Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Monitoramento e Previsão Demais Continentes - 2019

Recommended Posts

1 hora atrás, DaviOlrb disse:

 

Aí vai depender da latitude.

 

Sul do Brasil x Austrália = sul do brasil ganha em anos "normais"

Sudeste BR x Austrália = AUS ganha e com folga

 

Só um exemplo, Rio de Janeiro vs Rockhampton praticamente mesma latitude.

 

ozgG5cz.png

V8JSzYq.png

Nas mesmas latitudes, a Austrália ganha com folga em termos de duração do frio, já que em anos normais as massas polares abrangem quase todo o país. Agora em média possivelmente o sul do Brasil ganha pela maior altitude.

Share this post


Link to post
Share on other sites
45 minutos atrás, Renan disse:

Tem que ver se eles não estão sob o domínio de alguma MP extremamente forte. O ideal é compararmos as médias. Alguém tem médias de cidades australianas ?

@Renan isso ajuda?

Screenshot_20190604-231706~2.png

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, Tavares disse:

Eu editei a paleta de cores do Windy, pra sensação térmica (de acordo com o meu gosto).

Vermelho/Inferno,Laranja/Calor, Amarelo/Agradável, Verde/Fresco, Azul/Frio, Branco/Congelante

wUDFdi7.png

 

Em comparação com o Brasil Amanhã cedo segundo o Europeu.

jdHQnFJ.png

 

Claro que essa onda de frio n'Austrália é pontual. Lá rola deveras chuchas tbm. Inverno lá é lindo e suportável, diferente daquela caca que é nos EUA, Deus me livre.

Mas lá as chuchas são menos frequentes que aqui, mesmo que eles não tenham eventos extremos de frio em que a neve chega no Trópico de Capricórnio como tivemos em 1975 as baixas temperaturas predominam.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Wagner97 disse:

@Renan isso ajuda?

Screenshot_20190604-231706~2.png

Perdão, isso é apenas das cidades de Nova Gales do sul

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado, pessoal. Belo inverno o da Austrália, e possui um clima bem peculiar. Os anticiclones polares costumam trafegar pela Austrália com muito mais duração do que aqui na América do Sul, isso seria pela falta de altitude e grande efeito da maritimidade ? 

 

O grande problema de lá é o verão com ondas de calor bizarras. No mais, é um inverno com frio mais constante, porém sem extremos marcantes. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Renan disse:

Obrigado, pessoal. Belo inverno o da Austrália, e possui um clima bem peculiar. Os anticiclones polares costumam trafegar pela Austrália com muito mais duração do que aqui na América do Sul, isso seria pela falta de altitude e grande efeito da maritimidade ? 

 

O grande problema de lá é o verão com ondas de calor bizarras. No mais, é um inverno com frio mais constante, porém sem extremos marcantes. 

 

A falta de altitudes extremas ajuda o ar polar a transitar.

E o centro geográfico de lá fica na latitude 25. Ao contrário da América do Cool, cujo centro geográfico fica pertinho de Cuiabá.

Por outro lado, se não fossem os Andes, nosso continente seria bem árido. A umidade do Atlântico não penetraria tantas centenas de km continente adentro.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vostok tem ficado perto de bater seu recorde de frio em Junho nos últimos dias.

A mínima foi de -82,2ºC, com recorde sendo -83,8ºC em 27 de Junho de 1984.

Se o padrão atual se manter, acho possível essa quebra de recorde.

 

O recorde de Junho na Antárctica e de -86,1ºC em 1968

 

D8hor3AXkAA4x4r.jpg

 

 

  • Like 8

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 09/06/2019 em 03:22, Felipe F disse:

Vostok tem ficado perto de bater seu recorde de frio em Junho nos últimos dias.

A mínima foi de -82,2ºC, com recorde sendo -83,8ºC em 27 de Junho de 1984.

Se o padrão atual se manter, acho possível essa quebra de recorde.

 

O recorde de Junho na Antárctica e de -86,1ºC em 1968

 

D8hor3AXkAA4x4r.jpg

 

 

Eu não consigo imaginar o que é um frio de -82°C. É simplesmente insano!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Wagner97 disse:

Eu não consigo imaginar o que é um frio de -82°C. É simplesmente insano!

Pra nós, frio de 2/3 graus já é difícil de suportar, imagine -82C.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Índia torra , e seu vizinho Paquistão fritaa .

Segue a angústia de uma pré monção na cidade de Jacobabad , que considero a cidade com o pior "verão " do mundo.

Screenshot_20190613-221751.png

  • Like 5
  • Thanks 2
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Juzinho disse:

A Índia torra , e seu vizinho Paquistão fritaa .

Segue a angústia de uma pré monção na cidade de Jacobabad , que considero a cidade com o pior "verão " do mundo.

Screenshot_20190613-221751.png

Mínima de 33 graus.... Só de olhar essa tabela dá um mal estar.... 

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Às portas do verão europeu...Máximas de hoje:

Lisboa 19°

Porto 18°

Madrid 25° (já deveria estar próximo dos 35° como já está ocorrendo em Roma e Atenas)

Mais ao norte, mais normal

Estocolmo 22°

Berlim 30°

Um dado interessante hoje foi a máxima de 20° em Reykjavik que tem média de máxima de 12,4° pra esse mês...

Edited by Enio Rezende
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Austrália começou Junho com temperaturas acima da média. Mas o padrão por lá vai mudar a partir da próxima semana, com temperaturas abaixo da média, principalmente no Sul.

 

Sydney

 

AA3jADV.png

 

Brisbane

 

4nHT7Z8.png

 

Melbourne

i5JSPM1.png

 

Canberra

N753spf.png

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, DaviOlrb disse:

A Austrália começou Junho com temperaturas acima da média. Mas o padrão por lá vai mudar a partir da próxima semana, com temperaturas abaixo da média, principalmente no Sul.

 

Sydney

 

AA3jADV.png

 

Brisbane

 

4nHT7Z8.png

 

Melbourne

i5JSPM1.png

 

Canberra

N753spf.png

 

E também em Mount Buller, uma localidade bem fria em meio às montanhas do estado de Victoria, a temperatura vai cair muito e teremos neve e um festival de negativas:

 

Screenshot_20190614-233243.thumb.png.4d9350ebca7dd7e2a0199e71a0fac959.png

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei se esse frio é algo normal pra lá, mas eu andei conferindo umas previsões para lugares bem tropicais e me espantei:

 

Díli é a capital de Timor-Leste, pequeno país ao Norte da Austrália, rodeado de água, numa latitude parecida com Recife (8º39S):

 

image.png.34d5d58a6fdb4fa6b2d51a581950c7a7.png

 

Darwin é a capital dos territórios do Norte, na Austrália, a beira do mar e na latitude de Salvador (12º27S)

 

image.png.69b3103c2c4a67879f70693064bd46b9.png

 

 

Pelo site https://thetruesize.com  fiz a comparação na unha o mais fiel possível respeitando as latitudes originais onde se encaixaria a Austrália em nosso continente:

 

image.png.cadcb41d0b4c3b737b44d4dbf98acc8e.png 

 

 

 

 

Edited by ricardosilva
  • Like 11

Share this post


Link to post
Share on other sites

Máximas bem altas. Tenho minhas dúvidas se isso é influência de ar polar ou só mínimas em função do tempo seco mesmo. Se o inverno fosse seco no litoral nordestino teríamos temperaturas parecidas.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, DaviOlrb disse:

Máximas bem altas. Tenho minhas dúvidas se isso é influência de ar polar ou só mínimas em função do tempo seco mesmo. Se o inverno fosse seco no litoral nordestino teríamos temperaturas parecidas.

As massas polares na Austrália chegam facilmente até o norte do país, claro que a queda de temperatura no paralelo 13S é mais suave do que nas latitudes superiores a 20. Pelas coordenadas de Darwin, 17 graus é até frio para os padrões de lá, é como se uma massa polar continental conseguisse chegar em Salvador e derrubar as mínimas para baixo dos 20 graus.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

As massas polares na Austrália chegam facilmente até o norte do país, claro que a queda de temperatura no paralelo 13S é mais suave do que nas latitudes superiores a 20. Pelas coordenadas de Darwin, 17 graus é até frio para os padrões de lá, é como se uma massa polar continental conseguisse chegar em Salvador e derrubar as mínimas para baixo dos 20 graus.

Em 2006 fez 15,x graus em Salvador , se não me engano no aeroporto .

2006 fez muito frio na BA e parte da região mais ao sul do Nordeste .

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

As temperaturas de Darwin são mais condizentes com alguma atuação fraca de ar polar. As de Díli não, é ar seco mesmo, tanto que o padrão de ventos não é nem de sul/sudeste.

 

Vocês têm uma visão meio equivocada do litoral nordestino, temperaturas abaixo de 20ºC ocorrem todos os anos em Salvador, assim como Recife, Maceió e Aracaju que já são cidades abaixo do paralelo 8ºS. Problema é que o inverno é o período chuvoso na região, o que dificulta mínimas boas. Mas se fosse seco, essas variações de 17/30 também seriam comuns.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

As massas polares na Austrália chegam facilmente até o norte do país, claro que a queda de temperatura no paralelo 13S é mais suave do que nas latitudes superiores a 20. Pelas coordenadas de Darwin, 17 graus é até frio para os padrões de lá, é como se uma massa polar continental conseguisse chegar em Salvador e derrubar as mínimas para baixo dos 20 graus.

 

Dei uma fuçada num site meteorológico australiano e as médias pra esse mês em Darwin são 19°/30° sendo que a mínima histórica pra Junho é 12,1° em 1963 (https://weather.mla.com.au/climate-history/nt/darwin).

 

Sei que faz abaixo de 20° na porção sul do litoral nordestino, mas é sempre algo do tipo 19/24 num dia chuvoso em Salvador por exemplo.

Edited by ricardosilva

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, ricardosilva disse:

 

Dei uma fuçada num site meteorológico australiano e as médias pra esse mês em Darwin são 19°/30° sendo que a mínima histórica pra Junho é 12,1° em 1963 (https://weather.mla.com.au/climate-history/nt/darwin).

 

Sei que faz abaixo de 20° na porção sul do litoral nordestino, mas é sempre algo do tipo 19/24 num dia chuvoso em Salvador por exemplo.

 

Mas ja vi registro de 11,X ou 12,X em Nazaré, no Recôncavo. 

O leste do Nordeste é bem ameno para a latitude que tá.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpem o off-topic.

 

Como eu já comentei aqui, a costa leste do Nordeste recebe um pouco de ar polar derivado dos ventos em SE/L constantes nessa época do ano.

 

Dá pra ter uma noção pelas temperaturas em 850 hpa, percebe-se o ar frio chegando quase a Linha do Equador no meio do Atlântico e jogando a brisa na costa leste nordestina:

 

cJtJwtv.gif

 

Se comparmos com outras regiões do globo, por exemplo, litoral da Colômbia, o litoral do Nordeste é bem mais ameno.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, André Luiz DS disse:

Vejam essas mínimas: 

 

21212121.PNG

 

E pior que isso é o clima normal para aquele lugar. Não é uma onda de calor anormal. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, André Luiz DS disse:

Vejam essas mínimas: 

 

21212121.PNG

Eu não consigo nem imaginar 37°C na rua sem sol. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O "bom" é que a umidade muito baixa diminui a sensação de calor.

Eu estive no qatar esses tempos... Estava fazendo 39°C durante o dia, e olha... Não senti tanto calor! O ar extremamente seco realmente atenua a sensação, diferente de Bangkok, onde eu estive antes, e onde o calor úmido impede que o suor evapore, tornando a sensação muito pior.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na China um tornado matou pelo menos 6 pessoas e deixou mais de 200 feridas.

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Monstro ! Deve ter chegado até qual escala ?

Share this post


Link to post
Share on other sites
50 minutos atrás, Renan disse:

Monstro ! Deve ter chegado até qual escala ?

Creio em pelo menos F3.

Daqui uns dias deve sair alguma análise. 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Walvis Bay bateu novamente um recorde de calor.

Máxima de absurdos 40,6ºC.

 

D_DAKxLWsAE-2IU.png

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Felipe F disse:

Walvis Bay bateu novamente um recorde de calor.

Máxima de absurdos 40,6ºC.

 

D_DAKxLWsAE-2IU.png

Porque na Namíbia ocorreu essa máxima de 41 graus enquanto na maior parte do sul da África as temperaturas chegaram somente aos 28/29 graus?

Share this post


Link to post
Share on other sites
27 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

Porque na Namíbia ocorreu essa máxima de 41 graus enquanto na maior parte do sul da África as temperaturas chegaram somente aos 28/29 graus?

Famoso aquecimento adiabático.

Quando o vento muda para leste na região é fatal, pois as montanhas Naukluft tem mais de 2000 metros de altitude em alguns locais e isso causa um poderoso aquecimento adiabático.

 

D_DDZgRWwAErUyi.png

 

Quando o vento muda para leste a temperatura dispara.

 

1736413911_Semttulo.jpg.eaf6e46fbf4d45f97b67cc161f73b1d9.jpg

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, Felipe F disse:

Famoso aquecimento adiabático.

Quando o vento muda para leste na região é fatal, pois as montanhas Naukluft tem mais de 2000 metros de altitude em alguns locais e isso causa um poderoso aquecimento adiabático.

 

D_DDZgRWwAErUyi.png

 

Quando o vento muda para leste a temperatura dispara.

 

1736413911_Semttulo.jpg.eaf6e46fbf4d45f97b67cc161f73b1d9.jpg

Nossa e normalmente o clima desse lugar é super ameno, parecido com o de São Francisco, CA, em termos de temperatura, com a peculiaridade do período mais frio ocorrer entre agosto e setembro. Pelo menos é o que consta na Wikipédia.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/07/2019 em 23:09, Wagner97 disse:

Nossa e normalmente o clima desse lugar é super ameno, parecido com o de São Francisco, CA, em termos de temperatura, com a peculiaridade do período mais frio ocorrer entre agosto e setembro. Pelo menos é o que consta na Wikipédia.

Sim, o mar frio da região deixa as temperaturas agradáveis na maior parte do ano.

Por lá o outono é a época mais quente do ano.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ontem Israel registrou seu recorde de calor para Julho, com a temperatura máxima chegando a 49,9ºC na cidade de Sedom.

O recorde do país era de 48,8ºC registrados em 1945.

 

D_tOYcyXYAI886d.png

  • Like 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Recordes de calor foram quebrados nos últimos dias em alguns locais da África do Sul.

D_SVOgIW4AMPk-3.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Se iniciou hoje a segunda onde calor potencialmente histórica do ano em partes da Europa.  O pico do calor deve ser registrado amanhã no sudoeste da da França (com chance de novo recorde absoluto em cidades como Bordeaux) e na quinta-feira no nordeste francês (com possibilidade de recordes absolutos em cidades como Paris e Lille; o meteo-paris prevê absurdos 27 de mínima e 42 de máxima em Paris na quinta, algo jamais registrado conforme as normais completas que postei de Paris em outro tópico, embora a previsão ainda deva mudar). 

 Vários modelos também indicam a chance de quebra de recordes nacionais na região de BeNeLux no pico de quinta-feira (com dados de hoje, a chance de ao menos um destes países quebrar o recorde é alta).  O recorde francês de 46ºC (estabelecido em junho agora) não está correndo perigo desta vez, pois a região mais atingida pelo calor de junho (como os departamentos de Gard e Hérault) terá ventos vindo do mar agora, com isso o tempo ficará muito abafado mas sem máximas extremas.  Um dos recordes mais impressionantes (dentre vários) da onda calor que atingiu partes da Europa em junho foi o do aeroporto de Montpellier-Fréjorgues na França, onde em mais de 70 ANOS de observações a temperatura nunca havia passado de 37,5ºC até o ano corrente, mas chegou a 43,5ºC em 28/06/2019, mesmo dia do recorde nacional. 

 Como este aeroporto é bem costeiro e as grandes ondas de calor normalmente chegam com vento sul (vindo da África), a máxima nunca havia atingido valores extremos ali pois o vento sul atravessa o Mediterrâneo antes de chegar a Montpellier, mas desta vez a rara combinação de uma massa de ar excepcionalmente quente com ventos de nordeste (continentais) possibilitou os recordes.

Edited by Wallace Rezende
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

A cada 10 recordes de temperaturas, 9 são de calor e 1 de frio. Deve ser mais ou menos essa a estatística. MUITO PREOCUPANTE, mas aos poucos as pessoas estão deixando a ignorância de lado e aceitando a realidade do aquecimento global.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Renan disse:

A cada 10 recordes de temperaturas, 9 são de calor e 1 de frio. Deve ser mais ou menos essa a estatística. MUITO PREOCUPANTE, mas aos poucos as pessoas estão deixando a ignorância de lado e aceitando a realidade do aquecimento global.

  Verdade, hoje em dia é muito difícil estações que permaneceram no mesmo lugar por muitas décadas a mais de um século registrarem novos recordes absolutos de frio, já os recordes de máxima e maior mínima ocorrem aos montes pelo mundo, não há mesmo como negar. 

  Mas a complexidade da atmosfera é fascinante, e em algumas áreas mesmo com o aumento das médias e (principalmente) das mínimas médias, os extremos de calor também estão recuando ao menos temporariamente (caso do meio-oeste americano e de áreas ao norte como International Falls, por exemplo, mas também de partes do Brasil como o sul/oeste da Região Sul e partes da Argentina e Uruguai, com grande concentração de recordes absolutos até a metade do século XX e última ocorrência de recordes generalizados de máxima em 1985); então embora a tendência global seja de aumento dos recordes de calor isto não ocorre em todas as áreas da Terra.  Uma das causas desta diminuição dos picos de temperatura máxima em alguns lugares é o umedecimento da atmosfera, causado (ironicamente) ao menos em parte pelo aquecimento em grande escala dos oceanos, outra é o aumento local da poluição (fumaça, aerossóis, poeira) atribuída à diminuição dos recordes de máxima em partes da Índia (mas não só) ao reduzir a intensidade do sol que aquece o solo.

  Apesar do Aquecimento Global ser um fato, considero o alarmismo climático (tentativa de atribuir todo e qualquer fenômeno minimamente danoso ao aquecimento global, ou a repetição interminável de que tais eventos vão aumentar cada vez mais por conta do AGW) um grande tiro no pé pois apenas alimenta os negacionistas radicais; não se combate desinformação e estupidez com mais desinformação e estupidez.  Infelizmente muitos "cientistas renomados" e toda a mídia "mainstream" endossam o alarmismo climático, virou uma questão política e ideológica, para prejuízo da ciência que é a busca da verdade (e para alegria dos propagadores de teorias da conspiração).

   Um exemplo disso ocorreu após as chuvas de abril deste ano nos bairros costeiros da cidade do Rio de Janeiro, onde saiu no principal jornal local por duas vezes que o aquecimento global estava aumentando a intensidade dos temporais na cidade, quando na verdade a concentração de temporais de outono (abr/jun) foi maior na metade final do século XIX e começo do século XX, período que concentra todos os recordes mensais, enquanto houve claro aumento no número de abris com pouca chuva no século atual.  Ou seja, em nome do alarmismo se mente descaradamente, o importante é "a causa"..

Edited by Wallace Rezende
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Impressionante essa previsão, 41°C pra Paris. Se as informações da Wikipédia estiverem certas, seria quebra do recorde absoluto de calor na capital francesa.

 

Screenshot_2019-07-22-21-55-09.thumb.png.14b1c385c7e9cf2efc92215f16e6b63d.png

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

2019 está sendo marcado pelas fortíssimas ondas de calor em várias localidades do mundo.

Muitos recordes foram estabelecidos este ano. Incluindo algumas capitais de países(como Santiago, Addis Ababa, Delhi). Vale lembrar que 50 capitais(ou deve ser maior que isso) possuem máximas absolutas superiores a 42 graus, e 81(ou deve ser mais) tem seu recorde igual ou maior a 40 graus.

Qual foi a maior temperatura numa capital de país em 2019 até agora?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.