Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Monitoramento e Previsão Europa - 2019

Recommended Posts

Meus parentes portugueses estão dizendo que fará muito calor nas últimas duas semanas de Agosto e que Setembro, será o mês mais quente do ano. Alguém possui informações?

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Victor Naia disse:

Meus parentes portugueses estão dizendo que fará muito calor nas últimas duas semanas de Agosto e que Setembro, será o mês mais quente do ano. Alguém possui informações?

  Acho pouco provável que isso aconteça.  Os modelos já indicam um início/meio de agosto bastante comportados na Europa e, se ainda está longe para especular sobre o fim de agosto e setembro, a climatologia/aumento da inclinação dos raios solares/diminuição dos dias já jogam contra a ocorrência de ondas de calor mais fortes (ainda que nada impeça uma anomalia quente maior em setembro que nos demais meses do ano, só não dá para saber ainda). 

  No ano passado houve uma onda de calor fortíssima que quase quebrou o recorde português de máxima e quebrou o de Lisboa por 2ºC, mas este ano eles escaparam do pior já que junho registrou temperaturas abaixo da média (depois de um maio muito quente) e julho parece que não foi tão quente também (embora tenha registrado seus picos de calor, ainda falta sair o resumo do Ipma, mas creio que julho não se distanciou muito da média na maior parte do país).

 

  Uma curiosidade: na França um levantamento preliminar da Météo-France indicou que 55% de todas as estações meteorológicas do país (entre principais, secundarias, terciárias.. com diferentes graus de qualidade também) registraram um novo recorde absoluto de calor em 2019.  Para ser mais preciso: 576 estações de 1050 quebraram seus recordes, e todos esses recordes foram estabelecidos ou na onda de calor do fim de junho (mais para o sul) ou na do fim de julho (mais para o norte).

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

JULHO EM ALGUMAS CAPITAIS DA EUROPA:

 

MOSCOU(RÚSSIA)

Média das máximas: 21,3°C(-1,1)

Média das mínimas: 12,8°C(-1,6)

Média compensada: 16,8°C(-2,4)

Máxima absoluta: 29°C(27/07)

Mínima absoluta: 8,3°C(31/07)

Menor máxima: 14,7°C(31/07)

Maior mínima: 18,7°C(28/07)

Chuva: 70,6mm

Maior chuva: 14mm(17/07)

 

MINSK(BIELORRÚSSIA)

Média das máximas: 21,6°C(-0,7)

Média das mínimas: 12°C(-0,6)

Média compensada: 16,5°C(-0,8)

Máxima absoluta: 32,3°C(01/07)

Mínima absoluta: 7,6°C(15/07)

Menor máxima: 16,2°C(05/07)

Maior mínima: 16,2°C(27/07)

Chuva: 120,3mm

Maior chuva: 26mm(27/07)

 

LONDRES-HEATHROW(REINO UNIDO)

Média das máximas: 25,4°C(+2,9

Média das mínimas: 14,9°C(+1,8)

Média compensada: 20,2°C(+2,4)

Máxima absoluta: 37,9°C(26/07)

Mínima absoluta: 10,8°C(02/07)

Menor máxima: 20,3°C(28/07)

Maior mínima: 20°C(24/07)

Chuva: 52,4mm

Maior chuva: 15mm(27/07)

 

BRUXELAS-UCCLE(BÉLGICA)

Média das máximas: 24,2°C(+1,2)

Média das mínimas: 14,7°C(+0,7)

Média compensada: 19,5°C(+1,1)

Máxima absoluta: 39,7°C(26/07)

Mínima absoluta: 10,2(09/07)

Menor máxima: 17,8(16/07)

Maior mínima: 23,5(25/07 e 26/07)

Chuva: 50,5mm

Maior chuva: 24,5mm(28/07)

 

Edited by Darley
  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

A saiu o boletim climatológico de julho para Portugal: o país fechou o mês com temperatura dentro da média com (22,19ºc para uma média histórica 22,17ºc), na prática um desvio nulo; a precipitação média nacional atingiu apenas 5,9 mm (43% da média, mas julho é tipicamente bem seco e o valor deste ano não se destaca apesar de baixo).  Como junho registrou temperatura abaixo da média no país (18,19ºc para uma média de 19,42ºc), Portugal segue tendo um verão "camarada" este ano.

 

Sobre a onda de calor de julho de 2019 em partes da Europa, apesar do pico de intensidade ter sido histórico em áreas como o nordeste da França, Holanda, Bélgica, Luxemburgo e noroeste da Alemanha,  ela teve curta duração já que nenhuma área registrou calor severo por mais de 3 dias consecutivos, e isso ajuda a explicar as consequências bem mais suaves para a saúde da população mais vulnerável quando comparamos com a onda de calor de 08/2003, que chegou a durar quase 2 semanas em algumas áreas e foi mais abrangente também. 

 

Mas a grande onda de calor do século XXI no mundo segue sendo de julho de 2010, que castigou grande parte da Rússia (praticamente toda a parte europeia, exceto o extremo norte, e ainda um bom pedaço Rússia asiática também) e países vizinhos; este evento, além da duração excepcional (maior parte do mês de julho até meados de agosto em seu núcleo) e das anomalias enormes (Moscou e São Petersburgo, com mais de 200 anos de registros de temperatura média, quebraram seus recordes mensais por 2 a 3ºc, sendo que Moscou teve inacreditáveis 26ºc de temperatura média em julho, praticamente um janeiro típico no litoral do Rio de Janeiro, mas sem a brisa do mar e num lugar onde tudo é feito para o frio) ainda cobriu uma área imensa no auge, ente fins de julho e começo de agosto.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fortes tempestades foram registradas hoje em áreas da França, Holanda e Luxemburgo.

Rajadas de mais de 100 km/h foram registradas na França.

Pelo menos 2 tornados foram registrados.

 

O primeiro tornado ocorreu em Amsterdam

 

 

Um forte tornado afetou Luxemburgo causando danos.

 

EBizEC9X4AErFAK.jpg

 

EBizrYxWkAAA1iJ.jpg

 

EBiznqnXUAEI1RJ.jpg

 

EBizFyTW4AA1gCr.jpg

 

EBi0i4dWsAIxNvy.jpg

 

  • Like 3
  • Thanks 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Manhã fria aqui em Londres, com 12°C nesse momento em Camden/ Swiss Cottage e céu limpo.  Ontem a máxima não passou de 18°C com mínima de 13°C e chuva pela manhã com sol no fim do dia.  O verão daqui sendo o que faria no auge do inverno lá do Rio rs

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Breno Coimbra disse:

Manhã fria aqui em Londres, com 12°C nesse momento em Camden/ Swiss Cottage e céu limpo.  Ontem a máxima não passou de 18°C com mínima de 13°C e chuva pela manhã com sol no fim do dia.  O verão daqui sendo o que faria no auge do inverno lá do Rio rs

E aquela velha piada sobre os ingleses comemorarem quando o verão "cai" num fim de semana continua atualíssima, enquanto no Rio de Janeiro a mesma piada pode ser usada de maneira invertida (algo como "o carioca lamenta quando o inverno cai num fim de semana").  Estre ano, por acaso, as duas tardes mais frias (e ainda com chuva) do ano no Rio de Janeiro foram registradas exatamente num de semana, nos dias 3 e 4 de agosto (neste último dia, um domingo, a temperatura estava entre 16 e 17ºc na maior parte da cidade à tarde).

 

Este ano os ingleses ainda saíram "no lucro", houve dois períodos (ainda que muito curtos, não mais que 2/3 dias cada um) de calor muito acima da média no verão (ao menos sul da Inglaterra, mais quente, onde ficam Londres e Cambridge por exemplo): um em junho e outro em julho.  Agora só ano que vem.😆

 

Claro que setembro ainda pode trazer vários dias quentinhos, mas um calor mais forte é raro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
15 horas atrás, Wallace Rezende disse:

E aquela velha piada sobre os ingleses comemorarem quando o verão "cai" num fim de semana continua atualíssima, enquanto no Rio de Janeiro a mesma piada pode ser usada de maneira invertida (algo como "o carioca lamenta quando o inverno cai num fim de semana").  Estre ano, por acaso, as duas tardes mais frias (e ainda com chuva) do ano no Rio de Janeiro foram registradas exatamente num de semana, nos dias 3 e 4 de agosto (neste último dia, um domingo, a temperatura estava entre 16 e 17ºc na maior parte da cidade à tarde).

 

Este ano os ingleses ainda saíram "no lucro", houve dois períodos (ainda que muito curtos, não mais que 2/3 dias cada um) de calor muito acima da média no verão (ao menos sul da Inglaterra, mais quente, onde ficam Londres e Cambridge por exemplo): um em junho e outro em julho.  Agora só ano que vem.😆

 

Claro que setembro ainda pode trazer vários dias quentinhos, mas um calor mais forte é raro.

É exatamente a situação do Rio só que invertida, aqui o verão dura 2 ou 3 dias e aí é o inverno, eu já praticamente perdi a esperança de ver 30°C esse ano de novo por aqui ! Hoje "aumentou ainda mais o forte calor ", 16°C com chuva desde a madrugada 

Edited by Breno Coimbra
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.