Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Janeiro/2019

Recommended Posts

16 horas atrás, LeoP disse:

 

Mas será que há algum período na história correspondente ao atual? Em que o período nov-jan foi sucessivamente afetado por bloqueios? O que estamos vivendo não é mais algo isolado.

Pergunta muito interessante. E a questão é sim. 1956 teve um Janeiro extremamente ensolarado e seco em SP. Uma vez falaram deste ano aqui no fórum foi na onda de calor de 2014 (ou 2015) e acho que foi o Aldo que tinha os dados.

 

Mas há outros anos também

1924

http://meteorologiaeclima1.blogspot.com/2010/09/1924-sao-paulo-enfrentava-racionamento.html?m=1

 

1964 (Mirante acumulou apenas 98mm em Janeiro deste ano) e há uma notícia de seca da época.

http://meteorologiaeclima1.blogspot.com/2010/08/1963-seca-historica-no-parana-com.html?m=1

 

É complicado afirmar se é um padrão que veio para ficar, porque há dados mostrando que isso já aconteceu no passado.

Mas ao mesmo tempo faltam dados detalhados 1924, 1956, 1964 não há imagens de satélite para sabermos como estava a cobertura de nuvens na época.  A riqueza de dados que temos hoje é dos últimos 40, 50 anos, é muito pouco. E podendo discutir, trocar informações evoluiu mesmo só no pós 2000. Antes disso se eu quisesse ver uma imagem de satélite tinha que esperar a previsão do tempo que naquela época era uns 15 Segs na TV ou comprar um jornal. Informações um pouco mais técnicas só pelas previsões do tempo do Narciso Vernizzi.

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, jrmartinisp disse:

Pergunta muito interessante. E a questão é sim. 1956 teve um Janeiro extremamente ensolarado e seco em SP. Uma vez falaram deste ano aqui no fórum foi na onda de calor de 2014 (ou 2015) e acho que foi o Aldo que tinha os dados.

 

Mas há outros anos também

1924

http://meteorologiaeclima1.blogspot.com/2010/09/1924-sao-paulo-enfrentava-racionamento.html?m=1

 

1964 (Mirante acumulou apenas 98mm em Janeiro deste ano) e há uma notícia de seca da época.

http://meteorologiaeclima1.blogspot.com/2010/08/1963-seca-historica-no-parana-com.html?m=1

 

É complicado afirmar se é um padrão que veio para ficar, porque há dados mostrando que isso já aconteceu no passado.

Mas ao mesmo tempo faltam dados detalhados 1924, 1956, 1964 não há imagens de satélite para sabermos como estava a cobertura de nuvens na época.  A riqueza de dados que temos hoje é dos últimos 40, 50 anos, é muito pouco. E podendo discutir, trocar informações evoluiu mesmo só no pós 2000. Antes disso se eu quisesse ver uma imagem de satélite tinha que esperar a previsão do tempo que naquela época era uns 15 Segs na TV ou comprar um jornal. Informações um pouco mais técnicas só pelas previsões do tempo do Narciso Vernizzi.

 

 

 

1956 inclusive foi um ano marcado pelo frio constante e intenso no Brasil e América do Sul, além do janeiro muito seco em SP tivemos o mês de maio mais frio desde o início dos registros, infelizmente na época as previsões do tempo eram muito escassas aqui o que dificultava a coleta de informações importantes, por isso muitos agricultores perdiam as colheitas por causa das geadas severam que aconteciam quase todo ano nas décadas de 40 (final), 50, 60 e 70, forçando os mesmos a venderem suas terras e se mudarem para regiões mais ao norte como Mato Grosso, Rondônia e Pará. A previsão do tempo tornou-se mais acessível apenas nos anos 80 com o início na informatização computacional da climatologia brasileira; nos anos 90 muitos canais nacionais estrearam quadros de previsão do tempo, como a Globo com a Sandra Anhemberg em 1991, depois o próprio fundador da climatempo e meteorologista Carlos Magno foi contratado pela emissora alguns anos depois.

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Enio Rezende disse:

Olá amigos!! Acabo de me registrar aqui no fórum mas sempre fui amante da meteorologia e gosto de anotar dados climatológicos da minha região. Em uma breve apresentação: Não gosto de calor, adoro dias ensolarados (de preferências frios), gosto muito de chuva e amo frio.

Atualmente moro em Conselheiro Lafaiete/MG. Sempre vivi nessa região, que pela altitude acima de 1000 metros não tem calor em excesso no verão (2018 não fez mais que 32ºC) e um pouco de frio no inverno (2018 apesar de um inverno fraco chegou aos 5ºC).

Desde 2008 registro as temperaturas nas estações automáticas do INMET em Ouro Branco, que fica a 13km em linha reta daqui do meu apartamento, com diferença de altitude de apenas 50 metros e sem nenhuma grande barreira geográfica entre nós, portanto considero-a como a melhor fonte de referência para meus dados.

Registro também as temperaturas da estação do INMET em Barbacena, cidade onde morei por 6 anos de 2009 a 2015 e que é famosa por ser uma das mais frias de Minas, embora na média seja apenas 1ºC mais fria que aqui em Lafaiete. Até 2015 também anotava, de forma amadora, as temperaturas no sítio onde morava minha família na zona rural de Carandaí, cidade que fica no meio do caminho entre Conselheiro Lafaiete e Barbacena. Por ser um sítio próximo ao rio e a 1080 metros de altitude, havia lá um forte efeito baixada com resfriamento noturno e geadas frequentes no inverno. Lá registrei a menor temperatura de 0,3º em 13/06/2010, mesmo dia em que as estações do INMET marcavam as menores mínimas que tenho registro: Barbacena 2,7º e Ouro Branco 5,4º. A pior onda de calor por aqui ocorreu em outubro de 2014 quando Barbacena marcou 34º, registrei 35° no sítio em Carandaí e 35,2º em Ouro Branco. Outros dados extremos registrados por aqui: menor máxima em Barbacena 10,9º em 15/08/2013 e em Ouro Branco 13,9º em 18/09/2008. A noite mais quente foi a de 20/10/2016 com mínima de 20,3º em Barbacena e 21,1º em Ouro Branco.

As temperaturas médias anuais variam de 20,2º em 2008 a 21,3º em 2015 em Ouro Branco e 19º em 2013 a 19,9º em 2015 em Barbacena.

Daqui pra frente quero compartilhar com vocês as condições meteorológicas da minha região, já vi que tem muitos mineiros por aqui e espero que estejamos todos à vontade para compartilhar nossos dados e registros.

Agora, céu limpo em Conselheiro Lafaiete, o domingo foi de sol, mínima de 18º e máxima de 29º, não chove desde segunda passada, agora 23ºC.

Boa noite a todos!!

 

Bem vindo, Ênio !

 

Qual a altitude média de Lafaiete ? Já passei por aí tantas vezes, pois trabalho na MRS Logística, e sempre achei um clima muito semelhante a Juiz de Fora. 

 

Eu teria curiosidade de instalar uma estação no topo da serra de Ouro Branco, acho que teria dados surpreendentes.

 

Mas, sem dúvidas, agora meu sonho de consumo seria ver funcionando uma estação numa baixadona de Ouro Preto ! Faz frio demais naquela cidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, jrmartinisp disse:

Pergunta muito interessante. E a questão é sim. 1956 teve um Janeiro extremamente ensolarado e seco em SP. Uma vez falaram deste ano aqui no fórum foi na onda de calor de 2014 (ou 2015) e acho que foi o Aldo que tinha os dados.

 

Mas há outros anos também

1924

http://meteorologiaeclima1.blogspot.com/2010/09/1924-sao-paulo-enfrentava-racionamento.html?m=1

 

1964 (Mirante acumulou apenas 98mm em Janeiro deste ano) e há uma notícia de seca da época.

http://meteorologiaeclima1.blogspot.com/2010/08/1963-seca-historica-no-parana-com.html?m=1

 

É complicado afirmar se é um padrão que veio para ficar, porque há dados mostrando que isso já aconteceu no passado.

Mas ao mesmo tempo faltam dados detalhados 1924, 1956, 1964 não há imagens de satélite para sabermos como estava a cobertura de nuvens na época.  A riqueza de dados que temos hoje é dos últimos 40, 50 anos, é muito pouco. E podendo discutir, trocar informações evoluiu mesmo só no pós 2000. Antes disso se eu quisesse ver uma imagem de satélite tinha que esperar a previsão do tempo que naquela época era uns 15 Segs na TV ou comprar um jornal. Informações um pouco mais técnicas só pelas previsões do tempo do Narciso Vernizzi.

 

 

 

 

Seus exemplos todos foram casos isolados, me refiro à uma recorrência por muitos anos seguidos.

 

Faz um tempo já que o grosso da temporada chuvosa em MG, que é o período entre novembro e janeiro, tem sido alvo de estiagens anômalas. Para se ter uma ideia, a média desses 3 meses em BH é de ~950mm e baixa insolação (160h). Isso não é coerente com essa recorrência toda, de vez em quando tudo bem, mas ta parecendo outro clima. Essa época é pra estar cheio de nuvens e não com céu azul todo dia.

 

Eu vou fazer uma pesquisa simples pra ver se existe correlação pra BH.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

1956 inclusive foi um ano marcado pelo frio constante e intenso no Brasil e América do Sul, além do janeiro muito seco em SP tivemos o mês de maio mais frio desde o início dos registros, infelizmente na época as previsões do tempo eram muito escassas aqui o que dificultava a coleta de informações importantes, por isso muitos agricultores perdiam as colheitas por causa das geadas severam que aconteciam quase todo ano nas décadas de 40 (final), 50, 60 e 70, forçando os mesmos a venderem suas terras e se mudarem para regiões mais ao norte como Mato Grosso, Rondônia e Pará. A previsão do tempo tornou-se mais acessível apenas nos anos 80 com o início na informatização computacional da climatologia brasileira; nos anos 90 muitos canais nacionais estrearam quadros de previsão do tempo, como a Globo com a Sandra Anhemberg em 1991, depois o próprio fundador da climatempo e meteorologista Carlos Magno foi contratado pela emissora alguns anos depois.

Na verdade Os quadros de previsão do tempo chegaram a existir no JN na década de 70.

Nos anos 80 passaram para os jornais locais (No caso de SP o bom dia SP, o SPTV) dando a previsão só de SP, mas raramente se mostrava alguma imagem, era o locutor da bancada falando apenas.

Foi nos anos 90 que estrearam no JN com a Sandra Annenberg um quadro com mapa e a previsão do país inteiro.

Em uma reformulação do Jornal Hoje também passaram a informar em um quadro parecido com o do JN

Mesmo assim sempre achei tudo muito modesto, foi só com a internet que eu pelo menos, passei a entender melhor o funcionamento do tempo neste país.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, jrmartinisp disse:

Na verdade Os quadros de previsão do tempo chegaram a existir no JN na década de 70.

Nos anos 80 passaram para os jornais locais (No caso de SP o bom dia SP, o SPTV) dando a previsão só de SP, mas raramente se mostrava alguma imagem, era o locutor da bancada falando apenas.

Foi nos anos 90 que estrearam no JN com a Sandra Annenberg um quadro com mapa e a previsão do país inteiro.

Em uma reformulação do Jornal Hoje também passaram a informar em um quadro parecido com o do JN

Mesmo assim sempre achei tudo muito modesto, foi só com a internet que eu pelo menos, passei a entender melhor o funcionamento do tempo neste país.

Não sabia que chegou a ter previsão do tempo na tv no país nos anos 70, pensei que fosse apenas na década seguinte. Sobre os anos 90, a Globo foi a emissora que mais variou nos quadros de previsão do tempo: com a Sandra Anhemberg em 1991 era muito simples, mostrava a imagem de satélide depois um mapa do Brasil mostrando apenas aonde iria chover e as temperaturas máximas; em 1994 houve uma reformulação onde o mapa ficou um pouco mais detalhado, tem um vídeo no youtube de uma reportagem que fizeram sobre a onda de frio daquele ano, inclusive mostrando a acumulação incomum da neve nas serras sulinas; em 1996 contrataram da climatempo o Carlos Magno, só aí o mapa passou a mostrar as temperaturas mínimas e todas as condições de sol e chuva, dois anos depois (1998) a Fabiana Scaranzi apresentava a previsão no Jornal Nacional substituindo em parte o Magno; depois este saiu e a Fabiana ficou fixa, ela que deu os alertas do frio extremo de 2000, a partir daí a internet ficou mais barata e facilitou muito o acesso ao público leigo sobre meteorologia.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, LeoP disse:

 

Seus exemplos todos foram casos isolados, me refiro à uma recorrência por muitos anos seguidos.

 

Faz um tempo já que o grosso da temporada chuvosa em MG, que é o período entre novembro e janeiro, tem sido alvo de estiagens anômalas. Para se ter uma ideia, a média desses 3 meses em BH é de ~950mm e baixa insolação (160h). Isso não é coerente com essa recorrência toda, de vez em quando tudo bem, mas ta parecendo outro clima. Essa época é pra estar cheio de nuvens e não com céu azul todo dia.

 

Eu vou fazer uma pesquisa simples pra ver se existe correlação pra BH.

Há sim, neste ponto eu concordo contigo, estamos presenciando uma frequência de situações de bloqueio no verão nesta década como em nenhuma outra que já conhecemos. Principalmente no mês de fevereiro. 

No que eu consegui ler sobre, aexplicação seria o Atlântico e o Pacífico sul,  com anomalias positivas impedindo avanço de sistemas frontais e a falta deles acaba permitido o posicionamento da Asas fora da sua posição climatológica normal, foi esta a explicação mais plausível que consegui ler sobre o que poderia estar provocando isso.

Há outras coisas também, que já saiu até em matéria de tv sobre o desmatamento que afetaria o transporte de umidade da Amazônia pelo país. MG seria um dos estados mais afetados, mas isto era uma possível causa para daqui há várias decadas. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

Não sabia que chegou a ter previsão do tempo na tv no país nos anos 70, pensei que fosse apenas na década seguinte. Sobre os anos 90, a Globo foi a emissora que mais variou nos quadros de previsão do tempo: com a Sandra Anhemberg em 1991 era muito simples, mostrava a imagem de satélide depois um mapa do Brasil mostrando apenas aonde iria chover e as temperaturas máximas; em 1994 houve uma reformulação onde o mapa ficou um pouco mais detalhado, tem um vídeo no youtube de uma reportagem que fizeram sobre a onda de frio daquele ano, inclusive mostrando a acumulação incomum da neve nas serras sulinas; em 1996 contrataram da climatempo o Carlos Magno, só aí o mapa passou a mostrar as temperaturas mínimas e todas as condições de sol e chuva, dois anos depois (1998) a Fabiana Scaranzi apresentava a previsão no Jornal Nacional substituindo em parte o Magno; depois este saiu e a Fabiana ficou fixa, ela que deu os alertas do frio extremo de 2000, a partir daí a internet ficou mais barata e facilitou muito o acesso ao público leigo sobre meteorologia.

 

Tem no fim deste vídeo 😉

 

Edited by jrmartinisp

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enquanto o tempo bom com sol, impera na maior parte do Centro-Sul do país, no interior no Maranhão é época das chuvas, época que o calor da uma trégua como em Imperatriz, segunda maior cidade do estado. 27º

 

50103875_1198946403606441_64226876992320

 

Edited by Lucas Venturini
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 13/01/2019 em 16:15, OhTheJohnny disse:

Nuvem funil (?) registrada ontem na base de uma célula de chuva c/ granizo em Baraúna (PB), ontem 12/01. 

 

ssaasa.png

 

Nossa, incrível! Aproveitando a deixa, lá choveu 80,0 mm no dia citado. Em 1° vem Sossêgo, com 110,0 mm e em 3° vem Cuité, com 56,0 mm, vizinhas a Baraúna (que ficou em 2°).

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dia típico de verão em Guarapuava. A temperatura chegou aos 28ºC segundo o SIMEPAR. Nesse momento com uma bela pancada de chuva, a temperatura caiu para 20ºC.

 

 

20190114_162510.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depois de uma máxima de 32.2 graus no Sesc Inmet , temos chuva aqui no meu bairro e lá no Sesc .

A temperatura teve um pico de 20.2 q é a mínima do dia.

Ao contrário das ultimas tempestades que sempre vinham com um pouco de granizo, hj foi tranquilo aqui.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde.

Na noite de ontem ocorreram temporais com muitos raios e trovões no sertão da PB.

Satélite GOES 14, 22h00 local

319394056_Semttulo.png.3eda5865905b392fedf427fa5e432440.png

 

Registrei 27,5 mm no meu pluviômetro.

  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Lucas Venturini disse:

Dia 'bonito' porém muito quente em Porto Alegre com 32°.

 

Aqui variação de 23,5° a 33,9° sem baixar dos 56%, além daquela luz do sol refletida nos cirrus, deixando o ambiente claro e sem sombras.

 

"Bonito" só com aspas mesmo ou para quem está na praia.

 

Agora 31,2° e 61%.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nuvens carregadas em Santo André - SP hoje a tarde por volta das 17:00hs 

2019-01-14_17_03_32.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

A SST chegou a 30°C de forma generalizada na costa de SP. 😱

 

dgsdsgdgsdgsdgsssgd.thumb.png.44ae927585e368b8834c3d2e08c16824.png

 

912213277_cdas-sflux_ssta_samer_1(2).thumb.png.7242b0f027746b80207a69d309f5606a.png

 

 

  • Like 2
  • Thanks 3
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Renan disse:

 

Bem vindo, Ênio !

 

Qual a altitude média de Lafaiete ? Já passei por aí tantas vezes, pois trabalho na MRS Logística, e sempre achei um clima muito semelhante a Juiz de Fora. 

 

Eu teria curiosidade de instalar uma estação no topo da serra de Ouro Branco, acho que teria dados surpreendentes.

 

Mas, sem dúvidas, agora meu sonho de consumo seria ver funcionando uma estação numa baixadona de Ouro Preto ! Faz frio demais naquela cidade.

Obrigado @Renan!!

Lafaiete fica entre 930m na beira do rio a 1040m nos bairros mais altos. Aqui no meu apartamento estou a cravados 1000 metros de altitude.

O topo da Serra de Ouro Branco está a mais de 1500 metros mas como la venta muito creio que não deve dar extremos muito baixos. Tem uma região ali pra tras, sentido Itatiaia, Lavras Novas e Ouro Preto com umas baixadas beeeem geladas mesmo.

Hoje foi mais um dia de tempo firme, mínima de 18° e máxima de 29°. Por volta de 13h sempre tem um aumento de nebulosidade mas por volta das 16h já fica tudo limpo de novo. Foreca tá prevendo um pouquinho de chuva a partir de quinta-feira.

Agora 24°

Edited by Enio Rezende
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Renan disse:

 

Fiz as atualizações e os resultados de momento são esses:

 

Média das Máximas: 30,3ºC (+03,8)

Média das Mínimas: 19,7ºC (+02,0)

Compensada: 23,8ºC (+02,5)

 

Se Janeiro-19 terminasse hoje, seria o SEGUNDO mais quente da história dos registros, perdendo para 2015, e superando por 2 décimos o Janeiro-2014.

Renan,

pelas previsões nos próximos dias, janeiro de 2019 tem grande chance de ultrapassar jan de 2015.

  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Renan disse:

 

Fiz as atualizações e os resultados de momento são esses:

 

Média das Máximas: 30,3ºC (+03,8)

Média das Mínimas: 19,7ºC (+02,0)

Compensada: 23,8ºC (+02,5)

 

Se Janeiro-19 terminasse hoje, seria o SEGUNDO mais quente da história dos registros, perdendo para 2015, e superando por 2 décimos o Janeiro-2014.

 

Em São Paulo também estamos com um Janeiro extremamente quente. As anomalias estão em +3.1ºC no Mirante de Santana nas máximas.

 

001.png.d4c0e097f7b1218337088128cb34a284.png

 

E assim como Juiz de Fora, estamos com o segundo Janeiro mais quente da história, isto é, desde 1945, só perdendo para o fatídico 2015. Os valores de média estão muito próximos do recorde de 2015 aqui em São Paulo. 

 

002.png.31d3ffb40a78257c94e5f546c1ed0ad1.png

 

 

  • Like 4
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Enio Rezende disse:

Olá @marinhonani

Depois que meu pai faleceu, minha mãe saiu de lá e vendemos o sítio. Ele era bem próximo de Pedra do Sino. Pensa num lugar frio hehehe. 1 grau, 2 graus era coisa comum nos invernos dali. Conheço o Célio, estudei com ele no colégio, atualmente ele mora em Goiânia. 

Abraços

Enio Rezende,

vou divulgar algumas temperaturas mínimas registradas nas estações convencionais em Minas no dia 18 de julho de 2000,foram as menores mínimas em mais de 30 anos para um mês de julho.

 

0,4ºC em São João del Rei

 

0,5ºC em Caparaó

 

1,6ºC em Barbacena(a mínima absoluta dos anos 60 até hoje foi, 0,3ºC(1º/06/1979).

 

2,5ºC em Viçosa( a mínima abs. 1,2ºC dia 1º/06/1979).

 

Acompanho faz alguns anos, as mínimas das automáticas de Monte Verde/Camanducaia-MG, Nova Friburgo/Salinas-RJ e a partir de setembro de 2017 as mínimas da estação do Parque Nacional de Itatiaia/Resende-RJ.

 

Edited by marinhonani
  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, jean10lj disse:

A SST chegou a 30°C de forma generalizada na costa de SP. 😱

 

dgsdsgdgsdgsdgsssgd.thumb.png.44ae927585e368b8834c3d2e08c16824.png

 

912213277_cdas-sflux_ssta_samer_1(2).thumb.png.7242b0f027746b80207a69d309f5606a.png

 

 

No verão de 2013/14 as águas nessa região próxima a costa chilena estavam quentes, correto? Por essa razão o bloqueio foi forte (bloqueio oceânico + atmosférico), né? O que impede que coisa parecida aconteça agora, pois as águas estão frias ali. Corrijam-me se estiver errado.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×