Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Resumos Climatológicos Mensais - 2019

Recommended Posts

Em Buenos Aires, junho terminou com temperatura muito acima da média. Nao fez calor, já que a máxima absoluta do mes nao chegou nem a 22°C, mas também praticamente nao fez frio. Em um mes que tem média das mínimas de um dígito, só tivemos mínima sub-10 em oito dos 30 dias do mes. Ou seja, em praticamente 1/4 apenas. Só tivemos uma mínima sub-15°C e seis máximas abaixo dos 15°C.

MÍNIMA MAIS BAIXA: 4,4°C

MÍNIMA MAIS ALTA: 16°C

MÍNIMA MÉDIA: 11,3°C

DESVIO DA MÉDIA: + 3,2°C

 

MÁXIMA MAIS ALTA: 17,8°C
MÁXIMAS MAIS BAIXA: 12,7°C
MÁXIMA MÉDIA: 17,8°C

DESVIO DA MÉDIA: + 1,8°C

 

MÉDIA SIMPLES DE JUNHO: 14,6°C
DESVIO DA MÉDIA: + 2,5°C

5 menores mínimas: 4,4°C (dia 26), 5,5°C (dia 20), 7,5°C (dia 27), 7,9°C (dia 25) e 8,2°C (dia 8 )
5 maiores mínimas: 16°C (dias 12 e 23), 15,6°C (dia 10), 15,5°C (dia 13), 14,3°C (dia 6) e 14°C (dia 7)

5 maiores máximas: 21,9°C (dia 12), 21,5°C (dia 23), 21,4°C (dia 3), 20,7°C (dia 2) e 20,6°C (dia 8 )
5 menores máximas: 12,7°C (dia 30), 14°C (dias 18 e 29), 14,3°C (dia 15), 14,4°C (dia 26) e 14,7°C (dia 28)

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desvios da média simples até agora este ano em Buenos Aires:

Janeiro: - 0,1°C
Fevereiro: + 0,3°C

Marco: -1,1°C

Abril: + 1,3°C

Maio: + 1°C

Junho: + 2,5°C

 

Ano: + 0,7°C

  • Like 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Junho de 2019 nas estações do Inmet (Aut =Automática e Con = Convencional) na Paraíba

kMJgh5d.png

5TWkNeM.png

Onde moro:

                       jd40jNk.png

 

Comentários:

 

1. Campina Grande teve uma incrível sequência de máximas acima de 30°C no início do mês. Foi um fato histórico. Isso contribuiu para a alta anomalia na média máxima, tornando este Junho o 3° mais quente nesta variável:

image.png.08887ac05c2228a6963d387a543a97a7.png

 

2. João Pessoa teve seu 3° Junho mais chuvoso desde 1961:

image.png.14a41b04b641cca556fe3789dc885d7d.png

Houve recorde também nos registros diários (@Pedro Victor P.). Os 182.4 mm do dia 14 é o 2° maior valor para Junho (imagem da esquerda) e o 5° maior valor para qualquer mês (imagem da direita). Ainda na imagem da esquerda, nota-se que os 145.2 mm registrados no dia 13 foi o 5° maior valor diário para Junho:

image.png.eb8735c01ca9e17c0fa9bc4bb59966cf.pngimage.png.70e5a7e552db1dcc02f598c0ef78b5fb.png

 

3. Com base nos dados da Convencional, Monteiro teve seu 4° Junho com maior média máxima desde 1961:

image.png.5534a093c7b4486b5bc181c5224d55c8.png

Edited by CloudCb
  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

JUNHO 2019 - NOVA TRENTO/SC E REGIÃO

 

1117455191_Semttulo1.thumb.png.bdccc04464340413fd1dbf39fba8571a.png

1177036822_Semttulo2.thumb.png.12b91d1ec877bbfd58ce2a68995ef7c0.png

1101389589_Semttulo3.thumb.png.5044b88475906c4e7428a42eca9c8f25.png

1512137449_Semttulo4.thumb.png.e6617afa3951d2224eff26bb5373670a.png

 

De todos os invernos que já vivi, esse mês foi o maior lixo de todos. Parabéns 2019.

 

 

  • Like 6
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O mês de Junho em algumas automáticas do Inmet do NE

NM5oM1o.png

 

Edited by CloudCb
Adição de Sta. Rita de Cássia
  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 31/05/2019 em 18:16, Tomás WRuas disse:

Observações:
Um maio tosco e histórico. A frase parece até contraditória, mas não é. Dá sono falar em recordes de calor no padrão atual. Eles se tornaram tão banais, tão comuns e cotidianos, que chegam a ressignificar a palavra "recorde". Principalmente quando se trata de mínimas. Tivemos a maior média mínima da história para maio, e já não é algo que nos surpreende. Isso é grave. Tivemos em janeiro deste ano o mês mais quente da história. E não nos surpreendeu. 2019 já acumula dois recordes históricos. Muito que bem. 

Aguardemos os próximos capítulos.

 

Próximo capítulo:

PORTO ALEGRE - INMET - JUNHO 2019

image.thumb.png.7dc60b33ff58d842b5f0dd1ab83c7b40.png 

Tabela da estação automática (2001-19) | As médias e extremos abaixo são da convencional, com anomalias para a normal 1981-2010.

 

  • Média compensada: 18,3° (+3,8°maior desde 1910
  • Média das mínimas: 14,2° (+3,3°) maior desde 2005
  • Média das máximas: 25,0° (+5,1°maior desde 1910
  • Máxima absoluta: 30,3°
  • Mínima absoluta: 3,6° 
  • Maior mínima: 18,1°
  • Menor máxima: 13,9°


Precipitação: 44,4 mm (-97,1 mm

 

Observações:
O junho mais quente da história, apenas e tão somente. A maior anomalia positiva da história foi essa média máxima de 25,0° e seus +5,1. Bateu o recorde anterior de junho/2005 em 1,9° (Jardim Botânico) e em 1,5°C o da Redenção, de junho de 1930.

  • Like 7
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, CloudCb disse:

O mês de Junho em algumas automáticas do Inmet do NE

NM5oM1o.png

 

 

Sensacional a inclusão de Piatã! \o/

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Junho - Curitiba INMET Aut.

 

Média máxima: 22,2°C  (+2,1°)

Média mínima: 11,6°C  (+1,9°)

Precipitação: 72,6 mm (94,1 mm)

Maior acumulado diário: 37,4 mm (26/06)

Máxima absoluta: 26,3°C

Mínima absoluta: 6,3°C

 

image.png.ec9edac47ad77424b53c7719368e793d.png

obs: Mínimas mais baixas tiradas da convencional

 

Resumo da primeira metade de 2019:

 

Jan:  19,2°C  (+2,0°)  |  30,1°C  (+3,3°)   195,6 mm

Fev:  17,4°C  (-0,0°)   |  26,3°C  (-0,5°)    284,8 mm

Mar: 16,9°C  (+0,4°)  |  25,9°C  (-0,1°)    59,2 mm

Abr:  16,0°C  (+1,4°)  |  25,1°C  (+1,1°)   115,4 mm

Mai:  14,5°C  (+3,3°)  |  21,8°C  (+1,0°)   246,0 mm

Jun:  11,6°C  (+1,9°)  |  22,2°C  (+2,1°)   72,6 mm

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Tomás WRuas disse:

 

Próximo capítulo:

PORTO ALEGRE - INMET - JUNHO 2019

image.thumb.png.7dc60b33ff58d842b5f0dd1ab83c7b40.png 

Tabela da estação automática (2001-19) | As médias e extremos abaixo são da convencional, com anomalias para a normal 1981-2010.

 

  • Média compensada: 18,3° (+3,8°maior desde 1910
  • Média das mínimas: 14,2° (+3,3°) maior desde 2005
  • Média das máximas: 25,0° (+5,1°maior desde 1910
  • Máxima absoluta: 30,3°
  • Mínima absoluta: 3,6° 
  • Maior mínima: 18,1°
  • Menor máxima: 13,9°


Precipitação: 44,4 mm (-97,1 mm

 

Observações:
O junho mais quente da história, apenas e tão somente. A maior anomalia positiva da história foi essa média máxima de 25,0° e seus +5,1. Bateu o recorde anterior de junho/2005 em 1,9° (Jardim Botânico) e em 1,5°C o da Redenção, de junho de 1930.

 

Nossa, espantado com essa impressionante anomalia das máximas de +5 em POA. E realmente foi um mês seco, inclusive esses 44,4mm é menor que os 61mm de dezembro de 2018(baixou o mínimo mensal do peculiar 2018, peculiar pois nenhum mês do ano passado teve mais de 200mm em POA).

 

E como foi as anomalias de temperatura do primeiro semestre em Porto Alegre? O primeiro semestre na capital gaúcha foi extremamente quente, talvez um dos mais quentes já registrados, certo?

Por aqui o primeiro semestre também foi um horror, especialmente o trimestre AMJ(principalmente maio) Não fez frio. Assim que sair os dados de junho eu mostro a anomalia de temperatura do Mirante no primeiro semestre, bem como as do IAG.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Guto Cesar disse:

Junho - Curitiba INMET Aut.

 

Média máxima: 22,2°C  (+2,1°)

Média mínima: 11,6°C  (+1,9°)

Precipitação: 72,6 mm (94,1 mm)

Maior acumulado diário: 37,4 mm (26/06)

Máxima absoluta: 26,3°C

Mínima absoluta: 6,3°C

 

image.png.ec9edac47ad77424b53c7719368e793d.png

obs: Mínimas mais baixas tiradas da convencional

 

Resumo da primeira metade de 2019:

 

Jan:  19,2°C  (+2,0°)  |  30,1°C  (+3,3°)   195,6 mm

Fev:  17,4°C  (-0,0°)   |  26,3°C  (-0,5°)    284,8 mm

Mar: 16,9°C  (+0,4°)  |  25,9°C  (-0,1°)    59,2 mm

Abr:  16,0°C  (+1,4°)  |  25,1°C  (+1,1°)   115,4 mm

Mai:  14,5°C  (+3,3°)  |  21,8°C  (+1,0°)   246,0 mm

Jun:  11,6°C  (+1,9°)  |  22,2°C  (+2,1°)   72,6 mm

 

Guto, vc não postou litoral dessa vez?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Goiânia  - Junho/2019

 

Estação Simego
Médias: 12,9 / 28,7 / 20,8
Extremos: 10,0 / 17,3 / 25,7 / 31,2

 

Estação Inmet Auto
Médias: 14,2 / 29,7 / 21,9
Extremos: 11,9 / 17,5 / 26,5 / 32,5

 

Estação Inmet  Conv.
Médias: 16,3 / 30,5 / 23,4
Extremos: 13,7 / 19,3 / 27,8 / 33,2

 

LEGENDA:

Médias: Média das Mínimas / Média das Máximas / Temperatura Média Simples
Extremos: Menor mínima / Maior mínima / Menor máxima / Maior máxima

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Araçu-GO - Junho/2019

 

Médias: 11,5 / 28,4 / 19,9
Extremos: 8,8 / 15,0 / 25,4 / 30,7

(Proprietária: Simego. Localização: -16.366, -49.669. Altitude: 782m.)

 

LEGENDA:

Médias: Média das Mínimas / Média das Máximas / Temperatura Média Simples
Extremos: Menor mínima / Maior mínima / Menor máxima / Maior máxima

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Darley disse:

 

Nossa, espantado com essa impressionante anomalia das máximas de +5 em POA. E realmente foi um mês seco, inclusive esses 44,4mm é menor que os 61mm de dezembro de 2018(baixou o mínimo mensal do peculiar 2018, peculiar pois nenhum mês do ano passado teve mais de 200mm em POA).

 

E como foi as anomalias de temperatura do primeiro semestre em Porto Alegre? O primeiro semestre na capital gaúcha foi extremamente quente, talvez um dos mais quentes já registrados, certo?

Por aqui o primeiro semestre também foi um horror, especialmente o trimestre AMJ(principalmente maio) Não fez frio. Assim que sair os dados de junho eu mostro a anomalia de temperatura do Mirante no primeiro semestre, bem como as do IAG.

 

Certinho. Foi o primeiro semestre mais quente da história de POA, com média 24h de 22,3°. Passou o recorde anterior de 2005 (21,7°) em 0,6 grau.

 

image.thumb.png.3d7643bf8022d1e80fcf1ba89628de96.png

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Leste paranaense - dados diários

Primeiro planalto:

image.png.194c4b7d45eb20615679a76bb0fe6e75.png

 

Colombo, em comparação com a capital, mostrou uma diferença bem maior nesse mês do que o normal. Em muitos dias, as mínimas foram muito menores que a de Curitiba.

 

O litoral apresentou amplitudes térmicas muito expressivas nos dias 24, 25, 29 e 30. Nos dias 25 e 30, a amplitude em Morretes foi de 16,5°C! Mais surpreendente ainda, Paranaguá no dia 25 teve amplitude de 16,3°C, para uma cidade rodeada pela baía de Paranaguá e o próprio mar. Além disso, Paranaguá obteve o recorde de calor absoluto para Junho: 34,2°C (anterior 33,8°C).

 

image.png.5717bd24963bdcc7c3a3e39ed004bb86.png

 

Tá aí, @LuluBros .

Edited by Guto Cesar
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Guto Cesar disse:

Leste paranaense - dados diários

Primeiro planalto:

image.png.194c4b7d45eb20615679a76bb0fe6e75.png

 

Colombo, em comparação com a capital, mostrou uma diferença bem maior nesse mês do que em. Em muitos dias, as mínimas foram muito menores que a de Curitiba.

 

O litoral apresentou amplitudes térmicas muito expressivas nos dias 24, 25, 29 e 30. Nos dias 25 e 30, a amplitude em Morretes foi de 16,5°C! Mais surpreendente ainda, Paranaguá no dia 25 teve amplitude de 16,3°C, para uma cidade rodeada pela baía de Paranaguá e o próprio mar. Além disso, Paranaguá obteve o recorde de calor absoluto para Junho: 34,2°C (anterior 33,8°C).

 

image.png.5717bd24963bdcc7c3a3e39ed004bb86.png

 

Tá aí, @LuluBros .

 

A estação de Paranaguá é a historicamente usada para normais? 

Surpreendente o calor infernal que faz lá, faz o meu quintal parecer agradável.

E olha que moro no Centro Expandido de Sampa, a apenas 740m de altitude. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, LuluBros disse:

 

A estação de Paranaguá é a historicamente usada para normais? 

Surpreendente o calor infernal que faz lá, faz o meu quintal parecer agradável.

E olha que moro no Centro Expandido de Sampa, a apenas 740m de altitude. 

 

É a convencional do inmet, então sim. Mas é inmet, né... a estação do simepar em pgua não é tão quente

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Pedro Victor P. disse:

O acumulado em Fortaleza, no posto do Pici, do dia 1º de janeiro até o dia 3 de julho está em 2587,2 milímetros. Dado da FUNCEME.

 

http://www.funceme.br/app/calendario/produto/municipios/maxima/anual?data=2019-1-1

 

2019 já é o 3° ano mais chuvoso da história desse posto aí. O 1° e o 2° lugar pertence a 1974 e a 1985, respectivamente:

 

image.thumb.png.ac55d0e350209c181b98c4712c213b3b.png

image.thumb.png.60e67f2de347aa377b26163734b334fa.png

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, CloudCb disse:

 

2019 já é o 3° ano mais chuvoso da história desse posto aí. O 1° e o 2° lugar pertence a 1974 e a 1985, respectivamente:

 

image.thumb.png.ac55d0e350209c181b98c4712c213b3b.png

image.thumb.png.60e67f2de347aa377b26163734b334fa.png

 

1974 e 1985 foram anos de muita chuva. São as cheias mais lembradas aqui no CE. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/07/2019 em 20:35, CloudCb disse:

 

2019 já é o 3° ano mais chuvoso da história desse posto aí. O 1° e o 2° lugar pertence a 1974 e a 1985, respectivamente:

 

image.thumb.png.ac55d0e350209c181b98c4712c213b3b.png

image.thumb.png.60e67f2de347aa377b26163734b334fa.png

 

2019 no Posto do Pici tá assim:

 

01/2019: 213,7

02/2019: 466,7

03/2019: 679,3

04/2019: 584,3

05/2019: 366,6

06/2019: 264,2

07/2019 (até o dia 5): 13,4

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/07/2019 em 16:57, LuluBros disse:

 

A estação de Paranaguá é a historicamente usada para normais? 

Surpreendente o calor infernal que faz lá, faz o meu quintal parecer agradável.

E olha que moro no Centro Expandido de Sampa, a apenas 740m de altitude. 

 

Como todo o litoral, desde o PR até o sul do RJ, quando sopra ventos continentais pré-frontais, a temperatura dispara.

É o aquecimento adiabático do vento descendo a serra.

 

A média das temperaturas máximas de julho na antiga estação convencional de Santos, na normal 1981-2010, era 23,0°C.

Isto é, não é normal fazer calor em julho por lá.

Mas a máxima absoluta do para o mês é 35,8°C, muito provavelmente registrada em dia de ventos NO pré-frontais.

 

Edited by Aldo Santos

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Aldo Santos disse:

 

Como todo o litoral, desde o PR até o sul do RJ, quando sopra ventos continentais pré-frontais, a temperatura dispara.

É o aquecimento adiabático do vento descendo a serra.

 

A média das temperaturas máximas de julho na antiga estação convencional de Santos, na normal 1981-2010, era 23,0°C.

Isto é, não é normal fazer calor em julho por lá.

Mas a máxima absoluta do para o mês é 35,8°C, muito provavelmente registrada em dia de ventos NO pré-frontais.

 

 

Mas falo da média das mínimas, principalmente.

No meu tórrido quintal, foi de 16,9 em junho deste ano.

E foi de 17,4 em Torranaguá!

Sendo que Paranaguá fica, de fato, ao lado de uma baía. Mas fica longe do oceano.

Assim, imaginei que lá fosse um pouquinho melhor de mínima. 

Mas acredito que lá deve ter uma certa UHI já.

Tanto que é cerca de 1 grau mais quente, na média, que outras estações do litoral do PR.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 07/07/2019 em 07:52, LuluBros disse:

 

Mas falo da média das mínimas, principalmente.

No meu tórrido quintal, foi de 16,9 em junho deste ano.

E foi de 17,4 em Torranaguá!

Sendo que Paranaguá fica, de fato, ao lado de uma baía. Mas fica longe do oceano.

Assim, imaginei que lá fosse um pouquinho melhor de mínima. 

Mas acredito que lá deve ter uma certa UHI já.

Tanto que é cerca de 1 grau mais quente, na média, que outras estações do litoral do PR.

 

 

Eu não acho Pgua longe do oceano, e a baía é bem extensa. Está parelho a Guaratuba. Morretes já está mais pra dentro, e consegue um resfriamento maior.

Mínimas dessa onda de frio:

Guaratuba: 7,0°C

Paranaguá: 6,1°C

Antonina: 4,7°C

Morretes: 4,8°C

Share this post


Link to post
Share on other sites

RESUMO DA CHUVA NAS CAPITAIS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2019

*Considerando somente as estações convencionais, exceto Campo Grande, Porto Velho e Rio de Janeiro

 

Porto Alegre: 797,8mm(média 676,2mm)

Florianópolis: 741,7mm(média 963,6mm)

Curitiba: 981,7mm(média 834,8mm)

 

São Paulo: 1128mm(média 959,4mm)

Belo Horizonte: 587,3mm(média 821mm)

Vitória: 706,2mm(média 599,1mm)

 

Brasília: 886,6mm(média 772,2mm)

Goiânia: 822,1mm(média 897,6mm)

Cuiabá: 908,9mm(média 853,6mm)

 

Rio Branco: 1554,2mm(média 1198,8mm)

Boa Vista: 873,6mm(média 919,1mm)

Manaus: 1673,3mm(média 1566,3mm)

Macapá: 2270,9mm(média 1980,4mm)

Belém: 2571,4mm(média 2142,3mm)

Palmas: 1086,3mm(média 1104,5mm)

 

São Luís: 2543,3mm(média 1952,9mm)

Teresina:1195,4mm(média 1123,8mm)

Fortaleza: 1907,1mm(média 1492,5mm)

Natal: 1396,2mm(média 1220,8mm)

João Pessoa: 1572,6mm(média 1292,8mm)

Recife: 1389,9mm(média 1442,5mm)

Maceió: 1118mm (média 1131,5mm)

Aracaju: 749,9mm (média 834,4mm)

Salvador: 997,2mm (média 1167,6mm)

 

Capitais em Azul são as que terminaram o semestre com chuva abaixo da média

Capitais em Vermelho são aquelas que terminaram com chuva acima da média

 

O destaque do primeiro semestre é que as capitais que estão em roxo (Fortaleza e São Luís) são as primeiras a já ultrapassarem a média anual de chuva.

As capitais Rio Branco, Manaus, Macapá, Belém, Palmas, São Luís, Teresina, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e São Paulo terminaram o primeiro semestre com mais de 1000mm de chuva.

Sendo que destas, Belém, São Luís e Macapá já bateram mais de 2000mm de chuva no período(e são respectivamente as capitais mais chuvosas do primeiro semestre nas estações convencionais do INMET)

 

 

Edited by Darley
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fechamentos de JUNHO 2019 para as estações da minha região de monitoramento - Nova Santa Rita e Portão/RS:

JUNHO.thumb.png.0d0b733d97af2a4694e138d417f3fc48.png

 

 

 

Como todos já sabem, junho 2019 teve média recorde generalizada de anomalias positivas. A primeira quinzena totalmente tropical, e a segunda quinzena totalmente dinâmica, uma montanha russa térmica.

 

Sobre o dia 29/jul:

O sincronismo da meia noite (HBR) com a entrada de vento norte trouxe uma mínima alienígena que sobreviveu as 24 horas do dia 29/jun. É possível notar que o ar quente chegou nas duas estações que estão em Portão pouco depois da meia noite, cerca de 1 hora mais cedo que as de Nova Santa Rita, fazendo a mínima ocorrer durante a elevação da temperatura a meia noite, e exclusivamente função deste timing de ingresso de ar quente. Como em NSR o vento quente chegou depois, à meia noite a temperatura estava menor, como consequência, mínima menor.

 

Chuva acumulada: 49 mm

image.png.255ebc9ded016bbcee4de929d11ad28b.png

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Resumo do primeiro semestre de 2019 na convencional da minha terra natal Teresópolis (bairro Várzea/Centro, 874 m): foi um período marcado pelo calor (perto ou acima dos recordes em jan, abr, mai e jun, mas geralmente quente nos demais meses também) e por chuvas decepcionantes no verão (choveu com frequência e não houve estiagem, mas os volumes ficaram abaixo da média).  De uma maneira geral, as chuvas do verão 2018/2019 decepcionaram no interior do estado do Rio de Janeiro (o que também contribuiu com o calor), só as regiões Metropolitana, Costa Verde e uma parte do sul do estado conseguiram compensar a falta de chuva em dez/jan com chuvas acima da média entre fevereiro e mar/abril ou maio.  Também, partes no norte do estado e da Região dos Lagos tiveram um maio de muito a excepcionalmente chuvoso (mais de 300 mm neste mês em Macaé, Cabo Frio, Arraial do Cabo e Iguaba Grande, concentrado em poucos dias), mas estas áreas dependem menos das chuvas de verão (normalmente mais irregulares mesmo) que o interiorzão do estado, ao norte das serras.

 

Janeiro:

Média máximas: 31,4ºC (novo recorde absoluto, superando 02/1994 e 01/2015)

Média mínimas: 19,7ºC

Máxima abs: 33,6ºC

Mínima abs: 17,2ºC

Chuva: 183,7 mm

 

Fevereiro:

Média máximas: 28,9ºC

Média mínimas: 19,6ºC

Máxima abs: 35ºC (novo recorde mensal no dia 24/02, recorde anterior 34,8ºC)

Mínima abs: 16,6ºC

Chuva: 186,8 mm

 

Março

Média máxima: 27,5ºC

Média mínimas: 18,8ºC

Máxima abs: 32,2ºC

Mínima abs: 14ºC

Chuva: 204,5 mm

 

Abril: 

Média máximas: 27,2ºC

Média mínimas: 17,7ºC

Máxima abs: 31,5ºC

Mínima abs: 13,6ºC

Chuva: 90,4 mm

 

Maio

Média máximas: 24,9ºC

Média mínimas: 16ºC (patético, deve ser recorde máximo mensal)

Máxima abs: 29,6ºC

Mínima abs: 11,3ºC

Chuva: 127,4 mm (único no ano acima da média)

 

Junho:

Média máximas: 23,9ºC

Média mínimas: 14,1ºC

Máxima abs: 29ºC

Mínima abs: 10,2ºC

Chuva: 26,6 mm

 

Editando para incluir a bizarria-mor, a maior esquizofrenia climática da história de Teresópolis desde o combo recorde de frio do ano/recorde de calor absoluto em outubro de 2014 (o de agora no mesmo nível de absurdo, talvez maior). Conseguimos a proeza de chegar ao fim de JUNHO sem alcançar a mínima absoluta de dezembro passado (9,6ºC em 09/12/2018), isso mesmo, DEZEMBRO!!  A MP de julho finalmente conseguiu esta "proeza", deve ter chegado a 7,.. ou 6,....

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

TOP 10 - CHUVA DE JUNHO

Na Paraíba:

u9D19Az.png

No Pernambuco:

p5bdviO.png

 

Fonte: Aesa; Apac.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Julho de 2019 em Fortaleza até o dia 20

 

Média (INMET): 70,1 mm

 

Acumulados nos postos (1º a 20/7/2019)

- Fund. Maria Nilva: 46,8 mm 

- Messejana: 46,0 mm 

- Castelão: 31,8 mm 

- Pici: 28,2 mm

 

Dados da FUNCEME. 

Edited by Pedro Victor P.

Share this post


Link to post
Share on other sites

image.thumb.png.8238b9b78caef64e3df26dce7db347f4.png

 

Julho/2019, nas minhas estações em Curitiba (Orleans e Pilarzinho). Máximas acima da média e mínimas dentro da normalidade (ambas em baixada)

Edited by stankevecz1
  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

2019 até hoje no Canto dos Araçás, Lagoa da Conceição, Florianópolis.

Janeiro e junho foram os mais quentes da história. A média mínima de maio foi a mais quente da história e julho foi levemente acima da média.

 

image.thumb.png.9d8bb1e8a93540ed069a78a58980b801.png

 

Local da estação em vermelho:

image.thumb.png.6b68c0d2d699db4afa3887f671e16a37.png

 

 

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Curitiba INMET - Julho

Média mínima: 9,0°C (+0,0°)

Média máxima: 21,0°C (+1,3°)

Pluviosidade: 11,6 mm (normal - 108,3 mm)

Mínima absoluta: -0,7°C

Máxima absoluta: 26,0°C

 

-> Mês atípico pois: raros dias nublados e/ou com frio diurno. Pouca chuva, frentes frias chegaram capengas por aqui, em questão de chuva. Não fosse pelas mínimas, seria um mês de Setembro agradável. A segunda metade do mês lembrou Junho. Aliás, esse mês provou mais do que nunca que dependemos muito das massas de ar para ficarmos na média. O que deixou Julho perto da média foram duas incursões, o resto dos dias (80%) foram primaveris. Parece que tropicalizamos mais um pouco esse ano.

 

Nº de T. máximas maior que 21,0°C:

jan: 31

fev: 22

mar: 27

abr: 27

mai: 16

jun: 19

jul: 20 (apenas 2 a menos que fevereiro!)

 

image.png.218fa303115682bcafde7afc07239425.png

*valores em itálico são estimativas a fim de não prejudicar o valor final da média aritmética

 

São Mateus do Sul provou seu potencial de frio e registrou 6 negativas este mês. Tantas outras estações na região se saíram excelentes na onda de frio, com valores muito abaixo de zero.

 

Edited by Guto Cesar
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

  Breve resumo de 2019 (janeiro até julho) na estação automática de Niterói, localizada no bairro do Barreto (um dos lugares mais quentes da cidade durante o dia, parece que o INMET escolheu a dedo este lugar para registrar médias altas nos meses mais quentes, e no verão as noites são bem abafadas lá também apesar de nos meses mais frescos haver um arrefecimento noturno maior que em vários outros bairros, por estar longe do mar).

  Pode-se dizer também que a diferença térmica entre verão e inverno no Barreto é maior que em bairros como Centro, Icaraí, Ingá, Boa Viagem, São Francisco, toda a Região Oceânica.. pois no inverno a média destes bairros se aproxima e no verão o Barreto tende a ser mais quente, principalmente num mês com pouca chuva e grande insolação como 01/19.

  A estação foi instalada em agosto de 2018 perto do colégio Pedro II num lugar bastante adensado, o que prejudica um pouco os registros de vento.  Em janeiro de 2019 Niterói foi a automática INMET mais quente de todo o estado do Rio de Janeiro (talvez do Brasil); a média das 744 observações horárias do mês chegou sufocantes 30,2ºC (a Vila Militar no Rio cravou 29,6ºC, mês mais quente já registrado).  Na maior parte de Niterói creio que a média de janeiro ficou entre 28 e 29ºC com os bairros mais frescos em torno de 27ºC; realmente foi um janeiro histórico pela média (mas não pela máxima absoluta), e como o INMET está num dos bairros mais quentes..

 

Janeiro:

Temperatura média: 30,2ºC (muito acima da média)

Precipitação: 35,2 mm (bem abaixo da média)

 

Fevereiro:

Temperatura média: 27,9ºC (próxima da média)

Precipitação: 219,6 mm (mais ou menos o dobro da média)

 

Março:

Temperatura média: 27,1ºC (próxima da média)

Precipitação: 179,6 mm (dentro/um pouco acima da média)

 

Abril:

Temperatura média: 26,5ºC (bem acima da média)

Precipitação: 197,6 mm (acima da média)

 

Maio:

Temperatura média: 24,7ºC (muito acima da média)

Precipitação: 79,4 mm (dentro da média)

 

Junho:

Temperatura média: 23,3ºC (muito acima da média)

Precipitação: 47,6 mm (dentro/um pouco abaixo da média)

 

Julho:

Temperatura média: 21,6ºC (próxima da média, talvez um pouquinho acima)

Precipitação: 20 mm (abaixo da média)

 

Extremos do ano:

Máxima absoluta: 39,9ºC (03/1 e 24/02, por coincidência os mesmos de Florianópolis)

Mínima absoluta: 13,4ºC (19/07, aqui diferiu totalmente da capital catarinense)

Chuva diária 12UTC: 90,8 mm (09/04)

Chuva em 1 hora: 58,2 mm (01/03)

Rajada máxima: 69 Km/h (28/04)

 

T média parcial: 25,9ºC

Chuva acumulada: 779 mm

 

 

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

JULHO 2019 - NOVA TRENTO/SC E REGIÃO

1329311069_Semttulo62.thumb.png.25464dd2d9b9ee4bfa15fae7a87a3449.png

1287772257_Semttulo85.thumb.png.d7544537af2a9075f6b058df2f790380.png

1809983654_Semttulo65.thumb.png.9a1ac16519a4523f6b7c8966bc321509.png

306976897_Semttulo64.thumb.png.60c2022f5cb644e43e7e9b90cfb7b9d2.png

 

-Um julho na média/levemente acima nas temperaturas e abaixo da média nas chuvas, nada que compense o que 2019 está sendo até agora. Tem tudo para ser o ano mais quente de todos os tempos.

 

RESUMO DO 1° SEMESTRE EM NOVA TRENTO

1935026345_Semttulo60.thumb.png.156d528375c76d14bd5c9f309057d358.png

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites

São Sebastião do Paraíso-MG em Julho:

 

image.png.7178af2a170b19fe6e33bbdc234445c7.png

Média em relação a 1981-2010.

 

Média máxima: 25,5°C (-0,3)

Média 24hrs: 15,6°C 

Média mínima: 9,5°C (-1,3)

 

Máxima absoluta: 29,2°C 15/07

Mínima absoluta: -0,5°C 07/07

Maior mínima: 15,5°C  05/07

Menor máxima: 18,4°C 06/07

 

Precipitação acumulada:  13,8 mm (-4,2 mm)

Maior precipitação em 24hrs:  6,2 mm  05/07

Dias com precipitação 1>mm:  3 dias(+1 dia)

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
41 minutos atrás, LucasFVenturini disse:

São Sebastião do Paraíso-MG em Julho:

 

image.png.7178af2a170b19fe6e33bbdc234445c7.png

Média em relação a 1981-2010.

 

Média máxima: 25,5°C (-0,3)

Média 24hrs: 15,6°C 

Média mínima: 9,5°C (-1,3)

 

Máxima absoluta: 29,2°C 15/07

Mínima absoluta: -0,5°C 07/07

Maior mínima: 15,5°C  05/07

Menor máxima: 18,4°C 06/07

 

Precipitação acumulada:  13,8 mm (-4,2 mm)

Maior precipitação em 24hrs:  6,2 mm  05/07

Dias com precipitação 1>mm:  3 dias(+1 dia)

 

Não tô acreditando que minha média mínima na minha Davis "derrotou" a peso pesado São Sebastião do Paraíso. Por 1 décimo ! Brevemente trago os dados. Antes vou postar os dados do INMET.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Renan disse:

 

Não tô acreditando que minha média mínima na minha Davis "derrotou" a peso pesado São Sebastião do Paraíso. Por 1 décimo ! Brevemente trago os dados. Antes vou postar os dados do INMET.

Parece que foi um mês com bons desvios negativos. Tô curioso para ver os dados de JF.

Share this post


Link to post
Share on other sites

PORTO ALEGRE - INMET - JULHO 2019

image.thumb.png.239de29a5d4d6eb2449e34b818a33c97.png

Tabela da estação automática (2001-19) | As médias e extremos abaixo são da convencional, com anomalias para a normal 1981-2010.

  • Média compensada: 13,6° (-0,5°)
  • Média das mínimas: 9,8° (-0,5°) 
  • Média das máximas: 19,3° (-0,3°
  • Máxima absoluta: 28,7°
  • Mínima absoluta: 2,3° 
  • Maior mínima: 17,1°
  • Menor máxima: 10,9°


Precipitação: 158,3 mm (+17,0 mm

 

Observações:
Mês que começou com altas expectativas, registrando a primeira quinzena mais fria pra julho desde 1991. Acontece que estamos no pós 2013, e a nossa alegria dura pouco. A segunda quinzena realizou seus trabalhos, suavizando as anomalias pra casa dos -0,x°. Ainda assim, foi o julho mais frio desde 2012. Ou seja, ganhou dos julhos de 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018, que foram todos ou lixos ou normais.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

SÃO PAULO - JULHO DE 2019

 

JULHO TERMINA COMO UM MÊS COM TEMPERATURAS LEVEMENTE ACIMA DA MÉDIA E UM RECORDE DE CHUVA EM 24 HORAS. 

 

002.jpg.573ed315ef8b5f072689d692a003e10a.jpg

 

EM TERMOS DE CHUVAS, TIVEMOS NA MANHÃ DO DIA 5, UM NOVO RECORDE DE CHUVA ACUMULADA EM 24H PARA O MÊS DE JULHO NO MIRANTE DE SANTANA. 

 

CHOVEU 123,6mm, O QUE SUPERA O RECORDE ANTERIOR QUE ERA 70,8mm (1976), ALÉM DE SER UM DOS 4 MAIORES ACUMULADOS EM 24H DE TODA A HISTÓRIA DA ESTAÇÃO.

 

MAIORES ACUMULADOS DE CHUVA 24H - MIRANTE DE SANTANA (1945-2019)

151,8mm - 21/12/1988

140,4mm - 25/05/2005

127,4mm - 12/01/1949

123,6mm - 05/07/2019

115,0mm - 16/01/2017

 

COMPARAÇÃO JULHO EM ALGUMAS ESTAÇÕES DE SÃO PAULO, COM DESTAQUE PARA MARSILAC

 

001.thumb.JPG.31b397798b8283d28e148724a2782f59.JPG

 

NA ESTAÇÃO DE SÃO MATEUS, JULHO TEVE UM NOVO RECORDE DE TEMPERATURA MINIMA (2012-2019), COM 3,3ºC, ALÉM DO MAIS, JULHO FECHOU COM 111,4mm, MAIOR ACUMULADO PARA O MÊS DA HISTÓRIA DA ESTAÇÃO.

 

 

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites
54 minutos atrás, LucasFVenturini disse:

JULHO de 2019 no SUL/SUDOESTE DE MINAS GERAIS:

 

image.png.b87a6323b440f761e4314c64105bb262.png

Muito obrigado por fazer este tabelão, Lucas! Estou impressionado que a média de Varginha ficou abaixo de Paraíso, que embora tenha máximas mais altas, possui comportamento de baixada e excelentes mínimas que a estação de Varginha não têm potencial pela localização. Acredito que a média mínima das nossas baixadas urbanas sejam similares à média mínima de Machado. Uma baixada em Passa Quatro também teria uma média mínima surpreende. A cidade, está num buraco. Outra que iria surpreender: Santa Rita do Sapucaí, numa baixada longe do rio.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

RESUMO DA CHUVA NO IAG 1° SEMESTRE:

 

JANEIRO: 268mm

FEVEREIRO: 469,6mm

MARÇO: 329,2mm

ABRIL: 164,4mm

MAIO: 61,7mm

JUNHO: 55mm

 

TOTAL: 1347,9mm

 

Primeiro semestre muito chuvoso no IAG, com destaques a fevereiro, março e abril(muito chuvosos, mais do que o dobro do normal). E no acumulado do ano será ainda maior com os dados de julho(quando saírem). O boletim de junho do IAG só foi publicado hoje, por isso estou fazendo o balanço do primeiro semestre só agora.

 

TEMPERATURAS MÉDIAS DO 1° SEMESTRE IAG:

 

Média das máximas: 27,9°C

Média das mínimas: 17,1°C

Média compensada: 21,3°C

 

Primeiro semestre muito quente, com direito a recorde de temperatura para fevereiro(36,6 em 02/02) e março(32,3 em 09/03). Sendo que os 36,6°C do dia 02/02, inclusive, é a maior do ano até agora no IAG.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

BAIRRO DO CHARCO Julho de 2019:

 

TEMPERATURAS:

Charco-temp-jul-2019.PNG.33924540a6e2d139b972ed4a0213e065.PNG

Média simples mensal: 8,6ºC

Média máxima: 18,0ºC

Média mínima: -0,8ºC

Menor mínima: -5,9ºC

Maior mínima: 8,7ºC

Menor máxima: 11,8ºC

Maior máxima: 21,1ºC

Mínimas < 0C: 23

 

OBS: 2º Julho seguido de monitoramento e de média mínima negativa também! Contabilizadas 23 NEGATIVAS!

 

CHUVAS:

Charco-chuva-jul-2019.PNG.8a33ff73491268f8fcb2b64fda6099b0.PNG

101,4mm Acumulados.

 

 

  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, Victor Naia disse:

Muito obrigado por fazer este tabelão, Lucas! Estou impressionado que a média de Varginha ficou abaixo de Paraíso, que embora tenha máximas mais altas, possui comportamento de baixada e excelentes mínimas que a estação de Varginha não têm potencial pela localização. Acredito que a média mínima das nossas baixadas urbanas sejam similares à média mínima de Machado. Uma baixada em Passa Quatro também teria uma média mínima surpreende. A cidade, está num buraco. Outra que iria surpreender: Santa Rita do Sapucaí, numa baixada longe do rio.

De nada, Victor Naia.

A estação daqui de Paraíso, Victor, não fica em uma baixada. Mas sim em uma encosta assim como a de Varginha. A diferença das médias entre as duas estações provavelmente está no fato de que a estação de Varginha está em uma região mais alta q a daqui. Agora uma estação com comportamento de baixada nesse tabelão é a de Cabo Verde, a estação fica a uma altitude de 940m e veja q ela é quase 3°C mais fria q a de Varginha e teve apenas uma mínima acima de 10°C no mês.

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
48 minutos atrás, LucasFVenturini disse:

De nada, Victor Naia.

A estação daqui de Paraíso, Victor, não fica em uma baixada. Mas sim em uma encosta assim como a de Varginha. A diferença das médias entre as duas estações provavelmente está no fato de que a estação de Varginha está em uma região mais alta q a daqui. Agora uma estação com comportamento de baixada nesse tabelão é a de Cabo Verde, a estação fica a uma altitude de 940m e veja q ela é quase 3°C mais fria q a de Varginha e teve apenas uma mínima acima de 10°C no mês.

 

 

 

Bacana, eu jurava que era em uma baixada. Ela está na zona urbana? Em Cabo Verde, tinha uma estação da cooxupé que, pelo Google maps, parecia ser num topo na beira da rodovia. 

 

A cooperativa de Varginha sempre fala dos estragos que as geadas fazem entre Cabo Verde e Muzambinho. As baixadas devem ser poderosas. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Julho de 2019 na Paraíba - Inmet

image.thumb.png.a0457ed270c6de13cb9c0f00538ed489.png

image.thumb.png.370a7c37c7c902c3d6c7e2814b503c33.png

 

Onde moro:

                      image.thumb.png.8b0ef74fe638a2f1f1761ee57ba2a092.png

 

Obs.: Os números em Itálico na Chuva em Campina Grande são da estação automática.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, Victor Naia disse:

Bacana, eu jurava que era em uma baixada. Ela está na zona urbana? Em Cabo Verde, tinha uma estação da cooxupé que, pelo Google maps, parecia ser num topo na beira da rodovia. 

 

A cooperativa de Varginha sempre fala dos estragos que as geadas fazem entre Cabo Verde e Muzambinho. As baixadas devem ser poderosas. 

Não, Victor, ela está localizada na zona rural. Antes de 2017, existia uma outra estação meteorológica na cidade q ficava no aeroporto(topo) da cidade q era da Cooparaiso e os dados ficavam disponível na internet, mas infelizmente com a falência da cooperativa a estação foi junto. Mas de fato, essa estação do INMET não fica em baixada. Na área um pouco abaixo q a estação fica localizada tem uma área de baixada em torno de 790m. Se fosse ali com certeza teria uma média mínima menor q essa registrada na encosta. Ela é uma das melhores estações para registrar mínima absoluta em MG, porém sob efeito de ar polar

Sem esse ar polar talvez não é nem top 10 de MG, veja q ali no tabelão ela ficaria só na frente de Passos e Lavras em média.

 

Sobre Cabo Verde: Sim essa é a localização dela, o Google Mapas engana então, pois pelo site Topograph ela tá localizada em uma área de baixada com morros dos dois lados da rodovia. E os dados dela desse mês e outros corroboram q ela é baixada.

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
31 minutos atrás, LucasFVenturini disse:

Não, Victor, ela está localizada na zona rural. Antes de 2017, existia uma outra estação meteorológica na cidade q ficava no aeroporto(topo) da cidade q era da Cooparaiso e os dados ficavam disponível na internet, mas infelizmente com a falência da cooperativa a estação foi junto. Mas de fato, essa estação do INMET não fica em baixada. Na área um pouco abaixo q a estação fica localizada tem uma área de baixada em torno de 790m. Se fosse ali com certeza teria uma média mínima menor q essa registrada na encosta. Ela é uma das melhores estações para registrar mínima absoluta em MG, porém sob efeito de ar polar

Sem esse ar polar talvez não é nem top 10 de MG, veja q ali no tabelão ela ficaria só na frente de Passos e Lavras em média.

 

Sobre Cabo Verde: Sim essa é a localização dela, o Google Mapas engana então, pois pelo site Topograph ela tá localizada em uma área de baixada com morros dos dois lados da rodovia. E os dados dela desse mês e outros corroboram q ela é baixada.

 

 

Realmente os dados são compatíveis com baixada. Não tinha visto pelo mapa topográfico. Em relação a Paraíso, eu não sabia dessa mudança. Em Varginha, se não me engano, a estação funcionou  alguns anos no aeroporto, a 925m e, aí sim, em um topo na entrada da cidade para quem chega de Alfenas. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Julho fechou com um resultado bom no INMET Ouro Branco, na média simples deu 17,34° e ficou como o 6º mês mais frio dos últimos 12 anos. 

O destaque ficou com as mínimas pois a boa onda de frio desse mês fez a média das mínimas ficar em 10,9°, perdendo apenas dos 10,8° de julho/2017 e empatando com junho/2010.

O tempo seco deu uma disparada na média das máximas que fechou em 23,78° impedindo um desempenho melhor do mês.

Mas tivemos um bom recorde pra gravar na história: 11 mínimas sub-10 batendo julho/2008 que teve 9 sub-10 e também 7 dias seguidos com mínima sub-10, a maior sequência batendo 6 dias de julho/2008. 

O azar foi só as mínimas mais altas, por volta de 15°, no início do mês, que não deixaram esse julho ser o top das mínimas de todos os tempos da minha observação.

A mínima absoluta ainda não foi batida, ficou em 5,9° ainda atrás de 5,4° em 2010 e 5,5° em 2018.

Maior temperatura foi a 28°

Tarde mais fria com máxima de 17,8°

Noite mais quente com mínima de 16°

O gráfico abaixo pega apenas as observações horárias (Inst.) então não pega os extremos, mas serve pra ilustrar o mês:

1510372663_Semttulos.thumb.png.96622270507003ffffb840c2a821c116.png

 

  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 01/08/2019 em 11:48, LucasFVenturini disse:

Parece que foi um mês com bons desvios negativos. Tô curioso para ver os dados de JF.

 

Segue abaixo os dados de Julho na minha estação.

 

image.png.2fb6f8b0dee156592b1caace86f6f27f.png

 

Chuva: Apenas 0,8mm

  • Like 3
  • Thanks 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

No INMET ficou assim:

 

Média máx: 21,9ºC (+00,1)

Média mín: 12,7ºC (+00,2)

Média: 16,6ºC (+00,2)

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.