Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Junho/2019

Recommended Posts

2 minutos atrás, Victor Naia disse:

Isto é a projeção para próximo fds, ou de fato 01/06/1979? 

São originais de 1979 mesmo hehehe

Ou seja, dados reais de 1 de junho de 79.

image.png.52c310f6f6ad00a9c975f9e097c808e6.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma curiosidade sobre a menor temperatura do ano e o mês da ocorrência e o acumulado de chuva nesses meses no Mirante: em várias ocasiões, o respectivo mês teve chuva acima do normal, e em muitos deles teve desvios positivos extremos. Exemplos(desde 1961):

-Agosto de 1976

-Agosto de 1984

-Julho de 1990

-Junho de 1997

-Julho de 2007

-Junho de 2016(o mês mais chuvoso que teve a menor temperatura do ano)

Todos esses acima tiveram mais de 100mm acumulados. Inclua também julho de 2013, que também foi muito chuvoso(embora não tenha passado de 100mm, chegou bem perto).

Esses meses acima mencionados tiveram a menor temperatura daquele respectivo ano. Os que eu me lembro muito bem foram aquelas ondas de frio de julho de 2013 e junho de 2016.

Com essa de julho que está por vir, quanto de chuva o Mirante vai acumular em julho?

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caramba essa bomba polar até animou retornar ao forum!!!

 

Terei uma imensa sorte pq estarei entre 01/07 É 07/07 na serra gaúcha...  Vai ser histórico!!!

Mas estarei acompanhando de perto os registros do sudoeste goiano (Jataí, Mineiros e Chapadão do Céu)...   Apesar dessa massa não ser demasiadamente continental estou na expectativa de geada e temperaturas entre 0 É 3 °C no Sudoeste Goiano. 

 

No mais, se pintar uma neve na serra gaúcha será histórico (postarei fotos)!!!

  • Like 2
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
57 minutos atrás, Moretão disse:

Europeu manteve a potência para a serra e aumentou um pouco para cá. CMC e GFS diminuíram. Será extremamente difícil negativar no nordeste catarinense.

 

Agora é manter mais ou menos isso pelo menos próximo disso até Terça.

Moretão,

Quanto vc acha qur pode dar pra cá? Blumenau e Jaraguá do Sul? Áreas rurais? 

Pq vc acha dificil negativar? Umidade?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Felipe S Monteiro disse:

Máximas hoje no Paraná

Capture+_2019-06-29-19-31-41-1.png

Esses grandes veranicos antecedem uma potente e histórica massa de ar polar.?? já li algo sobre o inverno de 1975 precedia um veranico também. tem alguma ligação?

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Você entende que uma verdadeira bomba polar está chegando, quando o áudio do Coutinho para a COPASUL ( Cooperativa Sul Matogrossense) pipoca no seu whatts-app vindos de diferentes grupos de cafeicultores. 

 

Frente Fria chegando no dia 4 ou 5 de Julho no sul, e 6,7 e 8 do mesmo mês no sudeste. Condição de geada em praticamente quase todo estado de São Paulo -  e possibilidade de geada forte na área do café no sul de minas. No momento, os dados do Coutinho indicam uma chance de geada moderada a forte em várias areas de café (PR, SP, MG). Geada inclusive severa em várias áreas do Sul e S. Paulo. Forte nas baixadas do Sul mineiro, fraca a moderada nas áreas de  topo. 

  • Like 3
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que me impressionou na saída das 18Z do GFS foi a temperatura de 2,7°C em 850hPa para cá. Do dia 6 até o dia 10 com mínimas bem baixas e geadas em quase todos esses dias. No dia 6 máxima de 13,9°C com umidade abaixo dos 30%. E isso tudo faltando 138horas para a MP chegar por aqui. Teoricamente, nessa rodada e na anterior o GFS deu uma aumentada na mínima absoluta do dia 7, no entanto mesmo com a esperada tirada de pé do modelo a projeção da 18Z continua absurda para cá.

Edited by LucasFVenturini
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui nao vai ser nada histórico, mas o SMN melhorou a previsao de frio e agora indica máxima de 8°C pra Buenos Aires na sexta. Caso confirme, seria a menor desde 2013. E o mais interessante é que seria com tempo ensolarado!
image.png.0e6f437a3111189b851bfef18781851f.png

O Foreca também aponta máximas sub-10:
image.png.ee309eb59953cef76ec457d37b893207.png

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

18z do GFS traz possibilidade de máxima sub-20 em BH.

 

As mínimas estão em sintonia com o Europeu. Se vão ser mais baixas só o tempo dirá, mas como já falei é cedo ainda, cada rodada ainda vai se diferenciar muito. Temos que levar em consideração que todos os elementos estão convergindo pra uma forte erupção polar. Não levem em conta uma margem de erro de 3ºC, por exemplo. Levem em conta o conjunto da obra.

 

O fato de o Europeu e o GFS estarem atuando conjuntamente e já estarem bem próximos a 1 semana do evento pode indicar melhora de qualidade desses modelos e a alta probabilidade de ocorrência do fenômeno.

 

Não falta muito, daqui a 72 horas já teremos um prognóstico decente e mais aprofundado.

 

 

Edited by Nowcasting
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
24 minutos atrás, Felipe Pelisari disse:

O que acharam da 18z GFS? Palpites

 

 

Sinceramente? Acho que já esta tudo fechado. Falta só a confirmação da cereja do bolo.

 

Tenho acompanhado previsões nas ondas de frio desse ultimo mês e tal, e as temperaturas eram bem comportadas DIAS antes do evento. Digo só pra BH, claro. Mas acredito que já se confirmou essa onda de frio. Os dois maiores modelos estão em concordância. Faltam só ajustes mesmo, ajustes que podem ditar o fato de ser histórica ou não. Mas forte vai ser com certeza.

Edited by Nowcasting
  • Like 1
  • Thanks 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que eu queria MESMO pra Buenos Aires? A repeticao de 9 de julho de 2007:

image.png.96cbb86b36b9f267e97fc351c72fb545.png

Uma loucura pensar que nevou por várias horas, acumulou e a temperatura ficou em 0-1°C durante a tarde. Faz tao pouco tempo e parece tao impossivel hoje em dia!

  • Like 10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com uma MP dessa a caminho, os modelos também não estão considerando neve em áreas não muito comuns, como Curitiba, Apiaí (SP) , ou até a Mantiqueira? Mesmo que está previsão seja difícil?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 28/06/2019 em 16:28, Renan disse:

 

Sou eu mesmo, sô.

 

Ocorre que eu não estou com medo de possíveis bloqueios, mesmo essa MP sendo continental... EXPLICO: a trajetória dela é FAVORÁVEL para nós, pois o centro do anticiclone não fica alojado no centro-norte argentino (poço dos andes), mas sim sobre a região Sul, e nesse caso temos as isóbaras atingindo facilmente MG.

 

O nosso problema, amigo, é quando o centro da alta fica no "poço dos andes", aí o ar frio não chega nem com reza braba em BH, e em JF vem cheio de bloqueios (como em 2013). NÃO É O CASO DESSE DE AGORA.

 

- E por esse mesmo motivo da posição da alta, veja que do MT "pra cima" essa massa polar da semana que vem não é muito significativa. Estados da região norte não deverão experimentar uma friagem intensa como em Jul-2010 e Jul-2013, na verdade não chega nem perto daqueles eventos. 

 

Essa MP do dia 6 tem uma trajetória "dos bons e velhos tempos" das décadas de 80 e 90.

 

 

 

Mesmo atrasado, permita-me fazer uma correção, Renan: Poço dos Andes é o nome que foi dado por Carlos Girardi, em seu artigo de 1983, a uma "clareira" no Pacífico ao largo da costa do Chile, que é caracterizada pela ausência de nebulosidade (o que dava uma tonalidade negra as imagens de satélite, por isso 'poço'), com um ramo frontal a sudoeste semi-estacionário, e que segundo o autor, em uma época em que a modelagem ainda era luxo e a capacidade computacional era muito baixa, servia de prognóstico para geadas no Sul e possivelmente Sudeste nos próximos 3/4 dias. De fato, não é um fenômeno exclusivo de ondas de frio intensas, mas pode ser mais persistente quando há vários pulsos na sequência, como é o caso de agora. A ASPS tenta seguir seu curso natural, mas a ondulação em altos e médios níveis torna o quadro um tanto persistente. Em geral, a alta no Pacífico acompanha crista em altos níveis. Teremos esse perfil de ASPS persistente na costa do Chile mandando seus braços para cá, juntamente com uma crista amplificada em 250mb, até o dia 6.

  • Like 7
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

21:00 e faz 25,7 ºC, noite muito quente, e a partir de segunda ficaremos vários dias sem sequer chegar aos 20 ºC

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
43 minutos atrás, LucasFVenturini disse:

O que me impressionou na saída das 18Z do GFS foi a temperatura de 2,7°C em 850hPa para cá. Do dia 6 até o dia 10 com mínimas bem baixas e geadas em quase todos esses dias. No dia 6 máxima de 13,9°C com umidade abaixo dos 30%. E isso tudo faltando 138horas para a MP chegar por aqui. Teoricamente, nessa rodada e na anterior o GFS deu uma aumentada na mínima absoluta do dia 7, no entanto mesmo com a esperada tirada de pé do modelo a projeção da 18Z continua absurda para cá.

Que maravilha! Apostaria umas 2 negativas e outras 4 mínimas sub 5? Além de 5 máxima sub 20, sendo uma sub 15? Já pensou? Rs. 

 

Lucas, chegou a olhar os dados de Varginha desta última saída? 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Fábio De Nittis disse:

O que eu queria MESMO pra Buenos Aires? A repeticao de 9 de julho de 2007:

image.png.96cbb86b36b9f267e97fc351c72fb545.png

Uma loucura pensar que nevou por várias horas, acumulou e a temperatura ficou em 0-1°C durante a tarde. Faz tao pouco tempo e parece tao impossivel hoje em dia!

Deve ter sido fantástico esse dia, se na semana que vem nevar perto disso fico satisfeito

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Alessandro E. Bataglini disse:

Seria interessante alguém mostrar mapas comparativos das ondas de frio junho 2016, junho de 2011, julho de 2000 e junho 1994

 

O desenho sinótico difere bastante, especialmente das de jun/16, jul/00 e principalmente jun/94. Em jun/11 a alta subiu até bem mais ao norte do que se tem apontado até então.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, sjmolive disse:

Vamos sonhar... Quem se lembra?

MÍNIMAS DO DIA 1 DE JUNHO DE 1979...326755695_CapturadeTela2019-06-29as18_38_42.png.9dd087f6bd9a20ec6aa1ecaf2e0440c8.png

Está faltando muitos dados nesse mapa, Viçosa, Barbacena, Caratinga, Caparaó,Cataguases, Pirapora, Salinas, Itamarandiba,Lavras, São Lourenço, Maria da Fé, Araxá, Uberaba,Coronel Pacheco, Ibirité,Caxambu, Lambari,Carmo-RJ, Cordeiro-RJ etc

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Adriano Resende disse:

Caraca! Mínima de 1C aqui em Resende?! Nem consigo imaginar! 

Em 85 se não me engano tivemos entre e 4 e 5C na nevada histórica no Parque Nacional de Itatiaia!

Ficaria feliz com uns 5 graus de mínima aqui.

E quem sabe acordar e olhar pra serra e ver ela com essa branquinha! Sonhar não custa nada ainda!

CE67901A-B08A-4232-8D15-404EB7262769.jpeg

Adriano Resende,

a mínima em Resende no mês de junho de 1985 foi de 3,0ºC

Edited by marinhonani

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, Victor Naia disse:

Que maravilha! Apostaria umas 2 negativas e outras 4 mínimas sub 5? Além de 5 máxima sub 20, sendo uma sub 15? Já pensou? Rs. 

 

Lucas, chegou a olhar os dados de Varginha desta última saída? 

Pelo 18Z do GFS e as rodadas anteriores do próprio GFS e Canadense apostaria 1 negativa e 3 ou 2 mínimas SUB5.

 

Os dados de Varginha são parecidos com aqui: https://weather.us/forecast/3445487-varginha/xltrend/euro

  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, LucasFVenturini disse:

O que me impressionou na saída das 18Z do GFS foi a temperatura de 2,7°C em 850hPa para cá. Do dia 6 até o dia 10 com mínimas bem baixas e geadas em quase todos esses dias. No dia 6 máxima de 13,9°C com umidade abaixo dos 30%. E isso tudo faltando 138horas para a MP chegar por aqui. Teoricamente, nessa rodada e na anterior o GFS deu uma aumentada na mínima absoluta do dia 7, no entanto mesmo com a esperada tirada de pé do modelo a projeção da 18Z continua absurda para cá.

LucasFVenturini,

máxima de 13,9 com uma umidade de 30% é negativa na certa no dia seguinte,se for em baixada

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Analisando o ensemble do GFS e ECMWF, posso afirmar que a bomba vem. Talvez seja a onda de frio mais ampla e forte em 19 anos.

 

Sobre desenhos sinóticos parecidos, procurei incansavelmente nas reanálises e não achei nenhum parecido. Vai servir de referência para erupções futuras, porém, como o @VitorVM acabou de me dizer no grupo, pode ser uma decepção grande ou então uma surpresa boa. Aposto na segunda opção, mas diante da falta de precedentes fica difícil saber. Façam suas apostas.

 

Caso o cenário não sofra reviravolta até as 12Z do GFS de amanhã, teremos bolão.

  • Like 14

Share this post


Link to post
Share on other sites

O cenário mais próximo, mas ainda assim com diferenças importantes, é o segundo pulso de Julho/2000. NÃO SURTEM.

 

image.png.57d503c71893b3f5480d2eaa93dabfa4.pngimage.png.5bd443f5f23fc7d86aabfefae6db3353.png

  • Like 8
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não há dúvidas de que esse evento projetado para a próxima semana será memorável em muitas áreas do Sul e do Sudeste. 

O atraso em mais de 2 meses da geada apreciável aqui no município irá pegar grande parte da população literalmente "de calças curtas"... Estamos tão acostumados com o clima primaveril nos agraciando desde o final de Março, que será um desafio e tanto enfrentar os dias tenebrosos (termicamente falando) que se aproximam.

Olhando algumas projeções (sou muito relutante e isso sempre requer um grande esforço), posso arriscar sem peso na consciência de que algo como 2 ou 4 negativas irão inaugurar o inverno/19 aqui no leste paranaense, colocando novamente as coisas do clima nos seus devidos lugares.

Certo dizer: há algo estranho no ar e não saberia exatamente como definir essa "estranheza" q venho percebendo de algum tempo para cá.

Mas, estranhezas à parte, bem vindo seja Sr.Frio!!

 

 

Edited by Carlos Campos
  • Like 13

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Vinicius Lucyrio disse:

O cenário mais próximo, mas ainda assim com diferenças importantes, é o segundo pulso de Julho/2000. NÃO SURTEM.

 

image.png.57d503c71893b3f5480d2eaa93dabfa4.pngimage.png.5bd443f5f23fc7d86aabfefae6db3353.png

Esse 2º pulso é que foi ótimo para Zona da Mata de Minas, centro-norte do Rio e centro-sul do ES,com as menores mínimas desde o famoso 1º de junho de 1979.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Não há dúvidas de que esse evento projetado para a próxima semana será memorável em muitas áreas do Sul e do Sudeste. 

O atraso em mais de 2 meses da geada apreciável aqui no município irá pegar grande parte da população literalmente "de calças curtas"... Estamos tão acostumados com o clima primaveril nos agraciando desde o final de Março, que será um desafio e tanto enfrentar os dias tenebrosos (termicamente falando) que se aproximam.

Olhando algumas projeções (sou muito relutante e isso sempre é um grande desafio para mim), posso arriscar sem peso na consciência de que algo como 2 ou 4 negativas irão inaugurar o inverno/19 aqui no leste paranaense, colocando novamente as coisas do clima nos seus devidos lugares.

Certo dizer: há algo estranho no ar e não saberia exatamente como definir essa "estranheza" q venho percebendo de algum tempo para cá.

Mas, estranhezas à parte, bem vindo seja Sr.Frio!!

 

 

O bom filho à casa torna!

Que legal ver o senhor aqui de novo!

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Fernando Keiser disse:

O bom filho à casa torna!

Que legal ver o senhor aqui de novo!

Obrigado kerido

O teu trabalho tem sido magnífico e isso sim é legal! 

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, marinhonani disse:

Esse 2º pulso é que foi ótimo para Zona da Mata de Minas, centro-norte do Rio e centro-sul do ES,com as menores mínimas desde o famoso 1º de junho de 1979.

Só 1028 mbar

 

Saudades de quando eu achava que quanto mais alta a pressão, mais forte o frio era kkk

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, geovane gomides disse:

Esses grandes veranicos antecedem uma potente e histórica massa de ar polar.?? já li algo sobre o inverno de 1975 precedia um veranico também. tem alguma ligação?

Exatamente isso, estive verificando os relatos em 75 antes daquela onda de frio ocorreu temperaturas altas pra época, ocorrência de temporais e granizo,,

Também ocorreu algo de tempo irregular e temporal em 55 antes da maior onda de frio do século 20,  além do inverno atípico de 65 com aquela onda de frio em agosto daquele ano.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, PabloMartins disse:

Só 1028 mbar

 

Saudades de quando eu achava que quanto mais alta a pressão, mais forte o frio era kkk

São 2...

Mas já vi Altas <1022 causando estragos, tanto quanto já vi  >1030 deixando tudo a desejar... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu fico imaginando a friagem na Amazônia, sobretudo no sul do Amazonas e algumas áreas do norte de Mato Grosso onde haverá um breve resfriamento.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
40 minutos atrás, Carlos Campos disse:

Não há dúvidas de que esse evento projetado para a próxima semana será memorável em muitas áreas do Sul e do Sudeste. 

O atraso em mais de 2 meses da geada apreciável aqui no município irá pegar grande parte da população literalmente "de calças curtas"... Estamos tão acostumados com o clima primaveril nos agraciando desde o final de Março, que será um desafio e tanto enfrentar os dias tenebrosos (termicamente falando) que se aproximam.

Olhando algumas projeções (sou muito relutante e isso sempre requer um grande esforço), posso arriscar sem peso na consciência de que algo como 2 ou 4 negativas irão inaugurar o inverno/19 aqui no leste paranaense, colocando novamente as coisas do clima nos seus devidos lugares.

Certo dizer: há algo estranho no ar e não saberia exatamente como definir essa "estranheza" q venho percebendo de algum tempo para cá.

Mas, estranhezas à parte, bem vindo seja Sr.Frio!!

 

 

Carlos Campos,

sentimos sua falta, ficou sumido mais de 1 ano.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui em Sombrio SC é noite de verão impressionante, as escadas do prédio estão tudo molhadas devido a umidade

Edited by Vinicius_Pelisari
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
24 minutos atrás, Carlos Campos disse:

São 2...

Mas já vi Altas <1022 causando estragos, tanto quanto já vi  >1030 deixando tudo a desejar... 

Verdade colega,  muito mais importante nos eventos significativos são as gradientes das camadas de atm 500-700-850, bem como a sincronia de baixas intensa no Atlântico e alta potente no Pacífico. A massa fria pode entrar com altas em torno dos 1022-1025 e fazer história por aqui, vimos isso em 94, por exemplo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Vinicius Lucyrio disse:

 

Mesmo atrasado, permita-me fazer uma correção, Renan: Poço dos Andes é o nome que foi dado por Carlos Girardi, em seu artigo de 1983, a uma "clareira" no Pacífico ao largo da costa do Chile, que é caracterizada pela ausência de nebulosidade (o que dava uma tonalidade negra as imagens de satélite, por isso 'poço'), com um ramo frontal a sudoeste semi-estacionário, e que segundo o autor, em uma época em que a modelagem ainda era luxo e a capacidade computacional era muito baixa, servia de prognóstico para geadas no Sul e possivelmente Sudeste nos próximos 3/4 dias. De fato, não é um fenômeno exclusivo de ondas de frio intensas, mas pode ser mais persistente quando há vários pulsos na sequência, como é o caso de agora. A ASPS tenta seguir seu curso natural, mas a ondulação em altos e médios níveis torna o quadro um tanto persistente. Em geral, a alta no Pacífico acompanha crista em altos níveis. Teremos esse perfil de ASPS persistente na costa do Chile mandando seus braços para cá, juntamente com uma crista amplificada em 250mb, até o dia 6.

 

Vinícius, obrigado pela correção. Eu achava que "poço dos Andes" era uma posição geográfica da alta pressão polar. Sabe como é, nós professores de geografia sempre associamos as coisas dessa forma, kkkkkkkk.

  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 minutos atrás, Vinicius_Pelisari disse:

Aqui em Sombrio SC é noite de verão impressionante, as escadas do prédio estão tudo molhadas devido a umidade

Aqui em Porto Alegre as calçadas estão úmidas. No meu prédio, quanto mais próximo do térreo, mais umidade, a ponto de no primeiro andar parecer que alguém jogou um balde d'água escada abaixo. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje foi um dia que em nada deveu às jornadas mais quentes do auge do verão no Rio Grande do Sul. A variação em algumas cidades gaúchas:

 

Santa Maria/Inmet: 25,4°/30,4°

Taquara/Dr Jung: 26,8°/33,3°

Campo Bom/Quatro Colônias: 25,6°/30,3°

Campo Bom/Inmet: 23,9°/32,7°

Teutônia/Languiru: 23,2°/32,1°

Sta Cruz do Sul/Coutry: 21,2°/30,3°

Morro Reuter/Mato Comprido (720m): 20,4°/25,9°

 

  • Like 8
  • Thanks 1
  • Confused 3
  • Sad 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
46 minutos atrás, Moisés Alexandre disse:

Exatamente isso, estive verificando os relatos em 75 antes daquela onda de frio ocorreu temperaturas altas pra época, ocorrência de temporais e granizo,,

Também ocorreu algo de tempo irregular e temporal em 55 antes da maior onda de frio do século 20,  além do inverno atípico de 65 com aquela onda de frio em agosto daquele ano.

A verdade é que qto mais quente mais frio e antes do frio normalmente temporais e enchentes no sul.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enquanto esperamos a que poder ser nossa Big onda de frio, queria dizer que estou torcendo para ter uma mínima negativa de 2 dígitos, pelas estações do Fernando Kaiser, mas antes disso torço muito mais para uma bela nevada, afinal é a cereja do bolo

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Tomás WRuas disse:

Hoje foi um dia que em nada deveu às jornadas mais quentes do auge do verão no Rio Grande do Sul. A variação em algumas cidades gaúchas:

 

Santa Maria/Inmet: 25,4°/30,4°

Taquara/Dr Jung: 26,8°/33,3°

Campo Bom/Quatro Colônias: 25,6°/30,3°

Campo Bom/Inmet: 23,9°/32,7°

Teutônia/Languiru: 23,2°/32,1°

Sta Cruz do Sul/Coutry: 21,2°/30,3°

Morro Reuter/Mato Comprido (720m): 20,4°/25,9°

 

Inacreditável como faz calor nessas regiões baixas do RS, sobretudo, nos vales. Que trem horroroso! 

 

Pelo menos de dinamismo naa tima semanas não dá pra reclamar, né? Sem falar na bomba polar que tá chegando. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

O segundo pulso de Julho/2000 causou a mínima de 04,2C no INMET topão de JF, neste pulso futuro nem preciso de chegar a isso, basta que tenhamos uma sub-5 no topão que já ficaria muito feliz. E também no meu sítio, obviamente. 

 

Estarei na baixada do Passos del Rei para fotografar a possível geada. Será emocionante, a primeira geada que vejo em JF. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olhando as últimas previsões do Euro e do GfS tenho a impressão que veio mais fraco para SP .

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, Victor Naia disse:

Inacreditável como faz calor nessas regiões baixas do RS, sobretudo, nos vales. Que trem horroroso! 

 

Pelo menos de dinamismo naa tima semanas não dá pra reclamar, né? Sem falar na bomba polar que tá chegando. 

Lembrando que 2013 tbm tava quente antes dos acontecimentos. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje o dia foi bastante nublado e escuro em Buenos Aires (tem sido frequentes dias assim neste outono-inverno), com garoa/chuva fina quase o tempo todo. A temperatura variou entre 11,8°C e 14°C. Agora segue a garoa, com 12,2°C, URA de 96%, vento leste a 3 km/h e pressao de 1.008,2 hpa. A visibilidade está restrita a 6 km.

Ainda deve chover de madrugada e amanha o dia comeca com neblina. Ao longo do dia, céu nublado. À noite a nebulosidade comeca a diminuir. Mínima de 9°C e máxima de apenas 12°C, segundo o SMN. Caso confirme, será a menor máxima do ano até agora. O sol nasce às 8h01 e se poe às 17h53.

Abaixo uma foto tirada na Avenida de Mayo por volta das 16h de hoje:

image.png.14242f53a5f9a87f2b4f3243f1f5e51d.png

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, geovane gomides disse:

Esses grandes veranicos antecedem uma potente e histórica massa de ar polar.?? já li algo sobre o inverno de 1975 precedia um veranico também. tem alguma ligação?

Se fosse assim teríamos um verdadeiro amagedom polar, pq estamos nesse "veranico" faz 3 semanas

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 minutos atrás, Victor Naia disse:

Inacreditável como faz calor nessas regiões baixas do RS, sobretudo, nos vales. Que trem horroroso! 

 

Pelo menos de dinamismo naa tima semanas não dá pra reclamar, né? Sem falar na bomba polar que tá chegando. 

Tipo na onda de calor de 2014 quando fez 43°C - 44°C e nenhum jornal disse praticamente nada, e se fosse SP e RJ iriam fazer uma matéria de 15 minutos e ainda culpando o aquecimento global e o el nino KKKKKK

  • Haha 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.