Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Monitoramento e Previsão Demais Continentes - 2019

Recommended Posts

O irónico é que o Himalaia é uma bênção para a Índia uma vez que sem ele o subcontinente seria uma Arábia 2 :(  

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
1 hora atrás, Renan disse:

 

Que absurdo. O que faz ter um verão tão quente assim, além da falta de chuva por estar fora da época das monções ? Aquecimento adiabático proporcionado pelo Himalaia, talvez ?

 

Creio que sim. 

Mas curioso que Bangladesh é o sopé do Himalaia e não registra todo esse aquecimento. Então acho que é uma combinação de adiabólico + demora da umidade em chegar a aquela região de Nova Delhi. Pode ver que, assim que a umidade chega e vence o adiabólico, a temperatura fica menos trágica.

Edited by LuluBros

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Renan disse:

 

Que absurdo. O que faz ter um verão tão quente assim, além da falta de chuva por estar fora da época das monções ? Aquecimento adiabático proporcionado pelo Himalaia, talvez ?

Provavelmente não porque toda a Índia sofre com este absurdo aquecimento nos meses anteriores á monção úmida (março/abril); é como acontece na maior parte do Brasil nos meses de agosto e setembro antes das chuvas só que muito mais escaldante.

A monção, na Índia começa no final de abril no sul deste país é gradativamente se expande ao norte em Maio, chegando expandem Nova Délhi no estado e Junho. Mas comi está mais ao norte, Nova Déli recebe bem menos chuva do que Mumbai e Calcutá.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 24/04/2019 em 17:13, Monotov disse:

O irónico é que o Himalaia é uma bênção para a Índia uma vez que sem ele o subcontinente seria uma Arábia 2 :(  

 

Por que sem o Himalaia a Índia seria uma Arábia 2?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Também tenho minhas dúvidas se a Índia seria um Arábia 2 sem o Himalaia.

A cadeia do Himalaia barra as chuvas pelo lado sul, potencializando-as e possibilitando índices pluviométricos assombrosos.

Tem uma cidade do norte da Índia (Não Me lembro o nome) que já chegou a acumular absurdos 8.000 mm em um mês.

Honestamente, não consigo sequer imaginar o que é ter 8.000 mm em um mês.

 

Mas os ventos que ajudam as chuvas da monção vêm do oceano Índico, de sul a SO.

Acredito que boa parte da Índia seria menos chuvosa sem o Himalaia mas não desértica.

 

Devido, pelo menos em parte, à barreira das montanhas, o lado norte (Tibet e províncias acidentais da China) são semi-áridos a áridos.

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, Aldo Santos disse:

Também tenho minhas dúvidas se a Índia seria um Arábia 2 sem o Himalaia.

A cadeia do Himalaia barra as chuvas pelo lado sul, potencializando-as e possibilitando índices pluviométricos assombrosos.

Tem uma cidade do norte da Índia (Não Me lembro o nome) que já chegou a acumular absurdos 8.000 mm em um mês.

Honestamente, não consigo sequer imaginar o que é ter 8.000 mm em um mês.

 

Mas os ventos que ajudam as chuvas da monção vêm do oceano Índico, de sul a SO.

Acredito que boa parte da Índia seria menos chuvosa sem o Himalaia mas não desértica.

 

Devido, pelo menos em parte, à barreira das montanhas, o lado norte (Tibet e províncias acidentais da China) são semi-áridos a áridos.

 

 

 

Sem o Himalaia, as precipitações da monção chuvosa chegariam com muito mais intensidade ao Tibete/Oeste da China, enquanto choveria com maior homogeneidade por toda a Índia, mas sem grandes volumes pluviométricos (superiores a 600 mm num único mês como ocorre frequentemente). Porém, os ventos frios da alta siberiana que se estabelece na Mongólia entre setembro e março chegariam com muito mais força por todo o país, de modo que muitos lugares da Índia registrariam temperaturas mínimas inferiores a 10 graus, e poderia até nevar em Nova Délhi, o que não ocorre.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

Sem o Himalaia, as precipitações da monção chuvosa chegariam com muito mais intensidade ao Tibete/Oeste da China, enquanto choveria com maior homogeneidade por toda a Índia, mas sem grandes volumes pluviométricos (superiores a 600 mm num único mês como ocorre frequentemente). Porém, os ventos frios da alta siberiana que se estabelece na Mongólia entre setembro e março chegariam com muito mais força por todo o país, de modo que muitos lugares da Índia registrariam temperaturas mínimas inferiores a 10 graus, e poderia até nevar em Nova Délhi, o que não ocorre.

 

Ou seja: O Himalaia não é tão bom assim para o clima da Índia, hehehe. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comparando Lusaka, capital da Zâmbia, com Brasília. As duas cidades se encontram na latitude 15ºS a cerca de 1100 metros de altitude.

 

tseqa4J.png

 

ngQRuU2.png

  • Like 2
  • Confused 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Aldo Santos disse:

Também tenho minhas dúvidas se a Índia seria um Arábia 2 sem o Himalaia.

A cadeia do Himalaia barra as chuvas pelo lado sul, potencializando-as e possibilitando índices pluviométricos assombrosos.

Tem uma cidade do norte da Índia (Não Me lembro o nome) que já chegou a acumular absurdos 8.000 mm em um mês.

Honestamente, não consigo sequer imaginar o que é ter 8.000 mm em um mês.

 

Mas os ventos que ajudam as chuvas da monção vêm do oceano Índico, de sul a SO.

Acredito que boa parte da Índia seria menos chuvosa sem o Himalaia mas não desértica.

 

Devido, pelo menos em parte, à barreira das montanhas, o lado norte (Tibet e províncias acidentais da China) são semi-áridos a áridos.

 

 

 

Há algum tempinho atrás já houve a Índia sem o Himalaia.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Aldo Santos disse:

Tem uma cidade do norte da Índia (Não Me lembro o nome) que já chegou a acumular absurdos 8.000 mm em um mês.

Honestamente, não consigo sequer imaginar o que é ter 8.000 mm em um mês.

 

Nem eu. Possivelmente o evento climático mais impactante a se presenciar. Certamente mais impactante que frio ou calor extremo. Mais impressionante que isso talvez, só ver um tornado ou furacão de perto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/05/2019 em 17:19, Aldo Santos disse:

Também tenho minhas dúvidas se a Índia seria um Arábia 2 sem o Himalaia.

A cadeia do Himalaia barra as chuvas pelo lado sul, potencializando-as e possibilitando índices pluviométricos assombrosos.

Tem uma cidade do norte da Índia (Não Me lembro o nome) que já chegou a acumular absurdos 8.000 mm em um mês.

Honestamente, não consigo sequer imaginar o que é ter 8.000 mm em um mês.

 

Mas os ventos que ajudam as chuvas da monção vêm do oceano Índico, de sul a SO.

Acredito que boa parte da Índia seria menos chuvosa sem o Himalaia mas não desértica.

 

Devido, pelo menos em parte, à barreira das montanhas, o lado norte (Tibet e províncias acidentais da China) são semi-áridos a áridos.

 

 

 

 

 

E 1875 mm EM 24 HORAS!!! ACHO BEM MAIS INIMAGINÁVEL!!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 13/05/2019 em 03:33, klinsmannrdesouza disse:

Sem o Himalaia, as precipitações da monção chuvosa chegariam com muito mais intensidade ao Tibete/Oeste da China, enquanto choveria com maior homogeneidade por toda a Índia, mas sem grandes volumes pluviométricos (superiores a 600 mm num único mês como ocorre frequentemente). Porém, os ventos frios da alta siberiana que se estabelece na Mongólia entre setembro e março chegariam com muito mais força por todo o país, de modo que muitos lugares da Índia registrariam temperaturas mínimas inferiores a 10 graus, e poderia até nevar em Nova Délhi, o que não ocorre.

Ou seja, um clima similar ao do sul da China.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se não fossem as monções o deserto de Kharan iria se estender por todo o norte e centro da Índia. No mínimo a Índia seria predominantemente semiárida talvez o sul e o litoral leste seriam chuvosos como no nordeste brasileiro, mas o restante seria um prolongamento do meio oriente. A única coisa boa seria que as bombas polares iriam descer até o norte indiano proporcionando um alívio no calor. Acho que a falta do Himalaia também ajudaria o clima siberiano a ser menos hostil, provavelmente a civilização chinesa se estenderia mais para o norte. A história mundial seria completamente diferente com o extremo oriente sendo a região mais avançada no mundo ao invés da Europa , já que a Sibéria possui vastos recursos naturais que fariam a revolução industrial chegar antes na china. Os chineses já conheciam a tecnologia do vapor na época do império romano, mas não puderam evoluí-la pela escassez do combustível fóssil.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/05/2019 em 21:53, Tavares disse:

Há algum tempinho atrás já houve a Índia sem o Himalaia.

 

😁

Imagem relacionada

 

  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.