como bem mostrou o Vinicius em uma ótima analise do evento, devido à atmosfera secar muito rápido, mas, espero surpresas boas... E por fim, nos instantes finais, ainda tenho esperanças de que os principais modelos devolvam, pelo menos em parte, o frio que mostravam anteriormente, seria espetacular (espero  não estar sendo muito ingênuo ao esperar isso heheh)

Tanto o europeu quanto o GFS continuam mostrando ainda grande amplitude de possíveis variações na temperatura, podendo sim, voltar a mostrar valores bem expressivos, ou seja, há espaço para melhorias:

 

EUROPEU:

2.thumb.png.2fac9e6e72b271c6a18c9a5ec9b75f5c.png

GFS:

3.thumb.png.ca1b7708348d6f64d84d054c7e8c67e8.png

 

E a Climatempo continua indicando um valor muito baixo na minima pra cá, deliciosos 3°C no dia 07 e máximas sub-20 constantes a partir de então, além da perduração de ótimas mínimas... a mínima despenca "só" 13 GRAUS em questão de 24h, e a máxima 9 GRAUS no mesmo período!! ... cenário invernal se desenhando...

4.thumb.png.1020484df1401a7224877a0fd87207c2.png

INPE/CPTEC continuam a emitir alertas de observação do norte de Minas e sul da Amazônia para baixo e de atenção em quase todo o sul e parte de MS...

 

Esperar pra ver o quão surpreendente (ou não) será esse evento de frio... vamos ver...

Edited by Tassio Amaral
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.